VW: Taos chega empurrando Tiguan, que perde motor 1.4 TSI

VW: Taos chega empurrando Tiguan, que perde motor 1.4 TSI

Em “processo” de lançamento, o Volkswagen Taos chega fazendo a primeira vítima, mas ainda em casa. Para dar espaço ao novo carro, o Tiguan perdeu as versões 250 TSI e Comfortline 250 TSI, o “Golf de sete lugares”.


Sem as opções com motor EA211 1.4 TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm, fabricado em São Carlos-SP, o Tiguan Allspace reduz a importação mexicana à versão R-Line 350 TSI, que tem o potente EA888 2.0 TSI de 220 cavalos e 35,7 kgfm.

VW: Taos chega empurrando Tiguan, que perde motor 1.4 TSI

Ele é a única oferta do SUV da alemã no mercado nacional e não é barato, custando R$ 221.350. Por sua faixa de atuação, você já tem uma ideia de quanto o Taos custará ao chegar no próximo mês.

Trocando o espaço que levava até sete pessoas com a mesma mecânica, a Volkswagen adicionará o Taos com um layout diferente e uma proposta que remete ao antigo Tiguan, que media quase a mesma coisa e tinha entre-eixos parecido.

VW: Taos chega empurrando Tiguan, que perde motor 1.4 TSI

Mas, entre outros vários diferenciais, o principal entre o antigo Tiguan 1.4 TSI – aquele feito na “Karmann” de Osnabrück – e o Taos é a plataforma modular MQB-A1 do segundo, que permite redução nos custos de produção e desenvolvimento.

Com o Taos, a VW se arma contra a Toyota, que dia 11 lança o Corolla Cross, que já está “vendendo no escuro”, para termos uma ideia. A Ford, em busca de redenção, não deve (nem pode!) demorar em apresentar seu Bronco Sport.

VW: Taos chega empurrando Tiguan, que perde motor 1.4 TSI

Nesse meio, a Jeep reforça o líder desse segmento com atualização visual e turbo, deixando o Compass pronto para a batalha que virá. Talvez pensando nesse embate, a Honda – lá no Japão – decidiu não revelar o tamanho do Novo HR-V, que certamente chegará nesse grupo.

De volta ao argentino, o Taos manterá o que o Tiguan perdeu, o 1.4 TSI com os mesmos números e tecnologia Flex, mas com a caixa automática Tiptronic de seis marchas e a tração dianteira. Logo mais, vamos ver quem chora menos nessa briga…

 

 

Ricardo de Oliveira
Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

43 comentários em “VW: Taos chega empurrando Tiguan, que perde motor 1.4 TSI”

      • E outra coisa que preocupa, agora está claro que essas plataformas novas não foram desenvolvidas visando “Modernidade e segurança” e sim o baixo-custo e máximo-lucro, vamos ver aonde isso vai dar …

    • Eu não entendo das empresas sempre tirar versões mais “básicas” para colocar outro carro em seu lugar. Pq agora o consumidor de um tiguan não pode levar pra casa um Tiguan Confortline 1.4? Cada carro tem suas peculiaridades, e com toda certeza, tem seu público. Um Taos não atende uma família que precisa de espaço para 7 pessoas. Sorte da Caoa Chery, que tem esse carro para os órfãos do tiguan mais “barato”.

  1. Maior cagada tirar o Tiguan Comfortline. Vendia muito. Temos um 250TSI, do modelo novo, mas de 5 lugares. Excelente carro pra quem quer espaço e não quer levar os dois bancos adicionais, uma pena essa versão ser retirada também, mesmo que fosse esperado. O porta-malas é excelente.

  2. Há pouco tempo…..
    Top de linha da marca era Touareg V8 depois vinha a V6…
    Tiguan 2.0 TSI vinha logo adiante…!

    Atual:
    Top de linha é Tiguan 2.0 TSI
    Taos 1.4 TSI

    Anos vão passando e os carros ficam + pobres e + caros por menos itens de “luxo”……
    Grande diferença né?
    Como o nosso amigo @disqus_PXGKP0zoaZ:disqus disse….!

    • Há 5 anos atrás vc entrava num showroom da VW e ficava encantado. Tinha a linha popular e a linha premium, composta por Passa, Touareg, Tiguan, Golf, Jetta e Beetle/Fusca.
      Hoje vc entra e passa raiva. Pelo menos vc consegue ver que o acabamento de um Jetta não difere muito de um Voyage e fica em dúvida se realmente vale a pena.

      • SIm….!
        A qualidade dos carros cairam muito….
        Cada ano…. Carros ficam cada vez pior!
        Estão simplicando até segurança….!
        Então…. Carros estão virando descartáveis!

  3. A VW brasileira aderindo à visão da VW do mercado dos EUA: Ela atualmente aposta em projetos mais baratos de produzir. (Vide Passat americano, VW Atlas e agora o VW Taos).

    • Nos EUA a VW é meio que “obrigada” a fazer isso porque os concorrentes também fazem (carros grandes, mas simplórios). Já no Brasil poderiam se posicionar de forma um pouco diferente, mas a ganância fala mais alto, infelizmente.

      • Nos EUA realmente eles sempre foram assim. Só que lá a economia em larga escala acaba sendo bem menor que aqui. Lá eles possuem carros completos, bem equipados, já aqui… Aqui no Brasil o que mais me deixa indignado é somos limitados ao Flex e também que alguns carros acabam ficando anos sendo fabricados, fora que pioram a qualidade do modelo com o passar dos anos.

    • Estão unificando os mercados pra diminuir os custos e aumentar lucratividade. Como fizeram ao passar a produção da Amarok pra Ford, rainha em pick-ups, em troca vão entregar a plataforma MEB pra Ford na Europa acelerar eletrificação, a Ford pretende ser 100% elétrica até 2030.

  4. Devo trocar de carro nos próximos meses e estou numa dúvida cruel. Compass ou Taos Top VS Tiguan 1.4 Comfortline semi novo.

    O pacote tecnológico do Taos e o interior do Compass novo me agradam bastante, mas por outro lado o Tiguan 1.4 é outro patamar.
    Única coisa que não me agrada muito no Tiguan 1.4 é o visual muito conservador e cheio de plástico externo. Fica muito longe da R-line que é praticamente outro carro.

    Opiniões?

    • Quando você for comprar um carro, comece pelo mais importante:
      Dirija o carro.
      Gostou? Sentiu-se bem? Potência, suspensão, direção, freios bons? Confortável?
      Põe na lista.
      Não gostou? Sentiu-se meio deslocado ao volante?
      Elimine da lista, mesmo que seja o belíssimo carro da moda.
      Muita gente compra o carro encantado por sua aparência, moda, possível valor da futura revenda, status, e depois se arrepende.
      Estilo é importante, mas lembre-se sempre que sua interação com o carro se dá pelo banco, volante, controles, etc, e não por um painel fofinho ou coisas do gênero.

      • Exatamente. O vendedor me disse que esse é o principal motivo de ter carro com km extremamente baixa sendo vendido. Já ví uma Renegade com 1500km a venda. O cara andou no carro só depois que comprou… O que tem de gente na fila do Corolla Cross… Não digo que será ruim, mas é uma incógnita ainda e já tem gente assinando o cheque sem saber o que realmente está levando. Só sabe que é um Toyota alto um pouco mais barato que a RAV4.

        • Esse argumento inclusive pode ser aplicado ao segmento premium também. O antigo CLA, por exemplo, era puro estilo e fraquíssimo em quase todo o resto. De forma oposta o A4 era um ótimo produto, mas o povo torcia o nariz por conta de seu visual tiozão. Claro que são exemplos extremos, mas beleza em carro é algo mais impactante no momento da compra, e que depois vai perdendo a importância no dia-a-dia. O ideal é procurar um meio-termo, um compromisso entre características técnicas e a paixão pelo design. Mas fazer uma escolha puramente irracional é um erro enorme.

  5. Essa notícia boa pegou de surpresa aqui em casa. A dúvida agora é ficamos com uma TIGUAN Comfortiline 2020 e vemos se ela vai perder muito o valor ou trocamos ela no Corolla Cross ou Compass.

    • VW não perde valor assim amigo. Capaz de usado vc vender pelo preço que pagou porque o real está desvalorizando e os carros subindo de preço.
      Fique com seu Tiguan que é mais carro que esse dois que você citou

    • Lamento, mas vender o carro tão cedo assim significa que perderá dinheiro, mesmo que esteja bom e pouco rodado.
      Apesar de dizerem “ah, VW não desvaloriza”, na hora do vamos ver jogam lá embaixo o preço.
      A não ser que algum conhecido esteja disposto a pagar algo próximo da Fipe por saber da procedência do carro, aí sim perde menos.
      Fique com seu carro! Ele é bom! Trocar pra quê?

      • Trocar pq quando pegamos a Tiguan pegamos por não ter outro pra pegar então era um carro “TAMPÃO” até chegar o Corolla Cross e a nova Compass. Nossa previsão era ficar no máximo 2 anos com a TIGUAN.

        • Veja como esse movimento da indústria da certo, vc já está pensando tranquilamente em trocar um carro superior por um inferior mas pelo mesmo valor que pagou tranquilamente. Eles sabem que as pessoas aceitam de boa.

          • É aceitar isso ou ficar com carro importado fora da garantia. Tem pessoas que gostam de correr atrás de peças essas geralmente comprar usado o famoso resto de rico. Já pessoas como nós prefere zero na garantia.

            • Sim, por isso que daqui uns 2 ou 3 anos vamos ter Kwid por 100k, Duster por 200k, Compass por 300k, SW4 e Tiguan (se tiver) por 500k e os premiuns pra lá de 1 milhão. Pq é tipo uma onda que vai passando e subindo tudo, sem concorrência externa praticamente, o movimento nunca vai pra baixo, vai sempre pra cima.

    • Concordo e acrescento: é uma piada o mercado consumidor. Aceita sem questionar, sem se posicionar, sem criticar. Não sou fã dos carros chineses, que apesar de terem um custo benefício melhor que os outros, ainda acho caríssimos. Mas são eles que vão se beneficiar dessa prática de preços, além de estarem evoluindo a passos largos. A história se repete, alguém lembra dos carros coreanos quando vieram para cá?
      E agora contam com a CAOA com marketing mais que discutível, mas o “Sr. CAOA” consegue alavancar qualquer marca.

  6. Pensei em trocar uma Tiguan 2010 que tenho, por pouco uso mesmo, mas não compensa. Não vale mais nada financeiramente e tem o retorno de um carro de 200K atual. Está com 100.000km, mas o motor 2.0 TSI com uso só estrada gira em 2.000 rpm, faço de 13 a 15 km/l, está tudo novo (sem barulho nenhum, tudo zerado mecanicamente), vai ficar aqui na garagem mesmo :D

Deixe um comentário