Finanças Veículos Comerciais Volkswagen

Volkswagen quer comprar parte do fabricante russo GAZ

gaz-next Volkswagen quer comprar parte do fabricante russo GAZ

A Volkswagen está negociando com o grupo russo Basic Element para adquirir uma parte das ações da montadora local GAZ, que é dedicada à produção de veículos comerciais. A informação partiu de cinco fontes, de acordo com a Reuters. Diante da repercussão, as duas empresas russas recusaram comentar a informação.



Por ora, não se sabe o quanto de participação a Volkswagen estaria interessada em adquirir e nem o valor da negociação. Da mesma forma, a montadora alemã não faz comentários. Segundo uma fonte próxima, “há conversas, eles estão tentando chegar a um acordo. E Oleg Deripaska há muito tempo está à procura de um parceiro e a VW não tem um parceiro russo “. A fonte se refere ao empresário russo que detém o controle da Basic Element.

Várias fontes russas confirmaram que as duas empresas conversam para chegar a um acordo e uma delas disse que a negociação não envolve apenas uma parceria na Rússia, sem dar detalhes. Em junho, Volkswagen e GAZ fecharam um acordo de fornecimento de motores para os veículos comerciais da empresa russa, garantindo a manutenção de 50 empregos na fábrica alemã de Salzgitter.

Pelo acordo, 200 mil motores seriam exportados num período de cinco anos. Pelo que foi revelado na época, a intenção da Volkswagen era fechar uma parceria para a produção de carros da VW e da Skoda na Rússia até 2025, bem como o fornecimento de motores diesel 2.0 TDI para os comerciais da GAZ.

Mas quem é a GAZ? A Gorkovsky Avtomobilny Zavod ou Fábrica de Automóveis de Gorky, é uma empresa antiga na Rússia, que surgiu nos tempos da URSS. Hoje nas mãos do grupo Basic Element, a marca se converteu em um importante fabricante de veículos comerciais situado em Nizhny Novgorod.

Dividida em 13 companhias, o grupo GAZ tem na produção de vans, caminhões leves e médios, veículos pesados para construção civil e ônibus sua principal atividade. Em anos recentes, chegou a fechar um acordo com a Chrysler para produzir modelos de automóveis antigos da marca.

Apesar de desconhecida no Brasil, a GAZ está de olho no mercado latino-americano e por isso tem planos de entrar em vários mercados da região. Só em 2017, lançou 10 produtos novos e agora tem uma gama com 24 modelos. Além dos caminhões e vans da GAZ, o grupo atua com os anfíbios da Ural e também com ônibus elétricos da divisão LIAZ. Hoje, são 40 países atingidos pela marca na Europa Oriental, Rússia e Ásia.

[Fonte: Reuters/Transporte Mundial]

  • Deadlock

    A VW está precisando de um Gaz …

    • Pedro Henrique

      alemanha? gaz? iiih isso não me cheira bem

    • Marcelo Alves

      Ó u Gáiz!!!

  • Luis Burro

    Não entendo a UE neste sentido!Vetaram totalmente a fusão da Volvo com a Scania dizendo evitar o monopólio,mas nas aquisições da Volks nem parecem ligar e ela já tem Man,Scania e agora pode ter a GAZ tbm.

    • Diego Lip

      A GAZ não faz parte de um país do bloco europeu, então a UE não pode vetar.

      • thi

        verdade

  • Cosi fan Tutti

    Alemanha e Rússia superaram as diferenças e estão se integralizando por causa do comércio, como dizem os sensatos, ao inves de querer dominar via politica, como fazia HItler, eles foram mais inteligentes e dominam via comercio.

  • thi

    esses alemães, qd o assunto é auto,os caras querem dominar o mundo mesmo

    • Renato Duarte

      eles são pioneiros nos carros,, nada mais natural e correto a se fazer.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Alou CAOA. Olha aí uma oportunidade para substituir os HR quando o contrato com a Hyundai acabar.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend