Mercado Montadoras/Fábricas SUVs Volkswagen

Volkswagen T-Cross demanda R$ 2 bilhões e chega no primeiro trimestre de 2019

volkswagen-t-cross-flagra-novo-7 Volkswagen T-Cross demanda R$ 2 bilhões e chega no primeiro trimestre de 2019

A Volkswagen confirmou hoje em São José dos Pinhais-PR, a produção do SUV compacto T-Cross na planta paranaense, algo que já era dado como certo na imprensa brasileira. O modelo chega no primeiro trimestre de 2019, quando finalmente começará a ser feito na mesma linha de montagem dos atuais Fox, Golf, A3 Sedan e Q3.



O T-Cross é considerada uma arma estratégica da Volkswagen no mercado regional, já que será o primeiro utilitário esportivo realmente compacto do fabricante germânico e parte para uma briga direta com players como Honda HR-V, Nissan Kicks, Renault Duster, Jeep Renegade, entre outros. Com unidades já sendo flagradas em teste, o compacto se beneficiará da plataforma modular MQB A0, já usada aqui no Polo e no Virtus.

volkswagen-t-cross-flagra-novo-7 Volkswagen T-Cross demanda R$ 2 bilhões e chega no primeiro trimestre de 2019

Sua produção na Grande Curitiba demandará investimento de R$ 2 bilhões, sendo R$ 1,4 bilhão para modernização da fábrica e mais R$ 600 milhões para o desenvolvimento da linha de montagem, testes e validação do produto. A meta é exportar para toda a América Latina e isso deve incluir o México, mas seu acesso ao mercado americano será bloqueado pela chegada de um modelo maior, que já foi visto na China e será chamado Tarek (Tharu por lá).



Aqui, o T-Cross vai medir também a capacidade da VW de competir em um segmento que ela sempre ignorou. Isso é fundamental para a marca, pois ele não virá sozinho. Além do Tiguan, que chega oficialmente na próxima semana, a empresa prepara mais quatro lançamentos do tipo no país, sendo que um deles é o Tarek, cuja missão é bater de frente com o Jeep Compass numa faixa de preço acima de R$ 120 mil. O Atlas, por exemplo, é outro que chega para colocar a VW numa faixa de preço onde temos SW4 e Trailblazer.

volkswagen-t-cross-flagra-novo-7 Volkswagen T-Cross demanda R$ 2 bilhões e chega no primeiro trimestre de 2019

Mas, para uma gama de acesso, um crossover baseado diretamente no Polo deve surgir para ficar abaixo do T-Cross. A ofensiva da Volkswagen ainda terá o recente Touareg importado sob encomenda, para manter a marca na faixa acima de R$ 300 mil. Com meia dúzia de opções, a empresa quer liderar o mercado de automóveis no Brasil até 2020, entregando exatamente o que o consumidor quer, SUVs. A estratégia é semelhante a que está sendo empreendida nos EUA e China.

E o T-Cross? Ele já flagrado aqui no NA e terá uma carroceria bem compacta, sendo um irmão do Seat Arona. Alguns fontes falam em entre-eixos de 2,65 m (o mesmo do Virtus), embora o espanhol e seu futuro equivalente tcheco têm 2,56 m. O espaço atrás é fundamental, mas isso faz o porte do produto subir também demais. O conceito T-Cross Breeze tinha 2,56 m.

[Fonte: UOL]

COMPARTILHAR:
  • Paulino Lino

    Eu ainda acho que deveria lançar também o Taigun como uma proposta abaixo do T-Cross.

    • Edson Fernandes

      Logo mais, quando os altinhos compactos ficarem sem excessão nas versões de acesso por volta dos R$90000, pode ter certeza que ai entra Taigun, subcompacto altinho da Fiat (que está estudando com base no Mobi), entre outros. E quem sabe a Ford no futuro não lance com outro nome o Ecosport já que esse praticamente para os padrões dos carros ficará logo mais como medida de um subcompacto.

      • Paulino Lino

        Taigun é da VW…rsrs

        • Edson Fernandes

          Nossa meu comentário foi todo distorcido!

          Terá o taigun da VW e tbm o da Fiat (foi isso que eu quis dizer).

          Eu pensei em uma coisa e escrevi outra. Desculpe…rs

    • No_Name

      Haverá. Se chamará T-Track e feito na MQB-A00 da futura nova geração do Gol.

    • th!nk.t4nk

      Caramba, o T-Cross já é bem simplificado em relaçao ao T-Roc, e querem algo ainda mais simplório? Vamos com calma hehe

      • Paulino Lino

        mais simplório não! Mais compacto sim!!

        • th!nk.t4nk

          Ah aí pode ser. Mas que nao avacalhem demais com o carrinho. Enfim, a VW tá ensaiando fazer esse mini-SUV há tanto tempo que já nao tenho muitas esperanças.

  • Cláudio Modesto

    Beleza, a VW terá 8 suvs na mesma categoria.

  • Andre L W

    Se confirmar as projeções de preço do texto: se Tarek (Tharu) acima de R$120mil, Tiguan acima de R$150mil(?) e T-Cross na faixa dos R$100mil(?)

    • Thiago Maia

      T Cross, com esse tamanho tem que mirar no Kicks. E começar por volta de 75 mil

      • Andre L W

        Também acho. Na minha opinião (considerando os preços de hoje, que podem ser ainda maiores até o lançamento em 2019…): T-Cross R$80mil/100mil (dificilmente 75, considerando os preços do Virtus atualmente); Tharu/Tarek R$105mil/130mil; Tiguan R$140mil/além

      • José Eduardo D’Acampora Guazzi

        Pelo que vi da VW, o Virtus veio uns 8500-9000 a mais que o Polo em configuração equivalente, então pega o Virtus joga mais 10mil e tem o T-Cross Highline a partir de 94 mil e +- 100mil com os opcionais. Uma confortline partiria de 84 mil.
        Isso tudo com o 1.0 TSI + cambio At, um manual 1.6 poderia partir de 78mil.

    • Cesar Oliveira

      Eu acho que teria espaço para um Tarek de R$110mil, sem impactar diretamente o T-Cross.

    • Elias Silva

      Credo. Tarek, Tharu, Tiguan, Taigun, Touareg, T-Cross… alguém deve ter fetiche pela letra T… fora que isso parece tudo nome de pokémon

  • carlos arriel

    Haja SUV!! Legal! Quanto maior a concorrência, melhor é para o consumidor. Além do mais, nós estamos carentes de investimentos.

  • Marcelo Bauab

    Ainda fico com o Creta

    • JOSE DO EGITO

      Como o KWID é tambem um SUV (pelo menos é o que diz a RENAULT) eu fico com o KWID top de linha por 40 mangos

      • ObservadorCWB

        Aquele dos três parafusos ?? Do Recall ?? Pode explicar ??

        • José Eduardo D’Acampora Guazzi

          Dos 3 parafusos acho engraçado, do Recall teve bastante mesmo mas ultimamente todas tem tido um atras do outro.
          A toyota acabou de chamar 65 mil corollas 1.8 CVT pra recall no cambio.

          • ObservadorCWB

            Ok..entendo. Mas quero saber o que faz alguém indicar o KWID dentre tantos pseudo-SUVs, como a escolha certa ?????

            • José Eduardo D’Acampora Guazzi

              Não indico nem desindico o Kwid, o negocio dele é competir lá embaixo e se cair nessa que é SUV então ele custa metade de um HRV, Renegade e do Kicks. Só não acho um produto ruim como muitos tentam fazer parecer.

        • JOSE DO EGITO

          Sim esse mesmo dos tres parafusos na roda e do recall ,nao tem muito que explicar é esse mesmo

  • 💀GHOC💀

    Mais um canela seca a preço de premium

  • Louis

    Eu nem me animo, deve vir com preço de HR-V… aí colocando opcionais, vai passar dos R$100k

    • Supernescau

      Acho que você quis dizer: com preço de CRV e conteúdo de HRV.

  • No_Name

    R$ 1,4 bilhão para “modernizar” uma fábrica que já fora modernizada há não muito tempo atrás (para produzir o Golf)… Ou a VW consegue ganhar muito dinheiro ou dão passos maiores que as pernas (e uma hora a “conta” vem).

  • Luciano RC

    Precisa mudar essas rodas hein… mas o tamanho do carro está bem legal.

  • John

    Se vier com preço bacana sacode o mercado

  • Isaac Ferreira Santo

    A VW complica demais.

    SUV pequeno T-CROSS
    SUV médio TIGUAN (não essa banheira que esta vindo pra cá)
    SUV grande TOUAREG
    SUV gigante ATLAS

    Todo o resto, tarek, taruk, taigun, meu saco e o resto poderiam ser descartados

    • Raimundo A.

      A VW complica e as outras, não? BMW X-1 a X6 e ainda tem o futuro X-7. Audi, Q1 ao futuro Q8.

      É um produto para cada segmento e a depender, mercado. Aqui, teríamos o crossover subcompacto. Em seguida, o T-Cross como compacto. O Tarek será médio compacto, como é o Compass, ASX, etc. O Tiguan 5P é médio e tem o 7P, médio grande. O Touareg, grande premium e o Atlas, extra grande luxo básico. Ainda falta o T-Roc, hatch bombado à lá MB GLA.

  • yurieu

    600 milhões de dólares, 300 milhões para o desenvolvimento do veículo, 300 milhões de tributos.

  • afonso200

    nao era pra ter lançado em 2013

  • Ricardo Blume

    Tudo para balançar o mercado. Minha aposta: modelo de entrada com o EA 211 1.6 16V partindo de 70-73k, para brigar direto com o Kicks.

    • PrGirafales

      nao acho que vao usar esse motor nao, eu aposto no 1.4 tsi

      • Cleuber Freitas Silva

        Duvido que venha com motor 1.4. Se vier, provavelmente vai ser alguma versão top de linha. O único carro desse segmento que tem motor bom é a Tracker, e nem mesmo com isso vende bem, sinal de que o consumidor desse segmento não liga muito para desempenho, vide o fato do Kicks ser o líder de vendas, seguido do HRV que é outro manco que custa uma fortuna. Mas se vier o 1.4 TSI acharei ótimo, posso até pensar em trocar o meu Golf por um T-Cross, mesmo sabendo que é um derivado do Virtus, onde provavelmente eu iria perder em acabamento, requinte, estabilidade, desempenho, consumo e revenda.

  • Eduardo Alves

    Essa conta de 2 bi devem ser comprovados naquele esquema que passa pelos jardins da casa da Dinda até o triplex do Guarujá. Jogada de marketing pra cobrar preços que orbitam os 100k

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email