*Destaque Hatches Lançamentos Vídeos de detalhes Volkswagen

VÍDEO: Novo Polo 2018 (versão de entrada) – Detalhes

5
  • Roxxton

    Já era de se esperar que viesse capado.
    Poderia ao menos ter repetidores de sinal nos retrovisores.
    Na verdade não passa de um Gol um pouco melhor(pelo menos nessa versão)!!!

    • Mauro Moraes

      Não tem volan te em couro? Não tem porta mapas? E cadê o revestimento atrás do banco traseiro no porta malas?

      • MauroRF

        Não tem repetidores nos retrovisores, volante não regula altura/profundidade, não tem retrovisor elétrico, acabamento poderia ser melhor pelo carro e preço, a economia é porca. O Polo valerá a pena do TSI para cima. Aliás, reparem em 1:51 o adesivo “Nota máxima em segurança”. Pergunta: o adesivo foi colocado ontem ou já veio assim de fábrica?

        • No_Name

          A VW já sabia do resultado do LatinNCAP. As fabricantes enviam funcionários para “auditar” e são comunicadas do resultado tão logo que o teste é feito.

          • MauroRF

            Entendi. Não sabia disso. Valeu pela informação.

        • Maurão, pelo que há na concorrência nessa faixa entre 50 e 60 mil, normal a falta dos equipamentos citados. Agora, muito preço pra pouco conteúdo é regra geral em nosso mercado. Eu não esperava nem mais nem menos desse modelo.
          Ainda não vi pessoalmente, mas o Fox com suas duas configurações atuais me parece ter ficado interessante nessa faixa de preços entre 50 e 60 mil. Ontem mesmo estive na Citroen para a revisão do C4, e dei uma olhada nos C3 que estavam em exposição. Na faixa de 60 mil do Tendance, a lista de equipamentos anda bem acanhada, e o acabamento é isso que se vê no Polo. Tem muito pra onde fugir, não.

    • MauroRF

      Parece a nova geração do Gol, rs. Aliás, tirando a boa segurança, vem capado demais, eu acho.

      • No_Name

        Curiosamente na fase de projeto do VW270SAM (este Polo) as pessoas envolvidas o chamavam de novo Gol.

        • MauroRF

          Eu mataria o nome Gol (e o Gol) de vez. Se quiserem ser uma nova VW, precisam deixar velharias para trás. Pelo menos para mim, nomes como Gol e Uno remetem a carros simples, como sempre foram por bons anos.

          • carroair30

            Exatamente por isso que vc citou : a VW “esticou um GOL” e colocou o nome de POLO,diferente da FIAT quando fez o “novo” UNO,que deveria ter colocado outro nome para dissosialo da linha popular poderia ate ter chama-lo de PANDA que venderia muito bem ate hoje

            • Ernesto

              Como assim, a VW esticou o Gol? Que eu saiba, e creio que quem se informa também saiba disso, o Polo foi desenvolvido na Alemanha. E não há Gol na Europa. Então, como assim, a VW esticou o Gol?

    • th!nk.t4nk

      Juro que nao entendo os comentários do tipo “tem poucos itens de série, entao é um Gol melhorado”. Concordo absolutamente que essa versão é super capada e pobre, nao tem o que discutir. Mas desde quando itens de série transformam o carro em algo de categoria superior ou inferior? Seria um Gol completaço um “Passat de entrada piorado”? O que vejo é que no Brasil as pessoas avaliam o carro por 2 critérios: beleza e itens de série. Coisas como dinâmica veicular e qualidade geral de projeto raramente são valorizadas. Dito isso, eu jamais optaria por um Polo pelado desses, só consideraria do TSI pra cima. Mas certamente nao diria que o carro “é um Gol” por ter poucos itens de série em alguma versão (imagine se os brasileiros soubessem que BMW Série 1 vem com manivelas no vidro traseiro na versão de entrada).

      • wagner

        Eu entendo o que diz amigo. Entretanto, em que pese a alma ser do Polo, a VW Brasil deu ao carro roupagem de Gol ao montar o carro com mecânica, materiais e equipamentos equivalentes ao Gol. Neste aspecto, o Polo perde racionalidade, ainda mais no segmento 1.0 em que preço é determinante.
        Na versão intermediária o custo benefício ainda é ruim porque padece do mesmo problema da versão 1.0 aspirada.
        A Impressão é a de que os rumores de que este carro seria o novo Gol são verdadeiras e quando a VW viu que mesmo capando o carro ainda assim seria mais caro e ficou em um dilema. Restaurar o projeto original ou lançar o que seria o novo Gol com o nome Polo, mas correndo o risco de chamuscar (e chamuscou mesmo) as qualidades do Polo, visto que não tem acabamento condizente para se defender de Argo, 208, C3 e até mesmo do Fiesta 2018.
        Alma de Polo com roupa de Gol.

        • th!nk.t4nk

          Eu acho que a VW vai se arrepender no próximo ano e rever esses itens de série. Nao é possível. Tomara que sintam o baque nas vendas e se toquem mesmo. Nao ter retrovisor elétrico num carro de 50 e poucos mil é um tapa na cara do consumidor. Ainda se realmente fosse torná-lo barato, seria um caso diferente, mas não.

      • carroair30

        Entao o “problema” nao é a industria de carros ,o problema é o BRASILEIRO!

    • Bom, vendo o vídeo inteiro, nem é tão capado assim, (tem um nível de equipamentos interessante para a faixa dos 50 e poucos mil reais comparando-se com o que há no mercado) e nem é possível compará-lo ao Gol. São carros de visual muito semelhante (como os VW o tem sido a algum tempo) e só. No mais, outro carro, outra plataforma, outro entre-eixos, comportamento dinâmico bem distinto, outra resistência a impactos… é um produto interessante (sempre comparando com o que há na concorrência pelo mesmo preço). Vejamos como o público reage à sua semelhança visual com o Gol.

      • wagner

        Ai é que está, se for na concorrência “pelo mesmo preço” vai encontrar carros com um acabamento melhor, mais bem equipado e até com câmbio automático.
        A versão 1.0 tem uma péssima relação custo benefício.
        A versão 1.6 tem relação custo benefício ruim
        A versão 1.0T tem boa relação custo benefício.

        • O que se acha no mercado com um acabamento melhor que esse do Polo na faixa de 55 mil? Ao menos pelo que está no vídeo (não vi o carro pessoalmente ainda), não digo que seja um bom acabamento, mas é o que há pra hoje no nosso mercado. Nesse patamar, é Onix, Sandero, HB20, C3, 208, Argo… Talvez o 208 tenha um charme a mais no interior, mas o restante convence tanto quanto o Polo.
          Com câmbio automático e motor 1.6 (ou no mesmo patamar de performance do MSI), é casa de 60 mil fácil pra qualquer modelo, pode pesquisar. Portanto, não que eu ache que está em um preço bom, mas está no preço que todas as montadoras cobram de nós hoje em dia. Normal.

          • Iran Borges

            Por isso que nem olho carro zero desses compactos. Se eu fosse comprar um carro de uns 55 mil hoje, iria dar uma esticada e pegar um corolla XEI ou um civic LXR 2014 ou um outro médio nessa faixa.

            • E olha que o Civic LXR 2014 apresenta o painel todo em plástico rígido, hein… Me parece que a tendência para um futuro é que os revestimentos em soft touch entrem em extinção também em categorias superiores. Voltar a contemplar carros compactos é algo que acho ser impossível, salvo uma ou outra nobre exceção que possa aparecer por aí a preços astronômicos.

              • Iran Borges

                Pois é, até o Corolla da geração anterior é de pástico. Mas é dureza vc comprar esses carros compactos 0km semi pelados de hoje, por melhor que seja a estrutura. Os últimos compactos que me encantaram foram o Punto e o 208, fora esses, nenhum.

                Obs.: o corolla tem plástico, mas na parte superior do painel é meio acolchoado.

            • Ernesto

              Iran, eu acabei fazendo exatamente isso. Precisava de um carro maior e peguei um Corolla XEi 2014. Infelizmente sedam 0Km ficou fora da minha realidade.

              • Iran Borges

                Sedã médio 0km é só pra quem é bastante abonado. Então tenho que ir de usado, pois me recuso a comprar carro zero sem os confortos que eu quero.

          • Punta-tacco

            Em questão de comparação com a concorrencia o polo de entrada está ok, porém o que revolta é que o Fox mais básico tem itens e acabamento melhor do que o Polo, sem contar que a mecânica do fox pepper, highline e cross eram superiores pois tinha motor 1.6 com 120 cv e cambio de 6 marchas.

            • Não vi ainda o Polo ao vivo. Difícil comentar com precisão a respeito do seu acabamento sem vê-lo. O que dá é pra analisar preço x equipamentos. A tabela passada pela VW me parece “ok”, nem boa, nem ruim. Está na média aí do mercado.

              • Punta-tacco

                Se trata de estratégia, capou uns itens pra lançar a um preço “muito bom” assim que os preços começarem a subir o polo de entrada começa a ganhar retrovisores elétricos, tweeters, direção com ajustes, faróis de milha, cambio de 6 marchas manual (no MSI e no TSI, quem sabe um automático tbm). De tudo isso o que eu lamento é que pelos menos como opcionais deveriam se oferecidos. E em questão de acabamento, não é necessário ver um pessoalmente pra perceber que faltou tecido no centro das portas, um acabamento ao redor dos bancos ou até uma opção de forração de banco mais bonita, tudo isso que falta no polo tem no Fox, e são itens que não somariam muito no preço final, mas entendo que o que a vw queria era lançar um bom carro abaixo dos 50 mil, e para fazer isso foi necessário não oferecer alguns acabamentos, e essa grimpação para diminui preço final se vem até na hora de escolher a pintura do carro, na qual cores solidas como vermelho, branco que deveriam ser “gratis” são cobradas.

      • V.mario

        Acho que as versões manuais precisam oferecer ao menos como opcionais: Retrovisores elétricos com repetidor de seta e sensor traseiro.

        • Eu também acho que deveria… quem pode mudar isso é só o mercado. Se a aceitação do carro for boa assim como está, assim vai ficar… rs.
          Bom, se a gente pensar que a GM só resolveu adicionar repetidores de seta nos retrovisores do Cruze no modelo 2018, acho que a VW ainda vai demorar um pouco a se render à questão.

  • dallebu

    Tem até 55.000 pra gastar? Vá de Argo Drive 1.3 pois o Polo de entrada dá tristeza.
    Pode esticar até uns 65.000~75.000? Vá de polo 200 TSI que aí a coisa muda de conversa seja em motorização, equipamentos, tecnologia e acabamento.
    Minha opinião

    • Raimundo A.

      Também penso assim, ainda que o Fiat pode melhorar e deve no caso das versões que usam o motor 1.8.

    • celso

      Primeiro o Argo precisa ser testado pelo Latin NCAP, e receber uma boa nota. Caso contrário, o melhor a fazer é descartá-lo…

      • SDS SP

        Depois da nota do Mobi, estou desconfiado do Argo. À Fiat fez um baita alarde com o Mobi das técnicas de construção e blá-blá-blá, e no final foi frustrante.

        • dallebu

          A questão do Mobi foi mais focado em métodos modernos de construção pra baixar custos, não se falou em aços especiais, não se focou em segurança como no Argo, mas vamos ver, com certeza não será no nível do Polo, mas se chegar perto já tá razoável.

          • SDS SP

            Eu esperava uma nota no mínimo mediana para o Mobi.
            Espero que o Argo tenha uma nota digna pelo preço cobrado, pq ele está longe de ser barato.

        • celso

          Exatamente. Na apresentação do Mobi para a imprensa tinha até um vídeo do teste interno dele que dava a entender que a estrutura era boa mas, depois de passar pelo Latin NCAP, a gente viu que não era bem assim.

          • dallebu

            O Mobi é relativamente seguro só na batida frontal. O Novo Palio e Peugeot 208 tiraram 4 estrelas quando o LatinNcap fazia só a batida frontal, e se você for olhar os gráficos de cores que simbolizam o nível de proteção em cada parte do corpo vai ver que o Mobi se saiu um pouco melhor que o Palio e um pouco pior que o 208, logo numa batida somente frontal ele teria 4 estrelas. Se você for ver o mesmo gráfico do Onix, sempre na batida somente frontal, vai ver que só a cabeça vai estar pintada de verde, o resto é laranja e marrom, ou seja marginal ou fraco.

            • celso

              Dei uma olhada nos “bonequinhos” referentes ao Mobi, e continuo com a mesma opinião: o carro deixou a desejar.
              A pontuação (19,20) deixa bem claro que o subcompacto da Fiat é apenas um pouco menos ruim que 208 (18,27) e Palio (18,09), aliás dois carros que obtiveram resultados pífios.

              • dallebu

                Resultados pífios por causa da batida lateral, 4 estrelas na frontal é razoável, o pulo do gato é que se ver que vai bater, tente bater de frente pra não morrer nessas bombas kkkkkk

      • wagner

        Não acho! Ainda que tirasse 1, 2, 3 ou 4 ainda sim compraria um Argo.

      • Ernesto

        Não é defendendo o Argo, mas essa questão de segurança já percebemos que a maioria não liga muito.

    • Edson Fernandes

      Olha, dureza. Eu confesso que fico ressentido do ARgo tbm. E consideraria o 208 1.2 nesse preço. A carencia de uma versão de R$60000 com mais itens é o que falta.

      • Felippe2010

        no grupo do Pug 208 no facebook, eu vejo o pessoal falar muito bem da versão 1.2

        • Edson Fernandes

          De fato o 208 é bem pontual o que reclamam. Barulhos internos e alguns reclamam que o 1.2 não anda bem. Quem saiu da versão 1.5 e foi para a 1.2 se ressente do menor torque ainda que o torque total venha mais cedo.

          • Depois de 50 mil km no 208 (da esposa – Griffe 1.6 automático 4 marchas), o que posso dizer:
            – o carro tem uma robustez muito boa. Nesses 50 mil km foi praticamente zero de qualquer problema. Aos 30 mil km o banco do passageiro deu um grilinho, que foi resolvido na revisão com o aperto do parafuso do trilho. E agora aos 50 mil km o esguicho do limpador traseiro parou de funcionar, sendo que vou pedir solução na revisão a ser feita agora (o carro ainda está em garantia). Sem dúvidas a melhor experiência que tive com um carro zero km em minha vida considerando todos os carros que já tive em casa (meu e da esposa);
            – a assistência Peugeot tem sido impecável: atendimento ótimo na concessionária, boas revisões e o Peugeot Total Care foi utilizado por nós, com resultado muito satisfatório: a bateria do carro acabou com dois anos de uso, liguei para o serviço e em 20 minutos eles estavam na minha casa, com uma bateria nova e realizando a troca, tudo muito ágil;
            – os preços das revisões quando inseridos serviços de alinhamento e balanceamento não me parecem baratos, mas estavam no mesmo nível das revisões na VW para os Polos que tivemos em casa, com a diferença de que não são obrigatórias a cada 6 meses, apesar de que este fato não tem grande relevância para a minha esposa, que acaba atingindo 10 mil km nesse intervalo;
            – O carro tem algum barulho interno (pouco, é verdade) na região da tampa traseira. Mas não é algo que chegue a incomodar;
            – O comportamento dinâmico do carrinho é excelente. É gostoso mesmo de dirigir, a despeito de o câmbio tirar um pouco do brilho do (bom) motor;
            – a falta de abertura interna da tampa de combustível é imperdoável – tem que dar a chave para o frentista abrir o tanque;
            – A ergonomia do i-cockpit com volante de diâmetro bem reduzido é muito interessante;
            – o teto panorâmico é um show a parte;
            – os pneus do carro ainda são originais, e apontam para mais uns 15 a 20 mil km antes da troca, ainda;
            – o câmbio de 4 marchas funciona bem demais em trânsito urbano, com trocas muito suaves (mais até que as do AISIN do C4 Lounge) e escalonamento bastante razoável. No uso rodoviário, a suavidade se mantém, mas a falta de marchas cobra sua conta: colocando o piloto automático em 110 km/h, em qualquer subida um pouco mais inclinada o câmbio fica puxando terceira e voltando para quarta constantemente. O isolamento da cabine é excelente, o que retira o incômodo auditivo da questão, mas aquela sensação de que “estou gastando gasolina demais” é muito forte;
            – o consumo é ponto fraco do carro quando considerado o seu porte: perto de 8 na cidade e 12 na estrada, com gasolina. É algo próximo do que consome o C4 Lounge THP;
            – o nível de equipamentos é ponto forte – sensores crepuscular e de chuva, limitador de velocidade / piloto automático, ar digital automático dual-zone, multimídia touch com GPS, teto panorâmico, sensores de estacionamento traseiro e dianteiro com gráfico na multimídia, 6 airbags, direção elétrica agradabilíssima, faróis com iluminação diurna em LED… o carro deve pouco para o meu Lounge exclusive 2014. Se tivesse Keyless, rebatimento elétrico dos retrovisores e sensores de presença lateral, ficaria igual. Se considerarmos o que o C4 top de linha oferece em sua versão 2018, o 208 deveria apenas o Keyless, mas tem a mais os sensores dianteiros.
            Resumidamente, é isso aí. Uma hora mando um relato para o site para publicação.

      • Verdades sobre o mercado

        Faltou uma versão Confortline MSI MT por 59k. Mas a VW vai rever isso.

    • Saulo Gomes

      Se o polo vai fazer sucesso ou não ainda é uma dúvida, mas que ele é muito melhor que o Argo é um fato. Polo e Argo são de categorias diferentes, Polo concorre com HB20, Onix, Fiesta, 206, c3. Argo é concorrente para o Kwid e caros mais baratos.

      • dallebu

        Na verdade o Argo HGT concorre com a Honda Pop 110, já o Drive concorre com a mountain bike Caloi 18 marchas.

        • PedroGolzinho

          rsrsrsrs concorre com os tratores John Deere: Argo é tec, argo é pop..

          • dallebu

            Kkkkkkk É cada um que aparece, tem que zuar

        • Alexandre

          Jauhuaajusjaussjisshsishsu

      • PedroGolzinho

        Hum? se Argo e Kwid são concorrentes, como você me explica uma diferença de 7 mil reais entre a versão topo de um e a versão de entrada do outro? haha.

        • Saulo Gomes

          Eu não explico e muito menos a Fiat, mas a css aqui da minha cidade está oferecendo Argo completo a 41800 (imagino que seja a versão 1.0) e argo me diz que ninguém topou.

        • wagner

          Vc ainda contraria louco. Não aprendeu com a sua mãe que é melhor deixar a pessoa ser feliz?

      • wagner

        Tomou seu remédio hoje?

      • Leonardo

        Vc tem sido medicado filho?

  • Matthew

    É impressão minha ou o farol do lado do motorista estava com infiltração? O cluster analógico ficou pequeno e com uma moldura plástica enorme.

    • dallebu

      Impressão sua kk

    • Punta-tacco

      Realmente parece gotículas no canto do farol. Lamentável isso.

    • Iran Borges

      Em 1:16 dá pra ver a condensação, então entrou água no farol.

  • SDS SP

    A única coisa que me levaria à comprar esse carro em suas versões de entrada, é a estrutura comprovadamente estável.
    De resto, melhor ir para concorrência ou mesmo apelar para algum “resto de rico”…

  • Lucas086

    A cada avaliação, fica notório que a VW calou demais o carro… esse volante sem couro fica muito feio, essas portas cinzas, pqp… Mas como sempre venho dizendo, o carro é bom, muito bom, mas está muito simples mesmo… espero que na linha 2019, resolva esses detalhes.

    • dallebu

      Quanto ao plástico cinza eu acho muito feio! Fui numa concessionária VW uns dias atrás e fui dar uma olhada num Gol no showroom e me lembro que ele tinha o interior com plásticos cinzas igual esse Polo e me passou uma impressão muito negativa o conjunto cor-material, o preto monocromático é muito menos pior que o cinza monocromático.
      Eu faria cinza com a parte central aonde apoia os braços preta.

      • Lucas086

        Então, preto fica menos pior, o cinza fica a impressão de que com o tempo vai descascar, ficar ressecado… espero que a VW conserte isso nos outros anos.

      • Edson Fernandes

        Perfeito! O cinza monocromatico é terrivel!

        E sendo bem justo porque não a mescla de cor? De repente o cinza por ser cinza fica mais caro que o preto que por vezes sequer tem necessidade de pintura. Tivessem feito painel bicolor, daria um contraste tão diferente e melhor…

        • PedroGolzinho

          Pra mim, o ideal seria preto e bege, até pra dar uma arejada no interior. O esquema de cores dessa versão MSI é o mesmo do meu Gol Rolling Stones rsrs.

          • MauroRF

            Um Gol de 22 anos atrás, rs. Eu lembro quando lançou, tinha um com cor azul meio roxo, era bonito.

            • PedroGolzinho

              Cara, na minha família tem 2 Gols bolinha (o da minha irmã é essa cor que você falou, mas tá todo queimado de sol) uma Parati 98′, um Passat alemão e um Polo (anos de ouro da Volkswagen). O Passat tá firme e forte com 310 mil km

          • Edson Fernandes

            Então, como eu vejo um excesso de cinza, se fosse preto e cinza, já seria bom. O problema é ficar nesse esquema que demonstra pobreza para um produto que custa seus R$55000. O Fiesta por exemplo tem só preto, mas incluindo a iluminação, ele não fica com uma aparencia tão franciscana.

    • Alexandre

      Cara, não sei… Acho que não se pode esperar muito de um carro de 54k Gedéis. Ela apostou em outras coisas nos Polos de “entrada” (segurança e economia).

      • No_Name

        Gedéis kkkkk. Não são Temers mais kkk!

        • MauroRF

          kkkkkk, agora eu ri com os Gedéis.

        • Alexandre

          Nova nomenclatura kkkkk

      • Aí fica astronômico. Kkkkk

        Se um Gedel vale 51 milhões, imagina 54k de Gedéis. Kkkkkkkk

        • Alexandre

          Kkkkkkk

      • Marcelo Alves

        Esse Polo do vídeo não é a versão base de 54k, esse aí tem o pacote opcional que trás o ESP, volante multifunções, display central no painel (I-System) e a central multimídia!!

    • Marcelo Alves

      Isso que o repórter ainda esqueceu de falar que o volante multifuncional, o ESP, o display central no painel (I-System) e essa central multimídia são opcionais nessa versão!!

  • Fabão Rocky

    Visto q os carros sempre crescem nas suas gerações subsequentes, isso aí n passa do q seria uma nova geração do Gol.

    • Raimundo A.

      Se o Gol mudasse de patamar, porque ele está abaixo do up! que está abaixo do Fox aqui e por sua vez do Polo.

      • Edson Fernandes

        O problema é esse… ele é uma atualização sim do Gol. Mas é uma melhoria que qualquer carro recebe, porém aqui no Brasil é medido por niveis que não deveriam existir.

    • joao vicente da costa

      Gol e Polo já foram carros da mesma faixa mesmo, especialmente na primeira geração de ambos..

      • Ernesto

        O que?????

        • joao vicente da costa

          O Gol quadrado do início dos anos 80 e o Polo do final dos anos 70 eram carros da mesma categoria, ué… subcompactos. Tanto que o Polo alemão inspirou boa parte da arquitetura do nosso golzinho… isso não é segredo!

          • Ernesto

            Nunca tivemos o Polo dos anos 70 aqui no Brasil, então, como você vai comparar um carro dos anos 80 que só existiu no Brasil (Gol) com outro dos anos 70 que não tinha aqui (Polo)?

            • joao vicente da costa

              Deixa pra lá, Ernesto…

    • Ernesto

      E desde quando na Alemanha tem Gol?

      • Fabão Rocky

        Nossa! Vc descobriu q moro na Alemanha! Amanhã msm vou correndo me mudar p/ o Brasil só p/ andar de Gol!

        • Ernesto

          Faz isso, Fabinho.

  • Jackson A

    Literalmente, um golzao.

  • No_Name

    Esse carro ainda está mais ou menos porque está completo com todos opcionais. Precisam ver como é triste o pelado de tudo mesmo kkkkk.

    • MauroRF

      Ainda não vi fotos do modelo 1.0 com calotas.

    • Marcelo Alves

      É, essa versão está equipada com opcionais, o 1.6 basicão mesmo nem o display central no painel (I-System) tem!

    • Ricardo

      Tipo alguns Gols que nem conta-giros tem. Hehe

  • PedroGolzinho

    Apesar de ser um bom produto, tenho certeza que não vai vender como a Volks espera, por ser caro (não muito mais que os concorrentes, é verdade) e por ser muito simples. Afinal, brasileiro gosta de novidade, e pagar mais caro num carro com cara de Gol não tem sentido algum.

  • Jefferson Ferreira

    Ele é bem simplório, realmente o acabamento é pior do que o do hb20, que não é um primor de acabamento, parece com o dos ford Ka e fiesta que são bem ruins…

    A vw vai ter que matar o gol não faz sentido ter 2 carros praticamente iguais…

    • MauroRF

      Seria melhor. Se ela quiser ser uma nova VW, precisa deixar velharia para trás. Inclusive o nome Gol. Sei que é forte, mas tá na hora de aposentá-lo. Pode apostar que eles vão testar agora os hatches para ver quem fica e quem vai.

      • PedroGolzinho

        Concordo totalmente. Tenho um Gol Rolling Stones, conservado feito 0KM, e vejo que o novo Gol nunca mais terá a mesma essência dos “bolinha” que vendiam pra caramba, tinham um desenho diferente de toda a linha Volks (que hoje tem as dianteiras mais iguais impossíveis, o mais diferentão é o Up!) e mesmo sendo carros mais defasados que seus concorrentes, não ficavam pra trás em acabamento, consumo e desempenho. Já hoje, o Gol não trás vantagem alguma perante a concorrência, que tem carros mais modernos, eficientes e não tem a cara de cansado dessa geração do Gol, que tá há quase dez anos no mercado (segunda reestilização já).

        • MauroRF

          Exato, ele não tem nenhuma vantagem. Acho que até o Fox tem mais vantagem que ele, apesar de ser cinco anos mais velho. E o up e agora o Polo dão um banho de modernidade e segurança, o que é bom. O problema é o preço (ou ser capado). Sinceramente, até agora, não consegui entender o que a VW quer da vida. A Fiat foi inventar de lançar o Mobi, subir o Uno de nível e deu no que deu. A GM acertou na estratégia. Aliás, coincidentemente, aqui no prédio, vi 3 HB20s 1.0 novos na garagem. E semana passada, uma vizinha amiga nossa comprou o Kwid, um preto. Simpático o carrinho.

          • PedroGolzinho

            Legal esse Kwid, só é muito simples apesar de que não dá pra exigir muito se analisar o custo-benefício que ele tem.

  • PedroGolzinho

    Saudade dos antigos Polo, cujo acabamento interno dava pau em Punto, C3 e cia: concorrentes que teoricamente eram mais modernos.

    • wagner

      Foi justamente o que eu pensei quando vi as primeiras imagens do acabamento do novo Polo.
      O polo anterior possuía até acionamento por amortecedor da tampa do capô
      Alguns podem dizer que é perfumaria, ou já acho que é padrão de qualidade. Porém, são estes detalhes que confirmam ou não o segmento a que o carro pertence.
      O que se acreditava ser uma nova referência em termos de acabamento, construção e mecânica não se confirmou, sendo a versão 1.0 e 1.6 nada mais do mesmo já oferecido dentro da própria VW.
      A única versão que é a mais equilibrada é a 1.0 turbo.

    • Iran Borges

      Pra te dizer a verdade sempre achei o punto um produto superior ao polo. Pelo menos os polos que eu dirigi, eram plástico puro e tremiam todos quando se girava a chave, parecia até q o motor era diesel.

  • LKenappe

    Esse 1.0 e 1.6 vai mica. Uma porque no Brazil carro é vendido por metro e por CMM. Segundo, não adianta fazer uma produto referencia em segurança com um interior m…. desses. Na boa olha esses acabamentos de porta cinza, o carro esta transpirando pobreza. Estava esperando o lançamento mas sinceramente pra mim hoje vale mais pegar um Up Tsi que esta caro mas entrega um motor melhor com um acabamento parecido pelo mesmo preço e segundo relatos muito mais diversão ao volante ou partir pra um usado melhor.

    • dallebu

      Exato, por mais segurança e estrutura que o carro possa ter, carro ainda é uma compra emocional em qualquer lugar do mundo, hoje em dia até pra comprar uma geladeira a beleza é levada em conta. O carro pode ser top de qualidade estrutural mas se não fizer os olhos do cliente brilharem, vai ser difícil vender, o Up! é um ótimo exemplo.

      • PedroGolzinho

        Cara, não tem muito a ver com oque tu disse, mas esses dias entrei num Onix LT que tava em exposição no Shopping Aricanduva, aqui em São Paulo, e a qualidade dos materiais evoluiu MUITO, acredito até que o acabamento supere o do Polo, por mais seguro, moderno, eficiente e dinâmico que o Volks seja.

        • No_Name

          É o que eu falei em outro tópico, o Zeronix LT é mais apresentável que esses Polo de entrada, tem telinha no painel, alguns detalhes cromados e custa menos, o Polo não fará nem cócegas nele nas vendas.

          • PedroGolzinho

            Verdade! acho que o esquema de cores no interior poderia ser preto e bege.. daria um refinamento muito maior.

  • Cleidson

    Na minha humilde opinião, a única opção que vale a pena é a Confortline. As outras são superadas pelos concorrentes em preço, equipamentos e qualidade. E eu sei que o polo tem 5 estrelas, bla, bla, bla…

    • MauroRF

      É a única vantagem das versões inferiores (não é algo ruim, pelo contrário, muito bom, mas caparam demais, fora o acabamento simples).

  • PedroGolzinho

    Que interior vergonhoso rsrs. O esquema de cores é o mesmo do meu Gol bolinha.

  • Henrique

    Portas em plastico duro ! Volante sem acabamento em couro ! Falta de retrovisores elétricos ! Bancos que parecem dos anos 90 ! Que vergonhoso, tanta propaganda e alarde para nada ! Eu que critiquei tanto o Argo, se baixar um pouquinho o preço, e mais negocio. Lamentável VW, e assim se foi mais uma vez, a vontade de ter na minha garagem …….economia porca !

    • PedroGolzinho

      Pois é rsrs. O Argo (por dentro e por fora) é bem mais apresentável na versão Drive do que o Polo na versão MSI.

    • Marcelo Alves

      Isso que essa versão ainda está equipada com todos os opcionais, pois de série ela é ainda mais pelada!!

  • Jackson

    Rapaz… prestem atenção no início do vídeo… O farol já está cheio de água… condensando… Pelo amor de Deus…

    • haterXhater

      Pior que é mesmo.

    • Iran Borges

      Pois é em 1:16 dá pra ver bem

  • Hernan Carlos Granda

    é inacreditavel a porqueria que é o interior

    • PedroGolzinho

      Te juro que o Polo Sedan que tem aqui em casa dá um pau nesse interior todo de plástico cinza…

    • No_Name

      Como é o Polo indiano vendido na Argentina?

      • Hernan Carlos Granda

        6 pontos nada de outro mundo

  • haterXhater

    Olha, já tive um Polo 2002, e o interior era muito melhor que esse 2017. Que vergonha…são 15 anos de diferença!
    O design do painel na época era muito mais chamativo, transpirava qualidade. Tinha até o charmoso porta-copos escamoteável no painel. A versão 1.6 que tive (comfortline) era completa na época, só sentia falta de som que foi facilmente resolvido. Naquela época os carros eram capados ao extremo, hoje tudo mudou. Então não é desculpa faltar itens de série hoje em dia.

    • PedroGolzinho

      Com certeza… aqui em casa temos um Polo Sedan, cujos materiais são bem mais refinados (bancos em veludo e etc).

    • dallebu

      Outro nível de acabamento mesmo, até comparado com o Polo 2017 Europeu. Com o Dieselgate eles estão dando uma capada nos carros.

      • PedroGolzinho

        Quero ver se os elétricos da linha I.D. vão chegar mesmo..

  • haterXhater

    O Polo e seu interior 50 tons de cinza…

  • Marcio Mendes

    Isso é ou não é um Gol, gente???? Carroceria, de Gol, painel de Gol, bancos de Gol, motorização de Gol… Só o preço não é de Gol! Tem que ser muito insano para chamar isso de Polo!

  • Davidsandro18

    Essa versão tinha tudo pra ser a de melhor CxB e consequentemente a mais vendida… faltaram itens considerados básicos nesse segmento, retrovisores elétricos, tilt down, sensores de ré, volante revestido em couro, faróis de neblina, e também porque não uma transmissão manual de 6 marchas igual no Golf e Fox que usam o mesmo motor? Eu sou um dos que abriria mão tranquilamente das versões TSI (que infelizmente só tem opção de câmbio automático), para esse aspirado de câmbio manual.
    O carro em si ficou ótimo, porém as versões e equipamentos ficaram mal distribuídas.
    Espero que a VW conserte essa salada de frutas mal feita nos próximos dois anos (que é quando pretendo pegar um), senão partirei para o up! TSI novamente.

    • Martini Stripes

      Acabei de andar no up! TSI na CCS, que nem de show room tinha o Polo, achei a ergonomia do painel-volante-banco ruim, vc fica sem enxergar o painel, apesar de ser bom pra dirigir, conjunto do cambio motor é muito bom. Mas acho 55k caro pelo o que oferece, nessa faixa já tem carro AT com mais itens e design mais agradável. Até pq o próprio Polo Comfortline virá com cambio AT, 4 AB, Mais espaço, CMM melhor, por 65k

      • Felipe Gonçalves

        Alguém sabe me dizer se esse motor TSI e câmbio automático são confiáveis? Li relatos de problemas nesse motor (o mesmo do UP, correto?).

  • SK15

    Achei fraco pelo preço …

  • R1 o comentário no1

    Motor fraco, desenho “quadradão”, plástico duro com textura de Gol G3, interior pobre, falta de itens obrigatórios (luz diurna, repetidor de seta, espelhos elétricos), está explicado o porquê do preço competitivo.

    • Gu92

      A VW infelizmente perdeu a mão no Brasil, não sei se é muita soberba, se é burrice, ou se são as duas juntas, lamentável!!!

    • Marcelo Alves

      Detalhe, esse 1.6 do vídeo ainda está equipado com todos os opcionais, pois no preço de 54k ele é peladaço….

  • Elias Silva

    Na verdade o novo Polo só faz sentido se for o completão com todos os opcionais… Pois coisas que só existem em mercedes e bmw estão nele. Agora a versão de entrada é uma furada – mais do mesmo.

    • Gu92

      A VW está se afundando cada vez mais no mercado só porque eles ainda pensam que vão vender bem simplesmente por ser VW, como dizem no slogan “Vale porque é volkswagen” sendo que a concorrência já está fazendo o que o consumidor quer ou seja CMM e beleza, enquanto eles chegam com mais do mesmo, design “minimalista” e sóbrio de sempre!!!

  • th!nk.t4nk

    O mais provável é que no ano que vem já corrijam isso e passem a ofertar mais itens de série. O problema será pra quem comprou por agora. Quiseram economizar e vão se lascar nas versoes de entrada.

    • Já já eles fazem isso quando as vendas não passarem de 3 mil/mês bem longe dos 5 mil que eles esperam.

  • delvane sousa

    Ficou bonito esse novo gol. O antigo ja pode ser retirado de linha.

    • zekinha71

      O antigo é capaz de virar Special.

  • zekinha71

    Esse Polo virou uma senhora encrenca, nas versões menos caras e mais peladas vai ter que brigar dentro de casa logo com 3 carros diferentes, e fora serão dezenas de rivais.
    Na versão top que parece ser a mais coerente, vai sofrer com o: VW vale e logo vai sofrer uma bela prosperidade e vai acabar se igualando em preço com players de maior apelo e com os “SUVs” da moda.
    Será que a sigla MSI significa: Mais Simples Impossível?

  • pablorj

    Pode ser bem montado, 5 estrelas, top de tudo, mas esse interior tá bem sem graça… as cores sem vida lembram até o antigo gol g3.

  • Victor Hugo

    Mil vezes o Polo em face do Argo. Que Argo? Nem ouço falar!

    • Maycon Farias

      Cuidado viu, O polo só ficou aceitável na versão mais cara. O Argo bem ou mal está vendendo, resta saber se o Polo vai passar o Argo e por quanto tempo, não se esqueça que o Yaris está saindo do forno.

  • Hamilton Maia

    Recebi a notícia de lançamento do novo polo como um balde de água fria. Não acho que seja um golzão, pois este sempre bebeu da água do polo como fonte de inspiração, e considerando a estrutura dos dois carros, tamanho e etc., seria uma comparação esdrúxula. Erro da VW em insistir no gol em concomitância com o novo polo.
    Em casa tivemos três polos da antiga geração, um básico 2004 hatch, um sedan básico 2007 e um sedan confortline 2009/2010. Todos ótimos carros. Desde o basicão o carro era completo, a exemplo do comando elétrico dos retrovisores, o que inexplicavelmente inexiste nas versões de entrada, assim como tinha grande faixa de tecido nas portas, além de outras coisas. O acabamento era excelente.
    Não duvido que esse novo tenha bom acabamento e montagem, mas essa profusão de cinza e plástico duro nas portas da uma broxada, e é impossível explicar a ausência de dupla vedação das portas num carro desse.
    A VW desaprendeu a vender carro no Brasil e ainda acha que possui a confiabilidade de antigamente, em que as pessoas simplesmente compravam VW por ser VW, Nem vou entrar no mérito da onda SUV, e da inércia dela em entrar de vez no segmento, que ficará apenas para 2019.
    Esperava o novo polo como possível substituto do meu civic 2014, pois simplemente me recuso a pagar a fortuna que cobram por um sedan médio, e não gosto de SUV’s, e outras opções que me agradam também são muito caras, mas ao notar essa economia porca nesses detalhes fica difícil se empolgar. Só resta tirar as impressões ao vivo, e ver se realmente ao vivo é melhor que nessas imagens, o que normalmente acontece com os VW’s.

    • Martini Stripes

      Penso muito parecido de você, umas economias um pouco sem sentido, pq tem nos concorrentes. Ofertar espelho elétrico só nas versões AT é meio esdrúxulo, até a Ford voltou atrás no Ka.
      Pior foi chegar na CCS e nem ter uma versão Show Room. Andei no up! só mesmo, que achei a ergonomia do painel-volante-banco ruim, apesar de ser bom de dirigir.
      Tenho um Renegade e estou querendo comprar um mais em conta, gostei do Polo Highline, mas o interior cinza achei ruim também. Logo eles colocam preto, como o painel do up!, que colocaram plástico pq a lataria exposta ninguém curtiu.

  • tiago

    Eita onde estão os comandos do retrovisor?
    No geral, acho um bom carro, mas não vai massacrar a concorrência, o interior tem um aspecto pobre e a economia de combustível é mediana.
    O porta malas é na média e o espaço interno é bom.
    Ou seja, tem qualidades e defeitos.

    • Martini Stripes

      Ali na alavanca da coluna A! hahahah
      Pode rir, a piada é essa. Ajuste elétrico só na AT

      • tiago

        Achei que fosse um defeito de ergonomia, mas é falta de equipamento mesmo.
        Enfim, economias pequenas que vão afastando os consumidores

  • Thiago prado

    Argo 1.3>>>>>>>>> polo MSI

  • Marcelo Bauab

    Era só escrever gol.

  • Alexandre Maciel

    Esse veículo não honra o nome que carrega. Nunca fui fã da VW pelo péssimo serviço ofertado no pós-venda da marca. Mas, por outro lado, mesmo sem ter feito tanto sucesso, era impossível negar que a geração do Polo vendida anteriormente por aqui era refinada (tirando aquela borracha biodegradável que descascava).

    A VW pode ficar certa de que, definitivamente, 5 mil vendas por mês é um número bem difícil de se alcançar. Com esse tipo de tratamento dado ao cliente que não tem grana para a versão topo de linha, duvido muito que o carro faça sucesso que a marca projeta.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend