*Destaque Lançamentos Mercado Volkswagen

Volkswagen prepara 20 lançamentos no Brasil até 2020

Volkswagen-T-Cross-Breeze-Concept Volkswagen prepara 20 lançamentos no Brasil até 2020

O presidente da Volkswagen David Powels, durante o lançamento do Novo Polo, anunciou que a empresa pretende fazer 20 lançamentos no Brasil até 2020. O objetivo é recuperar a liderança de mercado, começando pela virada de mesa com a chegada do compacto, que não esconde a pretensão de estar entre os primeiros.



No entanto, a quantidade não é referente somente a produtos novos, mas também versões e atualizações de estilo e proposta. Algumas delas já são conhecidas e outras, esperadas pelo mercado.

MQB A0

Para a Volkswagen, o centro dessa ofensiva começa pela plataforma modular MQB (A0), que vai gerar o quarteto impulsionador das mudanças. Com ela chegam, além do Polo, o sedã Virtus e mais dois produtos. O três volumes já está pronto – como podemos conferir no flagrante do modelo – e será seguido pelo SUV T-Cross, um modelo menor que o T-Roc europeu e com pretensões focadas no BRICS.

Ele será a porta de entrada da VW para o segmento, onde a marca também fará outro lançamento importante até 2021, o chamado projeto Tharu, que falaremos mais abaixo. Além do trio, é aguardada também uma picape cabine dupla feita sobre a plataforma MQB A0. O produto terá como missão bater de frente com a Fiat Toro e outras futuras picapes desse novo nicho, que já se mostrou promissor. Sua produção pode ser feita tanto na Anchieta quanto na Argentina, esta última com grande produção de picapes.

Volkswagen-Golf-2018-1 Volkswagen prepara 20 lançamentos no Brasil até 2020

MQB

A Volkswagen tem na MQB “principal” sua espinha dorsal e aqui no Brasil não será diferente. Além dos quatro compactos já anunciados, a montadora pretende renovar seu portfólio de modelos maiores até 2020. O Golf deve receber facelift entre 2017 e 2018, atualizando-se em relação ao modelo europeu.

Essa mudança de visual também será estendida para a perua Golf Variant, importada do México. Por fim, espera-se a chegada para o ano que vem do esportivo híbrido Golf GTE, já amplamente testado no Brasil. O modelo tem motor 1.4 TSI com propulsor elétrico de 102 cv. O Passat deve receber atualização visual no período e introduzir mais tecnologia embarcada, mas provavelmente será mantido apenas o sedã.

golf-gte-2018 Volkswagen prepara 20 lançamentos no Brasil até 2020

Sobre a MQB, produtos novos também chegarão ao lineup brasileiro. O primeiro deles é o SUV Tiguan Allspace (como é chamado na Europa, onde existe o irmão menor), importado do México e provavelmente com motor 2.0 de 184 cv. Maior que o antigo Tiguan, ele terá opção de sete lugares e baterá de frente com o Chevrolet Equinox 2018.

Para substituir o antigo CC, que era derivado direto do Passat, a Volkswagen deverá trazer o Arteon, sedã focado em um estilo mais arrojado e que deve chegar com motor 2.0 TSI de 280 cv com tração integral 4Motion. Outro sedã no horizonte brasileiro é o Novo Jetta, finalmente feito sobre a MQB. Este sedã já foi flagrado e deve chegar a partir do México para atender também ao mercado americano. O propulsor 1.8 TSI de 184 cv pode ser oferecido, além do novo 1.5 TSI de 150 cv.

vw-atlas-iihs-2 Volkswagen prepara 20 lançamentos no Brasil até 2020

Outro MQB esperado no Brasil é o “gigante” Atlas. Com mais de 5 metros e amplo espaço para sete pessoas, o SUV é o maior VW já feito e foi exibido no Salão de Buenos Aires. Por lá, era somente um estudo, enquanto aqui não era nem considerado. Mas, depois David Powels sugeriu o produto entre as opções em análise. Deve chegar ao país e com motorização VR6 3.6 de 280 cv e tração 4Motion.

Por seu porte e preço, visto que é mais barato que um Touareg lá fora, pode substituir este último com vantagens. É improvável que a VW emplaque ambos no país, mas se o fizer, o Atlas terá de custar entre R$ 200 mil e R$ 300 mil, deixa a faixa superior para o irmão mais luxuoso.

novo-volkswagen-jetta-2018-flagra-2 Volkswagen prepara 20 lançamentos no Brasil até 2020

Mas a lista MQB ainda vai contar com um nono modelo, o projeto Tharu. Feito para emergentes, o SUV estaria sendo tocado pela Skoda e sua base seria o Karoq, utilitário esportivo tcheco recentemente lançado na Europa. Com 4,38 m de comprimento e 2,63 m de entre-eixos, ele é menor que o antigo Tiguan, mas serviria bem como intermediário entre T-Cross e Tiguan Allspace. A Argentina é tida como sua origem na região. Assim, uma dezena de modelos MQB novos, atualizados e incluindo um híbrido deverão completar a gama superior da marca por aqui.

volkswagen-crossfox-urban-white-1 Volkswagen prepara 20 lançamentos no Brasil até 2020

 

 

Populares e picapes

Com a chegada do Polo, o que acontecerá com os demais compactos da VW? Gol e Voyage seguirão como modelos de entrada em seus segmentos, ganhando mais um facelift até 2020. O que se espera é por uma nova geração, que pode ser influenciada pela decisão da marca em outros mercados, especialmente o indiano. A saída para não utilizar a PQ24 modificada é ter a PQ12 ampliada. Isso pode ser possível com o projeto do T-Track, um SUV baseado no up!.

Herdando uma estrutura mais sólida e segura, a dupla deve se reinventar para seguir na porta de entrada da marca, mas com condições de disputar e vencer os rivais. O CrossFox será convertido em um aventureiro mais próximo de um crossover. A marca não dá detalhes do projeto, embora confirme uma mudança de rumo para ele. Podemos esperar algo parecido com o que a Honda fez com o Fit, que deu origem ao WR-V. Sem uma PQ12, sua vida não será longa após 2020, abrindo assim caminho para a conversão definitiva do up! em crossover, como em estudo na Europa.

volkswagen-up-gti-1 Volkswagen prepara 20 lançamentos no Brasil até 2020

A Saveiro também deve seguir o mesmo destino de Gol e Voyage, passando a ter uma plataforma mais leve e segura, mas sem crescer demasiadamente por conta da irmã maior, feita sobre a MQB A0. Falando de picapes, a Amarok V6 já está quase no mercado, sendo comercializada no país vizinho, onde é feita.

Já o up! pode ganhar uma versão esportiva GTI para servir de atrativo ao produto, que terá apenas três versões após a restruturação da gama. A motorização já existe. O subcompacto precisará chamar a atenção com a presença imponente do Polo no cenário brasileiro, por isso, um esportivo assim seria algo desejável.

vw-transporter Volkswagen prepara 20 lançamentos no Brasil até 2020

O que falta?

O Fusca pode voltar a ser importado do México, tendo ainda algum carisma e quem sabe em versão com visual mais clássico e motorização 1.8 TSI de 170 cv. A Multivan importada ficaria muito cara mas, feita localmente e vendida inicialmente como Transporter (furgão), pode rivalizar com o argentino Mercedes-Benz Vito e os franco-uruguaios Peugeot Expert e Citroën Jumpy. O motor teria de ser o diesel 2.0 TDI de 114 cv, com câmbio manual de cinco marchas.

 

 

  • Batista

    Tenho a impressão que o UP! está perdido no meio do portfólio da VW. Ou tira o gol ou tira o UP!.

    • João Cagnoni

      Cá entre nós, uma plataforma melhor para o Gol e motorização 1.0 TSI seria um ótimo substituto ao up.

      • WASHINGTON

        Sim, eles deveriam enxugar a gama e oferecer opções melhores!

      • carroair30

        Essa estragegia é valida so pela manha a tarde ja muda e anoite muda novamente a VW é a montadora mais perdida em se falando de estrageias,uma bagunça generalizada que ninguem entende nada

      • Douglas

        Plataforma melhor em que?

        • th!nk.t4nk

          Bom, o Up já é melhor que o Gol em tudo (tirando o visual e acabamento). A meu ver mais valeria a pena rever o desenho do Up, com uma frente mais agressiva e um interior menos pobre. A traseira poderia ser revista também. Já estaria bom demais, e acabava com o velho Gol de uma vez, com sua ergonomia horrível.

          • Carros subcompactos como o Up não fazem sucesso no Brasil pois não cabem a família toda de 5 pessoas mais bagagem. O uso aqui é muito diferente da Europa onde subcompacto é usado por uma pessoa só ou no máximo duas. Para vender bem no Brasil tem que ser maior, como Onix, Ka, HB20, etc.

            • Mauro Moraes

              O problema do up! “nunca” foi preço. Foi lançado com versões abaixo de 30 mil.. O carro é feio mesmo e foi rejeitado pelo brasileiro. Este segmento de subcompactos é um grande filão. As vendas do Renault Kwid estão aí pra comprovar. Acredito que dentro em breve será o novo líder do ranking no Brasil.

              • Luis Burro

                O kwid eh o mais barato atualmente.Pra explicar soh o custo beneficio pq design nenhum deles se destaca positivamente,subcompactos e compactos.

            • Luis Burro

              Nunca vi up abarrotado!Alem do desenho diferente o custo beneficio nunca foi bom.
              Jovens compram mais subcompacto,eh o mais barato e geralmente nao tem filhos.

            • carroair30

              E como vc explica o sucesso do KWID que em 40 dias vendeu mais que o UP vende em seis meses

              • alex

                o Design explica, carros como Up!, Picanto, Mobi, não demonstram robustez e nem um pouco de imponência. Carro é um bem muito valioso para o brasileiro, que prefere além de mais espaço a impressão transmitida através do design. O KWID visualmente tem um porte parecido com o Ônix, Gol… o que gera a impressão de um investimento em um bem melhor, mais robusto.

              • Sua frase é um pouco exagerada. O Up vendeu 18.200 unidades no primeiro semestre e o Kwid vende 8.000 no primeiro mês, onde ele é novidade, com milhares de pré-vendas aguardando entrega. Pode ser que chegue a 9.000, mas ainda é metade do que o Up vende em seis meses.

                O Up tem preços muito altos mesmo, o que faz ele vender pouco. Já sobre o Kwid vender bem nesse primeiro mês:

                1) Kwid com preço de 29.990 faz muitos arriscarem um carro menor pelo preço muito mais barato que os concorrentes.
                2) Não se esqueça que a Renault está anunciando ele como SUV, isso faz uma boa diferença no subconsciente. Teve pessoa aqui na minha cidade que veio falar comigo: “Viu o novo SUV da Renault que custa só 30.000?”

                Infelizmente a pessoa não sabe que por 30.000 não é SUV e nem mesmo tem AC ou DH.

                Mas com o passar do tempo as pessoas saberão um pouco mais sobre os pontos negativos do Kwid, como por exemplo tremer todo a 120 por hora, o fato de seu ruído interno ser mais elevado que de outros subcompactos, ou o fato de ele ter apenas 1,58 de largura, o mesmo tamanho de um Mille (Up tem 1,64) e as vendas dele irão se fixar em um nível um pouco abaixo do atual. Não existe fórmula mágica, se um carrinho custa muito menos que seus concorrentes, alguma coisa tem que ser inferior.

                Segundo a Quatro Rodas, muitas pessoas estão desistindo do modelo, porque esperavam mais dele do que apenas um subcompacto de entrada, elas achavam que ele seria mesmo um SUV compacto, ou sei lá o que: https://quatrorodas.abril.com.br/noticias/por-que-clientes-da-pre-venda-estao-desistindo-do-renault-kwid/

                Brasileiro se acha muito esperto e se empolga todo quando vê um “SUV de 30.000” sendo anunciado na TV e na internet, depois cai na real.

                Essas pessoas sofrerão com o espaço traseiro do Kwid assim como sofreriam com o Up. Se comprarem um Onix Joy vão ter mais espaço interno por um preço similar.

            • jairooo

              up! nasceu pra ser segundo carro da família! realidade que é rara no Brasil, onde as famílias se endividam para comprar um carro!

            • No_Name

              O que acontece com o “sucesso” Kwid então que é uma lata de sardinha? O problema do Up é só um: preço.

            • Vanderley Almeida

              Também acho, principalmente porque as famílias aqui, de maneira geral não tem dinheiro para comprar dois carros.

            • verdade, por isso que city car não faz sucesso aqui, e nem aqueles kei cars japoneses fariam.

              • Edson Fernandes

                Seria o melhor dos mundos os kei car.

            • Ernesto

              Mas o Kwid está vendendo bem. Nesse cabem 5 pessoas tranquilamente?

          • Mauro Moraes

            O up! não está agradando nem a própria VW mundial. Já admitiram que se houver nova geração, em nada lembrará esta que temos. No Brasil, o mais correto seria uma nova geração do Gol, regional, desenvolvida por aqui, com linhas mais dinâmicas e ousadas ao discutível gosto do brasileiro pra bater de frente com o líder Onix. Este novo Polo não vai fazer nem cócegas nos líderes.

            • carroair30

              È so aumentar o tamanho do GOL ,mas espera,ai ele vai ficar igual ao POLO ,deixa eu pensar mais um pouco……

        • João Cagnoni

          Me refiro a um Gol com melhor segurança.

          • Edson Fernandes

            De duas uma: Ou a VW abandona esse numero de compactos ou ela ficará eternamente colocando produto em cima de produto. O up não pegou.

            Se tivessem gerado um “Gol” em cima do up, o nome faria um pouco mais de diferença. Como não pegou, o negocio seria utilizar o Polo, criar versões mais simples e chamar de Gol. Porque será dificil com o Polo ter mais compactos de entrada. Não dá para ter GOl e Fox. Esta nitido que isso é ruim.

            A Fiat já percebeu isso e logo mais o Uno tbm morre. A ideia é ter um compacto e um subcompacto. Ao menos espero que o Mobi na proxima geração venha a ter espaço interno de Uno…

        • Filipe

          Ele se referiu em matar o Up! E utilizar a plataforma e motorização do Up! No gol. O problema é que pelo o que li, a plataforma do Up! Não pode ser esticada e acho que VW não quer reduzir as dimensões do Gol.

          • Ducar Carros

            O grande problema do Up, para mim, é não ter o Tiptronic na versão TSI, e ESP. Carro premium, como insistem em vendê-lo, sem essa dupla, não cola, por mais seguro que seja.

            E vender 3 mil/mês está muito bom, pois geralmente é o carro de solteiro de cidade grande, ou o segundo carro das famílias. Quem achou que ia vender muito mais que isso não conhece mesmo o mercado brasileiro, onde o que vende mesmo é o carro de uso misto (cidade/viagem, cabendo família) e barato.

      • Edson Fernandes

        Sim… isso se chama Polo.

        • João Cagnoni

          O Polo tem dimensões bem maiores que o Gol, está mais para o lado do Golf. De qualquer maneira, acertaram com o Polo, mas acho que poderia ser um pouco menor e mais barato.

          • Edson Fernandes

            Mas João, o 208 foi a atualização do 206 (e 207 europeu), o Fiesta é uma atualização do… Fiesta. Na Fiat brasileira o Argo foi a atualização do Palio (porque pra mim é um facelift do Punto em versões de topo que perdeu itens de série).

            O Polo é a atualização direta do comapcto da VW. Isso fica bem claro. Para mim o compacto cresceu.

            O Onix tem 2,52m e o 208 2,54m de entreeixo. Ou seja, compativel com os 2,56m do Polo que é a atualização do Gol.

            • João Cagnoni

              Multiplicando o comprimento pela largura, calculei a área de alguns carros. Veja os números: 206 6.33m², 208 6.76m², Gol 6.45m², Polo 7.10m², 307 7.42m², Golf 7.65m². Diferença: 206/208 0.43m², Gol/Polo 0.45m², Polo/Golf 0.55m². Como vemos, o Polo está praticamente entre o Gol e o Golf, é pouca coisa mais parecido com o Gol.

              • Edson Fernandes

                Pergunto: Esse 206 ainda está a venda? Não ? Então qual é o comapcto da Peugeot? Porque abaixo dele somente o 108.

    • Alvaro

      Concordo, provável que o up! ceda a plataforma e componentes para um substituto ao Gol, com projeto simples e carroceria maior.

      Fazendo adendo a reportagem que cita a possibilidade de vender o Transporter T5, diria que a base do up! poderia ser utilizada também para um substituto espiritual da Kombi também. Uma base moderna com bom aproveitamento de espaço (cofre do motor reduzido e bom entre-eixos) seria perfeito para esse novo furgãozinho do porte da Kombi (menor que a transporter mas maior que uma Doblò), a fora que o ferramental para produção já está “pago”.

    • Pedro154

      Simples: é só fazer o novo Gol na plataforma PQ12 que substitui ambos ao mesmo tempo por aqui. Creio que o up! vai permanecer até o Gol receber essa nova geração. Até por que, o Gol é um carro de 2008, não seria muito interessante colocar o 1.0 TSI nele, melhor com um novo projeto.

  • Esquilo Tranquilo

    Melhor mudar o título da matéria pra:
    Volkswagen prepara lançamento de 20 variações do gol no brasil ate 2020.

  • ObservadorCWB

    Esperar para ver. O título da matéria é interessante, o que a VW realmente irá fazer ninguém sabe…kkkkk

    • João Cagnoni

      Uma coisa que me deixa com um pé atrás: se eles burlaram até os softwares de emissões, será que não estão burlando os crash tests?

      • Filipe

        Não duvido, embora até onde se sabe, o NCap é uma instituição séria.

      • delvane sousa

        Lancar o veiculo no dia que os resultados do LatinCap foi divulgado achei estranho. Mas que bom que Teve nota maxima.

      • Ernesto

        Burlar só se for crash test feito dentro da fábrica mesmo pois o NCap é uma instituição séria, não tem o porquê de se queimar assim.
        E em questão das emissões, não seja inocente de achar que somente a VW fez isso.

  • Pipo pipo

    Para começar deveria trazer o preço do Gol para baixo. Similar ao Kwid, o projeto do Gol já dever estar muito bem pago, deve ter margem para fazer algo do tipo.

    • João Cagnoni

      Por mim deveriam trazer o preço de todos os carros pra baixo. 20 mil em um up ou Kwid de entrada já estaria muito bem pago, mas mesmo nesse valor eu não compraria.

    • marc west

      Verdade. Imagina o Fox, então? Praticamente o mesmo carro desde 2003. E se é verdade que ainda farão algum facelift nele, então o slogam poderia ser: “Fox is the new Kombi”!!!!

      • Marcio Mendes

        Chamar o Fox de “New Kombi” é pegar pesado! rs

        • Edu

          Coitada da Kombi.

      • Edson Fernandes

        Gol e Fox: Oriundos do projeto do Polo com economias realizadas.

        Ou seja, ambos estão na mesma idade. Ainda que considere hojeo Fox superior ao Gol.

        • Ernesto

          O Fox atualmente é um carro bem bacana. Minha mulher teve um 12/13, 1.6, e hoje ela está com um 15/16. A diferença entre eles é gritante. No novo o acabamento é muito melhor, nível de ruído reduziu, direção elétrica, suspensão também achei que absorve melhor as buraqueiras de SP.

  • V12 for life

    CrossFox não será convertido em nada pois já saiu de linha, o Fox só tem duas versões no mercado ambas 1.6 8v.

    • Samuh Vogetta S

      Quem sabe saiu de linha pra voltar como novo produto.

      A VW fez isso com o próprio Polo.

      E eu sempre imaginei que fosse o caminho mais natural. Crossfox se distancia de Fox e vira “crossover”.

      • V12 for life

        Com uma linha de SUV tão grande chegando e um novo produto para substituir não faz sentido, um Polo Cross é mais lógico para destaca-lo ainda mais e suprir a necessidade de novidade até a chegada desses novos modelos.

      • Pedro154

        Talvez o suv do up! chegue com o nome de CrossFox… é uma hipótese.

        • Hadson Nobre

          Concordo.

  • zekinha71

    Serão 20 lançamentos em 2 dois a seguir: Pepper, Tracker, Rallye, Conect, Copa, Cross, RiR, Urban, … e etc.

  • Feliphe Santos

    O ideal seria: Nova geração do Gol e Voyage com a MQB-A0 para modelos de entrada, tornar o up! um compacto elétrico (teria um ótimo apelo para iniciar a demanda de carros elétricos populares no Brasil), Nova Saveiro apenas como um utilitário com o 1.6 16V MSI, sem versões perfumadas, deixando isso pra nova picape para competir com a Toro.

  • oloko

    O gol demorou já pra ter uma nova geração, deveriam lançar uma esse ano como modelo 2018, mas a vw é mais lerda que 1.0 na subida.
    Fora que esse motor de 184 cv é melhor que seja mais forte que o de 211 que tem no jetta hj, se não vai ficar feio pra eles

  • carroair30

    NOSSA A VW TA EM ALTA AQUI NO NA …..SERA ???? HUMMM ACHO QUE NAO !! BOM,NAO DUVIDO DE MAIS NADA

  • Marcio Mendes

    A Volkswagen está desesperada, atirando para todos os lados, depois que perdeu o primeiro lugar para a Fiat e agora para a GM, depois de décadas sendo a campeã de vendas. Ela bem que tenta vender Gol travestido de Polo, mas o povo brasileiro acordou depois de ter sido engando durante tanto tempo. Lembro que meu pai dizia que “Fusca era o melhor carro do mundo”! Coitado do meu pai…

  • Isaac Ferreira Santo

    Estou na espera do GOLF renovado. Mas ouvi falar que é só em janeiro. Bem que poderia ser mostrado ainda esse ano

  • Aqui quando se trata de VW o comentários são mais sensatos.
    Cansei daquele carblog, banco dr alienados.
    Agora eles publicaram q é melhor comprar pólo em detrimento de cruze e focus, o pior q fui provocar r eles apagam o nosso comentário, o tal do 4patas posta o q quer..

    • O que mais me impressionou foi o título informando que o Polo ganhou 10 estrelas no Latin Ncap kkkk. Definitivamente eles deveriam partir pro humor, sucesso garantido.

    • Alexandre Volpi

      Sempre que vou ao Carlota Blog, me mato de rir. Pouca coisa lá é sensata. Comprador de hatch médio dificilmente olha para um compacto, visto que são públicos diferentes.

  • Filipe

    Esse papo de 20 lançamentos é história da boi dormir, pois pra Indústria automobilística, tudo é considerado um novo lançamento. Se é uma versão de 2 portas de modelo existente, eles consideram um novo lançamento. Se é uma edição especial (limitada), é considerado um novo lançamento…

    • Esquilo Tranquilo

      Fox Express New Frisos Edition

  • Anderson Freitas

    Vem ai o:

    Polo Summer Edition
    Polo Track Edition
    Polo Rock in Rio Edition
    Polo Club Edition
    Polo City Edition
    Polo Uber Edition
    Polo Rocinha Edition
    Polo Pepper Edition
    Polo Run Edition
    Polo Olimpiadas Edition
    Polo Copa do Mundo Edition
    Polo Que País é Esse? Edition
    Polo GTS Edition
    Polo GTI Edition
    Polo XYZ Edition
    Polo Pobre Edition (painel de fusca)
    Polo Take Edition
    Polo UP Edition
    Polo Move Edition
    Polo Gol Edition (a mais cara)

    • G.Alonso

      Faltou o Limited Edition.

      • Anderson Freitas

        Verdade! e se bobear tem mais edições kkkk… e trouxas pra comprar essas edições

  • Mauro Moraes

    Acho que o problema da VW para o brasileiro é o design. Depois do lançamento do Hyundai HB20 em 2012 o gosto outrora mais conservador mudou por aqui. Tanto que o inabalável Gol afundou. O atual padrão de estilo da Volks, conservador e discreto demais, já está há mais de 10 anos no mercado e cansou. up! e o belo Golf fracassaram no Brasil. E não vai ser surpresa se o novo Polo seguir o mesmo caminho

    • Luis Burro

      Gol afundou pq perdeu a versao mais barata q era uma “geracao” atrasada.Tanto q eh q perdeu pro palio q ainda manteve a versao desatualizada de entrada.
      Agora a GM estah fazendo isto com o Onix e deve ser a mais vendida.

    • Luis Burro

      Problema da volks eh custo beneficio!Qndo eh completo cobra os olhos da cara,qndo eh barato soh falta colocar como opcional todo componente mecanico do carro de tao pelado q eh.

    • Edson Fernandes

      Além do que o Luis disse, penso que outro problema do Gol foi a falta de atualização em tecnologia e motorização.

      Demorou 15 anos para mudarem o motor 1.0 e ainda assim, eliminaram o motor 1.6 16v dele. Além disso, foi apenas para uma versão do carro e para sua picape. Hoje por enquanto a versão de topo tem o 1.6 8v e pelo que parece, irão eliminar essa opção também.

      E o que aconteceu durante o periodo? Vieram outros compactos em que motores são mais modernos, ou mais espaçosos ou os dois, modelos com desenho até oriundo do Gol, mas que inovaram em algo do interior, as vezes em segurança… entre outros atributos. A VW novamente, só veio a dar “telinha” quando as outras já tinham isso… ou seja, fez isso sem ser uma das pioneiras e isso em nosso mercado é considerado.

      E eu digo mais: Acho que o Polo veio mal equipado na versão 1.6 e reservaram ois itens desejados nas de topo apenas. Acho que é essa a estrategia que a vW perde: Querer dar o interessante a outras versões.

      O HB20 na epoca em que se lançou nao ficou refem de uma versão automatica na de topo, o Onix o mesmo, o 208 hoje na versão allure tem uma boa lista de itens de série (que quase ignoram a Griffe) e por aí vai. Então isso é o mal da VW. Antes na vanguarda dos produtos e hoje uma que só inova depois das demais. E o mercado responde a isso com vendas pifias perto de outrora e de dominio de mercado.

  • Vanderley Almeida

    Finalmente a VW acordou!

  • Ricardo

    Quero o Gol GTI, a Parati e um Polo perua, aí sim a linha ficaria completa e perfeita.

  • No_Name

    A VW é uma fabricante muito burocrática e engessada, tudo muito centralizado nos alemães e isso os atrapalha muito aqui no Brasil. Vejamos só essa suposta estratégia apresentada aqui: uma bagunça. Estão totalmente perdidos, aparentemente sem um foco, sem saber o que fazer, que caminho seguir. Um alemão (ou qualquer outro estrangeiro que seja) nunca vai conhecer tão bem um mercado externo e suas particularidades quanto pessoas locais. E isso não vai mudar enquanto a matriz não deixar de ser lucrativa, eles assimilam esse engessamento com boa gestão, boa administração. No dia que passarem a ter prejuízos eles irão repensar esse método centralizador.

    • Edson Fernandes

      Mas ao que parece esse modelo de como é hoje, fará existir prejuizos na VW brasileira. Porque com essa bagunça de compactos é o que irá acontecer.

      E eu me sinto orgulhoso de dizer o seguinte: Desde 2002 eu venho dizendo que esse acumulo de hatches poderia trazer problemas. Na epoca me diziam que era para manter o consumidor na mesma marca. Só que sinceramente… o cara sabe diferenciar produtos de entrada dos modelos superiores. Isso porque há caracteristicas para isso. Se vc lança N produtos de entrada, ele irá migrar para o rival se achar algo melhor. E então a empresa que tem esse excesso, terá varios abacaxis. E hoje, isso é mto mais nitido. Qualquer queda ou escolha que venha a ter por outra marca, coloca todos os produtos da fabricante em ponto de atenção. E a VW está nessa situação.

  • Flavio de Castro

    tiguan concorrente equinox? equinox 150k hj, o tiguan esta em 175k, imagina depois.. acho q tem info errada ai.

  • Elfo Safadão.

    Artheon….
    venha mim.

  • rbarros

    O UP TSI como carro de público jovem atende muito bem é tanto que é o campeão em número de remap de ECU ganhando + 30cv ,ficanco com 130cv e associado ao baixo peso , em torno de 950kg, fica conhecido como BENGADOR em nossas ruas

    • Edson Fernandes

      Esse é o problema né? Só se fala que o up é bengador e que é economico. E outros atributos ?

  • Dreidecker

    “SUV T-Cross, um modelo menor que o T-Roc europeu e com pretensões focadas no BRICS.” – Já li em outra fonte que o T-Cross teria dimensões maiores que o T-ROC, apesar de menos sofisticado mecanicamente.
    Quanto ao Up!, este precisa do ESC/ESP ao menos na versão TSI, como na Europa.

  • Paulino Lino

    Nem Freud explica porque a VW até hj não lançou a “Transporter” ou a “Caravelle” no Brasil. Está dormindo no ponto desde 2014.

  • Edson Fernandes

    Fico eu imaginando: O Golf já caro será feito facelift e trarão ainda mais caro ?

    • SEgundo alguns Golf já disputa é com BWM série 1 e Mercedes A klasse.

      • Edson Fernandes

        Meu pai… não tenho duvidas que é um otimo produto, mas perderam a noção do valor. E eu só teria o 1.4 TSI automatico.

  • Vattt

    A VW deveria trazer a Atlas com motor Diesel e o Arteon!!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend