*Destaque Pickups Preços Volkswagen

Volkswagen Amarok 2018 fica mais cara em duas versões

volkswagen-amarok-v6-NA-6

Além da introdução da versão Highline topo de linha com motor V6, a Volkswagen aproveitou para aumentar os preços de duas versões da Amarok 2018 no mercado brasileiro. Além disso, a série especial Extreme, que tinha como base o modelo Highline e oferecia alguns equipamentos de série extras, deixou de ser ofertada provavelmente para não provocar briga interna com a nova configuração com motor maior e mais potente. A linha da Volkswagen Amarok 2018 tem preços que partem de R$ 116.490.


As duas versões que sofreram reajustes foram a Trendline e Highline, ambas com motorização 2.0 litros turbodiesel, câmbio automático de oito marchas e tração nas quatro rodas. A Volkswagen Amarok Trendline 2.0 agora está sendo comercializada por R$ 155.990, ante os R$ 154.990 cobrados na linha anterior. Já a Volkswagen Amarok Highline 2.0 passa a ser oferecida por R$ 170.990, contra os R$ 169.990 da tabela antiga. Ou seja, em ambos os casos houve reajuste de R$ 1 mil.

volkswagen-amarok-v6-NA-7

A gama inclui também as versões S Cabine Simples com motor 2.0 TDI a diesel de 140 cv, câmbio manual de seis velocidades e tração 4Motion; S Cabine Dupla e SE Cabine Dupla, que usam o mesmo conjunto mecânico do primeiro modelo; e Trendline e Highline, dotadas do propulsor 2.0 TDI biturbo a diesel de 180 cv, com transmissão automática de oito marchas e tração 4Motion.


Já a inédita Volkswagen Amarok Highline V6 é dotada de uma unidade 3.0 litros TDI turbo de seis cilindros em “V” a diesel, que entrega até 225 cv, a 4.000 rpm, e 56,1 kgfm de torque, entre 1.500 e 2.500 giros. Este propulsor trabalha juntamente com a transmissão automática de oito marchas e tração nas quatro rodas. A VW diz que a picape acelera de 0 a 100 km/h em 8 segundos e atinge máxima de 190 km/h.

volkswagen-amarok-v6-NA-38

Entre os equipamentos, há quatro airbags, faróis bixenon com luzes em LED, frenagem automática pós-colisão, sensores de luz e chuva, bancos em couro, ar-condicionado digital de duas zonas, sistema multimídia com App-Connect e navegação, bancos dianteiros com ajustes elétricos, piloto automática, câmera de ré, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, entre outros.

Confira os novos preços da Volkswagen Amarok 2018:

Volkswagen Amarok S CS 2.0 TDI MT6 4Motion: R$ 116.490 (sem reajuste)
Volkswagen Amarok S CD 2.0 TDI MT6 4Motion: R$ 131.590 (sem reajuste)
Volkswagen Amarok SE CD 2.0 TDI MT6 4Motion: R$ 139.990 (sem reajuste)
Volkswagen Amarok Trendline CD 2.0 TDI AT8 4Motion: R$ 155.990 (+ R$ 1.000)
Volkswagen Amarok Highline CD 2.0 TDI AT8 4Motion: R$ 170.990 (+ R$ 1.000)
Volkswagen Amarok Highline CD 3.0 V6 TDI AT8 4Motion: R$ 184.990 (lançamento)

COMPARTILHAR:
  • M7

    Há um erro no início do Texto:

    “Além da introdução da versão Highline topo de linha com motor V8, a Volkswagen aproveitou para aumentar os preços de duas versões da Amarok 2018 no mercado brasileiro”.

    O motor é V6 e não V8!!!

    • leomix leo

      Vdd, imagina essa criança com um V8 diesel, seria meu sonho.

    • oloko

      Nesse preço teria que ser um v8 mesmo kkkkk

      • Natán Barreto

        Acho que você não está muito a par dos preços no Brasil né? Um V6 Diesel na versão mais completa a esse preço com 220cv é totalmente fora da realidade de preços muito maiores no Brasil.

        Hilux, Nissan, S10 e Ranger não têm nenhuma versão nesse preço pra brigar.

        • Josh Rios

          Ele está sendo irônico, criticando os preços no Brasil como um todo. Não é porque um carro é “barato” pelos padrões do mercado que o valor é “justo”.

        • oloko

          Foi uma piada fera… Eu sei que é a única V6 dessa categoria e que é um carro caro sim por mais que tenha um motor melhor que as outras

      • M7

        Verdade!

  • Bruno Silva

    Versão TSI 2.0 que é vendida na Argentina faz falta para baratear as Amarok de entrada (que já é a diesel mais barata). Com 211cv e cerca 30kgfm com câmbio de 8 marchas daria conta, desempenho certamente melhor que a Hilux 2.7 e bem parecido com S10 2.5.

    • Feliphe Santos

      Teria que torná-lo Flex primeiro. Não que eu ache flex melhor, mas a maioria do mercado não compra mais carro monocombustível.

    • nbj

      E pela proposta mais asfato da Amarok, viria a calhar esta versão TSi 2.0.

    • Edson Fernandes

      Ouso dizer que se viesse uma versão flex para o Brasil, seira a 1.4 TSI. Isso porque apesar de menos potencia, tem torque até superior aos seus rivais.

    • Jeremias Flores

      sempre pensei isso, como faz falta uma amarok com o 2.0 TSI, seria um ótimo conjunto mecânico e estaria anos luz a frente da concorrência.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email