Ecologia EUA Finanças Governamental/Legal Volkswagen

Volkswagen diz que já recomprou metade dos carros do Dieselgate

volkswagen-recomprados-eua-1 Volkswagen diz que já recomprou metade dos carros do Dieselgate

A Volkswagen diz que já recomprou metade dos carros listados no Dieselgate, de acordo com a Reuters. Dos 475 mil veículos diesel envolvidos no processo, 238 mil já teriam sido readquiridos pelo fabricante alemão e estariam estocados em vários locais dos EUA.

Apesar do enorme volume, apenas 6,2 mil teriam recebido um novo software e alterações que os tornam legais novamente, lembrando que a Volkswagen recebeu a permissão da justiça para vender os carros TDI ainda estocados nos concessionários, mas alertando os compradores que terão de passar por uma correção mais adiante.

A VW tem até 2019 para corrigir 85% da frota do Dieselgate, conforme acordo feito com a justiça. Caso contrário, enfrentará mais penalidades. Após se declarar culpada de fraude, obstrução da justiça e falsificações de informações, a montadora ficará três anos sob vigilância do governo, sendo nomeado um monitor independente para observar as ações da empresa.

A conta para a Volkswagen é enorme. Ao todo, calcula-se em US$ 25 bilhões os custos de indenização geral e recompra no país, envolvendo pouco menos de 500 mil carros. Só a recompra está estimada em mais de US$ 10 bilhões. Este valor é o que a montadora concordou em gastar para trazer de volta seus carros com defeito, mas até agora foram gastos US$ 2,9 bilhões.

Fora os carros 2.0 TDI, a Volkswagen ainda tem outra questão para resolver, os cerca de 80 mil veículos equipados com motor V6 3.0 TDI, que emitem até nove vezes mais NOx que o permitido, menos que as 40 vezes do EA189. A empresa terá de gastar US$ 1,22 bilhão para recomprar ou corrigir essa frota imensa de Porsche, Audi e VW. A correção seria mais fácil nesse caso e dia 11 de maio, a justiça decidirá se o acordo proposto pela marca será aprovado.

[Fonte: Reuters]

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Send this to a friend