EUA Manutenção Sedãs Volkswagen

Volkswagen Jetta 2001 atinge 800.000 km e motor estava em bom estado

vw-jetta-2001-800-000-km-1 Volkswagen Jetta 2001 atinge 800.000 km e motor estava em bom estado

No Brasil, a grande maioria dos proprietários de carros teria pesadelos ao olho o hodômetro de seu carro e perceber que ele já rodou 800.000 km! Mas no EUA, a nação automotiva, muitos donos rodam dezenas ou centenas de milhares de milhas como se fosse algo normal. E realmente é. Aqui, se não for taxista ou frotista, o dono de um carro é colecionador.



Não é difícil encontrar todo tipo de carro com milhagem suficiente para ir e voltar várias vezes à Lua, inclusive com alguns exemplares com um, dois ou até três milhões de milhas rodadas! No caso desse Volkswagen Jetta (Bora aqui) 2001 1.8 Turbo, o proprietário “só” rodou 500.000 milhas ou em torno de 800.000 km.

vw-jetta-2001-800-000-km-7 Volkswagen Jetta 2001 atinge 800.000 km e motor estava em bom estado

Depois de comemorar o feito com champanhe e tudo, Matt Marion levou sua “Apolo” ao Centro Técnico do Grupo VW em Auburn Hills, Michigan. O objetivo era desmontar o veículo inteiro e conferir seu estado real. Depois de voltar da Lua, o Volkswagen Jetta 2001 1.8 Turbo causou surpresa no diretor técnico da Audi, que estava no comando do desmonte. Ele ficou surpreso com o estado de conservação do bloco do motor e de sua limpeza.

Para ele, o motor poderia rodar mais 500.000 milhas, pois o estado de conservação estava acima da média. O técnico da Audi, Heinz Rothe, classificou o feito como “fantástico”, dizendo que não acreditaria se não soubesse a milhagem.

vw-jetta-2001-800-000-km-8 Volkswagen Jetta 2001 atinge 800.000 km e motor estava em bom estado

Matt Marion criou um blog para mostrar a evolução de seu Jetta até atingir a marca de 500.000 milhas. Agora, o Jetta vai virar retrato de parede, pois as peças serão vendidas. Algum tempo atrás, a própria VW procurou quem tinha o Golf diesel mais rodado da América. E encontrou um exemplar com mais de um milhão de milhas rodadas.

Galeria de fotos do desmonte do Volkswagen Jetta 2001 de 800.000 km rodados:

  • Landrutt

    Veio Logus foi em Bora. :p

    Quanto ao fato de rodar 800 mil km, será que algum modelo no Brasil consegue atingir tal feito sem precisar "fazer o motor"? Acho difícil.

    • jzinho10

      meu pai fez 305.000 km com o jetta 2.5, agora ele pegou um passat tsi ta desde o fim de dezembro e e um canhao

      • ASFER1982

        Na empresa que eu trabalho, tem uma Saveiro 1.6 2005 que está com 975.000 km e sem fazer nada de motor… mas toda troca de óleo eles usam o B12 e a cada 5 tanques cheios eles colocam aditivo no combustível. Mes que vem ela atingirá 1 milhão km rodados sem mexer no motor. Ah, em 2007 eles venderam uma 1999 com 1.150.000 km também sem fazer o motor…

        • Por mais incrível que possa parecer, meu pai, taxista, rodou com um Santana 1.8 AP 1998 durante 12 anos e fez retífica no cabeçote, troca de anéis de segmento e camisas com 700.000 km rodados.

          Detalhe: rodava no gás natural e usava Petrobrás Podium somente quando o gás acabava, quando ligava o carro e antes de desligar no fim do dia de trabalho.

      • João Paulo Krüger

        Opa. o Carro de seu pai, Jetta 2.5, apresentou alguns problemas no motor ou câmbio? Tenho um e já está com 112.000 km.

    • Hoosier 559

      Com a gasolina ótima que temos aqui, qualquer motor com mais de 200 mil km já pede retífica.

      • Geanmatheus

        Já ví Stradas com 300 mil km.
        Mas eu acho que os motores AP é que resistiriam 500 mil km.
        Sei lá…

        • Lord Krauser

          O meu AP está pra virar 260mil e é um 1999.

          • Del

            Tenho um AP com 300.000km na garagem, sem qualquer ruga. :-)

        • FSaccon

          A Fiorino 1992 do meu pai arriou com 440 Mkm sem ter aberto o motor. E olha que ele não cuidava direito dela.

      • Fábio Vicente

        E fora as crateras e lombadas que detonam até suspensão de Land Rover se bobear…

      • afonso200

        a nossa gasolina é um canhao. lixo, do lixo do mundo, e fora os aditivos do motor os oleos lubrificantes tambem são os restos da refinaria do petroleo….só utilizamos porcarias no brasil

      • frodinho

        Pois então… Meu pai em cerca de 2 anos e pouquinho fez 250 mil Km em cima de uma marea turbo… Retirada zero Km em 2004. O motor estava em perfeito estado de conservação considerando TODAS as peças, inclusive turbina e etc. a Km era feita basicamente na estrada e pouco rodava na cidade, praticamente nunca deixou a garagem para menos de 20Km. Hoje, a MT está com pouco mais de 300K Km e está uma legítima porcaria, pois passou a rodar muito na cidade, sendo de praxe ser usada para trechos de 1 ou 2Kms… Por isso sempre digo que carro de estrada, apesar da KM alta se conserva… (Até o escapamento da MT se manteve original durante os primeiros 250mil KM)

        • Alessandrex

          Bem lembrado. Uso severo.

        • JottaElle

          Confirmo isso. Eu confio mais em um carro que rodou em estradas (sem poeira) do que em carros de "garagem" que nunca atigem a temperatura ideal de trabalho do motor. Os motores de carros de estrada costumam durar mais de 500.000 km.

          • O problema é o mercado maluco que privilegia baixa km como sinônimo de tranquilidade. Eu tenho um Golf 2014, rodei 30.000 km em um ano, decidi trocar por um Jetta e o mercado paga 20.000 Reais a menos que a média porque está muito rodado, porém o meu uso de carro é praticamente vias expressas, sempre em velocidade constante por volta das 90 Km/h e revisões feitas normalmente. Ouvi de “especialistas” que a média aceitável para carro usado é de no máximo 10.000 Km por ano. Isso é ridículo. Comprar um carro para rodar 10.000 Km por ano não vale o investimento. Seria melhor não comprar o carro, não ter o custo de manutenção, impostos e seguro e andar de taxi!

    • diegogerman

      Tomo por exemplo o motor de um Fiesta 2002 que possuo (Zetec Rocam) na qual é projetado para rodar 350k (expansivel caso houver usinagem, ou retifica como achar melhor falar); O que se vê, e nos ferro-velhos com no máximo 150k… Triste realidade…

      • Archimedes

        Meu avô tinha um com 180mil, e tirando a bobina que sempre tava queimando por algum mal ajuste que não descobri qual era, tava perfeito! Rodando de boa, com médias ridiculamente economicas perto de 15km quando o velho dirigia, e uns 13km/l comigo no volante. De novo… com 180mil!, então acho que era um bom motor. (Ah… era 2001, monofuel)

      • Eugenissimo

        Acho que o problema é aquela peça volumosa que fica em frente ao volante.
        Exemplo: dias atrás fui atravessar uma rua na faixa de pedestres, quando um Tucson vindo a toda virou sem dar seta. Lógico que berrei o mais alto que pude para que o jumento usasse o pisca. Bem, o jumento de Tucson respondeu que o pisca estava quebrado…

        Maldita cultura de achar que manutenção é só pôr combustível e mandar o frentista medir o nível de óleo. Tem gente que nem sabe o que é alinhamento e balanceamento…

        • flaviomm

          É mesmo… e esse mesmo mané anda a 140 km/h… sem alinhamento, balanceamento… pneus carecas e freios e suspensão sem qualquer manutenção. Brasilzão do kct.

    • Wancast

      Aqui acho impossivel , olha com todo cuidado com muitozelo com o carro acho que no minimo uns 300mil chega.

    • marcosldesouza

      Tem muito carro aqui no Brasil que passou dos 300mil km sem retifica…só que os picaretas mudam a kilometragem para vender os carros…
      Um amigo meu ficou com um gol bola 95 que o pai dele usava desde 0km…
      o carro tava com mais de 430mil km sem ter feito retifica quando ele trocou o carro num punto.
      meses depois, por coincidencia, um conhecido comprou o carro num picareta…dos mais de 430 mil km que estavam marcados no hodometro, o carro marcava só 86 mil km…
      o pai dele até chegou a ligar para a volkswagen perguntando se eles nao queriam comprar o carro, fazer uma análise no motor ou algo assim e a resposta foi negativa…penso que seria uma ótima propaganda para a marca, comprar e apresentar um carro rodado assim, mostrando o quanto o motor é bom…
      quando comprei meu carro, ja pensei em fazer uma ótima kilometragem…quero ver até quanto ele aguenta…
      tá com 42 mil km em cerca de 18 meses….

      • Rods

        VWB não compra carro """velho"""… Ela vende….

      • Filipe_GTS

        Verdade, esses 171 sem vergonha baixam a km o tempo todo… Nunca dá pra saber a real de um carro usado, desses mais antigos…

      • JottaElle

        Este gol 95 deve ser GLi, pois o CLi tem hodômetro que zera de 100.000 km em 100.000 km, ou então tem um painel diferenciado.

    • Paulo_Aralde

      Meu avô chegou em 500 mil com um Monza 1.8 1984.

      • vini123456

        Temos um Palio 99 aqui em casa com motor 1.0 e já está com um pouco mais de 300 mil km rodados e ta super de boa e olha que ele é pau pra toda obra, já que sempre sobra pro coitado as tarefas mais difíceis que poupamos os outros…rsrs…mas qto a chegar aos 800 mil como chegou esse Bora creio que não seja possível, afinal nossa gasolina é uma "maravilha" né?! hehehe

        Obs: isso desse Palio nosso serve pra desmistificar que todo Fiat é uma bomba, muitos tem preconceito sem nunca ter possuído um, falo isso com propriedade, afinal já passaram aqui em casa nada menos que Tipo 16v, 2 Tempra 16 v, Marea 1.8 e 2.4 e nenhum apresentou nada de grave, apenas manutenção preventiva básica, na verdade é que o povo compra o carro, não faz manutenção e quer que dure…dai não dá né gente!!! rs

    • Filipe Augustus

      Meu pai fez 320 mil com uma Tempra SW, mais era Italiana e vendeu o carro em perfeitas condições ;)

    • KzR

      Vi uma S10 numa oficina com o motor fundido. Se não me engano era um MWM numa s10 modelo de ano ate 2000. O carro tinha andado mais de 400 mil Km, mas como era carro de empresa, e supondo os tipos dos "pilotos" que dirigiram o carro, achei que a marca foi até muito boa. Trocaram o motor e colocarm um MWM 2.8 novinho em folha.

    • Kravicz

      Meu ex-sócio rodou 490 mil km com um Lada Laika

      • vini_c_a

        Guerreiro!

      • DCald

        Tá contando o que andou de guincho? hehehe

    • Renato_Valente

      Existema vários Opalas aqui que conseguiram ir até mais além…

    • Cil

      Eu pretendo que meu carrinho dure tanto quanto, nem que no fim das contas ele vá para o desmanche. eheheeheheh

      No geral, no Brasil, muito difícil. Não sei qual o nível de cuidado que este dono deu ao seu carro, mas se depender…

      1) Da falta de manutenção que o consumidor submete seu carro (eu tenho um colega cuja irmã NUNCA levou o carro para fazer revisão… nem na garantia)
      2) Da falta de qualidade das nossas estradas e ruas, que acaba transformando qualquer 10 km de ida ao trabalho em "condições severas de uso"
      3) Da falta de qualidade de nossa gasoágua…

      Eu acho raridade que alguém consiga fazer essa façanha. Eu tenho um colega que, como viaja muito com seu Corolla, troca de óleo todo mês. Se todos tivessem esse mesmo cuidado.

      • Hoosier 559

        Um dos grandes problemas também é o preço absurdo das peças e mão de obra, que acaba pesando bastante no já apertado orçamento dos brasileiros. No fim das contas quém sempre se ferra é a gente mesmo, rsrs.

    • rafaellz

      Há três semanas atrás vendi um Voyage 94 1.6 AP com 792.000 km rodados sem nunca ter mexido no motor, e te digo, o motor estava impecável. Tenho uma oficina e posso afirmar isso hehe
      Foi uma tristeza ter que vendê-lo =/

    • DCald

      Tem varios casos de opala, omega, santana que como taxi chegaram brincando a essa km sem precisar de retifica

    • O meu carro um gol g4 2008 esta com 200,000 mil km e o motor esta ótimo olha não sei qual era o estado deste jetta mas quero saber se tem algum premio para esse caso que é o meu

  • satai700

    A Volkswagen sabe fazer motores. O meu Bora TDI tem quase 200.000 quilómetros e o motor está com uma saúde de por inveja em muitos carros novos.

    B)

    • AventadorMan

      tdi? vc nao mora no brasil né?

      • satai700

        Não, moro em Portugal.

        • Herumor_

          ta explicado hehehe

      • Tripa-Seca

        Os motores da VW são ruins, não é?

  • MajorAutomotivo

    APzão!!!
    kkkkkkkkk

    • Eugenissimo

      Pensar que esse 1.8T não dura quase nada com a má qualidade dos PROPRIETÁRIOS brasileiros…:(

      • Sias

        Principalmente….Pode fazer o carro mais resistente possível, um verdadeiro "carro de combate", se o proprietário não cuidar direito já era.

      • duhehe

        é .. aqui no br … 70 mil esse motor já esta todo estragado

        a galera usa o turbo para ''apavorar'' no transito .. ai da nisso !

        • danielGT

          Isso que eu ia falar, se fosse por essas bandas a conversa seria outra….juntando o povo brasileiro que acha que carro é só entrar, de vez em quando por gasolina e se aparecer pro vizinho/amigo/parente e o acido que vendem como combustivel não chegaria no estado que chegou nem a 10% desta quilometragem.

          • Sem contar que mesmo que o dono seja muito cuidadoso, ainda assim tem que usar por exemplo, a nossa "maravilhosa" gasolina e dependendo do local nem oleo e aditivos de qualidade se acha.

  • diegogerman

    De certo, dependendo do veiculo eles são projetados para algo em torno a isto mesmo… Sem contar que existe a possibilidade de retifica para dobrar a vida útil do motor! Ainda penso que a culpa dos altos valores dos carros brasileiros, é a ânsia que residem neles mesmos em trocar o seu carro a cada 2 anos, no momento em que o mesmo sequer rodou 1/10 para qual foi planejado… Se comprassem menos carros, a concorrência em adquirir expressividade nas vendas seria maior, e o preço, menor…!

    • Automarlon

      Concordo totalmente, Diego. O Preço dos veículos por aqui quem faz são ps pobres brasileiros que pensam em invejar o vizinho com novidades. Os pobres se acham ricos pelo fato de trocarem de carro todo ano e acabam ferrando com os preços, às custas de quase faltar comida na mesa.

  • JonathanAbud

    Não basta ser um motor bem feito pra chegar a essa marca. O país deve oferecer combustível de qualidade, as concessionarias profissionais altamente capacitados e instruidos para fazer apenas o serviço necessário no carro e, é claro, o dono tem que saber cuidar e saber o jeito que aquele carro foi feito pra dirigir.

    • Punto

      Sim, a gasolina faz TODA a diferença. Aliás, para esses motores rodarem bastante, basta gasolina boa, manutenção correta, andar na faixa ideal de giros do motor e temperatura amena.

  • fredklamt

    tive um Jetta igual a este quando morei nos EUA, mas o meu era 2003. Comprei com 50mil milhas e foi o melhor carro que tive, superando inclusive, meu Focus 2011 2.0…
    Esse motor com 180cv turbo, é um canhão!

    • KzR

      Deve ser o mesmo que equipou o Passat vendido por aqui, ano 2002 2004, por ai.

      • Stark

        Esse Motor 1.8 20V Turbo ainda é o que equipou os últimos Golf GTi.

  • Absinthe666

    aqui no Brasil com a ajuda da alcoolina e ''mexanicos'', juntamente com um mercado de peças com preços abusivos torna quase uma missão impossível um carro rodar tanto assim
    principalmente porque para o brasileiro que troca de carro todo ano, manutenção não existe.

    • diegogerman

      O que esta acontecendo no nosso mercado, é que carros com problemas um pouco mais trabalhosos estão sendo negados em css, e diversas oficinas…! Estão condenando produtos relativamente novos como insolúveis e inúteis transformando um serviço mais atento ser mais caro do que a troca por um novo!

  • GabrielR6

    Creio que carro brasileiro obviamente não roda 800 mil km… Ou é porque o carro é uma porcaria ou porque o combustível brasileiro é horrível :/

    • JonathanAbud

      Ou os dois, ou junta com o dono de carro porco, que acha que depois que compra o carro é só botar combustível e rodar.

    • Wancast

      Combustivel aqui no brasil não da mesmo , pra começar tem muito alcool na gasolina , ainda fora o que colocam por fora. Brasil o pais das palhaçadas , pessoal como disse antes parem de comprar e parem de abastecer que ai vamos começar a mudar as coisas por aqui.

    • Fábio Vicente

      E some isso à falta de preparo / má vontade de alguns mecânicos na hora de lidar com o carro e temos uma catástrofe certa!

    • Se fosse assim, taxista trocaria de carro todo ano… Já vi carros passando de 300 mil km numa boa, depende muito da manutenção e do cuidado do dono. A gasolina no Brasil é ruim, mas também não é feita de acido, é só abastecer em postos de confiança que o problema é praticamente resolvido.

    • rgmmelo

      Entrei num UNO de uma empresa publica Pernambucana e que estava marcando 600 mil Km, e tive notícia que ele rodou por mais, pelo menos um ano, então deve ter chegado fácil aos 800 mil

  • paranaiba

    meu pai tinha um Voyage 90 tirado 0KM que rodou até 2008 550 mil kms sem retifica, motor CHT 1.6 76 CVS, mas ele ja demonstrava sinais de que precisava de uma retifica, o importante é cuidar bem, mas com a nossa gasolina misturada e batizada de nada adianta tambem.

    Detalhe importantissimo: 90% rodados em rodovia

  • anderson_sp

    Tem um camarada meu com um Fiestinha 2003 Rocam e está com 280 mil KM e o mecânico falou que o motor tá tinindo, nunca fez motor nem nada, o antigo dono era um tiozinho que usava o carro pra trampar, esse posso comprovar que eu ví, mas infelizmente não são todos que chegam a altas KM, tem gente que a única coisa que faz com carro é colocar combustível e ainda por cima do pior, depois quer falar que o carro não presta.

  • Corvo

    Isso só nos Estados Unidos que a gasolina é boa. Ouvi histórias no Uruguai de Mercedes-Benz taxi (os que estão no aeroporto) com 1 milhão 200 mil km sem fazer nada (só estragou bomba de água com 1 milhão), mas igual que em EUA, a gasolina é de boa qualidade. Esse mesmo motor aqui não aguentaria nem 300 mil km. Aqui os taxistas não aguentam mais de 300-400 mil km que o motor vai embora

    • Castle_Bravo

      E isso que eles não usam gasolina, a maioria se não todos são no GNV.

      • Corvo

        Os que falei do Uruguai são diesel

  • arianoneves

    Simples, manutenção periódica, troca de óleo sempre no prazo, ou até antes, saber guiar, não ultrapassar 2.000 giros antes do motor esquentar para que o óleo atinja sua melhor temperatura, evitar altos giros e forçar muito em baixas (conhecer a curva de torque do motor e andar sempre na melhor faixa) e claro combustível de qualidade (aí estamos mal), desse jeito dura!

  • Summers_Viper

    E tem gente que fala que só os "Subaru's" da vida alcançam essa kilometragem…….

    • luidhi

      Não alcança, passa fácil. Civic também.

      Qualquer retífica hoje com CNC tem tecnologia para fazer um motor decente. O problema é querer economizar 10 real no óleo e colocar um porcaria trocado no vácuo e rodar 20 mil km com gasolina batizada.

      Aí nem um tanque de guerra aguenta.

      • flaviomm

        Acura Legend 1994!!!! 800.000 kms.

        Digite o texto aqui![youtube lwi1ut_PZ4s http://www.youtube.com/watch?v=lwi1ut_PZ4s youtube]

      • Summers_Viper

        Que passa eu sei, mas me refiro ao mito criado pelo nosso povo, em achar que exclusivamente os "Subaru's" da vida possam chegar tão longe, o que não é verdade, e um dos fatores pra isso ocorrer, vc mesmo mencionou, basta fazer a manutenção adequada e usar gasolina boa (ok, esse último quesito, tem que haver uma mudança de país para tal, mas enfim, vc me entendeu rs).

  • mottervictor

    O Alexandre da High torque que iria ficar maravilhado com o estado desse motor :p

  • jpmocellin

    Pra comprovar que carro turbo é tão resistente quanto carro aspirado. E para comprovar também que o motor do Marea não era problemático por ser 20 válvulas, mas sim pela falta de cuidado dos donos.

  • YoOdEx

    Já taxistas falarem que rodou 500mil no AP do Santana e no 2.0 da Chevrolet..

    O que eu já vi de perto ao máximo, foi meu pai que rodou 192 mil km num Astra GL 1.8 2001. O motor rodava normal, como se tivesse com 50 mil.. absolutamente normal. Trocou porque já estava passando da hora.. Pegou outro Astra, porem 2.0 e rodou 128 mil.. também nada demais.

  • JeraDF

    nos eua tá cheio de picapes com 1 milhão de milhas…..1.600.000km! seja diesel ou gasolina.
    teve uma noticia de um new civic….645milkm.

    mas vejam como q usar gasolina boa, dá diferença….as valvulas estão limpas! aqui no brasil, até com etanol ficam carbonizadas…..

    • Castle_Bravo

      Desde de 1995 a gasolina americana só pode ser vendida aditivada, ajuda e muito a não carbonizar.

  • PauloPGomes

    Qualquer motor bem cuidado pode atingir isso, tudo depende do uso, da qualidade do combustivel, de manutenções periodicas rcorretas, oleos corretos, temperatura de funcionamento correta.
    Mas ainda acredito no poderio dos Boxers, por conta da quase ausência de atrito entre as partes móveis.

    • Tripa-Seca

      Porque os boxers teriam menos atrito?

  • exmarujo

    Bom combustível, manutenção feita a tempo e horas e um bom óleo sintético e pronto.

  • Sias

    Na minha mão a maior quilometragem de um motor foi 120mil km, era um AP 1.8, e com saúde de 0km. A D20 do meu pai já está com 300mil, é uma 96 com motor Maxion 4.0.

  • Caio_Ferrari

    Claro que alcança essa km no brasil.

    Mas brasileiro é milhonário e troca de carro a cada 50mil km.

  • Cassianoccm

    das 5 válvulas, 3 são de admissão?

    • Stark

      Também tenho a dúvida…

      • Tripa-Seca

        Nos Audi eram…

  • awsd21

    Já conheci dono de Veraneio gasolina 4.1 que rodou mais 700.000km…e dono de D20 Perkins que também rodou mais 750.000Km!

  • Wancast

    Também acredito nos motores boxers , mais acredito que uma evolução tremenda para a duragem dos motores no brasil seria, diminuir a quantidade de álcool, e não ter esta palhaçada de adulteração nos nossos combustíveis. como sempre falo pessoal parem de comprar carros , parem de abastecer que ai começaremos a mudança.

  • garciapepe22

    Meu pai disse que motores de Opala, não raramente viravam 1milhão nas mãos de pracistas.

  • PONCIO PILATOS

    com nossas estradas, nossas alcoolinas, e nossas honestas CSS??? nem f%@%¨@¨dendo….

  • luidhi

    Aliás, encosta esse motor em qualquer mexânico por aqui que vão falar que é uma porcaria.

    Outra vítima de maus proprietários e mexânicos foram o fivetech e o zetec 1.4, dois ótimos motores.

    Brasileiro tem que andar com motor com comando no bloco pra deixar de ser trouxa.

    • PedroGeraldes

      O 4cc 1.8 20V já tem fama de ruim no Brasil. Comum em carros Audi e VW de alto nível como, A3, A4, Golf GTI e Passat, esses carros caíram nas mão dos manolos que adoram um óleo mineral e uma gasolina adulterada. O resultado você já sabe.

  • CharlesAle

    Se esse motorista usar um produto chamado molikote,lá os americanos chamam de molly,é dai pra mais….os carros duram menos no Brasil por vários motivos,o primeiro é a manutenção,muitas vezes péssima,tanto de proprietários,como de mecãnicos,e depois vem a gasolina,péssima,que "suja"demais o óleo do motor,afetanto a lubrificação e durabilidade do motor,até as ruas esburacadas,caracteristica do nosso País"estragam"o carro bem precocemente,tem carro que tá com motor bom,mas já bate todo,dando um mal aspecto ao veiculo,e por tabela baixo valor,e o baixo valor leva a péssima manutenção,mas se o dono for zeloso,consegue essas altas quilometragens,há taxistas que conseguiram até 700 mil rodados em opalas,um dos segredo,que eu usava quando gerenciava frotas,era usar o que citei,o molikote A2,usava lá na empresa e uso no meu carro sem problema,é muito usado por quem tem carro turbo também,preparadores etc……..

  • Autarquia

    Se meu carro chegar aos 80.000 km sem dar problema eu já fico satisfeito.

    • Landrutt

      Eu também, alguns não chegam nem aos 8 mil rodados sem dar bicheira…

  • oliveirajc

    Um dos segredinhos: toda gasolina vendida nos EUA são aditivadas faz décadas. E algumas, mesmo sendo comum, são Top Tier, com uma aditivação ainda maior, exigida, por exemplo, por VW e Honda.

    Já aqui no Brasil, os "apaixonados por carros" ainda relutam em usá-la, e até fabricantes, como a Honda, que lá exige Top Tier, proibia até pouco tempo atrás usar aditivada.

    • PedroGeraldes

      Outra informação que tive é que o nível de aditivos sobe junto com a octanagem da gasolina, ou seja, uma gasolina mais cara ou como eles dizem "premium" não só possui maior resistência a detonação como protege melhor o motor.

      • oliveirajc

        Como disse acima, existe até gasolina comum com aditivação Top Tier. Maior octanagem não significa que aplicam mais aditivação, acho que essa informação não procede.

    • 3ic

      Tb no brasil a aditivana em 90 % dos postos é uma mistura de gasolina comum com aditivos nada honestos ( batizada)

      • oliveirajc

        Quem vende aditivo pra gasolina dos postos bandeira branca geralmente é a Chevron. Pra saber se é aditivada mesmo é só ver a cor, pois juno com o aditivo vai o corante, aí ela fica verde. O aditivo é colocado no próprio caminhão tanque quando sai da distribuidora. O que chamam de gasolina batizada é quando há produtos que não compoem a gasolina: mais álcool que o normal, solventes baratos, etc

  • mho

    Se a Podium não fosse tão cara, acredito que teríamos vários carros com esta km sem fazer motor.

  • Rods

    No Br é difícil… Porque não podemos confiar no posto e sua gasol, nos mexânicos e nem nas CC's que inventam serviços… Ou os fazem pelas coxas…

  • Castle_Bravo

    Alguns carros americanos exigem a Premium mas não vejo onde isso pode alterar a durabilidade… =/

    E sim, desde o Clean Air Act de 1995 toda a gasolina americana só pode ser vendida se houver detergentes (aditivação) na mesma, aqui o povo em sua maioria para economizar uns centavos vai só de gasolina comum, depois reclama de carbonização no motor, compra a mais barata, depois reclama que levou porcaria.

    • oliveirajc

      A gasolina de mais baixa octanagem lá pode ter até aditivação até mesmo Top Tier. Não tem nada haver octanagem com aditivação para limpeza.

      • Castle_Bravo

        Desculpa, sempre associei a Top Tier à "Premium" (alta octanagem), nunca à "Regular", sei que não há relação entre uma coisa e outra, de qualquer forma, mesmo lá nos EUA não há um consenso se os detergentes mais fortes dela realmente fazem alguma diferença em carros comuns, mesmo ela sendo recomendada por alguns fabricantes.

        • oliveirajc

          O consenso é tão grande que gasolina comum é aditivada por lei faz tempo. Até na Argentina é assim, aqui só em 2014.

          • Castle_Bravo

            Não foi isso que quis dizer, serei mais direto, não há um consenso se há necessidade de tanto detergente quanto existe na Top Tier, não sobre gasolina e aditivação em geral.

    • 3ic

      Ai que entra a mágica do carro flex q muitos metem o pau. o alcool descarboniza a criança

  • Filipe_GTS

    História mal contada. No mínimo já trocou a turbina 2 vezes e retificou o motor 1 vez…

    • 3ic

      não é não, le o que comentei abaixo. tem coisa q vc fica "bolado" mas é verdade. abraço

  • Renan21

    Conheço um palio 2003 1.0 . Ja rodou 300.000 km
    Tinhamos um civic 2004 que rodou 200.000 km e juro que so foi trocado o essencial (pastilha de freio, pneus, bateria, etc). Nunca deu problema, foi o melhor carro que tivemos.

  • vynycyus

    E o câmbio automático como ficou???

    • Stark

      Verdade, também curioso pra saber como o Câmbio AT ficou todo esse tempo…

  • KzR

    Desmontou o carro? Eu teria andado mais para ver se ele aguentava mais. Bem… eu poderia pensar a respeito.

  • O_Corsario

    Não digo que chegue a tanto, mas com certeza usar gasolina aditivada e fazer manutenção sempre no prazo pode ajudar muito a alcançar altas quilometragens.

  • HSFort

    Desde quando comprei meu carro há quase dois meses, estou acostumando a rodar apenas com "gasolina" aditivada e irei manter o motor com óleo 5W30 até aonde posso, trocando a cada 5000km.
    Vamos ver até onde ele pode chegar.

    • 3ic

      tirando a gasosa aditivada ( não colocava no meu, pode ser que até melhore se realente o posto não for picareta..rs) vai longe. pelo menos meu monza segui essa receita de oleo mineral , está com seus 200 mil km e nenhum sinal de retífica

      • HSFort

        Peguei ele zero km. Desde quando saiu da loja que abasteço no mesmo posto que considero regular na qualidade do combustível. Regular que eu digo seria "o melhor de todos" já que a lixolina do brasil além de ser carissima, é a pior do mundo.

      • Castle_Bravo

        Como já disseram, peça para ver o combustível, a gasolina aditivada possui coloração diferente da comum.

  • duhehe

    Meu avo andandou 200.000 milhas com uma chevy silverado 1995.

    Vi um corolla 2004 de empresa ( pessoal usava o carro para vir de curitiba para sp 2x por semana) com 300.000 km, impecável.

  • 3ic

    conheço tres casos que os carros não fizeram o motor: dois que eu presenciei e poderia confirmar ( taxis) e um que apenas escutei ( ambulancia). Um é um corsa sedan com 587 mil km rodados e outro um zafira com 679 mil km rodados. O que escutei é uma ambulancia ipanema com 850 mil rodados de são paulo. A noticia se espalhou pois a GM quis comprar o carro para estudar o feito na época. Agora, se esse ultimo caso é verdade não sei, alguem poderia confirmar?

    • Hoosier 559

      Não duvido nada, pois esses motores powertech duram muito mesmo. Agora, se for o VHC ele têm a vida útil bem reduzida devido a trabalhar mais forçado.

  • Herumor_

    lá dura mesmo pois propriotarios não colocam oleo de origem vagabunda e usam o carro corretamente e não querendo da pau em qualquer um porque é um apezaum turbo (treskilimei) mano! ¬¬

  • klendatu

    Meu velho morava a 100km do local de trabalho e trabalhava num área grande(campo de petroleo no Rio Grande do Norte) rodou 450mil KM numa Blazer 4.3 98 e o dono seguinte(um conhecido) rodou mais uns 200mil antes de dar PT nela e o motor ainda estava bom. Detalhe que ela foi convertida pra GNV quando tinha uns 100.000km.

  • di zazzo

    Tenho um Fiat Tipo que está com 250.000Km e começou um pequeno vazamento de óleo na junta do cabeçote e já está na oficina e aberto, agora vou aproveitar que está aberto mesmo e dar um tapinha no cabeçote e por um comandinho mais bravo, já que abriu vou apelar…;-)

  • mademg

    Não sei a veracidade, mas já ouvi dizer que uma Caravan ambulância, da prefeitura de Três Corações, aos 700.000 Km ainda não havia aberto motor…tudo é o tipo e cuidado na utilização!

  • marceloduart3

    Tenho um uno Way 2011, ja rodei mais de 180.000 km rsrsrsr

    • DCald

      meus pesames! hahaha…

  • Mc_

    Uhum… põem esse Jetta pra rodar aqui, quero ver quanto tempo dura

  • fabioalisson

    Não sou fã número 1 de VW, mas reconheço o mérito desse motor VW/Audi, que sempre achei muito bom. Durável e tem ótima relação consumo/desempenho.

  • pauloreis

    Simples, com a qualidade da gasolina, estradas impecáveis, óleos dos melhores sintéticos possíveis, manutenção perfeita, como mostrado aqui em um vídeo de uma oficina nos EUA no NA a pouco tempo, onde aproveitam a mão de obra, enfim, é bem provável que os motores lá passam dos 1 milhão de milhas rodados com frequência…. Aqui, não condições reais do Brasil, mesmo nas melhores situações, para esses carros de 4 cilindros, acho difícil… Quando você pega um 6 caneco, diesel, V6 e superiores, eles, fatalmente, teem uma construção mais robusta… enquanto que o de 4 cilindros básicos ou "globais" que vemos por ai, não duvido que eles ainda reduzem custos aqui, pra aumentar a margem de lucro =) Eita paísinho…

  • Adriano_Silva

    Quero vê é o novo Gol conseguir essa façanha rsrsrsrsrsr

  • marcos3000

    a diferença é: USA – "óleo melhor", "gasolina muito melhor", e "manutenção barata", agora no braçiççiççiç: "óleo pior", "gasolina pior" "se brinca e a pior do mundo" e "manutenção mais cara do mundo", fora as próprias carroças que nem preciso falar.

  • Pedro_Rocha

    Meu pai uma vez viu um Gol caixote 1000 (escrito na cor laranja) a álcool numa Prefeitura do interior com mais de 220.000km. Considerando que era um carro de frota e que pegava estradas de chão, nada mal essa marca.

  • v_vinicius_v

    Estranho essa quilometragem tão redonda, adulterar o hodômetro não é tão incomum. Será que ele não teria trapaceado ?

  • dncmotors

    Engenharia Alemã e nada mais.

    Eu já fiz manutenção em um Santana com 460.000km rodados sem abrir o motor para nada, o ruído do motor era original, assim como a potência e outros testes realizados.

    Não me levem a mal, mas duvido algum dono de carro de outras marcas rodar tanto como se roda com veículos das seguintes montadoras.

    Volkswagen
    Audi
    BMW
    Mercedes-Benz
    GM e suas submarcas
    Honda
    Toyota
    Nissan-Renault

    • Hoosier 559

      Realmente, a Alemanha passou por muitas dificuldades em tempo de guerras (1ª e 2ª), o que demandava a construção de carros que durassem muito. Por isso que a cada 10 carros que duram muito, 8 são de engenharia alemã (tirando Honda e Toyota).

  • magaofht

    Como consumidor digo: Nos como fomos abencoados com o "Kit-Desgraca" que inclui ruas esburacadas, combustivel e mecanicas de pessima qualidade, carencia de peças de alta duracao na montagem dos carros, entre varios outros fatores, fica dificil quebrar o costume brasileiro de trocar de carro de 2 em 2 anos. ainda mais quando dependendo do carro, mal alcancou seus primeiros 10mil km rodados, e os defeitos aparecem, isso quando ja nao saem de fabrica problematicos. realmente chega a ser um desafio manter um carro com uma alta km assim no nosso pais.

  • Louis

    Nossa, pro meu carro chegar nesta Km, vou ter que rodar 10x o que ele tem hoje kkkkkkk

    Mas pretendo ficar com o meu até ele passar dos 150 mil km, isso é certeza!

  • HenriqueHJ

    eu acho que qualquer motor com manutenção e troca de oleo corretas ele vai pra 500 mil km sem problemas.
    o que mata geralmente no brasil são a suspensão e caixa de direção por causa da buraqueira sem fim.

    nesse ultimo fds na viagem que eu fiz, quando estava voltando na av. brasil entrando na via que vai pra leopoldina. PO, no meio da pista de entrada tem uma buraqueira enorme e como tava no onibus do lado tive que passar em cima da buraqueira. ai fica dificil. as vezes tem muito remendo nas rodovias e são remendo é da pior especie as que deixam lombadas, tem tanto remendo que parece trecho com lombada infinita.

    nenhum carro meu eu tive problemas no motor, mas suspensão toda hora, a que mais durou foi um golf. de resto na casa dos 40 a 80 k km as css ja falavam que tinha que trocar.

  • feu

    minha irma tem um civic 2000 nos EUA com mais de 500 mil milhas tb.. ela não troca pq não precisa… e eu não me conformo, pq carro lá é barato demais!

    • Caio_Ferrari

      É exatamente por causa dessa mentalidade da sua irmã e dos americanos que o carro lá é barato demais.

      • Castle_Bravo

        Na verdade é o contrário,é a alta demanda, alta escala de produção e mercado aberto é o que torna um produto mais barato, compare a idade média da frota deles com a nossa, e quantos carros há por família nos EUA.

        • DCald

          Na verdade, lá carro é barato por 2 motivos:
          1º – Concorrencia absurda
          2º – Se o carro que vc oferecer não for melhor que o que a pessoa já tem, ela não troca… dai, carros melhores e baratos para atrair os consumidores…

          • Castle_Bravo

            Mas sem massificação da produção e vendas conseguidas via consumismo, não há redução de preços também.

            • DCald

              Não!
              Quando é resultado de consumismo, o preço aumenta e a qualidade cai!… redução de preço vem com compras conscientes!

              Quando o cara compra conscientemente, dai o preço cai para tornar o produto uma "compra consciente"… e a demanda aumenta!

              • Castle_Bravo

                A escala de produção amortiza os custos, aliada à concorrência baixam os preços, por "compra consciente" estaríamos andando de Fuscas até hoje, comprando um ou dois carros para toda nossa vida. :)

                A emoção e compra por impulso é o que faz hoje produtos extremamente caros e difíceis de produzirem terem custos acessíveis a maior parte da população, inclua-se aí os carros.

                Esta lógica só não funciona muito bem com esta aberração de capitalismo que temos no Brasil.

                • DCald

                  Calma lá! Não confunda compra consciente com comprar velharia!

                  Compra consciente é vc comprar o que melhor lhe atende com o menor preço… Logo, o fusca e o gol (seu sucessor) seriam muito melhores e muito mais baratos!

                  A logica é a seguinte:
                  – Eu preciso de um carro para levar minha familia e bagagem… quero o conforto de ar condicionado, direcao hidraulica, etc.. e tambem tenho um padrao minimo de desempenho aceitavel.
                  – Pronto, achei o carro mais barato que atende minha necessidade e o comprei. < Compra consciente.

                  Dai o cara só vai trocar de carro qdo: 1 – mudar a necessidade; 2 – o carro ficar muito velho e deixar de ser confiavel; 3 – qdo aparecer uma opção melhor…

                  Bom, mudar a necessidade é trabalho dos marketeiros, que mexem com o emocional e "criam necessidades"… pra quem é frio e calculista, isso não faz efeito, e o cara só vai ter uma nova necessidade se mudar para um sitio ou tiver mais filhos.
                  O carro ficar velho e deixar de ser confiavel é tarefa para a turma da engenharia e a obsolecencia programada (mas é uma estrategia arriscada… se o carro durar pouco, o consumidor consciente migra pra concorrencia)…
                  Por fim, os fabricantes podem agir diretamente no 3º item, oferecendo um produto atrativo e superior (p. ex. mais economico, mais seguro, mais confiavel ou com mais equipamentos de conforto)…

                  Com consumidores conscientes, teriamos carros melhores e mais acessiveis… isso aconteceu na europa! Onde as pessoas só trocam o carro se oferecerem um muito melhor ou depois de 10 anos qdo tem beneficios do governo para trocar de carro… alem disso, lá o governo cobra os impostos ao contrario daqui… qto mais velho o carro, mais paga imposto e seguro, tornando mais economico vc trocar por um 0km…

  • carburador446

    esse motor e audi 2 comandos e 5 v por cilindro, não e um ap de vw brasil

  • SIRFERNANDES

    que lindo!! enquanto isso, no braçil il il, a fuskwagen faz golzinho e voyage q pipocam o motor com menos de quatro mil km rodados… kkkkk

  • 3dimensional

    Esse mesmo motor foi fabricado aqui no Brasil até recentemente.
    Era exportado e também equipava o Golf GTI e A3 turbo, até que saíram de linha devido à nova norma de emissões de poluentes.
    O do meu carro está com 144.000 e parece perfeito! Sempre imaginei que durariam muito, mas 800 mil km superou as expectativas em 1000%!
    Notícia boa!

  • 3dimensional

    Ah e antes que eu me esqueça, HATERS GONNA HAAAAAAAAAATE!
    kkkkkkkkk

  • Carlos Feitoza

    Tenho um Honda Civic 1999 pretão, o Obama. Está com 200.000 km e com uma saúde de ferro. Todos os mecânicos quando vão fazer a manutenção ficam impressionados com o motor e o estado dele. Aceleração perfeita, roda macio e sem barulhos. Já vi carros com 60.000 km muito piores que o meu. Não baixa uma gota de óleo, tudo funcionanado e ar gelando. Não dá defeito. Há gente que diz que o carro é 2006 ou mais novo (kkkkk, não conhecem os modelos). Porém, trato à pão-de-ló. Manutenção preventiva à risca. Óleo fino (por incrível que pareça) 10w30 Castrol Magnatec. Não tem vazamentos. Dirijo com cuidado. Não uso galolina aditivada. Troco todos os líquidos, filtros e velas a cada 20.000 km, menos óleo da transmissão e correias, que troco a cada 40.000. Antecipo manutenções do manual. O carro tá uma tetéia. Não pretendo trocar.

  • Rodrigo Gil

    O mais rodado que já vi até hoje foi um Renault Clio que estava na concessionária fazendo revisão, era de uma empresa e estava com 400 mil, mas segundo o chefe de oficina, a empresa era super cuidadosa com a frota deles e este Clio era só em estrada. Eu mesmo tive um Clio 1.0 8V que rodou até 150 mil, comprei com 86 mil, mas com todas as revisões feitas e o máximo que troquei foi: cabo de vela aos 100 mil, bomba d’agua com 120 mil e jogo de amortecedores com 140, depois foi vendido e vez ou outra cruzo com ele pela cidade. Não foi o único que passou de 100 mil na minha mão, tive um Gol 1.0 GII 2003 que chegou nos 116 mil, mas já com vazamento de água na bomba e começando a queimar óleo.

    Acho que muitos carros são capazes de bater mais de 200 ou 300 mil, mas depende de inúmeros fatores e no Brasil criou-se várias “verdades” e o povo ainda acredita. Tenho certeza que o Gol que vendi o estacionamento deve ter baixado a km e vendido como “estado de novo”, só tinha essa km porque era usado em viagens de trabalho.

  • JOTA PE

    meu uno elx 94 gasolina esta com 806 000 km rodados nao sei dizer se ja fizeram motor ou não pois ja teve muitos donos , esta comigo desde 2008

  • Luis Eduardo Assunçao

    Meu pai conseguiu 370mil em um palio 1.0 2008 entre 2008 e 2012… E o motor foi pro pau depois de ele rodar 1 semana com a luz de óleo acesa….👌

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend