Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães – Impressões ao dirigir

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

O Volvo S60 2020 chega em nova geração e mantendo os preços da pré-venda, partindo assim de R$ 195.950. Agora, o sedã médio da marca sueca vem com tudo novo, maior e com uma missão: peitar os alemães! Essa é a proposta do fabricante nórdico para o Brasil.


Sem cerimonias, a Volvo quer que seu novo S60 bate de frente com o trio germânico composto pelos sedãs Audi A4, BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C. Para isso, alinha os preços com estes rivais, propondo mais desempenho e conteúdo.

Americano, o Novo Volvo S60 chega da histórica Charleston, na Carolina do Sul, incorporando a plataforma modular SPA, que também sustenta os modelos XC60, V60, S90 e XC90, todos vendidos no mercado brasileiro.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Com uma proposta mais esportiva que o irmão grande, o Volvo S60 2020 chega nas versões Momentum, Inscription e R-Design, cada uma com motorização diferente, sendo a primeira T4 com 190 cavalos a 5.000 rpm e 30,5 kgfm entre 1.300 rpm e 4.000 rpm.

Segunda é a T5 e entrega 254 cavalos a 5.500 rpm com 35,7 kgfm entre 1.500 rpm e 4.800 rpm. Por fim, a R-Design traz o conjunto híbrido plug-in T8 com o mesmo motor Drive-E 2.0 dos demais, mas entregando 320 cavalos e mais 87 cavalos do motor elétrico, instalado no eixo traseiro.

O Volvo S60 T8 R-Design tem 407 cavalos e 65 kgfm, permitindo assim que o sedã vá de 0 a 100 km/h em 4,4 segundos e com até 40 km de autonomia no modo elétrico, usando as baterias de lítio de 11,6 kWh. Todos possuem transmissão automática de oito marchas, mas apenas o R-Design tem tração nas quatro rodas.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Além disso, o Volvo S60 terá em breve a versão Polestar, que manterá os números do R-Design, mas uma pegada bem mais esportiva e focada na performance. Ambos chegam em outubro, enquanto os T4 e T5 já estarão disponíveis a partir de setembro. A expectativa da Volvo é vender 1.200 carros por ano.

Para isso, definiu os preços de forma a concorrer com os rivais alemães também nas versões Inscription e R-Design, que custam R$ 229.950 e R$ 269.950, respectivamente. Por ora, não se sabe o preço do Polestar, que terá seu próprio lançamento nacional.

A marca escandinava também anunciou os preços das revisões até 150.000 km (vide foto acima), assim como da garantia estendida, que no plano de 12 meses, custa R$ 2.965, enquanto o de quatro anos sai por R$ 5.645. O serviço On Call vem incluído no pacote.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Volvo S60 2020 – Preços

  • Volvo S60 T4 Momentum – R$ 195.950
  • Volvo T5 Inscription – R$ 229.950
  • Volvo T8 R-Design – R$ 269.950

Tecnologia embarcada

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

O Volvo S60 2020 chega com bom conteúdo de série, tendo entre outros controle de cruzeiro adaptativo, condução semiautônoma Pilot Assist (até 130 km/h), faróis full LED, rodas de liga leve aro 18 polegadas, lanternas em LED, sistema de som com 170 watts, multimídia Sensus com tela de 9 polegadas e bancos dianteiros com ajustes elétricos.

Além disso, o S60 T4 Momentum traz também cluster digital de 12,3 polegadas, Google Android Auto e Apple Car Play, câmera de ré, alerta de mudança de faixa, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, modos de condução (Eco, Comfort, Dynamic e Individual), freio de estacionamento eletrônico e sensores de chuva, Start&Stop, On Call, entre outros.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Na versão T5 Inscription, o novo sedã da Volvo adiciona teto solar elétrico, além de alertas de ponto cego e tráfego cruzado, alerta de colisão traseira, navegação GPS nativa, entrada e partida sem chave, faróis de neblina em LED e faróis auto-direcionais.

Na R-Design, não há faróis de neblina. A Volvo explica que existem duas entradas de ar adicionais nessa versão, por isso impedindo a introdução desse conjunto ótico auxiliar. Essa versão com visual mais esportivo, inclui paddle shifts no volante, sistema de som Harman Kardon de 600 watts e subwoofer, para-choques exclusivos, assim como suas rodas.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

As três versões do Volvo S60 2020 trazem acabamento internos diferenciados, sendo que a Momentum destaca os apliques em alumínio no painel e bancos com padronagem em tecido. Na Inscription, o ambiente é mais claro e cheio de couro, com painel em madeira.

Esta opção inclusive traz assentos dianteiros com extensor elétrico, bem como ventilação e aquecimento dos mesmos. Na R-Design, os bancos possuem memórias e ajuste lombar elétrico, tendo ainda encostos bem envolventes e acabamento metálico. Segundo a Volvo, o pacote R-Design nas versões T4 e T5, tornariam estas mais caras.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

As fotos desta matéria são de carros oferecidos ao mercado chileno, onde os T4 e T5 possuem o R-Design, assim como opção de AWD, útil em um país onde cai neve com certa frequência.

Com 4,761 m de comprimento, 1,850 m de largura, 1,431 m de altura e 2,872 m de entre eixos, o Volvo S60 de terceira geração tem porta-malas com 442 litros e mais espaço interno, especialmente nas versões T4 Momentum e T5 Inscription.

Primeiras impressões

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

O Volvo S60 2020 é realmente um carro bonito. Baixo e largo, o sedã médio da marca nórdica tem um toque de esportividade que o S90 não tem, porém, mantendo as mesmas linhas robustas que transmitem sensação de segurança.

Com o pacote R-Design, realmente a  aparência esportiva é maior, mas mesmo sem ele, o S60 se mostra jovial o suficiente para se distanciar do S90, embora ao longe, a semelhante de estilo possa confundir-nos. Entretanto, as As cores azul, branco e vermelho deixam o carro muito mais chamativo.

Tendo proporções bem distribuídas, o Volvo S60 chama atenção por seus faróis com LED diurnos “Martelo de Thor” e para-choque com desenho bem aerodinâmico. As rodas de liga leve aro 18 polegadas também atraem. As lanternas de duplo “C” em LED casam bem com o conjunto.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

O Volvo S60 2020 tem bom acesso ao interior, mesmo com as portas traseiras que parecem pequenas demais, bem diferente da impressão que se tem em fotos do S60L chinês, que é mais longo para atender os clientes daquele país. Por dentro, o ambiente visto é proporcionalmente semelhante ao da V60.

Na Série 60, o painel é menor que na Série 90, embora pareçam ter o mesmo conjunto, mas não é exatamente assim. Cluster digital de 12,3 polegadas e multimídia Sensus com sua tela vertical de 9 polegadas, que reproduz o ambiente de um tablet, são os destaques principais, mas existem outros.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

A alavanca de câmbio pequena, o seletor de modos de condução brilhante, o estranho botão de partida (gire para a direita para ignição), as guarnições em alumínio ou madeira e o volante disruptivo que não agrada a todos, estão presentes, assim como os bancos bem envolventes com seus apoios de cabeça curvados para frente.

Durante a apresentação, a Volvo explicou que o carro apresentado no Chile não tinha apoio de cabeça para o quinto passageiro, mas a marca confirmou que o brasileiro terá, visto que o item será obrigatório a partir de 2020. Outro ponto interessante do novo S60 é o teto solar elétrico “semi-panorâmico”, sendo um pouco maior que o tamanho padrão.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

O espaço para quem vai atrás é bom, graças ao entre eixos maior que o anterior, mas o túnel central é elevado, algo percebido também no S90 T8 Inscription, já avaliado pelo NA.

Acontece que a bateria de lítio de 11,6 kWh fica entre os bancos dianteiros (sob o console da alavanca que, por sinal, é de cristal) e está ligada diretamente ao motor elétrico no eixo traseiro. Também porque ali passa o cardã da versão AWD. Por isso, a estrutura é a mesma para todos.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Aliás, falando em híbridos, os S60 T8 R-Design e Polestar terão cabo de carregamento de 4,5 m e poderão ser recarregados em estações fixas ou tomadas de 220V/16A, demandando três horas para carga completa. Ele tem quatro modos de condução: Pure (elétrico), Hybrid, Power e AWD.

Ao ser questionada pelo NA sobre a introdução do sistema micro-híbrido (MHEV) nos carros da marca no Brasil, a Volvo não falou em datas, mas disse que será “breve”. Isso permitirá que o S60 e outros ampliem a eficiência energética.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Assim como os demais, seu motor Drive-E 2.0 é o cavalo de batalha da Volvo atualmente, escondido sob um capô que estranhamente se eleva muito acima dos 2 m de altura. Ele fica quase vertical, lembrando o do Honda Fit, por exemplo.

Outra curiosidade sobre o Volvo S60 2020 é a suspensão traseira sem molas. Vamos explicar. Trata-se de um sistema que possui um feixe de elastômero que une as duas balanças de alumínio, tendo ainda dois amortecedores.

Estranho, não é mesmo? Trata-se do mesmo sistema do XC60 D5 que levamos até a Cordilheira dos Andes e conferimos (do outro lado da mesma) numa perua V90 Cross Country da equipe do evento. O trio possui a mesma plataforma SPA. Isso é ruim? Leia mais abaixo.

Impressões ao dirigir

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Santiago do Chile – O lançamento oficial do Volvo S60 2020 para os mercados da América Latina ocorreu na impressionante capital chilena, fixada aos pés da majestosa Cordilheira dos Andes.

O test drive até o autódromo internacional de Codegua, ao sul de Santiago, permitiu conhecermos melhor a versão T5 (com o pacote R-Design que não virá nesta versão).

O Volvo S60 2020 é um carro com pegada bem esperta, confortável e que não precisa de muitos ajustes para vestir bem o motorista. Nessa versão de 254 cavalos e 35,7 kgfm, o propulsor 2.0 turbinado responde de forma imediata em qualquer modo, mesmo no Eco.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Neste modo, é possível obter uma economia a mais de combustível com a função Coasting Ready (não ativa no ACC ou Pilot Assist), que desliga a caixa automática de 8 marchas que, aliás, tem mudanças suaves e no ponto certo de cada opção de desempenho.

No Dynamic, o Drive-E exibe seu poder com giros bem altos e respostas instantâneas ao acelerador, rapidamente permitindo alcançar velocidades altas em tempo muito curto. Ele vai de 0 a 100 km/h em 7,1 segundos e tem máxima de 220 km/h.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Rodando a 110 km/h, o propulsor fica em 1.800 rpm, garantindo conforto e economia. Com direção elétrica bem ajustada, mas com ajustes manuais apenas, o Volvo S60 2020 é bem agradável ao conduzir. Os freios estão acima do necessário devido ao emprego do Pilot Assist, que é de série e controla aceleração, frenagem e direção até 130 km/h.

Ele funcionou bem nas boas ruas e estradas chilenas. O S60 também tem uma suspensão adequada para pisos bons como aqueles percorridos, mas passou por um trecho que lembrou nossas vias esburacadas, saindo-se razoavelmente bem. Desvios de trajetória e curvas fechadas, o conjunto se mantém bem neutro.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Sim, o sistema de feixe de elastômero usa a engenharia da Volvo para ser bem firme e ao mesmo tempo confortável, como já percebido no XC60 e na perua V60. No S90 T8 vendido aqui, o eixo traseiro é pneumático, assim como no XC90.

A posição de dirigir é boa e os comandos são fáceis de acessar, especialmente os controles de cruzeiro e assistência de direção. Apenas mudar a configuração de estilo (somente) do cluster é necessário acessar o Sensus um pouco mais. Aliás, muitas funcionalidades do carro são ligadas ou desligadas através dele.

Na pista

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Codegua – No autódromo chileno, nós andamos no Volvo S60 T5. O sedã apresentou um bom comportamento, embora na verdade, não seja ele o desejável para isso e sim o Polestar, que deverá ter uma pegada muito mais “no chão”.

Com vigor, o Drive-E permite cortar a rotação acima de 6.000 rpm e no Dynamic, o motor fica sempre cheio, oscilando entre 3.000 rpm e 4.000 rpm. Sem paddle shifts, o recurso é puxar na alavanca mesmo para se extrair um pouco mais.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Na curvas, ele inicia bem estável e atinge seu limite com uma escapada leve de traseira, que deslizando, volta com apenas um movimento rápido de volante. Os freios se mostraram muito bons nas frenagens fortes, garantindo assim entrar com mais velocidade nas curvas.

A direção é progressiva, mas não é tão direta quanto se espera. O Polestar deve mudar isso completamente, afinal, a preparação vem das pistas. Ainda assim, o S60 é gostoso ao ser levado em seu limite, mostrando que o conjunto de suspensão, freios e plataforma são realmente bons.

Volvo S60 2020 chega para peitar os alemães - Impressões ao dirigir

Também tivemos provas de slalom e aceleração, com frenagem no fundo do pedal (era para ser mais suave, mas mesmo assim parou em pouquíssimos metros). O Volvo S60 é bem estável contornando os cones.

Em resumo, o Volvo S60 2020 é um carro bem agradável e que realmente vem pronto para enfrentar os alemães. Tem suas peculiaridades, que o tornam único em relação ao famoso trio de luxo. É nisso também que a marca aposta em seu sucesso por aqui.

Volvo S60 2020 – Galeria de fotos

Viagem a convite da Volvo. 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.