Argentina deve mudar relação comercial com Brasil em novo governo

toyota hilux 2024 collection santos (1)
toyota hilux 2024 collection santos (1)

O novo governo eleito da Argentina, liderado por Javier Milei, pretende mudar a relação comercial com o Brasil e outros membros do Mercosul, já que a proposta é conferir liberdade aos parceiros do bloco para fecharem acordos de livre-comércio de forma independente.

O presidente eleito da Argentina quer rever o acordo comercial com o Brasil, em especial ligado ao setor automotivo, onde em cada 10 veículos importados pelo país latino, 8 são de fabricação brasileira.

A Argentina exporta 62,8% de sua produção de veículos para o Brasil, com 202.406 unidades enviadas do país hermano para cá em 2022, enquanto enviamos para lá 137.135 unidades.

No ano passado, a Argentina enviou 75.065 unidades da Stellantis, 62.437 da Toyota e 19.744 da VW, sendo estas as maiores exportadoras de lá para cá.

Ainda assim, a GM mandava os modelos Cruze e Cruze Sport6, a Fiat com o Cronos, a Peugeot com o 208, a Ford com a Nova Ranger e a Nissan com a Frontier, enquanto a Toyota envia os modelos SW4 e Hilux (foto), com a VW enviando Amarok e Taos.

Milei quer “negociações bilaterais ou multilaterais terão início imediato com todos os países e regiões com os quais haja a possibilidade de alcançar acordos de livre comércio ou outros de natureza comercial semelhante”.

O novo governo quer rever a política comercial entre os dois países, porém, os termos acumulam 400 páginas e parece que Milei terá muitas dificuldades em mudar isso, porém, o desejo de zerar taxas de importação com outros países, deve atingir diretamente o Brasil.

O temor, nesse caso, é que a Argentina acabe fechando um acordo com livre comércio com players como a China, o que arruinaria de vez as exportações brasileiras para o vizinho do sul, em especial se forem de carros elétricos e híbridos.

Enquanto a Argentina parece mais distante do Brasil no setor automotivo, o México está mais próximo, por passar o hermano como principal destino de carros exportados em 2023.

[Fonte: AE ]

 

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X