VW ID.3 e ID.4 serão testados no Brasil, segundo jornalista

VW ID.3 e ID.4 serão testados no Brasil, segundo jornalista

Enquanto enfatiza a importância do etanol como alternativa para eletrificação no Brasil, apostando em híbridos flex, a Volkswagen também não deixa de lado sua vitrine mundial e também quer apostar nos elétricos por aqui.


Segundo o jornalista Jorge Moraes, os concessionários da VW foram chamados para uma reunião secreta, onde a marca alemã apresentou-os aos modelos ID.3 e ID.4.

VW ID.3 e ID.4 serão testados no Brasil, segundo jornalista

Na insistência dos mesmos em saber se a dupla será vendida, a montadora sediada no ABC paulista, limitou-se a dizer que os testes com os dois começarão.

Como se sabe, a Volkswagen queria colocar no mercado, cinco modelos eletrificados nos próximos anos, sendo que apenas um deles seria elétrico.

VW ID.3 e ID.4 serão testados no Brasil, segundo jornalista

No entanto, a marca teria indicado o ID.4 por conta da altura livre do solo, de modo a proteger as baterias. Bom, isso não é estranho vindo da VW, haja visto que deu o mesmo argumento para manter a altura padrão de Polo e Virtus, quando do lançamento da versão GTS.

Contudo, agora a marca busca avaliar também o pequeno ID.3, o primeiro modelo da família ID a surgir. Produzido em Zwickau e Dresden, o hatch elétrico tem 4,262 m de comprimento, 1,809 m de largura, 1,552 m de altura e 2,765 m de entre-eixos.

VW ID.3 e ID.4 serão testados no Brasil, segundo jornalista

Pesando 1.600 kg, o ID.3 tem motor elétrico traseiro de 203 cavalos e 31,5 kgfm, com pacotes de baterias de 45, 58 ou 77 kWh, que garantem autonomia de 330, 420 e 550 km, respectivamente.

Com produção em breve na China, o ID.3 é o irmão menor do ID.4, que tem formato SUV e porte bem maior. No Ocidente, o ID.4 tem o mesmo conjunto elétrico, com versão AWD com dois motores e 306 cavalos. A autonomia varia de 346 km (52 kWh) até 522 km (77 kWh).

VW ID.3 e ID.4 serão testados no Brasil, segundo jornalista

Já lançado nos EUA, o ID.4 – assim como o ID.3 – não é barato e pelo menos o segundo poderia chegar hoje ao Brasil na faixa dos R$ 250 mil, em sua versão de 330 km de alcance. No caso do SUV completo, seria um sucessor (em preço) do Touareg.

[Fonte: Jorge Moraes/UOL]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.