_Destaque China Elétricos JAC Motors Mercado Montadoras/Fábricas Volkswagen

Volkswagen vai utilizar plataforma da JAC para atingir meta de elétricos na China

vw-jac

O acordo para produção de carros elétricos na China, feito entre Volkswagen e JAC Motors, envolverá uma gama de produtos baratos desenvolvidos sobre a plataforma dos atuais iEVX da marca chinesa.

Os atuais elétricos da JAC Motors terão versões atualizadas sob uma nova marca, a ser criada pela nova joint-venture. O objetivo é atingir clientes de menor poder aquisitivo em regiões ainda pouco motorizadas.

Com esse acordo, a Volkswagen rapidamente conseguirá atingir um bom nível de produção de carros elétricos para o mercado interno. Por enquanto, o acordo é apenas um memorando de intenções, que deve ser realmente efetivado no final deste ano.

Mas, mesmo com esse acordo com a JAC, a Volkswagen deverá produzir sua própria gama de carros elétricos sobre a plataforma MEB com suas sócias atuais: FAW-Volkswagen e Shanghai-Volkswagen. Cada uma fará um número indeterminado de modelos plugados com o emblema VW.

Em realidade, os carros elétricos feitos com a JAC serão modelos da própria chinesa, mas sob uma nova bandeira, tendo como parceiro financeiro a Volkswagen. Já os elétricos puramente VW devem chegar ao país entre 2020 e 2021.

jac-iev5-1

Metas a cumprir

O acordo com a JAC é fundamental por conta da rapidez para contornar um desafio estabelecido pelo governo chinês. Até 2020, os fabricantes instalados no país devem reduzir o consumo médio da frota para 20 km/litro ante os 15,5 km/litro do ano passado, por exemplo.

Além disso, Pequim passará a exigir um esquema de comércio de carbono parecido com o estabelecido na Califórnia. Assim, fabricantes com vendas acima de 50.000 unidades/ano, deverão ter produção local de carros elétricos como compensação pelas emissões de seus carros a combustão.

Como a Volkswagen há muitas décadas passou esse volume, tendo sido vendidos, por exemplo, 2,47 milhões de carros entre janeiro e agosto, alta de 9,4%, ter um volume local de carros elétricos em tempo tão curto, somente com uma parceria como essa.

A JAC Motors, por sua vez, já conta com uma gama de carros elétricos na China, inclusive já avaliamos seu primeiro modelo iEV4 – derivado do J3 Turin – aqui no Brasil. Além deste, atualizado recentemente, a marca conta ainda com o sedã compacto iEV5 (S20), o hatch iEV6 (S2) e o sedã grande iEV7 (Refine A60). A empresa também desenvolveu vans elétricas e híbridas para o mercado interno.

volkswagen-id-concept-2

MEB

Já a Volkswagen pretende ter uma gama completa de até 30 modelos elétricos feitos sobre a plataforma modular MEB até 2025. Com a meta de ser líder global em carros elétricos, disputado assim com a Daimler, a marca alemã ainda vai demorar para colocar um número suficiente de carros nas ruas.

O primeiro MEB deve chegar em 2020 ou 2021, gerando após várias derivações de forma e função, já que a plataforma do tipo skate, permite o desenvolvimento de tipos diferentes de veículos sobre a mesma arquitetura. O processo de produção convencional deverá enxugar os custos e permitir um grande volume anual.

A Volkswagen espera produzir um milhão de elétricos com seu logotipo em 2025, deixando outros 2 milhões sob as demais marcas do grupo, que ainda terá em torno de 7 milhões de híbridos em suas várias bandeiras.

[Fonte: Auto News Europe]







Send this to friend