Etc

Vivendo com um carro alugado por 8 anos

Vivendo com um carro alugado por 8 anos

A terceirização de frotas tem obtido cada vez mais espaço entre as empresas. São muitas as vantagens, entre elas: o custo de locação de um carro, que em contrato mensal é normalmente menor que os custos combinados de leasing, seguros, manutenção e depreciação.


Locações em contrato mensal permitem às empresas que os veículos ofertados aos usuários sejam sempre novos, já que carros de locadoras são vendidos com menos de 50.000 quilômetros.

Além disso, há a comodidade de não ter de cuidar de manutenção e conservação dos veículos, o que fica a cargo das locadoras, e de durante as manutenções não deixar o usuário sem veículo.

Se essa modalidade oferece vantagens financeiras e operacionais às empresas, o mesmo vale para os usuários. No entanto, para o usuário, a cessão de um carro locado, seu uso e manuseio, requerem cuidados específicos.


8 anos com carro alugado

Possuo carro locado na maior locadora do país e em contrato mensal há oito anos. Procedo sempre da mesma forma: retiro um carro que esteja com a menor quilometragem possível, muitas vezes zero quilômetro, e fico com ele até a desativação por volta dos 45.000 km.

Depois dessa quilometragem, a locadora retira o carro da frota e o revende. Enquanto permaneço com o carro, efetuo as revisões, a cada 10.000 km, e então o carro retorna para mim após as revisões: durante esse tempo, de cerca de 3 dias, fico rodando com outro veículo locado.

Problemas que vivi e como se precaver

Muitos tem problemas com locadora de veículos. E isso realmente acontece com frequencia.

Normalmente, ao receber um carro alugado, a sua entrega é feita mediante uma minuciosa vistoria. Toda a lataria do carro, vidros, faróis e retrovisores são verificados, e danos existentes devem ser registrados. Equipamentos de segurança, como macaco, triângulo e estepe, são verificados.

Em especial, recomenda-se atenção a pequenos danos e avarias no parabrisa: pois na devolução do veículo, eles podem ser cobrados, e normalmente as locadoras cobram cerca de duas vezes o valor do parabrisa.

Carros alugados são entregues com tanque cheio e lavados, e assim devem ser devolvidos: a cobrança, especialmente do combustível, é feita a valores superiores ao do mercado. E esses cuidados todos com a vistoria resguardam o usuário?

Não, e abaixo mostro porque dando exemplos de problemas que vivenciei nestes oito anos.

Senhor, o documento do veículo, por favor

Em uma das revisões do carro que retirei zero quilômetro, foi-me dado um Volkswagen Gol G5 1.0. Ficaria com ele apenas três dias. Vistoria feita, carro na mão. Vamos então a uma pelada, joguinho de futebol de quarta a noite.

Fim de jogo, fui dar carona a um amigo que mora em uma cidade da região. Retornando por uma estrada estadual, fui parado pela polícia rodoviária. “Senhor, o documento”. Dei o documento. Dois minutos depois, volta o policial: este documento está vencido.

Não, impossível, esse carro é alugado. E o policial insistiu que o documento estava vencido: então, vou verificar o IPVA e licenciamento, caso o carro não esteja com o licenciamento em dia, será guinchado.

Claro que não seria guinchado, um carro alugado na maior locadora do país jamais teria o IPVA e licenciamento atrasados. Senhor, vou ter de guinchar o carro. Realmente, ambos atrasados. E agora, meia noite, no meio da estrada, o que fazer?

Liguei no 0800 da locadora, que mandou outro carro, e depois de cerca de uma hora de espera, pude então ir embora. Moral: verificar sempre o documento de um carro alugado é importantíssimo.

Sim senhor, vamos trocar

Certa vez, ao retirar um Ford Fiesta 1.0 Rocam, percebi que a tampa do reservatório de água do radiador estava espanada. Isso fazia com que as vezes a temperatura subisse, e era preciso completar a água.

Voltei a loja e pedi a substituição da tampa. “Já estou fazendo senhor”. Descobri que não havia sido feita da forma mais amarga possível. A 3 km da entrada para Campinas, o carro ferveu, em plena rodovia dos Bandeirantes. Levei o carro até a locadora.

Saldo do descaso do pessoal da locadora: R$ 2.500 em retífica, que vi porque pude ir até a oficina para saber como estava o andamento do reparo do carro, que após o reparo retornou para meu uso.

Apenas 8.000 km, e um motor já retificado, por conta de um descuido de um funcionário.

Moral: verifica sempre, ao solicitar algum reparo ou correção de um problema, se o mesmo foi realmente reparado. E não aceitar o veículo caso não o tenha sido.

Tampa para quê

Retornando de São Paulo, à noite, em um domingo, com um Sandero retirado no meio da semana após voltar de revisão, parei em um posto de gasolina. Ao abastecer, pedi para completar o nível do reservatório de gasolina usada para partida do motor. “Senhor, está faltando a tampa do reservatório de óleo”.

O nível estava normal. Mas sem tampa, poderiam acontecer problemas como entrada de sujeiras no motor, o que poderia causar grandes prejuízos. Tive de ir, às dez da noite, a única loja da locadora aberta na cidade, localizada no aeroporto, para pegar a famigerada tampa.

Moral: sempre abrir o compartimento do motor ao receber o carro. Verificar se as tampas de reservatório de água, óleo, vareta de óleo, estão no lugar.

Careca de saber

Como já disse em outro relato, é preciso ter especial cuidado com a cambagem das rodas dianteiras e traseiras da linha Renault Logan. Havia reportado esse fato à locadora: o carro está desalinhado, o volante está pesado.

Vamos verificar. O carro permaneceu desalinhado. E com cerca de 28.000 km, numa sexta feira, fiz algo que deveria fazer com mais frequência, confesso: fui calibrar os pneus.

As faces internas dos pneus traseiros já estavam completamente carecas. Não tive dúvidas: corri até a locadora e devolvi o carro, que foi recebido mediante certa insistência. Não recebemos carros para revisão em finais de semana.

Mas não vou ficar com o carro, o carro não tem condições de rodar. Enfim, chama-se o gerente e se resolve. Custo para a locadora: dois pneus substituídos, com apenas 30.000 km.

Moral: verificar o estado dos pneus, especialmente ao receber carros com mais de 20.000 km, é importante. Você pode ser parado e multado por isso.

Pneu murcho ou escondido

Diferente das experiências vividas com carros de aluguel mensal, essa aconteceu em Manaus, com a locação de um carro por período definido: quatro dias. Ao sair da locadora, percebi que o pneu dianteiro esquerdo estava extremamente murcho, o que deixou a direção pesada.

Ao parar para calibrar, qual não foi a minha surpresa: o pneu estava murcho para ocultar um amassado na roda.

Ao devolver o carro, foi-me dito que teria de pagar a roda, porque esta não estava amassada na entrega do carro. Insisti, e nunca recebi nenhuma cobrança.

Se o fato foi ocasionado pelo usuário anterior, para não pagar, ou se foi uma tentativa da locadora, que queria esconder a roda avariada para depois cobrá-la, não ficou claro.

Moral: verificar sempre o estado dos pneus e se estão cheios. Pneus murchos podem esconder defeitos, e carros de locadora podem estar com pneus meia vida ou remold.

Conclusão

A vistoria de retirada de um carro alugado varia de complexidade, de locadora para locadora. Algumas verificam cada dano no casco, o marcando em um apontamento: outras não fazem isso. No entanto, especialmente para quem possui carro em locação mensal, recomenda-se outros cuidados.

Abrir sempre o cofre do motor, e verificar se todas as peças que podem soltar, como tampas e vareta de óleo estão no lugar. Checar a calibragem dos pneus, e se estão em bom estado: o que normalmente não é feito.

Checar o extintor de incêndio, especialmente agora que com a mudança de legislação isso pode resultar em multas.

Uma boa olhada no parabrisa: pois qualquer pequena, minúscula marca de pedra, determinará que o usuário tenha de pagar pela sua substituição. Ao solicitar qualquer reparo em uma revisão, fazê-lo por escrito, e sempre verificar, quando possível, se o reparo foi realmente feito.

E por fim, verificar os documentos do veículo: mesmo recorrer às grandes empresas não garante, por si só, que os documentos do veículo estejam em dia.

Por Marcus Lima

Vivendo com um carro alugado por 8 anos
Nota média 5 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email