Audi Europa Finanças

Volkswagen alcança 100% das ações da Audi após 56 anos

Volkswagen alcança 100% das ações da Audi após 56 anos

Após 56 anos, a Volkswagen conseguiu adquirir 100% das ações da Audi. A montadora alemã de carros de luxo agora está totalmente integrada financeiramente ao grupo alemão.


A VW gastou € 230 milhões para adquirir 0,36% das ações (150.000 ações) da Audi que ainda estavam sob investidores menores. Markus Duesmann, Presidente do Conselho de Administração, diz: “O Grupo Volkswagen está agora consolidando toda a sua força. Estamos nos posicionando competitivamente em todo o Grupo Volkswagen e elevando as sinergias e economias de escala para um novo nível”.

Na Alemanha, lei das sociedades por ações indica que 100% adquirido é uma extinção. De qualquer forma, a Audi continua a ser uma marca forte dentro do grupo alemão. Em realidade, foi o fabricante de Ingolstadt que ajudou a VW a mudar-se para a era dos motores refrigerados a água.

Volkswagen alcança 100% das ações da Audi após 56 anos

VEJA TAMBÉM:

Após a Segunda Guerra, a Auto Union foi restabelecida. Em 1958, a Daimler-Benz adquiriu 87%. Dois anos depois, a gigante alemã compra 100%, assim como agora. Contudo, a fabricante dos carros Mercedes-Benz não via rentabilidade na empresa adquirida.

Então, em 1964, vende 50% da Auto Union para a Volkswagen, que só tinha interesse em ampliar sua produção, embora tenha concordata em manter a produção de carros da empresa, incluindo um novo modelo e um motor recente.

Apesar de ter uma linha de modelos de carros, a Audi era colocada em segundo plano dentro dos planos da VW, tanto que o Audi 100 teve de ser feito em segredo, já que estava proibida por Heinz Nordhoff – chefe da Volks – de desenvolver novos produtos. O carro pronto foi mostrado e o chefão acabou gostando.

Apenas depois da morte de Nordhoff, a Audi começou a contribuir mais para o desenvolvimento de novos produtos para a Volkswagen, embora o primeiro carro à água que levou um logo VW fosse um DKW, foi a tecnologia da Audi, herdada dos tempos de Daimler, que tornou possível carros como Passat, Golf, Polo e tudo mais que veio depois.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

          Quem somos

          O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

          Notícias por email