*Destaque Elétricos Esportivos Híbridos Mercado Volkswagen

Volkswagen e-Golf e GTE chegam ao Brasil em 2018

Volkswagen e-Golf e GTE chegam ao Brasil em 2018

A Volkswagen decidiu partir para a eletrificação no Brasil. Após circular com o híbrido Golf GTE sem dar sinais de seu lançamento no país, agora a montadora alemã enfim confirmou que irá vende-lo por aqui a partir de 2018. Mas, o esportivo de baixa emissão de CO2 não estará sozinho. A empresa também anunciou que a versão elétrica do modelo, o e-Golf, também virá.


A proposta da montadora não é somente para o Brasil, mas também Argentina e possivelmente Uruguai, citado por Pablo Di Si, novo presidente da VW para a região, durante a apresentação do Volkswagen Virtus 2018. A nova ofensiva faz parte do plano da montadora para voltar a ser líder no país e também para atingir vendas de 800 mil unidades por ano no Brasil até 2020.

Após perder a liderança no Brasil durante muitos anos, a Volkswagen parece agora decida a fazer de tudo para voltar ao topo, hoje ocupado pela GM e, durante muitos anos, pela Fiat. Para mover a roda em direção ao objetivo, a VW terá 20 lançamentos no país, sendo treze feitos aqui e dois na Argentina. Ou seja, cinco serão importados.

Ainda não se sabe como a VW lidará com a falta de infraestrutura para carros elétricos no Brasil. O BMW, por exemplo, teve de adicionar a versão do i3 com gerador a bordo, a fim de que os clientes não ficassem sem energia no meio da rua. Todas as demais marcas, apostaram nos híbridos, sejam eles comuns ou plug-in.


Volkswagen e-Golf e GTE chegam ao Brasil em 2018

O e-Golf tem motor elétrico de 136 cv e baterias de lítio de 35,8 kWh, que proporcionam autonomia próxima de 300 km. O hatch médio tem consumo energético de 12,7 kWh a cada 100 km. Equipado com rodas de liga leve aro 16 polegadas e pneus de baixa resistência à rolagem, o elétrico da Volkswagen tem uma infinidade de opcionais na Europa e aqui deve oferecer um pacote bem completo, por conta de seu preço. Na Alemanha, ele parte de 35.900 euros.

O outro destaque é o Golf GTE. O esportivo híbrido plug-in da gama, vem com motor 1.4 TSI de 150 cv e um elétrico com 102 cv, mas  a potência combinada fica em 205 cv. O modelo tem ainda um câmbio de dupla embreagem com sete marchas. Com tudo isso, o esportivo vai de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos e atinge máxima de 222 km/h.

O Volkswagen Golf GTE utiliza baterias de lítio que podem ser recarregadas em pouco menos de quatro horas e pode rodar até 50 km apenas com eletricidade. De forma combinada, os dois motores garantem ao esportivo, autonomia de pouco menos de 950 km. O consumo médio combinado é de 62,5 km/litro. Os preços começam em 36.900 euros na Alemanha. A emissão de CO2 é de 36 g/km.

Em nível global, a Volkswagen anunciou um mega investimento de US$ 40 bilhões para acelerar a introdução de carros elétricos, autônomos e serviços de mobilidade até o ano de 2022. Há dois meses, a empresa havia anunciado US$ 20 bilhões para carros elétricos e condução autônoma até 2030, mas a montadora germânica mudou os planos e vai gastar muito mais em menos tempo para alcançar a liderança global nos dois segmentos. Até o fim da próxima década, a empresa quer ter uma versão elétrica de cada um dos 300 modelos do grupo.

Volkswagen e-Golf e GTE chegam ao Brasil em 2018
Nota média 3 de 2 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email