Brasil Elétricos Volkswagen

Brasil: VW investirá R$ 110 milhões para fazer caminhão elétrico

Brasil: VW investirá R$ 110 milhões para fazer caminhão elétrico

Completando 40 anos no Brasil, a Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO) investirá R$ 110,8 milhões na produção de caminhões elétricos no país. O investimento ainda inclui a produção em série do e-Delivery, veículo que deve chegar às ruas no segundo semestre de 2020.


O e-Delivery já circula em São Paulo em fase de teste. A Cervejaria Ambev comprou dois para fazer a entrega de bebidas na cidade. A VWCO informa que os testes com a Ambev já alcançaram mais de 15 mil quilômetros rodados. A Ambev também já fechou um acordo com a Volks para a compra de 1.600 unidades do e-Delivery.

Vice-presidente de Estratégia e Planejamento de Produto da VWCO, Leandro Siqueira, informa que há muitos frotistas interessados no caminhão elétrico. A montadora pretende lançá-lo primeiro no Brasil e, posteriormente, na América Latina.

Brasil: VW investirá R$ 110 milhões para fazer caminhão elétrico


O e-Delivery será produzido em Resende, no Rio de Janeiro. Além do caminhão eletrificado, o aporte milionário será utilizado no desenvolvimento de produtos e pesquisas.

O veículo é ideal para centros urbanos, ou seja, para entregas “rápidas”. Ainda assim, a Volkswagen Caminhões e Ônibus acredita que algumas companhias irão instalar estações de recarga em suas fábricas/centros de distribuição para o e-Delivery fazer viagens longas.

O caminhão chega com versões de 11 e 14 toneladas. O motor gera 272 cv de potência. Haverá também uma opção de 4 toneladas com motorização de 115 cv. Quanto à autonomia, os modelos oferecerão cerca de 200 km.

Um ônibus híbrido também entrará em produção. Trata-se do Volksbus e-Flex que traz propulsão totalmente elétrica e um motor 1.4 TSI (etanol e gasolina). O motor bicombustível gera energia para as baterias e o elétrico fica responsável por movimentar as rodas. O consumidor ainda poderá trocar o 1.4 TSI Flex por uma versão 1.4 TGI a gás natural.

Até o momento, não há informações sobre o lançamento do Volksbus e-Flex. Valores do e-Delivery também não foram divulgados.

[Fonte: Estadão]

Darlan Helder

Darlan Helder

Darlan Helder, natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011. Além disso, atua com produção de conteúdo para plataformas digitais em agências de comunicação.

  • Matthew

    Isso a Globo não mostra (BATDAT)

    • Felipe

      Faz uma pesquisa rápida no Google. Essa parceria com a Ambev foi amplamente noticiada pela mídia.

  • fabio

    Pelo menos esse nao vai vazar o LIQUIDO DE ARREFECIMENTO !!!!

    • Rodrigo Ultramari

      calma, pode vazar. Veículos elétricos tb tem sistema de arrefecimento a água

    • Airplane

      E pegar fogo sozinho ?
      PS: Em janeiro de 2001 a GM anunciou o fim da fabricação de caminhões no Brasil !

  • Eric Vinicius

    Precisava ser tão feio?

  • Helder

    Até em notícia de caminhao eletrodoméstico , aparecem os fan Boys/torcedores de montadoras

  • Vinicius

    Para rodar no “para mais que anda” dos centros metropolitanos, elétrico/híbrido são interessantes.

  • Juliano De Bortoli

    Que seja muito bem sucedido! Chega desse monte de ônibus e caminhões despejando fumaça de diesel no ar! Especialmente os mais velhos, que já deviam ter sido retirados de circulação…

  • Samluzbh

    Acho que já li esta noticia antes!?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email