_Destaque EUA SUVs Volkswagen

Volkswagen Teramont virou Atlas, de acordo com site alemão

volkswagen-teramont-1

De acordo com o site alemão Automobilwoche, representante local do Auto News Europe, a Volkswagen escolheu o nome para seu utilitário esportivo de sete lugares, que será fabricado em Chattanooga, Tennessee. E este será “Atlas”.

A informação contradiz as expectativas em torno de Teramont, um nome já visto inclusive gravado no equivalente chinês do maior SUV que a Volkswagen irá colocar no mercado mundial, feito sobre a plataforma modular MQB e medindo em torno de 5 metros.

Com lançamento oficial programado para dia 27 de outubro nos EUA, o Volkswagen Atlas – se de fato for esse o nome – será apresentado em Santa Monica, Califórnia. O veículo é oriundo do conceito Cross Blue e desde então chama atenção por seu “gigantismo”, caracterizando o foco em um mercado bem específico, os EUA.

volkswagen-teramont-2

Acompanhado do CrossBlue Coupe, o conceito dava uma noção da ação que a Volkswagen tomaria ao atacar o mercado americano justamente com o que os clientes mais gostam por lá. Antecipando a plataforma que será usado no próximo Passat NMS, o SUV já foi praticamente revelado na China, onde apareceu com a denominação Teramont (fotos).

Até agora, esse nome era forte como opção para o SUV de sete lugares, já que Tiguan e Touareg são modelos mais tradicionais iniciados com “T” e os conceitos “T-Cross” e “T-Cross Breeze” reforçam também essa ideia.

volkswagen-teramont-4

De acordo com Hinrich Woebcken, CEO da Volkswagen para a América do Norte, o novo produto terá um nome muito mais fácil de pronunciar, algo bem ao estilo americano. Além disso, o executivo afirmou há dois ou três anos essa ideia não vingaria, mas agora a mudança para um nome local significa o tamanho da disposição da VW em mudar de direção nos EUA.

Não é a primeira vez que a Volkswagen aposta em nomes próprios para modelos globais nos EUA. O Golf foi chamado Rabbit, o Käfer virou Beetle, o Santana virou Quantum, quando em realidade era um Passat. Se Atlas for a escolha, então a VW manterá essa característica, vista também em outros mercados, especialmente no passado.

novo-tiguan-sete-lugares-1

Família de SUVs

O Atlas será o topo de um projeto que a Volkswagen está implantando nos EUA, que prevê ações relacionadas com o segmento de utilitários esportivos. Além desse modelo com sete lugares, haverá também o Tiguan LWB mexicano, que terá opção de dois assentos extras.

Mas não deve ficar somente nisso. O próximo Touareg pode continuar no mercado americano como uma proposta diferenciada e intermediária em tamanho com relação a esses dois produtos, tendo talvez até motor V8 4.0 TSI para ser um produto mais premium dentro da gama.

Volkswagen-T-Cross

Ainda assim, se a Volkswagen quer atacar o mercado americano, precisa também levar o SUV compacto derivado do Polo, que provavelmente será importado da Europa ou quem sabe até do Brasil, se as condições forem favoráveis nos próximos anos. Sua produção no México é pouco provável, pois implicaria em construir outro compacto para a região, o que não é rentável no momento. Só aqui, faremos quatro modelos com a MQB A0, por exemplo.

Motor? O Volkswagen Atlas terá uma gama de motores 2.0 TSI – provavelmente com algo entre 180 e 240 cv, além de uma versão V6 3.0, que poderá entregar até 300 cv. O americano aprecia propulsores grandes, mas um V8 não tem como estar a bordo de uma MQB, por isso o Novo Touareg deve explorar bem isso (MLB Evo). Diesel? Improvável. Já uma versão híbrida plug-in é esperada.

[Fonte: Automobilwoche]







Send this to friend