Manutenção Preços Volkswagen

Volkswagen divulga novo plano de revisão com mão de obra incluída

vw-revisão

A Volkswagen já oferecia planos de revisão para 1ª e 2ª visita com mão de obra gratuita e preços fixos de R$ 236, que podem ser parcelados em até 4 vezes sem juros. No entanto, as demais revisões não incluíam os custos com mão de obra, ficando assim a cargo do cliente buscar essas informações.

Agora, a marca alemã decidiu que as revisões da 3ª à 6ª visita poderão ter os valores completos, incluindo a mão de obra, consultada em uma nova página do site da Volkswagen, o www.vw.com.br/revisao.

Os valores serão informados de acordo com o CEP, cidade ou estado do cliente, mas variam de acordo com a região. Em uma simulação, o valor da terceira revisão do Gol 1.0 2016 com ar condicionado custa R$ 421,96 em São Paulo capital e R$ 381,96 em Recife, por exemplo.

O chamado “Plano de Revisão de Preço Fixo Volkswagen” inclui os modelos Gol nas versões Special, Trendline, Comfortline, Track, Rock in Rio e Highline; Voyage Trendline, Comfortline e Evidence; Fox Trendline, Comfortline e Rock in Rio; SpaceFox Trendline e Comfortline; Saveiro Startline, Trendline, Surf, Highline e Rock in Rio; up! (Primeira revisão) nas versões take, move, high, cross, black, white, red e speed; Novo Golf 1.4 TSI e Novo Golf Variant 1.4 TSI.





  • André

    Pergunta: por que a VW obriga a fazer revisões a cada 6 meses?
    Resposta: para esfolar ainda mais o bolso do cliente.

    • Mr. Car

      Além da aporrinhação de ter que ficar levando o carro para a concessionária toda hora.

    • ObservadorCWB

      Mas talvez mudem, só o povo reclamar…a dona Ford já andou abandonando esta ideia. VW…vc conhece..vc COF COF Cofia……rsrsrs

      • Gustavo73

        Mas extremamente ela mantém a primeira troca aos 6 meses ou 5 mil km.

    • Rmx

      Meu GTi PP na EU faz troca de óleo a cada 15.000 ou 1 ano. E manutenção a cada 30.000 ou 2 anos!!¨
      Essa de 6 em 6 meses é sacanagem mesmo.
      Os carros aqui podem rodar a -30 nos paises do norte como a +40 nos do Sul. E dale partida em temperaturas negativas, sal, diferenças grande de altitude!! Não é uma vida muito fácil, e mesmo assim ninguém para a cada 6 meses!

      • Deadlock

        Por aí se vê que somos tratados como servos. E tem gente que acha normal….

      • Stark

        15.000 km é muito tempo para a troca de óleo, pelo menos para quem roda isso na cidade aqui no Brasil. Já tivemos problema com um carro aqui de casa por causa disso.

        • Rmx

          O carro que uso para trabalhar um Dacia Dokker 1.5 DCi a troca e serviço são a cada 20.000 ou 1 ano. Isso que é um furgão de trabalho.
          Todos os outros que tive aqui Opel, FIAT, Renaut, Peugeot todos eram minimo 15.000 ou 1 ano. Isso desde 1999!
          No BR os intervalos são bem curtos mesmo.

          • Bernardo Figueiredo

            Nossa então vcs fazem revisão assim. Aqui a VW colocou o GOL G5 com 15mil e os motores fundiam. Não eh o óleo o problema e sim o motor que eh porcaria. Lamento aos fans…ja tivemos muitoooos VW na família…mas hj em dia não queremos nem de graça. Fica a dica.

          • Bernardo Figueiredo

            Os Toyota e Hyundai de casa são 10mil km…porém o óleo sai com aparência de novo. Já na Fiat Strada com 5mil o óleo sai preto. Obviamente o bloco de alumínio e a vedação dos motores orientais são bem superiores aos nossos ” carros nacionais”

            • Gustavobrtt

              confirmo a informação. e esses 1.4 e 1.0 da fiat são meio bebedores de óleo, apesar de não darem defeito

            • Rmx

              Controlei o óleo do meu Gti aos 12.000 estava claro ainda e sem cheiro de queimado. Aguenta tranquilo 15.000.
              10.000 1ano me parece ok.
              Mas 5.000 é complicado, ainda mais para carro de trabalho. Meu Dacia vai tranquilo aos 20.000.
              Deve mesmo ser projetos ruins. A diferença de 15.000 é enorme!

              • RED883

                Eu credito essa necessidade de trocas mais frequentes do óleo à qualidade – baixa – do combustível vendido no Brasil, legalmente contaminado com álcool e ilegalmente contaminado com solventes que nem Deus sabe…

  • Lucas Irrthum

    A única saída da VW é reforçar a fama de “qualidade e robustez” que tem, para não perder ainda mais mercado. Porque levando em consideração tecnologia, design, acabamento e acessórios, no que tange aos modelos de entrada, a montadora alemã está totalmente defasada. Haja visto a expressiva queda no número de vendas do Gol, que até então era considerado imbatível.

    • CorsarioViajante

      Esqueceu do Up? rs

      • Preetinho

        ia falar justamente isso.. rs

      • Lucas Irrthum

        Não, mas as vendas do Up! não seguram as pontas para a VW. E, para falar a verdade, o Up! nunca vai vender tão bem, porque é um carro pequeno e com design duvidoso (embora bastante econômico e tecnológico). Quem segura os pontos para a VW, tratando-se de compactos é o Gol, ou pelo menos era. Se a montadora alemã não fizer nada para recuperar o terreno do Gol, vai ter a sua participação no mercado de compactos cada vez mais reduzida.

        • B_Bunny

          O problema do gol é dividir vendas com o UP e fox, Entretanto a VW ainda vende no acumulado, mais de 15.000 compactos/mes. Números bem expressivos para o mercado nacional.
          OBS: O que é duvidoso no UP! não é o design e sim a estética e quando se fala de design de produtos a estética é apenas um dos pontos observados (a estética esta englobada pelo design, mas o inverso não é verdadeiro)

          • Lucas Irrthum

            No acumulado ainda vende bem, realmente. Mas, se pegarmos a tabela dos mais vendidos, de agosto deste ano, perceberemos que a soma destes três modelos da VW resultam em 17.572 unidades. Ao passo que, no caso da Fiat, com Palio e Uno, o acumulado fica em 16.177. Considero uma diferença muito baixa, em número de vendas, se lembrarmos que a VW conta com 3 modelos e a Fiat com 2. Nos seguimentos superiores, a alemã tem modelos muito interessantes, tais como todos os TSI. Mas, em relação aos compactos, têm perdido cada vez mais terreno.

            • B_Bunny

              concordo, principalmente com a inserção do 1.0 tsi nos demais modelos (diversos do UP!) ao menos como opção, o que geraria ganho, inclusive no que diz respeito ao IPI (mesmo sendo um motor mais caro).

              • Lucas Irrthum

                Sim, a VW tem que inovar em alguma coisa, sair da mesmice em relação ao Gol e derivados.

            • Preetinho

              fiat conta com 4 modelos
              palio fire
              “novo palio”
              uno e
              “Novo” uno

              • Lucas Irrthum

                Eu entendo por Uno e Novo Uno como sendo o modelo mais recente, sem ser o antigo Mille. Se for isto, o Novo Novo Uno, não passa de um facelift nas versões mais caras do Novo Uno. Quanto ao Palio, não sei se as vendas do Fire são acrescidas com as vendas do Novo Palio. Mas, mesmo se você for pensar por este lado, a Fiat tem modelos muito parecidos no mesmo nicho, e ainda assim vendem bem. Ao passo que a VW tem modelos com propostas mais distintas (Gol é bem diferenciado do Fox, e ambos são absolutamente diferentes do Up!), para atingir praticamente as mesmas vendas da Fiat.

                • Preetinho

                  mesmo sendo apenas um facelift, são diferentes. externamente e internamente, no caso do uno. tornando assim um “novo” modelo. E sim. palio fire e o “novo” tem as vendas computadas juntas

                  • Lucas Irrthum

                    São diferentes em questão de acabamento, estética. Fato que não implicam maiores transformações na linha de montagem. A não ser pelo câmbio dualogic, que é opcional no “Novo Novo Uno”. Ou seja, a montadora diz que é um novo modelo apenas por marketing, pois na realidade, a motorização é a mesma, não houve nenhuma modificação estrutural. O ponto do meu argumento é que o Fox, Gol e Up! são modelos bem distintos entre si (apesar de que Fox e Gol tem praticamente a mesma parte estrutural). Ao contrário do Novo Uno e do Novo Novo Uno.

                • Gustavo73

                  As vendas juntam as duas versões do Palio. Sempre foi assim, da mesma maneira que juntava as duas versões do Gol.

                • Gol é tão diferente do Fox quanto o Palio Fire do novo…

                  • Lucas Irrthum

                    Sim, concordo. O que eu quis ressaltar, foi o campo de vendas que o Gol perdeu. Consequentemente, a VW está com uma parcela no mercado de compactos, abaixo do que estava acostumada, mesmo com a crise. Quantas vezes vi a tabela de vendas, de vários meses passados, e o Gol era líder. É impressionante como o modelo decaiu.

          • CorsarioViajante

            Ixi, esta questão do design englobar estética é como corrigir quem fala que o “designer” é feio, ou logomarca… rs

          • Gustavo73

            Prefiro o Up ao Gol em qualquer versão.

            • B_Bunny

              Eu tbm, mas um remodelado gol com uma plataforma nova em conjunto com o 1.0 Tsi poderia mudar o mercado.

              • Gustavo73

                Mas aí é outra história. Um carro novo com o nome Gol. A atual geração já apanha em casa do Fox e Up. Só pra ficar na VWB seriam minha escolha. A VWB errou feio deveria ter lançado a nova geração no início do ano passado. Ou lançado o Up com nome Gol, deixando o Fox mais barato e o Polo mais equipado e com o 1.6 16v MSI esperando a nova geração. Hoje o Gol só sobrevive pelo nome. E mesmo assim longe do que já foi.

                • CorsarioViajante

                  É isso aí.
                  E um Polo com o 1.6 16v e câmbio de seis marchas… Hmm eu caía para dentro.

                  • Gustavo73

                    Apesar de datado é um bbom carro, seguro como os melhores da categoria 4 estrelas adultos e 3 crianças (mas ná época o isofix não foi testado) o europeu da mesma geração tem 4/4 estrelas adultos e crianças com isofix. Colocava os motores EA211 inclusive o 1.0 tsi, as melhorias do Fox como esp/tc e a CMM, mantinha o ar condicionado digital e colocava o Tiptronic como opção automática. Mais Airbags e pronto. Como o projeto não é novo dava pra fazer os ajustes até a chegada da nova geração em 2/3 anos. Com o Fox brigando de frente com o Ka e Hb20. E o Up(Gol) na categoria de baixo.
                    A VWB começou a queimar o nome Gol com o tal G4(carro simples ao máximo). O G5 elevou o nível, mas lá em 2008. Seis anos depois em 2014 já pedia uma nova geração, e poderia sim ser o Up. Já que as versões mais vendidas eram a 1.0. O chamado G6 não mudou nada e a concorrência já estava de olho nas qualidades e principalmente nos defeitos. O Fox apesar da idade tem muitas qualidades do Polo a começar pela construção, mas é mais simples em outras(algo que a Ford fez com o Ka frente ao Fiesta). Mas poderia ainda brigar com o Ka por exemplo.

                • Guilherme Eduardo

                  Essa de vender UP com nome Gol até que não seria má idéia. Nem precisaria do Polo (seria ótimo que ficasse, mas o “povo” prefere Fox). Seria Gol – Fox – Golf nos nomes.

          • CharlesAle

            Acredito que se a VW melhorar o acabamento interno do UP, não no material, que é até razoável, mas nos arremates(cobrir aquelas chapas expostas dentro do veículo) dentre outros detalhes( como aquele simplório demais painel da versão Take)..Pode ver suas vendas reagirem. E se essas medidas vierem junto com a nova familia Gol(dizem) pode fazer com que a marca volte a ter melhores dias no mercado…O UP, desde o lançamento, tem um trunfo e tanto: sua economia de combustível excelente..Em época de crise aguda e longeva(sim, essa crise vai longe) é um diferencial e tanto para vendas…

        • Gustavo73

          O Up é pequeno, mas tem mais espaço que Palio Fire e Uno

          • Lucas Irrthum

            O problema está na confiança. Quem compra Palio Fire e Uno buscam baixo custo de manutenção, geralmente ficam com o carro a longo prazo, preocupa-se com revenda. Por estes e outros motivos, buscam modelos mais tradicionais. Compradores de Palio Fire e Uno são diferentes dos compradores de HB20, Up! e outros.

            • Gustavo73

              Novamente o Up leva vantagem é o com menor custo de manutenção propriedade e revisão da categoria, Sandero em segundo e Fox em terceiro. E baixa desvalodesvalorização segundo a FiPE.

            • “..O problema está na confiança. Quem compra Palio Fire e Uno buscam baixo custo de manutenção, geralmente ficam com o carro a longo prazo, preocupa-se com revenda…”

              Nenhum desses problemas afeta o up!

              • Lucas Irrthum

                Eu creio que afeta sim, Alessandro. Claro que nem todas as pessoas pensam assim, mas a maioria delas. Desconfiam da durabilidade do motor 3 cilindros, se o mercado de usados aceitará bem o carro. Muitos já tiveram um Gol/Palio/Uno, que não apresentaram problemas, foram fáceis de vender, e preferem comprar o mesmo modelo novamente. Pelo menos, grande parte das pessoas que conheço pensam assim.

                • Sinceramente duvido que a maioria saiba a quantidade de cilindros do up! Para você ter uma idéia pergunta para um dono de Corolla quantas válvulas tem o carro dele. Desde a década de 90 eles só usam configuração de 16V, mas ao contrário dos outros não fizeram propaganda disso. E HB20 vende mais que esses e não tem motor com menos de 4V por cilindro.

                  • Lucas Irrthum

                    Esta opinião é bem relativa ao grupo de pessoas que cada um conhece. Tenho amigos e parentes que compraram carros importados, de montadoras não consolidadas em nosso mercado, sem receio algum. Inclusive, alguns deles falam que é melhor ter alguma dor de cabeça com revenda ou com peças, do que aguentar os nossos carros “nacionais”. Já outros são bem mais conservadores, e não trocam de seguimento bem como não saem das clássicas 4 montadoras. Meu tio só compra VW, e preferiu comprar um Gol 1.0 completo do que um Move Up! (sairia praticamente o mesmo preço). Perguntei-o porque não optou pelo Up!, já que é um carro mais moderno, mais econômico e etc, e ele me disse que já teve vários Gol’s que não deram dor de cabeça. Sendo assim, não prefere arriscar. Fato é que a maioria das pessoas estão buscando mais modernidade, design mais agressivo, telinhas para esfregar os dedos, é o que a tabela de vendas mostra. Mas ainda existem muitos conservadores por aí, pode ter certeza.

          • CorsarioViajante

            Desista. O pessoal dá o tamanho do carro pelo tamanho do capô.

          • tiago

            Maior que o Uno eu também penso que é…
            Agora, maior que o palio fire eu tenho dúvidas.
            Em alguma das medidas internas, pelo menos, o palio é maior, me parece nitido, mas, de fato não medi os dois, então posso estar enganado.

            • Gustavo73

              Uno e Fire 2,37 mts entre-eixos, Up 2,42 Novo Palio 2,42. O Palio ganha por menos de 2 cm na largura.

              • tiago

                Entendo que o entre-eixos é um dado importante, muito mais importante que o comprimento, para determinar o espaço útil na cabine.
                Porém alguns fatores ainda podem influenciar, como altura do assoalho ao teto, largura e disposição dos bancos. Enfim, já andei em todos os três. tenho a impressão que a vw fez um bom trabalho com o up, que me parece maior do que uno em todas as medidas internas, mas quanto ao palio fire, sinto que este tem mais espaço interno que o up.
                Detalhe para a palavra “sinto”, que é uma impressão, não posso garantir nada, e nem sei se há como medir qual tem mais espaço interno, acredito que uma técnica de medida justa, seria bem complexa de ser desenvolvida.

        • “…Porque levando em consideração tecnologia, design, acabamento e acessórios, no que tange aos modelos de entrada, a montadora alemã está totalmente defasada….”

          Você está falando desses itens que citou ou de vendas?

          • Lucas Irrthum

            Estou falando dos itens em relação ao Gol, que era o cargo chefe da VW no mercado de compactos.

            • Sério, e que tecnologias são essas que os líderes tem e o Gol não?
              Palio tem acabamento melhor que Gol? Não e vende mais. Que tecnologia eles tem a mais que o Gol? Palio pode ter airbags adicionais e só. Ônix e HB20 tem câmbios automáticos de verdade e uma telinha para ficar passando o dedo e só. Motor do Hb20 é melhor. Do Ônix e Palio são tão atrasados como do Gol, sendo que esse tem um motor melhor na versão 1.6. ESP, air-bags adicionais, segurança? Nada. Hb20 é o mais seguro dos 3, mas Gol vende menos que outros carros com segurança similar como Ônix e Palio.

              • Lucas Irrthum

                O Gol está vendendo menos do que os concorrentes similares à ele em diversos aspectos. Se comparado a HB20 e Palio, realmente o modelo alemão não deve muita coisa. Creio que a baixa nas vendas está nos preços praticados pela VW. Há pouco tempo cogitei comprar um carro 0 km com, no mínimo, ar e direção, porque o meu Mille deixa muito a desejar em conforto. Estive em uma concessionária VW e, mesmo o Gol vendendo tão pouco, os vendedores são incapazes de abaixar o preço ou dar emplacamento/IPVA “grátis”. Ah, e não posso esquecer do principal, taxa zero nem pensar. Creio que este número expressivo de vendas do Onix seja oriundo das facilidades na compra.

                • Agora você foi preciso! Já disse muitas vezes que mais do que carros, estão vendendo taxa de juros, descontos… Se uma telinha vale mais que um aibarg lateral no Brasil, uma tarifa .5 menor que outra vale mais que os dois juntos. Brasileiro compra parcela… As vezes você vê o EMNA (Especialistas de mercado do NA) avaliando as diferenças de venda de um mês para o outro no mercado assim “Brasileiro começou a se atendar ao melhor custo benefício do modelo A”, “O público não compra o carro X porque ele desvaloriza demais”… Quando era mais simples irem nas concessionárias e se informarem qual a taxa que cada banco está praticando na venda de carros novos.

                  • Lucas Irrthum

                    Com certeza a parte financeira é a que mais conta. Afinal, tem muita gente que vive para pagar parcela. Mas ainda creio que uma certa parte dos consumidores prefere pagar uma taxa de juros mais alta e inclusive um preço maior, do que ir para algum concorrente que oferece melhor custo benefício, mas tem “qualidade duvidosa”, na visão de muitos. Eu, pelo menos, conheço muitos assim. Uma hipótese: promoção na Hyundai, HB20 1.0 completo com taxa zero, IPVA/emplacamento grátis, tanque cheio e aquela conversa toda. Tenho parentes que mesmo com esta situação, compraria um Gol 1.0 mais caro e mais pelado, simplesmente porque confiam na VW.

      • Chicão

        O haterismo causa amnésia.

      • Gustavo75

        Pois é, mas já assisti 3 vídeos nacionais no youtube de problemas sérios nos motores 1.0 tsi.

        • CorsarioViajante

          Que problemas sérios? Não estou sabendo de nada.

          • Gustavo75
          • Gustavo75

            Corsário, te enviei os vídeos, estão aguardando a aprovação do site. Vamos ver se o notícias automotivas vai publicar.

            • CorsarioViajante

              Não vão. Vou pesquisar. Obrigado!

              • Já vi dois desses videos, mas creio q não amaciaram o motor e forçaram. Procure ” possivel quebra de motor up tsi com menos de 100 km”

                • Gustavo75

                  Vai saber o que realmente aconteceu com esses motores. Vamos aguardar para ver se vai aparecer mais casos, se o problema é crônico…pode acontecer nos primeiros kms ou com 20,30,50 mil kms…por enquanto são suposições. Estava comprando um Up tsi quando assisti esses vídeos. “Andei pra trás” na hora. Entrei em contato com dois proprietários dos 3 casos que fiquei sabendo. É lógico que eles negaram de ter feito alguma coisa de errado. O mais sensato é aguardar uns 6 meses após o lançamento. Não vou arriscar. A dor de cabeça e o desgosto seria grande.

                  • O meu tá com 1600 km e tá suave. Só tive um problema com visor do rádio, que apaga. Acionei a garantia e voi trocar amanhã. O up tsi tem uma série de detalhes: só pode acelerar b depois q o motor atinge 90 graus, o q ocorre em cerca de uns 5 min. Tem q amaciar o motor até os 1000 km, não excedendo 3/4 da velocidade…pode ser um problema pontual de mau uso… vamos ver se esses caras voltam depois pra dizer como a vw resolveu

                    • Gustavobrtt

                      todos os carros tem este tipo de orientação no manual (nao acelerar mto ate aquecer, rpm máx até os 1000km, etc). Se alguém quer sair a 6000rpm frio da concessionária, arrebenta qualquer motor mesmo.
                      O rapaz postou lá, q a VW vai fazer o reparo em garantia.
                      Pode ser que seja mesmo problema na fabricação.

                • CorsarioViajante

                  Eu não gosto de jogar a culpa na vítima, mas só nos fóruns da net vi pelo menos umas cinco pessoas que comrparam o TSI e imediatamente foram “chipar” para arrancar uma cacetada de cavalos. Então não é descredenciando as críticas, que podem ser sérias, mas é preciso ter cuidado.

          • CharlesAle

            Corsário. Também tomei ciência desses vídeos de problemas sérios no motor do UP TSI..Vi um que o carro não tinha 100 KM rodados e já rajava absurdamente. Sei não, mas a coisa é séria…

          • Gustavo75

            Tente achá-los no youtube: motor up tsi
            1) http://www.youtube.com/watch?v=Xqu9sZ3UMqE

            2) http://www.youtube.com/watch?v=URaYoLv1SK0

            3) http://www.youtube.com/watch?v=dJ3zMABZRvw

            4) http://www.youtube.com/watch?v=uBRhXd0wdwg

            Os vídeos 3 e 4 são do mesmo carro. Além desses já fiquei sabendo de um quarto caso.

          • Gustavo75

            Se o NA não publicar os vídeos, procure no youtube: motor up tsi

        • Fábio

          Passa aí pra gente.

          Edit: e não é que achei 2 vídeos?

      • Vinicius LMS

        Ele não citou o Up, mas é a única exceção, e eu somaria o Jetta 2.0 8v também e a Golf Variant com seus preços absurdos como exemplos de erros de mercado.
        Tirando o Up, não tem nenhum VW decente fabricado no Brasil.

        • Gustavo73

          Se a Variant tem preço absurdo imagino sua opinião sobre o sucesso de vendas HR-V.

          • Vinicius LMS

            Uma coisa não anula a outra, porque ela com um motor 1.4 TSI custa mais que um Jetta 2.0 TSI?
            Sendo que os 2 vem do México, não encontrei justificativa até agora.

            • Gustavo73

              Jetta plataforma PQ35 do Golf V/VI Variant plataforma do Golf VII mais moderna com 10 anos de diferença. Não que a PQ35 seja ruim mas a MQB é mais moderna. A Variant tem mais equipamentos coisa que o Jetta (pelo menos o vendido aqui não tem), ACC, Multicolision brake, Xenôn com FLA, Start&stop estaciona sozinha e por aí vai. Vom equipamentos parecidos a diferença não é grande lembrando que uma SW custa mais que um sedan. O motor é o diferencial do Jetta. E a VWB espeea vender 2000 unidades ano. Olhando a concorrência e os equipamentos não acho absurdo levando em conta os preços aqui praticados.

              • Vinicius LMS

                Boa parte dos equipamentos que você citou são opcionais, só para ter o ACC precisei selecionar o pacote exclusive, e no configurador já está a 114k.
                Com Park Assist? 124k.
                Que ela é um belo carro, ninguém tem dúvida, mas ela não vale tudo isso que a VWB pede, tem que ser muito fã de SW para levar.
                A antiga Jetta Variant tinha preços mais razoáveis e alinhados com o Jetta, e era muito mais fácil de ver nas ruas do que uma Golf Variant, vejo mais A4 do que ela nas ruas.

                • Gustavo73

                  Então com 114mil ela é mais equipada que o Jetta que tem os mesmos valores. Claro que ser a única das marcas comuns a oferecer um produto na categoria conta. A mais próxima é a V60 da Volvo que custa a partir de 140 mil reais apesar de ter um motor de 245cv. Mas perde no porta-malas. Com um filho e um Golden Retriever a Variant me serviria muito bem com seus 600L na mala. A única outra opção seria a nova C4 Picasso. Mas nunca pagaria 94 mil em um suv compacto com farol monoparabola(o preço da Variant Confortline) e só 4 Airbags ou 102 mil em um Corolla Altis sem esp/tc. O Jetta não me serviria. Apesar de ser uma das opções que eu escolheria se fosse comprar um sedan.

        • Aldo Raine

          Desculpa mas Golf Variant não eh caro pelo o que oferece, eh que o publico nem procurar saber visto que estão cegos por essa nova moda de Suvzinhos, Voce tem nela mais equipamentos do que em Renegade e HR-V

          • Vinicius LMS

            Sim, mas como citei abaixo, uma Golf Variant começa em 90k e tem um motor 1.4 TSI.
            Um Renegade e um HR-V são inferiores, mal equipados, mas não batem de frente com ela por não serem concorrentes diretos, inclusive no preço.
            Veja na própria VW e compare os valores dela com o Jetta TSI, ainda acha que ela não está cara?

    • Derek

      Mais ou menos… trouxeram o motor TSI e o Up! que, este último embora peque no visual e acabamento simples (mas bem montado), é um carro alinhado com a Europa e tem várias outras características melhores e mais importantes que a dos concorrentes.

      • Lucas Irrthum

        Sim, não esqueci do Up!. Vou repetir a resposta que dei logo abaixo: as vendas do Up! não seguram os pontos da VW no nicho dos compactos. Quem realmente dá lucro, ou pelo menos dava, era o Gol. O problema é que ele está muito defasado em relação aos concorrentes. E o Up! pega uma parcela pífia dos compradores que não querem carros simples como o Gol, justamente pelo design e pelo espaço interno. Neste momento, entram HB20 e Onix (embora este último não seja tão moderno, mas está vendendo bem).

        • Roberto

          Agora me diz onde você viu no BRASIL, uma montadora, principalmente uma grande como a VW, levar prejuízo na venda de um modelo? Brasil não é a California onde eles são obrigados a vender um modelo que apresente prejuízo. Eu não sou fã da VW, mas tenho CERTEZA que se o Up não desse lucro eles não estariam vendendo ele.
          Se o gol dava 10x de lucro e o Up da apenas 3x de lucro a VW está se adaptando ao aumento da concorrência, ou você acha que as 4 grandes iam ficar sem concorrência pra sempre? Tirando a Toyota/Honda acredito que todas as montadoras no Brasil estão se adaptando a nova realidade. Ganham menos mas ainda ganham muito no Brasil.

          • Lucas Irrthum

            Sim, com toda a certeza. Em momento algum afirmei que a VW está tendo prejuízos. Com os preços praticados em nosso mercado, prejuízo é algo impossível. No entanto, o que eu quis argumentar foi sobre a perda de espaço no nicho dos compactos, apenas isto. Até porque, nos nichos superiores, a VW está vendendo bem, contando Golf e Jetta TSI

            • Roberto

              Pior que não há muito o que fazer, aqueles projetos antigos que passavam anos sem ser atualizados graças a Deus ficaram no passado, embora a concorrencia esteja longe de um país como EUA ou Alemanha, as montadoras hoje em dia estão tendo que demitir, dar descontos, taxas zeros, atualizar os modelos. Lembro quando peguei o Celta 10 anos atrás havia apenas 3 ou 4 opções.

              • Lucas Irrthum

                Sim, o mercado automotivo tem ficado cada vez mais interessante. Ainda mais com esta nova tendência de propulsores 1.0 turbo, que muito em breve equiparão praticamente todos os nossos compactos. Os seguimentos, de modo geral, estão sempre evoluindo, carros muito mais eficientes.

    • Deadlock

      A montadora também deveria respeitar mais seus clientes. Quase tudo opcional, caro. Revisão de 6 em 6 meses, empurroterapia, etc.

      • Navaman

        Pela experiência que tive com os VW (minha ex-marca favorita), as concessionárias (ou melhor, quadrilhas) arrasam com o produto. Sempre achei mais agradável dirigir um VW, do que um Fiat, Ford ou GM equivalente – saliento que essa minha experiência já é de alguns anos atrás.
        Eu tinha um Astra 2.0 e minha mãe um Golf = Golf era melhor, na minha opinião.
        Eu tive um Gol, minha irmã um Palio = Gol melhor, na minha opinião.
        Eu tive um Polo que adorava também.
        Revisões na casa de dois mil reais (há uns 10 anos atrás, quando isso era muito mais dinheiro), com propostas de serviços absurdos me fizeram sair da marca. Eu me irritava e retirava o carro da autorizada. Hoje tenho medo de ter um VW, apesar de achar o novo Golf fantástico, por exemplo.
        Prefiro não ter dor de cabeça e hoje temos um Honda e um Toyota em casa.

  • Blessa

    Pior é que os consultores da VW na hora que você leva o carro para revisão ficam te empurrando um monte de coisas extras, lembro que quando tinha meu Gol G5 1.6 na primeira revisão de 10.000 km tentaram me empurrar uma troca de pastilha de freios, vê se pode isso. Mas sei que infelizmente todas as marcas fazem esse tipo de serviço ” ESFOLA CLIENTE “.

    • Lucas Irrthum

      Aqui em casa também tivemos um Gol G5 1.6, e chegaram a cobrar quase R$ 2 mil na segunda revisão, se aprovássemos todo o orçamento. O preço é absolutamente surreal, impraticável.

      • Blessa

        Isso é Brasil o país dos safados e sugadores, ser honesto aqui infelizmente virou piada. Depois da primeira revisão nunca mais levei o carro na concessionária, todos os carros que pego agora faço tudo por fora em oficinas certificadas seguindo sempre o manual, grampeio todas as notas junto com manual, dica de um advogado, pois assim segundo ele o fabricante não tem como dizer algo sobre a garantia, se falar algo sobre perda de garantia por qualquer problema posso acionar na justiça.

        • Lucas Irrthum

          Judicialmente falando, é um pouco complicado de comprovar que você fez as manutenções assim como a autorizada faria. A montadora pode alegar uma série de questões, tais como: o mecânico de oficina independente não tem o treinamento que é dado aos funcionários da concessionária; que a oficina não tem as ferramentas especiais que a autorizada tem.. Mas, independente disso, concordo que não vale a pena fazer todas revisões na autorizada.

          • Louis

            Por isso não dou valor à “garantia de 5 anos”, ficar 5 anos refém de concessionária, tô fora.
            Pra mim, 1 ano já está bom, máximo 2, já dá pra ter ideia se o carro é bixado ou não.

            • Fernando S.

              Exato. É no que sempre bato na tecla: 1 ano é o suficiente para saber se o carro tem algum problema crônico. Essas de 5 anos, por exemplo, os caras já começam a alegar que é mau uso ou “desgaste natural”… e pra vc provar o contrário começa uma briga judicial enorme. Prefiro eu mesmo fazer as revisões conforme manual no auto-center de confiança

              • SDS SP

                Tanto é que na garantia não estão cobertos itens de desgaste natural.

              • Aldo Raine

                Esse mito de que manutenção em oficina qualquer eh mais barato, acaba saindo mais caro que na autorizada.

                Ja vi exemplos e mais exemplo disso…

            • Roberto

              Olha não é bem assim, quanto maior a garantia melhor. Garantia é igual seguro, você paga pra não usar. Quando der problema em um Gol você gasta mil reais pra ajeitar, levando em conta que um gol 1.6 custa quanto? 40 mil? Uma revisão custa quanto? 600 reais? Ainda possa ser que esteja valendo a pena. Mas quando você tem um carro de 150 mil, onde um defeito você possa gastar, 12 ou 15 mil, eu ainda acho melhor pagar a revisão.
              A segunda revisão da minha 320 custou quase 700 reais, o primeiro orçamento foi de quase 2 mil. Mas quando deixei apenas o que era recomendando pela BMW ficou em 690 se não me engano. Não vale a pena fazer fora e pagar 200 reais a menos.

          • Blessa

            Sim sei que se der problema a briga na justiça não sera rápida, bom mesmo assim não levo nas concessionárias, já conheci mecânicos que já trabalharam em diversas marcas, dependendo do estoque de peças e lubrificantes, eles colocam qualquer óleo que esteja disponível, isso quando só completam o nível e falam que trocaram, tiram peças dos carros nos pátios e colocam no carro do cliente. Tem muita história porca de concessionárias, Além do que existe muita oficina com o maquinário muito mais moderno do que uma concessionária, oficinas que lidam com BMW, Audi e Mercedes por exemplo, mexer em um VW vira brincadeira.

        • Fernando S.

          Faço parte deste time também. Meu atual carro, comprado em 2013, jamais fez revisão em concessionária. Só para se ter uma idéia, na primeira revisão (que deveria ser com 6 meses) a troca de óleo e do filtro de óleo (só o filtro de óleo, nada de filtro de ar ou combustível) ficava 240,00. Fiz o serviço no meu auto-center de confiança de anos e saiu 175,00 (detalhe: troquei os filtros de óleo, ar e combustível + a troca de 4 litros de óleo).

    • Gustavo73

      Os da VW? Porque os das outras não oferecem nenhum extra?

  • CorsarioViajante

    Boa iniciativa, a VW largou muito a mão com suas concessionárias, afastando muitos clientes.
    MAs ainda é pouco, precisa ser revisão anual, e precisam tabelar mais além da 6a. revisão, que ocorreria em três anos ou 60.000km.
    Ter valores diferentes por cep soa estranho, mas acho que foi a forma que encontraram para evitar distorções de preço, afinal cada cidade tem custos muito diferentes – em algumas cidades, a variação de bairro para bairro já é imensa.

    • OlCal

      Cara, mas para motores turbo é melhor mesmo que o óleo seja trocado a cada 5mil/6 meses. É muito arriscado passar um ano inteiro com o mesmo óleo em um motor Tsi. Eu prefiro assim.

      • CorsarioViajante

        Com os óleos atuais? De boa qualidade? Eu não teria receio não.

        • OlCal

          Ok, se você tem coragem de fazer como os donos de Marea, de hoje pagar 90k em um carro turbo e trocar o óleo com eles – e só aceitam o óleo vendido por eles – a cada 10mil km tudo bem, boa sorte.

          Você acha que a VW usa os melhores óleos nos seus carros ?! Mesmo ?!

          No manual do Golf só consta que o óleo tem que ser compatível com a especificação 502 00. Isso agora dá margem pra VW usar óleo “atuais de boa qualidade” ou não.

          Além do mais, eu tenho visto gente com motor turbo trancando a cada 3mil, eu vou trocar o meu a cada 10mil nada. Nem em aspirado eu fazia isso.

          • Rico & Orgulhoso

            Eu tive um Honda Civic 2009 de zero a 120.000km que bebeu o óleo Honda mineral original (de concessionária) a vida inteira a cada 10.000km ou 1 ano (conforme preconiza o manual do veículo) e foi vendido com o motor em perfeito estado.

            • OlCal

              Tinha motor turbo ?

              • Rico & Orgulhoso

                Vai lá trocar o óleo de mil em mil km
                E ainda pague o dobro do preço
                Já que a vontade é ajudar tanto a empresa que te vendeu o carro

                • OlCal

                  Putz… E você que se dá o título de “Rico & Orgulhoso” deveria acidionar & “Ignorante”. Ficaria bem no seu perfil.

  • Edson Fernandes

    O interessante é ter essas revisões determinadas. O que me deixa triste é… pq não fazer isso para todos os prdutos? Eu prefiro ver estampado de um Passat por R$800 (estou supondo) do que ter produtos que não possuam a tabela.

    Um carro que deveria ter em minha opinião é o Jetta. Ou seja, os que são considerados “Premium” na marca, não tem revisão informada como esses.

    • Fanjos

      Com aquele motor Santatec que a VW coloca no Jetta era bom ela rever o significado da palavra “premium” o__O

      • Edson Fernandes

        Pois é… mas o Golf com o motor TSI e cambio DSG não é… vai entender…rs

      • Bruno Wendel Marcolino

        Concordo, até o Fox virou Premium depois da recauchutada!

    • Bruno Wendel Marcolino

      ué, mas ta la no site a revisão do Jetta, Touareg, Passat, etc.

      • BillyTheKid

        Pois é, também notei isso. Será que nesses casos são somente “preços sugeridos” mas não obrigatórios?

      • Edson Fernandes

        Mas são sem a mão de obra.

  • Fernando S.

    Não sei o que os colegas pensam, mas eu acho essas garantias de 3, 5 ou 6 anos apenas um engodo para surrupiar dinheiro do consumidor. Todas essas revisões são, no mínimo, 50% mais caras do que se você levasse em qualquer auto-center para fazer a mesma coisa.

    • Louis

      Concordo em relação ao tempo de garantia.
      Meu mecânico não cobra barato, praticamente mesmo preço de concessionária, mas só fazem o que realmente precisa, por isso eu confio e aceito pagar tranquilamente.
      Já concessionária, se falar “precisa trocar”, pode ficar esperto.

      • Fernando S.

        Concessionária, sendo bem honesto, é “bom” apenas se a pessoa desconhece completamente os serviços necessários para se manter um carro. Aquelas pessoas que não sabem nem que tem diferença de óleo em viscosidade, marca, material (sintético, semissintético ou mineral), que não sabem que é necessário alinhar o carro de tempos em tempos, de checar os freios antes que comecem a bater metal com metal etc. Só que a concessionária vai esfolar esse (a) coitado (a)

    • Chicão

      No máximo 2 anos é o suficiente para corrigir eventuais problemas de fabricação.
      Depois daí levo na minha oficina de confiança que faz o mesmo serviço custando menos.

      • Aldo Raine

        Se você não sabe, tem certos aparelhos que precisa passar no carro, que as oficinas de confiança não possuem…o que eles fazem ? você deixa o carro na oficina de confiança, o cara fala que vai da um jeito….ele mesmo leva na concessionária passa no aparelho ele paga a hora de serviço prestada, e quando vc vai buscar seu carro na oficina de confiança, ele vai te cobrar o servicinho da concessionaria mais o dele….ja trabalhei em concessionaria e vi MUITO disso.

        • Chicão

          Na que eu frequento, eles tem o scanner.
          No mais, eu fico acompanhando o carro, conversando com os mecânicos que já me conhecem pelo nome.
          Não tem dessa de levarem o carro sem eu saber.

          Se fizeram isso com você, sinto dizer, mas essa oficina não é de confiança.

          • Aldo Raine

            Pra cada Concessionaria autorizada existe 20 oficina de boca, se voce acha que os serviços são os mesmos, que os mecânicos das autorizadas fazem treinamentos e cursos atoa, me desculpe sua ignorância

            • Chicão

              Cara.
              Olha o que tu ta falando.
              Tu nem me conhece.
              Nem sabe que carro eu tenho.
              Nem conhece a oficina que eu frequento e tá criando todo um caso.
              Na boa, passe bem. Tenho mais o que fazer do que discutir baseado em achismo.

          • Aldo Raine

            Tem gente que faz questão de perder a garantia por causa de 50 reais de diferença, e quando da pau no carro vai processar a concessionaria ainda…

    • zekinha71

      Concordo, principalmente em relação ao preço, fora que no auto center vc fica alí olhando, e nas ccs geralmente tem que deixar o carro de manhã e ir buscar de tarde, e fica na dúvida se realmente fizeram tudo o que foi pedido.

      • RED883

        Eu tive um caso em que me cobraram um serviço. Depois de pegar o carro fui conferir e verifiquei que não havia sido executado. Voltei na ccs e exigi o reembolso do $. A concessionária foi a Florauto-Ford de São Leopoldo. Ainda tenho a NF, do ano de 2007

    • SDS SP

      Também acho. Levei meu VW para fazer o terceiro serviço sábado passado. Acho caro pagar 468 reais por uma revisão básica, sabendo que praticamente só há troca de óleo e filtros.
      Pelo menos não houve a famosa empurroterapia.

      O Cruze as revisões são anuais, mas eu costumo trocar o óleo e filtros de 6 e 6 meses.

    • CorsarioViajante

      Mas ninguém é obrigado a manter a garantia. Se você acha que não vale a pena, basta não fazer.

      • Pois é, mas muita gente cita como desvantagem do carro zero “ter” que fazer revisão. Que o usado é melhor porque não te obriga. Nenhum dos dois obriga. Se não fizer no zero não terá acesso à garantia, da mesma forma que no usado. No pior caso os dois são iguais, e no melhor caso a revisão do zero daria uma possibilidade que não existe no usado. Se existir uma desvantagem do zero em relação ao usado, não será essa (Sem contar que você pode comprar um usado com o mesmo “problema” do zero km. A garantia).

      • Fernando S.

        Exato. Mas as pessoa acha que está fazendo um “negocião” tendo garantia de 5 anos, por exemplo. Só que experimenta levar um carro com o vidro elétrico com o motorzinho quebrado ou um jogo de freio que vão pro espaço com 10 mil rodados (apenas ilustrações de problemas) etc, ou outros problemas de fácil entendimento sobre a má fabricação… a montadora vai alegar que é mau uso ou “desgaste natural”… e pra vc provar o contrário começa uma briga judicial enorme. E para arrumar qualquer um desses dois itens na css, se prepara para pagar o dobro do que realmente vale.

    • André Flandres

      No momento em que eles divulgam — e cumprem — os valores das revisões, a garantia torna-se uma opção que cada consumidor tem condições de avaliar se vale ou não a pena.

      O problema é quando eles propagandeiam a garantia sem que ninguém saiba quanto ela realmente custa, porque deixam que cada concessionária faça seu preço nas revisões. Aí sim é um meio engodo.

  • Bruno Wendel Marcolino

    falta só vender os carros com pacotes fechados e para com essa história de carro até sem tapete!!!

  • Junoba

    Me recuso a comprar um carro de uma empresa que engana seus clientes. Quando eu vejo um carro da VW, chega a dar vergonha alheia.

    • Normal. Vendo seu comentário senti a mesma coisa.

      • OlCal

        Melhor mesmo é comprar um chinês super honesto !!!

      • Junoba

        Analisei seu comentário. Aonde você quis chegar com isso ? Parece mesmo é que tu gosta de aparecer.

        • Mostrar o quão pequeno e tacanho é seu comentário? Sente vergonha de quem usou o dinheiro do próprio suor para comprar seu carro que leva a pessoa para onde quiser? Vai lá, pega seu carro de uma marca que não mente e vai dar uma volta também.

          • Junoba

            O problema é a marca. Sinto é pena do proprietário, que foi enganado.

            • “…Quando eu vejo um carro da VW, chega a dar vergonha alheia…”

              Claro, é o engenheiro responsável pela mentira que está andando no carro não é?

            • Stark

              Os proprietários dos carros flex da VW não foram enganados, pois (até onde se sabe) esses não tinham o software manipulador. Se esses motores estão livres do problema, como é que esses consumidores foram enganados?

              Está parecendo mais uma birra sua com a marca. A VW não tem opções que me atraiam no segmento abaixo dos 50k, exceto, talvez, pelo up TSI, mas caso algum dia surja uma opção interessante, não vou desconsiderar.

              Por fim, você comentou em outro site que “Porque você é um trox@ ! Quando vejo um carrod a VW sinto vergonha alheia ! Brasileiro é tapado, a empresa engana os cliente e o gado continua comprando ! Você merece a jabarica que tem !” e isso não é jogar o problema na marca, e sim no proprietário, que em momento algum foi desrespeitoso.

  • Ivan Claudio Dias Florencio

    Bem melhor agora, pois colocava o valor da revisão e as concessionárias que colocam o valor que queriam na mão de obra. A terceira revisao qie iria sair por R$ 500,00 vai cair para R$ 381,00 aqui em salvador.

  • Freaky Boss

    É um ganho. Mas continuam de 6 em 6 meses, certo?
    Tinham que mudar isso rápido.

    • Gustavo73

      Pra ontem principalmente nos motores aspirados

  • Aldo Raine

    Com a pindaíba desse pais, concessionaria hoje sobrevive mais de serviços e peças do que venda de carro 0km, se tirarem isso , ai sim que fecha tudo de uma so vez. Galera acha que o custo fixo de uma concessionaria no Brasil eh baixo e o lucro eh altíssimo…VAO ACHANDO…

    • RED883

      Na minha opinião as ccs deveriam fechar mesmo. A marca mantém um show room e credencia oficinas particulares para a manutenção e garantia o cliente compra pela internet e recebe o carro. Só ai eu calculo uns 10% a menos no valor pago.
      Nunca mais eu entraria em uma ccs.

      • Aldo Raine

        Levando em conta o tanto de emprego que o setor automotivo gera no pais, e que em 2015 a crise no setor foi responsável por 1/3 da queda do PIB seu raciocino eh típico de Petista mortadela…

        • RED883

          Na boa, to cagando e andando para esses empregos. Quem ficar desempregado que se qualifique e recoloque no mercado de trabalho, ou crie oportunidades.
          Essa mentalidade de manutenção do emprego a qualquer custo é que vêm de sindicalistas e de “Petistas mortadela”, como você.
          O que eu quero é ter a opção de comprar o carro sem ter que pagar a mais para ter um vendedor que entende menos do que eu do carro que vou comprar.
          Vendedor de carro é uma profissão obsoleta e em breve – desejo – será extinta para o bem do bolso do consumidor.

          • Aldo Raine

            Voce ta querendo cortar custos do lugar errado, um Golf de 83.000 apenas 42.700 desse valor são I.M.P.O.S.T.O.S, o custo alto do carro eh por causa do salário do vendedor ? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkKKKKKKKKKKkkkkk

            • RED883

              Claro que não é o salário dos vendedores que impacta no custo final do carro, até pq ganham merreca. Usei o termo vendedor “lato sensu”, leia ccs, estrutura vendedora.
              Esta sim é inchada e custa no mínimo uns 5mil para cada golf vendido. Acho a estrutura das ccs´s inútil e poderia ser terceirizada nos moldes propostos por mim em postagem anterior. Esses hipotéticos 5 contos economizados eu usaria para viajar com a família. Tá aí, os empregos perdidos no ramo automobilístico renasceriam no ramo hoteleiro/turístico, e eu (consumidor) teria um retorno efetivo (lazer) para o valor gasto.

              • Aldo Raine

                Acorda pra vida

                • RED883

                  Vai filhão, tenta denovo, vc pode mais, ou não? Acabaram os argumentos? Vai ficar nesse “acorda pra vida” de petista mortadela?

                  • Aldo Raine

                    Cara eu não tenho que discutir mais, você não tem base de como funciona e valores de custos fixos de uma concessionaria.
                    Voce não sabe como funciona processos de garantia e reparos, treinamentos especializados para falar que qualquer oficina poderia ser “registrada” e autorizada pela marca.
                    Depto de peças, enfim…

                    Você eh mais um brasileiro que acha que empresas que lucram praticam crime, o certo eh trabalhar sem lucros neh..

                    Como eu ja expliquei, praticamente metade do preço do carro que o consumidor paga vai direto pro governo,e a culpa sao dos lucros das concessionarias.

                    Voce eh um comedia…

    • Rico & Orgulhoso

      Coitadinhos dos donos de concessionária.
      Quando tem aumento de gasolina também vem um filho de dono de posto comentar que posto de gasolina é um inferno, que praticamente paga pra trabalhar e coisa e tal.

      • Aldo Raine

        Ter lucro eh crime ??? donos de concessionarias o certo seria eles pagarem pra trabalhar ??? Dono de posto de gasolina ? dono de restaurante ? eh proibido lucrar no Brasil então… não sabia não, obrigado por me informar.

  • Paulo Henrique

    Hoje recebi um email do gerente da Toyota, café da manhã com direito a test drive, já estou de olho no Altis belíssimo carro não tem igual na sua faixa de preço. Choram

  • Ricardo

    Se um dia comprar um carro 0km nunca usarei as revisões, é um absurdo o preço da mão de obra e peças, sem falar da troca desnecessária de algumas peças e serviços mal feitos. Essa garantia que as montadoras dizem de 3, 6 anos é para enganar trouxas!

  • Luiz

    Tenho um gol 2010 rodo todo dia com ele e só faço revisão no final do ano. Está com 130.000 km nunca me deu trabalho.

  • Junior_Gyn

    Ainda bem que cheguei agora ainda na terceira revisão do Golf, pq depois dá segunda eles enfiam a mão no bolso dos donos. Na terceira revisão perguntei o valor antes de fazer, e combinei tbem antes de começarem a por a mão no carro.
    Resultado, no final ainda me deram desconto, ainda custou R$ 460 reais. Achei preço bom. Aqui em Goiânia. E o serviço é diferenciado a CSS que fui



Send this to friend