_Destaque Elétricos Europa Mercado Vans Veículos Comerciais Volkswagen

Volkswagen está irritada com substituição do Caddy pelo StreetScooter no correio alemão

streetscooter-a

Parece que o Deustche Post (mais conhecido por sua divisão internacional DHL) está aborrecendo a Volkswagen. De acordo com o site Automotive News Europe, o motivo é a substituição da frota composta pelo modelo Caddy pelo elétrico Streetscooter.

O sentimento da Volkswagen foi expresso num comentário feito por Matthias Mueller: “Estou aborrecido além da medida. Eu, é claro, me pergunto porque o Post não falou com a nossa divisão de veículos comerciais sobre fazer algo similar. Vamos ver se ainda podemos bater na porta deles. ”

Mueller reclama por conta das grandes aquisições do Deutsche Post para o serviço de entregas, que tem pelo menos mil unidades do Streetscooter em circulação e pretende adquirir mais 4.000 em seguida.

streetscooter-b

Claro, cada novo lote comprado depõe uma parte da frota da empresa, que hoje tem nada menos que 30 mil veículos em serviço na Alemanha. É essa quantidade toda que precisará ser trocada por um novo veículo, que está sendo unicamente o Streetscooter.

A frota atual do Deustche Post é composta pelo Volkswagen Caddy. A relação entre a montadora e o serviço postal vem de longa data, tanto que a VW chegou a desenvolver nos anos 60 um veículo para este serviço, o Tipo 147, chamado Fridolin. Já o novo veículo foi adquirido para compensar o aumento expressivo das entregas de comércio eletrônico, evitando assim que a empresa amplie as emissões de poluentes.

A DHL diz que o Streetscooter foi concebido como uma ferramenta de trabalho, por isso tem acabamento e equipamentos suficientes para o dia a dia, não necessitando assim ser tão bom quanto um carro de passeio, de acordo com Win Neidlinger, diretor de desenvolvimento de negócios da empresa.

streetscooter

Streetscooter

O projeto do Streetscooter foi comprado pela DHL quando ainda era uma iniciativa de software livre de direitos, o que possibilitou uma enorme redução de custos. Todos os fornecedores, por exemplo, são externos e até a fabricação do veículo foi terceirizada para cortar mais gastos.

O veículo é montado em Aachen e a operação é controlada pela holding Beteiligungen. O Streetscooter foi pensado para ser uma multivan urbana com velocidade máxima de 85 km/h e autonomia de 120 km.

streetscooter-c

Equipado com motor elétrico de 40 cv, o Streetscooter tem baterias de lítio de 20,4 kWh e tem carga útil de 650 kg, embora tenha também uma versão de maior capacidade para 1.000 kg, a fim de obter isenções fiscais adicionais.

Com vida útil de 16 anos, o Streetscooter foi projetado para operar por 10 horas ao dia, seis dias por semana e suas portas podem ser acionadas 200 vezes por dia. Ainda não se sabe se a DHL vai vender o veículo no mercado e se o mesmo estará disponível em outras operações da empresa espalhadas pelo mundo.

vw-caddy-dhl

Volkswagen Caddy

O Volkswagen Caddy surgiu na Europa cerca de dois anos após ter sido desenvolvido para o mercado americano, onde era chamado de era chamado de Rabbit Pickup – derivado do Golf I – e feito em Westmoreland, Pensilvânia.

A partir de 1982 começou a ser vendido na Europa e teve sua segunda geração construída em Martorell, Espanha, em 1996. Atualmente na terceira geração, desde 2004, o Volkswagen Caddy é derivado do Golf V e feito em Poznán, Polônia, além de Kaluga, Rússia.

[Fonte: Automotive News Europe]







Send this to friend