*Destaque *Featured Sedãs Segredos-Flagras Volkswagen

Volkswagen Virtus ganha teaser e estreia em janeiro de 2018

volkswagen-virtus-teaser-brasil Volkswagen Virtus ganha teaser e estreia em janeiro de 2018

Após a apresentação da nova geração do Polo, que começa a ser vendido na rede de concessionárias em novembro, a Volkswagen já prepara a estreia do novo Virtus, que nada mais é que a versão sedã do novo modelo compacto. E nesta segunda-feira, 9, o novo presidente da Volkswagen no Brasil, Pablo Di Si, anunciou que a marca irá apresentar a novidade em janeiro de 2018.



O novo Volkswagen Virtus será o segundo automóvel da marca a contar com a plataforma modular MQB-A0 no Brasil – esta base deverá ser usada também em uma inédita picape de porte compacto/médio, para enfrentar a Toro e Duster Oroch, e um crossover compacto para competir com HR-V, Renegade, Kicks e Creta.

Ao que tudo indica, o novo Virtus vai se diferenciar do Polo apenas pelo desenho da traseira, com porta-malas mais volumoso, além das portas traseiras com novo formato. A imagem teaser que ilustra esta matéria, divulgada pelo jornalista Fernando Calmon em sua conta no Instagram, dá uma ideia do desenho do novo Volkswagen Virtus.

volkswagen-polo-2018-NA-58 Volkswagen Virtus ganha teaser e estreia em janeiro de 2018

Outra mudança será o entre-eixos mais longo em cerca de cinco centímetros, beirando os 2,60 metros. De resto, o modelo vai seguir o mesmo acabamento e equipamentos do hatch, com a opção do painel de instrumentos totalmente digital na versão topo de linha, por exemplo.

O novo Volkswagen Virtus vai dispor da opção de motorização 1.6 MSI flex de quatro cilindros, que desenvolve até 117 cavalos de potência e 16,5 kgfm de torque, associado a um câmbio manual de cinco velocidades. Haverá ainda o 1.0 TSI flex de três cilindros, capaz de gerar até 128 cv e 20,4 kgfm, com transmissão automática de seis marchas.

Por aqui, o novo Virtus vai enfrentar modelos como Honda City e se posicionar entre o compacto Voyage e o médio Jetta na linha da Volkswagen. Mais detalhes do novo Volkswagen devem surgir em breve.

[Fonte e imagem: Fernando Calmon – Instagram]

  • Edson Fernandes

    Penso pra mim: Qual a necessidade de mudança no nome? Alguem dessa area poderia me esclarecer? Eu acho que descontinuar um nome é um erro. Amanhã se pensar em vender como Polo sedan, matou o nome. Virtus pra mim não faz sentido já que é um produto oriundo do modelo hatch.

    Enfim… nomenclaturas a parte, vejamos a surpresa que a VW nos reservará.

    • André A

      Parece ser a tendência atual, para afastar um produto do outro. Especula-se que o próximo Focus “sedan” (atualmente chamado de Fastback) também não vai mais se chamar Focus, nome que ficará só com o hatch.

      • Edson Fernandes

        Acho feio isso. Assim como acho feio a Renault que vai descontinuar o nome Fluence e voltar o nome Megane. Não faz muito sentido e ainda donos como eu, terão dor de cabeça nisso. E esse erro ela já cometeu qdo mudou o nome do megane para o fluence.

    • ALVIN_1982

      Talvez para seguir uma prática que já é feita desde os anos 80, Gol/Voyage, Golf/Jetta, agora Polo/Virtus…

    • V12 for life

      Acredite, as pessoas pensam ser um modelo totalmente diferente, e por ser um sedã mais sofisticado que um hatch. Tive um Prisma de primeira geração e muita gente só se dava conta que era um Celta sedã depois que eu falava, quem não ta nem ai pra carro realmente acha se tratar de um modelo independente.

      • Eduardo Alves

        Tive um tbm, e o povo meio que duvidava que era um celta sedan kk

      • Edson Fernandes

        Acho muito chato o que aconteceu com o corsa sedan. A Chevrolet tentou a todo custo enfiar no consumidor o prisma (da geração que vc citou) no lugar do Corsa, sendo que o Corsa era superior.

    • Wellington Myph13

      Clínicas de pesquisa mostram que um novo nome causa mais impacto na venda e na revenda.

      • Verdades sobre o mercado

        Isso é relativo. A VW ressuscitou o nome Voyage e deu certo. A Chevrolet reaproveitou o nome Prisma(afinal ele era o sedan de outro hatch) e o resultado está aí.

        • Wellington Myph13

          Mas o Prisma já era outro nome sendo sedan do Celta.
          O Voyage nem foi assim ressuscitado. Só deixou de existir um tempo mas ele já foi o nome da versão sedan do Gol antes…

        • th!nk.t4nk

          O Prisma era o sedã do “mesmo carro”, digamos, já que o Onix é o sucessor do Celta. Vai ter gente batendo pé pra dizer que o Onix seria o sucessor do Corsa, mas nao é. Está muitíssimo mais pro Celta mesmo (projeto simplório e inseguro), porém só com visual de coisa melhor. E como o povo compra a imagem acima de tudo, foi uma jogada de gênio da GM.

          • carroair30

            ….jogada de genio da GM…… e nos continuamos com nossa jogada de IMBECIS…….

          • Filipe Augustus

            Tanto é verdade que se a GM quisesse substituir o Corsa com o Sonic e posicionar ele acima do Onix, caberia perfeitamente na linha, ou até mesmo criar um Cobalt hatch!

    • Jesse James

      XXX “Sedan” ficou antiquado para 2017 em diante…

    • D136O

      A GM fez o contrario mudou o nome do hatch e continuou usando prisma no sedam a estrategia deu certo pra eles, tanto que vai ter gente aqui dizendo que onix não tem nada a ver com o celta. Particularmente acho ruim mudar nomes tipo a fiat, mas acho sem graça o mesmo nome pra hatch e sedam.

    • Lucia C.

      Onix/Prisma, Sandero/Logan, Palio/Siena…. Isso não é de hoje e nem novidade da VW

    • Para dizer que é um modelo diferente, só isso. Dá “status” ter um Virtus, mais do que ter um Polo Sedan.

    • Jaspion

      São consumidores diferentes. Eles querem atingir outro publico. Se vc chama de Polo Sedan o customer target tende a não se identificar com o nome.

    • Filipe

      De acordo com o UOL, o Virtus terá 2,65m de entre-eixos!!! E fala em versão com o 1.0 aspirado!

      • Marcus Mendes

        E se for o 1.0 TSI flex de três cilindros, capaz de gerar até 128 cv e 20,4 kgfm?

        • Filipe

          Eles falaram que além do 1.6 MSI (que acho meio fraco para o porte do carro) e do 1.0 TSI (este sim, baita motor), haverá uma versão 1.0 aspirada! Esta sim, totalmente bizarra!

    • Eder Kambara

      A estratégia de branding, não só da Volkswagen mas de outras montadoras também, visa criar um posicionamento exclusivo para o produto, mesmo que ele seja apenas uma variação de outro. Para cristalizar e consolidar de maneira mais eficaz o diferente público-alvo para a versão sedan, um nome diferente ajuda nessa sensação de diferenciação.

      Para exemplificar, quando lemos “Siena”, “Prisma”, “Voyage” e “Logan”, criamos imagens mais específicas e identificadoras do que se lêssemos “Palio Sedan”, “Ônix Sedan”, “Gol Sedan” ou “Sandero Sedan”.

      As versões três volumes denotam uma evolução na escala progressiva do consumidor, criando o sentimento de que ele está subindo de nível. Essa transição se tornaria mais irrelevante se o nome do carro fosse meramente uma variação do nome da versão hatchback.

    • Evandro

      Se não é agressivo no visual, no nome pode ser….

    • Djalma

      Querem diferenciar,colocar o Virtus em outro patamar e quem sabe brigar com as versões mais baratas dos médios. A questão é que o carro vai ter entre eixos de 2,65 contra 2,56 do Polo. Não custa lembrar que o Polo antigo vendido aqui, o entre eixos era o mesmo no Sedan e no Hatch.

  • Dula Bude

    Porque não tem mt6?
    Mesmo que seja com o msi.
    Qual o problema VW?

    • Dudu Pimentel

      Resposta óbvia seria: custo…entretanto, o Fox e Golf, já possuem, então fica a dúvida: se já existe e tem modelo mais velho que a usa, pq ele não tem tb? Uma incoerência ai da parte da VW.

      • ViniciusVS

        Para uma versão de catálogo que praticamente ninguém vai comprar 5 marchas está ótimo.

        • Dudu Pimentel

          Acho que o primeiro carro a vir com 5 marchas manuais foi há uns 30 anos atrás, o Corcel II GT…de lá prá cá, mta coisa mudou, portanto, não faz sentido ainda usarem um câmbio manual de 5 marchas, sendo que câmbio manual de 6 marchas já está virando uma tendência…sem flar que permite ao motor trabalhar em uma faixa de rotação melhor, portanto o faz ficar mais econômico, andar mais, ser mais rápido e assim mais eficiente.

          • ViniciusVS

            Dudu, câmbio manual nenhum é tendência.

            A maioria hoje quer carro com câmbio automático, câmbio manual está ficando restrito em carros de entrada, logo não vejo sentido algum na montadora investir em um câmbio de 6 marchas sendo que pouca gente vai comprar, é a realidade.

            • GM colocou câmbio de 6 marchas em todos os modelos a partir da linha 2017. Acho que a única exceção é a Montana, que é projeto antigo.

              • ViniciusVS

                Colocou câmbio de 6 marchas e usa motor antigo.

                Se colocar na balança… O que é mais relevante hoje é o automático.

                • Mas motor antigo não significa que seja ruim. Uma coisa que não dá pra negar é que a GM faz milagres, tira leite de pedra em termos de consumo (e até um pouco em desempenho) com esses motores “antigos”, com bloco de ferro, 8 válvulas, sem nenhuma modernidade. Tem motores muito mais modernos no mercado, com mais peças, manutenção mais cara e vida útil menor que apresentam números praticamente equivalentes.

            • Dudu Pimentel

              Mesmo assim…sempre vai haver demanda para câmbio manual, uma vez que carros com esse câmbio manual até hj, por enquanto, é menos caro que com câmbio automático (ainda que tenha 4 marchas). Uno, Gol, Sandero (e Logan), Argo, Onix (e Prisma), Ka ( K+), HB20 (e S), Up!, March (e Versa), Etios (e sedan), são a maioria no nosso mercado e todos eles tem mais de um motor (uns menores, outros maiores, outros mais modernos, outros nem tanto e no caso do Argo, 3 motores para escolher).

              Logo, ainda vale a pena as montadoras investir em um câmbio MT6, para que o motor funcione de forma mais eficiente, afinal estamos no século XXI, o século das tecnologias inovadoras e não há razão para termos modelos com tecnologias antiquadas.

              É fato que a preferência por câmbio tipo AT, têm aumentado no Brasil, mas tb é fato que algumas montadoras não investem nesse tipo de câmbio, como a Fiat (que está começando a mudar isso), Renault (que irá além e ofertará o CVT), mas como eu disse, os câmbios tipo MT não devem ficar atrás de uma atualização.

              • ViniciusVS

                Não vai, “câmbio automático” é configuração básica para veículos elétricos e autônomos.

                E sim câmbio manual é arcaico e voltado para carros de entrada somente justamente pelo preço menor, em outras palavras será ítem de museu em breve.

    • Eduardo Sad

      Agora que acostumei com manual de 6 marchas, não volto pra um de 5. Quando se viaja com frequência e acostuma-se com o conforto em marcha proporcionada pela 6ª, ela passa a fazer falta em qualquer carro. Já me peguei algumas vezes tentando passar a 6ª no carro da empresa (que só tinha a 5ª)

    • Eder Kambara

      Porque em carros de mais de 50 mil, a transmissão automática está virando a regra do mercado.

      Não é a montadora que quer (por ela seria vendida a versão manual para sempre, vez que é mais barata), e sim o mercado.

  • Julius Videira

    Pode apostar que vai ter os que irão perguntar “1.0 em um sedan??”

    • Luis Carlos K.

      1.0 somente o turbo. Boa estrategia da VW.

    • ALVIN_1982

      1.0 em um sedan?

    • Marcos

      Acho que a melhor forma da VW anunciar esse modelo seria TSI 125 em vez de 1.0 TSI, assim como a peugeot faz na europa, puretech 82, 110 e 130.

      • Fabio Thasmo

        Mais ela já anuncia com o 200Tsi que chama mais atenção que TSI 125.

        • Diego Amaral

          Afinal, 125 é CG. kkkkk

    • Jesse James

      Nem desenhando o povo do Huezil consegue entender que motor 1.0 turbo tem praticamente torque de motor 2.0 aspirado.

    • Será o Virtus 200 TSI.

  • Tochio

    O Virtus vai decretar a morte do Voyage, escreve ai !!!

    • lheu

      Na minha opinião Gol, Voyage e Fox já subiram no telhado

      • Eduardo

        Fax já tá caindo do telhado e a spacefox já tá batendo no chão

      • Leonardo M. G.

        Pois é, teimosia da VW em não chamar Polo, Virtus, T-seiláoquê e a picape que virá de Gol, Voyage, Fox e Saveiro.

      • Marcus Mendes

        Quem comprar Fox, Gol e Voyage nesse anou ou em 2018, vai amargar uma boa desvalorização.A Volkswagen pretende lançar mais veículos com a plataforma modular MQB-A0 .
        O Virtus vai matar o Voyage e o polo mata o Gol.
        Na minha opinião o Fox não terá substituto.

    • Gutemberg Ferreira

      Meu medo é que o Virtus ‘mate’ o Jetta…

      • Tochio

        Matar não creio, mas que o preço vai sofrer um buuumm pode acreditar !!

      • Evandro

        relaxa, se matar, vc pega o jetta, tira as letras do nome e coloca do Virtus, dá na mesma…. rssssss

      • Djalma

        Que a VW vai tentar isso vai.

    • Marcos

      Acho que vai ser outro a morrer, o Jetta, tirando os sedãs tradicionais (corolla, civic e o cruze) os outros sedãs vão vender cada vez menos pois estão concorrendo com os Crossovers e com os sedãs menores que estão aumentando de preço, a dupla Gol e voyage deve continuar com versões pé-de-boi. É minha opinião.

      • thi

        Amigo pro projeto o Jetta vendi bem. Em media 700 carros mes

        • Evandro

          perto do concorrente que vende 4.500 /mês isso não é nada

        • Djalma

          Ultimamente com os descontos tem ficado acima de 1000 por mês,(Setembro 1300) isso com as limitações de ser importado do México.

          • Ernesto

            Jetta é montado no Brasil.

            • Djalma

              Não é mais desde Março pois a linha de montagem agora é ocupado por Virtus.

              • Ernesto

                Não tinha conhecimento disso, Djalma. Essa informação foi noticiada aqui no NA?

                • Djalma

                  Isso saiu em diversas mídias, mas uma que me lembro bem foi no UOL Carros.

    • Wellington Myph13

      Gol e Voyage não morrem. Vão ganhar nova geração com nova plataforma.
      Polo e Virtus não tem preço pra atingir os clientes do Gol e Voyage…
      E não vejo a VW com o tradicionalismo dela mudando o nome dos carros de entrada dela agora. Talvez venha com outra estratégia e esteja na hora de mudar os nomes, mas não sei não…

      • Tochio

        Antes eu via o Gol como um nome forte no mercado, só que a VW foi se perdendo tanto que hoje vejo o Gol como um sinônimo de carro pobre, não vejo solução a não ser sua morte em breve, assim como o Voyage !!

        • Wellington Myph13

          Não discordo…
          Meu cunhado não queria olhar o Gol porque teve um velho que batia tudo, deixou ele na mão e etc.
          Mas depois de eu insistir pra ele fazer o teste drive e ainda a melhor oferta no carro dele veio da VW, ele comprou um novo 2017 e está amando o carro. Tudo nele evoluiu. Pode usar materiais simples por ser um modelo de entrada, mas é outro carro do que já foi um dia. E isso “astrasa” suas vendas, porque tem gente que nem considera ir conhecer o modelo, por experiências antigas…

          • Tochio

            É isso, tai o exemplo de nome morto !!

          • Dick Buck

            Exatamente, a VW conseguiu queimar o nome Gol. Muitos conhecidos não querem nem saber mais de Gol por o associarem a um carro fraco, ruim, entre outros fatores… E aí trocam 6 por meia dúzia escolhendo um Onix… Porém, acredito que a VW fará com os futuros Gol/Voyage algo semelhante ao que a ford fez com o Ka: Deixou o irmão maior (Fiesta) subir na vida para o caçula poder dominar o mercado dos compactos de entrada.

            • Correto. Você precisa de um carro com imagem de “pé de boi”, para locadoras, frotistas, táxis, serviços públicos – e isso o Gol/Voyage fazem de sobra.

              • Evandro

                aqui em minha cidade, serviço público usa etios, taxi dificilmente usa gol ou voyage e locadoras não tem tbm para alugar gol ou voyage…..

            • thi

              Onde Moro ,gol tem fama boa

            • Gol pode ter evoluído muito, mas ainda tem o espaço interno de um Celta. Esse é mais um dos motivos de ter perdido boa parte das vendas para modelos como Onix, Ka e Etios.

    • Filipo

      Sabe porque não? Pois será bem maior e bem mais caro.

    • Eder Kambara

      Acho que não… a Voyageira vai permanecer pra lutar contra Logan e Prisma Joy, e o Virtus vai batalhar contra HB20S, Prisma 1.4, Cobalt, Honda City e New Fiesta Sedan.

    • thi

      A vw deveria deixar gol/ voyge pra ser o baratao , o verdadeiro popular.
      Gol/ voy
      Up
      Polo/ virtus
      Golf/Novo Jetta
      Passat
      Suv skoda vw
      Tiguan
      Atlas

    • Evandro

      Putz, pensei que fosse o mesmo carro….rsss

    • Djalma

      Não vai porque a VW reposicionou o Voyage e as diferenças de preços devem beirar a 10 mil. Sem contar, segundo comentários , que a VW vai colocar o AT de 6 marchas no Voyage.

  • Evandro

    mais do mesmo……

    • Verdades sobre o mercado

      Tinha visto uma projeção do Virtus a uma do Argo Sedan e gostei mais da projeção do Fiat, mas o desenho apresentado neste teaser me agradou muito mais.

      • Evandro

        Ah cara, não é que eu odeie a VW, já tive alguns inclusive, e sei que se tem que seguir uma identidade visual, mas a VW exagera, não muda quase nada de um modelo para outro, tudo segue aquela linha reta discreta ridícula, já tive um Jetta e hj eu vi um e pensei, poxa vida, como está ultrapassado esse carro, quem compra deve pensar apenas em motor e câmbio. Eu havia visto no passado um sedan que diziam que seria o substituto do Jetta, e que havia saído na china, com linhas mais ousadas e tal, pensei que o virtus viria para substituir o jetta, hoje eu vejo que a VW só vai colocar um intermediário acima do Voyage e abaixo do Jetta, apenas de tamanho diferente entende? Por isso que não só fã da VW, prefiro mais o Argo Sedan que o Polo Sedan, até mesmo porque a Fiat não tem um modelo sedan que se possa dizer de reponsabilidade hoje e nem a mto tempo, depois do Tempra, que pode ser o que for, mas na época era um carro bem bacana, de lá pra cá, não teve nenhum substituto a altura, não que o Argo seja, mas me parece estarem tentando um caminho, diferente da VW….

        • Verdades sobre o mercado

          Realmente depois do Tempra a Fiat nunca mais acertou um Sedan acima do Siena que vendesse bem, mesmo Marea e Linea sendo bons produtos. Penso que o Argo Sedan vai se dar melhor. Como o que mais valorizo em um carro é a dirigibilidade(gosto de carros bonitos mas não são prioridade para mim) prefiro a sobriedade da VW.

          • Evandro

            Tomara que se dê mesmo, quem sabe o Argo seja uma nova oportunidade de vdd, pois um fabricante focar apenas em carros de entrada como a Fiat fez a muito tempo é lamentável…

        • Uma pessoa querida, sobre o Jetta: “não parece que o carro está desatualizado?”.
          Eu: “VW tem sempre a mesma cara, não admira que você ache isso.”

          • Evandro

            Pois é, tbm penso assim, mas gosto é gosto, pra mim não serve, mas como o amigo falou, para ele são outros fatores que são importantes nos carros, então pra ele é uma compra bacana. Lembrando que qdo eu tive um Jetta em 2012 já se via um carro se sal e sem açúcar no visual, o que ajudava era o desempenho, mas hoje existem outras escolhas que se não forem melhores em desempenho, são bem interessantes, o que não havia em 2012…

            • Eu vejo o Jetta como um carro interessante, pelo desempenho, pela discrição, pelo turbo – e por ser mais barato que Civic e Cruze. Isso, para mim, faz bastante diferença.

              • Evandro

                Tbm achei isso qdo comprei e gostei do carro, mas com o tempo comecei a perceber o quão desagradável era ter um carro morno, ai resolvi trocar….

    • thi

      Mas do mesmo mimimi

      • Evandro

        Compre um e seja feliz oras, pra mim é a mesma coisa, se pra vc não é, escolha sua…

      • Evandro

        e detalhe, mais do mesmo visual, ou melhor, falta dele….

  • G. Filho

    Será bem vindo, fará bem ao mercado ante àqueles que já se encontram à venda.

  • carloscomp

    Alguém com um conhecimento técnico poderia opinar se a VW não estaria “esgoelando” demais este 1.0T a ponto de poder trazer problemas mecânicos no futuro? Não nego que, em minha ignorância, tenho este receio.

    • jpbotero

      Estou muito interessado no Polo e várias amigos já me disseram que estou louco por pegar esse carro pois vai dar problema depois. Mas acho que já faz bastante tempo que está no golf

    • André A

      Eu não tenho conhecimento técnico, mas já foi noticiado aqui mesmo na NA que a VW conseguiu desenvolver um 1.0 TSI de 272cv…então acho que tá bem longe do limite esse 1.0 de 128cv….

      https://www.noticiasautomotivas.com.br/volkswagen-apresenta-motor-1-0-tsi-com-272-cv-e-274-kgfm/

      • Marcos

        Esse de 272cv é um motor de teste, mas o 1.0 TSI de 125 cv da conta de levar o virtus pra frente, lembre-se que os motores turbo tem um torque melhor e disponivel bem antes que os motores aspirados, numa média de 1500 rotações contra os de 3000~4000 rotações dos aspirados.

        • Diego Amaral

          No caso, a dúvida nem é em potência e desempenho, é em vida útil.

    • ALVIN_1982

      A VW não iria dar um fora desses, né…

      • Diego Amaral

        Gol G3 1.0 T 16v discorda.

        • ALVIN_1982

          Mas nesse caso foi uma invenção brazuca, não alemã… qual é o outro VW fora Gol/Parati que vc conhece com esse motor?

          • Djalma

            Na verdade o problema era mais os proprietários desses carros que não cuidavam da manutenção desses motores, que exigiam cuidados especiais e em 17 anos a tecnologia também evoluiu muito, principalmente em materiais,

    • Fabio Thasmo

      Então não é simplesmente o motor MPI com um turbo, apesar de ser o mesmo projeto, o motor foi projetado des do inicio para receber o turbo a maioria das peças tem reforços ou são diferentes da versao aspirada até o bloco do motor é diferente, e ele já está a um bom tempo no up! Sem apresentar problemas então acho que é seguro apostar que ele não tera problemas de durabilidade no futuro.

    • Charlis

      Este não é um pensamente que alega ignorância não.
      Para ter essa percepção tem que ter noção de cilindrada x potência.
      Enfim, é um pensamento que também passa em minha cabeça.

      Observe que essa potência de 128cv é no etanol, combustível que tem uma maior resistência a detonação, que a gasolina comum.
      Penso nos outros motores que também são fortes pela cilindrada, e estão nas ruas há um tempo, a exemplo, em casa temos um Golf 1.4 TSI com mais de 130 mil km rodados, e até agora sobra saúde.
      Mesmo os Up!s TSI tem bastante nas ruas, conheço algumas pessoas que tem, e só alegria.
      Este motor do Polo foi bem retrabalhado para ganhar essa pouca potência a mais…
      Então, creio e espero que no geral, não teremos surpresas não.

      []s

  • Miguel

    Prevejo a Fiat correndo pra lançar o Argo Sedã nesse meio tempo…

    • Fabio Marquez

      O projeto X6S, vulgo Argo sedan ja está quase pronto, previsões dizem que chega em dezembro, mas acho que a Fiat deve esperar a virada do ano.

    • Duh

      O Argo sedã já era para ter sido lançado, só não foi pela recepção morna do hatch, ela deve tá retrabalhando a estratégia de vendas agr é fazendo alguns reajustes, não é por causa da Volks.

    • Djalma

      A Fiat já jogou para Março o lançamento. Não querem que aconteça o mesmo que aconteceu com o Polo, quando o lançamento do Argo ficou ofuscado pelo carro da VW que veio pouco depois.

  • Ricardo

    Está parecendo um Voyage modernizado.

  • Danillo Santos

    Ansioso pra ver esse virtus! Tem tudo pra ser sucesso. Se começar em uns 63k vai bombar

  • Anderson Freitas

    Vovoyage ou Jetta, fiquei na duvida… tudo igual

    • ALVIN_1982

      Você precisa urgente de um oftalmologista….

      • Evandro

        Porque, algo diferente que o amigo acima citou? Eu tbm vejo a linha VW tudo igual, mudando só o tamanho e preço….

  • Dick Buck

    Será que a Fiat vai ter a audácia de lançar o Argo sedã como concorrente do Virtus com aquele câmbio Dualogic travestido? Para o preço estipulado, o câmbio AT convencional deveria ser opcional desde a versão de entrada, e de série na topo de linha…

    • Joaquim Grillo

      se tá achando que o virtus é grande coisa kkkkkk nem jetta nem voyage conseguiram ser referencia de sucesso aqui são apenas coadjuvantes hj em dia

      • Evandro

        Hoje em dia não, desde qdo surgiram…

      • Dick Buck

        Mas pelo menos ele vai ter câmbio AT de verdade disponível em todas as versões, não só na top de linha…

  • Joaquim Grillo

    Estão mostrando esse carro com se fosse um desenho futurista kkkkk vai decepcionar é apenas um jetta menor reestilizado ja vi ele sem graça mesmo

    • Djalma

      Como se fosse futurista? Com motor 1.0 turbo de injeção direta, torque maior que qualquer 2.0 aspirado; plataforma 5 estrelas em testes de impacto e mais equipado que os concorrentes assim como o Polo TSi! Acho bom você comprar um estoque grande de gelol.pois vai doer o cotovelo,

      • Joaquim Grillo

        T.S.I T mao S empre I nganando para cobrar mais kkkk

  • REDDINGTON

    KKKKKKKKK só rindo. Todo mundo já viu esse cruzamento de A3 com Jetta, a VW acha que está reinventando a roda…

    • Evandro

      como sempre…..

  • Lex

    Ja que o Pablo Di Si vamos acreditar…

  • Jeremias Flores

    nas primeiras imagens eu não gostei, mas o teaser eu estou gostando.

  • HugoCT

    seu por 59.990,00

  • Luconces

    O novo presidente da VW do Brasil, Pablo “Di Si” que a marca irá apresentar a novidade em janeiro de 2018.

    HUEHUEHUEHUE

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend