China EUA Mercado SUVs Volkswagen

Volkswagen Tarek chegará aos EUA inicialmente através da China

vw-tarek-projeção-1 Volkswagen Tarek chegará aos EUA inicialmente através da China

Com lançamento esperado para agosto de 2018, o Volkswagen Tarek começará sua carreira comercial na China. O SUV compacto do projeto Tharu já está pronto e rodando em testes por lá, mas ele terá um papel muito mais importante do que ser uma das opções de utilitários esportivos da marca alemã naquele mercado.



De acordo com o site Automotive News, a Volkswagen vai experimentar uma ação que foi evitada por fabricantes instalados nos EUA há muito tempo, mas que hoje parece sofrer menos resistência. Trata-se da importação chinesa do Tarek para o mercado americano. Chamado internamente de “Volks-SUV”, o projeto contempla antecipar sua chegada ao país, o que significaria o fim do atual Tiguan Limited, que é a geração anterior do SUV médio também vendido no Brasil, mas com outra motorização.

Isso mostra que a Volkswagen está com pressa, muita pressa, visto que o Tarek é esperado para produção em Puebla, México, a partir de 2020. Até lá, a VW vai ousar em trazer da China seu menor utilitário esportivo nos EUA, que ficará logicamente abaixo do Tiguan novo, feito no México. Aparentemente a empresa não está preocupada com uma possível rejeição, visto que o Buick Envision vende muito bem na terra do Tio Trump e é também feito pela Shanghai, mas como sócia da GM.

vw-tarek-projeção-1 Volkswagen Tarek chegará aos EUA inicialmente através da China



O plano para o Tarek era apenas regional, mas rapidamente evoluiu para um projeto global, que envolverá a produção também na Argentina e na Rússia. Até o momento não se falou na Índia, mas por lá o Skoda Karoq pode ser a alternativa do grupo americano, visto que é intenção fortalecer a marca tcheca naquele país. Ambos compartilham a mesma estrutura, montada sobre a plataforma MQB padrão.

Herbert Diess, CEO da Volkswagen, disse que a produção no México está garantida, aliviando as preocupações de que a montadora acabasse por manter o Tarek como um produto chinês no mercado americano em definitivo, como faz a General Motors com o SUV da Buick. A questão no momento é que os utilitários esportivos estão vendendo tão bem por lá, que mesmo a origem chinesa já não é considerada um empecilho comercial.

No caso da Volkswagen, a manobra garante rapidamente um lineup de SUVs mais consistente e atualizado, indicando que o fim anunciado do Touareg naquele país poderia até ser revertido, dada as circunstâncias atuais. Além do Tarek, a VW terá ainda Tiguan e o topo de linha Atlas. Se o SUV de luxo for confirmado novamente, a gama passará a ter quatro produtos numa faixa que vai dos US$ 20.000 aos US$ 50.000. Ocorrerá o mesmo aqui? Provavelmente não, pois o T-Cross focará as atenções inicialmente. Mas, se acontecesse, você compraria ?

[Fonte: Auto News/Projeção: Kleber Silva]

 

COMPARTILHAR:
  • thi

    rapaz gostei viu . cara de suv , brutinho ..traz logo pra cá vw ..e outra vcs(N.A.) ainda não tem condirmação do atlas pra cá?? acho mais coerente em se tratando de preço que o refinado touareg

    • Maycon Farias

      O Atlas vai chegar perto dos 300 mil Anita ai.

      • Wellington Myph13

        Anda escrevendo muito Anita no celular que o corretor até mudou o anota, rs…
        Brincadeiras a parte.
        O Atlas não deve vir a tudo isso, a ideia dele é ser barato, abaixo do absurdo do Touareg… Deve chegar abaixo do SW4, bem abaixo.

        • Maycon Farias

          Kkkkkkk aiai que vergonha. Pior que nunca escrevi esse nome. Eu nem nunca gostei dela. Mas enfim o estrago já está feito

  • Djalma

    Ué, mas falaram que era produto de terceiro mundo, de países emergentes, que só reservam porcarias aqui e vai vender nos EUA?

    • th!nk.t4nk

      Os EUA por incrível que pareça se alinham a países menos desenvolvidos em determinados segmentos. É só ver o caso do Passat europeu e o americano (ou do predomínio do Jetta por lá). A mesma coisa vai ser feita com os novos SUVs compactos: a Europa vai ficar com o original/melhor (T-Roc) e EUA com o simplificado (Tarek). Isso acontece porque americano não aceita pagar mais caro por um compacto melhor. Pra eles se o carro é pequeno, tem que ser barato, daí a necessidade de cortar custos (diferente do europeu, que exige mais nesse segmento). O Brasil é que é engraçado, porque fica sempre em cima do muro: ora recebe um produto melhor, ora pior. Combina com a instabilidade geral do país, é um eterno experimento.

      • Nihil Nihil

        No caso, ultimamente só tem chegado o pior.

      • Unknown

        A verdade é que europeu são tudo nariz empinado! Os norte-americanos são a maior economia do mundo e não se importam tanto com o refinamento extremo dos produtos (lógico que tbm não aceitam qualquer porcaria, como os brasileiros). Eu diria que são os cidadãos raiz enquanto os europeus são os nuttelas, para tornar contemporâneo os termos! rsrs

        • th!nk.t4nk

          Pra carro sao mesmo. O engraçado é que no dia-a-dia o europeu tende a ser mais simples no geral (pra se vestir, pra comer, etc), mas se fala de carro o povo é chato pra caramba. Olham cada detalhe mínimo. É cultural o negocio.

  • Antonio

    Se a moda pegar, carros produzidos na China vão invadir o mundo.
    Afinal, como competir com um País que produz cerca de 30 milhões de carros por ano?
    E pior. Crescendo cada vez mais.

    • Nihil Nihil

      Importa logo p cá.

  • Cláudio Lapolli

    Nova Brasília!

    • Nihil Nihil

      Shrek?

  • Mauro Moraes

    Sinceramente não gostei nem dos faróis nem das lanternas. Os faróis estão muito quadrados e largos. As lanternas são as mesmas do atual Jetta, maiores. A lateral está legal. Minha opinião!

  • Nihil Nihil

    Ordem de lançamento:
    China, EUA, México, Argentina, Chile, Bolívia, Equador, Venezuela, Honduras, Bahamas, Guiana Francesa, África do Sul, Índia, Paquistão, Nepal, Madagascar, Gana, Marrocos, Cabo Verde e……. deixa ver se eu esqueci alguém ….. ah. Antártica, e Brasil.
    Nessa ordem.

  • Robinho

    eu particularmente achei feia.

  • Edu

    Parece ser uma projeção e não o modelo definitivo.

    • Vinicius LMS

      É uma projeção mesmo, foi feita por cima do Skoda Karoq.
      Mesmo assim tem linhas próximas do modelo flagrado.

  • Erivelton Freitas

    E esse carro ta triste porque?!

  • Nihil Nihil

    Minha opinião.
    Traz o Tiguan 5 lugares e o T-ROC produzidos na Europa
    Traz o Tiguan 7 lugares já produzido no México.
    Lança o T-Cross em Julho e Agosto produzido no Brasil
    Traz o Atlas quando puder.
    Lança o Tarek quando puder.
    Penso que dessa forma entregava o que o mercado quer já e ganha folga p começar a produção dos outros.
    Até porque dá p sentir como vai ser a aceitação do público com os produtos que já estão em produção.
    Mas, sabe como é, né? Cobra não tem asa por um motivo :(

  • Evan

    Gosto é subjetivo, mas esse farol ta bem esquisito.

    • Unknown

      Eu já achei muito bonita, pois são linhas sóbrias, sem exageros!

      • thi

        tb, adorei

  • Isaac Ferreira Santo

    Se vier para o Brasil vai ocupar o lugar do TIGUAN de 5 lugares que a VW optou, erroneamente ao meu ver, em trazer o de 7 lugares. O problema é que duvido que o TAREK tenha o mesmo nivel do TIGUAN de 5 lugares. Enquanto isso vou ficando com meu TIGUAN 2011 que ainda bate em TODOS os SUVS medios feitos no Brasil atualmente

  • Alexandre

    Tio Trump coloca sobretaxa nos produtos chinos!
    Já era. Mas eu não compro carro feito na china.
    Ainda vai demorar para acreditar na qualidade, durabilidade dos produtos caros vindos de lá.

    • Cosi fan Tutti

      Uau, sera que os carros feitos no Brasil estão melhores que os feitos lá??? Duvido muito hein

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email