Europa Segurança Volvo

Volvo vai limitar velocidade máxima em 180 km/h a partir de 2020

Volvo vai limitar velocidade máxima em 180 km/h a partir de 2020

A Volvo anunciou uma medida que para muita gente pode ser considerada extrema. A montadora sueca revelou que a partir de 2020, limitará a velocidade de seus carros em 180 km/h, geralmente um nível estabelecida para algumas picapes e SUVs, derivados destas.


O objetivo da Volvo é atender ao propósito de eliminar as mortes ou ferimentos graves em seus carros a partir de 2020, mas a empresa revela que apenas a redução da velocidade final não vai zerar as mortes ao volante. Assim, a montadora pretende ampliar os esforços no comportamento dos motoristas.

A Volvo se baseia em dados da NHTSA, que fez um estudo com base nos acidentes de trânsito em 2017, que apontou 25% dos casos relacionados com excesso de velocidade. Håkan Samuelsson, CEO da Volvo Cars, diz: “A Volvo é líder em segurança. Nós sempre fomos e sempre seremos”.

Volvo vai limitar velocidade máxima em 180 km/h a partir de 2020


O executivo completou: “Por causa de nossa pesquisa, sabemos onde estão as áreas problemáticas quando se trata de acabar com ferimentos graves e fatalidades em nossos carros. E enquanto uma limitação de velocidade não é uma cura para todos, vale a pena fazer se podemos salvar uma vida.”

A Volvo está desenvolvendo uma tecnologia com base geográfica, a fim de limitar a velocidade do carro em áreas sensíveis, como próximo de escolas, por exemplo. A marca nórdica também está de olho no consumo de drogas e na distração dos condutores. Samuelsson acredita ser válida uma discussão sobre se o fabricante de veículos deve ou não adicionar tecnologias que mudem o comportamento do motorista.

Jan Ivarsson, especialista em segurança da Volvo, disse: “Como seres humanos, todos entendemos os perigos com cobras, aranhas e alturas. Com velocidades, não tanto. As pessoas muitas vezes dirigem muito rápido em uma dada situação de tráfego e têm pouca adaptação de velocidade em relação a essa situação de tráfego e suas próprias capacidades como motorista. Precisamos apoiar um comportamento melhor e ajudar as pessoas a perceber e entender que a velocidade é perigosa ”.

Volvo vai limitar velocidade máxima em 180 km/h a partir de 2020
Nota média 4.9 de 10 votos

  • Joãozinho

    Pois eu acho que isso deveria ser limitado por lei.

    • El Gato!

      Concordo. Caboclo acha que qualquer ruazinha esburacada do Brasil é autobahn… tem que ter lei sim. Velocidade livre só em track Day e similares.

      • rafael

        Sim, poderíamos limitar a velocidade máxima em rodovias à 30 km/h, e na cidade à no máximo, 15 ou 20 km/h…

    • rafael

      Sim, poderíamos limitar a velocidade máxima em rodovias à 30 km/h, e na cidade à no máximo, 15 ou 20 km/h.

    • Rodrigo

      se é pra ter limite que seja 100 km/h, 180 é puro marketing.

      • Joãozinho

        Um carro que promete atingir 250 km/h também é puro marketing

        • th!nk.t4nk

          Bom, 250 km/h é o limite eletrônico que estipularam no “acordo de cavalheiros” entre as montadoras premium. Meu limite pessoal é 200 km/h. Acima disso não consigo relaxar, começo a ficar tenso. Mas vai de cada um. Meu chefe é um que sempre dirige no limite eletrônico, mantendo os 250 km/h quando o tráfego permite. E mesmo assim ele vira-e-mexe ele que ir pra pista do meio, porque tem sempre alguém mais rápido. Apesar disso a taxa de acidentes nas estradas aqui é baixíssima. Como é dificílimo tirar habilitação, a grande maioria das pessoas dirige muito bem e seguem regras à risca. Um exemplo é manter distância na estrada. Na pista da esquerda o povo chega a ficar centenas de metros atrás um do outro, justamente pra ter tempo de reação caso algo aconteça. Felizmente hoje em dia com ACC dá pra programar isso direto no carro (ele aumenta a distância automaticamente com a velocidade). Enfim, chega num ponto onde fica evidente que seguir regras se sobrepoe aos riscos da velocidade elevada. Mas onde o povo for ruim de volante, pode limitar a 80 km/h que ainda terão muitos acidentes.

          • Joãozinho

            A economia da Alemanha se baseia na produção de carros.
            Nada mais óbvio que essa propaganda das autobahn.
            Mas é uma bobajada, puro marketing

            • th!nk.t4nk

              “Marketing” que milhões de pessoas, de diversos países, usam todos os dias? Pode ser que na América do Sul pareça uma coisa distante, mas essa é a vida real no continente europeu. É como dizer que viajar de trem-bala é marketing também. Não é porque nas Américas as pessoas não vivem isso, que seja bobagem.

              • Joãozinho

                Tô dizendo que a autobahn é marketing pra vender os carros de luxo que são fabricados na Alemanha (e sustentam a economia do País)

                Fortalece essa ideia de que automóvel é “liberdade”, “paixão”, “entusiasmo”, essa besteirada toda que doutrinou as pessoas para comprarem tal produto a preços exorbitantes.

                Na verdade é só um meio de transporte individual. Ninguém precisa de um carro que vai a 250 km/h. É marketing

                • th!nk.t4nk

                  Aí é teu sentimento a respeito de carros. O povo aqui gosta de andar rápido, gosta de cuidar dos carros, curte saber sobre os detalhes de engenharia. O que mais tem é gente formada na área técnica, então é natural que gostem de máquinas. Eles também são loucos por trens, avioes, navios. Tá longe de ser algo só com carro, é da cultura do povo há mais de século. Mas se acha que se limita a um mero marketing do governo, beleza.

                  • Joãozinho

                    É um passatempo.
                    Tem gente que gosta de trem. Tem gente que gosta de pescar.

                  • Thiago

                    Esse fake é uma piada pronta, nunca andou em nenhuma autobahn para falar alguma coisa.
                    Dirigi 1.850 km por 3 países, Alemanha, Austria e República Checa nas minhas última férias, nem perde teu tempo tentando explicar

                • Filipo

                  “Fortalece essa fantasia de que automóvel é “liberdade”, “paixão”, “entusiasmo”…”

                  Então o que fazes aqui, comentando em site automotivo? Quem acha que carros são apenas um meio de transporte individual, não era pra estar aqui todos os dias comentando.

                  • Joãozinho

                    Vc é o xerife dos comentários?
                    Tão te pagando ou faz isso de graça?

                    • Henrique12

                      Não perde tempo com esse cara porque que a vibe dele sempre será escrever um artigo nos comentários sobre a realidade sociocultural dele à pessoas que não se importam, além de posicionar a Alemanha como o brilhante ícone da civilização humana.

                • Thiago

                  Você deve ter andado por muitas autobahn para chegar a essa conclusão brilhante, aliás deve conhecer muito a Alemanha…

    • Marcelo Alves

      No Japão se não me engano é lei, todos os carros fabricados e vendidos lá têm a escala do velocímetro indo até 180km/h (pelo menos todos que eu já vi por fotos/vídeos, mesmo sendo esportivos).

      • Ducar Carros

        Deveria ser o mesmo aqui, é ridículo carrinho 1.0 ter velocímetro de 220, 240 km.

    • Queen Almeera

      visite “What Men Want” todos os filmes neste site !! clique no blog aqui: SERIESNEW002.BLOGSPOT.COM

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Tá certo, e aqui no Brasil por lei deveriam todos os carros ser limitados a 150 km/h, pois não tem rodovia pra tudo isso e brasileiro é mal educado no trânsito. E ainda é muito 150 km/h

    • invalid_pilot

      Bastava prisão perpetua pra crime de trânsito(matar, causar acidentes graves e etc) porém aqui, mesmo que você mate várias pessoas num acidente, cumpre-se uma cadeia leve ou paga-se xx cestas básicas e ta tudo resolvido.

      • Joãozinho

        Não adianta prisão perpétua.
        Os poderosos não pegam 1 mês sequer de prisão quando matam no trânsito.
        Primeiro,a lei tem que ser pra todos

        • invalid_pilot

          Então, minha fala acima se aplica a todos.

          Mais fácil criar leis e limitações ao invés de fazer o correto .

          • Joãozinho

            O único jeito de controlar o ser humano é com leis, limitações e cadeia.
            As pessoas não são boazinhas.

            E seria uma boa, meter na cadeia o verme anda acima de 180 km/h.
            Nem precisa matar ninguém, já é um criminoso em potencial.
            É a mesma coisa que andar com um fuzil na mão. Não precisa matar para ser preso, já pode ser abatido logo de cara, por conta do risco que gera à sociedade

            • invalid_pilot

              Prendam todos os Alemães que andam em AutoBahn.

              Problema não é a velocidade, sim a impunidade no trânsito

          • Ander33x

            Aqui no Bostil não adianta criar mais leis, já temos aos monte isso, melhor deixar na mão dos fabricantes e eles mesmo irão impor as limitações, como o próprio CEO da volvo disse.

            Se bem que a raça bostileira (não generalizando) iria hackear esse carro e vender kits de “desbloqueio” no ML.

        • Hugo Leonardo Dos Santos

          Mais ou como esse “jovem de bem” que matou 2 e mandou mais 2 pro hospital semana retrasada, agora tá preso mas a família é rica e contatou o ex advogado do PC Farias e Collor. Só digitar no Google motorista do jaguar em Blumenau.

          • Joãozinho

            Já já é solto e nunca vai cumprir pena em regime fechado. Vamos apostar?

    • Filipo

      Limita logo a 110 ou 120 km/h então. Para que tudo isso (150)?
      Mas e as condições precárias das vias, seguiriam igualmente limitantes? A 110 ou 120 km/h, muitos acidentes ainda podem ocorrer, e com as condições precárias de pavimentação e afins, muitos acidentes ainda ocorreriam.

    • rafael

      150 é muito. Poderíamos limitar a velocidade máxima em rodovias à 30 km/h, e na cidade à no máximo, 15 ou 20 km/h.

      • Yago G. Oliveira

        Isso não faz sentido rafael, pare de comentar isso.

        • rafael

          Bem, o que não faz sentido são essas ideias sem pé e sem cabeça, totalmente sem noção. A Volvo tá levando tudo a ferro e fogo
          Só não percebe quem não quer ou, o que é pior, concorda com essa estupidez toda.

          • Yago G. Oliveira

            Com que frequência você anda a 180km/h? Isso não é velocidade usual e, sinceramente, não vai fazer diferença alguma, nem pra mim e nem pra você. Inclusive muitos veiculos apesar de mostrar velocímetro com mais de 220km/h, não chega a isso.

            • rafael

              Vai fazer mais diferença do que você imagina, inclusive pra você, mesmo que não passe de 100 km/h.

    • Não adianta limitar carro a 150 e ter carreta a 160 na descida

  • Filipo

    Simples, não compro! Só faltam limitar agora os locais onde a pessoa pode dirigir.
    A Vovo com certeza perderá muitas vendas com isso. Imagina a Ferrari, por exemplo, limitasse a 180 km/h! Hahaha…
    Se a Volvo quer vender carros limitados e teleguiados, ela tem esse direito. Mas eu passo longe.

    • Mr. Pereba

      Até entendo seu ponto de vista, mas discordo que a Volvo perderá muitas vendas somente devido a existência de limitador de velocidade. Dezenas de veículos, principalmente os alemães premium, já saem de fábrica há muito tempo com velocidade limitada em 250km/h, e não foram observadas quedas nas vendas por conta disso. A Volvo só está sendo um pouco mais radical e reduzindo mais acentuadamente esse limite porque sabe que acima de 180 não existe tecnologia embarcada em carro nenhum que possa salvar uma vida numa colisão a essa velocidade. Os clientes da Volvo normalmente estão optando por segurança e terão essa noção de que 180 já seria mais que suficiente (pra mim pelo menos seria). Quando ela atingir essa objetivo ousado de não ter nenhuma morte em seus veículos, na minha opinião as vendas devem é aumentar.

      • Filipo

        Uma coisa é 250 km/h, outra é 180 km/h. E atingir o objetivo de ter poucas mortes com isso, para mim, não é ousado, é ir pelo lado mais fácil. Ela deveria procurar inovar em tecnologias que reduzissem a chance de morte em velocidades superiores.

        • Desculpa, mas evitar a morte de alguém que colide com o carro acima de 180 km h é algo impossível de acontecer. Qualquer carro nessa velocidade o motorista e passageiro morrem se houver colisão.

          • Filipo

            Então não precisa se desculpar, estamos de acordo. Mas não entendi sua colocação.

          • Renato Peralva

            Não está generalizando não? Pode ser impossível ser sobreviver em qualquer carro numa batida a 120 km/h, assim como já teve pessoas que saíram de uma Lambo que bateu a mais de 320 km/h com ferimentos leves. Há casos e casos.

          • Relativo. Quantos acidentes em corridas bem acima dos 180 kmh e vimos pilotos saírem andando.

          • th!nk.t4nk

            Tudo bem, mas dê uma olhada nas estatísticas de mortes nas Autobahnen, onde o povo dirige frequentemente acima de 180 km/h. Depois veja a mesma estatística de países que têm velocidade máxima limitada a 120-130 km/h. As rodovias alemãs estão entre as mais seguras do mundo, mesmo com pessoas dirigindo tão rápido. O que faz a diferença é eles têm uma das provas mais difíceis do mundo pra tirar habilitação (enquanto nos EUA qualquer mané tira carta facilmente ou converte a brasileira sem ter que provar nada). Isso é mais importante que a qualidade das rodovias até.

        • rafael

          E olha que tem gente morrendo a bem menos que 120 km/h. Acho que a Volvo vai querer que não tenhamos mais sistemas de aquecimento de água nas casas, sob risco de explosões e incêndios…..

        • Quanto maior a velocidade, maior o dano, Mané!

          • Filipo

            Experimenta bater a 180 km/h e volte aqui para conversarmos…

      • rafael

        Bem observado, Mr. Pereba. Mas que é muito chato todo esse patrulhamento, isso é. E vamos cada vez perdendo a vez pra máquinas e robôs fazerem mais pelos humanos, até chegar ao ponto de não termos serventia pra mais nada. Aí eu quero ver em que situação ficaremos!

    • Lucas

      Só me diz qual a necessidade de andar a mais de 180 km/h, ainda mais nas vias totalmente irregulares do Brasil? Além disso, aqui são poucos os carros que conseguem ultrapassar essa velocidade com facilidade, não vai fazer diferença alguma. Até uns 150 mil reais é impossível andar a mais de 180 km/h com alguma capacidade em qualquer carro zero que não seja em retas quilométricas esgoelando o motor ao acelerar tudo por 3 minutos seguidos, ou em descidas íngremes.
      E se você acha um absurdo tal limitação, talvez você não seja público alvo da montadora, simples assim. Tem gente que preza pela segurança própria/da família e também pela dos outros.

      • Silvio

        Pelo que entendi a limitação não é no Brasil, mas no mundo.

      • Filipo

        No Brasil realmente tem a questão da condições das vias, precárias em maior parte. Mas na Europa, não. Pergunte a um alemão o que ele acha das “Bundesautobahnen”.
        Aqui temos o Golf GTi, por exemplo, que passa fácil dos 180 km/h e custava cerca de 130k. Agora custa a partir de 149.200,00. Menos de 150k!
        Posso não ser o público alvo da fabricante, mas desse modo, nem quero ser. E o carro poder passar de 180 km/h não quer dizer que a pessoa sairá loucamente dirigindo a altas velocidades. Pensar isso é pensar pequeno. O mundo está cheio de falsos moralistas, não seja um, por favor.

        • rafael

          Tanto Cruze Turbo quanto Focus 2 litros passam não só dos 180, como também dos 200 km/h, e custam menos de 100 mil Reais rsrsrs.
          E teu comentário foi muito interessante. E verdadeiro.

          • Filipo

            Obrigado. Tem muitos outros que também passam de 180 km/h, mas esses todos, assim como Cruze e Focus demoram muitos para tal. O GTi é o que demora menos, custando menos de 150k.

      • Renato Peralva

        Te faço uma lista de carros 0km de até 150 mil que passam os 180 sem dificuldades.

      • Tive um Astra 2009 que eu tinha que cuidar pra não andar a 180 kmh.

    • Silvio

      A fabricante tem que fabricar os carros. Cabe ao motorista ter responsabilidade sobre seus atos.

      • rafael

        E cabe ao Estado/Governo fazer com que as leis sejam cumpridas, e punir os infratores, além de formar melhores motoristas. Mas pergunte se eles, o Estado, fazem a parte deles. Claro que não fazem. Aí vem umas Volvos oportunistas da vida.

        • Matthew

          No Brasil vão falar que Estado/Governo fazer com que as leis sejam cumpridas é coisa de patrulheiro comunista.

          • rafael

            Sim, sempre tem mentes dementes demais. Mas quando o Estado brasileiro quer fazer bonito, ele faz. Mas isso é tão raro…

          • rafael

            Eu não gosto do Estado interferindo demais na vida do povo, mas tem coisas que só ele deveria fazer, e a iniciativa privada ficar bem longe. Mas aqui no Brasil, tanto a iniciativa pública, quanto a privada, estão até o pescoço atoladas em corrupção, propinas, incompetência administrativa, entre outros.

    • Renato Peralva

      A Volvo perde 5 vendas por ano com isso e ganha outras 5 mil com o projeto de mortr zero. A proposta de Ferrari não tem nada a ver com a de Volvo, sua comparação não tem nexo algum. Combina totalmente com o ideal da marca.

  • Bandit

    No remap além de aumentar a potencia ainda se retira o limitador.

    • Mas agora freios, suspensão, controle de estabilidade etc serão dimensionados para 180 kmh. Prevejo um downgrade na linha Volvo

      • Bandit

        Se realmente fizerem isso, só gente muito inocente irá comprara volvo.

  • Compro Vidro de Perfume Vaziou

    Tem limites da Via, tem os limites estipulados pelo bom senso, e como sempre o governo vai ter que intervir pra galera parar de se matar acelerando carro em locais indevidos e ate em auto estradas, mas tudo que veem é industria das multas, mas parar de fazer infração ninguém quer.. Parabéns pra Volvo que sempre pensou em segurança, mais um prova admirável da empresa que criou o cinto de 3 pontos e não patenteou para que todas as fabricantes pudessem usar…

  • Alvarenga

    Pra quem curte potencia e velocidade o mundo esta ficando cada vez mais complicado. Realmente fica difícil sobrepor um prazer pessoal à segurança e bem estar de terceiros. Resta ficar na saudade daqueles tempos onde tudo era mais vazio e voce podia andar mais a vontade sem colocar outros em risco. Agora tem que se virar em pistas fechadas e simuladores pra manter a chama acesa.

    • Mr. Pereba

      O problema é que a “curtição” de potência e velocidade ocorre num ambiente compartilhado por famílias, crianças, bebês, idosos, motoristas imperitos, despreparados e muitas vezes distraídos. Já perdi entes queridos por conta de um motorista que sobrepôs o prazer pessoal (como você disse) e aí dá pra ter a real noção do dano físico e emocional que um carro a mais de 200km/h pode causar. Eu ando de kart nos finais de semana e também nos simuladores (GT), que já estão bem próximos da realidade e garantem uma boa diversão.

      • rafael

        Mr. Pereba, perdi um primo num acidente de carro. Ele dirigia o carro em alta velocidade. Nem preciso dizer que ele morreu na hora, e o carro ficou literalmente em pedaços. Porém, o que ninguém fala, é o que realmente provocou o acidente: se ele estava bêbado, se a culpa foi dele, se foi do motorista do caminhão, se estava usando o celular, ou o que realmente aconteceu. Muitos falam que velocidade mata. Mas não é bem assim. O que mata é o que a pessoa faz com o carro, o que ela faz com a velocidade. Se entrar muito rápido numa curva, é claro que vai ocorrer um acidente. Mas não é culpa da velocidade em si. Se você estiver a 80 Km/h e bater de frente com um caminhão que esteja a também 80 km/h, azar de quem estiver no carro, porque vai morrer do mesmo jeito. Quanto mais rápido se dirige, menores são as chances de evitar um acidente, e maiores são as consequências dele. Mas não é a velocidade isoladamente que provoca acidentes. Chega e me dar raiva quando alguém fala que “a alta velocidade provocou tal acidente”, ou que “velocidade mata”. Em especial quando essas falas saem da boca de autoridades de trânsito e de políticos, já que usam isso como desculpa pra coalhar nossas ruas e estradas com radares, e baixar os limites de velocidade pra níveis ridículos. Mas multar carros com faróis queimados, em estado deplorável e com películas escuras demais, eles não multam.

        • Joãozinho

          Excesso de velocidade provoca acidentes e mata pessoas inocentes.
          Qualquer pessoa com um cérebro normal sabe disso

        • Jorge

          A velocidade é uma das principais variáveis para a ocorrência de morte no trânsito. Nao e a unica, porém um problema como mortes no trânsito deve ser tratado justamente dessa forma, vc reduz a possibilidade da ocorrência a partir daquilo que esta ao alcance, se a velelocidade contribui para mortes no trânsito, entao que essa variável seja reduzida ou até mesmo eliminada da equação, cada variável desse ser tratada dessa forma.

          • rafael

            A velocidade é uma das últimas, se não a última, variável, e não a primeira, e nem a mais importante.

            • Matthew

              Cara, velocidade é a variável mais importante. Quanto mais rápido o cara estiver, menor o tempo de resposta para reagir à uma situação adversa.

              • rafael

                Desculpe, Matthew, mas discordo de você. Usando o seu exemplo de situação adversa, em que quanto mais rápido estiver, menor é o tempo de resposta pra reagir. Ok, concordo contigo, está totalmente certo. Mas por que, neste caso, a velocidade é a mais importante? Não tem sentido. Digamos, por exemplo, que esta situação adversa seja alguém vindo no sentido contrário e fazendo uma ultrapassagem onde não deveria, ou num momento em que não deveria. A culpa seria de quem está no carro andando rápido, ou de quem está fazendo a ultrapassagem perigosa? Sei que nesta situação, andando rápido fica mais difícil evitar o acidente, mas devemos pensar em quem está realmente provocando a situação. O mesmo eu digo pra aqueles que pisam fundo quando está chovendo, com a pista cheia de pontos de acúmulo de água: o motorista tem que ter a noção das coisas. Se ele pisar numa situação dessas, é acidente quase na certa. Bem, tenho vários exemplos, mas esses que eu citei são alguns.

      • Joãozinho

        E como geralmente acontece, quem está num carro super potente (Mercedes AMG e por aí vai…) sai ileso dos acidentes, e uma família num carro popular sai inteira paraplégica ou morta.

        A meu ver, é um genocídio. Uns, a pretexto de se divertirem e curtirem a adrenalina, acabam matando outros completamente inocentes.

        Acho isso tão grave quanto um assalto ou roubo

  • Carlos

    É a velha viada do sofá.

    Devemos lembrar que na mão de um irresponsável, um carro a 50km por hora, também mata.

  • Bruno Pires

    O cara compra e depois é só ir no mecanico especializado e tirar o limitador.

  • Silvio

    Se o objetivo é eliminar mortes ou ferimentos graves, deveriam limitar à 64 km/h que é a velocidade em que são realizados os testes de colisão. Uma colisão à 180 km/h não é perigosa? Tem gente na Volvo que deveria pensar em começar a fabricar bicicletas.

    • rafael

      É o que eu digo: poderíamos limitar a velocidade máxima em rodovias à 30 km/h, e na cidade à no máximo, 15 ou 20 km/h. Aí poderíamos todos nos dar as mãos, e sermos felizes para sempre rsrsrs.

  • jfontes

    Ué só ir no mecânico mais próximo e remover oras.

  • Mr. Hater

    Por isso que a Volvo vai ser conhecida apenas como um carro seguro… e só! Enquanto isso os alemães seguirão tocando o imaginário do pessoal com sedãs e peruas velozes e até mesmo a Tesla e seus modelos elétricos de alta performance.

    • rafael

      Não sei não, Mr. Hater. Se essa doença da Volvo se espalhar, e for muito contagiosa, até mesmo as fabricantes alemãs serão contaminadas. Dá até medo.

      • Mr. Hater

        Dá medo, mesmo. Mas enquanto tiverem cupês, sedãs e peruas com mais de 500cv dá para ficar tranquilo.

        • rafael

          E se o bolso “não permitir” comprar um desses carros potentes, aí o jeito é pegar os milzinho ou algum um pouco mais potente, e meter turbo e o diabboo a quatro, pra poder passar dos 200 km/h, nem que seja só de birra rsrsrs.

      • th!nk.t4nk

        Acho que sem chance, Rafael. A agência de meio-ambiente da Alemanha sugeriu um projeto pra colocar limites nas Autobahnen uns 2 meses atrás, e a rejeição foi absurda. Nem chegou a ser votado, porque o país todo ficou putaço com a ideia. E dado que a maioria das pessoas aqui dirigem muito rápido, amam carros, e o trânsito é extremamente seguro, acho impossível que alguém aceite esse tipo de limitação.

        • rafael

          Deus te ouça, th!nk. Mas eles irão insistir nessa ideia, infelizmente. É só uma questão de tempo. Vão esperar a poeira baixar, aguardar um momento oportuno, e eles voltaram. Mas tomara que as pessoas continuem espertas, pq se não…

  • Cromo

    Se eu tivesse um carro com essa limitação não faria a menor diferença, e olha q dificilmente alguém é mais rápido q eu, na cidade praticamente ninguém.

  • Cromo

    Em pouco tempo não teremos este problema: os carros serão autônomos, obrigatoriamente, será o fim dos motoristas, todos seremos passageiros.

  • Renato Peralva

    É uma posição da Volvo. Se te incomoda, não compre. Pare de reclamar.

  • Samluzbh

    Para os potenciais clientes da Volvo essa informação não muda nada, pelo contrario!

    • th!nk.t4nk

      Muda e muito. A Volvo vende um bocado aqui na Alemanha, onde o povo faz questão de andar acima dessa velocidade. Eles perderiam muito no país e redondezas (já que todos os países vizinhos usam as Autobahnen também, pois elas conectam leste, oeste, norte e sul do continente). Parece um baita tiro no pé, isso sim.

  • Jose Antonio

    Será que irão diminuir à potência do motor também, no Brasil se pensa muito no consumo muita gente quer que seu carro faça 15, 18, 20km com um litro e esquece que se precisar um dia viajar por exemplo vai precisar de potência, motor potente consome mais e as carretas hoje em dias já passaram de 30 metros isso uma tente ultrapassar duas por exemplo com um carro 1.0

  • Marcelo Alves

    Isso não vai fazer diferença nenhuma nas vendas… Qual a porcentagem de pessoas que compram um carro para dirigir a 180km/h? 1%? Qual a porcentagem de pessoas que vão querer dirigir a mais de 180km/h? 0,5%?

    Eu dirijo desde 2008 e o máximo que já acelerei foi a 160km/h uma vez só nesses anos todos, acelerar o carro em retas não vejo graça nenhuma, muito mais divertido fazer um trackday numa pista decente e puxando com força nas curvas.

    • th!nk.t4nk

      Te apresento a Europa então, que tem estradas sem limites de velocidade unindo norte, sul, leste e oeste do continente. Pegue o exemplo da própria Suécia: pra descer pelo continente eles obrigatoriamente pegam Autobahnen. E acredite, o povo faz questão de dirigir muito rápido nelas (dirigindo Volvos, inclusive). Enfim, estratégia super esquisita da empresa. Vai afastar muitos clientes.

      • Rodrigo

        Não sei se é verdade mas a ausência de limite de velocidade nas Autobahnen está na mira do governo alemão.

        • th!nk.t4nk

          Tava na mira da agência de meio-ambiente. Mas rechaçaram os caras já. E como o Partido Verde alemão tá cada vez mais pró-indústria (por incrível que pareça), por enquanto creio que as estradas estão salvas.

  • David Diniz

    Pessoal reclamando desse limite de 180km/h e na índia que vão colocar um apito a cada 30segundos entre 80km/h e 119km/h e a partir de 120km/h o apito será contínuo?

  • Eduardo Campos

    Só grandes pilotos, velozes e furiosos com essa notícia… 🙄

  • Emygdio Carlos

    Tiro no pé?!

    Vai vender mais o vai vender menos????

  • Luis Burro

    Realmente só assim pra tentar chegar próximo ao seu objetivo!

  • Eng Turbo

    Depois do Record mundial de velocidade obtido pela Suzuki Hayabusa em 1999, as motos são limitadas no marcador a apenas 299 (Somente no marcador, pois a velocidade ainda continua superando os 300 km/h)
    É curioso, isso foi feito pra desestimular a ultrapassar os 300…mas até 299 não tem problemas!!

    Eu ja corri (muito) de moto em rodovias, hj felizmente consigo andar $omente em pista fechada, porém isso ainda é muito limitado, devido aos valore ab$urdos

  • Emanuel Rigão

    Melhor, assim gasto meu dinheiro com marcas melhores como a Mercedes/Ford/Honda, nunca nem vi Volvo aqui no brasil mesmo então não sou só eu que penso assim

  • Enrico

    Que idiotice!! Se a volvo não gosta de carros então vai fazer bicicletas

  • Ricardo

    Mundo cada vez mais chato!

  • Felipe Rocha de Assis

    Em track day já não da pra ir então..

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email