Crossovers Elétricos Mercado Tesla Volkswagen

VW: Herbert Diess anda no Tesla Model Y e critica outros rivais

VW: Herbert Diess anda no Tesla Model Y e critica outros rivais

O “caso” entre Volkswagen e Tesla ainda parece longe de acabar. Após a visita sem surpresas de Elon Musk a um aeroporto perdido no interior da Alemanha, sob chuva, especialmente para andar no ID.3 e explorar o ID.4, agora foi a vez do anfitrião.


Herbert Diess, presidente da Volkswagen, junto com Frank Welsch, chefe de desenvolvimento de produto de carros de passeio da empresa, andou no Tesla Model Y para provar as características do crossover americano e  obter alguma experiência a bordo do produto da Tesla.

Não se sabe onde eles andaram no carro, visto que o Model Y ainda não está à venda na Europa, mas de qualquer forma, experimentaram e deram o veredito. Diess disse:

“Claro, eu também testei um Tesla Model Y com meu colega Frank Welsch. Este carro é para nós uma referência em muitos aspectos (não em todos!): Experiência do usuário, capacidade de atualização, características de direção, desempenho em suas versões topo de linha, rede de carga e autonomia”.

VW: Herbert Diess anda no Tesla Model Y e critica outros rivais

Provavelmente a parte do “não em todos” tenha alguma importância na parte construtiva, visto que as reclamações existem quanto ao Model Y, tendo até gerado alguns vídeos na internet.

Como já mencionado pelo próprio Diess, a Volkswagen deve se apoiar nesses atributos da Tesla para melhorar sua família ID e sua atuação no mercado internacional.

Além disso, Herbert Diess mencionou ainda os rivais que não estão construindo carros elétricos do zero, criticando sua atuação no mercado: “Grande vantagem: o Model Y foi pensado como um carro elétrico, igual ao ID.3. Muitos de nossos concorrentes ainda usam suas plataformas térmicas. Resultado: eles não estão recebendo os melhores veículos elétricos”.

O recado pode ser entendido como direcionado à BMW e ao grupo francês PSA. Nesses dois casos, os rumos são diferentes, mas com resultados semelhantes. A marca alemã evitou ao máximo a eletrificação do portfólio, embora tenha gerado o i3, que vive no mercado desde 2014.

Na PSA, a ideia foi adicionar a eletricidade como mais um modelo de negócio junto com os carros comuns, reduzindo assim seu custo.

As experiências de BMW e PSA visam integrar o carro elétrico como um produto comum, diferente de VW e Tesla, que apostam em veículos diferenciados para clientes que querem exibir essa novidade. Quem está certo nessa história?

[Fonte: FCE]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

        Quem somos

        O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

        Notícias por email