Crossovers Cupês Elétricos EUA Europa SUVs Volkswagen

Volkswagen quer dois SUVs elétricos em 2020

volkswagen-id-crozz-frankfurt-3 Volkswagen quer dois SUVs elétricos em 2020

A Volkswagen prepara não um, mas dois SUVs elétricos, mas aparentemente essas propostas não tem nada a ver com o ID Lounge, um crossover elétrico de sete lugares proposto para o mercado americano, segundo revelação vista em slide de uma apresentação na China. Este parece ser um equivalente elétrico do Atlas ou talvez do Tiguan Allspace.



Já no caso que se revelou recentemente, de acordo com a revista britânica Auto Express, a Volkswagen planeja este segundo utilitário esportivo elétrico para 2020, em lançamento quase simultâneo com o ID Crozz. O atual conceito será um crossover com estilo cupê e proposta mais ousada, enquanto o segundo será um utilitário esportivo de formas mais convencionais, como um Tiguan eletrificado.

Não será o mesmo carro, evidentemente, já que pertencerá à linha ID, cuja contagem regressiva de 100 semanas para o início da produção já começou. A dupla vai surgir em 2020, no ano seguinte ao lançamento do hatch ID. Pelo que se sabe, o alvo é o mercado americano nos dois casos, reforçando a proposta da Volkswagen de focar diretamente nos SUVs e com propulsão 100% elétrica para apagar a imagem do Dieselgate.

volkswagen-id-crozz-frankfurt-1 Volkswagen quer dois SUVs elétricos em 2020

A proposta de produção de um SUV elétrico é para Chattanooga, Tennessee, mas a Volkswagen ainda não confirma, apesar da preferência. A questão toda é o custo, visto que esse detalhe é essencial para que o produto – ou os produtos, se o segundo modelo for feito lá também – tenha preço competitivo no mercado americano e ainda possa bater a Tesla com seu Model Y. Sabe-se, porém, que a antiga planta do Trabant em Zwickau, na ex-Alemanha Oriental, será a instalação que dará início à fabricação do ID.

Segundo a publicação inglesa, dos dois SUVs elétricos, o primeiro será um modelo convencional, que chegará com estilo inspirado no T-Roc e focado na família. Apesar disso, seu tamanho será semelhante ao do Tiguan alemão. Já o ID Crozz partirá para um estilo mais arrojado com as colunas C bem inclinadas e fala-se até em entre-eixos maior.

A tração traseira será oferecida em ambos como padrão, assim como no hatch ID, mas os crossovers terão opção de tração dianteira com um motor de menor potência. Por ora, o conceito ID Crozz entrega 302 cv e autonomia de 500 km. O fato destes surgirem com tração traseira reforça a ideia da Volkswagen de retornar aos velhos tempos do motor boxer a ar no que diz respeito à força nas rodas traseiras.

volkswagen-id-crozz-frankfurt-9 Volkswagen quer dois SUVs elétricos em 2020

Além disso, Herbert Diess já mencionou que a plataforma modular MEB permite a recriação de modelos “emocionais” da marca e já existe menção de fonte oficial (dele próprio) em relação ao próximo Beetle e ao Scirocco, que retornarão na próxima década como modelos elétricos. Mas não para por aí, a VW já demonstrou claramente essa intenção com a restauração da Kombi com o ID Buzz, que será lançado em 2022.

No entanto, a próxima investida deverá ser anunciada com um sedã elétrico em Genebra, outro da família ID. Será o equivalente ao Passat? As chances são boas. Isso significa que poderemos ver mais adiante, um hatch elétrico menor que o ID, um compacto que poderia ser o equivalente ao Polo ou, mais interessante ainda, um irmão elétrico do T-Roc. Mas, Diess avisa que a Volkswagen não irá converter simplesmente sua gama atual em elétricos, tendo já dito que a marca precisará de Golf e ID juntos por bastante tempo.

[Fonte: Auto Express]

  • Nicolas_RS

    Os caras gostam do filme Tron…

  • FrankTesl

    Espero que o governo atual reveja logo a tabela de IPI para que o Brasil possa pelo menos se apresentar para produzir carros elétricos IGUALDADE de condições tributárias com os carros com motor à combustão.

    Se nem estímulos ou incentivos existem, por outro lado a arcaica e deslocada legislação do tema impõe DESESTÍMULOS sem qualquer razão.

    Na insana legislação atual do IPI, carro elétrico paga mais que o TRIPLO de IPI que carros com motor de combustão 1.0.

    Se o Brasil quiser se integrar às cadeias de produção que estão se consolidando cada vez mais nos mercados relevantes, isso não pode ser ignorado como foi até agora.

  • carroair30

    Esse negocio de carro ELETRICO ta MUITO CHATO ja virou NOVELA so se fala nisso e nunca se faz nada,nao apareçe nada de concreto

    • FrankTesl

      isso é característico do Brasil.
      quem tem poder de decisão só vai “perceber” quando já for tarde, e o bonde já ter passado.

  • Itamar

    eita copia descarada das GLE/X4 esse conceito rs

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend