Argentina Preços SUVs Volkswagen

Volkswagen T-Cross na Argentina só com motor 1.6 MSI

Volkswagen T-Cross na Argentina só com motor 1.6 MSI

A Volkswagen tem uma gama generosa de motores e pode aplicar vários deles num mesmo carro ou simplesmente alterar todo o desempenho de um determinado modelo, dependendo do mercado onde está sendo vendido. No Brasil, o T-Cross chegou para ser um SUV compacto movido apenas por motores TSI, tendo o 1.0 até 128 cavalos e o 1.4 com 150 cavalos.


Mas, a oferta do T-Cross para outros mercados pode ser diferente, como no caso da vizinha Argentina. Lá, o crossover acaba de entrar em pré-venda, mas com outro propulsor da família EA211, a mesma dos dois citados. Trata-se do 1.6 MSI de quatro cilindros e aspiração natural.

Com cabeçote 16V, o 1.6 MSI oferecido no T-Cross para os argentinos tem 110 cavalos e 15,8 kgfm, sendo naturalmente movido apenas por gasolina (E10). Esse motor recebe transmissão manual ou automática, ambas com seis velocidades.

As versões oferecidas são Trendline, Comfortline, Highline e Hero, sendo que apenas a primeira é apenas manual e a segunda tem opção desse câmbio. Nas demais, somente o Tiptronic. Os preços variam de R$ 80.357 a R$ 112.312, exceto à Hero, que terá preço apenas em julho.


Volkswagen T-Cross na Argentina só com motor 1.6 MSI

Fabricado em São José dos Pinhais-PR, o T-Cross terá 500 unidades para pré-venda na Argentina, onde pretende reforçar as vendas da VW após a saída da bem-sucedida perua Suran (SpaceFox), que se tornou bem popular no país vizinho e tinha uma parte importante dos clientes da marca, especialmente taxistas.

Enquanto isso no Brasil, o T-Cross vendeu até o fim de abril 2.047 unidades, sendo que no último mês, emplacou 1.859 exemplares. O utilitário esportivo está dentro de um segmento altamente disputado e com players bem fortes, onde terá que brigar feio para conseguir um lugar ao sol.

Na oferta vigente, o T-Cross para o Brasil dispõe das versões 200 TSI manual ou automática a partir de R$ 84.990 e R$ 94.490, enquanto as Comfortline 200 TSI e Highline 250 TSI custam respectivamente R$ 99.990 e R$ 109.990.

[Fonte: Autoblog]

 

 

Volkswagen T-Cross na Argentina só com motor 1.6 MSI
Nota média 5 de 1 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • th!nk.t4nk

    Motor aspirado, câmbio antigo, carroceria esticada, interior simplificado, itens capados. Do T-Cross original só sobrou o nome nisso aí.

    • Acho que esses detalhes não seriam problema se o preço fosse competitivo. O acabamento não é um item positivo, mas não é o pior, o maior problema é pagar mais caro do que em concorrentes com acabamento melhor.

    • Domenico Monteleone

      Na verdade a carroceria da linha Polo é excelente, mesmo esticada, é tão boa quanto o motor tsi, se não for o melhor ponto do carro.

  • Emanuel Schott

    Qual seria a explicação? Polo e Virtus também só são vendidos com MSI por lá.

    • Verdades sobre o mercado

      Provável rejeição do mercado aos motores Turbo.

      • Ernesto

        Lá não tem imposto menor para motor 1.0, tem?

        • Verdades sobre o mercado

          Não, mas não acredito neste hipótese, apesar do motor 1.0 Turbo obviamente ser mais caro de produzir que um 1.6 aspirado, ele oferece melhor desempenho e menor consumo, ou seja, pelo menos uma versão mais cara poderia ser oferecida.

          • SDS SP

            É por questões tributárias que acaba desmotivando as vendas de carros com motor 1.0L por lá.
            Tanto é que não existe Ônix e nem Argo com 1.0L naquele mercado. Como não tem o “incentivo” tributário similar ao do Brasil, os preços ficam próximos aos motores com maior cilindrada.

            • Marcelo Ecosta

              Isso seria plausível se se tratasse de versão 1.0 ABAIXO da 1.6, o que não é o caso da TSI.

              • SDS SP

                TSI é mais caro para produzir do que o MSI.
                Eu até duvidaria de sua existência por aqui se não houvesse esse empurrãozinho tributário.

        • vicegag

          O que aconteceu com a Argentina, tinha preços muito melhores do que aqui, agora conseguimos pagar menos que nossos hermanos, e não foi o Brasil que resolveu ser mais justo com seus cidadãos.

        • Hernan Carlos Granda

          Nao

      • Hernan Carlos Granda

        Cruze e thp de PSA sao producidos acá ė sao turbo

    • Antonio Saraiva

      O mercado argentino está em profunda recessão e as vendas de carros despencaram absurdamente por lá. Por isso, creio que não compense pra VW investir para inserir os novos motores TSI por lá (preparar a rede, treinar mecânicos, manter estoque de reposição, estabelecer cadeia logística etc. etc.)! Melhor oferecer o bom e velho 1.6 de sempre que por lá deve ser igual motor de Fusca (em termos de popularidade e facilidade de manutenção)…

      • Hernan Carlos Granda

        Quando fueron apresentados polo e virtus nao existía recessao e so temos msi

        • Antonio Saraiva

          Não se esqueça que as grandes marcas possuem planejamento antecipado de mercado

        • Antonio Saraiva

          Outro fator é a escala de mercado (previsão de vendas vs. investimento de longo prazo). São questões mercadológicas e de investimento mesmo

        • Antonio Saraiva

          No habia crisis en Argentina en 2017/8?

          • Hernan Carlos Granda

            Nao os volumenes eran record ate a devaluación

        • Jean Lehn

          Como não ? Vocês estão em recessão desde 2002 🙄

    • Hernan Carlos Granda

      A explicación da marca ė que os motores tsi feitos no brasil estao calibrabos so para ser flex e volumen do mercado argentino nao da para ter un desarrollo. Acho falso

    • SDS SP

      Questões tributárias. Na Argentina não há isenção fiscal para motores 1.0L, como no Brasil.
      Pode reparar que não existe Argo, Ônix e Uno 1.0L por lá.
      Antigamente tinha até Gol com motor da nossa Kombi.

      • Emanuel Schott

        Desconfiava que não existia 1.0 aspirado por ficar fraco demais com a gasolina E10 deles. Já usei (com gasolina da boliviana e o nosso 1.0 fica péssimo se não misturar alcool.

        Mas nunca tinha reparado que não existia 1.0 turbo também.

        • SDS SP

          No caso da VW, é mais lucrativo vender o MSI do que o TSI nas terras hermanas, uma vez que não há os incentivos fiscais para 1.0L.

  • Na Europa o modelo está sucumbindo ao TRoc por enquanto, acho até que foi um erro grava da marca, lançar o TCross na Europa.
    Por aqui, acho que só o lançamento da versão 1.6 AT para vendas diretas e até mesmo varejo para melhorar as vendas. Se bem que uma redução de uns 5 mil na versão 1.0 AT. poderia ajudar bastante.

    • th!nk.t4nk

      Pois é, a diferença de preço pro T-Roc é muito pequena, e as diferenças são bem consideráveis (o T-Roc é bem mais largo, tem melhor interior, rodar superior, alguns itens tecnológicos a mais também). Meio que não tem sentido alguém pegar o T-Cross, a menos que faça questão absoluta de um carro mais compacto. No Brasil a VW pelo visto embolsou essa diferença com gosto, como era de se esperar. Sobrou pro consumidor levar o modelo mais simples, pagando caro.

      • Pois eh… Sobrou para os consumidores que são fiéis a marca, pois para um lançamento não está agradando. E só não está pior pois desde o começo resolveram dar aquele desconto generoso para PCD, que atraiu alguns. Embora não se compara aos modelos tabelados em 69990.

    • Domenico Monteleone

      E mesmo com vendas diretas acho que não chegará perto das 4 mil und que a VW queria vender, erraram na estratégia e no produto, não basta ser bom, nessa faixa de preço tem que parecer bom também.

      • Olha… Com um 1.6 AT por 69k para o PCD e locadoras e uma versão de varejo por 79k. Ele ficaria interessante. Bem como se baixasse a bola do 1.0 AT. Mas aí eu acho bem difícil tratando de VW.

    • Ananias Anacleto

      Eu ainda não vi o T-cross de perto, portanto não posso dizer muito a respeito. Mas conversei com algumas pessoas que já viram ao vivo e já fizeram teste, e todos a opinião foi de um acabamento muito simples, passando uma má impressão (de estar dentro de um Gol), e um desempenho nada de especial (1.0 tsi). Não que isso seja algo ruim, o problema é só o preço, se cobrassem menos esses detalhes não seriam um problema mas, pelo preço de “premium” que a VW está pedindo, existem carros mais bem acabados no mercado ou, dentro da mesma marca, dá pra levar quase o mesmo por menos dinheiro (Polo e Virtus).

      • Edson Fernandes

        Ou no mesmo dinheiro um carro superior até emmotor que é o Jetta.

      • Exatamente a VW parece que está super valorizando o plástico duro. E super valorizando o motor. Que embora não faca feio no dia a dia. Cobra o preço igual aos outros se pisar um pouco mais. Embora andando suave bebê menos que os concorrentes.

  • RKK

    Tamanha regressão somente se acompanhada de considerável redução no preço do produto, que não parece ser o caso.

  • O carro não fica um tanto quanto manco? pesado + motor de gol

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      Acho que não por ser leve, um Virtus Wagon praticamente

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Aqui também deveria ter um 1.6 MSI MT e AT6 por 64 e 69 mil. Já pegaria público PCD e quem não gosta de turbo. Mas não, tá “serto” começar em 85 paus manual 1.0T

    • Domenico Monteleone

      Na verdade mesmo o TSI deveria ter preço em torno de 75 mil, não justifica a diferença de 24 mil entre um Polo comfortline e um T-Cross 200 at.

  • Domenico Monteleone

    Parabéns VW, aqui está conseguindo vender menos que o Ecosport.

    • Gustavo Oliveira

      O T-Cross não pegou. Por fotos achei feio, ao vivo tentei gostar mas não me pegou. Minha mulher tb não achou muito bonito.
      Melhor SUVzinho para se comprar hj é o Cactus 1.6 turbo, muito barato pelo desempenho q oferece. O problema é ser francês, vc perde muito ao passar pra frente.

  • alfista

    Na pratica o melhor motor, pois une bom desempenho e economia e baixa manutencao, o turbo so e bom pra comparativos, mas e um motor que quando precisar de retifica e recomendado a troca do bloco, inviavel na economia moderna.

    • Matthew

      Quem compra um veículo de 90 mil reais na “economia moderna” não está exatamente preocupado com retífica de motor. Isso é pra pé rapado como a gente que compra aquele “file” usado com 100 mil quilômetros rodados e usa até acabar.

  • Lucas de Lucca

    Para quem estava achando ruim pagar 109k na Highline 1.4 TSI por aqui imagina uma 1.6 MSI por 112k hehehehehe.
    Esse veículo deveria custar de 10 a 15k a menos por versão, que assim talvez vendesse. Enquanto a VW não descer do salto e entender que o carro dela com exceção dos motores TSI não tem muita coisa a frente do que a concorrência oferece por preço bem menor a realidade será essa que estamos vendo, tomando coro até de Ecosport nas vendas.

    • Emanuel Schott

      Descer o preço e tomar prejuízo igual a Chevrolet toma com o Onix? Pra que? Só pra fazer número não é interessante.

      • Lucas de Lucca

        E você acredita? Isso é choro de sempre para pegar benefício do governo.

        • Emanuel Schott

          Acredito.. é assim em todo negócio nessa bananalandia, mercado automotivo não deve ser diferente. Consumidor paga caro, empresa ganha pouco ou até tem prejuízo e quem fica com toda a grana é o governo ou burocracias idiotas metidas no meio do processo.

          • Mendes

            É e não é né…
            Avianca falindo, mas a Azul expande as linhas toda semana.
            Corolla vendido a R$ 100 mil e Onix vendido a R$ 50 mil, é impossível acreditar que haja prejuízo.

            • Emanuel Schott

              Azul não quevra porque a United vive botando dinheoo, mas nos balanços só dá prejuízo também.

        • Vinícius

          Com certeza, não a toa a Chevrolet depois anunciou investimento de 10 bilhões em 5 anos no Brasil.

  • Hernan Carlos Granda

    Aquí na argentina pelo preco e pela motorización elegida ė un fracaso previsible.

    • Emanuel Schott

      No Brasil também. Concorrentes são todos mais baratos.

  • Nnoitra

    Parcial dos emplacamentos de Maio/2019, até o dia 22:
    FCA – 29.043
    Volkswagen + Audi + Porsche – 24.699
    GM – 23.864
    Renault + Nissan + Mitsubishi – 16.516
    Rank Modelo Maio(até o dia 22) Acumulado/2019
    1 GM/ONIX 11.907 87.037
    2 HYUNDAI/HB20 6.864 41.601
    3 FORD/KA 5.904 38.669
    4 VW/GOL 5.586 28.916
    5 FIAT/STRADA 4.767 27.524
    6 GM/PRISMA 4.433 31.703
    7 RENAULT/KWID 4.244 28.222
    8 FIAT/ARGO 4.089 27.162
    9 FIAT/TORO 4.033 21.857
    10 VW/POLO 3.674 24.073
    11 FIAT/MOBI 3.664 20.240
    12 JEEP/RENEGADE 3.595 24.978
    13 JEEP/COMPASS 3.513 21.396
    14 TOYOTA/COROLLA 3.343 19.330
    15 VW/VIRTUS 2.989 16.235
    16 HYUNDAI/CRETA 2.887 18.284
    17 FORD/KA SEDAN 2.885 17.517
    18 NISSAN/KICKS 2.598 19.202
    19 HONDA/HR-V 2.544 18.189
    20 TOYOTA/HILUX 2.474 15.566
    21 HYUNDAI/HB20S 2.332 11.819
    22 VW/SAVEIRO 2.292 14.337
    23 VW/FOX 2.197 17.027
    24 TOYOTA/YARIS HB 2.178 14.125
    25 VW/VOYAGE 1.927 11.563
    26 FORD/ECOSPORT 1.911 12.244
    27 GM/S10 1.896 10.143
    28 RENAULT/SANDERO 1.793 17.318
    29 VW/T CROSS 1.698 3.745
    30 HONDA/CIVIC 1.601 9.894
    31 GM/SPIN 1.563 8.913
    32 HONDA/FIT 1.507 10.631
    33 TOYOTA/YARIS SEDAN 1.470 11.995
    34 FIAT/CRONOS 1.358 8.737
    35 RENAULT/DUSTER 1.336 8.839
    36 RENAULT/LOGAN 1.203 10.003
    37 VW/AMAROK 1.196 7.368
    38 TOYOTA/ETIOS HB 1.182 6.943
    39 RENAULT/CAPTUR 1.144 9.188
    40 FIAT/UNO 1.128 7.234
    41 FORD/RANGER 1.105 7.083
    42 NISSAN/VERSA 1.088 8.065
    43 FIAT/SIENA 1.069 7.074
    44 GM/CRUZE SEDAN 1.013 7.359
    45 CITROEN/C4 CACTUS 972 6.088
    46 HONDA/CITY 929 6.339
    47 GM/MONTANA 889 4.962
    48 TOYOTA/HILUX SW4 877 5.323
    49 TOYOTA/ETIOS SEDAN 827 4.629
    50 FIAT/FIORINO 810 5.757
    Fonte: Renavam / Carblog

  • Nata SmithyHueberneguer Manjan

    Um amigo meu estava na dúvida entre o T Cross manual TURBO de 88 mil com uns acessorios ja instalados e o Creta 1.6 automático de 89 mil. Acabou comprando o WRV da Honda por R$ 77 mil pois desistiu de financiar/partir logo pro Suvs de 95 mil mais completos…. O t Cross devia partir de 80 mil na versão manual e uns 88 na primeira versão automática e a confortiline podia ser esses 94 mil. Galera está desistindo de compra – lo , produto bom mas sem competitividade , cabe numa compra emocional, mas na razão fica difícil…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email