*Destaque Esportivos EUA Sedãs Volkswagen

Volkswagen Passat GT tem VR6 3.6 de 280 cv e parte de US$ 29.090 nos EUA

vw-passat-gt-2019-1 Volkswagen Passat GT tem VR6 3.6 de 280 cv e parte de US$ 29.090 nos EUA

A Volkswagen oficializou nos EUA o Passat GT 2019. A versão esportiva do sedã médio feito em Chattanooga, Tennessee, chega com 20 modificações estéticas e o mais importante, um acréscimo em desempenho que só poderia vir de um motor mais possante que o EA888 2.0 TSI que equipa as demais versões do modelo.

No visual, o que já foi visto permanece. O Volkswagen Passat GT 2019 vem com frente dotada de faróis duplos de LED com LEDs diurnos e luzes de posição integradas. Além disso, as lentes apresentam um friso vermelho que às une, passando sobre a parte superior da grade, que tem grelha personalizada e em preto brilhante, bem como outro friso vermelho na base. As letras “GT” estão bem estampadas no conjunto.

vw-passat-gt-2019-1 Volkswagen Passat GT tem VR6 3.6 de 280 cv e parte de US$ 29.090 nos EUA

O Volkswagen Passat GT 2019 também aparece com um para-choque esportivo, dotado de vincos salientes nas laterais, semelhantes aos do Golf GTI, por exemplo, além de grade inferior com o mesmo estilo da principal. O conjunto tem um spoiler discreto. Nas laterais, um aplique com as letras GT fica junto às portas dianteiras, enquanto as rodas de liga leve Tornado têm aros 19 polegadas. Os discos de freio possuem pinças vermelhas, “reminiscente do Golf GTI”.

O teto é pintado em preto brilhante, assim como os retrovisores e as colunas B. Há também um friso preto que vai até a traseira, onde as lanternas possuem lentes escurecidas. A tampa do porta-malas tem um pequeno defletor de ar preto. O para-choque apresenta duas saídas de escape achatadas e cromadas. Nada de VR6 ou volume do motor na descrição da versão, apenas GT. Além disso, o Volkswagen Passat GT 2019 oferece suspensão com calibragem esportiva, reforçando a proposta da versão.

vw-passat-gt-2019-1 Volkswagen Passat GT tem VR6 3.6 de 280 cv e parte de US$ 29.090 nos EUA

Apesar da proposta esportiva do Volkswagen Passat GT 2019, o interior é sóbrio. O volante tem até fundo chato e couro com costura contrastante, mas o ambiente passa longe de ter detalhes em vermelho ou mesmo os bancos esportivos Recaro com tecido xadrez, clássicos do Golf GTI. No sedã americano, bancos em dois tons de cinza e revestidos em couro, além de detalhes imitando fibra de carbono e preto brilhante.

O pacote inclui multimídia Composition Media com tela de 6,3 polegadas, Android Auto, Car Play, MirrorLink, ar-condicionado dual zone, banco do motorista com ajuste elétrico, bancos dianteiros aquecidos, teto solar elétrico, soleiras exclusivas, rádio SiriusXM, Bluetooth, duas entradas USB, entre outros. O Volkswagen Passat GT 2019 é equipado com motor VR6 3.6 com 280 cv e 35,5 kgfm, além de transmissão de dupla embreagem DSG de seis marchas com paddle shifts. A VW não revelou o desempenho, apenas o preço: US$ 29.090 (sem frete de US$ 850).

Volkswagen Passat GT 2019 – Galeria de fotos

COMPARTILHAR:
  • Tinha que ser 29.090,00 no Brasil também e não 200 mil bando de ladrões, corruptos !!

    • SK15

      O mesmo que pensei … país de ladrões tudo é um roubo nessa terra de banana.

    • Luis Burro

      Uns 40 mil tava até justo.

    • carlos4carros

      Seu Defumado, esse caro é mais barato que o Kwid lá no Tio Sam.

      • Meu nome é Furtado, Furtado, e da próxima vez te uma que…

        • leomix leo

          Deve ter sido o corretor de texto.

        • carlos4carros

          kkkkkkkkk

      • Kkkk se for comparar salários teria que ser ainda mais baixo uns 20 mil ou menos.

        • carlos4carros

          A grande questão é que o brasileiro realmente é apaixonado por carro. Tem muitas pessoas que tem carro, mas não tem casa própria ou um simples plano de saúde. O brasileiro não se preocupa com qualidade de vida e sim em ostentar, pelo menos o pobre.

          • Nelson Oliveira

            Aqui na minha cidade o que mais tem é nego andando de Corolla 0km, Renegade, etc, mas passa a vida toda morando de aluguel e, tu vai na casa do individuo, mal tem o que comer. Infelizmente, a mentalidade do Brasileiro é bem de terceiro mundo

    • Raul Cotrim de Mattos

      Culpa de quem aceita pagar… por mim deveria subir o preço até onde o povo aceita pagar, e mais: o governo deveria triplicar o ipva e os demais impostos, pois parece q o povo tá com dinheiro sobrando para comprar carro popular por 100 mil (corolla e cia., que de fato são carros de entrada e não aqueles lixos q vendem por aqui).

  • Nossa, não curti este design, nem parece um produto final…

    • th!nk.t4nk

      É estranho e pobre mesmo, até o interior fica devendo (basicamente um Golf). A versão européia é na verdade outro carro, completamente diferente e muito mais sofisticado. Fica mais próximo do irmão refinado, o Arteon. O que acontece é que o mercado americano é bem específico, por lá esse tipo de carro (sedã compacto / médio-compacto) só vende se for mais simples e barato. Se for pra pagar mais, o americano prefere pegar algo maior de uma vez, o que é até compreensível pelas dimensoes do país deles.

    • ObservadorCWB

      É que o Passat não é NADA no mercado americano. Ou é barato ou não venderia.

  • V12 for life

    “Um acréscimo em desempenho que só poderia vir de um motor mais possante que o EA888 2.0 TSI que equipa as demais versões do modelo.” Até aqui tudo normal, um esportivo tem oferecer um desempenho melhor que as demais versões.
    “O Volkswagen Passat GT 2019 é equipado com motor VR6 3.6 com 280 cv e 35,5 kgfm.”
    Números bem próximos aos do EA888 do Arteon, ou seja a escolha é exclusivamente para agradar o público norte americano.

    • Filipo

      Juro que não vi seu comentário e escrevi quase a mesma coisa. Nem li os comentários e já escrevi o meu. Não me leve a mal.

      • V12 for life

        Normal, nós vimos a mesma frase tendenciosa que gerou a mesma indignação.

      • Luis Burro

        Comum,as pessoas não são tão diferentes nos sentimentos e conclusões parecidas é algo natural.

    • Luis Burro

      Tbm pensei ser pouco o ganho.Mas tlvz o motor opere com mais docilidade.

    • carlos4carros

      Se a gasolina aqui também fosse barata eu também me agradaria mais com um V6, sem dúvidas.

      • V12 for life

        Eu gosto de motores turbinados, mas se aqui os carros fossem tão acessíveis quanto lá, e como você disse o combustível também, iria de 6 cilindros e quem sabe um turbinado.

    • Lorenzo Frigerio

      O VR6 aspirado é provavelmente mais barato de fabricar. Num país de gasolina barata, é uma opção óbvia.

      • V12 for life

        Não acho que o custo seja tão maior, provavelmente seja muito próximo uma vez que o EA 888 é apenas a geração atual de um motor que é utilizado desde a Skoda até a Porsche e está em produção a muitos anos.

  • Filipo

    “…um acréscimo em desempenho que só poderia vir de um motor mais possante que o EA888 2.0 TSI que equipa as demais versões do modelo.”

    O mesmo EA-888 rende 310 cv com 38,7 kgfm no Golf R. E rende 286 cv com 38,7 nos Audi S3 e TT-S. Portanto, não escolheram um V6 porque o EA-888 (4 cilindros) não daria conta do recado, mas por outros motivos. E um deles, certamente é a maior entrega de torque em baixas rotações, coisa que o americano aprecia.
    E cá pra nós, esse Passat norte-americano é bem genérico. Parece um Jettão! O nosso, que é o europeu, é muito melhor, em tudo. Desenho e acabamento interno.

    • invalid_pilot

      Me surpreendeu o fato de usarem dupla embreagem ao invés de conversor de torque (que americano também prefere)

      • Luis Burro

        Mas o DCT não funciona como um automático com a opção de trocas manuais como no Tiptronic?

        • invalid_pilot

          Mais ou menos igual, o conversor tem a vantagem de não desgastar embreagem ao usar o creeping, nos automatizados você corre risco de desgastar e sobreaquecer o conjunto.

          Fora o comportamento do Conversor vs o DCT – é ligeiramente diferente

    • MMM

      Sem duvidas que o europeu vendido no Brasil é superior. Ele custa 27.000 euros na versao de entrada, enquanto o americano custa 18.000 em conversao direta.

  • Lucas086

    A frente passa, mas essa traseira…

    • Luis Burro

      Poisé,ficaram meio perdidas estas lanternas,a anterior era melhor.O q mais gostei foi do teto,bem diferente do Arco do europeu.

  • RRROL

    Que carros feio! Nem a versão GT deixou ele melhor.
    Também acho o Passar europeu feio. Aquelas saídas de escapamento falsas são horríveis. Uma pena terem feito a mesma coisa no Virtus, pois se ele tivesse saída dupla como no A3 ia ser show!!

  • Duh

    Enfeitaram tanto por fora, ficou bem cafona, e deixaram tão se graça por dentro, faltou equilíbrio nisso. Entretanto deve ser um carro bem divertido no volante.

  • Schlatter70

    O Nissan Maxima é um pouco mais caro. Mas é mais potente, mais equipado e muito mais bonito. Não serão 2K dólares que farão esse carro vender mais.

  • Marcelo Ceno Dutra

    O europeu da um banho nesse americano

    • MMM

      Claro, custa 50% a mais.

  • Luis Burro

    O Europeu não vende bem lá? Acho o bem mais atraente.
    Como ele é classificado pela crítica?

    • Hoffmann

      A VW achou que o europeu, mais refinado, ficaria muito caro para competir com Fusion, Altima, Malibu, entre outros, então criou esse Passat exclusivo para o mercado americano, bem mais simples em tudo.

  • Robinho

    putz o Passat sempre foi um carro bonito, mas este é muito feio.

    • th!nk.t4nk

      Nem parece um Passat. Nao tem nem sombra do refinamento da versão européia. Deveriam ter dado outro nome a esse carro.

  • Wolfpack

    Este é o único automóvel onde a versão brasileira é mais atual que a americana. Como pode o sonsumidor americano aceitar comprar o Passat desatualizado da versão anterior, com face lift feito pelo estudios ACME da VW que fizeram o saudoso, Golfssauro.

  • Ricardo

    x 4 = R$ 120.000 com salário mínimo de R$ 3.000, no Brasil custaria uns R$ 200.000 com salário mínimo de R$ 900.

  • Hoffmann

    Esse Passat americano é uma aberração.

  • Mario

    Pelo jeito, não ê só aqui que os VW são caros! Preços fora da realidade! Vw sendo Vw!

  • Handlay P.B.

    Sobriedade é ínsito aos carros da VW, o Passat GT ficou sem graça e tem uma central multimídia pequena. O Passat americano deveria ganhar uma nova geração.

  • pedro

    Por que a VW utiliza VR6?

    • Lorenzo Frigerio

      Porque é mais potente que um 4 cilindros aspirado e o comprimento é praticamente o mesmo, podendo ser montado transversalmente, como o outro. Mas como os 4 cilindros dela (fora do Brasil) agora são todos turbo, e os câmbios têm no mínimo 6 marchas, ele caiu em desuso.

  • Adrian

    Tai um carro que podemos nos gabar que temos a nova geração e o USA não, no brasil temos a nova versão importada da Alemanha e lá eles têm a geração passada com facelift.

  • Lorenzo Frigerio

    Pé-de-boi, traseira xingling.

  • Ricardo

    Convertendo sai uns r$100 mil , então não seria barato nem aqui , coloquem ae mais 50% de imposto ( tô chutando no mínimo isso ) , mais transporte pra trazer pra cá , mais intermediários , mais lucro dos revendedores … 165k por aqui até que não está tão caro .

  • Nando

    E esse “detalhe” vermelho …de gosto duvidoso

  • George

    Essa Passat americano é de chorar, se comparar com a versão européia/alemã.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email