_Destaque _Featured Volkswagen

Volkswagen do Brasil: Novo Polo, Novo Fox estilo “SUV” e liderança até 2020

novo-vw-polo-2018-33-1024x682 Volkswagen do Brasil: Novo Polo, Novo Fox estilo "SUV" e liderança até 2020

Hoje a Volkswagen está em um amargo terceiro lugar nas vendas no Brasil, com apenas 12% de participação. Em entrevista a Autodata, o presidente da empresa, David Powels, afirmou com todas as letras: “Ser o terceiro no Brasil não é o lugar da Volkswagen”.



Novos modelos

Ele também cravou que em 2018 a Volkswagen volta ao segundo lugar e que no máximo até 2020 ela será líder novamente. O aumento de vendas em 2018 acontecerá graças ao Polo e também ao seu irmão Virtus:

“Começamos a ofensiva quando traçamos nossos planos para a operação. Com os novos produtos que serão lançados no ano que vem, o novo Polo e o Virtus, já daremos um grande passo. A matriz quer que sejamos rentáveis. Liderança de mercado é uma consequência. Mas estar em terceiro ou quarto lugares não é realmente o ideal para a Volkswagen”.

Toda a linha da Volkswagen será renovada em três anos, incluindo um novo modelo no segmento dos SUVs, que faz tanto sucesso no Brasil no momento. Powels inclusive reconheceu que clientes de hatches médios e sedãs estão migrando em massa para os SUVs.

Fox mais alto, estilo SUV

O Volkswagen Fox será reformulado, ficando mais alto e ganhando traços de utilitário esportivo. Sim, prepare-se pois uma espécie de Honda WR-V poderá vir a ser lançado pela marca, aproveitando a estratégia feita pela Honda para modificar levemente um modelo e o relançar como “SUV”.

Outra estratégia da empresa para lucrar mais é tornar seu leque de produtos mais simples. David Powels destaca que há dois anos existiam mais de 340 combinações possíveis na gama da VW, número que hoje baixou para menos de 100, e até dezembro de 2018 serão 93 opções. Isso reduz os custos de produção e também de revenda.

Sobre as vendas que no ano passado foram de 228.000 carros e nesse ano até junho apenas 100.000, o presidente comentou: “Esse ano devemos crescer em mercado no Brasil e na América Latina. Esperamos chegar 430 mil veículos vendidos na região e 300 mil no País. E mesmo assim não fecharemos o ano no azul. É impossível lucrar no mercado de hoje. Todo mundo perderá dinheiro este ano.” O prejuízo da Volkswagen do Brasil vem desde 2015 assim.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Send this to a friend