Argentina Brasil Pickups Volkswagen

Volkswagen Amarok argentina com até 272 cavalos deve aparecer em 2019

Volkswagen Amarok argentina com até 272 cavalos deve aparecer em 2019

A Volkswagen parece ter comprado a briga com a Mercedes-Benz não só na Europa. Estamos falando da nova escalada de poder entre as picapes médias. A Daimler lançou a X350d com motor V6 3.0 turbo diesel de 258 cavalos e 55,9 kgfm. Dessa forma, a picape de Stuttgart passou a então Amarok V6 europeia que, assim como no Mercosul, tem potência de 225 cavalos e os mesmos 55,9 kgfm. Porém, a picape da VW tem overboost, que permite elevar a potência por alguns segundos para 245 cavalos.


De qualquer forma, ainda era um número insuficiente para superar a nova rival. Por isso, a Volkswagen atualizou o motor EA897 V6 3.0 TDI para 258 cavalos e 58,9 kgfm,, superando assim a Mercedes-Benz X350d. Mas, para evitar uma contra-ataque rápido, a VW disponibilizou ainda o modo overboost que eleva a potência para 272 cavalos. Treta feita, agora é esperar a reação da Daimler.

Mas, isso tudo ocorre lá na Europa. No entanto, a Volkswagen estaria se preparando para a mesma briga no Mercosul, onde as duas picapes de fabricação argentina, acabarão se encontrando novamente. Assim, de acordo com o site Autoblog Argentina, a picape média da VW deve receber localmente duas novidades. A primeira é o câmbio manual de seis marchas para a versão V6, que chega no final do ano com caixa redutora e diferencial com duas velocidades.

Volkswagen Amarok argentina com até 272 cavalos deve aparecer em 2019


A segunda é a resposta para a X350d na região, elevando assim a potência da Amarok V6 para 258 cavalos a partir de 2019. Como se espera de fato que a Classe X vá usar a fama da estrela da Mercedes para se colocar num patamar de luxo, o uso do motor V6 3.0 turbo diesel com 258 cavalos é mais do que natural. Assim, a VW se prepara para a batalha que deve surgir nos mercados de Argentina e Brasil. Mas, fora a dupla, outra concorrente pode estar à espreita. Como se sabe, a Ford Ranger Raptor surgiu atualizada na Tailândia com o novo motor diesel EcoBlue 2.0 de quatro cilindros com 213 cavalos.

A primeira impressão é que esse motor é mais fraco que o da Amarok V6 e logicamente da X350d. Porém, a Ford Edge ST 2018 para o mercado europeu, emprega uma versão mais potente desse propulsor, entregando 238 cavalos. Isso já deixaria a Ranger próxima da briga e acima da Amarok V6 atual. Mas, não sabemos até aonde a engenharia da Ford pode ir para acrescentar mais 20 cavalos ao 2.0 biturbo diesel.

Com as tecnologias atuais, isso parece bem possível e evitaria o uso do motor AJ6D V6 3.0 de 258 cavalos, usado na Ford F-150 e nos modelos da Land Rover. Esse motor tecnicamente poderia ser usado na Ranger também, que poderia usar o tamanho do motor e sua força para se impor diante das outras duas picapes. Fora a Ford, a FCA projeta uma nova picape média com produção inicial em Goiana-PE e esta pode valer-se do VM Motori V6 3.0 de 240 cavalos usado na RAM 1500 EcoDiesel. Ou seja, a briga por poder no segmento só tende a crescer nos próximos anos.

[Fonte: Autoblog Argentina]

Volkswagen Amarok argentina com até 272 cavalos deve aparecer em 2019
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email