*Destaque Sedãs Segredos-Flagras Volkswagen

Volkswagen Virtus 2018 continua bateria de testes no Brasil

vw-virtus-flagra-1 Volkswagen Virtus 2018 continua bateria de testes no Brasil

Após a chegada do Polo, a expectativa agora é para a chegada do sedã Volkswagen Virtus 2018. O modelo já foi visto sem camuflagem (confira aqui), mas mesmo assim continua sua bateria de testes pelo Brasil. Ele deverá chegar ao mercado no começo de 2018, entre janeiro e março, batendo de frente com o equivalente derivado do Fiat Argo, que é o rival principal do Polo 2018.



Com estilo semelhante ao do hatch compacto, o Volkswagen Virtus 2018 deverá chegar com entre-eixos ampliado, mas ainda não se sabe exatamente o quanto ele crescerá em termos de base, visto que até o momento todos os derivados da plataforma modular MQB A0 apresentam 2,56 m. Então, provavelmente ele ficará entre essa medida e algo um pouco acima de 2,60 m. O que de fato for apresentado no sedã compacto será compartilhado com outros produtos da VW, incluindo os de outras marcas do grupo.

Isso porque a MQB (Kit de Ferramentas Modular) mantém as mesmas medidas de entre-eixos para diversos modelos, a fim de reduzir os custos de desenvolvimento e produção. Em realidade, apenas a distância entre os pedais e o eixo dianteiro são mantidos na plataforma.

vw-virtus-flagra-2 Volkswagen Virtus 2018 continua bateria de testes no Brasil

Assim, não há diferenças entre o Audi Q2 e o Volkswagen Atlas quanto a isso, por exemplo. Além de maior entre-eixos, o Volkswagen Virtus 2018 deverá ser bem maior que o Voyage, talvez passando de 4,40 m. O porta-malas promete ser igualmente generoso. Espera-se algo em torno de 500 litros.

O Volkswagen Virtus 2018 deve chegar ao mercado nacional com motores 1.6 MSI de até 117 cv na versão de entrada, tendo ainda transmissão manual. No caso das versões mais completas Comfortline e Highline, o motor usado deverá ser o 1.0 TSI com até 128 cv, bem como a transmissão automática de seis marchas será um item de série.

O foco no conforto já é maior entre os sedãs, então dificilmente haverá uma opção manual nesse último caso. Diferentemente do Polo 2018, que ainda pode oferecer no futuro uma opção manual no TSI, mas com proposta esportiva. Por enquanto, não há sinais de que isso vá acontecer, embora o hatch tenha lenha para queimar.

A expectativa agora fica por conta dos preços. Como a Fiat ainda não lançou o sedã derivado do Argo, que será feito na Argentina, não dá para ter uma referência mais aproximada, mas a faixa de R$ 50.000 a R$ 80.000 pode ser bem explorada pelo modelo feito na fábrica da Anchieta, em São Bernardo do Campo-SP. Vamos esperar para ver.

Agradecimentos ao Ronaldo Oliveira.

  • bruno

    entre-eixo de 2,65m

    • Poderiam colocar o nome Santana, venderia horrores. hehehe. O Honda City deve ser a referencia, junto com cocobalt. Deve partir de 59 mil.

      • Douglas

        Também acho que Santana teria um apelo bem maior.

        • Verdades sobre o mercado

          Santana só teria apelo para quem tem mais de 50 anos

          • Abdallah

            Seria o corolla da vw?! ahuahua

          • Gran RS 78

            E tbm se fossem taxistas.

          • carroair30

            Esse negocio de por nome antigo em carro novo so da M…. olha a FIAT que colocou o nome de UNO no que deu.Se a FIAT tivesse ouvido os marqueteiros da epoca tinha colocado o nome de PANDA mas a ignorancia do CEO e dos executivos matou o carro hoje.(estou falando referente ao novo uno)

            • Verdades sobre o mercado

              Depende… as fábricas fazem pesquisa de mercado antes de batizar o veículo com um nome “antigo”. Antes de relançar o Voyage a VW identificou que o nome Voyage remetia a coisas boas (Bom produto) e coisas ruins (algo “antigo”). O nome foi reutilizado e teve sucesso, caiu em vendas nos últimos anos devido as novidades da concorrência que deixaram o Voyage ultrapassado. O Uno teve sucesso sim, e sua queda nas vendas nos últimos 2 anos está relacionada à uma estratégia errada da Fiat que colocou o Mobi no lugar do Uno e quis elevar este de patamar, algo que o mercado não aceitou.

              • Hen_Par

                O novo Uno quando lançado era um carrinho bem bacana mesmo. O consumo era algo elevado, mas tirando isso, era um carro honesto e de acordo com a proposta.
                Hoje, depois do facelift, ficou com visual carregado e preço salgado.

                • Verdades sobre o mercado

                  Fui gerente de css Fiat e por isso sei o que falo, colocar Uno a preço de HB20, Sandero, Onix, Ka, Gol e afins só pega trouxa mesmo, tanto é que no varejo o Uno está pelas tabelas, 70% de sua venda é para locadoras, frotistas e licitações. Penso que a Fiat não precisava ter inventado o Mobi, pois o Uno cumpria bem este papel. O Mobi acabou substituindo o Uno e este ficou deslocado. Se tivessem deixado o Uno onde estava, fizessem um face-lift pesado no Palio, não precisava do Mobi. O Palio é um carro com nome forte no mercado. Ficaria Uno (apenas 1.0) Palio(1.0 e 1.3) e ARgo 1.3 e 1.8 (o 1.0 tem-se mostrado um veículo difícil de vender).

              • visanpai

                Boas observações! O brasileiro é bem saudosista.

              • Alessandro Oliveira

                Falou tudo! Principalmente sobre o Voyage! Logicamente hoje caiu em vendas mas não pelo nome em si, mas pela idade do projeto versus concorrência!

              • Diego Amaral

                Voyage caiu em vendas, mas se não me engano é o segundo do segmento, atrás apenas do prisma.

                • Verdades sobre o mercado

                  Este ano o Voyage é o segundo sedan compacto mais vendido no acumulado de emplacamentos (Varejo + venda direta), mas no varejo (onde pode-se entender a preferência do consumidor final) o Voyage fica atrás também de HB20S, Etios Sedan, Siena e Ka+. Em venda direta(onde o grande volume vai para locadoras, grandes frotistas e licitações) o Voyage é líder pois a VW está bastante agressiva nos descontos.
                  Da mesma maneira o Uno que no varejo está pelas tabelas, e em venda direta recupera as vendas pois a exemplo do que a VW faz com o Voyage em VD, a Fiat faz com o Uno.

            • Car Xpert

              Concordo em parte..

            • Verdades sobre o mercado

              Veja o caso do Prisma que em sua primeira geração teve desempenho apenas mediano (comparando-se à Voyage e Siena), era um sedan de um veículo bem simples (Celta) e agora é o nome do Sedan de um veículo maior (Ônix) e a estratégia de repetir o nome mostra-se bastante acertada.

      • André

        Cocobalt só concorre em tamanho, em termos de qualidade, City e Virtus são muito superiores.

      • Ricardo

        Quem deveria ser chamado de Santana é o Jetta, mais compatível em tamanho.

        • V12 for life

          Além de ter a dianteira longa e traseira curta como o Santana.

        • Fabio Marquez

          Santana fez parte de uma geração do atual sedan Passat. Chamar um carro menor do que ele de Santana chega até ser estranho, tipo o que ocorreu com o Astra de terceira geração que quando chegou aqui foi chamado de Vectra, sendo que ainda existia Vectra de verdade no mercado europeu, que foi posteriormente substituído pelo Insignia.

      • Edson Fernandes

        Deve vender horrores com esse nome. Mas o carro deve ter comportamento de suspensão macio para tal. Se for duro como os atuais VW, sem chance.

    • Deadlock

      Entre-eixos de bom tamanho. Se os preços forem condizentes com os preços atuais do Polo, deve vender bem mais que o Jetta, ou até mesmo retira-lo do mercado nacional.

      • 4lex5andro

        Se fosse na Europa era capaz de o sedã custar menos que o hatch, mas no Brasil o resultado costuma ser o inverso.

        Exemplo disso, são as linhas Focus e Cruze.

    • Car Xpert

      Isso tudo de entre eixos não, tem que ficar um pouco distante do Jetta pra não atrapalhar. Acho que 2,60 já tá mais do que ótimo!

      • Peter Bishop

        ótimo é exagero, 2.62 seria razoável apenas

        • dallebu

          Depende, num carro compacto tudo dentro dele é um pouco menor e ocupa menos espaço, bancos mais finos etc, então sobra mais espaço traseiro num compacto com 2,65 de entre-eixos do que um médio com essa mesma medida. Polo e Argo oferecem um ótimo espaço traseiro com 2,52/2,56 e o Virtus deve proporcionar bastante folga arás com 10 cm a mais.

    • Peter Bishop

      Aí mata o Jetta

      • Edson Fernandes

        Não mata não. O Jetta será atualizado e ele poderá perder mais vendas, mas é a opção de médio da VW que ainda terá sua atualização.

      • Car Xpert

        Tbm acho

    • Car Xpert

      2.60 e até 2.62 já tá bom demais… Mas, tô achando que em materia de design, mais uma vez, não vai ser lá essas coisas… Já o time lá do outro lado promete..

  • Se brincar a VW vai querer por ele pra disputar com o líder Corolla pra justificar redução de custos, so que sabemos nunca será!

    • Jesse James

      Melhor construido que o Corolla ele vai ser com certeza.

      • Joaquim Grillo

        affff não li isso até um corolla 2002 é mais resitente e melhor que isso kkkkk

        • Não, não é.

        • Douglas

          Se nem o 2017 é mais seguro que o Polo para os passageiros dianteiros.

        • thi

          Nao nao ! Ta falando besteira

          • Joaquim Grillo

            claro que estou…Toyota brasil é muito mais montadora que VW Brasil

        • haterXhater

          Corolla 2002 é um tanque, um ponto fora da curva. Aí vc pegou pesado.
          Bem mais resistente que esses carros leite moça de hoje…

          • dallebu

            É o Uno Mille da Toyota, e igualmente pelado heheh

          • Joaquim Grillo

            pois é isso que eu quero dizer

          • carroair30

            Carros LEITE MOÇA…… foi otimo!

          • Edson Fernandes

            DUVIDO um Corolla 2002 ser mais seguro que uma leva de carros de nosso mercado hoje.

    • Tiago Henrique Ferreira

      Amigo, ajude a alienação dos brasileiros diminuir, pare de endossar a política de preços da Toyota, onde já se viu um Corolla valer o que cobram por ele?

      • Simples, tem quem pague, se a Toyota puser a 200 mil e tiver compradores quem sou eu ou voce pra julgar? Infelizmente o mercado brasileiro é assim e so vai mudar quando a concorrencia aumentar e as opções melhorarem, quando carro deixar de ser investimento e virar bem de consumo, ou seja, talvez nunca!

        • Deadlock

          Ninguém compra carro pensando que é investimento, porque seria o pior investimento que poderia fazer nesse país. Eles compram Toyota porque a manutenção é barata, tem bom valor de revenda, o carro é considerado “cheque visado” pelo mercado, o que facilita trocar de carro após alguns anos, perdendo pouco e o carro não dá problema no tempo em que ele fica com o carro. Isso é ser irracional? Irracional seria comprar um carro barato, com custo de manutenção alto, cheio de problemas, e depois vender com grande deságio. É melhor pagar mais no carro (que vale mais na revenda) do que pagar em manutenção, que não entra no valor do carro quando ele for revendido. Esses caras que compram Toyota estão longe de ser trouxas, até porque conseguem comprar um Toyota…

          • carroair30

            A começar que a TOYOTA foi uma das primeiras a colocar CORRENTE DE DISTRIBUIÇAO ,Vai trocar a CORREIA DENTADA desses EA211 da uma mao de obra alem que o mecanico tem que fazer uma MBA pra aprender trocar afff

            • 4lex5andro

              Esse “estágio” na liga de basquete é novidade.

              • carroair30

                ja corregi

          • Isso que vc falou é pensamento de quem compra carro para revender depois, ou seja, um “investimento”, diferente de quem compra pra seu uso e não importa com o que os outros pensam ou como vai revender depois. Isso existe em qualquer área, por ex. pq alguem paga mais caro num Iphone sendo que tem celulares androids melhores pelo mesmo preço? Investimento é algo que vc tera retorno depois, e quem paga 100 mil num Corolla nas configurações que ele tem e tinha (antes ele era mais pelado) pensa sim nisso. Não chamei ninguem de trouxa por isso, apenas que é algo peculiar do nosso mercado, e antes que vc fale que o Corolla vende muito em outros, é verdade, claro, mas lá ele é carro de entrada popularzão, inclusive com bancos de tecido e calotas. Enquanto nos Eua um Corolla custa entre $17 e $25 mil dólares, aqui ele está custando mais de $30 mil dólares, mesmo sendo feito aqui.

      • haterXhater

        Amigo, ajude a alienação dos brasileiros diminuir, pare de endossar a política de preços da VW, onde já se viu um Up, Golf, Spacefox, Saveiro e Polo capado com acabamento 50 tons de cinza, valerem o que cobram por eles?

        • Lucas086

          “50 tons de cinza”, melhor comentário do ano kkkkk

          • dallebu

            Vou usar esse nome pro Polo de entrada kkkkk

            • Lucas086

              Eu também kkjkkk a VW devia usar até nas propagandas

        • Eduardo

          100 na spacefox completa que saiu de linha agora e Corolla de entrada a 90 e poucos. Fala sério esse pessoalzinho de internet…ficam comparando preço e opcionais. Pós-venda, robustez, baixa manutenção e quando dá a preço baixo, desvalorização, liquidez, conforto…esse pessoal não sabe o que é

    • O Pato

      Melhor que os concorrentes certamente será.
      Mas se botarem ele pra concorrer com categoria superior vai ficar difícil apoiar a vw.

      • Deve vir só com 1.0 tsi a partir de 69k. Anote.

        • André

          Dizem que o básico será Comfortline com motor 1.6 16v MSI com cambio manual ou AT6 e que deve partir de 64900. Em vista que o Cocobalt já custa em torno disso, acho bem interessante.

          • Verdades sobre o mercado

            Já tem foto de Virtus com calota na fábrica, então o de entrada deve ser o Virtus MSI, que deve custar a partir de 59.900

      • Car Xpert

        Aposto que o Argo sedan além de mais bonito vai ser mais interessante, sobre acabamento nem entro no mérito, já que o próprio Argo já tem acabamento bem melhor que o do Polo.

        • PEDAORM

          Quero so ver o Polo ao vivo para verificar isso, não sei como pode ser “bem melhor” se ambos só utilizam plásticos duro e os arremates da VW foram elogiados. Mas tambem li algo do género.

          • wagner

            Então… é fato sim, o acabamento do Argo além de texturizado, utilizada materiais visivelmente melhores e os arremates são perfeitos.
            Polo é referência em segurança e o Argo em acabamento.

            • Fabio Thasmo

              Nao vi o polo pessoalmente, mais o comparativo da revista 4 rodas afirma que acabamento do Polo é melhor, eles dizem que o Polo exibe texturas com melhor aparência e que o acabamento do Polo tem qualidade superior a do Argo.

              • wagner

                4 rodas? Sério? rs

            • PEDAORM

              Entrei no Argo e achei bem fraco. Acho que estão falando isso mais por questão estética do que por qualidade propriamente. Falar que é fato antes de ver o carro, acho precipitado. Acredito que se equivalem nesse sentido.

              • wagner

                Se achou o melhor acabamento, ao lado do 208, o fraco, meu amigo…, quanto entrar no Polo então… ficará tão decepcionado com o acabamento de carro populara que encontrará.

                • PEDAORM

                  O 208 me passa uma impressão de qualidade bem melhor que a do Argo.

          • carroair30

            Quer ver o POLO ao vivo??? olha um GOL e imagina ele um pouco maior! pronto! vc viu um POLO ao vivo.

            • PEDAORM

              Opa, hater detected

              • carroair30

                Aqui vc nao pode falar a verdade que logo ja é taxado de hater ! desculpa ai ADORADOR DA VW

                • 4lex5andro

                  Mas o Polo é um produto ligeiramente superior em motorizações, opções de câmbio e acabamento, dizer que só o tamanho é diferente, é passar recibo de hater mesmo.

                  É como dizer que o Argo é um Mobi maior.

                  • carroair30

                    O ARGO nao é um MOBI maior,o MOBI é um UNO menor deu pra entender,pois bem ,o POLO é um GOL maior,o DUSTER é um SANDERO Maior,e asim caminha a humanidade a passos de formiga…..entendeu? fui claro o suficiente?

                • PEDAORM

                  Pode falar o que quiser, mas vem com esse discursozinho cansado ao invés de comentários que agreguem, me parece que só quer desmerecer um carro que nunca nem viu.

                  • carroair30

                    Desculpe mas vc deve ser daqueles que acha que um parasita sindical com um discursso que divide uma naçao entre dois e polos (sem querer usasr trocadilho mas ja usando) vai ser capaz de “salvar” um pais do caos,e que se encanta com uma montadora de automoveis que vai por um mega fodastico carro a preço de um apartamento,a ilusao e o encantamento pois esse pais na lama que esta hoje,bom vamos seguir com o enterro…..

                    • PEDAORM

                      ????????
                      Comentei na boa sobre um carro, e você me respondeu de forma grosseira e rasa. Agora vem com essa conversa sem pé nem cabeça… Vamos produzir que é melhor amigo, não sei do estás a falar. Sobre parasita sindical, passo longe.

                    • Ernesto

                      Haja paciência com esses caras, hein PEDAORM? Esse último comentário do carroair30 foi uma das coisas mais sem noção que já li aqui na sessão.

  • marc west

    O perfil do carro ficou bonito, sem a impressão de estar “esticado”.

  • Cristiano

    O link para o Virtus sem camuflagem não está funcionando.

  • Guilhe

    Bom, pelo menos já sabemos que por menos de 55k não deve vir.

    • Verdades sobre o mercado

      Aposto em 5K mais que o Polo em todas as versões

      • Wellington Myph13

        10k…
        Voyage que nem tem tanta diferença do Gol custa 7k a mais. O Virtus vai ter entre eixos maior…

        • Verdades sobre o mercado

          A aposta da maioria era de que o Polo viria bem mais caro, mas a VW sabe que precisa ser competitiva e surpreendeu à maioria. Com o Virtus não pode ser diferente sob pena do carro não vender bem. Ou coloca preço competitivo ou se f…

          • Wellington Myph13

            Concordo com a surpresa (boa) que tivemos da VW, mas ao mesmo tempo, não vejo saindo mais milagre desse santo.
            A média de preços entre hatch e sedan sempre foi acima de 5mil, pra chutar baixo, com as diferenças de entre-eixos, eu chuto os 7mil, mas não vejo ela lançando um Virtus 1.6 MT por 59.990,00…
            Se ela vier assim mais forte ainda no Virtus, é porque ela esta com muda sede, e pode bancar esses preços pra alavancar a VW no Brasil, e depois ir realinhando os preços conforme vai aumentando a linha com SUV’s e ir vendo suas vendas crescer “naturalmente”…
            Quero só ver… Meu negócio é o Polo, ele já me agradou, kkkk…

          • wagner

            Eu surpreendi com o preço, fiquei até assustado em ver um 1,0 aspirado custar R$50.000,00, acreditava em algo em torno de R$2.500,00 a menos pelo pouco a mais que oferece a concorrência, basicamente o air bag lateral, já que o controle de tração, desacompanhado do de estabilidade em carro 1.0 é inútil.
            Ademais, para não ficar muito mais caro que a concorrência a VW abriu mão do acabamento (que está inferior a concorrência). Se repetir a receita no Sedan eu temo que as vendas não sejam boas.

            • Verdades sobre o mercado

              eu penso que o 1.0 vai vender pouco, assim como o ARgo está vendendo pouco no 1.0. MAs se você comparar Polo e Argo 1.0 verá que a diferença de preços entre eles é compatível. R$ 3.190,00. Polo oferece a mais som, alarme, vidros elétricos traseiros, controle de tração, air-bags laterais, roda 15″ (o ARgo com rodas 14″ fica sem graça). O que Argo oferece a mais: interior mais caprichado, regulagem de altura do volante e start-stop (que cobra o preço na reposição da bateria). Argo deve ser discretamente mais ágil na cidade e Polo deve sofrer menos que o Argo na estrada. Dirigibilidade do Polo deve ser superior. Custo de manutenção do Polo é menor que do ARgo até os 60.000km. Argo é mais econômico na cidade, mas vai devolver a economia na reposição da bateria.
              Se equipar os 2 com os kits disponíveis aí fica mais evidente que o Polo tem foco total na segurança e o Argo ganha nos itens de conveniência e a diferença de preços fica menos de R$ 1.000,00.

              • Deadlock

                E deve vender pouco mesmo, 1.0 é para popular, coisa que esse Virtus está longe.

  • Alexandre TRE

    Mais do mesmo, pra mim tudo com cara igual

  • Supernescau

    OFF: quando começam os emplacamentos do Polo?

    • Peter Bishop

      dezembro

    • Wellington Myph13

      Em novembro já deve ter. Vão ser entregue as pré vendas e os test-drive…

    • zekinha71

      Em setembro apareceram vários Seat Polo na lista da Fenabrave, devem ser as unidades de testes.

  • Lucas086

    Se cometer os mesmo erros do Polo, não pode custar mais de 60 a de entrada, é a highline não pode passar dos 72 74 mil, se ficar muito caro, tem City que vai ser estilizado e aí o negócio fica mais embaixo.

  • Eduardo

    Entre-eixos de Jetta.
    Prevejo mudanças no line up VW para 2018.

  • Edu.ch

    Se facilitar vem antes que o Golf reestilizado.

  • Wellington Myph13

    1.6 MSI – 64.990,00
    1.6 MSI AT6 – 69.990,00
    1.0 TSI – 75.190,00
    1.0 TSI – 79.190,00
    1.4 TSI – 86.990,00 (?)

    10k de diferença do Polo. Se for pra chutar mais baixo, no mínimo 7mil, ficando 3k a menos ali…

    • Guilherme Ferreira Lucio Lemes

      1.6 MSI AT6 – 69.990,00 para PCD. Se não tiver um assim a VW vai perder muitas vendas, pois a Toyota vai lançar um justamente pra cobrir a falta do Corolla GL tecido.

  • Fabão Rocky

    A VW começa assim, apontando seu concorrente direto, depois coloca o preço lá nas alturas p/ “promover” o modelo e o povo ainda diz q “o Polo é mais carro”, como por exemplo n vai demorar a alguns entendidos dizerem q o Polo é mais carro q o Argo, assim como aconteceu no passado tbm c/ o Corsa C. O Polo veio p/ o mercado p/ concorrer direto c/ o Corsa C em 2002 ou 2003. O Polo n tem nada de premium, já tive a oportunidade de dirigir os 2 e n vi superioridade nenhuma de um em relação ao outro.

    • Filipo

      O Polo é bem mais carro que o Argo! E não é invenção minha ou “haterismo”. Todos sabemos disso.
      A começar que o Polo é um carro mundial e o Argo não. O Argo tem plataforma derivada da do old Palio (como diz a Fiat, 80% da plataforma é nova). Isso é nítido quando você vai ver o Argo por dentro e vê que a posição do pedal do acelerador fica atrás do túnel central e torto. Por quê? Porque a seção dianteira da plataforma é justamente a parte antiga, derivada do Palio I.

      • Fabão Rocky

        Sério??? Boas informações. Nem sabia disso! Uma Curiosidade: essa plataforma q vc se refere é do Palio de 1996 correto? O Palio atual e o Punto utilizam essa mesma plataforma tbm?

        • Filipo

          O Palio atual utiliza uma outra plataforma, também derivada da do antigo Palio, a mesma do novo Uno. Já o Punto, apesar de ser aparentemente igual ao europeu, em termos de plataforma era completamente diferente. Na europa, utilizava plataforma do Opel Corsa, já aqui usou uma plataforma derivada do antigo Palio, parecida com a do New Palio e Uno.

          • Fabão Rocky

            Incrível a Fiat vender essas carroças a preços estratosféricos.

            • Marco

              Não são carroças, amigo. São bons carros que atendem a diferentes públicos e bolsos. Carroça, na minha opinião, era o Agile (pior carro já feito pela GM no Brasil), o coCobált (que antes da reestilização tinha um acabamento de portas sofrível) e a jabiraca da Spin, que é mais feia do que bater em mãe por causa de comida. Se tem quem compre, é porque alguma virtude o automóvel tem. Opções boas é o que não falta. Basta ter condições de comprá-las. Simples assim.

              • Fabão Rocky

                Dinheiro p/ comprar eu tenho, mas prefiro comprar um carro q se preze do q os carros jurássicos dos anos 90 da Fiat.

      • wagner

        Todos quem? você? torcedores de montadoras? O Polo não é “bem mais carro” que o Argo. Pode ser mais seguro, correto? Uma coisa não tem anda com a outra.
        O fato de o Polo ser “um projeto mundial” não me diz absolutamente nada, mesmo porque as pessoas não são iguais para receber algo padronizado. Nem o Golf daqui é igual ao Europeu e o Polo já vimos que também não é.
        Menos torcida e mais realidade por favor.

        • Filipo

          Acho que és um hater ou “fãboy” aqui! E dizer que o Golf brasileiro não é o mesmo europeu é dizer asneira. Baseado em que dizes isso? É pelo fato do brasileiro não ter a suspensão traseira independente? Saiba que o europeu também é assim nas versões com motor abaixo de 140 cv. Perdeu alguns itens de série como o freio de mão elétrico? Perdeu, mas essas coisinhas não alteram em nada a estrutura do veículo. Com o Polo é a mesma coisa.
          Fim!

          • wagner

            Alteram sim! O carro mantem a mesma casca por questões de custos, contudo, o padrão de qualidade, principalmente em acabamento e equipamentos, é piorado para os países como o Brasil.
            Se isso não é modificar, meu amigo… a expressão “Fim!”, denota seu nível de apreensão e compreensão das coisas, resumindo, são o que vc ache é e pronto.
            Fim!

            • Ernesto

              A cada comentário seu mais as pessoas percebem que você realmente é um hater.

    • carroair30

      O POLO é uma especie de SANDERO da VW,grande,robusto,pesado acabamento mediucre ,economeco e com preço nas alturas

    • Ernesto

      Você tem toda razão, Fabinho.

  • Ricardo

    Já que trouxeram o Hatch e o Sedam, custa trazer a perua também, se é que existe!

    • Louis

      Podiam mesmo, e se colocasse o nome Quantum seria sucesso!

      • ViniciusVS

        Seria o Polo Variant…

        O problema é que Não tem mais espaço para peruas no mercado, para a montadora não vale o investimento para meia duzia comprar…

        • Louis

          Eu acho que no segmento do Polo até venderia bem, desde que o preço não fosse muito mais caro que o sedan.
          Agora, pelos preços do Golf variant, já complica mesmo.

          • ViniciusVS

            Infelizmente não, é muito mais acertado a Volkswagen investir em um SUV do Polo, esse sim venderá muito.

      • Ricardo

        Melhor Parati.

    • zekinha71

      Quantas Golf perua vc já viu na rua?
      Sempre vejo uma, mas porque o cara passa sempre no mesmo horário e no mesmo local, senão eu só teria visto umas duas.

      • Ricardo

        Poucas, mas um Polo perua a 80 mil venderia melhor.

        • Pietro_Turbo

          Tomando como referência o Spacefox a R$ +90 mil é bom a Volks parar no sedã msm.

        • Wellington Myph13

          Um Polo perua poderia fácil custar 10k a mais que a versão Hatch. Ficando 65k uma 1.6, 75k 1.0 TSI Comfortline e 79k a Highline.

  • Fabão Rocky

    Bem q poderia reviver o nome Santana. Iria vender horrores.

  • Filipo

    Com esse motorzinho de 1,6L e na versão básica, que não vem nem como opcional ajuste dos espelhos retrovisores e da coluna de direção? Lixo! (Minha opinião).
    Assim como um Polo, apesar de ser o mais seguro da categoria, o motor de 1,6L e a pobreza em itens de série, só lhe tornam uma boa opção da versão Comfortline para cima.

    • Wellington Myph13

      A única coisa que falta no Polo é o retrovisor elétrico de série e farol de neblina junto nos opcionais. De resto ele esta muito bem.

      O problema maior do povo que tanto reclama do polo não ter isso, é porque não tem outra coisa pra achar… Infelizmente é a realidade.
      Não existe almoço grátis.

      Se você se importa com o retrovisor elétrico (eu já tive, e meu Sandero hoje não tem, e sabe que nem me dou falta dele… Mas não tiro a razão daqueles que “gostam de usar” em caso de estacionar e etc) ao invés de dar mais valor aos equipamentos de segurança e acha que por isso o carro é Lixo!, realmente é sua opinião…

      Acho mais conveniente dizer que a VW errou em não oferecer nem ao menos de opcional, e não que o carro é Lixo pela falta dele…

      • Filipo

        Acho que você não me entendeu ou não leu direito o que eu disse.
        Em momento algum disse que o Polo é um lixo, e sim que a versão básica, com o fraco motor de 1,6L é um lixo.
        Já tive um Polo e amei, foi o melhor carro que tive até hoje. No entanto, a falta de regulagem (tanto de altura, como de profundidade) da coluna de direção, para mim não é luxo, é comodidade, conforto. Para quem é pequeno, não faz tanta falta, mas para quem já tem uma certa altura, faz toda a diferença. Isso sem falar no controle elétrico dos espelhos retrovisores. Em pleno 2017, num carro de mais de 50k, não vir nem como opcional, para mim, foi um erro. Ainda mais quando todos ou quase todos os concorrentes ou pseudo-concorrentes têm.
        Se você acompanha meus comentários, viu que critiquei bastante o fato de a VW-BR não disponibilizar o Polo com motor de 1,6L na versão Comfortline, além da despotencialização do motor e a falta da 6a marcha (utilizada no Golf).
        Portanto, não faço comentários para a “torcida”, e sim do que eu realmente acho.

        • Wellington Myph13

          Nem sempre acompanho os comentários. Alguns aqui e ali são “fáceis” porque o cara está em todos os comentários.
          Eu só achei forte chamar de lixo. Ele veio pra competir com o Onix 1.4 e HB20 1.6.
          Concordo com seus pontos. Faltar câmbio 6 marchas e não ter um retrovisor elétrico em um carro de 50mil foram cruéis sim.
          Mas Onix LT não tem retrovisor elétrico nem vidro elétrico nas 4 e nem computador de bordo.
          Cada montadora tem que tentar rebater em algo…

          • Filipo

            Sim, mas o Onix LT 1.4 custa a partir de R$ 51.350,00. O motor é pior, mas é uma diferença considerável para quem já tem dificuldades em comprar. E ele oferece o MyLink II com comandos no volante e sensor de pressão dos pneus. O LTZ de R$ 56.900, vem com tudo isso e mais os ajustes elétricos dos espelhos e coluna de direção. Eu prefiro um carro seguro do que uma tela multimídia, mas temos que convir que um veículo deste preço, que é semelhante ao do Polo tem que vir com tudo.

    • Eu acho que dá para a concessionaria por o retrovisor eletrico na marra.

    • Ernesto

      Mas qual o problema desse motor 1.6L?

      • Filipo

        Ele quando abastecido com gasolina rende a mesma potência máxima e à mesma rotação do antiquado e menos moderno (K4M – 1.6 Renault que equipava o Clio há 15 anos) e foi despotencializado de 120 para 117 cv com etanol.
        Todos os motores de 1,6L da concorrência têm bem mais potência que ele, com gasolina. E com etanol, com exceção do Nissan, fica também bem abaixo de todos os outros. Não que seja um motor ruim, longe disso, pois é um motor moderno e em termos de torque, está adequado. Mas está aquém do que se espera para a cilindrada em 2017.

  • Fabão Rocky

    O perfil dessa traseira (portas traseiras, coluna C, mala,vidro traseiro) lembram mto o antigo Polo sedã.

  • Vattt

    Gostaria de ver a VW superar a Toyota em vendas, mas fica difícil quando eles focam apenas no preço alto!

    • Ernesto

      Mas a VW vende mais que a Toyota,

      • Vattt

        Não me expressei corretamente, mas é sobre os concorrentes direto como Corolla x Jetta ou em breve o Virtus x Yaris. Mas se a Toyota tivesse a mesma quantidade e ccs da VW seria em termos gerais a liderança da japonesa!!!

  • wagner

    Temo pelo futuro desse carro. O nome já não não ajuda muito ao remeter ao remédio para hemorroidas. O problema será repetir o acabamento, digamos mediano, do Hatch.

    • Ernesto

      Recomendo você comprar então esse Virtus, assim você não esquecerá de passar o remédio que você usa todos os dias. Rsrsrsrs

  • V12 for life

    O fato do Argo sedã não ter sido lançado não impede estimativa alguma, primeiro por porque é um mercado que já existe, e depois o modelo a ser batido é o City, além de um sedã ser cerca de 3 a 5 mil mais caro que o seu hatch, com isto da para estimar preços iniciais entre 58 e 80 mil.

  • jpbotero

    acabei de receber a carta de isenção de IPI (compra PCD) e agora precisamos entra com o pedido de isenção de ICMS. Nesta fase é solicitado agora que enviemos junto da documentação o carro escolhido (anexo 2) e não mais após a chegada da isenção. O carro que escolhemos é o Polo Highline (69.190,00) 56360,00 com descontos de ipi+icms. O vendedor da concessionária em minha cidade ja pode me enviar este documento de isenção porém resta uma duvida que ele não sou be me responder. Como a isenção do icms tem demorado em torno de 3 meses em minha cidade, qual a garantia que teremos de que o valor do carro neste período não irá ultrapassar os 70.000,00 ? (limite máximo para a compra com isenção). Ou, caso o valor aumente o que deverei fazer?

    • Vitor

      Não há nenhuma garantia de preço. Só quando fatura. É rezar para não passar de 70 mil. O bom é que têm 2 opções de TSI. Acredito que você consiga. Boa sorte.

    • Verdades sobre o mercado

      Provavelmente a VW ao aceitar seu pedido manterá o preço até o faturamento de seu carro, mesmo que a tabela passe dos R$ 70.000,00

  • Fernando

    vai vender pouca coisa. fonte: meu palpite.

  • Natán Barreto

    Vai ocupar o lugar do Jetta na faixa de preço

  • Speed Racer

    Porte de A3 sedam. Se não for muito mais caro que o hatch vai ser líder do mercado.

  • Marco

    Se a VW não for “fominha” no preço, esse carro tem tudo para ser um grande sucesso em nosso mercado. Eu mesmo que ia trocar de carro este ano, adiei a compra e estou ansioso por sua chegada, assim como a do Argo Sedã. Veremos qual dos dois será mais compensador.

  • Car Xpert

    Só continuo achando que o time lá do Ar.. vai fazer um Sedan mais classudo…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend