Audi A3 Sedan 2022: preço, motor, consumo, revisão, versões

Audi A3 Sedan 2022: preço, motor, consumo, revisão, versões

O Audi A3 Sedan 2022, que já era famoso por ser considerado a porta de entrada do segmento premium, ficou ainda melhor em sua nova geração.


Anteriormente, ele fazia frente com outros sedãs médios tradicionais no mercado brasileiro. Todavia, com a alta nos preços, agora ele ocupa um patamar ainda mais alto no mercado.

Por outro lado, ele foi totalmente renovado e agora oferece aos brasileiros o mesmo modelo que todos os outros mercados lá fora tem acesso. Isso significa um novo visual, mais equipamentos e motor mais potente.

Confira abaixo tudo sobre o carro:

Audi A3 Sedan 2022: preço, motor, consumo, revisão, versões

Audi A3 Sedan 2020 – detalhes

Audi A3 Sedan 2022 tem um visual bem invocado na frente, completado pela grade com contorno cromado e apliques laterais no para-choque. As rodas de liga leve aro 18 polegadas apresentam um aspecto mais aerodinâmico e sofisticado.

No geral, essa nova geração ficou maior, mais largo e mais alto que seu antecessor. Ele tem 4,50 metros de comprimento (+ 4 cm), 1,82 m de largura (+ 2 cm) e 1,43 m de altura (+ 1 cm), enquanto seu entre-eixos se manteve em 2,63 metros.

Em toda a carroceria, o novo A3 Sedan 2022 tem linhas bem marcantes, com diversos vincos na lateral. As rodas também ficaram mais chamativas, assim como os faróis e lanternas de LED. Na traseira, ele ainda conta com um pequeno spoiler.

O três volumes alemão, que era feito em São José dos Pinhais/PR e agora vem importado da Alemanha, adota alterações mais significativas no estilo, ganhando novos faróis com cortes na parte inferior e projetores bi-xênon com LEDs para luzes diurnas e repetidores de direção.

O Audi A3 Sedan 2022 tem um excelente aspecto visual após as mudanças, que o deixou menos discreto e mais esportivo. O novo conjunto ótico também realça a boa impressão do modelo, especialmente a atuação dos LEDs indicadores de direção.

Por dentro, o ambiente ficou mais refinado, que também tem um aspecto mais esportivo com o volante de fundo chato. O principal destaque do Audi A3 Sedan 2022 é, sem dúvidas, o quadro de instrumentos Audi Virtual Cockpit com tela de 12,3 polegadas com instrumentação personalizável, incluindo mapa de navegação, computador de bordo, mídias, etc, ampliadas no display.

Tudo é controlado pelo volante que, aliás, foi atualizado e agora tem fundo chato e aspecto mais esportivo. A iluminação interna passou a ser feita por LEDs. O cluster digital e configurável é semelhante ao de TT, A4 e outros, dando um status maior ao Audi A3 Sedan 2022.

As demais mudanças, especialmente a integração com smartphones e a introdução do USB garantem ao Audi A3 Sedan estar em dia com a conectividade. Falando nisso, a central multimídia de 10,1 polegadas oferece Wi-Fi, rádio digital e outros recursos.

O alemão ainda vem com carregamento por indução para smartphones e gerenciamento remoto de diversas funcionalidades do carro via aplicativo.

Audi A3 Sedan 2022: preço, motor, consumo, revisão, versões

Audi A3 Sedan 2022 – novidades

A grande expectativa para termos o novo Audi A3 Sedan 2022 por aqui durou mais de 1 ano, já que o modelo foi apresentado lá foram em abril de 2020 e só chegou ao nosso mercado em maio de 2021.

A Audi decidiu trazer apenas uma versão do sedã, bem como da versão Sportback, a Performance Black. Ela é equipada com motor 2.0 TFSI a gasolina, que entrega 190 cv e 32,6 kgfm de torque e é ligada ao câmbio S-tronic de 7 velocidades.

Por vir em apenas uma opção, o Audi A3 2022 é bem equipado, contando com teto solar elétrico panorâmico, painel digital, rodas de 18 polegadas, faróis full LED, park assist, seis airbags, entre outros.

Ele ainda tem diversos opcionais, incluindo o sistema de som Bang & Olufsen 3D, detalhes no exterior em carbono, kit S Line no interior (no exterior ele é de série), faróis LED Matrix e luzes no interior customizáveis.

Seu preço inicial é de R$ 284.990, um belo salto ante o modelo anterior, mas a marca anunciou uma promoção de lançamento que fez esse valor cair para R$ 264.990.

Audi A3 Sedan 2022 – versões

  • Audi A3 Sedan Performance Black 2.0 TFSI 2022

Cores dispoiníveis: Branco Ibis e Azul Turbo (sólidas ); Azul Navarra, Amarelo Píton, Branco Geleira, Preto Mito e Vermelho Tango (metálicas); Cinza Daytona (perolizada).

Acabamento interior: preto, cinza ou bege.

Audi A3 Sedan 2022: preço, motor, consumo, revisão, versões

Audi A3 Sedan 2022 – equipamentos

Audi A3 Sedan Performance Black 2.0 TFSI 2022

ITENS DE SÉRIE: seis airbags, Park Assist plus, ar-condicionado dual zone, painel digital de 10,25 polegadas, central multimídia de 10,1 polegadas com conexão WiFi e rádio digital, carregando por indução para smartphone, gerenciamento remoto por aplicativo, sistema de manutenção em faixa, câmera frontal, frenagem automática de emergência, piloto automático adaptativo, aviso de tráfego cruzado, sistema de entrada keyless, teto solar elétrico panorâmico, kit visual exterior S line, faróis Full LED, porta-malas com abertura por aproximação, volante em couro com shift-paddles e base aplanada, rodas Audi Sport de 18 polegadas, entre outros.

OPCIONAIS:

  • Sistema de som Bang & Olufsen 3D Premium
  • Painel digital de 12,3 polegadas
  • Faróis LED Matrix
  • Pacote de iluminação ambiente com 30 opções
  • Retrovisor externo em carbono
  • Pacote S Line interior

Audi A3 Sedan 2022: preço, motor, consumo, revisão, versões

Audi A3 Sedan 2022 – preços

  • Audi A3 Sedan Performance Black 2.0 TFSI 2022 – R$ 264.990

Audi A3 Sedan 2022 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final 

  • Audi A3 Sedan 2.0 TFSI S tronic 2022 – 7,3 segundos e 240 km/h

O Audi A3 Sedan vinha com o motor 1.4 TFSI de 150 cv e 25,5 kgfm, ambos obtidos com gasolina ou etanol, sendo equipado apenas com caixa automática Tiptronic de seis marchas com conversor de torque.

Já o motor EA888 2.0 TFSI sem dúvida é um dos melhores do mundo, entregando uma performance que pode ir do mais frugal possível (ou não, dependendo de um detalhe, que segue mais abaixo) até uma condução extremamente esportiva.

Antes, o alemão vinha na versão de 220 cv e 35,5 kgfm desse motor, com câmbio automatizado de dupla embreagem banhada a óleo S tronic com sete marchas.

Esse câmbio permite explorar totalmente o EA888, entregando opções Drive, Sport e manual. Mesmo em Drive, o propulsor responde imediatamente, despejando grande força sobre as rodas dianteiras, imprimindo assim um desempenho excelente.

No Sport, a rotação se eleva com mais rapidez e o ponteiro fica sempre lá em cima, deixando o motor cheio e as respostas bem nervosas, mas sem ser estupidas.

O modo manual, tanto na alavanca – de excelente aspecto esportivo, diga-se de passagem – como nos paddle shifts, interfere bastante no funcionamento do câmbio e do motor, mantendo a marcha desejada por muito mais tempo, dando assim mais liberdade de condução ao motorista.

Rodando a 110 km/h, o ponteiro marca 2.000 rpm. Mas, em condução esportiva, ele facilmente entra na zona vermelha. Mudanças rápidas de marcha, imperceptíveis e no momento certo, dão ao carro uma condução ainda mais prazerosa.

Audi A3 Sedan 2022: preço, motor, consumo, revisão, versões

Mas o Audi A3 Sedan 2.0 TFSI 2020 não oferece apenas isso. Existe o Drive Select exatamente para explorar ainda mais a performance do sedã, oferecendo os modos Efficiency, Comfort, Auto, Dynamic e Individual.

De um extremo ao outro, o “compacto” oferece muita economia e uma performance “pessoal” ao condutor. No Efficiency, por exemplo, como mencionados mais acima, traz um recurso interessante, a opção de roda livre, a famosa “banguela”, para os mais antigos.

Em declives longos, o S tronic desengata a marcha e permite ao Audi A3 Sedan 2.0 TFSI 2020 se deslocar utilizando a inércia, reduzindo bastante o consumo de combustível. O recurso também existe em modelos mais recentes da marca.

Na outra ponta, o condutor pode optar por ajustes presentes nos demais modos, mas mesclados individualmente, buscando assim uma condução dentro de seu estilo de dirigir.

A dirigibilidade é muito boa, tendo uma direção elétrica leve, progressiva e bem direta, dependendo do modo de condução, além de freios mais do que suficientes para uma condução esportiva.

O Audi A3 Sedan 2.0 TFSI 2020 também apresenta um ajuste de suspensão que mescla bem conforto e estabilidade. Com bancos esportivos que moldam bem o corpo e uma pegada do volante que instiga acelerar mais e mais, o sedã alemão cativa pelo bom conjunto oferecido.

Em sua linha 2022, porém, a marca decidiu (pelo menos inicialmente) vender o novo A3 Sedan apenas na versão 2.0 TFSI de 190 cv a 4.250 rpm e 32,6 kgfm de torque a 1.450, com o mesmo câmbio citado acima.

Audi A3 Sedan 2022 – consumo

Cidade

  • Audi A3 Sedan 2.0 TFSI S tronic 2022 – 11 km/litro na gasolina

Estrada

  • Audi A3 Sedan 2.0 TFSI S tronic 2022 – 14 km/litro na gasolina

Audi A3 Sedan 2022 – motor

O motor principal do Audi A3 Sedan 2022 é o 2.0 TFSI a gasolina, de 190 cv a 4.250 rpm e 32,6 kgfm a 1.450 rpm, permitindo assim que o modelo vá de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e alcance 240 km/h de velocidade máxima.

O sedã é equipado com a transmissão automática de sete marchas S-Tronic, diferentemente de outros modelos nacionais ou mexicanos da Volkswagen.

Trata-se de um motor moderno, com quatro cilindros e bloco de alumínio, assim como cabeçote e cárter, tendo quatro válvulas por cilindros, injeção direta de combustível, turbocompressor com intercooler, bomba de combustível de alta pressão, entre outros.

Audi A3 Sedan 2022: preço, motor, consumo, revisão, versões

Audi A3 Sedan 2022 – manutenção e revisão

Revisão

Custo

Custo

Quilometragem

Preços 1.4 (fora de linha)

Preços 2.0

10.000 km

R$ 1.701

R$ 1.745

20.000 km

R$ 1.956

R$ 2.001

30.000 km

R$ 1.701

R$ 1.745

40.000 km

R$ 1.956

R$ 2.001

50.000 km

R$ 1.701

R$ 1.745

Audi A3 Sedan 2022 – ficha técnica

Motor

1.4 TFSI (fora de linha)

2.0 TFSI

Tipo

Dianteiro transversal, Turbo Etanol e Gasolina

Dianteiro transversal, Turbo e Gasolina

Número de cilindros

4 em linha

4 em linha

Cilindrada em cm3

1395

1984

Válvulas

16

16

Taxa de compressão

10,5:1

11,7:1

Injeção eletrônica de combustível

Direta

Direta

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 150 cv @ 4500 rpm / Etanol: 150 cv @ 4500

Gasolina: 190 cv @ 4.250 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 25,5 kgfm @ 1.500 rpm / Etanol: 25,5 kgfm @ 1.500 rpm

Gasolina: 32,6 kgfm @ 1.450 rpm

Transmissão

Tipo

Manual 6 marchas /Automática 6 marchas

Automatizado de 7 marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado / Disco

Disco ventilado / Disco

Direção

Tipo

Elétrica

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Multilink

Rodas e Pneus

Rodas

Liga Leve aro 17 polegadas

Liga Leve aro 18 polegadas

Pneus

225/45 R17

225/40 R18

Dimensões

Comprimento total (mm)

4456

4495

Largura sem retrovisores (mm)

1796

1816

Altura (mm)

1416

1425

Distância entre os eixos (mm)

2637

2636

Capacidades

Porta-malas (litros)

425

425

Tanque (litros)

50

50

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

570

480

Peso em ordem de marcha (kg)

1240

1360

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

ND

0,27

Audi A3 – história

Lançado originalmente em 1996, o Audi A3 surgiu como um hatchback de luxo, que compartilhava a plataforma PQ34, a mesma do Volkswagen Golf.

Foi a primeira vez em muitos anos que as duas marcas desenvolveram um produto para o segmento premium, já que anteriormente apenas o Audi 50 havia surgido a partir da VW e só foi sucedido com a chegada do A1, décadas depois de sair de linha.

Não demorou muito e a dupla começou a ser produzido pela Volkswagen em São José dos Pinhais-PR, que surgiu como uma nova planta da montadora alemã, que aqui utilizou a similaridade de arquitetura para produzi-los.

Assim como no Golf, o A3 ganhou motorização EA111 1.6 8V de 101 cv.

Além dessa, o hatch alemão também veio com motor EA113 1.8 com cabeçote de cinco válvulas por cilindro, totalizando vinte válvulas.

Havia duas versões, uma aspirada de 125 cv e 17,3 kgfm, bem como versões turbinadas de 150 cv ou 180 cv, que entregavam 21,5 kgfm e 24,0 kgfm, respectivamente.

Na Alemanha, o Audi A3 teve versões de 210 cv e 225 cv. Produzido tanto em versão duas portas, quanto quatro portas, diferente do Golf, que só tinha versão quatro portas. O hatch ganhou uma segunda geração em 2003, junto com o Golf alemão.

Aqui, a dupla permaneceu na geração anterior. Com a base PQ35, o modelo ficou mais sofisticado e, após o fim da produção brasileira em 2006, passou a ser importado.

Essa segunda geração do Audi A3 tem como curiosidade o fato de terem sido feitos em torno de 400 unidades no Brasil, após o fim da geração anterior, mas pouco se sabe sobre os detalhes dessa operação.

Comenta-se que a marca desistiu por conta dos custos. De qualquer forma, a partir de 2013, a terceira geração chegou com a plataforma modular MQB. Pela primeira vez, o A3 ganhou uma variante sedã. Esta, derivou um conversível, que substituiu o anterior, derivado do hatch.

O projeto logo chamou a atenção para a produção brasileira e o Audi A3 Sedan passou a ser feito na mesma fábrica da primeira geração. Da mesma forma, o modelo veio junto com o Golf, este já na sétima geração. Antes de virar nacional, o modelo de três volumes veio na versão A3 Sport (duas portas) e A3 Sportback (quatro portas), sendo posteriormente vendido o Cabrio.

O Audi A3 Sedan chegou com motor 1.4 TFSI de 122 cv e 20,4 kgfm, além do 1.8 TFSI de 180 cv. O modelo vinha com câmbio de dupla embreagem S tronic e sete marchas, sendo seis no 1.8 TFSI. A versão Audi S3 não foi vendida com o sedã.

O novo motor EA211 se mostrou ideal para o três volumes, que tem 4,45 m de comprimento e 2,63 m de entre-eixos.

Com a produção nacional, o Audi A3 Sedan sofreu diversas mudanças, algumas controversas. O sedã perdeu a suspensão multilink e passou a oferecer um eixo de torção, indo em um movimento contrário ao do Volkswagen Jetta, por exemplo, que importado do México, ganhou multilink no lugar do eixo de torção.

A inversão de papéis não passou despercebida pela imprensa e consumidores, que criticaram.

O motor 1.4 TFSI de 122 cv passou a ter 150 cv, mas virou flex e perdeu parte da economia com o uso de etanol. Outra mudança que não foi bem aceita é a perda do câmbio S tronic de dupla embreagem e sete velocidades, que foi trocado pelo automático com conversor de torque, conhecido como Tiptronic com seis marchas.

A versão 1.8 TFSI deu lugar ao 2.0 TFSI de 220 cv e 35,5 kgfm. Esse manteve o S tronic de seis marchas e a suspensão multilink.

Com preços agressivos no começo, quando chegou a ser vendido por pouco mais de R$ 85 mil – na época, um Corolla Altis custava R$ 80 mil. Hoje, o Audi A3 Sedan já custa o mesmo que o Toyota em sua versão topo de linha.

Um facelift recente reforçou a proposta do sedã, mas não ajudou nas vendas, que estão em baixa. Em 2019, até novembro, o modelo havia acumulado 2.501 unidades, sendo o 6º no segmento de sedãs. O líder Toyota Corolla emplacou 51.507 unidades no mesmo período.

Audi A3 Sedan 2022 – fotos

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.