Esportivos Hatches Lançamentos Test Drive Volkswagen

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Foram 26 anos de ausência até que a sigla GTS voltasse ao mercado nacional. Embora o Gol ainda esteja no portfólio da marca, o Polo foi o escolhido para trazer de volta o espírito dos esportivos da Volkswagen da década de 80.


O Novo Polo GTS chega ao mercado com proposta de performance num pacote que, digamos, mais “acessível” se comparado ao Golf GTI ou qualquer outra alternativa de desempenho dentro da marca.

Custando R$ 99.470, definitivamente o Novo Polo GTS não é um carro barato, mas na realidade atual do Brasil, não há como esperar por milagres, infelizmente.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Nesse preço, vai apenas a pintura sólida, que pode ser as Preto Ninja, Branco Cristal e Vermelho Tornado. Se a opção for metálica, o preço cobrado é de R$ 1.570 e as opções são: Prata Sirius, Azul Biscay e Cinza Platinum, cor de lançamento.

Se ainda não for suficiente, o sistema de som premium da Beats pode ser incorporado por mais R$ 2.400, porém, ele reduzirá o tamanho do porta-malas, trazendo alto-falantes especiais, tweeters, subwoofer e amplificador.

Para criar um Polo GTS, que não existe na Europa, a Volkswagen foi na escolha óbvia do motor EA211 1.4 TSI Flex de 150 cavalos e 25,5 kgfm, que vem com sistema Start&Stop para ajudar no consumo.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Aliás, o Polo GTS faz 7,5 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada, usando etanol. Na gasolina, ele faz 11,0 km/l no anda-e-para da cidade e 13,7 km/l na rodovia.

Para os amantes de esportivos, ainda mais da linha GTS (não esquecer do saudoso Passat GTS Pointer), a transmissão manual seria o ideal, mas o pacote vem com Tiptronic de seis marchas.

A VW introduziu aí os modos de condução (Eco, Normal, Sport e Individual), bem como o modo Sport do câmbio e as trocas manuais na alavanca e paddle shifts. Mas as mudanças não ficaram aí.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

A engenharia da Anchieta mexeu na suspensão, recalibrando molas e amortecedores, assim como adicionando barra estabilizadora dianteira maior, tal como o novo eixo de torção traseiro.

Tudo para suportar o desempenho superior do GTS, que ganhou também discos nas quatro rodas com freios reforçados.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

A direção elétrica também foi alterada para ficar mais direta. Para ampliar a sensação de esportividade a bordo, a Volkswagen introduziu um sistema de modulação acústica do motor no habitáculo, usando alto-falantes.

O pacote de equipamentos do GTS também é generoso. Além dos itens de conforto e conectividade que falaremos adiante, vem ainda com detector de fadiga, sistema pós-colisão e bloqueio eletrônico do diferencial diferenciado, chamado XDS+.

Impressões gerais

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

O Volkswagen Polo GTS é um carro vistoso, atraente, quando observado. Embora ouse pouco nas cores, o azul parece muito bonito, mas não estava no evento, o esportivo da marca alemã chama atenção por seus elementos exclusivos.

Na frente, os faróis duplos de LED são iguais aos do Polo GTI europeu, tendo acabamento com máscara negra e friso vermelho, que se funde com a grade afilada, onde a sigla GTS se impõe.

O para-choque traz faróis de neblina e luzes diurnas em LED, além de uma atraente moldura em preto brilhante. Não há spoiler pronunciado. Nas laterais, apenas um friso na base da carroceria.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

O Polo GTS tem o badge específico nas laterais, assim como um vistoso e único na traseira. Os retrovisores são pintados de preto brilhante, mas não são rebatíveis eletricamente.

As rodas de liga leve aro 17 polegadas têm estilo de lâminas e agradam, tendo ainda pneus largos 205/50 R17. Porém, o que não agrada tanto é a altura da suspensão, que tem vão livre como do Polo normal.

Poderia ser mais baixo, mas a VW diz que tem um padrão para evitar raspadas de lombadas na parte inferior do carro… Na traseira, o Polo GTS vem com defletor de ar no teto dotado de elemento vazado e formato proeminente, em preto.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Sem teto solar elétrico, nem como opção, o GTS vem apenas com antena em seu teto, que também não é preto e nem tem essa alternativa de personalização.

As lanternas ganharam iluminação em LED e o para-choque tem difusor de ar discreto, mas com escape duplo devidamente cromado.

Por dentro, o ambiente é obrigatoriamente todo preto, tendo o painel acabamento em Black Piano com filetes vermelhos envolvendo os difusores de ar. É interessante essa mescla.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

O volante esportivo com couro costurado em vermelho, não poderia deixar de levar a sigla GTS. A cor, aliás, também está presente no grafismo do Active Info Display. A partida Kessy dispensa a chave, usando-se apenas um botão.

Na multimídia Discover Media, a reprodução das funções é similar ao do Golf GTI, com monitor de desempenho com tempo de volta, aceleração, carga g, pressão do turbo e a potência em kW.

Vem com câmera de ré, navegador embutido e sistemas de conectividade Google Android Auto, Apple Car Play e MirrorLink, todos dentro do Ap Connect. CD e SD estão no porta-luvas, que é refrigerado.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

O GTS tem ainda entradas USB e ar condicionado automático, além de trio elétrico completo, controle de cruzeiro, retrovisor eletrocrômico, luzes de leitura, porta-óculos, entre outros.

Os pedais são esportivos, assim como a alavanca em couro com costuras vermelhas, as mesmas que adornam os belos bancos esportivos de revestimento premium preto e sigla GTS em revelo. Eles possuem apoios de cabeça integrados.

As soleiras também são exclusivas do GTS, que ainda dispõe de seletor de modos de condução (Eco, Normal, Sport e Individual), bem como difusor de ar traseiro.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

O acabamento geral não é de todo ruim, sendo direcionado para a reprodução da esportividade. Com boa posição de dirigir, os assentos “vestem” condutor e passageiro, dando maior sensação de conforto ao dirigir.

A direção totalmente ajustável, assim como a altura regulável do assento, deixam o conduto à vontade. Este ainda conta com recursos como sensor crepuscular, sensor de chuva, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, bem como medidor de pressão dos pneus.

Podendo optar por três estilos no Active Info Display – que ainda é pouco intuitivo em sua operação – o motorista tem todas as informações necessárias numa apresentação gráfica que inclusive coloca o mapa em tela cheia.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Aliás, o cluster digital tem uma de 10,25 polegadas, enquanto o entretenimento dispõe de 8 polegadas e sensor de aproximação. Na traseira, o espaço para pernas não é dos melhores, parecendo menor que no Polo comum.

Já o porta-malas com o sistema de som Beats realmente não vai agradar quem gosta de enche-lo, mas para o público desse carro, não deve fazer muita diferença.

Impressões ao dirigir

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Mogi Guaçu-SP – O Polo GTS chega com a missão de andar bem. Aliás, missão não, obrigação. Isso porque é equipado com o forte motor 1.4 TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm, que trabalha com a caixa AQ-250 da VW, a automática Tiptronic de seis marchas.

Recebendo uma programação específica, o conjunto motriz é muito bem dimensionado para a proposta do Polo GTS, que assim entrega um desempenho esperado, indo de 0 a 100 km/h em 8,4 segundos com máxima de 207 km/h.

Tendo um conjunto já bem equilibrado por conta da plataforma modular MQB-A0, o Polo GTS responde prontamente ao pedido de força quando exigido em qualquer dos três modos pré-definidos.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Estes alteram os parametros de funcionamento de motor e câmbio, assim como o som produzido pelo motor dentro do habitáculo e mesmo a operação do ar condicionado.

Nesses casos, o modo individual oferece opção de ajustes “normal, eco e sport”. Mas, de volta aos modos de condução, o Polo GTS no Eco parece bem dócil em regimes baixos, entre 1.500 e 2.000 rpm, garantindo assim conforto e economia.

Ainda que a proposta seja de economia, basta uma pisada mais forte no acelerador para que o EA211 1.4 TSI mostre sua aptidão para regimes mais elevados, entregando tudo o que tem direito.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

O ótimo torque em baixa garante que o 1.4 TSI se canse pouco e isso é bem agradável num carro, mesmo sendo esportivo. O nível de ruído é bom e reproduz exatamente o que o isolamento acústico do carro permite.

No modo Normal, o ronco do motor invade mais o habitáculo, mas isso se deve ao emulador sonoro que utiliza os alto-falantes.

As respostas ao acelerador são mais vigorosas e o Polo GTS deslancham de forma ágil, tendo retomadas animadoras e regimes de trabalho na casa dos 2.000 rpm, suficientes para o dia a dia.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Já no modo Sport, o 1.4 TSI mostra todo seu potencial com giros elevados de até 6.500 rpm, quando o motor corta, garantindo saídas bem rápidas, retomadas dignas de um esportivo de maior calibre e um som muito alto, que chega a incomodar.

O propulsor fica sempre cheio, bastando soltar o pé para que o giro se mantenha bem firme em torno dos 5.000 rpm, que é a rotação de potência máxima. Assim, a resposta sempre será muito boa, assim como a diversão.

Houve aí um certo exagero por parte da VW, que poderia ter atenuado um pouco mais, para que o ronco não se convertesse em ruído. Mas, há saída para isso. Basta configurar o som do motor em Normal (ou Eco, se preferir) no modo Individual.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Rodando com o Polo GTS na estrada, notamos um carro com bom comportamento, graças à suspensão mais firme que, porém, não evita certa inclinação em curvas fortes, motivadas pela altura da suspensão.

O deslocamento do centro de gravidade torna essa parte não tão prazerosa como imaginávamos. A direção bem mais ágil em resposta, ajuda muito na dirigibilidade do GTS, assim como a boa calibração dos freios em frenagens mais fortes.

A Volkswagen fala que o Polo esportivo para de 100 a 0 km/h em 38,4 m. O compacto tem ainda controle de estabilidade e tração, além do XDS+, que ajuda muito a contornar as curvas mais desafiadoras.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Rodando a 110 km/h, o ponteiro virtual marca 2.000 rpm, o que é bom para um cruzeiro econômico, lembrando que na gasolina, ele faz 13,7 km/l, mas em números do Inmetro. Veremos em nossa Avaliação NA.

Na cidade, ele se comporta bem, mas a suspensão sofre mais com pisos irregulares e buracos, chegando a bater no fim do curso em algumas situações típicas de nossas ruas.

Por fim, fomos até a pista do autódromo Velo Cittá (com presença ilustre de Gol GTS e Passat GTS Pointer), onde o Polo GTS pôde ser mais explorado.

Com pista parcialmente seca, o hot hatch da VW se mostra um carro equilibrado, descontando a suspensão “padrão”.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

Com modo Sport ou seleção manual de marchas, o esportivo respondeu bem nas saídas e garantiu bom tangenciamento nas curvas, mesmo nas mais fechadas. A tendência de sair de frente é notória, mas a eletrônica torna a vida mais fácil.

Tendo marchas bem escalonadas, o Polo GTS vai bem na pista seca. Na chuva, porém, vai apenas um pouco mais de atenção. Sai de frente, corrige. Sai a traseira, traz de volta. A assistência de ESC, TCS e XDS+ garante o resto.

É até divertido guiar assim, pois, exige mais habilidade do condutor. Com cortes esporádicos do motor nas saídas mais acentuadas, o Polo GTS mostra que mesmo na pista molhada, o motorista tem todo o controle.

Volkswagen Polo GTS 2020: Impressões ao dirigir

No geral, o Polo GTS agradou bastante. Resolvido a questão do ruído elevado no modo Sport, ficou apenas a suspensão mais altinha.

Certamente, para os interessados, é um carro que irá agradar quem busca performance num pacote pequeno. Em fevereiro, chega o Virtus GTS com uma pegada parecida, mas em forma de um sedã bem maior.

Volkswagen Polo GTS 2020 – Galeria de fotos

 

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Luconces

    Ainda não entendi esse carro vir com 4 airbags se o T-Cross de entrada e mais barato tem 6.

    • omaisbanidodona

      100.000 na compra , + ou – 4.500 de IPVA aqui no estado de SP,seguro deve ser em torno de 4.000 ou seja esse carro pra ser mantindo vai custar em torno de 10.000 por ano, isso fazendo conta em papael de pao Tirando um YT que ja comprou esse carro,vai ser dificil ter vendas expressivas,pode apostar, entre 3 ou 4 anos a VW tira de linha

      • Anderson Lemos

        Desvalorização = 10.000
        Custo de oportunidade = 10.000

        Obviamente carro não é investimento, mas quem “aplicar” 100 mil nesse carro ai vai abrir mão de aproximadamente 25/30 mil reais anualmente

  • Resendemaster

    Por esse preço de 100 mil Reais, acho melhor olha para Golf GTI
    2013,2014 ou Golf Highline 2013 e 2014 também. São bem mlehores do que
    essse golzão bombado.

    • Prosecutor

      Dá pra comprar um Golf usado ano 2018.
      GTI ano 2014 é bucha, invariavelmente já estará moído

      • Resendemaster

        Ser for revisado com as manutenções será uma boa compra.

  • Cardoso (não aquele)

    “Volkswagen introduziu um sistema de modulação acústica do motor no habitáculo, usando alto-falantes.”

    …. Dios mio.

    • th!nk.t4nk

      Pior que tem um tempinho que isso virou padrão entre os compactos esportivos, de várias marcas. Quem não tem motor, imita o barulho de quem tem. Mas acho que o pior nesse carro é a altura e o câmbio. Pelo menos nesse GTS poderiam ter ofertado o manual ou no mínimo o DSG.

      • fsjal

        O Golf GTI também usa

        • th!nk.t4nk

          Sim, até Mustang e Porsche têm esses sistemas.

          • Prosecutor

            O bom mesmo, é que se o cara gosta de barulho, ele azucrina só a si mesmo e aos seus ocupantes, e não a terceiros nas ruas, nos escritórios, no seus apartamentos…

          • Anderson Lemos

            Depende do gosto, talvez esteja com um barbudo…

    • Derico

      Será que dá para desativar?

      • Ernesto

        Na matéria diz que sim.

      • Gustavo Melo

        Você tem opção no modo individual para mudar o som do motor para Eco ou Normal, bem menos barulhentos.

    • Guedes

      Isso já é prática antiga. até o Golf GTI tem isso.

  • Fellipe Z

    Nem um mísero ajuste eletrico nos bancos
    os caras colocam. Jesus Cristo.

    • Guedes

      Item Essncial num esportivo. Afinal, quem gosta de toda vez que entrar no seu próprio carro ter que ajustar na mão? Não péra, banco a gente quase nunca ajusta.

      Totalmente dispensável.

      • Annita Fingenberg

        Acho dispensável também. Agora o cúmulo é não ter um mísero acabamento para cobrir os trilhos dos bancos.

        • omaisbanidodona

          Essencial mesmo em um carro esportivo é ter CAMBIO MANUAL !! Renault chama a VW pra tomar uma cerveja e da um toque pra ela!

          • Gustavo Melo

            tem 2 opções de trocas manuais: na própria alavanca do câmbio ou nos paddle shifts do volante

            • Guedes

              A galera parou no tempo nessa parada de câmbio manual. viajam demais. tem uns os mega super esportivos que nem tem mais essa opção.

            • Marcos Villela

              Isso. Até na Fórmula 1 os paddle-shifts aboliram a troca manual na alvanca!

          • Guedes

            Não. carros superesportivos a maioria nem tem. isso é lenda, mito de quem nunca pegou um bom câmbio automatizado ou automático pra ver como é esportivo.

            • MarcosGojira

              Mustang não possui mais

          • Cláudio Modesto

            Se fosse o DSG já ajudava muito.

        • Filipe Augustus

          Pior que isso da pra importar porque o Polo alemão tem! rsrs

      • Fellipe Z

        nada melhor que comprar um carro de 100mil reais que ja é cheio de plastico e ainda ter que fica enfiando a mao do lado e fazendo força p ajustar os bancos. bom demais. melhor coisa.
        enquanto isso um carro de $21mil dolares ja tem ate memoria nos bancos eletricos, fora ajustes lombar, isso quando nao tem bancos com resfriamento.

        • Guedes

          Me diga, que carro de 100 mil reais aqui no Brasil tem bancos com ajuste elétrico?

          E pra mim, o ponto é a necessidade. Quantas vezes você vai precisar ficar ajustando a altura do banco? Na minha opinião é um item desncessário, é só perfumaria. Esse carro tem pecados muito maiores de que esse ajuste.

        • Guedes

          qual carro de 100 mil tem banco com ajuste elétrico?

    • Piston head

      Se não tem capa para os trilhos, vai ter ajuste elétrico?

      • Fellipe Z

        O que me dá raiva é os cara vim fala que tudo é dispensável pq eh esportivo. Agorinha a vw oferece esportivo sem banco do passageiro pq eh dispensável tbm
        E os caras aplaudem

  • Flávio Hashimoto

    O Golf 1.4 TSi 2014 era muito mais carro. E por incrível que pareça, também mais esportivo.
    Mais carro: tinha 7 airbags, regulagem elétrica de altura dos faróis, acabamento muito mais refinado, banco em alcântara, teto-solar opcional, maior quantidade de aço de alta resistência, ar dual zone, melhor célula de sobrevivência, isolamento acústico, sem contar o que não se vê.
    Mais esportivo: DSG 7 marchas bem mais rápido com as primeiras marchas bem curtas, opção de câmbio manual, freios maiores, pneu mais largo e baixo (225/45), suspensão traseira independente e mais justa, resultando em carro que acelerava mais, tinha mais final e tinha aceleração lateral maior. Sem alardes, sem querer ser mais esportivo (na época, se vendia como mais econômico – Bluemotion), mas sendo muito mais.

    O dólar na época estava a 2,3, agora a 4,1… Preço do highline era uns 70 mil, ou seja, mesmos USD 30 mil aprox.
    Tudo compreensível. Além disso, algumas coisas do GTS são mais interessantes como o painel digital, farol de LED, melhor multimidia melhor posicionado, o som Beats… mas no todo, a sensação de downgrade é muito forte. Triste.

    • Gustavo Melo

      Flávio entendo a sensação de downgrade, mas convenhamos que a VW BR fez um bom trabalho de engenharia no GTS, mesmo com plataforma inferior a do Golf (sem DSG e multilink), o hatch ficou divertido de guiar com os ajustes dinâmicos de suspensão, freios e powertrain no modo Sport. Está muito caro sem dúvida, mas acho que acertaram no projeto de entregar uma boa versão topo de linha do Polo no Brasil.

    • Paulo Lustosa

      Só tem um único porém, o Golf com DSG7 é menos confiável que qualquer combinação de motor TSI com DSG6 banhado a óleo ou o Tiptronic da AISIN.

      • Resendemaster

        Tem Golf Highline 2013 e 2014 manual Alemão completão.

        • Prosecutor

          Carro 2013 in-flex com injeção direta… Se ainda não trocou os bicos, vai ter que trocar

          • Cláudio Modesto

            Carro com 7 anos de uso tem que dar uma repaginada mesmo.

    • Luis Fernando Pozas

      Enorme downgrade. Alguém precisa pagar o dieselgate

    • Cláudio Modesto

      Tive o privilégio de ter um Golf igualzinho ao que vc descreveu, carro sensacional, paguei 80 mil com teto em 2014. Ver esse polo por 100 mil é de doer.

  • Saraiva

    São só 6 opções de cor e a empresa não fez questão sequer de levar a azul.
    Francamente vocês acham que ela se empenhará pra oferecer ao grande público?

    • Guedes

      É carro de imagem. Nao vai vender bem mesmo, pra que muitas cores?

      • Saraiva

        Pros poucos clientes terem opção de escolher algo além te preto branco e cinzas

        • Guedes

          é sempre essa história, querem mil opções e tal mas na hora de comprar poucos são os que escolhem cores berrantes porque “é ruim na hora de vender”. Nesse sentido, 6 cores tá de ótimo tamanho.

          • Saraiva

            De ótimo tamanho Pra vc.
            Me admira muito a audi que é infinitamente mais de nicho, de volume muito menor e vc tem verde escuro num RS4 de meio milhão de reais. Na real encontra mais cores disponíveis que o número de veículos oferecidos pela dona vw. Logo seu argumento não me pareceu muito válido

      • Filipe Augustus

        Esses dias eu tava no shopping e vi um Polo daquele amarelo metálico do lançamento! Achei legal! Mas acredito que bem poucos teriam paciência pra esperar uma cor que demora mais pra entregar! Conheço gente que ia comprar um Fit Azul e acabou comprando branco porque ia demorar demais pra entregar! As concessionárias fazem de tudo pra empurrar o mais fácil pros clientes!

        • Guedes

          Sim sim. Esse amarelo nem foi vendido, deve ser de algum funcionário que comprou um do lançamento.
          O mercado brasileiro está longe de ter maturidade para muitas cores.
          Grande parte das pessoas compra o carro já pensando em revender, aí evitam cores berrantes.

      • Saraiva

        Então bastaria mesmo o prata e branco né?

        • Guedes

          Me diga, qual é a cor do seu carro? o meu é azul, eu curto cores mais fortes.

          • Saraiva

            Infelizmente preto e pra NUNCA MAIS!
            E por pura falta de opção DISPONÍVEL

    • Ernesto

      Por que não? Já vi Polo azul e é uma das cores mais bonitas que a VW disponibiliza para esse carro. Meu vizinho mesmo tem um Polo dessa cor. Ah, e outro tem um T-Cross Highline, também azul.

  • Alexandre Maciel

    Faltou mostrar que o capô não tem isolamento acústico, assim como nas demais versões, das quais o item foi removido?

    Além do preço, a altura da suspensão é o maior pecado desse veículo. O carro do salão do automóvel era muito mais representativo da proposta que a VW quis dar à versão.

    • MarcosGojira

      isolamento acústico? Tem até som fake do motor nos autofalantes amigo. Pra quem comprar pensar que o carro ronca… rs

      • Alexandre Maciel

        Hahaha… mas o isolamento existia no Polo. Tiraram para economizar. O soundaktor já é figura carimbada na VW. O meu VW não tem por não contar com modos de condução.

  • Eduardo

    Não entendo essa suspensão tão elevada num GTi….

    • Michel Soares Pintor

      De acordo com o texto: “Porém, o que não agrada tanto é a altura da suspensão, que tem vão livre como do Polo normal.

      Poderia ser mais baixo, mas a VW diz que tem um padrão para evitar raspadas de lombadas na parte inferior do carro…”

      • Annita Fingenberg

        Essa desculpa não cola. Esse é um carro de nicho, quem compra já sabe que terá que tomar mais cuidado e ele será naturalmente mais “duro”. Isso foi preguiça na hora de fazer os ajustes.
        Esse carro é uma vergonha, pegaram um polo comum, colocaram um motor melhor mais uns cacarecos estéticos e meteram a faca sem dó.

    • Ernesto

      Não é GTi.

  • Carlos AM

    O que houve com o azul night? Foi substituída pelo Azul Biscay??

    As únicas coisas que me agradaram foram os faróis em LED, o acabamento e detalhes do banco, que parecem melhores do que a versão normal.

    Se esses itens ficarem disponíveis em uma futura versão Highline não vejo motivos para ter o GTS.

    • Gustavo Melo

      não haverá esses itens porque são exclusivos do GTS, inclusive a pintura azul, a idéia dessa versão topo de linha é ser mais exclusiva

      • Carlos AM

        Eu sei que não estão, por isso disse “em uma futura versão”.

        Com a concorrência em alta (Onix e chegada do novo 208) a VW terá de se mexer e incluir mais equipamentos nas versões do Polo para não ficar para trás.

        E a inclusão de alguns desses itens na versão Highline seriam bem vindos. Quem sabe em uma atualização de meio de vida no ano que vem.

        • Prosecutor

          Já estou prevendo o futuro:
          Polo GTS sai de linha e entra o Polo GT Line ou Sportline, com os itens esportivos mas mantendo a mesma mecânica 1.0 TSI.
          Muitos iriam criticar, mas eu diria que teria melhor custo-benefício.
          Afinal, sempre fizeram isso com o Golf e sempre fez sucesso.

        • Gustavo Melo

          Carlos eles acabaram de atualizar a versão Highline 1.0 TSI, agora com o painel digital e rodas 16″ de série, som Beats como único opcional, mas o preço subiu para 84 mil.

      • Resendemaster

        Gustavo Melo trabalha para VW? .Parece vendedor….

        • Gustavo Melo

          NÃO Resende, não considero o Polo essa porcaria toda de plástico que muito tolo fica arrotando por aí, é um bom hatch com acabamento simples ok, mas na versão topo GTS melhorou, não resta dúvida.

          • Luis Fernando Pozas

            Eu ando arrotando bastante… Ent empresa um e achei muito si fizples… Não só plástico tudo…

        • Luis Fernando Pozas

          Haha… Parece mesmo

          • Gustavo Melo

            Melhorou não acha? Painel com acabamento em Black Piano e filetes vermelhos envolvendo os difusores de ar, bem diferentes das versões de entrada do Polo.

        • Manfred Smile

          Eu pensei a mesma coisa kkkkkkk

          • Gustavo Melo

            Será? “C4 Cactus THP é um ponto fora curva (0-100 7,3 s Best Cars), anda mais que o Civic Touring (7,9 s Acelerados), está mais para hatch que crossover. Entre um Polo GTS e o Cactus, sem dúvida o Citroën.”

        • Selsu Brass

          Esse é da turma do marketing da VW e é pago p sempre dar uma amenizada nas críticas contra esse gol vitaminado, ops, Polo GTS hehehehehhe

  • dallebu

    Ainda bem que apresentaram o carro também com esse lindo vermelho, ao invés daquele grafite tristeza.
    No mais, é um carro legal mas deveria custar 85.000…

    • Gustavo Melo

      Exato. Não deveria ultrapassar a barreira dos 90 mil.
      Está claro que a VW não quer volume, só lucro por unidade

      • Ernesto

        Versão esportiva de qualquer carro comum normalmente é para dar lucro e não volume.
        208 GT, Civic Si entre outros. Não há novidade nisso.

  • CanalhaRS

    Deve ser uma delícia dirigir esse carrinho. Adoraria ter um. Pena custar tanto.

    • Saymon Erickson

      Realmente o preço está irreal.

  • Achei bem gastão, considerando que tem turbo. Já tive um Octavia (bem maior) com o mesmo motor, e o carro dava 17 na estrada pisando bem. Tudo bem que é com gasolina pura, mas ainda assim é uma grande diferença.

    • MarcosGojira

      Pena o carro em ser um lixo, como todo Skoda. (ja tive 2 quando morei em Istambul)

      • Tirando a caixa DSG, que dispensa apresentação, não tenho nada a reclamar do carro. Bom espaço, andava bem, boa dinâmica, econômico. Dentro do que de propõe, cumpre muito bem.

    • Ernesto

      Números INMETRO, Thiago. Com certeza no uso real o consumo é menor. Claro que isso também depende do peso do pé do motorista.

  • Piston head

    É um lançamento severamente criticado, concordo com a maioria das criticas. Mas nosso mercado é tão APÁTICO de opções como essa que sei lá… Não aceitaria desembolsar o valor, inicialmente, mas tb não vou espumar de raiva.

    • Gustavo Melo

      Todo mundo elogia o Sandero RS, mas ninguém compra, nunca vi um rodando… aí quando lançam uma novidade com certos atributos esportivos o Sandero passa a ser o melhor…

      • Aristênio Catanduva

        além do que o Sandero é um carrinho de 8.000 euros o Polo 16.000 euros

      • Luis Fernando Pozas

        Eu já vi vários Sandero GT… Mas eu acho interior dele tão ruim quanto do polo… E TB não teria um

        • Gustavo Melo

          nunca vi um Sandero GT, pelo menos aqui na região Leste de MG é raridade

      • Vinicius

        Sandero é um carro de baixo custo. Com molas mais duras na traseira e cambio reduzido, melhora a estabilidade e aceleração, mas continua um Sandero.

  • Jacson M. R. de Moura

    Recentemente adquiri um Palio Sporting Blue Edition preto para minha esposa. Como é um carro apenas para ela ir trabalhar e estava com 19k e muito bem conservado, achei justo o preço pedido (42k). Não tem a tecnologia “arrebatadora” desse Polo GTS, mas o custo de manutenção (peças, seguro, IPVA, consumo) bem inferior é considerável para um carro que traz certa diversão. O teto solar, câmbio manual e a altura do solo tornam a condução agradável e o desempenho é satisfatório. Não vi o GTS ao vivo, mas, pelas fotos, me parece que o Palio tem bem menos espaço na caixa de roda que o Polo GTS. Claro que não cabe uma comparação direta entre os veículos, mas em questão de valores, creio que o custo benefício do Palio atendeu bem nossas necessidades, por um preço e custos de manutenção bem inferiores… Acho que a VW poderia ter caprichado mais na imagem do carro, para-choque dianteiro com desenho mais agressivo, teto solar, menor altura do solo… Mas, para quem puder pegar um Polo GTS, e manter, que seja feliz… Vamos ficar com o Palinho como “esportivo da vez” aqui em casa por um booommm tempo… KKK

  • Gustavo Melo

    Bom trabalho da engenharia da VW BR, o hatch ficou divertido de guiar na pista, sem ser baixo demais para o uso diário. Equipamentos de série, consumo e desempenho são os pontos positivos. Preço de hatch e sedan médio de entrada é o ponto negativo, como versão topo de linha do Polo poderia alcançar mais entusiastas se custasse abaixo de 90 mil.

  • Paulo Lustosa

    VWB pegou o Polo R-Line 1.5 TSI, trocou o motor pelo 1.4 TSI e rebatizou para GTS apenas.

  • driguetto

    Chega ser triste ver esse carro sem teto solar……

  • Fanjos

    Se tiraram a foto do banco dianteiro escondendo a parte dos trilhos dos bancos vou entender que a nojeira e economia de centavos ainda continua correto?

    • Alexandre Maciel

      Claro. Assim como está ausente o peça isolante do capô. Fotos milimetricamente tiradas, como tem sido praxe.

      Antigamente o NA prezava pela verdade, por elogio de qualidades e crítica aos defeitos/desleixos.

      Tive que ir no YouTube ver algum vídeo de quem está interessado em exibir o carro inteiro, com virtudes e pecados.

      • Fanjos

        E a VW realmente não cobriu os trilhos em um carro de 100 mil? Falta de isolamento acústico?
        Serio mesmo que esse pessoal ainda quer mesmo comparar esse carro com o Golf?

        • Alexandre Maciel

          Isso deve estar acontecendo por conta do preço. Hahaha..

          • Fanjos

            Verdade, ficou barato demais então tiverem que fazer alguns “ajustes” em itens para manter o valor competitivo

            • Selsu Brass

              Não critique muito que por aqui tem um que defende esse gol vitaminado com unhas e dentes, é do marketing da VW hehe.

  • Fanjos

    Alias…

    Huezil HuE HUe = Polo GTS HUE$ 99.470 = US$ 23,911
    EUA = Chevy Camaro = US$ 25,000 = HUE$ 104.000

  • Daniel Pirolli

    O carro realmente deve ser show, pra andar, os opcionais legais e tal, maaaaas nao adianta com esse preço e acabamento, gostaria que absolutamente ninguem, mas ninguem mesmo comprasse esse carro. Na minha opiniao, nós devíamos educar as montadoras, mas sao elas que fazem isso com a gente, triste.

  • Paulo Vítor

    O bom conjunto mecânico é ofuscado pela simplicidade do projeto. Se Golf não tava vendendo nesse preço, quem vai comprar isso?

  • Marcos Villela

    “não esquecer do saudoso Passat GTS Pointer” . Tive um, melhor carro que já dirigi. E os bancos dianteiros Recaro tinham um extensor no assento, o que permitia ótimo apoio das pernas em viagens. Nunca mais vi outro banco assim.

    • Luis Fernando Pozas

      Lembro deste extensor!

  • Rael Core

    Os Gols GT/GTS/GTI sempre foram mais caros que os Santanas, por exemplo!
    O Gol GTi bolinha dos anos 90 chegava a ser tão caro quanto o Golf GTI alemão!

  • Manfred Smile

    Sinceramente, mesmo que fizesse 0 a 100 km/h em menos de 1 segundo, mas com aquele plástico duro de Gol no painel não tem como pagar 100 mil reais.

  • Paulo C

    Suspensão off-road é de série?

  • Renato

    Sandero RS manda lembranças.

  • Filipe Augustus

    Achei um belo carrinho, só acho que poderia vir por 10 mil a menos e ter teto solar panorâmico como opcional! Tbm não gostei das rodas, mas já vi algumas fotos com as rodas do GTI! Talvez seja opcional! Desconsiderando o preço, acho que nessa categoria de compactos não tem nada mais legal que ele!

  • Lucas de Lucca

    Vendo os vídeos que saíram pela internet a fora, mais alguém achou ele sem fôlego? Me parece um sacrifício ganhar velocidade após os 140 km/h.
    Complicado, 100 pau, “esportivo” que andará menos que um C4 Cactus, altura do solo de carro cross, aí complica o jogo hein VW.

    • Gustavo Melo

      C4 Cactus é um ponto fora curva (0-100 7,7 s), anda mais que o Civic Touring (7,9 s), está mais para hatch que crossover. Entre um Polo GTS e o Cactus, sem dúvida o Citroën.

    • Aristênio Catanduva

      0-200km/h quase todos vão demorar outro dia estava vendo um 0-100km/h e 0-200km/h de um Volvo t5 de 250cv era 6,9s no 0-100 e 28,1s no 0-200

  • G. de F.

    Uma pessoa/empresa está bem feliz com esse lançamento… Aquela que produz o material em cor vermelha usado em profusão e exagero em todo o diminuto interior do Polo!

    Se isso era a demonstração de “esportividade”, parabéns! Mais uma vez, a VW acertou em cheio! Vai conseguir vender um “pseudo esportivo” por 100 paus!

    Era feliz e não sabia na época de Uno/Tempra/Marea Turbo, Ka XR…

  • Leonardo

    Pqp para piorar a situação o som do ronco é falso? Só mané para comprar esse Gol por 100 pica paus.

  • afonso200

    Na propaganda de 2017 mostrava o teto solar no Polo.hehehehe nunca veio

  • Paulo Andre Zardo

    já fiz o pedido do meu, ganhei tapete e insufilm, por 100k

  • Luis Burro

    Mas q opinião parca…acha uma vboa escolha, e o custo benefício???
    Tá certo q só qm realmente quiser vai comprar mas tem mta gente com dúvida q até compraria se ñ fosse com custo benefício inexistente e ñ vi a matéria ajudar nesta questão!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email