*Destaque *Featured Hatches Preços Volkswagen

Volkswagen up! 2018 fica mais caro e perde versão

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-3 Volkswagen up! 2018 fica mais caro e perde versão

Somente um mês após o último reajuste, o Volkswagen up! 2018 passa por um novo aumento de preços. O subcompacto da fabricante alemã, que inclusive foi reestilizado em abril deste ano, está mais caro nas versões move e cross, ambas equipadas com o motor 1.0 TSI. Além disso, o carro deixa de ser ofertado na configuração high up!, a intermediária entre os modelos com o propulsor turbo.



O novo Volkswagen move up! 1.0 TSI passa a ser comercializado por R$ 53.990, o que representa um aumento de R$ 500 em comparação com o preço cobrado anteriormente. Por outro lado, o Volkswagen cross up! 1.0 TSI ficou mais caro em R$ 600, agora disponível por R$ 56.990. As versões take up! e move up! com motor 1.0 MPI seguem sendo ofertadas por a partir de R$ 37.990.

volkswagen-up-2018-avaliação-NA-5 Volkswagen up! 2018 fica mais caro e perde versão

Já o Volkswagen high up! foi descartado provavelmente para não promover uma briga interna com o inédito up! pepper, nova versão com apelo “esportivo” do carro que é R$ 800 mais cara que a configuração descontiunuada. Este modelo é dotado do mesmo motor 1.0 TSI, que rende até 105 cavalos de potência e 16,8 kgfm de torque, com câmbio manual de cinco marchas.

Entre os diferenciais, o novo Volkswagen up! pepper 2018 oferece rodas de liga-leve de 15 polegadas, aplique em preto brilhante nos para-choques e capa dos retrovisores, faróis e lanternas escurecidos, detalhes em vermelho, acabamento exclusivo no interior, entre outros.

volkswagen-up-2018-impressoes-NA-64 Volkswagen up! 2018 fica mais caro e perde versão

Nos equipamentos de série, há airbags frontais, freios ABS com EBD, controle de tração, sistema Isofix, alerta de frenagem de emergência, direção elétrica, ar-condicionado, trio elétrico, retrovisores externos com luzes indicadoras de direção e função tilt down no lado direito, sensores de estacionamento traseiro, de chuva e crepuscular, sistema de som com Bluetooth, iluminação ambiente, computador de bordo, entre outros.

Confira abaixo os novos preços do Volkswagen up!:

Volkswagen take up! 1.0 MPI 2018: R$ 37.990 (sem aumento)
Volkswagen move up! 1.0 MPI 2018: R$ 48.790 (sem aumento)
Volkswagen move up! 1.0 MPI i-Motion 2018: R$ 51.190 (sem aumento)
Volkswagen move up! 1.0 TSI 2018: R$ 53.990 (R$ 53.490)
Volkswagen high up! 1.0 TSI 2018: descontinuado (preço anterior de R$ 57.100)
Volkswagen cross up! 1.0 TSI 2018: R$ 56.990 (R$ 56.350)
Volkswagen up! pepper 1.0 TSI 2018: R$ 57.900 (versão inédita)

COMPARTILHAR:
  • Leonel

    Bem equipado (ainda acho que falta um ESP), seguro, confiável e com excelente powertrain. É o melhor city car disponível no país, sem sombras de dúvida. Agora, estes valores, em especial do TSI, são abusivos…

    • Mauro Moraes

      O up! foi lançado no Brasil para ser o substituto do Gol GIV. Deveria ser o carro chefe da marca, o de maior volume de vendas. A meta de vender 12 mil carros por mês caiu logo por terra. Simplesmente não foi aceito pelo mercado brasileiro. Qualidades técnicas e boa montagem ele tem. Mas falta carisma e ousadia ao design, algo primordial por aqui. Na briga com o Fiat Mobi jogou a toalha. e como justificativa elevaram seus preços e dizem que agora é “subcompacto premium”. Se é que isso existe.

      • Raul Pereira

        Bom, depois que inventaram subcompacto SUV não duvido de mais nada.
        O up! é um carro sim com projeto muito bom, mas isso que você falou já foi dito muitas vezes aqui, a VW é especialista em fazer escalada de preços. Ela tem modelo A no mercado, lança modelo B para ser inferior em preço ao A, quando vamos ver, B vem pelo preço de A (categoria superior) e o preço de A salta para uma categoria ainda maior. Aconteceu isso com Fox, que logo era vendido a preço de Polo, Polo a preço quase de Golf e agora up! a preço de Gol, Gol a preço de Polo e o Polo com certeza vai vir com preço de Golf.

        • Dafomg

          E é bom perceber a desonestidade dessas montadoras. No caso desse aumento, representa mais de 1% em apenas um mês, quando a expectativa de inflação ANUAL não deve passar de 3%. Veja os preços do Up! em 2014:
          Take Up! 2 portas – R$ 26.900
          Take Up! 4 portas – R$ 28.900
          Move Up! 2 portas – R$ 28.300
          Move Up! 4 portas – R$ 30.300
          High Up! – R$ 34.990
          Black Up!, Red Up!, White Up! – R$ 39.390
          O Move Up!, por exemplo, teve aumento de 61% em 3 anos, um abuso. Se o brasileiro não parar de comprar carro ao ponto das vendas caírem acima de 50%, a situação caminha pra ficar insustentável.

          • Vanesso

            Eu sou um que vou usar o meu 2012 até desmanchar e depois alugar ou usar o Uber. Ando em torno de 2500km por ano. Gastos com seguro, IPVA e manutenção e mais os preços dos carros e combustível (a gasolina batizada mais cara do mundo) são os motivos para deixar de ter carro próprio (no meu caso, que ando pouco).

            • Daniel

              2500km por ano?

              Me desculpe a sinceridade. Mas, vc não precisa de carro. Pode vender sem dó e andar de taxi/uber, e, quando for viajar, alugue um carro. Vai sair muito mais barato.

              Agora, se for 25000km ano, dai vc já roda praticamente o dobro da média nacional, e, nesse caso, um carro proprio acaba (na maioria das vezes) valendo a pena.

              • Vanesso

                Sim, 2.500 km em um ano, entre a última revisão e a mais recente. Tenho usado mais a bicicleta do que o carro. Andei 2.800km de bicicleta só esse ano. Estou mesmo desistindo de trocar de carro a cada 2~4 anos como fazia antes, e vou ficar com o carro que tenho por muito tempo. Bem para a frente, taxi/uber/aluguel. E bicicleta, lógico, hehehe.

                • Daniel

                  Eu rodo isso num mes! hehe as vezes mais!

                  Se colocar o custo do IPVA, Seguro e o $ travado no carro (e, desvalorizando)… esses 2500km saem muito caro!

                  Numa conta de padaria aqui considerando um carro de 30mil:
                  R$1200 de IPVA, uns 1500 de seguro (sendo bonzinho), uns 400 de revisão anual. Desvalorização de 10%, 3000,00. Dividindo por 12 meses, já foi mais de 500 reais/mês.
                  Os 30mil numa renda fixa conservadora renderiam pouco mais de 10% no ano, ou seja, mais uns 3mil desperdiçados.
                  No final de 1 ano, o carro sem uso já custou qse 10mil!

                  • Vanesso

                    Concordo que é um luxo que não compensa para o meu tipo de uso. Comprei por 52k e hoje vale 39k. Ando a maior parte do ano uma, às vezes duas vezes a cada 15 ou 20 dias. Como temos 2 carros, deixo esse mais parado. Uso ele mais no verão para ir e voltar da praia.

                    Ficar com um carro é ruim só quando duas pessoas resolvem sair ao mesmo tempo. A melhor coisa seria vender e chamar o Uber ou alugar um. Só falta a mudança de mentalidade, coisa que ainda não amadureceu na minha cabeça.

                    É um conforto ter um carro ali parado, para poder usar quando precisar, sem ter que alugar. Mais prático e mais pessoal do que usar um carro que todo mundo aluga.

                    Aos poucos acho que a mentalidade vai mudar, e não digo só comigo. Com o preço dos carros e o custo para manter… Vou pesquisar sobre o tal do Uber quanto custa e o aluguel de um carro.

                    Sobre as despesas que você mencionou, gastei 800 de seguro, 1000 de IPVA e 300 de manutenção esse ano.

              • Pedro Neto

                sim, sai mais barato. Eu quando trabalhava perto de casa andava de taxi, compensava bem mais

            • Pedro Neto

              kkkk 2… tenho um carro 2011 com 100.000KM, pretendo rodar mais 200.000 KM , ou seja, mais uns 10 anos

              • Vanesso

                Bem nessa, não dá para ficar rasgando dinheiro com carro novo, não.

                Um amigo tem um Polo 2007, já fez o motor umas 2 vezes (anda direto). Está contente com o carro e para ele não tem motor melhor. Antes eu zombava dele, mas agora começo a concordar. Melhor é usar o carro até fundir o motor e depois fazer o motor. Do que ficar torrando 40, 60, 100 mil a cada 2~4 anos como eu vinha fazendo.

      • Edson Fernandes

        Mauro, o up veio para ser o modelo de entrada marca. Mas era para ficar abaixo do Gol de 3º geração (que é chamado de G5). Só que a VW não consegue impor um produto no mercado desde que esse não tenho preço alto, então tratou de colocar acima do Gol.

        Agora que o Gol deixou de ser o produto mais vendido domercado, quis rebaixa-lo eliminando versões de topo e, o colocando abaixo do Up. Só que esse nem o up baixaram… ele continuam disputando o mesmo consumidor.

      • dogmarley

        o Fox tb veio pra ser o substituto do Gol e vejo onde está… Spacefox passa de 100k

    • MauroRF

      Ele passa a não ser o melhor quando tem esses preços. Não adianta, qualquer centavo a mais ou a menos nesse segmento faz a diferença, e brasileiro não liga para segurança. Se a VW fosse com um pouco de sede a menos ao pote, venderia mais. Mas, repito, eles acham que estão nos anos 70/80 e dominando o mercado como naquela época, os tempos são outros hoje.

      • Leonel

        Veja, eu fui bem específico a ele como produto, isso e somente isso. Não avaliei como o mercado “trata” o VW UP! e etc. Eu acho que a VWB não quer ser líder, quer vender o máximo que conseguir cobrando o máximo em seus veículos, em particular alguns específicos.

        Se atingirem o lucro que esperam, está ótimo. Veremos como será daqui para a frente…

        • MauroRF

          Ah, tá, quanto a produto, sim, você tem razão. Pode ser que ela queira o maior lucro por unidade, mas acho que foi aqui que li que ela quer voltar a ser líder no nosso mercado. Sinceramente, não dá para saber qual é a da VW. Toda hora muda de estratégia, agora colocou o up acima do Gol. Queria só ver como ela vai trabalhar a linha toda, digo, Gol, Fox, up e Polo, além do Golf no topo da pirâmide.

    • Cristiano

      Meu caso.

      Não considero esse carro pq não tem câmbio automático. Manual nunca mais!

      • Edson Fernandes

        Hehehe bem isso mesmo.

        Eu te digo que esses motores 3 cilindros me convenceram a pensar em ter no futuro um carro 1.0. Mas os itens de conforto queme pegam.

      • Artur Barbosa

        Discordo completamente de você, mas o entendo perfeitamente. Sei que o câmbio automático é realmente muito cômodo para engarrafamentos.
        Meu ponto é que gosto bastante de dirigir, e acho que o maior meio de comunicação entre homem e máquina (neste caso) é o câmbio. Acho que muito da graça de dirigir é justamente cambiar as marchas. Não vejo como relacionar a direção hidráulica/elétrica e ar-condicionado com câmbio automático.

        • Marcelo Nascimento

          Eu concordo totalmente com você quando estou dirigindo na estrada ou fora dos horários de pico.
          Eu discordo totalmente de você quando estou dirigindo nos engarrafamentos diários.

          Então, depende totalmente do uso que você faz… rs
          Vamos ver como vai ser na estrada quando comprar meu automático…

        • José Barbosa

          Acho um “desperdício mental” monitorar rotação do motor (algo fácil de se fazer) e deixar de ter concentração no trânsito que o cerca. Mesmo quando não há congestionamento, o automático vale muito a pena. Mas claro, pensando em alguém que faz muita questão de ter controle numa situação que permite, borboletas seriam o estado da arte.

          • Artur Barbosa

            Desperdício mental? Deixar de ter concentração no trânsito? Nossa senhora…

            • José Barbosa

              Pelo visto você nunca dirigiu um automático, pois esta é uma constatação óbvia em que sai do câmbio manual.

        • Cristiano

          Artur, as borboletas atrás do volante ou mesmo uma alavanca automática no modo sequencial não suprem essa necessidade não?

          Sem polemizar, só trocando uma ideia mesmo.

          Sei lá eu vejo tanta gente falar que o cambio automático não tem resposta na mudança, ou coisas do gênero mas, quando vai se ver os tempos de troca nesses câmbios estão todos na casa dos milissegundos e fico meio descrente de que o ser humano consiga fazer isso mais rápido (com 2 movimentos lateral e vertical) do que a máquina. E mesmo se conseguisse, faria essa diferença toda?

          Se tirarmos essa questão do tempo que leva pra executar as mudanças da equação, às vezes, na estrada, até acho legal brincar um pouco no modo manual afinal quem dirige está vendo quando aquela ultrapassagem vai demorar, ou o quanto antes vc quer se preparar para ela ou se uma redução vai ajudar a segurar um pouco mais o carro em uma curva.

          Complementando, Tem câmbios automáticos que para esse uso são escrotos… Exemplo os de 6 marchas da família Cobalt/Spin. Esses só tem o modo manual pra dizer que tem. Eles não deixam vc decidir nada e tomam as ações por conta própria mesmo em modo manual.

          O do C4 Picasso (ok, 4 marchas, bla, bla, bla) que tem borboletas chega a ser ignorante. quando se coloca no modo manual ele vai explodir o motor mas não vai trocar de marcha. Já o Jetta 2.0 é meio termo entre os 2.

          Ou seja, a programação também pode influenciar muito nesse uso.

          • Artur Barbosa

            Longe de mim achar que vou trocar marchas mais rápido que um destes novos câmbios automáticos, isso não existe. Mas também não sou piloto, não preciso de velocidades de troca à la Fórmula 1. Eu só quis dizer que acho o câmbio a maior forma de interação com o carro, é o que torna o ato de dirigir um pouco mais “orgânico”. Mas entendo perfeitamente quem prefere o automático, é uma escolha pessoal de cada um.
            Quanto à questão de trânsito, meu trabalho fica a 5,7km de minha residência. Talvez se eu perdesse mais tempo com engarrafamentos esta questão fosse mais decisiva na minha escolha. E sinceramente, se tivesse um transporte público com um mínimo de qualidade, não iria para o trabalho com meu carro.
            E caro, pode discordar do meu ponto de vista, não vejo problema nenhum quanto a isso. Acho que o debate é muito útil para analisarmos certas questões por outros prismas, nos faz pensar um pouco fora caixa. Só acho extremamente desagradável a mania que certas pessoas tem de achar que só o ponto de vista delas importa, ficam bostejando sempre contra quem pensa diferente. Esses eu bloquieo e sigo em frente, o disqus é ótimo nesse ponto.

            • Cristiano

              Blz.

              Acho que é por aí também… vale a troca de ideias… no fim ninguém convence ninguém e o interessante é ver a coisa por outros pontos de vista.

              Seguindo um pouco no assunto. No meu caso eu dirijo todo dia 25Km a cada vigem de ida e volta pro trabalho e é pela ponte Rio x Niterói, ou seja, estresse certo.

              Mas me diga aí, essa facilidade das borboletas ou câmbio sequencial na alavanca não te adiantaria não?

              • Artur Barbosa

                É uma bela pergunta, acho que não tenho uma resposta apropriada… kkkk
                Falando sério, meu carro atual fiz o test drive na versão automática, que tinha borboletas. Achei bem satisfatório, as trocas eram quase imperceptíveis. Mas dado minha preferência e a diferença de preço (cerca de R$ 7 mil), acabei optando pela versão manual. Pode ser que com o tempo eu encha o saco de trocar as marchas, mas por enquanto não é minha escolha.

      • RPM

        X2…..carro mecânico nem considero a compra….é como carro sem ar e vidros elétricos por ex….passar marcha é um negócio tão antigo e datado,que o sistema é igual ao de um fusca da década de 50…..eu hein!!!

        • Artur Barbosa

          Assim como o volante, acelerador, etc…

          • José Barbosa

            Não. Porque à exceção do Uno e GSR, volante continua volante, acelerador continua acelerador, e o câmbio continua alavanca. Mas o que existe entre a peça que interage com o motorista e o carro mudou completamente: o fusca tem uma direção por setor sem qualquer forma de assistência, hoje a direção é rosca sem fim e é raríssimo sem assistência hidráulica e/ou elétrica; o acelerador acionava diretamente o carburador, num sistema simples e “fixo”; hoje os carros tem injeção, no mínimo, e a maioria já é acelerador eletrônico. A comparação é lógica e correta. Praticamente, só o câmbio é a mesma coisa e já tinha passado da hora de mudar.

    • Leonel

      Bom, eu não sei de onde tirou estes números, então, não posso afirmar nesse sentido. Apesar de ser automatizado, ele tem a opção. Muitos não sabem a diferença entre automatizado e automático, logo, o importante é que “passe as marchas sozinhos”.

      Eu, claro, prefiro 100x um AT de verdade, mas enfim né. Apesar disso, vejo que como produto fica bem acima da média de qualquer outro city car no país, mas, como comentei, o problema é o preço mesmo.

      • Ducar Carros

        Só vejo sentido de câmbio automatizado em carro 1.0, pois não rouba a pouca potência que o motor tem, e influi significativamente no preço. Para motores acima disso (incluindo os turbos), já não faz sentido.

    • Edson Fernandes

      Bem equipado? Se vc disser “bem motorizado”, eu concordo . Mas apesar de ser seguro, bem equipado ele não é não.

      • Leonel

        Então @edsonfernandes:disqus , eu me referia ao básico que ele pode oferecer, porque até a direção é elétrica. Mas nada que fuja do normal, sem dúvidas.

      • Guedes

        Discordo, Edson. esse novo UP ganhou bastantes items, acho que pode ser considerado bem equipado sim. O maior calcanhar de aquiles são os vidros traseiros não elétricos, falta de luzes na mala e nos para-sois mas no geral, o UP pode ter mta coisa interessante, como sensor de chuva, farois automaticos etc.

        • Edson Fernandes

          Cara, ele não tem um cruise control, falta um ar digital (ou automatico), falta mais air bags (ainda que tenha estrutura boa), falta uma luz diurna, faltam confortos para o motorista (itens) e ao preço de R$60000 tem outros carros compactos que podem faltar em motor mas ofertar mais itens de conforto aos ocupantes.

          • MauroRF

            Sim, acho o mesmo que você, Edson. Aliás, é meio que uma “marca registrada” da VW: oferece bom conjunto mecânico/câmbio, robustez na maioria das vezes e só. Claro, exceto Gol e Fox, os outros produtos são seguros em suas categorias. Mas ela cobra caro, só que o mercado hoje é completamente diferente do que há 30 anos, quando ela reinava justamente por essas qualidades, mas ela ainda pensa dessa forma, eu acho.

            • Edson Fernandes

              Eu tbm penso igual. O problema é que a VW nem sempre a robustez foi palavra de lei: O Fusca sempre foi um carro que precisou de diversos acertos em um tempo pequeno de uso.

              A diferença dele fazer tanto sucesso?Era barato de fazer os acertos.

              O Gol sempre teve um probleminha de tunel na epoca dos Gols quadrados, os atuais (citando desde o bolinha) sempre tiveram problemas de acabamento e a suspensão vira e mexe é mal de se fazer barulhos. E em alguns casos, é amortecedor trocado, outros são buchas e por aí vai. Carros pouco rodados.

              Eu acredito que a VW teve a fama de robustez mas sem a devida caracteristica. Me lembro do meu pai que teve mais de 6 Fuscas, me comentando que tirando alguns produtos (os primeiros produtos) com arrefecimento a agua, a maioria deles era bem amis confiavel além de mais durador.

              Para se ter ideia só para citar um exemplo, era comum pra caramba a troca de amortecedores com 30000km rodados. Isso sem contar as trocas de oleo a cada 5000km ou menos…

              Quantos aí rodam 100000km com um amortecedor hoje? quantos rodam trocando oleo a cada 10000km? Ou seja… não é de todo fato uma verdade absoluta. A VW sempre foi famosa em trazer tecnologia de motorização e um cambio bom e só.

              Acho otimo a melhoria dela em segurança também, mas os preços precisam ser justos. Sei que custa caro ter segurança, mas não da forma em que a VW coloca.

          • SDS SP

            Eu diria que faltam itens bem triviais pela faixa de preço, como acionamento do vidro traseiro elétrico, abertura interna do tanque de combustível, iluminação dos botões. Essas versões top não justificam pelos penduricalhos.

            • Edson Fernandes

              Eu concordo. O problema é que falta mais recursos pelo preço cobrado. Não dá para acreditar que alguem só compra pelo conjunto de powertrain. Carro é muito mais que isso hoje em dia.

          • Fábio

            Vc paga 60 mil em um carro quatro portas que tem vidro manual, levantando por manivela. Isso resume tudo. Colocam um kit falso mídia mas não colocam o motorzinho de subir o vidro. O básico é esquecido. Carro é conjunto, não se faz um carro somente de motor e cambio.

            • José Barbosa

              Especialmente porque o Up, com todas as suas qualidades, tem um defeito muito sério, especialmente para o consumidor brasileiro, que é a absurda falta de espaço.
              Numa faixa de preço em que o dinheiro é contado, ele não tem um grande público para ser o único carro da família.

            • Edson Fernandes

              Concordo. E no atual eles até retiraram itens do up por exemplo, como o S.A.V.E. que era um recurso super bacana.

    • Bruno Carvalho

      Eu sei que serei criticado por muitos aqui, mas vamos lá: O projeto do Up é e sempre será um city car de nicho, especialmente no Brasil, onde poucos tem condições financeiras para ter e manter dois carros (um para o dia-a-dia e outro para viagens, por ex). Ocorre que dentro desse cenário de preços abusivos, o Up (em algumas versões) se posiciona um pouco acima do Fox, carro ligeiramente mais espaçoso, porém de projeto mais antigo. Se formos analisar o projeto do Up, pelos materiais empregados, tecnologia de montagem, processo de soldagem e construção, etc, ele é realmente muito moderno, e isso custa dinheiro. Exige investimentos na linha de produção, desenvolvimento de fornecedores, treinamento, etc, etc, etc…Isso torna o Up um carro ainda mais de “nicho” no Brasil, pois poucos aceitam pagar pela modernidade do projeto, segurança, dirigibilidade. Portanto, dentro desse cenário de preços irreais que aqui vivemos, o preço do Up não é extremamente fora dessa realidade, e quem conhece o carro sabe do que estou falando. Porém, numa visão restrita, ele é pequeno e caro, e em nosso mercado é isso que conta.

      • Leonel

        Eu concordo com a sua visão @disqus_2s4V58reuq:disqus . Querendo ou não, vendo o que ele oferece, não há como pensar que ele possa custar o mesmo ou pouco acima de um Mobi, Kia Picanto ou algo assim, muito menos em um Kwid da vida.

        Se eu fosse solteiro, eu iria olhar com muito bons olhos a versão TSI e, mesmo custando caro, eu acredito que estaria levando um produto que faria jus ao seu preço. Mas enfim, já disse, o brasileiro se importa mais com CMM e visual que segurança, então, paciência. Segue o jogo….

        P.s: de qualquer forma, ainda é caro essa versão TSI rs..

        • Bruno Carvalho

          Uma dúvida: O Up TSI que é caro ou nós que não estamos ganhando o suficiente????? Hahahahahahahahah

          • Leonardo M. G.

            As duas coisas.

          • Leonel

            Haha…então @disqus_2s4V58reuq:disqus , eu diria que é as duas coisas. Agora, claro, se o salário mínimo fosse o dobro do que é hoje sem alterar o preço do UP, aí, poderíamos falar que ele tem um valor mais justo.

    • Martini Stripes

      Eu acho que o maior erro das montadoras foi vender como automatizado e não como “manual sem embreagem”. Mudaria completamente o comportamento e entendimento do cambio, não o queimaria tanto, pq o maior problema é a maneira de usar.

    • José Antonio Dos Santos Barbos

      Se tivesse um TSi automático a preço justo, venderia muito.

    • Fernando

      Acho também um bom negócio o tsi… só precisava custar R$ 10 mil a menos em todas as versões. Se fosse 10 mil a menos o carro iria vender muito.

      Mas a VW não deve estar muito preocupada, afinal o preço do carro só sobe, o que não acaba fazendo ele não ser um bom negócio do ponto de vista comercial.

  • Mr. Pennybags

    Não tem como fugir do clichê aqui. Vc olha o preço do carro ~56k… olha os concorrentes, chega à conclusão de que ele é superior aos demais e depois entra nos classificados de usados “só pra dar uma espiadinha” e vê o tanto de coisa melhor que dá pra comprar com esse dinheiro e acaba indo de usado. Pelo menos deveria ser assim.
    Eu adoro VW, acho o up! show d ebola, mas nesse preço fica difícil defender.

    • EDU

      Realmente , melhor um semi novo superior . Nao vale o que cobram nele.

      • Yo soy Yo

        Concordo.

    • Cláudio Modesto

      Vendi um golf 1.4 highline, pois achava muito dinheiro “parado” num carro que só uso pra ir trabalhar e fui olhar um UP. Não acreditei no preço de um carro que não tem NADA, de luz no quebra-sol à vidros elétricos atrás, custando mais de 50mil. Carro de brinquedo.
      Comprei um Fluence com 29 mil Km por 30 mil reais. 4 airbags, sensor de presença, tudo o que tem direito. Carro fantástico.

      Carro novo não dá. VW então, perderam a noção.

      • Yo soy Yo

        Acho o Fluence um baita carro mesmo! Parabéns.

      • klaus

        olho o Up e também imagino um carro de brinquedo

      • Edson Fernandes

        Dureza mas também o cara que tem um carro compacto iria se assustar na mauntenção do Fluence e no consumo. Você vei de um Golf que apesar de mais economico, te cobra a conta em manutenção, para vc será bem vindo o Fluence em manutenção, seguro e conforto. Além dos itens que ele oferece (ainda que o Golf fosse melhor equipado).

        • Cláudio Modesto

          A manutenção do Fluence FORA da CSS não é cara, o mesmo vale para todos os franceses, peças são em conta e precisa de um mecânico de confiança. As revisões semestrais do Golf ficavam em torno de 450 reais cada.
          Agora, falando de carro o Golf (Alemão) é extraordinário, fazia na média 14Km/L, contra 11 do Fluence em Brasília e andando bem, puxando nas saídas. Ando em regime de estrada com eventuais engarrafamentos.
          Eu tenho vontade de comprar outro TSI, Jetta, Passat, Golf GTI, sei lá, mas usado. Acho eles caros demais.

          O que ouvi dizer do Golf é que alguns tiveram problema com DSG7 e a manutenção é fora de propósito. Enfim…

          • Edson Fernandes

            É isso mesmo… DSG7 com muitos problemas de mecatronicas, retenção de marchas e simplesmente não engate das marchas.

            Uma pena enorme. Mas a manutenção do Golf é salgadinha mesmo fora da concessionaria. O que me fez desistir do modelo que eu realmente gostaria de ter.

            Sobre consumo: Não tem saida, um 2.0 de duas gerações anteriores ao motor 1.4 TSI cobra isso mesmo. Até que anda bem, mas cobra no consumo. Espero que a Renault pense com carinho na proxima geração. Cogita-se a possibilidade de CVT ou AT convencional de 6 marchas com um motor turbo. Mas nada é certo dentro dela. E ela tem distribuidor de cambios que podem ofertar um ou outro.

      • Mr. Pennybags

        Eu segui os mesmo passos que você, tinha um Golf High com pacote Elegance e agora estou no Fluence.

        • Cláudio Modesto

          Fluence é um carro bem satisfatório, né não? Gosto demais da chave presencial e do porta-malas. Sinto falta da agressividade do Golf hehe, o fluence parece mais um bote num rio, bem tranquilo.

      • thi

        propostas nada haver. vc só teria um puta carro economico,rapido,com um cambio show,5 estrela em segurança e teria melhor mobilidade na cidade, …vacilou

        • Angelo Lucca

          Depende do ponto de vista, ele comprou um carro bem equipado, confortável e já com a maior parte da desvalorização de um semi-novo, amortizada. Esse Up de 50 mil, ainda vai perder muito desse valor, no mercado dentro dos próximos meses/anos. Com os 20 mil que “sobraram” ele pode fazer diversas coisas, inclusive comprar um outro carro mais básico pra ter como alternativa a um menor consumo, ou até aplicar esse dinheiro e usar os rendimentos para abastecer seu carro (se rodar relativamente pouco) ou pra manutenções, ou o que bem entender.

        • Ka Zuno

          o cara ainda expôs toda a sua linha de raciocínio, deixa explicito o valor que fora
          pago no fluence, só vc ler e comparar mesmo se foi um vacilo. Santa ignorância heim.

          vacilo mesmo foi a forma que a vw posicionou esse carro, tanto que se vc for olhar um GOL
          no configurador do site da vw hoje, a cifra ta surreal, e pensar que seria interessantissímo
          esse motor 1.0 tsi no gol por 42k … mas tal valor não é possível nem no UP hahaha

          • Cláudio Modesto

            Quero ver o que será do Golf com esse Polo novo… Vai sair de linha mesmo.

          • Rodrigo

            Ali é fanboy… Não adianta argumentar.

        • Cláudio Modesto

          Só é caro DEMAIS, DEMAIS , DEMAIS, fora isso, é bom.

      • Bongoman

        num leilão?

        • Cláudio Modesto

          Não. Numa CSS da Kia. Aqui em BsB dá para achar nesse preço. 12/13

      • Vanesso

        Aqui na minha região, olhando um site de carros, achei 3 Golfs 1.4 2014~2015 à venda, com baixa km (um com 6000km). Antes, dificilmente encontrava algum semi-novo, ou quando tinha era com alta kilometragem. Por que será? Será o mesmo pensamento? Carro caro de manter e talvez porque vai deixar de ser fabricado no Brasil?

        • Cláudio Modesto

          Tão espalhando um boato que o DSG7 quebra e custa 20 mil pra trocar… O meu não fazia nem barulho, mas dão medo esses rumores.

          • Vanesso

            Ixi… É bem por aí. Comprar um é fácil, difícil é manter depois. Tem que ter muita bala na agulha.

  • afonso200

    Se tivesse cambio 6AT no TSI ja teria um ns garagem

    • Angelo_RSF

      Pena que se tivesse um 6AT seria ainda mais caro…

    • Deadlock

      É o que falta para o UP TSI bombar mais (vende bem, por isso o aumento), mas aí passaria de 60k.

    • Leonel

      É o que eu acho que falta para muitos modelos VW. Eu quero um automático ano que vem, poderia cogitar SpaceFox, Voyage…mas estes e muitos outros só tem o iMotion…não quero automatizado, quero um automático de verdade! É uma pena…

      P.s: mas se com MT ele passa dos R$55 mil tranquilamente, imagina ele com um AT6 rss..mais caro que o Golf 1.0 MT.

    • oloko

      Parece que nem cabe o cambio AT6 nele, ou parece que tem algo assim, me corrijam caso esteja errado. Fora que o preço dele com todos os opcionais + cambio AT ficaria mais ridículo ainda, mas tirando isso seria uma boa mesmo

      • Luciano RC

        Não cabe… porém daria para dar um jeito como aconteceu com o motor TSI.

      • Deadlock

        Na Europa cabe o DSG, que foi banido na bananalândia.

  • Franco da Silva

    Descolando de vez dos modelos que brigam no preço. Quem quer, tem que pagar. Se quer carro barato, vai de Gol peladão. Só que, cada um recebe pelo que paga…

  • oloko

    58 mil num up para mim não dá, é pra ser um carro de entrada, city car etc. Como pode custar tanto? Essa versão de 58 mil reais era pra custar no máximo 45 mil e ainda seria bastante para o que o carro representa.

  • Marcio Mendes

    Deixa ver se entendi: Esse carro chegou para ser o carro de entrada da VW, substituindo o Gol G4. Um carro pequeno, simples, um “popular”. Agora virou “premium” com preço de quase 60 mil. E brasileiro acha que não gosta de ser enganado…

  • zekinha71

    Mataram a versão que ficava meio termo, tanto em valor como acabamento, e era a que eu mais gostava.
    Alguém na VW deve ter muita raiva do up! pra fazerem tanta cagada e matarem o carro aos poucos.

  • Fanjos

    oi, olha eu na foto mamãe!
    Prospera Mais!

    • zekinha71

      Tá feliz heim, logo na segunda um presentinho.

      • Fanjos

        Gostoso né…saideira de sexta e café da manhã na segunda, nem adianta tentar fazer dieta, porque sempre de “doces” o tempo todo

    • Pedro Henrique

      eu realmente achei pouco o aumento…
      tava esparando a versão pepper entrar com tudo no rabo do comprador e estourar a barreira dos 60k…
      quem sabe na próxima né.. com adição de uma faixa lateral

  • Victor Hugo

    É muita melodia. Mas é muito caro!1

  • Mario

    Está barato! Este up! agora será up!!!!! Com o super, mega, plus motor 1.0tsi deveria ser mais caro! Estão brincando, né? Fico imaginando o valor do new polo 1.0 tsi!!!!!

    • Victor Hugo

      O pessoal está sendo muito inocente, pensando que o Polo vai girar em torno de R$ 50 a R$ 60 mil. Esse carrinho vai ficar entre R$ 65 a R$ 85 mil. Pode escrever. A não ser que o nível de tropicalização seja um, nunca visto anteriormente. Maior que do Golf.

      • Verdades sobre o mercado

        Por 50K já vai ser difícil vender Polo 1.0 MPI … vai ser a mesma coisa do Argo, os 1.0 aspirado vão micar e as motorizações maiores vão vender bem.

      • João

        Polo: 60.000 à 90.000

      • Licergico

        acho q vc tb ta sendo inocente …
        polo 1.0 ( aspirado ) com ar / vidros da frente e calotas deve começar em 70k.

        • Victor Hugo

          Se isso acontecer, serei mais um tapeado.

  • tiago

    Na minha opinião, fica faltando um acabamento nas portas e um câmbio AT.

  • Yo soy Yo

    R$ 60 mil (valor aproximado do UP TSI) vc pega um Tiguan 2011/2012 com 70k rodados. Sim, sei que manter um Tiguan não é a mesma coisa dum Up, maaasss… eu compraria o Tiguan.

    • Licergico

      pega um civic 14/15 (9ª geração ) entre 30k-60k km rodados 377x mais carro que ‘isso’ …. e não terá problemas de mecânica pelos próximos 6-10 anos .

  • Duh

    Volks se preparando para lançar o Polo a todo vapor, achava que seria a partir de 60mil mas nesse ritmo vai vir por 5mil a mais.

  • Márcio Motta

    ta muito barato esse carro! podia subir mais uns 10 mil. é um VW.

  • Gueu Barboza

    Na versão 2020 vão cobrar 100 mil… só pode.

    • Fanjos

      Esse é a primeira meta, depois dobramos

      • leomix leo

        Esse Fanjos é demoníaco, ele adora ver essas matérias e gozar da nossa cara. Velho, da uma trégua aí, tira unas férias de 15 dias. Não aguento mais tanto aumento e meu salário só encolhendo a cada mês.

        • Mr. On The Road 77

          Desconfio que é ele quem faz os carros aumentarem de preço. Ele deve ser o demônio do preço mais alto que influencia as pobres montadoras…

          • leomix leo

            Rsrsrsrsrsrs

          • Fanjos

            Felizmente para a alegria de todos eu tenho contato com o presidente da Alfafaveia no qual faço pedidos para que ocorra promoção de valores que quase sempre são atendidos.
            Já estou negociando com as demais montadoras, aguardem por mais valorizações veículares em breve.

            • Mr. On The Road 77

              O demônio é ardilôôôôôso… kkkk

  • durango

    Parece que a Volks quer tratar este carro como umA1, um Mini ou um Fiat 500, ou mesmo um Smart car.
    Não Rola mesmo

  • zeh

    …não vendeu? aumenta os preços….e segue em frente…mercado de usados ficando em alta com estes aumentos de preços de novos…

  • thi

    o carro tem um puta motor , segurança , 5 estrela em colisão (feito dificil em se tratanto de carros muito compact),direção eletrica,um puta cambio dlicioso, isofix… ai o cara compra um onix e ainda vem dizer que o up! não vale oq cobra?? acho que 10mil de difernça ainda é barato pra um carro que tem motor+segurança+cambio espetaculares.

    • MauroRF

      Lembre-se de que, nesta categoria, qualquer real a mais ou a menos faz a diferença. E outra: infelizmente, brasileiro não dá a mínima para segurança. Somos exceção aqui. O up é moderno e tal, mas precisa de preço mais agressivo. A VW faz cagada em aumentar esse carro, está matando-o aos poucos desse jeito.

    • MauroRF

      Ele é fã de VW… e quase todos aqui sabem disso.

      • MauroRF

        Nenhuma! O problema é que quando uma pessoa fica fanática por algo ou é fã de algo, as chances são altíssimas de ela nunca olhar para o lado, considerar a concorrência e ainda analisar o que a concorrência oferece. Pode reparar, para o fanático religioso, só o Deus dele presta, um absurdo. Quando se fica um fã “exagerado”, perde-se o senso crítico para analisar as outras coisas. Eu, particularmente, não gosto de VW porque acho os carros dela sem sal, é sempre o mesmo “jeitão” sóbrio, ou seja, a escola VW não me agrada (e isso é algo subjetivo, você pode adorar os carros dela), mas isso não me dá o direito se sair espinafrando a montadora gratuitamente. Quando ela faz algo errado, como cobrar caro pelos seus carros, especialmente o up, eu falo isso. E como comentei abaixo, parabenizo a empresa por oferecer estrutura melhor no up, bem como motor moderno, ou seja, um produto moderno. A VW só precisa agir como empresa dos anos 2010, não como lá nos anos 70/80, quando dominava o mercado, e a concorrência, no geral, não oferecia coisa melhor. Repare que, no geral, fãs de VW e de Toyota são os mais ferrenhos, parecem torcedores de futebol.

      • thi

        amigo nao sou o carlota não, tb sei apontar os defeitos da vw ;)

        • MauroRF

          Opa, desculpe, pensei que estivesse trilhando o caminho dele, rs. Ele exagera demais. Você é fã, disso sabemos, mas legal que manterá o senso crítico. Nunca perca esse senso.

      • thi

        nada haver seu comentario cara kk a vw tem milhoes de fan e tem varios eventos pelo mundo para os fãns.
        fica na paz

    • João

      As 5 estrelas do up numa colisão à 80km/h não adiantam muita coisa…

      • thi

        a 80 te garanto que vc em um palio ,onix estara mais perto do cÉU ,do up! isso ja fica mais dificil

        • João

          Em todos esses modelos citados, sobreviver a uma colisão nessa velocidade, seria milagre.

          • thi

            os testes são feitos a 70km/h ..pq milagre?

    • Edson Fernandes

      Segunda vez… a plataforma é NSF.

      • thi

        blza ,vou apagar

    • Jad Bal Ja

      Sim o Up ta caro sim e não vale o que a VW cobra…

      • thi

        ta caro mesmo, mas tem muito carro caro e sim eu hoje olho pra segurança e modernidade no motor , não troco um up por um gol nemmmmm …

    • Pera, ele tem 5 estrelas no teste antigo, não testaram ainda no novo formato e ele já cairia pra 3 pelo menos, pela rigidez do novo teste.

  • Luis Burro

    Ainda tem gente q diz q ele vende bem!A volks vai conseguir se recuperar muito nas vendas com estes aumentos,alem de tdo sucessivos.

    • thi

      certeza não vai, pois a vw tem tudo ,mas a vw não sabe ser agressiva no preço na jogada de markting

  • Rogério R.

    Putis queus parius! Subiu de preço de novo!

  • Natanael Garcia

    ixi, remendaram a traseira com fita isolante

    • Robinho

      pois na minha opnião o que era feio conseguiram deixar pior…

  • Erick

    58 num Up??? Nesse valor dá pra pegar carros maiores, mais potentes e mais equipados (208 1.6, Jac T5, New Fiesta…).

  • Mr. Car

    É, VW, você definitivamente não quer que o up! venda bem.

    • V12 for life

      Eu acho que a VW é tão apaixonada por up! e Golf que quer ficar com todos.

  • joao vicente da costa

    Só eu que nunca tinha percebido que o nome do carrinho é uma referência ao seu preço?!

  • de novo…
    pelo menos a vw é coerente, o up é bem caro na europa também :)
    só que o take de la deve ser mais equipado que o move brasileiro, sem considerar que um buraco de 10 mil reais entre uma versão e a outra é surreal, a diferença entre take e move na europa é de 1.000 euros
    ainda não vi um up apos o restiling nas ruas…

    • thi

      já disse aqui que o up! é um carro caro ,e agora ela subiu de vez a proposta, quase um carro de imagem como o beetle,500

  • Gran RS 78

    Essa lanterna traseira é ridícula com essas “fitas adesivas”. Até nisso a VW economizou para o mercado brasileiro, pois o Up vendido na Europa tem uma lanterna muito mais bonita e de leds.

    • ViniciusVS

      Não fala isso, os donos de UP acham que estão andando de carro Europeu. Não existe tropicalização quando o assunto é VW UP.

      • invalid_pilot

        Considerando as opções do nosso mercado, é o mais próximo de um modelo vendido na Europa que existe.

        Ou vai dizer que Mobi e afins são mesmo nível?

        • ViniciusVS

          Em momento algum falei que o carro é ruim, somente coloquei em questão que ele recebeu sim adaptações para rodar na banânia.

          Ser próximo a um modelo não é ser exatamente o mesmo modelo.

          • invalid_pilot

            Tirando BMW, Audi e MB , o que temos parecido com a Europa? Demais modelos sempre são capados de alguma forma.

            up, 208 e Fiesta são esses mais acessiveis e de qualidade próximas aos seus pares europeus.

            Concordo que está caríssimo também, não justifica o preço pelo que é. Até 2015 era uma boa compra.

    • thi

      as lanternas novas são mais bonitas na minha opnião, vi esses dias pessoalmente e inclusive já vi gente botar essa nova no up mais antigo

      • Gran RS 78

        Gosto é gosto, pois vi ao vivo e fiquei pasmo de como pôde a VW ter feito aquilo.

  • Alvaro Guatura

    Volkswagen move up! 1.0 MPI i-Motion 2018: R$ 51.190 (sem aumento)

    Adoraria um desses na minha garagem. Mas esse preço?

  • Rodrigo

    Agora imagina por quanto não vai sair o Polo “high-end”? $anto Pai.

    • Fanjos

      Eu chutei que o top passa dos 100 mil com opcionais… Anotem

  • João R

    TSI 54mil e crossup 56mil… pero que grande M é essa pelamor?!?!?!?!?! hahahahha
    Gente… só posso rir, de verdade! Boa sorrrrte pessoal. Não me enfio nessa nem com uma promo de 10mil de desconto, serio mesmo!!!
    Para curtir minha cidade, faculdade e compras no super… Vou de KWID por 35mil e nem um centavo mais!!!!

  • thi

    sim compactos sim, mas e?? refinamento já é outra coisa

  • Pablo Henrique

    O que pode ser mais “funcional” numa lanterna do quê acender as luzes mediante o comando?

  • Ricardo Blume

    Eu gostaria de sentar frente-a-frente com o CEO da VW e “trocar uma ideia” com o sujeito para conseguir entender a atual filosofia da montadora.

  • Henrique

    E pensar que comprei meu Punto Sporting 1.8 por 48.000,00 reais ! Essa Pais, o governo a VW são um lixo mesmo ! Mais de 50 mil numa caixinha de fosforo dessas e com esse acabamento espartano e subestimar minha inteligência. Eu sou fã da VW, fui cliente quase 20 anos, mas esta sendo mal dirigida e contra as tendências de mercado. Seria muito mais inteligente, deixar o UP como carro de entrada, reestilizar o GOL , e lançar o Polo, tirando o FOX da linha. Outro detalhe e o erro de produzir o GOLF aqui com esses preços, não há mercado para hatches acima de 100 mil . Não precisa ser nenhum gênio ou guru para perceber isto, alem do que vai de mal a pior a VW com esses sucessivos aumentos.

  • FiveStar

    Como proprietário de um acredito que hoje não vale o que custa, em 2014 um move up! completo com rodas e neblina saiu 35.900,00 e era aceitável, hoje já ficou caro.

    Sem falar na falta de tropicalização pois não aceita trafegar em vias lunares, logo surgem os problemas seguidos na suspensão e caixa de direção (já troquei duas com menos de 10milkm), o que não falta é up! rodando com ruído na suspensão e os inocentes caem no papo de “é do projeto” destilado pela VW.

    Ainda vou desmontar toda a frente e vasculhar a moderna engenharia alemã do “barulho de projeto”, não é possível…

    • kravmaga

      O meu carro também é da VW, é importado do México ainda por cima (não tropicalizado como dizem), usa pneus perfil 45 (menos borracha para amortecer), tem também direção elétrica e já está com 20 mil km e mais de 2,5 anos de uso. Nunca tive problema nenhum de suspensão, rodas amassadas e muito menos de alinhamento ou balanceamento. É meu único carro e uso ele todos os dias úteis para trabalhar e nos finais de semana para viajar e passear.

      Ou você é muito azarado ou passa rápido demais em tudo que é quebra-molas e buracos para estragar tanto.

      • FiveStar

        Antes fosse isso, mas não é o meu caso e o fato de ser VW não me influencia, compro o carro em si e a marca é secundário.
        Tive 2 carros usados antes do up!, um com mais de 100milkm, a minha ideia era um carro novo para não me incomodar, e quando passo em ruas irregulares acho que meu carro tem 20 anos de uso, só falta cair os vidros (em alguns up! cai mesmo).
        E cada carro é um carro, uma rápida passada no clube do up! se comprova as várias páginas com a mesma reclamação, barulhos na suspensão é mato em se tratando de up! infelizmente, afinal é um carro europeu feito para andar sobre “tapete” sendo guiado mas horríveis estradas brasileiras.

  • Parabéns a VW esse carro esta dentro da proposta, o nome não é UP!? Então, sempre acima dos outros, sempre pra cima, principalmente no preço que é o que mais importa ao brazuka pra criar um carro de imagem.

  • Rodrigo

    O Kwid está chegando e aumentam mais o preço?
    Xiii…
    Os acionistas da VW já jogaram a toalha quando mataram a versão 2P, queimando todo o investimento que não teve retorno.

    • Leonardo

      queimando? tem certeza kkkk com esses preços kkk

  • GABRIELCSFLORIPA

    O problema desse carro é o preço.
    A versão mais cara com opcionais chega a custar quase 61 mil e não vem sequer com vidros elétricos traseiros.
    Só para comparação (sei que não são concorrentes), um Sandero RS 2.0 custa 63 mil.

  • francis

    A VW poderia deixar o Gol como carro de entrada, ao preço da versão intermediária do Kwid, e eliminar as versões 1.0 do Up! e deixar só as TSi, abrindo espaço pro Polo, e o Fox fica perdido como cego no meio do tiroteio…..

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email