*Destaque Hatches Matérias NA Volkswagen

Volkswagen Gol – defeitos e problemas

Volkswagen Gol - defeitos e problemas

Assim como os outros modelos mais vendidos no mercado brasileiro, o Volkswagen Gol também pode dar algumas “dores de cabeça” aos seus proprietários. A atual geração do hatch compacto, que está prestes a completar seus 10 anos de mercado e em sua segunda reestilização, é alvo de algumas reclamações por parte dos clientes da fabricante alemã, através da internet.


Entretanto, curiosamente, de alguns anos para cá o Gol já não apresenta tantos problemas crônicos assim. Pelo menos é o que mostram os relatos feitos pelos proprietários do carro em sites como Reclame Aqui, além de fóruns e clubes dedicados ao veículo.

Numa breve pesquisa você pode reparar que são poucos os defeitos sérios apresentados pelo VW Gol de atual geração, sendo que a maioria deles está relacionada a problemas com concessionárias e alguns outros defeitos provenientes de uma suposta má produção.

Veja também: Gol G5.


Ainda assim há alguns defeitos que podem ser salientados. Selecionamos os principais deles. Confira:

Barulhos estranhos no motor

Boa parte dos relatos de proprietários do Volkswagen Gol em sites como o Reclame Aqui mostram que diversas unidades do hatch compacto supostamente apresentariam alguns barulhos estranhos no motor, sobretudo em exemplares equipados com o propulsor 1.6 litro flex. Em um dos relatos, um exemplar que passou por todas as revisões feitas em concessionárias autorizadas teria começado a apresentar um barulho estranho antes mesmo dos 10 mil quilômetros rodados.

O proprietário encaminhou o veículo a uma autorizada e lá foi constatada a necessidade da substituição da correia dentada – normalmente este item é trocado entre 40 mil e 50 mil quilômetros. O mesmo relato mostra outro problema, neste caso proveniente da caixa de câmbio.

Tal defeito teria aparecido durante condução numa rodovia e o condutor precisou acionar o serviço de guincho para levar o carro. Ainda assim, a concessionária não conseguiu constatar qualquer problema vindo do câmbio e, após muita insistência por parte do proprietário, resolveu o defeito com a troca de uma série de componentes do conjunto.

Um outro relato mostra que o Volkswagen Gol da última leva de unidades estaria apresentando ruídos ao passar em lombadas e depressões, em frenagens e nas trocas de marchas (sobretudo da segunda para a terceira e vice-versa).

Este defeito teria sido constatado com apenas 3 mil km rodados. A concessionária tentou resolver o problema com a troca de componentes como rolamento e batentes e reajustes no conjunto de suspensão por conta de uma folga. No entanto, até o momento da publicação desta matéria, o problema não foi solucionado pela Volkswagen, segundo o que diz o proprietário.

Volkswagen Gol - defeitos e problemas

Infiltrações de água na cabine

Um dos problemas que estaria afetando alguns dos compactos e outros automóveis comercializados no Brasil seria a infiltração de água na cabine. E com o Volkswagen Gol a situação não é diferente. Em um dos relatos, um Volkswagen Gol 1.0 adquirido em dezembro de 2014 teria começado a apresentar infiltrações no teto e no porta-malas. O proprietário encaminhou o veículo até uma concessionária, mas a empresa negou resolver o problema em garantia.

Já em outro exemplar com motor 1.6 litro de ano 2016, o proprietário diz que aconteceu uma infiltração de água no interior logo após a aquisição. Na primeira revisão de 10 mil km, o proprietário informou o problema e, após alguns dias, a concessionária constatou uma falha na vedação do sistema de ar-condicionado do carro. A concessionária realizou a substituição da peça e o problema foi solucionado de acordo com a resposta do cliente da marca.

Volkswagen Gol - defeitos e problemas

Problemas em aceleração

De acordo com relatos feitos por proprietários em fóruns privados do carro, o Volkswagen Gol de quinta geração supostamente poderia apresentar problemas em aceleração. Nestas situações, a aceleração é feita de forma irregular, deixando o motor muito acelerado ou até mesmo sem conseguir ultrapassar a faixa de 2.500 rotações.

Os proprietários dizem que esse problema normalmente é solucionado com uma limpeza do motor ou até mesmo com substituição das peças, incluindo reajustes no sincronismo do corpo da borboleta e da unidade de comando do motor. Pode ser também que tal defeito seja proveniente da falta de manutenção por parte de alguns proprietários.

Leia também sobre o Gol quadrado e o Gol G4.

Volkswagen Gol - defeitos e problemas

Ruídos de acabamento

Outro defeito que estaria sendo encontrado no Volkswagen Gol, de acordo com relatos dos seus proprietários, assim como em diversos outros carros oferecidos em nosso mercado, são os ruídos de acabamento interno.

Em um dos relatos, uma unidade do hatch compacto teria apresentado barulhos em uma das portas traseiras ao abri-la. Na concessionária, o proprietário foi informado de que se tratava de que a peça estava totalmente danificada e que ele deveria comprar outro componente, sem contar com a cobertura da garantia. A Volkswagen informou em nota que essa falha “ocorre em detrimento da ação de agentes externos e, por esse motivo, infelizmente, não puderam conceder o atendimento nos moldes pleiteados”.

Já em outro relato, um exemplar do Volkswagen Gol estaria apresentando ruídos no painel e também na parte externa, mais precisamente do lado direito. De acordo com a resposta da marca, esta unidade foi avaliada em uma concessionária autorizada com acompanhamento do corpo técnico da empresa e “após as correções indicadas encontra-se em condições normais de utilização”.

Volkswagen Gol – defeitos e problemas
Nota média 4.7 de 3 votos

  • Rubens Prado

    Só se for mesmo. Esses gols são escolas de samba. Motor fraco, ao tentar subir meio fio de ré o carro morre. Estabilidade ruim até mesmo em linha reta. Ao ligar o ar condicionado o carro perde muita força.

    • Thiago Toth

      Acho que você deve andar novamente em um Gol, recomendo a versão 1.6.

      • Rubens Prado

        Amigo dirijo gol 1.0 3 cilindros e 1.6 no meu trabalho em todos os regimes. Todos eles por contrato de locação com kms que variam entre 0km a 25mil. Com 3 mil kms começam os problemas. Te aconselho a dirigir um carro de verdade. Pode ser usado do preço do gol, que alias nem em economia serve.

        • marisa lourdes

          tenho um connect 1.6 2016, está com 23.000km os barulhos vieram de fábrica mesmo… mas o resto vc falou besteira, tem 2 onix ltz na família um HB1.6 o HB eu concordo da força por questões óbvias, mas o meu gol é bem mais equipado, minha calçada é elevada e estaciono de ré.. que viagem, vc tá louco é para mostrar que tem carrões, q vem alguem e duvide, e vc seja “obrigado” a provar o contrário… cresce.

    • Ramon Grigio

      Curiosamente a marcha à ré é mais longa que a 1a marcha. Vai entender.

    • JOSE DO EGITO

      Volkswaguen é so FAMA ! qualidade mesmo, esquece!!!

    • ÓQUEI

      Não sei, acho que devo ser uma cara de muuuita, mas muuuita sorte mesmo. Tenho um Gol 1.0 13/13 i-Trend e não tenho do que reclamar.Está chegando aos 115 mil km agora e não percebo nenhum desses defeitos.
      Mas cada um é cada um né. Vai da da sorte do nego, da forma que dirige, sei lá.

    • Paulo Júnior

      Estabilidade ruim em linha reta? O Gol que você dirigiu meu carro que estava com algum problema.

      • Rubens Prado

        Todos eles. Passou de 110kms o carro fica bobo. Digo isso comparado a outros carros que tenho. Uma coisa é o carro prestar outra é o motorista se adaptar aos defeitos do carro e Achar que ele é bom. Já andei muito tempo nesses populares no limite da imprudência compensando no braço as imperfeições do carro.

        • dogmarley

          vc é bichão memo heim!!!

        • Wagner Lopes

          Que bom que não acertou uma família em viagem de férias né?!!!

    • Paulo Lustosa

      Gol estabilidade ruim?

  • Cosi fan Tutti

    Estes dias estava andando em um HB20 e me perguntando como a Hyundai conseguiu fazer um carro popular tão melhor que o Gol e cia. Valeu a pena levarem o Gol la pra Coréia e estudar ele todinho para saber o que NÃO fazer em um carro.

    • Alexandre Pinho

      Não é bem assim não, hein? Temos um HB20 em casa, e ele tem muitos defeitos tbm. De cara, cito a pintura extremamente fraca. Ao reclamar na concessionária, o próprio atende da Hyundai confirmou tal fragilidade. O carro é uma escola de samba! E não é por falta de cuidado. Enfim…. Por ser mais “moderninho”, as pessoas acham que é superior ao Gol e demais “populares”.

      • T1000

        concordo com a questão da pintura apenas.
        suspensão muito superior à do gol, e sem maiores problemas aqui. Estou há 4 anos com o carro.

      • Cosi fan Tutti

        Eu falei meramente de dirigibilidade, espaço interno, conforto, altura do teto, etc… claro que tem defeitos, qual carro não tem?

        • Alexandre Pinho

          Isso é compreensível, afinal estamos falando de carros com diferença de muitos anos de projeto! Não poderia ser diferente. Só não concordo muito com a questão do espaço interno, pois é bem acanhado no HB20. Não vejo essa diferença toda que vc fala. Enfim….

  • Mr Tony

    Polo é o “mini Golf”. E o Gol, o “mini Polo”?

    • adrielmenezes

      Exato

    • beto

      Todos são “mini” e nenhum é alguma coisa.

      • Erivelton Freitas

        kkkkkkkkk Rachei… Melhor Comentário!

      • Wagner Lopes

        Só o preço que é “max”…kkkkk.

  • José Barbosa

    Dentre os inúmeros defeitos, o que aqui não foi listado, o que me impressiona é como é um carro fraco, manco. Uma vez fiz test drive com o três cilindros, e fiquei impressionado como o carro era fraco (também andei num Up que era 5 mil reais mais caro que, à época, pagaria fácil).
    Enfim, parece ser um sobrevivente num mercado que, se a VW fosse esperta, tiraria de cena, e deixaria Up e Polo, bem melhores e mais modernos, fazer o seu trabalho.

    • Luciano RC

      O problema é que a VW posicionou o up! muito caro. Teria que baixar os preços para ele voltar a ser de entrada.

      • Guto

        Tem versões do Gol, Fox, Up! e Polo atuando em uma mesma faixa de preço. Vai entender….

        • Luciano RC

          Por isso dois modelos ai devem morrer.

    • Wellington Myph13

      O 3 cilindros você achou manco, foi isso que entendi? Puxa, se for isso, os únicos que andam de igual pra um pouco melhor são respectivamente Ka e Uno com o novo Firefly, de resto, nenhum acompanha estes 3 no 1.0.
      O Kwid acompanha por conta do peso leve, mas não desenvolve em estrada e se colocar 4 pessoas ele já sofre mais que os outros.
      E o Sandero, com o novo motor, é mais pesado, o motor é bom e desenvolve bem na estrada, mas na cidade parece mais amarrado.

      Gol tem bons atributos, o problema é que os novos no mercado e seu nome antigo associado a muitos problemas já quebra suas vendas. Ele já não é escola de samba, tem bom espaço interno, tem bom porta-malas e acabamento melhorou bem nesse ultimo lançamento, tanto em material quanto desenho.

      • José Barbosa

        Exatamente, extremamente manco. Pode ser que o fato de ter como referência o Up, utilizando o mesmo motor, teve um outro comportamento, mas está longe de ser um carro que satisfaz. É um carro muito fraco, talvez num escalonamento de marchas mais longo pró-economia, mas não me satisfez. Embora haja alguma evolução, é um carro que tem um projeto já visivelmente cansado, com problemas de espaço interno para o tamanho do veículo.

        • Wellington Myph13

          Pode ser apenas a sensação que teve no carro. Porque em números ele é muito parecido com os outros. Até mesmo pouco mais lento que o up em retomadas e 0-100…
          Quanto a espaço, está dentro da média pro tamanho do carro… Precisa evoluir, mas não faz feio mesmo com projeto antigo.

          • José Barbosa

            É verdade. O projeto do Gol, por óbvio, tem seus méritos pelo simples fato de ter sobrevida até hoje. Se formos lembrar, o recém aposentado Palio surgiu quando estávamos no final da 2a geração (bolinha), e ele, com menores alterações que o concorrente italiano, conseguiu sobreviver melhor ao nosso mercado. Mas faltou “pegada”. Era o lançamento da “G7”, pode ser que o motor e câmbio não estivessem bem calibrados, ainda, mas não me agradou. Além, claro, do peso dos anos.

      • Renato

        kRAMBA Wellington Myph13 ! É o comentário mais inteligente e sensato que já ouvi. O problema é que tem gente que é verdadeiramente doente pela VW sinceramente não sei qual o fascínio que eles tem, entendo que seja algo mais subjetivo como por exemplo achar o carro bonito ou sei lá o que. O fato é que o Gol já é um projeto jurássico e vive nesse mercado de novidade a duras penas, não acho que seja um carro péssimo, mas está bem longe da atual geração e se sustenta majoritariamente pela sua marca e fama. Como estamos falando de Brasil é óbvio que os carros custam verdadeiros rios de dinheiro, vide o novo Polo, um carro bonito e com boa motorização, mas passei na concessionária e me assustei com os R$ 61.000 pedidos por um modelo 1.6 que não me causou todo esse amor pelos fãs da marca.

  • Pietro_Turbo

    Nada do que se surpreender.
    Padrão VW BR de qualidade.

    • Luiz Romeu

      verdade, a famosa qualidade alemã fica na alemanha, aqui é o rebotalho, só a casca é igual

  • Alexandre Pinho

    Tenho um Gol Track 2014, que está com 34 mil km e, pra mim, o grande defeito do carro está na barulheira que as portas fazem ao passar por buracos. É uma batida seca que mais parece que o carro não conta com borrachas nas portas. Outro inconveniente é a direção hidráulica….. acho muito pesada!!!!!! Tirando isto, eu gosto dele! Gostoso de dirigir, conta com alguns “mimos” que foram opcionais adquiridos à parte, e nunca me deu problemas.

    • Ernesto

      Creio que seja o mesmo problema dos modelos mais antigos de Fox. Minha mulher teve um Fox 1.6 12/13 e a direção hidráulica era pesada e o acabamento bem de carro básico. Agora ela está com um Fox Rock in Rio 15/16 que era meu e é um carro muito melhor ao anterior: direção elétrica bem leve e acabamento muito superior. Creio que o Gol mais novo teha passado pela mesma evolução que o Fox passou.

  • cerberos

    se o polo, que é bem mais caro, já esta cheio de reclamações de defeitos publicados na internet, imagina o gol, padrão vwb

    • th!nk.t4nk

      Produto nacionalizado já fica ruim, imagina entao algo que foi desenvolvido exclusivamente pro Brasil. Nao tem como ser bom.

    • Renato

      Serio que já tem bastante reclamação? e ainda tem gente que acha que esse Polo é o melhor carro do universo já lançado ahahahahahah como disseram, a qualidade da VW fica na Alemanha.

    • Ernesto

      Quais são as reclamações? Perguntando pois estou interessado em um Comfortline.

      • cerberos

        defeitos de acabamento, ruidos, vidro elétricos etc . procure depoimentos na internet e youtube. Siga a máxima, nunca compre carro no lançamento espere pelo menos um ano para eles resolverem os defeitos do modelo.

  • FearWRX

    Fico pensando se esses ruídos de acabamento não é da galera que passa direto em lombada e ruas extremamente esburacadas e afins, em resumo, pessoal que não cuida do carro.
    O meu tem quase 110.000 e não tem absolutamente um barulho de acabamento. Já andei num C4 VTR de um tio que tinha seus quase 220.000 km e também, zero barulhos de acabamento.

    O pessoal acha que o carro aguenta tudo que você faz ele se submeter, se cuidar do carro, tratar ele com carinho, arrisco dizer que 90% dos supostos problemas de acabamento, motor e suspensão que relatam, existiriam de fato.

    • Marcelo Alves

      Isso é um pouco de sorte também, eu tenho um Polo com 9 anos de uso e ele praticamente não tem ruídos internos, o primeiro ruído que apareceu foi há poucos meses na região central do painel, atrás do rádio, mas na internet já cansei de ver gente falando que o acabamento do Polo faz muito barulho com o tempo… Já o Fox, aqui em casa já passaram 3 (Crossfox 2007, Fox 2009 e o atual Highline 2015 com 14 mil km apenas) e todos tinham/tem ruídos nos acabamentos das portas.

      • Chris

        Tive um polo 2007 que ficou conosco até 2012 e apresentava diversos barulhos de acabamento, porém foi um dos melhores câmbios que vi até hoje, o carro era muito bom de dirigir.

      • Ramon Grigio

        Polo é mais rígido. A carroceria/monobloco torce menos. O gol/voyage é a plataforma do polo, mas é simplificada nas soldas (menos solda e solda mais simples). Dizem que a parte de trás do gol/voyage é adaptação da plataforma antiga ainda. Pelo desconforto enorme que é a suspensão traseira eu até acredito.

      • Duh

        O polo anterior que era vendido aqui, tinha um acabamento infinitamente superior a esse novo. Fox sempre teve um acabamento pobre.

        • Renato

          Pra mim o problema maior do FOX sempre foi o consumo, todos que conheci achavam o mesmo

        • Ernesto

          Dá uma olhada no acabamento atual do Fox (minha mulher tem um 15/16 e anteriormente tinha um 12/13). A VW melhorou consideravelmente o acabamento dele.

    • Luis Fernando Pozas

      Tenho um cross up 8000km… Já arrumei barulho no painel… E agora tem barulho de nhecnhec em todas as janelas… Eu sou super cuidadoso com o carro, mas quando entopem de plástico no carro, não tem como não fazer barulho… Realmente a VW deve no acabamento em geral… Desisti da compra do polo/Virtus por esse motivo

      • FearWRX

        Mas com 8 mil km não era pra fazer isso. Pra mim se o carro tem seus 60, 70 mil km é aceitável começar um barulho ou outro, mas com essa quilometragem é inaceitável.
        Porém imagino que reclamar nas próximas revisões não vão resolver nada, vão alegar mal uso ou o classic “característica do projeto”…

        • Lucas g.

          Acho que o controle de qualidade deles não é tão bom. O up aqui de casa vai fazer 70mil km e zero barulho interno.

          A real é que talvez não seja nem o carro a chave principal do problema, e sim nossas ruas que parecem mais a lua kkk

          • MauroRF

            Tenho uma EcoSport dessas novas, 2018. Com 1000 km, estourei um pneu num buraco daqueles que estava bem numa curva. Era de noite, pior ainda, nem deu para ver o desgraçado na curva. 385 reais de prejuízo. Segundo o atendente da loja Michelin, o pneu é bem resistente, e aí ele me disse “deve ter sido um belo buraco”. Respondi que sim. Claro que me irritei, mas procurei não esquenta muito senão vou ficar doido de tanto problema neste país onde quase tudo está errado.

            • Lucas g.

              Pois é, o que poderia ser um carro melhorzinho acaba virando uma escola de samba nas ruas do Brasil.

              • MauroRF

                Vira mesmo. Não há carro que aguente. O que eu reparei, viajando para vários lugares do Brasil é que há alguma cidades com asfalto melhor na média. Se o cara for de uma dessas e o carro dele não for tão ruim de acabamento, poderá não ter os grilos internos. E vai depender dos bairros também, tem cidade que tem bairro com asfalto bom, outros, com asfalto ruim.

                • Geraldo Xavier

                  Cito a cidade do rio de janeiro. Centro e zona sul asfalto bom e zero grilo no carro. Partindo pro subúrbio a coisa muda e difícil achar uma rua que o asfalto não seja todo remendado e as ruas cheias de quebra molas. Não tem nenhum carro que resista a isso.

            • beto

              Toda montadora, fabricante de pneu, etc sabe como são as ruas desse país e mesmo assim vendem seu produto aqui. Então, tem que fazer algo resistente e não essas porcarias que não aguentam o dia o a dia.

            • Ernesto

              PQP! Que azar, hein Mauro? Infelizmente estamos sujeitos a isso…

        • Luis Fernando Pozas

          Bom, eu levo e reclamo… Eles dão uma apertada aqui e ali, mas não demora muito os barulhos voltam… Volto a dizer, é muito plástico dentro do carro… Quando terminar a garantia vou passar ele pra frente… VW nunca mais

        • Renato

          pois é, esse tipo de coisa que não entendo, tive um Palio 2006, sabia dos limites do carro, comprei pra trabalhar e rodar apenas, conclusão fiquei 10 anos com o carro de 200 mil rodados, e me surpreendeu pois só começou os nhec nehc da vida por volta dos 115k, outros amigos com o mesmo carro ja tava cheio de problemas com 60k

          • Ernesto

            Depende muito do tipo de pavimento que você passa. Com 200K KM eu duvido que seja só de cidade, né? Deve ter um bom número aí de estrada.

            • Renato

              Então Ernesto, só cidade, são Paulo, zona oeste pra leste, viagem eu tinha outro carro melhorzinho, mas também eu sempre deixei a manutenção em dia, alinhamento, balanceamento, pressão dos pneus e troca de componentes no prazo certo, na empresa tinha um rapaz que tinha um Gol, era 1 ano mais velho q meu Palio e o negócio parecia uma carroça, tudo cheio de folga barulho pra todo lado, mas aí não sei se o carro era ruim ou ele era um piloto espartano rs

      • Daniel

        Eu tenho um Polo do novo, com menos de 3 mil km, e já tem vários ruídos internos. Pecaram muito no acabamento do carro.

        • MauroRF

          Putz, sério, cara? Isso é triste. Qual modelo é o seu?

          • Daniel

            Seríssimo. Meu modelo é um Confortline 17/18 com Pacote Tech I. Os ruídos vêm principalmente da região da mala (não conseguiram resolver o problema na concessionária) e da coluna do cinto de segurança.

            • MauroRF

              Eu tive um Civic que, com 4 mil km, fazia estalos na coluna do cinto do motorista, mas pelo menos resolveram na CSS. Depois, os estalos voltaram de novo, e eles resolveram, e aí foi em definitivo.

              • Daniel

                Vou levar na concessionária pra ver se resolvem os ruídos. Afinal de contas, garantia serve para isso (pelo menos na teoria).

        • Raul Pereira

          que saco, ein

        • Unknown

          Isso porque não é considerado um modelo de entrada…

          • MauroRF

            A VW vem com esse papo de miniGolf, então que faça um carro com acabamento de Golf. Aliás, o marketing deles é sempre uma piada, fica tentando colar a imagem de um modelo no outro. Pô, o que ela quer dizer com isso? Que o Polo não “caminha com as próprias pernas”? Que o Polo não tem identidade? Precisa associá-lo ao Golf? Ou ela quer dizer “Olha, o Golf você não pode, tá caro, então, console-se em levar a miniatura dele.”? Ah, outra coisa: hoje vi um MSI vermelho estacionado aqui em Santo André quando fui ao médico, mas tivemos aquela dúvida na primeira olhada, naquele primeiro segundo (obviamente, vendo o Polo pela traseira primeiro) se era o Gol ou o Polo. Numa primeira olhada, vendo pela traseira (pelo menos no meu caso e no da minha esposa), a gente demora aquele segundo para decifrar se é Polo ou Gol. Agora, vendo de lado ou de frente, já dá para saber de cara que se trata do Polo.

    • Raul Pereira

      Cara, tenho 27 anos, comprei meu gol g5 com 21 e troquei pelo meu onix com 25. COmo citei acima, tive alguns problemas pontuais com o Gol e sou sincero em te dizer que mudei muito os hábitos de direção, principalmente porque o Onix é AT e realmente o carro não teve os meso problemas de suspensão e barulho. Portanto, concordo que carro vai do cuidado, mas tendo a achar o Onix um projeto melhor no conjunto da obra. Baseado só na experiência pessoal… o macro já é outra história…

      • FearWRX

        Eu também poli bastante a firma de dirigir e, apesar de nunca ter tido com isso, agora dei que talvez terei menos ainda.
        Sou bem gentil com ruas esburacadas e afins e nunca tive nada estourado ou rasgado, e quando aconselho isso aos familiares é porque sou chato e cricri com carro ahauahauahaua.

      • Unknown

        Depois falam que não sabem o porque de o Ônix ser disparado o mais vendido do Brasil… pode ser inseguro, motor não é moderno e tal, mas o carro é parrudo, e isso faz muita diferença!

        • Raul Pereira

          Então, realmente a porta é fraca, mas com relação ao motor penso que se conseguiram fazer um motor que vem sendo afinado e consegue ser tão eficiente quanto os novos, qual é o problema? a css só não pode apresentar ele como sendo motor novo, claro.

    • Ramon Grigio

      Meu Voyage 2013/14 está com 83.000km, extremamente bem cuidado. Sou muito ciumento com carro. Mas a verdade que o acabamento range sim. Semana passada atrás do meu rádio original integrado no painel começou a aparecer um rangido. Quero só ver o que eu vou ter que fazer para solucionar isso.

      • Unknown

        Acredito que não tenha muito o que fazer, pois desmontar o painel para arrumar isso vai gerar ruídos em outros lugares… o negócio é se acostumar… rs

    • Unknown

      Pode até ser, mas que tem veículos que aguentam mais e outros menos, isso com certeza!

    • Rafael Prado

      Só você comprar um VW novo que vai entender a barulheira que É! E por experiencias aqui em casa 2 gol 1 Golf 3 polo, todos escolas de Sambas completas!!!

  • Robinho

    o carro da qual meu deu a maior decepção não foi exatamente um Gol, mas uma de suas variáveis…um Voyage, de longe o pior carro que tive, a garagem dele era na Concessionaria ao invés da minha casa, acho que ele nunca quis sair de lá. Gol (e suas variáveis) só se for de graça e msm assim vendo depois.

  • Lucas086

    Meu primeiro carro foi um gol bolinha MI banco reto 8v, que carro bom… mas depois do G4, nunca gostei mais de gol, carro duro, sempre mais caro que a concorrência, as portas parecem soltas, batem muito, espaço ruim, seguro caro. Apesar de ter vários fãs , depois do bolinha, gol pra mim acabou.

    • Unknown

      Por isso ele era o mais vendido até aquela época e depois despencou nas vendas… brasileiro é burro, mas nem tanto! O gol foi bom até a versão bolinha, daí em diante, nunca mais foi o mesmo…

      • Lucas086

        Pense em um carro guerreiro… só tinha ar e direção, gostava do bolinha.

        • Unknown

          Eu tive um 1.0 Mi 1997. Basicão, mas econômico, resistente e andava bem pra caramba!

  • Ricardo

    Esse atual Gol considero o verdadeiro G6, o anterior ainda era um G5 com facelift. Comparando o 1° G5 com o atual G6 são bem diferentes, já com o G5 e meio não.

    • Mauro Schramm

      Na verdade são 3 gerações do gol. O resto é apenas “face lift”, certo?

      • Ricardo

        Mais correto ainda!

      • Calibra vermelho 95

        Vou mais longe ainda: na verdade são apenas 2 gerações. O Gol G2 utiliza a mesma plataforma do Gol quadrado. Mas deixa pra lá, não quero que isso vire um ringue.

        • Unknown

          O bolinha usou a mesma plataforma do gol quadrado? Mas são veículos completamente diferentes!

          • Gu92

            Pior que a plataforma do bolinha é a mesma do Gol quadrado mesmo, visto que até a posição longitudinal do motor se manteve, em um tempo que todos os carros da concorrência já tinham adotado o motor na transversal, que é o mais correto para os modelos com tração dianteira, pois ocupa um menor espaço no cofre!!

            • Unknown

              Mas o gol quadrado tinha aquele problema de rachar o túnel, o que não ocorre com o gol bolinha, pois acho que nem possui a mesma arquitetura com túnel central. São muito diferentes em sua estrutura, ao meu ver.

              • Gu92

                Mas isso se explica, pois a plataforma passou por algumas melhorias e atualizações para sanar os defeitos que apresentava no Gol quadrado, mas a base é exatamente a mesma, assim como a plataforma do Agile é a mesma do Corsa B de 1994!!

                • Unknown

                  Hum… que aliás era um belo carrinho para a sua época este corsinha B.

                  • Gu92

                    E o Gol bolinha foi lançado justamente por causa do Corsa B, pois o mesmo era muito mais moderno que o Gol quadrado e a VW com medo de perder mercado agilizou a estreia da nova geração (bolinha) do Gol já para o final de 1994, ou seja menos de 6 meses após o lançamento do Corsa que foi lançado em Abril do mesmo ano e que acabou causando uma revolução entre os populares da época visto que era igual o modelo europeu lançado em 1993 pela Opel!!

                • Gil de Piento

                  E a plataforma do Corsa B de 1994 era a mesma do Corsa A de 1983 com melhorias.

                  • Gu92

                    Assim como os motores F1 que datam de 1982 e são utilizados até hoje na linha GM de entrada (Onix/Prisma) com algumas melhorias e atualizações!!

              • Gu92

                Digita no Google plataforma do Gol g2 e vai confirmar o que eu falo!!

  • Russel Riehle

    Amigos, sei que o foco é o GOL.. mas como não tem nenhum post sobre os defeitos do Polo, vou aproveitar o espaço para registrar minha total insatisfação e arrependimento.

    Compramos um Polo em Dezembro para minha esposa.

    Já começou errado porque a loja atrasou a entrega do veículo.

    Quando foi pouco antes do Carnaval, o vidro dianteiro direito parou de funcionar.
    Levei o carro na autorizada. Alegaram que não tinham como receber no dia e marcaram a entrega para o outro dia. Era uma quarta-feira antes do carnaval.
    Deram prazo para entregar o carro na quinta pela manhã. Perto de meio dia me ligaram dizendo para ir pegar o carro somente a tarde.
    Como não podia ir a tarde, só fui buscar na sexta.

    Recebi o carro com o vidro funcionando.
    Tudo parecia bem.

    Até que na quarta-feira passada começaram mais problemas de pane elétrica.
    O velocímetro funciona quando quer (as vezes você liga e ele funciona normalmente… as vezes fica parado), o carro está emitindo alerta de reserva de combustível mesmo quando o tanque tem mais de 1/3 de gasolina e o aparelho de som está aumentando o volume sozinho.

    Levei o carro dia 2 pra loja e até agora não recebi!

    Não sei se foi problema depois que mexeram no carro para dar um jeito no vidro ou se eram problemas de fábrica latentes que estavam só esperando a hora de surgirem! Estou completamente insatisfeito com a compra.

    • Matthew

      Cara, nós aqui do fórum discutimos justamente sobre isso na semana passada quando saiu a notícia dos aumentos de preço na linha Polo. Todo mundo fica indignado e convocam um boicote geral às montadoras para deixar de comprar carro zero quilômetro. Aí lançam um modelo novo, começa a pipocar um monte de entendido aqui falando que já reservou o carro dando várias justificativas pra “furar” o boicote incitado anteriormente. De qualquer forma, a regra de ouro é NUNCA comprar carro no lançamento. As primeiras fornadas sempre servem de cobaia pra fazer o ajuste fino da produção. No caso do Renault Kwid foi ainda pior. Enfim, agora faça valer seus direitos e exija a garantia.

      • Russel Riehle

        Pois é.

        Pra ser bem sincero, eu já tinha comprado outros carros no período de lançamento.
        Nada a ver com status, não… Mais a ver com gostar do modelo mesmo! O meu carro, por exemplo, é um sentra, que eu acho bem discreto.

        O carro que demos na troca pelo Polo foi um GM Cruze de primeira geração que foi comprado no lançamento. Rodou bem e sem problemas.
        Não estou dizendo que é exclusividade da Volks.. Mas estou realmente muito chateado com isso! E perdendo a confiança no carro.

        • Matthew

          Sem dúvida alguma é uma grande frustração. Porém a única forma de amenizar o risco é segurar a ansiedade e esperar um ano pro carro ser testado pelo mercado. O Cruze querendo ou não é um carro de categoria superior e esse de primeira geração era montado em CKD aqui no Brasil com peças importadas amplamente testadas lá fora. Vamos torcer para que seja problemas pontuais e eles consigam resolver, afinal é um carro legal em tese. Boa sorte.

        • Bruno Albuquerque

          “O velocímetro funciona quando quer (as vezes você liga e ele funciona normalmente… as vezes fica parado), o carro está emitindo alerta de reserva de combustível mesmo quando o tanque tem mais de 1/3 de gasolina…”.
          Se isso não for risco à segurança dos passageiros é o quê?! Logo um carro que chegou com um apelo forte em segurança! Enfim, se eu fosse o senhor buscaria o valor pago de volta ou outro veículo equivalente. Afinal, é isso que preconiza o código de defesa do consumidor. Procure um bom advogado que ele conseguirá garantir o seu direito.
          Obs: Se o senhor consultar na internet irá perceber a quantidade de jurisprudências à respeito de restituição de valor pago na compra por defeito em veículos.

        • Unknown

          Qual Sentra é o seu, Sr. Russel? Poderia nos dar um feedback do carro, pois tenho um Nissan e estou de olho em um Sentra como próximo carro…

          • Russel Riehle

            Oi.
            O meu Sentra é um Unique 15/16 2.0 automático.

            Está com pouco mais de 42 mil km.
            É meu segundo Nissan. O primeiro foi um Tiida que rodou pouco mais de 100 mil km.

            Tenho gostado muito da marca porque considero o serviço da loja autorizada que eu costumo levar (Leauto Botafogo) ágil e com preços praticáveis.

            Com relação ao carro. Nunca tive problemas de origem de fábrica.
            O único problema – fora as manutenções de garantia – foi o desgaste do coxim do amortecedor, item que foi trocado na própria autorizada.

            O consumo dele fica em torno de 10km/l na cidade e – para as minhas necessidades – considero muito eficiente para o porte do carro.
            O motor é bastante silencioso (muito mesmo. gosto bastante do silêncio à bordo).

            E ainda tenho um carro com itens como Bancos de couro, teto solar, tela multimídia e interior creme e preto.

            Estou feliz com o carro.

      • Gu92

        Concordo plenamente contigo e sempre aconselho algum conhecido meu que se interessa por algum carro recém lançado, a esperar no mínimo 1 ano, pois a chance do carro apresentar defeitos logo depois do lançamento é gigantesca, visto que o verdadeiro laboratório das montadoras são os consumidores comuns no uso diário e corriqueiro do veículo e não os testes de fábrica que “simulam” um uso normal do carro por algumas dezenas de quilômetros!!!

    • Raul Pereira

      Sabe o que melhoraria o controle de qualidade dessas montadoras? Carro deu problemas diferentes duas vezes? Você tem direito a um novo e ponto, sem conserto, sem stress.
      Meu pai teve um Fox (pelado, só volante e 4 portas) 2007, ia pra css com um problema, voltava com outro barulho.
      Meu Gol também teve problemas nos vidros.

  • Raul Pereira

    Relatos do meu Gol: em casa, gostávamos do carro, mas não demos sorte. Meu pai teve um G3 2004 que vivia dando problema no anel de vedação e ficava formando umas borras de óleo nele (eram 1.0 pelado de tudo), pelo que um camarada me respondeu aqui uma vez, era um problema de projeto, acho, mas meu pai também nunca foi o exemplo de cuidados com o carro.
    Meu primeiro carro (até então dirigia o Fox do velho) foi um G5 1.6 2010 completo, já dirigia há um tempo, mesmo assim admito que judiei muito da suspensão, pegando muitos buracos, valetas e tal. Com 3 anos tive que trocar bateria e suspensão do carro (em momentos diferentes no mesmo ano), fora o kit de ignição (vela, etc), mas até aí teoricamente é preventivo. Também precisei trocar o catalisador do carro com 1,5 ano de uso, a css alegou na época que era a qualidade do combustível que zuou a peça, a cerâmica estava detonada, dei uma pesquisada (internet e engenheiros que conhecia) e era de fato um problema possível.
    Os pneus estavam já na hora de trocar quando vendi e comprei meu atual Onix 1.4 2015 LT AT. Apesar de muita gente aqui meter o pau, é um carro mais econômico, tão forte quanto, admito que perfil de uso mudou (sou mais suave com a suspensão e a quilometragem é significativamente menor, já está chegando nos 3 anos), mas não tive metade de lâmpadas queimadas, suspensão nunca fez barulho (do Gol vivia fazendo), nunca tive problema de combustível (só abasteço no Shell do Carrefour aqui da cidade depois do problema do catalisador),fiz todas as revisões em ambos e está tudo bem tranquilo, bateria ainda inteira e sem problemas de ignição, etc.
    Na minha experiência pessoal, o Onix é um projeto muito melhor que o Gol, salvo os cuidados preventivos, tem sido só por combustível e andar. O Gol já deu alguns problemas.

  • Mauro Banqueiro

    Mini Polo

  • Xandy Paiva

    Gente cuidado, vcs podem ser processados pelos fanboys VW…kkkk.
    Uma vez critiquei aqui e quase apanhei kkkk.
    Eles devem estar se remoendo, mas fazer o que, contra fatos, não existem argumentos.

    • Erivelton Freitas

      Fanboys da VW e Toyota são uns cuzões! Oh povo insuportável!!!

    • Ernesto

      Creio que fanboy de qualquer montadora seja assim.

      • Xandy Paiva

        Então, na verdade parece torcedor de futebol fanático, que fica brigando e coisa e tal.
        Eu gosto de carro, tenho minhas preferências, mas defender uma marca com unhas e dentes, como se fosse alguém da minha família, nem ferrando.
        Não estão me dando nada pra isso….enfim ….

  • Pedro Henrique

    E o para-choque dianteiro que abre as laterais, não é um defeito? Rsrs

  • Jok Jok

    Com tantas reclamações, que duram decadas, nunca entendi porque a vw nunca melhorou os barulhos (grilos) internos que o gol possuem. Já tive um G6 e era uma infestação! Outros carros, até mesmo os mais antigos, não faziam tanto barulho. Teimosia ou incompetência?

  • Hoffmann

    VW brasileiro e falta de qualidade, nada novo sob o sol.
    Falando nisso, nos fóruns e grupos nas redes sociais começam a pipocar problemas do Polo.

    • Cesar

      Mas já? E qual estão sendo os problemas mais comuns?

      • Hoffmann

        Barulhos de todo o tipo, desde no acabamento, tampa da mala e até no acionamento dos freios, suspensão e caixa de direção, peças do interior quebrando, etc…são tantos que fica difícil até elencar aqui. Dá uma pesquisada no Google “novo polo problemas” que de resultado vem diversas reclamações no Reclame Aqui e até vídeos de proprietários insatisfeitos no YouTube.

  • Ricardo

    Gol é passado da VW , faz parte da época das carroças BR , então por mais que tenha melhorado , ainda tem muito dos defeitos do projeto antigo , quem quer carro bom da VW , tem que ir de Up , Polo ou Virtus , esses sim modernos e já com um novo padrão de qualidade . Gol só melhora realmente se for refeito do zero .

  • Gines Henrique

    Matéria excelente! Muitos optam pela compra do gol por conta do custo benefício, e quando se fala em custo benefício temos o conceito de um bom produto por um preço reduzido. Ao contrário do que é apresentado pelo mercado automobilístico brasileiro produtos caros e com materiais de qualidade duvidosa, e por conta desta falta de respeito com o consumidor alguns funcionários das montadoras também não se sentem na responsabilidade de montar os veículos da forma correta. Comprei um G6 0km e levei à concessionária 12 vezes para resolver problemas de montagem e de peças defeituosas (e outras peças que foram danificadas pela concessionária dentre as diversas tentativas de resolver o problema). Em suma, se passaram 4 anos e os problemas persistem!

  • REDDINGTON

    Já foi um campeão…hoje já era. E pra fazer um novo gol do “zero” custaria caro. RIP Gol

  • Cesar

    Faço uso frequente de carros de locadoras na categoria onde esta o Gol. Para mim ele fica a frente apenas do UNO, pois todos os outros são melhores (Ká, Sandero, HB20, Onix, March e Etios).

    • Unknown

      Perfeito!

    • Wellington Myph13

      Eu já considero acima do March também…

  • Mario

    Esse dinossauro, já deveria ter saído de campo há anos.

  • Samluzbh

    Todo mundo reclama e fala mal do Gol, mas se fosse vendido a R$34.990,00, com kit dignidade, (que ainda é caro) venderia mais que pão quente!

    • Mario

      Pois é. Só que o ‘se’ não entra em campo.

  • fredggp .

    Acrescentaria o problema crônico dos vidro elétricos (incluindo aí o Fox, Voyage e a Saveiro). Com três, quatro anos os cabos de aço toram, mesmo até de vidros que são poucos abertos, como os traseiros. Tive problemas também com os sensores do ABS, apesar de made in Germany troquei três dos quatro (R$ 380 cada, lá fora 8 Euros)….

    • Luciano RC

      Olha… eu já tive esse problema nos cabos em vários carros. Linha Chevrolet (Vectra/Zafira) era mestre em dar esses problemas. Os rebites estouram e a maquina cai quando o cabo ainda está bom.

      • fredggp .

        É exatamente neste ponto mesmo Luciano. Agora dos da Honda não quebram (tive 2, um com 11 anos e o outro com 6 anos)…

        • Unknown

          Honda e Toyota são acima da média, no quesito durabilidade das peças!

        • Luciano RC

          O meu já quebrou… kkkkk. Do passageiro.

      • fredggp .

        E também quem eu conhecia que tinha um Fox, já tinha trocado a droga do engenho (350 na autorizada, sem o motor elétrico que se aproveita o original). Depois que peguei a manha levei para um cara mestre em consertos e deixa tudo original, só não o cabo obviamente.

        • Luciano RC

          Tem lugares especializados em cuidar disso… todo vidro elétrico da problema… infelizmente.

    • Mario

      Verdade!! Tive um Fox, onde tive que trocar duas vezes. Além da barulheira.

  • Fabio Gambela

    Tenho um Gol G6 2013 com atualmente 50 mil rodados, com os puxadores internos das portas completamente descascados, com as saídas de ar todas quebradas pq são muito frágeis. Tive que trocar o cilindro mestre do freio com 38 mil rodados ( carro ficou sem freio), com 39 mil o carro de problema no alternador que ocasionou o estouro da bateria, problemas inaceitáveis na minha opinião. Agora tem um som de coisa solta na coluna traseira direita do carro que ainda não resolvi. É, portanto, um produto de baixa qualidade.

  • Rafael Prado

    Tentei a 1° vez em 2010, e depois em 2012, com Gol power completos. Depois disso nunca mais comprei VW. Foram somas de problemas e o segundo foi o pior caso, só o painel foi retirado 8 vezes, trocado o cabeçote, correia dentada tudo com menos de 10 mil KM. Isso sem falar o acabamento de fazia muito barulho. Foram tão ruim que depois disso estou na FIAT, e pretendo ficar pois nunca tiveram nada. Prefiro meu uno Sporting 17/18 de hoje que qualquer VW, não troco nem pela aquela merda com nome melhor para enganar o povo chamada de POLO, que já tem varias reclamações e o motor!!! bela porcaria que bebe óleo.

    • Ernesto

      O motor do Polo não é o mesmo que do Gol Power. Inclusive, por falar em Gol Power, já tive com o mesmo motor e atualmente minha mulher tem um Fox com o mesmo motor que os seus supostos ex-carros somando 5 carros, todos tirados 0Km. Nunca tiveram problemas de consumo excessivo de óleo e muito menos tantos problemas como você descreveu que aconteceu. Creio que você teve um belo de um azar. Ou melhor, dois.

  • Deusdedith de Souza Alves Filh

    Não sei pq os usuários reclamam, vc compra um carro e a partir sua 2mil km vc tem uma verdadeira bateria de escola de samba tocando ao vivo… depois conheçam ruidos mais sérios!

  • Darlon Anacleto

    Sobre ruídos gerais, relato uma situação curiosa (não se trata do Gol): tenho um C4 e, no geral, tem poucos ruídos internos. O que pega é a suspensão chata. Mas o que me surpreende é que tenho amiga que possui um C3 Tendance com quase 100 mil km e, mesmo sendo um popular, o carro não tem um barulho interno sequer e a suspensão é muito mais macia (e silenciosa) que o C4. Talvez seja um caso isolado, mas fiquei surpreso.

  • Luiz Romeu

    carro-bomba

  • Fabão Rocky

    Alguém que já foi proprietário pode me relatar alguma experência do Gol rallye 2012?

  • HugoCT

    Meu G6 urban&sound é simplesmente fantástico, adorei o carro e hj trocar de carro sta dificil, pois um completo igual ele não vou achar por menos de 50 mil. Os defeitos apresentados foram (ate um ano de uso): Vidro eletrico traseiro parou de funcionar, o estofado veio com uma pequeno rasgo, bem pequeno, mas veio, ruido quando se esterça o carro em desnível – coisa que dura até hoje, e dizem ser caracterisitica do Gol. Hoje o carro está com 35.000 km e só alegria. Porem economico ele não é, na cidade com alcool faz em media 7,5 – 8,0 km/l, ja na gasolina pula para 12 km/L.

  • Marcelo Barbosa de Oliveira

    Trabalho com venda de peças e acessórios. Geralmente, realizamos a montagem dos componentes. Frequentemente, donos de Gol, seja ele qualquer modelo, reclamam do ruído insuportável no interior do veículo. Costumo dizer que ao adquirir um gol, você ganha de brinde, uma escola de samba. As fechaduras das portas, à partir do modelo g5 costumam dar defeitos nas travas elétricas. A solução, trocar a fechadura ou substituir o motor da trava elétrica da própria fechadura ou instalar um motor universal. Todos os elevadores de vidro, o kit de cabos em algum momento vai romper. O sistema de vidro elétrico costuma travar. Se ainda estiver na garantia, recomendamos procurar uma concessionária. Não estando, realizamos a reprogramação. Usualmente, um dos motores do vidro elétrico trava. Basta desmontar o forro da porta, sacar o motor, ativa-lo fora do lugar, depois reposiciona-lo. Normalmente, esses sao os defeitos do gol, Voyage e saveiro G5, G6 e G7 que chegam ate nós em busca de soluções. O bom disso tudo, se é que posso dizer assim, são problemas fáceis de resolver e com baixo custo.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email