Cupês Recalls Sedãs SUVs Volkswagen

Volkswagen chama Jetta, Fusca e Touareg para recall

volkswagen-jetta-2015-oficiais-1

A Volkswagen anunciou nesta semana no Brasil um recall para os modelos Jetta, Fusca e Touareg. No caso dos dois primeiros, há 2.414 unidades envolvidas, que podem apresentar quebra em uma das extremidades do eixo comando de válvulas do motor. Já no SUV, são 1.505 exemplares, que podem ter saído de fábrica sem o anel-trava do pedal de freio.

No sedã e no cupê, produzidos de 14/11/2014 a 12/09/2015, foi constatada a possibilidade de quebra de uma das extremidades do eixo comando de válvulas do motor, que também aciona a bomba de vácuo do sistema auxiliar de freio. Neste caso, haverá a perda da geração de vácuo, aumentando o espaço de frenagem. Com isso, a luz de advertência do motor se acenderá no painel de instrumentos.

novo-fusca-fotos-avaliacao-na-7

Em casos extremos, esse defeito pode levar a risco de danos graves ou fatais aos ocupantes e/ou terceiros, devido ao aumento inesperado do esforço de acionamento do freio, após o esvaziamento do reservatório de vácuo. Para solucionar o problema, a VW vai atualizar o software da unidade de comando do motor, com tempo de reparo estimado de 30 minutos, sem custo ao proprietário.

Já no utilitário-esportivo, as unidades foram fabricadas de 21/05/2010 a 19/09/2015. Segundo o divulgado da empresa, foi constatada uma possível ausência do anel-trava do eixo do pedal de freio ocasionada durante o processo de montagem do veículo, provocando a ineficiência do sistema de freio, com risco de acidentes com danos físicos e materiais aos ocupantes e/ou terceiros.

novo-touareg-V8-rline-2015-NA (10)

A empresa vai inspecionar e, se necessário, instalar o anel-trava do pedal de freio nas unidades do Tiguan. O serviço é gratuito e tem tempo estimado de 30 minutos.

Confira abaixo os chassis (não sequenciais) dos modelos:

Jetta – 2015 e 2016 – FM016817 até GM012303
Fusca – 2015 e 2016 – FM633860 até GM608153
Touareg – 2011 a 2016 – BD004943 até GD011250





  • dallebu

    Eles citam a perda de vácuo do sistema de freio mas não dizem que com a quebra do comando de válvulas o motor apaga, além de empenar as válvulas.
    Se acontece numa ultrapassagem não é legal… Só não entendi o como que eles dizem que vão resolver isso com uma alteração de software já que parece ser um problema de usinagem da peça o.O

    • Eduardo

      Também fiquei com a mesma dúvida.
      Deve ser igual o software do TDi hahaha

    • Murilo Soares de O. Filho

      DAS Auto, tudo se resolve em software…foi uma brincadeira.

    • JJ

      Mudando o tempo da injeção

      • dallebu

        Ta mas, qual a relação com uma quebra estrutural do comando de válvulas?

        • JJ

          provavelmente injeta mt ar e pouco combustível, ou algo parecido, podendo dar calço hidráulico, forçar e por ai vai…

  • The Monster Man

    Software para resolver falha de material, pode isso Arnaldo?

    • Igor G. Gomes

      Muito provavelmente esse eixo de comando variável seja acionado por mecanismo eletro-atuado. Não sei como esse sistema da VW funciona exatamente, mas com certeza o módulo de injeção controla isso. Pode ser, por exemplo, que o módulo esteja comandando o acionamento de perfil de comando muito bruscamente, com trancos, e isso já pode dar início a um desgaste/fadiga/ruptura do material do comando. O comando é uma peça de metal usinada, mas o controle de como ele deve estar em determinados momentos é eletrônico/eletro-atuado (de natureza eletromecânica ou eletrohidráulica). Existem comandos de 2 e até 3 perfis de cames distintos, e , precisam se deslocar axialmente constantemente para atender as demandas do motor. Talvez a forma com que o módulo eletrônico esteja atuando cause danos ao comando. OU… é só um paliativo da VW para encobrir um problema de têmpera do metal, um defeito metalurgico na hora de forjar o eixo comando. Uma solução que demandaria um gasto muito maior, com aplicação de um eixo comando novo e toda a mão de obra para se abrir a parte de cima do motor. Gasto muito maior este do que uma mão de obra de 30 minutos para ligar o computador no carro e mudar o parâmetro de atuação do eixo comando. Se for só para mascarar o problema, essa solução de reprogramação pode ser muito perigosa do ponto de vista de segurança. Vamos ver no que vai dar.

  • The Monster Man

    Galera do N/A, no fim do texto onde está escrito Tiguan “A empresa vai inspecionar e, se necessário, instalar o anel-trava do pedal de freio nas unidades do Tiguan.” o correto não seria Touareg?

  • Wald Queiroz

    É só substituir a catraca do escapamento e o eixo da grampola que tá tudo resolvids!

  • Robinho

    Oxi e um VW quebra?

  • João Carlos

    Sorte que a árvore do comando aciona os freios e assim vira caso de segurança. Caso não fosse, dane-se o cliente, se o defeito não se manifestar na garantia.



Send this to friend