Voyage 2019: versões, preços, equipamentos, motor, fotos, etc

Voyage 2019: versões, preços, equipamentos, motor, fotos, etc

O Voyage 2019 ganhou uma importante novidade, a transmissão automática, que chegou ao velho sedã da VW depois de quase 40 anos de mercado, onde apenas chegou nem perto de dispor desse recurso.


Com 38 anos, o Voyage só chegou a ter câmbio automatizado ASG na versão I-Motion em meados da década de 2010. Na ocasião, o sedã compacto de entrada recebeu o recurso como uma forma de baratear a automatização da condução.

Agora, algo que muitos pensaram que nunca aconteceria, se concretizou. Adotando o câmbio AQ160 F, o sedã popular simplesmente teve que trazer de volta o motor EA211 1.6 MSI, que chegou a equipa-lo alguns anos antes.

Nesse momento, o Voyage chegou ao ápice da atenção da Volkswagen para com ele, já que chegou a ter versão com bancos em Alcantara, um luxo que nem mesmo o VW Golf teve por aqui.

Assim, com o câmbio automático Tiptronic com tudo o que tem direito, ou seja, modo Sport, paddle shifts e volante multifuncional, o Voyage 2019 poderia ser um carro mais atraente se fosse o mesmo de 2014.

Na última atualização, mesmo com frente remodelada ao estilo da Saveiro, o sedã foi ainda mais simplificado e tudo parecia crer que seu fim não iria demorar. Contudo, a VW vira a mesa e decide botar a caixa automática.

Dessa forma, o EA211 1.6 MSI com 16V retorna com os mesmos números, que no álcool são superiores aos dos Polo e Virtus MSI, entregando até 120 cavalos e 16,8 kgfm.

Para um carro de pouco mais de uma tonelada, o conjunto dá e sobra. E para completar a gama, a manutenção das versões com motores EA211 1.0 MPI com até 84 cavalos e EA111 1.6 8V com até 105 cavalos e seu torque em giro de 2.0…

Com tantos anos de estrada, o Voyage ainda é um carro bastante confiável e com manutenção bem conhecida, tendo um espaço interno apenas adequado, mas um porta-malas com bons 480 litros.

No layout atual, pega parte da Saveiro emprestado, mas sua essência continua a mesma. Vários itens de conforto básico estão presentes, assim como a segurança obrigatória.

Lançada em 2009, a atual geração do VW Voyage é esperada para expirar em 2022, quando chega um crossover fabricado também em Taubaté-SP, para substitui-lo junto com Gol, Fox e up!.

Construído sobre a plataforma PQ24, em uma variação de baixo custo, o popular da Volkswagen tem um projeto consistente, que foi se atualizando com o tempo, mas adotando motor e câmbio em transversal.

Pensado para ser barato, ele ainda herda muitas coisas de custo reduzido, como botões dos vidros traseiros no painel  e até mesmo a ausência de espaços suficientes para copos e garrafas no interior.

Voyage 2019 – detalhes

Voyage 2019: versões, preços, equipamentos, motor, fotos, etc

Com linhas bem funcionais, como todo carro alemão, o Voyage 2019 incorporou o estilo frontal da Saveiro, recebendo alterações na estrutura da frente.

Assim como na picape leve, o capô ficou mais alto, a fim de incorporar faróis maiores, sendo estes simples com fundo escuro ou duplos com elementos cromados. Neste último, só faltaram LEDs diurnos para completar.

A grade também ficou mais alta e volumosa, ganhando um friso cromado que se mesclava com o conjunto ótico. Na versão de acesso, não existem esses detalhes.

O para-choque fora revisado com vincos acentuados nas laterais e grade inferior muito maior, tendo ainda faróis de neblina opcionais. As rodas são de aço aro 14 polegadas no MPI, que tem ainda pneus 185/65 R14.

Já na versões com motores 1.6 de 8V ou 16V, sendo este automático, as rodas são de 15 polegadas, com aço ou liga leve, tendo pneus 195/55 R15. Os retrovisores são pretos ou na cor do carro, sendo que neste último, ganha piscas auxiliares.

As colunas B são pretas, mas as maçanetas vêm na cor da carroceria. Atrás, as lanternas do Voyage 2019 possuem desenho pouco harmônico, que ainda utiliza a base do original de 2009. Elas são cortadas pela tampa do bagageiro.

O porta-malas tem uma tampa com a parte superior proeminente, como um defletor, enquanto o para-choque vem com suporte de placa e refletores.

Por dentro, o design do painel do Voyage é bem moderno, revelando a última atualização da Saveiro e seu compartilhamento com os dois irmãos nascidos também nos anos 80.

Os difusores de ar descrevem uma certa fluidez que agrada, apesar do conjunto ser bem simples. Mesmo assim, não há tampa de airbag do passageiro ou saídas de ar circulares baratas.

Além disso, traz opcionalmente um prático suporte de smartphone com fonte de energia USB. O sedã tem também multimídia Composition Touch com tela de 6,5 polegadas e os sistemas Android Auto/CarPlay/MirrorLink.

Já o cluster, que poderia ser como o antigo, recebeu grafismos diferenciados e ficou mais atraente, diferenciando-se dos demais modelos da marca. O ar condicionado é manual e o volante de três raios pode vir com comandos remotos.

Nele, além de controles de mídia e telefonia, traz ainda comandos de computador de bordo, mas faltou piloto automático. A coluna de direção é ajustável apenas em altura e profundidade, além de paddle shifts com câmbio automático.

O câmbio automático tem seletor com modo Sport e opção de trocas manuais, mas seu visual metalizado é bem antigo, do primeiro Tiguan e vem com alavanca de igual acabamento. Um retrocesso de mais de 10 anos.

Com freio de estacionamento manual, o Voyage 2019 vem com vidros elétricos dianteiros nas portas, enquanto o ajuste dos retrovisores fica junto à maçaneta interna, o que não é de todo ruim.

Atrás, os vidros elétricos ficam nas portas, não sendo assim usada a solução do Santana dos anos 80, que centrava tudo no túnel central. O travamento elétrico é feito por meio de chave canivete.

Com alças no teto, tem luz interna e retrovisores com espelhos, além de antena no teto. O sistema de som pode ter quatro alto-falantes e dois tweeters, enquanto a multimídia traz ainda entrada USB e Bluetooth.

O banco traseiro é inteiriço, tendo apoios de cabeça para todos, além de cintos de 3 pontos apenas para quatro passageiros, pois o quinto é subabdominal. Em 2020, o modelo ganhou um de 3 pontos nessa posição, junto com Isofix.

No bagageiro, 480 litros, o suficiente para uma família pequena. O volume pode ser ampliado com o rebatimento do encosto interno.

Voyage 2019 – versões

Voyage 2019: versões, preços, equipamentos, motor, fotos, etc

O VW Voyage 2019 tem uma proposta de entrada e por isso tem apenas uma versão sem identificação, que internamente na Volkswagen chamam de Trendline:

  • VW Voyage 1.0 MPI
  • VW Voyage 1.6 MSI
  • VW Voyage 1.6 MSI AT

Equipamentos

Voyage 2019: versões, preços, equipamentos, motor, fotos, etc

VW Voyage 1.0 MPI – Motor 1.0 com transmissão manual de cinco marchas, mais ar condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros elétricos, retrovisores externos com controle interno, cintos de segurança de 3 pontos e subabdominal para o quinto passageiro, apoios de cabeça para todos, rodas de aço com calotas aro 14 polegadas, pneus 185/65 R14, retrovisor interno dia e noite, banco traseiro rebatível, bancos em tecido, faróis simples com máscara negra, luzes de frenagem de emergência, para-sóis com espelho, airbag duplo, freios ABS com EDB, entre outros.

Opcionais:

Pacote Urban Completo, tendo alarme com comando remoto, sensor de estacionamento traseiro, luzes de leitura dianteiras e traseiras, alças de segurança no teto, chave com comando remoto, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, espelhos retrovisores e maçanetas das portas na cor do veículo, retrovisores elétricos com tilt down e repetidores de direção, faróis de neblina, lanternas traseiras escurecidas, para-sóis iluminados, rodas de liga leve aro 15, pneus 195/55 R15, tampa do porta-malas com abertura elétrica, travamento elétrico das portas e vidros elétricos traseiros.

Pacote Interatividade Media Plus com 4 alto-falantes e 2 tweeters, rádio Media Plus com bluetooth, MP3 e entradas USB, SD e auxiliar.

Pacote Interatividade Composition Touch com computador de bordo, 4 alto-falantes e 2 tweeters, multimídia Composition Touch (Android Auto/CarPlay/MirrorLink) e volante multifuncional.
VW Voyage 1.6 MSI – Motor 1.6 8V com câmbio manual de cinco marchas, mais itens do 1.0 MPI.

Opcionais:

Pacote Interatividade Media Plus
Pacote Interatividade Composition Touch
Pacote Urban Completo
VW Voyage 1.6 MSI Automático – Motor 1.6 16V com transmissão automática de seis marchas com modo Sport e opção de trocas manuais na alavanca ou no volante multifuncional com paddle shifts, mais itens da versão 1.6 MSI manual.
Opcionais: 
Pacote Interatividade Media Plus
Pacote Interatividade Composition Touch
Pacote Urban Completo

Preços

Os preços do VW Voyage 2019 são os divulgados em seu lançamento e estavam dentro da faixa de atuação dos sedãs compactos, embora acima de R$ 50 mil:

  • VW Voyage 1.0 MPI – R$ 52.640
  • VW Voyage 1.6 MSI – R$ 56.820
  • VW Voyage 1.6 MSI AT – R$ 59.990

Voyage 2019 – motor

Voyage 2019: versões, preços, equipamentos, motor, fotos, etc

O VW Voyage 2019 tem três motores diferentes à disposição, sendo que dois deles são mais atuais, pertencentes à família EA211, além de um mais antigo, o EA111. Todos eles são fabricados em São Carlos, interior de São Paulo.

Destes, o EA111 1.6 tem quatro cilindros com cabeçote de 8 válvulas, acionado por correia dentada e sem variável de abertura e fechamento.

Este propulsor chama atenção pela característica de oferecer bom torque em rotação baixa, garantindo boas saídas e um consumo adequado no meio urbano.

Dotado de injeção eletrônica multiponto com tecnologia flex de pré-aquecimento do combustível em partidas a frio, o EA111 tem taxa de compressão 12,1:1, tendo um volume de 1.598 cm3.

Com isso, o vetusto motor da VW alcança 105 cavalos no álcool a 5.250 rpm, tendo ainda 15,6 kgfm a 2.500 rpm. Isso mostra como ele tem disposição em baixa rotação.

O mesmo ainda dispõe, quando abastecido com gasolina, de 101 cavalos a 5.250 rpm e 15,4 kgfm com os mesmos bons 2.500 rpm. Robusto e confiável, o EA111 surgiu no final dos anos 90 no Brasil, substituindo o antigo EA827.

Usado somente nos modelos Gol, Voyage, Fox e Saveiro atualmente, o EA111 está com os dias contados, visto que já tem uma arquitetura antiga, já revisada quando foi chamado de “VHT”.

Nele, apenas o câmbio manual MQ200, que é fabricado pela VW na Argentina. O VW Voyage 2019 ainda dispõe dos modernos EA211.

Assim como o EA111, o mais recente tem construção toda em alumínio, sendo que o MPI é a versão 1.0 com bloco de três cilindros e cabeçote com duplo comando de válvulas, acionados por correia dentada.

Esse pequenino motor tem 999 cm3 e taxa de compressão menor: 11,5:1. Tendo como característica um bom torque em baixa rotação, o 1.0 MPI surge como uma opção bem econômica para quem deseja rodar por mais tempo.

Tendo 4 válvulas por cilindro, o 1.0 MPI vem com injeção multiponto e tecnologia E-Flex de partida a frio por pré-aquecimento do combustível, geralmente álcool.

Com 75 cavalos na gasolina e 84 cavalos no etanol, este pequenino obtém esses números com 6.250 rpm e 3.000 rpm, respectivamente. É o segundo motor do trio com maior sensação de força em baixa.

Lançado no up!, o 1.0 MPI hoje está presente também no Gol e no Polo, mas já foi usado pelo Fox. O outro membro da família EA211 é o 1.6 16V MSI.

Este propulsor de quatro cilindros e cabeçote com 16V, agrupadas sob dois comandos de válvulas, já esteve a bordo do Voyage há alguns anos, mas retorna apenas com a transmissão automática AQ160 F.

Tendo os mesmos 1.598 cm3 do EA111 e a mesma taxa de compressão de 11,5:1 do 1.0 MPI, o 1.6 16V MSI é o propulsor aspirado mais potente da VW, tendo 120 cavalos e 16,8 kgfm com etanol, conseguidos aos 5.750 rpm e 4.000 rpm.

Embora ainda seja baixo o torque, ele se iguala ao antiga EA827 2.0 8V que tinha os mesmos 120 cavalos no álcool, mas seu torque superava 18 kgfm… Também diferente deste, obtém sua força em rotação alta por ser um 16V.

Na gasolina, no entanto, o 1.6 16V MSI é bem mais fraco, tendo 110 cavalos e 15,8 kgfm, conseguidos nas mesmas rotações. Com isso, ele é apenas um pouco mais forte que o EA111 1.6 8V MSI.

Sua estreia se deu há alguns anos e equipou (e ainda equipa) vários modelos, como Golf, Fox, Saveiro, Gol, Polo, Virtus e SpaceFox.

No VW Voyage 2019, ele vem com o câmbio Tiptronic de seis marchas, que tem conversor de torque, além de modo Sport  e mudanças manuais na alavanca e volante.

É a caixa automática padrão dos carros nacionais e alguns importados da Volkswagen, como Gol, T-Cross, Virtus, Polo, Nivus e Jetta.

Desempenho

Em desempenho, o VW Voyage 2019 fica devendo na versão 1.0 MPI por motivos óbvios, mas ainda assim não faz de todo ruim. Com o 1.6 8V MSI, o sedã compacto popular tem seu segundo melhor resultado.

Contrariando a lógica das transmissões, o Voyage com motor 1.6 16V MSI é o mais esperto, pois, além de mais potente, também tem um câmbio com seis marchas, que aproveita melhor a força do propulsor.

  • VW Voyage 1.0 MT – 13,2 segundos e 173 km/h
  • VW Voyage 1.6 MT – 10,5 segundos e 186 km/h
  • VW Voyage 1.6 AT – 10,1 segundos e 185 km/h

Consumo

Voyage 2019: versões, preços, equipamentos, motor, fotos, etc

O consumo do VW Voyage 2019 pode ser considerado bom, especialmente no 1.0 MPI, que faz médias excelentes com gasolina, sendo o mesmo repetido pelas outras duas versões 1.6, sendo a mais potente com consumo melhor.

Isso se dá por causa do alto torque em baixa desses motores, mesmo o 1.6 16V, que não é tão esperto quanto os outros dois, mas com o câmbio automático, consegue trabalhar melhor e beber menos.

  • VW Voyage 1.0 MT – 8,9/10,6 km/l e 13,4/15,6 km/l
  • VW Voyage 1.6 MT – 8,0/9,9 km/l e 11,6/14,1 km/l
  • VW Voyage 1.6 AT – 8,0/10,1 km/l e 11,1/14,3 km/l

Voyage 2019 – manutenção e revisão

Voyage 2019: versões, preços, equipamentos, motor, fotos, etc

As revisões do VW Voyage 2019 ocorrem a cada 10.000 km ou 6 meses, sendo que os preços abaixo são atualizados com base em junho de 2020.

O plano de revisão da VW agora contempla valores fixos em toda a rede de concessionários, sendo uma disposição que vem sendo aplicada desde a chegada do Polo.

Embora não tenha grandes diferenças, os motores do Voyage possuem custos de manutenção diferenciados, com valores que tornam o gasto total com as revisões entre R$ 2,8 mil e R$ 3,5 mil, por exemplo.

Então, dependendo da opção motriz, os preços serão mais ou menos salgados. Ainda que variáveis, a faixa de preços até 60.000 km está na média do mercado.

Revisão 10.000 km 20.000 km 30.000 km 40.000 km 50.000 km 60.000 km Total
1.0 12V R$ 253,94 R$ 557,24 R$ 484,94 R$ 716,74 R$ 484,94 R$ 557,24 R$ 2.801,10
1.6 8V R$ 239,79 R$ 607,09 R$ 534,79 R$ 751,29 R$ 534,79 R$ 607,09 R$ 3.274,84
1.6 16V R$ 318,50 R$ 621,80 R$ 549,50 R$ 842,50 R$ 549,50 R$ 621,80 R$ 3.503,60

Voyage 2019 – ficha técnica

Voyage 2019: versões, preços, equipamentos, motor, fotos, etc

Com 4,21 m de comprimento e 2,47 m de entre-eixos, o VW Voyage 2019 é um sedã compacto da gama de entrada, tendo um bom porta-malas de 480 litros, além de um tanque de 55 litros que garante ótima autonomia.

Sem muito espaço interno, o Voyage ainda é uma opção para quem quer um sedã barato, tendo suspensão dianteira McPherson e traseira com eixo de torção.

Motor 1.0 12V 1.6 8V 1.6 16V
Tipo
Número de cilindros 3 em linha 4 em linha 4 em linha
Cilindrada em cm3 999 1598 1598
Válvulas 12 8 16
Taxa de compressão 11,5:1 12,1:1 11,5:1
Injeção eletrônica Indireta Flex Indireta Flex Indireta Flex
Potência máxima 75/84 cv a 6.250 rpm (gasolina/etanol) 101/105 cv a 5.250 rpm (gasolina/etanol) 110/120 cv a 5.750 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo 9,7/10,4 kgfm a 3.000 rpm (gasolina/etanol) 15,4/15,6 kgfm a 2.500 rpm (gasolina/etanol) 15,8/16,8 kgfm a 4.000 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
Tipo Manual de 5 marchas Manual de 5 marchas Automática de 6 marchas
Tração
Tipo Dianteira Dianteira Dianteira
Direção
Tipo Elétrica Elétrica Elétrica
Freios
Tipo Discos dianteiros e tambores traseiros Discos dianteiros e tambores traseiros Discos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
Dianteira McPherson McPherson McPherson
Traseira Eixo de torção Eixo de torção Eixo de torção
Rodas e Pneus
Rodas Aço, aro 14 polegadas Aço ou Liga leve, aro 15 polegadas Aço ou Liga leve, aro 15 polegadas
Pneus 185/65 R14 195/55 R15 195/55 R15
Dimensões
Comprimento (mm) 4.213 4.213 4.213
Largura (mm) 1.656 1.656 1.656
Altura (mm) 1.464 1.464 1.464
Entre eixos (mm) 2.467 2.467 2.467
Capacidades
Porta-malas (L) 480 480 480
Tanque de combustível (L) 55 55 55
Carga (Kg) 439 447 462
Peso em ordem de marcha (Kg) 1.015 1.033 1.058
Coeficiente aerodinâmico (cx) ND ND ND

Voyage 2019 – fotos

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.