India Lançamentos Salões do Automóvel SUVs Volkswagen

Volkswagen Taigun virou um T-Cross para indiano ver

Volkswagen Taigun virou um T-Cross para indiano ver

O Volkswagen Taigun era um simpático – porém pequeno – crossover desenvolvido no Brasil com base no up!. Agora o nome volta, mas a bordo do T-Cross indiano, que chega ao país asiático com visual levemente repaginado e alguma redução de custos na plataforma MQB-A0, que lá leva o identificador IN.


Sendo um T-Cross, naturalmente o Taigun indiano não entra no segmento abaixo de 4 metros, onde a disputa de forças é bem interessante. Com este produto, a VW vai brigar mesmo é com o Kia Seltos, Hyundai Creta e outros desse porte. O modelo foi apresentado junto com o conceito Skoda IN, que surgirá com 4,26 m.

Volkswagen Taigun virou um T-Cross para indiano ver

Além da frente ser inspirada no modelo chinês, o VW Taigun tem portas traseiras com visual diferenciado junto às colunas C, que adotam falsas vigias para parecer outro carro. Na traseira, com exceção do para-choque, o restante é praticamente igual ao T-Cross brasileiro.

Volkswagen Taigun virou um T-Cross para indiano ver

Por dentro, o ambiente é muito semelhante ao do SUV vendido aqui, exceto por um aplique diferenciado no lado do passageiro. O Taigun também aposta em dois tons e vem com o novo volante da VW. O veículo apresentado na Auto Expo 2020 ainda é um protótipo, podendo receber modificações até meados de 2021, quando finalmente chegará ao mercado.

Volkswagen Taigun virou um T-Cross para indiano ver

Embora o foco seja no baixo custo, isso não implica em usar motor MSI 1.6 16V como aqui. Lá, o propulsor inicial será o 1.0 TSI de 115 cavalos, acompanhando do 1.5 TSI com 150 cavalos. A transmissão de dupla embreagem DSG de sete marchas é outro item que se fará presente, assim como o câmbio manual.

Volkswagen Taigun virou um T-Cross para indiano ver

Então, e o SUV subcompacto? Estranhamente a VW mascarou a imagem de um de seus quatro modelos propostos para a Índia. Não deixa de chamar atenção essa manobra, visto que num teaser, o Taigun-T-Cross aparecia claramente.

E mais, num mercado onde o filão está abaixo de 4 metros, a ausência de uma proposta nesse sentido é no mínimo ilógica. Modelos como Hyundai Venue, Kia Sonet, Honda WR-V, Tata Nexon, Ford EcoSport, Maruti Brezza, entre outros, estão deitando e rolando nessa faixa de tamanho.

Volkswagen Taigun virou um T-Cross para indiano ver

Apesar de oficialmente não ser tal produto, o disfarce do Taigun dá uma ideia de como este pequeno SUV que será fabricado em Taubaté pode ser.

Ele terá os mesmos 2,56 m de base do Polo e terá uma missão importante, substituir o icônico Gol. O projeto ainda é conhecido como usando a plataforma modular MQB-A00, que será mais simplificada para reduzir custos e preço.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Essas lanternas traseiras arrojadas de Ibiza anos 90 não combinam em nada com o design sem sal dos VW.

    • Edinaldo_Tapica

      Pelo menos essas da versão indiana aparentemente acendem integralmente… A nossa, a parte central é um plástico sem fundamento algum

    • Marcelo

      Concordo com você que não têm nada a ver com o desenho Volks.
      Exceto que eu gosto do desenho Volks, e acho que as lanternas é que são exageradas e datadas.

  • Ernesto

    O Taigun com base do UP foi desenvolvido no Brasil? A matéria não está errada não?

    • Peuooo

      foi sim desenvolvido no Brasil. Mas infelizmente não foi pra frente. Na época ele ja era muito “imponente” e de muito bom gosto… Talvez com a nova plataforma mais barata que a do UP! eles voltem com essa ideia de um carro mais quadradinho e lembrando bastante o Taigun original…

      • Marcelo

        O desenho dele me lembrava o primeiríssimo Gol, de 1980, e na época eu achava que poderia ser o substituto ideal para o modelo veterano. Talvez até mantendo o nome.

    • Edinaldo_Tapica

      Vi ele no salão do automóvel de 2012. Era bonitinho e bem promissor como substituto de um Crossfox. Acho que caberia bem menor e mais barato que o T-Cross

  • Gabriel Parachen

    Este SUVcompacto (perdoem o trocadilho) cairia perfeitamente com o nome de CrossFox aqui no Brasil.

    • Leo

      Acho que o CrossFox é mais alto que o Tícross.

  • Mesquita17

    Leiam a matéria e vejam as medidas desse modelo. Ele é uma derivação do T-Cross chinês adaptado ao mercado Indiano.
    Não é nem um futuro substituto para o CrossFox nem para a família Gol. O novo gol vai vir da India, mas vai ser baseado em um modelo mais simples da Skoda, na faixa do Tata Altroz, Suzuki Baleno e Toyota Glanza.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email