Audi Elétricos Hatches Montadoras/Fábricas SUVs Volkswagen

VW vai investir R$ 11,5 bi para produzir novo Golf na Alemanha

volkswagen-golf-r-2017-1-1 VW vai investir R$ 11,5 bi para produzir novo Golf na Alemanha

Enquanto a Volkswagen do Brasil se prepara para lançar a versão reestilizada do Golf e do Golf Variant, a matriz alemã já planeja o lançamento da oitava geração da linha de modelos médios. Tanto o hatch como a perua de nova geração serão produzidos na unidade da marca em Wolfsburg, na Alemanha. E para recebe-los na linha de produção, a planta irá ganhar um investimento de 3 bilhões de euros, o que equivale a algo em torno de R$ 11,5 bilhões numa conversão direta.



A Volkswagen anunciou o investimento para a fábrica na véspera da reunião anual de operações em Wolfsburg. Este aporte financeiro será destinado para a readequação da linha de produção para construir os novos Golf e Golf Variant e também para a construção de um novo centro de design na área de desenvolvimento técnico. Segundo o presidente do grupo e conselho de empresa geral, Bernd Osterloh, o investimento vai “garantir o futuro a longo prazo da empresa”.

volkswagen-golf-r-2017-2-1 VW vai investir R$ 11,5 bi para produzir novo Golf na Alemanha

“O conselho fiscal aprovou bilhões em investimentos para novos produtos e usinas da marca Volkswagen. Isso significa que o nosso futuro é seguro – independente de estar sob propulsão elétrica ou convencional. Teremos a nossa própria vanguarda da indústria automotiva”, disse o executivo.

A nova linha Volkswagen Golf tem lançamento previsto para meados de 2019. O novo modelo trará uma série de mudanças, como uma versão atualizada da plataforma modular MQB (já usada pela geração atual) e também um conjunto mecânico com motor elétrico para a versão esportiva GTI, provocando aumento de potência e também mais eficiência, sobretudo em termos de consumo de combustível e emissão de poluentes.

No Brasil, além da linha reestilizada, a Volkswagen vai oferecer também o elétrico e-Golf e o híbrido esportivo Golf GTE (confira mais detalhes clicando aqui). Os modelos serão os únicos carros “ecológicos” da empresa alemã em nosso mercado.

volkswagen-golf-r-2017-3-1 VW vai investir R$ 11,5 bi para produzir novo Golf na Alemanha

  • Julis =D

    Rezando para o MK7,5 volte a vim da alemanha , ou pelo menos do mexico , pq esse Golfs BR sem chance. E que o MK8 venha pra no futuro importado tambem .

    • Fanjos

      Rezando para o seguro ficar menos de 10 mil reais para meu perfil kkkkkkk

      • Marcos megdA

        No Golf TSI meu seguro saía por 3400 na ultima renovação. e meu perfil era o canalha: solteiro, 26 anos, morando no centro de campinas

        • Fanjos

          Campinas

          Mudou para SP já pode colocar um multiplicador de pelo menos 2x + rastreador obrigatório

          • Marcos megdA

            Só não mudar pra São Paulo hahahah brincadeiras a parte.. SP é foda.. Isso não é vida.

            • Diego Germán de Paco

              São Paulo perto de João Pessoa é Suíça

          • Nem me fala. Olhando os Hatches por aqui, só 8,5mil no Pug 308.

            • Edson Fernandes

              Quando lançaram o motor THP no 308/408, o seguro era bizarro:
              R$6000 no 308
              R$2000 no 408

              Fiquei sem entender o porque de um ser tão mais caro que o outro.

              • Creio que a seguradora esteriotipa os proprietários.

                Hatches para os mais joviais que logo representam mais riscos.

                E sedans para os mais conservadores.

                Se olhar nas cotações, sempre a variante Hatch será a mais cara.

          • Edson Fernandes

            Se case, cai para 50% disso…rs

            Pra mim o Golf tem preço de seguro de R$5000 já cotados.

            • Cuidado com essa dica. Depois vem um divórcio e o prejuízo é bem maior kkk.

              • MauroRF

                Hehehehe, além de voltar a pagar o seguro mais caro.

              • Edson Fernandes

                kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

                Tem isso tbm..

                Já pensou recomendar então ter um filho além do casamento? rs

            • Fanjos

              O prejuízo do casamento é muito maior que pagar só o dobro de seguro kkkkkkk

              • MauroRF

                kkkkkkkkkkkkkkkkk. O pior é o divórcio: tem que dividir com a ex e ainda volta a pagar seguro mais caro, kkkkkkk.

        • le0gt-r

          O meu ficou em 5.300,00 na Azul
          Solteiro, 28 anos, RJ…

    • Matthew

      Não sei que tanta diferença vocês veem do nacional para os modelos importados, à exceção dos preços, é claro. Tem que ser muito familiarizado com todas as nacionalidades do modelo para perceber tamanha discrepância, que não seja somente a de ficha técnica. A suspensão traseira por eixo de torção e o freio de mão convencional estão previstos no projeto original e são oferecidos inclusive na Europa. Não foi uma adaptação na base do improviso. A caixa automática todo mundo metia a boca na DSG seca por causa de barulhos e durabilidade. Já ouvi cara falando que ia vender o carro com 60 mil quilômetros “antes que desse problema no câmbio de dupla embreagem”. A calibração do Tiptronic de 6 velocidades está bem razoável.

      Eu só tive oportunidade de avaliá-lo estaticamente na concessionária. Já entrei diversas vezes no hatch nacional e na Variant mexicana, um seguido do outro. Muito difícil perceber diferenças no acabamento e na construção da carroceria. A única coisa que eu notei de diferente é que na iluminação dos espelhos nos para sóis são de led no importado e convencional no modelo local. Acho muita síndrome de vira-lata falar que “Golfs BR sem chance”. E ainda que voltem a importá-lo, o preço não cairá nas atuais condições do mercado, sobretudo se for o alemão, que veio num preço tão absurdo (de baixo) no lançamento em 2013 que até especulava-se importação subsidiada e/ou deficitária. De qualquer forma a conjuntura econômica era muito mais favorável na época (era o último sopro do ciclo de alta).

      • Cezar Lopes

        Amigo, quanto ao câmbio, de fato o tiptronic é mais robusto e confortável, embora menos eficiente que o DSG, mas câmbio incontestável mesmo, só o manual. Agora, quanto a suspensão, depois que você experimenta a multilink, não vai querer saber de outra. Quando você acostuma com a multilink e dirige um eixo de torção, parece que o carro com eixo rígido “flutua”. Tá certo que há previsão de eixo de torção no projeto, mas só nos golfs até 122 cvs. Para o 1.0 tsi, eixo de torção está de bom tamanho, do 1.4 140 cvs em diante, faz falta.

      • Marcos Megda

        A diferença entre o nacional e o alemão é bem grande sim. Tive o alemão por 3 anos e já andei várias vezes no nacional. Dá pra acostumar com o Golf feito no Brasil, mas leva um bom tempo. O câmbio DSG é muito prazeroso pra dirigir. O aisin fica arcaico perto dele. Atualmente estou com um CVT e empata em conforto. Porém na esportividade fica pra trás. Pessoalmente, eu trocaria Golf por Golf se o padrão do nacional acompanhasse mais o importado. Na minha opinião o melhor carro dentre os mortais que já foi comercializado no país. Torço pro facelift mudar esse jogo, aí troco meu Audi pelo Golf de olhos fechados.

      • Edson Fernandes

        Só acho que a VW deveria ofertar o DSG de 6 velocidades como ela fez no Q3 e Tiguan. Muito injusto o A3 e Golf receberem o tiptronic.

        • th!nk.t4nk

          Fora que o novo DSG de caixa banhada à óleo está excelente. Totalmente silencioso e mais rápido/eficiente do que nunca. Dá menos tranco que qualquer automático convencional do mercado e consome menos também. O problema é que câmbios automatizados ficaram estigmatizados no Brasil, creio. Olhando um comentário acima, tem gente que até hoje acha que DSG tem baixa durabilidade.

    • Diego Germán de Paco

      Mas com um investimento de 11 bi pra fazer um carro, meu amigo, esqueça tudo o que você já viu sendo México, Brasil ou Alemanha kkkkkkkkkkk Sinceramente, nunca acreditei nesses números que soltam pra imprensa, mas dessa vez beirou o ridículo… 11 bi pra um facelift (porque é só isso que a VW faz, sem automação como os Tesla, sem economia como os Prius, sem mudança visual…). Gosto do Golf, mas não é um carro que chame minha atenção, mesmo sendo de excelente dirigibilidade.

      • Edson Fernandes

        Calma… não é assim.

        Esses hatches que antes generalistas não eram cheio de recursos tecnologicos, carregam hoje um pacote muito grande. Apesar de utilizar uma plataforma MQB, quando falamos dos sistemas que o carro recebe, isso é caro de se pensar no desenvolvimento.

        Te dar um exemplo: O Golf na variante highline sempre recebeu luzes de leds em volante, portas, console central, teto, luzes de placa. Aí tem o automatismo de dimmer para tudo.

        Ok… isso para dar um perfil de um carro superior. Só que o Golf ganhou materiais de acabamento comparavel a hatches de marca premium, ou seja, porta copos, porta luvas, porta objetos, todos sem excessão ou tem borracha no interior ou é acarpetado. Vamos agora a tripla vedação das portas. Ela tem uma vedação em borracha na porta, tem um feltro na lataria e na parte inferior da porta outra borracha.

        Tá, mas e daí? Tudo isso foi pensado para lhe trazer esse nivel de produto. Esses detalhes que parecem ser insignificantes, fazem toda a diferença de sua vida a bordo. E isso tem custo para lhe trazer esse algo a mais.

        A empresa tem sido minimalista nos detalhes e quando se olha um produto com detalhes pnesados no seu conviver, isso faz toda a diferença. E a VW na Alemanha sabe que esse carro é fruto de estrategia de venda e ele é mto bem equipado porque é bem cotado por lá. Então podemos dizer que por tudo isso exige sim um investimento alto. Agora, perceba que tem outro fator no investimento de muita grana em cima do produto: Ele pode ser precursor de uma nova tecnologia em carros generalistas, alguém tem que ter conteudo para os demais receberem de forma barateada. Não é tão simples pensar que se uma só gastou 10 milhões e a outra 1 bilhão (ou mais) que seja fantasioso.

        Não estou defendendo a VW, mas é que o processo de criação, montagem, desenvolvimento e produção são bem caros sim.

        • Diego Germán de Paco

          Edson, acompanho notícias automotivas há mais de 15 anos e nunca vi um montante desse ser anunciado como investimento para desenvolvimento e produção de uma família de veículos. Dos itens mencionados, todos a meu ver (no momento tecnológico em que a indústria automotiva de vanguarda se encontra, leia-se Tesla) são perfumarias. Gosto de automóveis, e tenho empatia pela Volkswagen, por isso mesmo torço que depois do Dieselgate e do nível tecnológico/eficiência que os carros da montadora de Wolfsburg, muito aquém do que já foi em comparação à concorrência, ela dê a volta por cima. E vou além, se esse investimento se concretizar (o que a meu ver é marketing, justamente pras pessoas pensarem como você e pagarem caro em um carro achando que seu desenvolvimento é absurdamente caro), e não houver retorno (porque minha visão é de um crescimento em valor de mercado estratosferico da Tesla nos próximos anos), veja fundos de pensão e grandes investidores saindo da Alemanha e indo pros Estados Unidos… Veja o que acontece hoje com a FCA. Se não houver mudança, a VW é a próxima a sucumbir e clamar pelo capital (e gestão) chinês.

          • th!nk.t4nk

            Diego, 3 bilhões de Euros não é tanta grana assim. Não em um país onde os salários anuais são bem elevados no setor automotivo, como é o caso da Alemanha. Pra você ter ideia, estão construindo uma nova estação de trem no centro de Stuttgart cujo custo total supera 6 bilhões. Aqui as frações são sempre elevadas. Um investimento de 3 bilhões numa nova família de carros, incluindo versões híbridas e com sistemas autônomos, está na média sim. Quanto a essa história de investidores saindo da Alemanha, nunca ouvi falar, e olha que trabalho no setor justamente aqui. Tá bem pelo contrário, o nível atual de investimento privado é recorda na história da Alemanha, pra você ter ideia. E a VW então, nem se fala, está batendo recorde atrás de recorde de lucro. Onde o cenário futuro está ruim é justamente nos EUA. Dê uma atualizada nas tuas informações.

          • Edson Fernandes

            Olha como são as coisas : Eu quero isso, eu faço aquilo e tenho um Renault na garagem. Como pode então eu pensar isso tudo da VW?

    • Isaac Ferreira Santo

      Eu torço pra que venha somente da ALEMANHA. Ai teremos de volta som DYNAUDIO, DLA e freio de estacionamento elétrico

  • Basil Sandhurst

    Cambio manual …. maravilha!

    • No_Name

      E é o R! Hehe.

  • Wagner Lopes

    Torço que, com 11,5 bi, dê, pelo menos, pra fazer um design legal…

    • ObservadorCWB

      E mandar com suspensão boa para o Brazil……

    • Renato Duarte

      Só que você tá ligado que brasileiro paga sozinho o retorno do investimento,né?? hueuhueuhueh

  • Lá a VW investindo bilhões para produzir o novo Golf, e aqui ela matando a atual geração.

    • Renato Duarte

      O pessoal tá gostando de pagar até 80 mil em SUV com plataforma de carro compacto,, pra que a montadora vai oferecer um Médio com plataforma superior aos SUVs com preço baixo??? A VW não tem nenhuma culpa nisso

      • Luiz Ramos Jr.

        Risos, quem tem culpa somos nós..

    • Bons Carros

      O “The Very Best” é o carro mais vendido da Europa há décadas…
      Mas aqui no Brasil é relegado a um segundo plano.

  • Ricardo Blume

    Enquanto isso o modelo vai definhando aqui no Brasil, vítima da ganância da montadora. Uma pena pois é um grande carro.

  • Fabio Jr.

    VW = TARTARUGA DO MERCADO BRASILEIRO…CADE O NOVO JETTA ??? CADE A SUV DO GOLF ??? …..POR AQUI SÓ LANÇAM A VERSÃO PELADA DO POLO = GOL ……….TARTARUGAAAA

    • Charlis

      Qual país já vende o novo Jetta ?

  • Gutemberg Ferreira

    Coisa linda essa Variant azul, viu…

  • Henrique

    Volks e fod@, pena que só anda fazendo coisa decente na Europa, e um monte de porqueira no Brasil, inclusive suas concessionárias. Fui cliente 26 anos, e enquanto não oferecer preços com qualidade condizente, eu não compro !!!

  • Victor Hugo

    Esse carro micou de novo no Brasil. Com certeza vamos ter a versão 7,1 – 7,2 – 7,3 – 7,4… 7,999 – e o Golf vai estar na versão 20 na Alemanha. Igual fizeram com o Golf 4.

    • Luiz Ramos Jr.

      É um belo carro mas sempre achei bem carinho!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend