Honda Sedãs

Avaliação completa do Novo Civic LXS

novo-civic-lxs-fotos-1a Avaliação completa do Novo Civic LXS

Automóvel é um objeto que permite múltiplas interpretações. Tanto que os consumidores conseguem atribuir valores aos modelos que nem estavam no projeto original. A própria indústria só percebe quando o mercado reage. Um bom exemplo é o segmento de sedãs médios.



Na ficha técnica e até nos equipamentos, carros como Renault Fluence, Peugeot 408, Ford Focus, Chevrolet Cruze, Honda Civic e Toyota Corolla fazem parte do mesmo nicho. Na realidade, porém, não é bem assim. Como é um segmento em que a imagem que o carro projeta vale muito, características cruciais para outros públicos, como preço ou espaço interno, não fazem a diferença.

Prestígio, confiabilidade, tecnologia e equipamentos acabam se refletindo mais nas vendas. É a percepção desses valores que vem fazendo as vendas da 9ª geração do Civic acelerarem desde que chegou ao mercado, em janeiro, apesar de custar 10% mais caro que vários de seus rivais. Em abril, ele passou a ocupar a segunda posição do ranking de sedãs médios, atrás do Toyota Corolla e pouco à frente do Chevrolet Cruze – modelos que têm exatamente o mesmo patamar de preço do Civic.

novo-civic-lxs-fotos-2 Avaliação completa do Novo Civic LXS

Os três, juntamente com o Volkswagen Jetta, têm preços iniciais próximos aos R$ 67 mil do Civic. E são exatamente os quatro mais vendidos no país, com médias que vão dos 2 mil mensais, para o Jetta, passam pelas 3 mil de Civic e Cruze e chegam às 4 mil do Toyota. Rivais como Nissan Sentra, Renault Fluence, Peugeot 408, Ford Focus e Citroën C4 Pallas são mais baratos, mas ainda assim amargam vendas bem mais modestas – eles ficam na faixa de até 1.200 unidades mensais.

Para justificar esse preço acima do mercado é necessário recheio, desde a versão mais barata. Esse é o papel do Civic LXS, carro de entrada da linha. A versão já traz alguns itens que resumem bem a nova geração do modelo, com foco nos equipamentos tecnológicos.

É o caso do painel que se mantém em dois níveis, mas agora com aspecto mais futurista. Ainda se destaca o i-Mid, tela de cinco polegadas que traz informações do computador de bordo – finalmente integrado ao Civic –, do rádio e até da câmara de ré, equipamento de série. Itens como ar digital, airbag duplo, ABS, bancos em veludo, trio elétrico e rádio/CD/MP3/USB – sem Bluetooth – também vêm de fábrica.

novo-civic-lxs-fotos-3 Avaliação completa do Novo Civic LXS

Se o aporte de eletrônica embarcada foi alto, o mesmo não se pode dizer do design. O novo Civic é muito semelhante ao anterior, inclusive com partes menos ousadas, como a traseira. A impressão é que a Honda quis reconquistar algum cliente que tenha ficado assustado com o grande arrojo da geração anterior.

A mecânica foi outro item apenas atualizado na nona geração do Civic. No Brasil, manteve-se sob o capô o 1.8 com comando variável de válvulas. A potência ficou nos mesmos 140 cv e o torque em 17,7 kgfm, mas agora aparecem em regimes de giro mais baixos. O comportamento do propulsor com etanol ou gasolina no tanque ficou mais equalizado.

As dimensões foram praticamente mantidas. Exceto pela distância entre-eixos, que, contra a maré do mercado, diminuiu 3 cm e chegou a 2,67 metros. Apesar disso, a fabricante afirma que o espaço interno foi melhorado graças ao reposicionamento dos componentes e bancos na cabine. Um novo estepe temporário, mais fino, permitiu que o porta-malas crescesse 109 litros. Agora tem 449 litros.

novo-civic-lxs-fotos-4 Avaliação completa do Novo Civic LXS

A 9ª geração do Civic não é barata. Parte de R$ 66,7 mil na testada LXS, passa pelos R$ 72,7 mil da intermediária LXL e atinge elevados R$ 85,9 mil na top EXS. Os três principais concorrentes têm preços semelhantes, mas o Civic é ligeiramente mais equipado, principalmente na configuração de entrada, que conta com boa dose tecnológica. Um ponto que certamente desequilibra a conta a favor do sedã da Honda.

Ponto a ponto

Desempenho – O Civic é um carro pacato. Seu motor de 140 cv e 17,7 kgfm serve para mover o sedã de maneira apenas correta e tranquila. As mudanças no motor 1.8, no entanto, serviram para dar um gás extra em rotações mais baixas. Há bastante força disponível já por volta dos 2 mil giros, o que deixa as retomadas mais animadas. Nesta versão LXS, o câmbio automático de cinco velocidades é um dos pontos que joga contra uma eventual esportividade. Diferentemente das versões superiores, não há borboletas para trocas de marchas. O que diminui a chance de interagir com o trem de força e imprimir uma condução mais esportiva. Nota 6.

Estabilidade – O médio da Honda é muito competente em termos dinâmicos. A suspensão é dura e a rolagem da carroceria em curvas é sutil, quase imperceptível. As rodas se agarram no chão e o carro mantém compostura elogiável nas mudanças de curso. Em frenagens e acelerações, não há tendência de levantar a traseira ou a frente. Em retas, a neutralidade se mantém e o Civic não flutua mesmo em altas velocidades. Nota 9.

Interatividade – O console central com parte voltada para o motorista melhora muito a ergonomia do Civic. Todos os comandos ficam em torno do condutor e têm localização intuitiva e simples. O painel de instrumentos em dois níveis ficou mais bonito e funcional, além de ter visualização clara. A tela central traz informações do computador de bordo e do rádio. O volante recebe os comandos do rádio e do cruise control, tem excelente pegada e bom diâmetro. A coluna dianteira ficou mais fina na troca de geração e melhorou a visibilidade nas entradas de curva. A única crítica vai para o câmbio automático, que não permite trocas manuais. Nota 8.

novo-civic-lxs-fotos-5 Avaliação completa do Novo Civic LXS

Consumo – O InMetro deu a melhor avaliação do segmento para o Civic. De acordo com o instituto, o modelo da Honda conseguiu média de 7,3 km/l de etanol e 10,5 km/l de gasolina na cidade. Em rodovias, foram 10,0 km/l com etanol e 13,4 km/l com gasolina. Nota 8.

Conforto – A suspensão é dura, mas o seu refinamento – é Multilink atrás – ajuda a manter uma boa dose de conforto ao rodar. Os buracos até são sentidos, mas o carro não balança demais e nem dá pancadas secas. No segmento de sedãs médios, o Civic não é o mais espaçoso. Mesmo assim, leva quatro ocupantes sem preocupação. Um quinto se beneficia da ausência de túnel central, mas o espaço transversal começa a ficar mais escasso nessa situação. Nota 7.

Tecnologia – A nova geração do Civic trouxe apenas uma atualização em termos mecânicos. A plataforma foi otimizada, assim como o motor, o que serviu principalmente para melhorar a dirigibilidade e o comportamento do sedã. A versão de entrada já traz uma bela lista de equipamentos de série, como câmara de ré, ar digital, sistema de entretenimento com tela de 5 polegadas, airbag duplo e ABS com EBD. Nota 8.

Habitalidade – Talvez a mudança mais significativa da 9ª geração do Civic seja exatamente no porta-malas. Ele cresceu 109 litros e chegou aos 449 litros. Se não é o mais espaçoso da categoria, pelo menos já não é mais um ponto de restrição às suas vendas. No resto da cabine, existe boa quantidade de porta-trecos e não é muito difícil abrigar objetos de uso rápido. Como o carro é baixo para um sedã médio, os acessos são um tanto dificultados. Mas é mais uma questão de costume do que qualquer outra coisa. Nota 7.

novo-civic-lxs-fotos-6 Avaliação completa do Novo Civic LXS

Acabamento – A escolha dos materiais é falha no Civic. Os encaixes são ótimos, sempre com pouca folga e nenhuma rebarba aparente. É pouco, contudo, para um carro de R$ 70 mil. Falta algum refinamento no interior. Nota 7.

Design – O design do Civic mudou completamente, mas manteve a mesma lógica de design, sem a grande diferença que promoveu na troca de geração anterior. A Honda preferiu por aperfeiçoar o que já tinha feito. E o carro acabou um tanto conservador. Apesar de manter um desenho com toque de agressividade, o modelo perdeu um pouco o aspecto futurista. Mesmo assim, o conjunto ótico dianteiro e o perfil esguio ainda agradam. As lanternas traseiras com as extensões sobre a tampa do porta-malas destoam do resto. Nota 7.

Custo/benefício – O Civic LXS é o modelo de entrada da Honda para atuar no segmento superior dos sedãs médios. Ou seja, é um carro relativamente caro, apesar de vir bem equipado e ter muitas qualidades. Em relação aos principais rivais, no entanto, ele se mostra uma compra racional. Além de ser o mais equipado entre os líderes do segmento, ganha em interatividade do Chevrolet Cruze e em modernidade do Toyota Corolla. Os outros sedãs médios, como Renault Fluence e Peugeot 408 até são mais baratos e têm lista de equipamentos interessantes, mas não contam com o mesmo prestígio. Nota 8.

Total – O Honda Civic LXS automático somou 77 pontos em 100 possíveis.

novo-civic-lxs-fotos-7 Avaliação completa do Novo Civic LXS

Impressões ao dirigir – Evolução sem alardes

É preciso um olhar atento para notar as diferenças estéticas no exterior da 9ª geração do Civic. Ainda mais na dianteira. Só com bastante atenção é possível ver as lanternas ligeiramente diferentes, grade redesenhada e vincos diferentes no capô. Atrás, fica mais fácil.

O que não é necessariamente algo bom. A escolha por lanternas verticais não foi muito feliz e tirou um pouco do charme do carro. Os apliques reflexivos que se projetam sobre a tampa do porta-malas – uma exclusividade do modelo brasileiro – pioram esta impressão geral.

Já o interior ficou muito mais interessante. O conceito geral da geração antiga continua lá. O painel se mantém em dois níveis e tem aspecto futurista. Tudo parece ser mais apurado. O motorista se sente praticamente em um cockpit, com o console central o rodeando. A visibilidade dianteira é boa graças às colunas mais finas e o painel de instrumentos é fácil de ser lido.

O velocímetro tem um charme a mais, com as duas barrinhas que mudam de cor dependendo da condução: se ficam azuis, o consumo de combustível está alto e se passam para verde, o condutor está sendo mais amigo do meio ambiente. Ao seu lado fica a tela do i-Mid, sigla para sistema de entretenimento. Ali, são projetadas informações do computador de bordo, rádio e câmara de ré. Até o fundo de tela pode ser personalizado.

novo-civic-lxs-fotos-8 Avaliação completa do Novo Civic LXS

O lado esquerdo do painel ainda reserva a tecla ECON, que, através de modificações no comportamento do trem de força e até do ar-condicionado, ajuda a diminuir o consumo de combustível. Motor e câmbio, por sinal, continuam competentes. Mas é só isso.

Os dois são apenas suficientes para deixar o Civic com um comportamento condizente com sua proposta, sem nenhum exagero ou surpresa. O propulsor tem boa força e agora o torque aparece em rotações mais baixas. Contudo, nesta versão LXS automática, é mais difícil explorá-lo.

São cinco velocidades, mas não há como apontá-las individualmente nas trocas manuais. Até pode-se recorrer à alavanca nas posições 1, 2 e D3, mas não dá para forçar uma quarta ou quinta marcha. Falta uma maior interatividade nesse caso. Além disso, as duas últimas marchas são overdrive, o que ajuda a anestesiar demais as emoções do Civic.

Em termos dinâmicos, o Civic se vale de sua boa arquitetura. A 9ª geração perdeu 3 cm no entre-eixos, o que melhorou a rigidez torcional, reduziu a rolagem e aumentou a agilidade nas curvas. Por outro lado, manteve a já consagrada plataforma com suspensão traseira independente com multibraços. Em conjunto, esta arquitetura consegue aliar bem o trabalho de fornecer estabilidade e de manter o conforto ao rodar. O seu acerto é relativamente duro, o que beneficia a dirigibilidade.

A diminuição da medida não piorou o espaço interno na cabine do modelo. O que significa que o carro é apenas correto nesse aspecto. Principalmente comparado com os robustos e cada vez maiores sedãs disponíveis no mercado – até o Nissan Versa é mais espaçoso. Um ponto a favor é a ausência do túnel central da transmissão, que melhora a vida de um eventual quinto passageiro.

novo-civic-lxs-fotos-9 Avaliação completa do Novo Civic LXS

Ficha técnica – Honda Civic LXS

Motor: Etanol e gasolina, dianteiro, transversal, 1.799 cm³, quatro cilindros em linha, comando simples no cabeçote, quatro válvulas por cilindro e comando variável de válvulas. Injeção multiponto sequencial.

Transmissão: Câmbio automático com cinco velocidades à frente e uma a ré. Tração dianteira.

Potência máxima: 139 cv e 140 cv a 6.500 mil rpm.

Torque máximo: 17,5 kgfm e 17,7 kgfm a 4.500 rpm.

Diâmetro e curso: 81 mm X 87,3 mm. Taxa de compressão: 10,6:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson. Traseira independente do tipo multilink. Oferece controle eletrônico de estabilidade na versão EXS.

Pneus: 205/55 R16.

Freios: Discos ventilados na frente e atrás. Oferece ABS com EBD.

Carroceria: Sedã em monobloco com quarto portas e cinco lugares. Com 4,52 metros de comprimento, 1,75 m de largura, 1,45 m de altura e 2,67 m de distância entre-eixos. Tem airbags frontais de série.

Peso: 1.230 kg.

Capacidade do porta-malas: 449 litros.

Tanque de combustível: 57 litros.

Produção: Sumaré, São Paulo.

Lançamento no exterior: 2011.

Lançamento no Brasil: 2012.

Itens de série: Câmara de ré, ar-condicionado digital, banco do motorista com regulagem de altura, sistema de entretenimento com tela de 5 polegadas, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, cruise control, bancos em veludo, rádio/CD/MP3 com quatro alto-falantes, trio elétrico, airbags frontais e ABS com EBD.

Preço: R$ 69.900.

Prós:

# Equipamentos.

# Estabilidade

# Consumo.

Contras:

# Câmbio.

# Acabamento.

Por Auto Press

4.0

  • MM_

    "Os três principais concorrentes têm preços semelhantes, mas o Civic é ligeiramente mais equipado, principalmente na configuração de entrada, que conta com boa dose tecnológica. Um ponto que certamente desequilibra a conta a favor do sedã da Honda."

    Juro que gosto do Civic. Já tive um e realmente era muito bom.

    Por outro lado, não entendo de onde foi tirada essa conclusão no texto. O Civic vem com 2 air bags, não vem com ESP e nem bluetooth. Ele não é nem de longe mais equipado que seus concorrentes.

    • rajkoothra

      Com o tempo comecei a achar esse Civic bem mais bonito que o anterior…. menos, e claro, os detestaveis pedacos de plastico na tampa traseira….

      Pena que o custo vs, beneficio nao seja tao bom quanto Fluence, Sentra e ate mesmo Cruze (mais equipado e barato)…. So ganha do Corolla…..

      • jpmocellin

        Nem do Corolla ele não ganha em custo-benefício. O Corolla manual agora está vindo com 6 marchas, além de oferecer ar digital em versões mais baratas que essa LXS do Civic. Além disso, na internet se encontra facilmente Corolla XEi 2.0 por 71 mil, que então vem com assento em couro, 4 airbags, farol de neblina, e otras cositas más. Além do acabamento do Corolla ser melhor.

      • Marcola

        Eu gostava muito do civic. Mas essa atualização apesar de melhorar a tecnologia do carro, arrancou a esportividade e beleza do honda civic.

    • epicentro01

      Pois é. Ao ler o texto rolei a tela para escrever exatamente o que você escreveu….rsrsrs. Ficou um tanto "suspeita" esta parte onde fala que ele é mais equipado.

    • Ground_Zero

      Realmente há um viés da reportagem para tentar vender bugiganga com rótulo de equipamento. Estive recentemente no mercado para um carro novo e na minha lista tenho que conciliar o inconciliável: quero mais que apenas dois airbags e ABS. Quero controle de tração, airbags laterais e de cortina, quero uma cabine sólida. E ainda por cima, quero pagar pouco.

      Nessa faixa de R$ 70 mil, esse nível de equipamento só pode ser encontrado no Impreza (que todos sabem, está para ser atualizado). De quebra, levo tração integral e, se a escolha for pelo manual (e é o que eu prefiro), a transmissão vem com reduzida, que nos Subarus é mais útil no asfalto (descida de serra, chuva muito forte, gelo e neve). Resultado: Depois de procurar, procurar, fazer test drive e simulação de seguros, minha lista (que tinha vários modelos, desde Renault Fluence a Ford Focus, passando por sedãs japoneses) foi reduzida a um carro. Um hatch japonês, na minha opinião, mais feio que o sua própria geração anterior e na bica de sair de linha (o novo modelo já é vendido em outros mercados).

      Estive na Caoa para comprar um Impreza 0km e saí com um Impreza XV 2011. O carro era usado para test drive, tem tudo o que eu queria mais um teto solar para adoçar o negócio, quase cinco anos de garantia, seguro barato e tudo por R$ 58 mil. Feliz com o carro? Amor à primeira acelerada. Não que o carro seja um canhão. Não é. Mas na minha lista nenhum era também. Dito isso, o Subaru Adventure (como eu gosto de chamá-lo em casa) tem 160 cv e um câmbio manual. Bebe bem, mas anda bem. É um carro simples, construído para durar e ser guiado com gosto. Recomendo a todos que aproveitem antes que o novo chegue por mais de R$ 100 mil.

      Telinha chinesa no painel é bacana, mas não faz a minha cabeça. Quero conteúdo. O Civic LXS não atende o mínimo (airbags laterais e controle de tração). Para quem não sabe, o Subaru vem com tudo: São cinco estrelas nos crash tests americanos e europeus, oito airbags, controle de tração, abs. Dinamicamente, tração nas quatro e suspensões de rali me fazem parecer um melhor motorista em qualquer curva.

      Vamos ver agora o que é ficar na mão da CAOA para revisões e consertos na garantia, se houver quebras, claro. Depois eu conto pra vocês. Abraço a todos.

      • MM_

        Parabéns pela compra. Pelo seu relato, o carro se encaixa perfeitamente no que vc procurava.

        No meu caso não dava, pq além de não gostar nem um pouco de carro manual (dessa maneira, descartei os automáticos de 4 marchas), ainda estava procurando um Sedan (esse foi o motivo da troca do meu C4 hatch, senão tinha ficado com ele). Além da questão da falta de CCS e depois da terrível experiência que tive com a Nissan, só compro carros de marcas que tem CCS que dê para ir a pé da minha casa, rs.

      • bgccg1

        Escreve um texto de "opinião do proprietário", como os que são postados no NA. Acho que muita gente vai achar interessante. Muitos consideram os subarus míticos.

      • rodrigobertoldo

        Gostaria de sugerir o mesmo que o nosso amigo aqui nos comentários, use e aproveite bem seu carro, e mande seu relato para o site, pois os Subaru tem fama de bons carros fora do Brasil, mas eu mesmo não conheço proprietários pra poder confirmar… Seria uma boa chance de nos passar sua experiência com o carro e com o atendimento da CAOA…

      • thales_sr

        Vou fazer mais coro aos amigos, quando puder (talvez mais pra frente, quando tiver tido a experiência da revisão..), faça um relato do seu carro e peça pra publicar aqui. O Impreza é um ótimo carro, com "pedigree" de uma das maiores competições automobilísticas do planeta, mas que aqui é tido como carro de nicho. Muita gente (eu incluso) gostaria de saber mais sobre o dia a dia com um carro desses.

    • pedro_bh

      Eu tb gosto do Civic…. mas troquei meu NewCivic 08 por um Corolla XEI 12/12.

      Fiz 2 TDs neste Civic e 2 no corolla….

      Inicialmente iria no LXL Auto…. o Civic melhrou mto mesmo.

      O painel digital ficou ainda mais bonito. melhoraram a posição do freio de mao. aumentaram o tanque de gasolina e portamalas… e colocaram um CB completo o I-MID.

      mas a honda pecou em colocar mais airbags (o corolla XEI tem 4) e bluetooth no volante…. isso deveria ser integrado ao SOM e IMID.

      e ainda nao pos acabamento na tampa do porta malas…. p um carro de 70mil…. economia porca….

      achei o corolla apesar de carro de velho…. bem mais completo e bem acabamento.. 2.0 153cv com paddle shift… é mto divertido.

      aqui no NA tem uma avaliação legal d XEI

      Nao olhei Cruze, 408 ou Fluence, pois desvalorizam mto e nao aguentam o tranco… igual os Japas… (Isso é fato).

      • simoloko

        Como Cruze desvaloriza muito? O carro tem 8 meses de mercado! Você tem bola de cristal, hein?

        Chevrolet tem desvalorização coerente (paguei 68K e o preço de tabela é 73K com pintura). Eu era dono de um Civic LXS e não queria o Cruze. Bom, fiz test-drive duas vezes e cheguei à conclusão que o Cruze é superiorao Civic que eu tinha. Superior porque faz curvas igual ao Civic (suspensão Z-Link não deve nada à Doublewishbone – Civic não é multilink, como o texto diz – apenas o Focus e Lancer são), tem ESP, 4 airbags, custava menos com couro e câmbio automático de 6 marchas, é econômico na estrada (fiz 650 km com 1 tanque de 60 L 70% do tempo na estrada, média de 16km/l na estrada a 110km/h ou 13,6 km/l se pisar fundo e ultrapassar constantemente), tem uma posição de dirigir superior à do Civic (o banco é bem melhor, parece de BMW serie 3), comandos de som no volante, piloto automático na mão, ar digital, bluetooth para celular, rodas aro 17" com pneus altos etc…

        O Corolla tem uma manutenção exemplar, é um excelente carro. Mas, em curvas, ele torce demais e não gruda no chão como Civic e Cruze.

      • MM_

        Pra ver como cada um tem suas prioridades. Nao ligo em perder alguns reais pela satisfacao de estar dirigindo o carro q eu gosto. Por outro lado acho inaceitavel para um Sedan medio usar um cambio obsoleto de 4 marchas. Por isso nem fui ver Corolla, 408 e Focus.

        Aliás, achei bem correta a análise no Jalopnik
        http://www.jalopnik.com.br/conteudo/cambio-automa

  • rodrigobertoldo

    Essa ficha do carro está incorreta, poderiam conferir no site da montadora antes de publicar…
    O peso do carro é 1.230 / 1.264 Kg na versão LXS, poderiam prestar atenção no que colocam no site.

    • aledalloglio

      Tem muita coisa errada nessa avaliação, dizer que esse carro tem custo benefício e é mais equipado que os concorrentes?? Que piada.

      • rodrigobertoldo

        Custo benefício não é o forte do Civic, desde a versão anterior. Quem comprava o modelo anterior tinha que fechar os olhos para o porta mala, e nem pensar em computador de bordo…
        Apesar de ter bem mais tecnologia embarcada, ainda assim fica devendo airbags laterais e controle de tração, que nesse segmento já deveriam ser mais do que obrigatórios.
        Acho que o cara que avaliou de muito bom humor nesse dia… Ou esqueceu de conferir a ficha dos concorrentes…

  • FellipeZ

    Eu olho pra esse carro e vejo um honda city. E o painel tem cara dos anos 90, mesmo com a tela de série.
    Quem foi que escolheu esta cor pro painel do carro?
    Eu não compraria esse city crescido com as outras opções disponibilizadas no mercado…ira de c4 pallas.

    • Stark

      Sério que enxergou carro dos anos 90? Tá bem?

    • RMN14

      Painel dos anos 90? Rapaz…..me dê um exemplo de painel parecido dos anos 90?? Se for do Vovorolla eu até concordo que o painel parece dos anos 90

      • MM_
        • Tripa-Seca

          Legal os decks para guardar as fitas K7…. heehhe
          Os três painéis mais bonitos da década de 90 são de Focus, Fiesta e Tempra, pela ordem, na minha opinião…

          • PauloPGomes

            Tinha o Painel digital do Kadett GSi: O qual tenho no meu carro!
            <img src="http://blogs.estadao.com.br/jornal-do-carro/files/2010/11/KADETT_S3.jpg"&gt;

            E o Painel Digital do Omega
            <img src="http://bestcars.uol.com.br/carros/gm/antigos/omega-cd-95-painel.jpg"&gt;
            Eram lindos paineis pra sua epoca. Não essa coisa torta ai do Civic.

            • Tripa-Seca

              "..Eram lindos paineis pra sua epoca.."

              Concordo. Para época! Aliás, essa foi justamente a crítica que motivou essa thread na discussão: O painel "anos 90"…
              E desculpa: Os mostradores são bonitos… Os painéis são muito rebuscados, muito poluídos…Eu até gosto, mas mesmo sendo mais bonitos para época deles que o Civic para nossa época, a questão é que do Civic, sendo mais bonito ou não, é muito mais moderno…
              E mantenho minha lista…Aliás, nunca gostei de painéis da Chevrolet…Para mim, exceção do Monza, eram todos feios…Idem ao VW…

    • John_poison

      eu entendo e vejo o mesmo,

      aqueles paineis de carros americanos [compactos] dos anos 80/90… até o tamanho e a cor da iluminação do ar e do som são iguais, exemplificando

      • Hector_SP

        Você viu ao vivo? E painel não se resume nisso. Painel digital e com efeitos 3D, para mim, não são dos anos 80,90, exemplificando.

    • luta4ever

      Esse painel parece que foi desenhado por três designers diferentes e no fim montaram uma coisa só. Sem harmonia nenhuma

      • jonnyrj

        exatamente o q eu penso sobre esse painel , harmonia zero! Totalmente torto. Ficou muito esquisito mesmo.

    • Hector_SP

      Painel digital e com efeitos 3D nos anos 90?! Bem, pelo menos com relação aos carros nacionais, eu não me recordo de nenhum!

      • victorcvs

        E nunca gostei desse painel desse Civic exatamente porque também sinto uma impressão de painel antigo. É como se ele fosse muito "quadrado", não sei explicar, por isso me lembra painéis dos anos 90.

    • jogabonito_

      Tb vejo um city. Só que crescido…

    • marthepunisher

      Felipe
      Tive um C4 Pallas exclusive 2009 comprado zero, com bancos eletricos, xenonio. É um lindo carro, mas…………….
      POR FORA BELA VIOLA, POR DENTRO PÃO BOLORENTO, com se dizia anteriormente, ou BELO ANTONIO, ou melhor e sendo direto, não é um carro adaptado p rodar aqui, muito menos os serviços "prestados' pelas concessionárias, alias o maior motivo da venda do carro. Muita tecnologia embarcada, porém muito frágil, apresenta falhas eletronicas a toda hora. A cada semana a luz de "falha no sistema anti poluição" acendia, ia a concessionaria e p ser atendido precisava fazer um escandalo. Toda semana era um problema diferente, até a sonda lambda apresentou problema, e lógico, não tinha em estoque. Agua dentro dos farois xenonio, consumo de 3 a 3,5 km/l com alcool na cidade ANDANDO COM TODO CUIDADO, ventilador para saida de ar passageiros traseiros queimado, pintura descascando, protetor carter todo enferrujado (lembrando: carro foi comprado zero). Não faça isso, se vc gosta de carro frances, compre um Fluence, infinitamente mais confiavel, cambio decente CVT de 6 marchas virtuais, concess mais apresentaveis tecnicamente. Depois de rodar 20000 km o carro ja estava todo ruidoso, quando vendi quase mandei rezar uma missa. Sei q se conselho fosse bom seria vendido, mas escute alguem q ja teve um. Se nao for o bastante, acesse o bestcars e veja a opniao dos proprietarios. é uma vegonha.

  • mauricar20

    1690 kg? está errado…no site da Honda aponta 1260 kg no automático…

  • RenePOA

    O Civic foi o melhor carro que já tive (não o mais caro).
    A Honda é fantástica.

  • meduardos

    Ei! Esqueceram que o Lancer eh um graandee concorrente do civic??

    • pedro_bh

      ja viu o lancer ao vivo? pergunte num mit qual é o preço da versao automatica…

      ele é mto pelado… e nao é fabricado aqui.

      • meduardos

        Ja fiz test drive no Lancer, eh sem duvida superior aos concorrentes

        • MM_

          Aí que está o problema do Lancer. Como disse em outro texto, a grande maioria dos consumidores de Sedans médios, não está preocupado se o carro é MEIO SEGUNDO mais rápido ou mais lento que outro.

          Itens de tecnologia e conforto são essenciais nesse segmento. E nesse ponto o Lancer deixa muito a desejar.

          Tem o GT que compensa nessa parte, mas aí já entra quase no preço de Jetta TSI que é incomparavelmente superior ao Mit.

  • Felix_S

    O Civic tem uma vantagem clara sobre o Cruze, que é o consumo mais razoável. Só que dizer que o Civic é mais equipado? Eu descartei o Civic justamente por ser POUCO equipado. Sem pelo menos um bluetooth? A suspensão multi-link pode ser mais sofisticada, mas na prática faz menos diferença que a falta de mais air-bags e do controle de estabilidade. Eu particularmente acho que o Focus resolve melhor a equação entre estabilidade e conforto. Mas eu gostei mesmo do acerto de suspensão do Fluence: que conforto de rodagem e isso apenas com o eixo de torção atrás. Num sedã familiar hoje eu prezo mais a segurança que a "confiabilidade da marca", pois isso não salva a vida de ninguém num acidente e isso não tem preço. Num carro da categoria do Civic é muita pobreza os itens que diferenciam as versões: farol de neblina, tweeter?!? Parece coisa de propaganda de carro popular. Sei que vou ter muito mais dificuldade pra revender no futuro meu 408 THP, mas é o preço para não comprar carros carentes de itens de segurança como o Civic e o Corolla. Enquanto o consumidor continuar aceitando essa situação, nem a Honda ou a Toyota vão "rechear" os seus carros.

    • Stark

      Concordo com o Consumo, porém não levei muito à sério a reportagem, e no pouco tempo que testei o Civic 2012 nem pude testar o Consumo pois sequer lembrei de mexer no Computador de Bordo mas o Cruze se bobear (e se eu não tiver falando bobeira) é capaiz que bebe o mesmo que o 2.0 da GM.

      • JonathanAbud

        Meu Vectra faz 10.5 km/l na gasolina. O Cruze faz na faixa de 8 km/l.

    • wrlopes

      Civic e Corolla só vêem pelados porque todo mundo adora a ''confiabilidade'' e a fama de baixa manutenção. Daí compram porque os outros falam. Não há que desmerecer os carros, pois são bons como qualquer outro sedan hoje em dia, até o sedan do Faustão foi elogiado.
      Na europa ninguém deixa de comprar um Volks(que é diferente destes Volks que temos aqui) e um carro francês para comprar um Honda ou Toyota porque lá dão valor às marcas européias.
      Alguém acha mesmo que estes dois japoneses são melhores que Fluence, 408, Sentra, Focus, C4 e Cruze? Quase ninguém acha, mas acaba comprando porque os amigos influenciam com essa balela de perder na venda, daí o cara passa 2, 3 anos olhando para os lados no trânsito e lamentando porque não compraram outro carro, mas daí pensam na revenda e se acalmam mais.
      Muito triste a cultura brasileira por automóveis, daí os japoneses que pegaram fama obtém um resultado ainda melhor pois fazem carros mais pelados e mais caros.
      Tirando o quesito design que é subjetivo, os dois franceses(408 THP) e os dois americanos da Ford e GM estão muito a frente dos japoneses.

      • Landrutt

        "daí o cara passa 2, 3 anos olhando para os lados no trânsito e lamentando porque não compraram outro carro"

        Nunca vi nenhum dono de Honda nem Toyota se lamentando porque não pegaram um Peugeot ou um Renault. Já o contrário é bem mais fácil de encontrar.

        • Louis

          kkkkkkkkkk

        • Pedro_Rocha

          Avaliação de tabela de revista é moleza, mas o problema é o mundo real. Na útlima vez que consultei o Reclame Aqui, o Fluence tinha o triplo de reclamações em relação ao Corolla, sendo que vende 1/3 deste.

          É o que escrevo aqui com frequência: Corolla oferece pouco, mas o faz com qualidade.

          • Kenny_

            Só uma observação, nesse caso não importa se o Fluence vende 3 vezes menos por mes e sim a quantidade de Corollas e Fluences rodando. Nada impede o dono de um Corolla comprado a 3 anos atrás postar uma reclamação hoje.

            Ou seja a proporção de Fluences com defeito é muito maior que a de Corollas. Corolla vende em média 4.2mil unidades mês a pelo menos 5~6 anos (isso nessa só nessa geração, se você digita "Corolla" no Reclameaqui ele faz menção a todos os modelos) e o Fluence 1.2mil unidades a cerca de um ano.

          • thales_sr

            É que velho não sabe usar computador… :P

          • andreHHX

            Tenho um Fluence que tá com 13.000 km e posso dizer que minha experiência pessoal na vida real com o carro é muito boa, pois não tive qualquer problema. A cada dia que passa reforço a idéia de que está entre os carros mais robustos que tive. Prentedo ficar uns 5, 6 anos com ele.

        • cavevolution

          Corolla e Civic dá pra comprar sem medo. Já Peugeot e Renault ainda fico com pé atrás.

        • rodrigobertoldo

          Exato… Eu conheço uns vários que compraram C4 na onda do lançamento e agora estão vendendo por R$ 30.000, e lamentando muito porque ninguém quer esses carros depois de 3 anos de uso… Quanto ao meu caso, eu tive um Civic 2007, troquei ele na revenda com valor bem próximo de Tabela Fipe. E nunca fiquei olhando carro de outra marca lamentando, já os que economizaram na compra, perdem hoje…
          Mas só pra deixar claro, não acho justa a diferença de preço que os japoneses cobram. Comprei porque era o modelo que eu queria, e na condição época certa, consegui um bom desconto.

          • MM_

            Eu troquei meu C4 (hatch, automático) em Dezembro do ano passado. Paguei 58k em 2009 e vendi 2 anos depois por R$ 45k, ou seja, uma desvalorização de 22%.

            Não comprei o C4 para "economizar na compra", mas sim pq gostei mais dele e ainda vinha com alguns itens que seus concorrentes não tinham.

            Além de tudo, se for fazer conta de desvalorização, tem que considerar diferença de IPVA pago sobre valor nominal maior, etc. No final das contas, fica tudo muito próximo. Por isso também sempre comprei o carro que gostei.

            • rodrigobertoldo

              Esqueci de dizer que era o C4 Pallas, que apesar de ser mais caro que o hatch, é que nem o Focus, a versão hach é muito mais bem avaliada, pois é um carro com um visual muito mais jovem.
              Esse meu amigo teve essa avaliação na própria Citroen, e acabou vendendo o carro para particular…
              O dele era dos primeiros que vieram, pretão com bancos de couro e câmbio manual .
              E acho o C4 muito bom também, já dirigi, o motor é um canhão, mas no meu caso, como sou só eu e minha esposa, o Civic com seu misero porta-malas já atende bem…

              • MM_

                Como eu disse, já tive um Civic e gostei bastante. O tamanho do porta malas também não me incomodava, até pq era solteiro na época.

                Quanto ao Pallas do seu amigo, tem um baita agravante aí. Primeiro pq não era flex e por mais que ninguém use alcool, os caras querem te esfolar na hora de vender um carro monufuel se já lançou o Flex. Além disso – e o maior problema – é o carro ser manual. Só pra vc ter uma idéia, o irmão da minha esposa foi até a Citroen ver um C3 e saiu de Pallas. Ele pagou R$ 54.000,00 no carro, o que se levarmos em consideração tudo que vem no carro, é uma pechincha.

                Obviamente que ele sabe que o carro não vai valer nada na revenda, mas ele andou por 2 anos em um bom carro, pagando um bom preço. O problema é que se o seu amigo comprou logo que lançou, pagou uma pequena fortuna, aí realmente o prejuizo foi grande.

                Por esse motivo, sempre tem que esperar um pouco pra comprar carro. Quando lançou o Cruze, fui ver um LT auto+couro e me pediram R$ 81.000,00, ou seja, R$ 8.000,00 de ágio. Esperei até Dezembro e paguei R$ 68.000,00 pelo mesmo carro!

      • Hector_SP

        "Alguém acha mesmo que estes dois japoneses são melhores que Fluence, 408, Sentra, Focus, C4 e Cruze? Quase ninguém acha, mas acaba comprando porque os amigos influenciam com essa balela de perder na venda…" Desculpe, achei o seu comentário arrogante e prepotente, daí vem a minha pergunta: Por que Civic e Corolla vendem mais que o Cruze, por exemplo, nos EUA? Eles também são compradores do tipo "maria vai com as outras", como supostamente você diz que nós brasileiros somos?

        Um dos grandes trunfos dos carros japoneses são a baixa manutenção e serviço de pós-venda. O baixa manutenção tem a ver com acerto de projeto, construção e montagem. E o serviço de pós-venda, tem a ver com o contínuo treinamento e aperfeiçoamento dos funcionários, algo que eu não vejo, ao menos no Brasil, na GM, Fiat, Ford, VW e demais.

        É claro que eles não são infalíveis, mas analisando o mercado, eles são mais assertivos que os demais. E daí vem a "fama". E daí vem as vendas. O mercado reage assim.

        • MM_

          Mercados são diferentes, como os carros vendidos em cada mercado.

          Veja o caso do Elantra, que vende muito bem nos Estados Unidos, enquanto no Brasil não vende nada.

          A questão principal é que temos muitas diferenças entre os mercados e cada lugar vai ter uma particularidade. Honda e Toyota tem fama de ótimo pós vendas, tanto no Brasil como em outros países. Por outro lado, se compararmos com o Cruze, por exemplo que tbm é vendido nos Estados Unidos, tanto Civic como Corolla tem preço de entrada menor. O que faz todo sentido! Dessa maneira, vc tem um carro confiável, com ótimo pós vendas, que oferece alguns itens a menos q seu concorrente na versão de entrada e custa menos. Totalmente coerente.

          No Brasil, os carros continuam sendo bons, confiáveis, com excelente pós vendas e na versão de entrada também oferecem alguns itens a menos que seus concorrentes. Só que CUSTAM MAIS CARO. Aí que a coisa perde o sentido.

          • Hector_SP

            Nos EUA existem legislações diferentes (principalmente a tributação) e exigências diferentes. O mercado é muito mais concorrencial. Não creio que o $1000 à menos na versão de entrada do Civic em comparação ao Cruze, fariam ele vender 30% à mais (no total), ainda mais com equipamentos "inferiores". O peso maior está realmente na confiabilidade da marca, e tentei explicar que a confiabilidade tem um porquê físico (projeto, construção e montagem), e no atendimento. E o mercado, apesar de ser diferente de região para região, acaba se comportando parecido no sentido de: " Ninguém paga à mais por um valor que não é percebido". Com relação ao Brasil, temos uma politica de tributação que não faz o menor sentido, um mercado pouco concorrencial (se comparado ao americano) e uma ganância incrível, com margens de contribuição cada vez maiores das empresas. E isso se aplica desde o pãozinho de cada dia ao bem material mais caro.

            • MM_

              Sim, vc tem razão. O que faz o Civic vender mais nos Estados Unidos é o que faz ele vender mais aqui: a confiabilidade da marca e atendimento no pós vendas. A questão é que isso tem um preço, ou seja, lá as pessoas se prontificam a comprar um carro que vem com equipamentos a menos, por um preço um pouco menor, devido a confiabilidade da marca. Aqui é a mesma coisa, só que o carro é mais caro, ou seja, as pessoas dão mais valor para essa característica, até por isso se prontificam a pagar mais.

              E só para esclarecer, quando digo equipamentos inferiores não estou dizendo que o Civic e um carro inferior, mas ele vem com 6 air bags, enquanto o Cruze vem com 10. Fora que o Civic não vem com Bluetooth e nem com ISOFIX, muito importante para quem tem filhos pequenos.

      • Tripa-Seca

        Concordo contigo, mas corrigindo: O inglês da Ford e o Coreano da GM…

      • Soichiro_Honda

        Aposto 10 que você nunca teve um Honda.

        • ocduarte

          Aposto 10 que vc é fanboy Honda! Ou é o fundador da própria? Aí já é um highlander!

      • jogabonito_

        Ah, tá… Só se for na Europa. C4 e 408 com o conhecido e defasado câmbio Al4 (que invariavelmente vai dar problema!! vejam os fórums da peugeot e citroen). Focus velho (o novo já está anunciado por aí) e com atendimento precário e GM beberrão e barulhento. A verdade é que (pelos preços cobrados) só temos LIXO! Os japas são os menos ruins.

    • Debraido

      Cara, qual o consumo real do 408 THP?

      • Felix_S

        No meu caso eu estou apenas no 3º tanque. No 2º tanque o 408 fez a média de 8,5 km/l de gasolina. É uso na cidade com um bom trecho de rodovia em trecho URBANO. Pra comparar melhor, meu antigo Focus hatch 2.0 manual fazia em torno de 6 km/l com álcool nas mesma condições.

        • Pedro_Rocha

          Tenho bastante curiosidade sobre esse carro. Quando possível, faça uma resenha e mande para publicação no site.

    • Edson Roberto

      Se bem que seu 408 THP deve ser mais economico que os demais sedans médios pela litragem do motor e sua entrega de potencia…. pelo menos no 3008, sem duvida ele é o mais economico dos quais ele disputa. (e com folga)

  • Leandro1978

    Acho o novo Civic bonito, mas acho que peca nos equipamentos e preço inicial frente aos concorrentes. Fosse comprar um sedan médio, ficaria com o Cruze, que vem bem recheado e acho mais bonito. Além de ter descontos interessantes, já vi o manual por R$ 63.000 e o automático por R$ 2.000 a mais. Outro que acho interessante é o Jetta, apesar do motor defasado frente aos concorrentes, mas que pode cumprir sua função, desde que o motorista não se ache um "Senna", talvez um"Barrichello"…rs…. É outro que está com grandes descontos (R$5.000). O Civic se tornará interessante quando tiver descontos generosos, hoje não é, desculpe os fãs.

    • victorcvs

      Engraçado que quando o Jetta foi lançado eu achei sem graça, mas de repente comecei a gostar muito dele. Toda vez que eu vejo ele penso "Que pena que só tem esse 2.0 nojento e o TSI eu não posso pagar…'

      • Edson Roberto

        ]Cara, eu mesmo, quando olho pessoalmente passo a achar ele sempre mais bonito do que em fotos. Confesso que não parece ser um carro fotogenico, mas ele é bonito mesmo!

        Eu acho uma bela pena a VW não ter colocado um motor 16v (ou um 8v mais sofisticado) que extraisse potencia do motor de uma forma mais lisa, ele é MUITO aspero.

        Tal aspecto foi o principal fator negativo para eu deixar de comprar um Jetta. (sem contar que na epoca até consegui negociar, mas era mais negocio outros modelos).

    • Edson Roberto

      Bem Leandro, vc conhece o modelo 2.5 e conhece a forma que o cambio dá entrega de potencia (na verdade ele troca as marchas para deixar a rotação menor para privilegiar a economia de combustivel), pena que no motor 2.0, esse casamento não é bom…

      Pelo menos para mim, não me satisfez nem na cidade (onde diversas revistas publicam ser um desempenho até melhor que outros caros) e mto menos na estrada. É um sedan médio GIGANTE que não cumpre sua principal função de ter um carro grande para viagens só que com um motor que trás uma dificuldade enorme para quem deseja precisar de um pouco de força.

      E falo POUCO, porque ninguem vai ficar esticando até o limite de giros, mas ele não entrega boa potencia em médias e altas rotações e é bem lento mesmo. Considerando que praticamente ele falta com motor, ele tem até que um pacote de equipamentos interessantes. Um item que considero ele o melhor de todos os sedans médios atuais é seu aparelho de som touchscreen que tem sido ofertado sem adicionar valor, seus graves são maravilhosos e sem distorção acustica.

  • Stark

    Esse carro é excelente, pude andar no 2012 LXL Automático e não tenho NENHUMA reclamação grave e vale muito a pena investir mais dinheiro no Civic. Essa geração está muito melhor que a antiga devido aos equipamentos à mais.

    Porém as 3 primeiras marchas do Câmbio AT estão um pouco longas e chegam a ter idênticas relações dos Câmbios de 4 Marchas AT. A 1ª marcha pula dos 60~64km/h;

    Enfim, excelente carro!

    • thales_sr

      Não invista dinheiro em carro porque você sai perdendo… GASTE dinheiro com carro.

  • Corvo

    Uma pena que a Honda errou no design mais Corolla e menos Civic. Essa traseira de City não caiu bem no carro. O mais bonito foi o da geração anterior. Pelo menos adicionou equipamentos ausentes no anterior

  • CarlosPrado

    Carrão! Coisa linda… olha esse painel! Mas concordo que aquelas extensões nas lanternas são dispensáveis. Tive a oportunidade de entrar em um na css, um espetáculo, só achei ele bem baixo.
    Parabéns Honda! E ainda feito no Brasil!

  • LuccasVillela

    Olha, fotos aqui na Abelardo Bueno *.* Home, sweet home!

  • paranaes

    uns dos carros mais lindos do brasil, uma pena custar os olhos da cara.

  • Felix_S

    O problema dessas avaliações é que sempre pesa demais a opinião pessoal ou critérios subjetivos demais. Não estou dizendo que o Civic é ruim, muito pelo contrário: o carro é ótimo, só falta um pouco de respeito e oferecer mais itens de segurança de série. Mas é só lembrar a ordem de classificação nos testes da 4 Rodas e da Auto Esporte. O Elantra pode não ser a melhor opção, mas ficar em penúltimo na 4 Rodas. E o Civic LXS ganho 5 estrelas em "seu bolso"?

    • freemontomaisvendido

      Na Autoesporte o Elantra ganhou todos os concorrentes. 1° Elantra, 2° Fluence, 3° Civic, 4° Cruze, 5° 408, 6° Jetta, 7° Focus, 8° Corolla.

  • Landrutt

    Um carro excelente, como sempre. Candidato a ser meu próximo veículo já que já tenho um Honda e estou satisfeitíssimo com a marca.

  • FLAVIOJAUSP

    Cadê a seta no retrovisor??? fica na p…. que pa….??? É muito caro seta no retrovisor???????? ein Honda????

    • Tripa-Seca

      Qual a diferença de seta no retrovisor ou no paralamas?

      • MM_

        No meu ponto de vista, nenhuma. O problema é que esse Civic não tem em lugar nenhum, rs. Ou eu que tô muito cego!

  • Rods

    Vi um preto ontem… Externamente gostei muito. Apesar de te ficado mais sóbrio…. Não sei.

    O interior não deu pra ver…

  • GUGASP

    O Civic piorou em termos visuais, principalmente na traseira com cara de década passada.
    O que também piorou é o acabamento interno. Recebeu um material mais pobre.
    A favor dele está a confiança mecânica, o consumo que melhorou e o pós-venda eficiente da Honda, ao contrário do péssimo pós-venda da Ford e outras fabricantes "nacionais".

  • thiagolamim

    Se não fosse a mecânica Honda ter alcançado tal fama não venderia tanto.

  • vitimsl

    Custo benefício? versão de entrada bem equipada????
    Essas avaliações estão estranhas…

  • fernandez_esp

    Eu só achei muita nota 7 para um carro que custa nota 10.

  • marciomvo

    Eu que já achava o Civic bonito, achei este uma evolução do anterior. A traseira, inclusive, achava bonita, mas muito certinha. Acho que ficou mais vistosa e, agora sim, o seu desenho acho que está casando melhor com o desenho dos faróis. E se ainda melhorou o espaço do porta-malas e o torque em baixa, ficou bom demais.

  • PauloPGomes

    Custo-beneficio 8? AHAHAHAHAAHHAAHAHAHA…….. (Gargalhada Eterna)

    • fip_mengo

      Se fosse o FLUENCE tirava 6!!! kkkkkkkk

      • pessimista2011

        Porque o Fluence não tem "prestígio".

    • luta4ever

      Dá pra desconfiar!!

  • cavevolution

    É um carro bom. Não teve o mesmo impacto que causou no final de 2006, mas continua acima da média. Já dirigi um e gostei. A quantidade de equipamentos é bem superior em relação a geração anterior. Dois pontos positivos são o sistema Econ e o tamanho do porta-malas de 449l. O ponto negativo continua na tampa do porta malas sem acabamento, o que faz lembrar do Uno Mille. O visual não é tudo aquilo, mas já me acostumei com isso, principalmente da traseira, com a extensão das lanternas.

    • Hector_SP

      As faltas de acabamento da tampa do porta-malas e do farol de neblina para as versões LXS e LXL são imperdoáveis! Versão de entrada para um carro de $70K não pode ser comparada à versão de entrada de um carro de $20K! A Honda pisou na bola! O EXS está bem equipado, mas com preço na Lua! Para ela desbancar o Corolla, precisa rever os seus preços urgentemente!

      No mais, concordo. O carro é bom. Para mim, Elantra e Civic são os melhores do segmento.

      • MM_

        O Elantra é um ótimo carro, mas o preço fora de mercado + freio a tambor impediram qualquer pretensão que fosse bem vendido no Brasil.

        • Tripa-Seca

          Sinceramente, acho que o freio de mão é o de menos para o carro não vender…

          • MM_

            Freio de mão? O freio traseiro não é utilizado somente como freio de mão, Tripa.

            De qqr maneira, acho que é um dos fatores, talvez mais determinante para alguns e menos para outros, mas que acabam contribuindo. De qqr forma é uma pena. Pra mim é o Sedan médio mais bonito da atualidade e o desenho ficou mais equilibrado do que no Sonata.

            • Tripa-Seca

              Caraca, escrevi freio de mão? heheh…Foi mal…
              Claro que tem gente que deixa de comprar por falta de freio a disco, de ABS, de airbag adicional, por falta de automático, por falta de controle de tração…Mas acredito que são a minoria…
              É igual falarem que "Se tal carro tivesse tal equipamento, não teria para ninguém"…Tem muito carro que oferece mais que concorrentes e não tem destaque no mercado.
              Quer apostar que a Amarok com 8 marchas não venderá mais que a Hilux? E eu aposto que se o Bravo, por exemplo, tivesse câmbio automático convencional, não venderia muito mais que vende…

              Uma correção: Ao contrário do que eu disse, tem MUITA gente que deixa de comprar carro por não ter versão automática…No mais, confirmo meu comentário…

  • Alec_T

    Se tem uma coisa que me faz desistir de comprar um carro é ele ter esse pianel torto… Prefiro os assimétricos

    • Tripa-Seca

      Mas o assimétrico não seria torto?

      • MM_

        Sim, acho que ele quis dizer que prefere os simétricos. rs.

  • PatrickKoba

    "Os outros sedãs médios, como Renault Fluence e Peugeot 408 até são mais baratos e têm lista de equipamentos interessantes, mas não contam com o mesmo prestígio. Nota 8"

    Prestígio? No item Custo/Benefício? Ah, go to hell!

    • O_Corsario

      A AutoPress é fogo… Como levar a sério uma avaliação que conta itens como "prestígio"?
      Mas no fundo é interessante pois reflete a mentalidade do brasileiro médio… "Se tiver um Fluence vão tirar barato que tenho carro francês, mas tenho CIVIC, sou um vencedor"…

  • cavevolution

    O Lancer e o Subaru Impreza 2.0 sedan estão sumidos e vendem pouco, mas são bons carros, principalmente o Impreza por ter tração AWD permanente.

    • meduardos

      Estao sumidos? O Lancer foi lancado ha um mes! Aff

    • meduardos

      Maismuma coisa: nao estou falando do Lancer Evolution que tbm tem tracao 4×4 permanente, ate pq alem disso ele tem 296cv turbo intercooler, estou falando do lancer GT 2.0. Esse sim da show no Civic

      • jogabonito_

        O problema do Lancer é que além de caríssimo (e bonito), parece que a MIT não tem interesse de vender… Só importam na faixa de 400… Aí é Economia: lei da oferta e procura. Pouca oferta igual a preço alto.

  • Euzi0

    O Civic é um carro pacato. Seu motor de 140 cv e 17,7 kgfm – Nota 6

    Mini de 96 CV – nota 8 ???

    Não entendo nada mais

    • Felix_S

      Fiz o test-drive do Civic. Era um LXL automático. Talvez nota 6 seja meio exagerado, mas achei o desempenho correto e suficiente para um sedã familiar. Não falta e nem sobra, assim como a maioria dos seus concorrentes. Um pouco abaixo da média só mesmo o Jetta Santanaline, mas que também aguenta o dia-a-dia se vc não for exigente.

  • Dmuf

    esse civic aqui no Brasil é uma piada, lá fora ele ta certinho, pois é um carro popular, aqui nãi é de LUCSXU

    • Landrutt

      Todo mundo lembra de dizer que "lá fora o Civic é um popular" mas curiosamente esquecem que seus concorrentes aclamados aqui também o são. Ou Sentra, Focus Sedan, Elantra e Jetta são o que nos EUA, de luxo? Tudo farinha do mesmo saco.

    • Leandro1978

      Isso é uma conversa que já encheu a paciência, já que quem acompanha o NA ou outros sites automotivos sérios sabem disso. Mas isso é lá fora. Aqui temos outra realidade. Então ficar insistindo neste assunto não mudará nada.

  • pririmarvil

    E essa nota 8 em custo/benefício?
    É uma piada?

  • AndreSS

    Ainda não engoli essa nova frente…… de longe o sedã mais bonito da faixa…

    • Rocky1900

      Pode-se odiar a hyundai, mas nao tem seda medio mais bonito que o Elantra.

      • MM_

        Isso é SUA opinião. Eu também acho que o Elantra é o mais bonito, mas achar que os outros devem ter a mesma opinião é muita pretensão.

      • thales_sr

        Pra mim o Jetta é mais bonito… O Cruze também ganha.

      • msouza91

        Pra mim, o Elantra não é o mais bonito, eu mesmo já cansei do visual dele, prefiro algo mais ortodoxo como o Fluence ou o Jetta

        • Rocky1900

          Mas é obvio que a opiniao é minha, pois fui eu quem a dei…interpretaçao de texto evita problemas…

  • frerdy

    E o item "Segurança" nas avaliações não vão colocar mesmo né? Lamentável…

  • Filipe_GTS

    Por que automático se a troca de marchas no Civic manual é um instrumento de prazer…

    • MM_

      Talvez pq a imensa maioria dos consumidores de Sedans Médios compre automático?

      • Filipe_GTS

        Não creio que a imensa maioria compre automático. Já li que as vendas do Civic MT x AT são próximo de meio a meio.

        • MM_

          O fato do Corolla 2.0 só existir automático, Pallas parar de fabricar manual e 408 THP só automático já dá boas pistas.

          Te asseguro que as vendas dos sedans médios gira em torno de 80/20 entre automáticos e manuais. Não tenho números de Civic especificamente, mas não acredito que ele tenha nenhuma diferença significativa do resto do segmento.

          BTW: Na minha opinião nenhum carro manual é um instrumento de prazer. São todos um pé no saco e dependem de uma embreagem pré histórica. E como disse: na MINHA opinião.:

          • Rocky1900

            Toda vez que voce dá uma opiniao ela é sua, do contrário voce deve citar " essa nao é a minha opiniao e, sim, a de fulano"

          • Filipe_GTS

            Até Corolla e Civic mais antigões, no mercado de usados, geralmente são automáticos.
            Só que eu acho os câmbios manuais de alguns carros (Civic e Cruze, por exemplo) tão bem feitos que é um desperdício colocar um conversor de torque pra fazer as trocas e ainda roubar desempenho.
            Mas temos uma cultura esquisita, nos vendem RCZ só automático, Camaro só automático, Audi, BMW e Mercedes só automático… Aliás, Audi manual eu lembro que há pouco tempo tinha o A3 1.6, como se câmbio manual fosse um demérito pro carro e tenha que ser utilizado só nos modelos mais baratos da linha…
            Mas, voltando à realidade, acho muito bom terem extendido esse acessório pra carros como Gol e Palio (auotmatizados), pois, pra quem gosta e não está disposto a (ou não pode) gastar muito, é uma boa pedida.

            • MM_

              Entendo sua posição, Filipe. Eu sei lá, quando pego estrada me divirto bastante com cambios automáticos. O que ocorre é que no Brasil ainda existe uma aura de "luxo" nesse tipo de cambio, o que leva a muita gente assumir que carros acima de "x" reais, tem que possuir esse tipo de cambio. E lógico que quem vende os carros, traz somente um tipo de cambio, otimizando assim a questao de custos e logistica. É o carro da Hyundai, que só vende preto e prata.

              Frisei ainda que é a minha opinião sobre cambios, pq acho que no mundo ideal, todos os carros deveriam ter ambas opçoes, diferentemente de alguns que "decretam" que um cambio ou outro é o único q deveria existir.

              • Filipe_GTS

                Exatamente isso que me chateia no nosso mercado. Eu acho o Hyundai Elantra lindo, mas não posso ter um azul. Gosto do Camaro, mas queria um com caixa manual; idem para o Veloster. Gostaria de ter um Cruze Sport6 LT com teto solar e bancos de tecido, não quero o top de linha, que é o único que traz o item e de série. Pagamos caro e sequer podemos escolher o que queremos…

  • bedotRJ

    Tá com desconto aqui no Rio (terra das fotos, em frente à HSBC Arena e ao Maria Lenk): R$ 66.700,00 o LXS MT, nos anúncios.

    Ainda muito caro. Dá prá levar o Fluence c/ CVT e teto-solar. Na minha opinião, é um carro superior.

    • freemontomaisvendido

      Não é desconto não. A Honda reduziu mesmo o preço.

  • marcfreitaz

    O problema pra mim nesse novo Civic, é que ele deixou um pouco de ser Civic… aquela personalidade voltada pro lado esportivo desde a versão de 2000, um carro mais baixo, diferente do Corolla…

    • Tripa-Seca

      Faz 40 anos o Civic faz isso: Uma versão mais esportiva, uma versão mais recatada…

    • Louis

      mas o atual Civic ainda é mais baixo que seus concorrentes. Isso eu admiro muito no Civic.

  • Vitão

    A Honda perdeu a oportunidade de conseguir o 1o lugar no ranking……

    O fato dela ter baixado os preços para 67 mil foi positivo, mas a versão de entrada podia ter vindo com AB Laterais, ESP e câmbio de 6 marchas……

    Iria derrubar qq concorrente……

    • marcfreitaz

      Uma pena aqui no Brasil nem os consumidores exigirem mais segurança (diga-se mais AB ) e os concessionarios oferecerem mais itens como esse. AB2 é bom, mas 6 fica muito melhor mesmo.

    • pedro_bh

      Concordo…. faltou tb um BLUETOOTH no volante.

      O corolla tem….

      e Palio tb…rsss

    • PTramoia

      A honda não quer o primeiro lugar no ranking. Quer maior lucro possível por carro vendido. Gostei do EXS, só não comprei porque estava disposto a pagar nele o preço do lxl…

  • Os clientes ficaram tão "assustados" com o arrojo da traseira anterior, que o carro foi líder de vendas do segmento disparado, enquanto o preço não era irreal.

    Depois que deram uma subida de mais de 10 mil reais, e o carro passou a custar quase 8 mil mais que o Corolla, as coisas começaram a esfriar.

  • freemontomaisvendido

    Pera aí? O carro mais rápido da categoria (depois do Corolla 2.0) ser considerado pacato? 6? Nota 6?. Totalmente sem credibilidade a Auto Press.

    • MM_

      Sinonimos de "pacato": sossegado, neutro, normal.

      O Civic é o 3o mais rápido da categoria, atrás de Fluence e Corolla (isso sem levar em consideração o Lancer, que não sei quanto faz de 0-100km e retomadas.
      Ocorre que ele é MEIO SEGUNDO mais lento que Fluence e Corolla e MEIO SEGUNDO mais rápido que o Cruze. Pergunte para os consumidores de Sedans médios, qual a diferença que isso faz na vida deles e se eles mudariam de idéia ao comprar um carro qualquer ao saber que ele é MEIO SEGUNDO mais rápido ou mais lento que seu concorrente.

      Concluindo, o "pacato" no texto (pelo menos para mim), não foi depreciativo e sim sobre ser "normal", "na média" de seus concorrentes.

      • freemontomaisvendido

        Pacato quer dizer: sem graça, lento, devagar, atrasado. Nas revistas e avaliações isso que quer dizer. O Fluence que faz 0 a 100 em 10,8 não anda mais que o Civic, o Honda faz 0 a 100 em 10,5 e ganha e empata em algumas retomadas. O que eu me refiri foi ao fato do texto insunuar que o Civic é lento, mas em comparação aos rivais anda mais. Uma nota pelo menos 8 ou 9 deveria ter ocorrido. O Lancer é mais lento que todos esses (Civic, Corolla, Fluence e Elantra).

        • PauloPGomes

          O Lancer é mais lento? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
          Fanboy detected.
          2.0 DOHC em Aluminio com Comando Variavel Mivec de 160 hp, perder pra um 1.8 SOHC????????
          ahuahauhauhaua
          Aham Claudia, Senta lá.

          • freemontomaisvendido

            Mais um que não sabe nada de carro e vem querendo tirar onda. Vamos lá: Peso Honda Civic: 1.273 kg, Lancer: 1.360kg, fora que o câmbio automático do Civic é mais ágil do que o CVT (monótono). Resultado: 0 a 100km/h Civic: 10,5s, Lancer: 11,0s; Retomadas: 40-80 km/h Civic 5,5s, Lancer 5,4s; 60-100km/h Civic: 6,3s, Lancer: 7,2s; 80-120km/h Civic: 8,1s, Lancer: 8,1s. Ou seja, o Civic anda mais/empata em todos as situações de velocidade. E mais, não só Civic como Elantra e Corolla 2.0 andam mais que o Mitsubishi também.

            • MM_

              Não é o que diz a 4 rodas e muito menos o NA.

              De qualquer maneira, MESMO que os seus números estivessem corretos, continuaria um carro pacato, uma vez que MEIO SEGUNDO no 0-100 não faz diferença alguma na vida de um consumidor de Sedans Médios.

              Se isso contasse para alguma coisa, a lerdíssima Freemont – que é pelo menos TRÊS SEGUNDOS mais lenta que suas concorrentes, não venderia nada. O problema é que Freemont é carro de mulher compra pra levar filhos na escola, portanto isso é indiferente.

              Sobre o cambio do Lancer: é infinitamente melhor que o do Civic. Eu tenho um Acura que usa o mesmo cambio e tenho certeza que o carro seria bem melhor com um cambio de 6 marchas(que já equipa o modelo 2012). Ele só não deixa a desejar devido ao motor, que é excepcional.

              • freemontomaisvendido

                Eu sei que a diferença não importa para alguns. Mas o ponto em que eu citei foi com relação ao Lancer andar menos que o Civic, e é a pura verdade, não desmereci ou não o carro, apenas respondi ao cara que disse que o Lancer anda mais o que é uma inverdade. E o pior sem me conhecer ou ter fundamento me chamou de "fanboy detected", quando na verdade eu só disse a verdade a ele.

    • Felix_S

      Também achei a nota 6 meio baixa. Nota 7 seria mais justo

  • Soichiro_Honda

    Já tive FIAT, FORD, GM, VW, Renault… sempre achei que a HONDA era só uma onda… até comprar um Honda, vale cada centavo. Qualidade é tudo. Pena que tive que voltar pra GM.

  • O_Corsario

    Realmente eu não gosto dos textos da AutoPress, são muito "quatrorodas" para meu gosto, onde um carro é melhor por ter passado recentemente por face-lift ou por ter mais "status", por exemplo.
    De qualquer forma, o Civic ficou mais maduro e muito mais bonito, só estragaram com aquele remendo de lanterna traseira. Nota: ao vivo é muito mais bonito.
    Já o interior não gosto do painel modernoso.

    • Corvo

      Vamos concordar que o carro ficou um pouco melhor digamos em alguns aspectos, por ex mais econômico, mais equipado, mas no que refere-se a design nem tanto. Sou mais a geração passada no painel, e na traseira. Resumindo: Ficaria com a frente do atual e a traseira e interior do antigo rs

      • O_Corsario

        Então, eu me surpreendi quando vi o carro ao vivo com calma.

  • Educhs

    A Honda conseguiu. Colocou um botão verde no painel e um display com nome diferente (I-Mid) e muita gente acha o carro super equipado.

  • Adriano_Silva

    Acho muito engraçado a Honda comentar no comercial que o Civic é o melhor sedã do mercado, quando ate mesmo clientes da marca assumem um certo descontentamento com o produto. (claro a propaganda é a alma do negocio)

  • maxbiz_rio

    Sinceramente achei a matéria um pouco tendenciosa, nos Estados Unidos este Civic 2012 foi detonado pela imprensa especializada, que até pela categoria de sedan de entrada ao qual o Civic pertence, considerou o modelo um retrocesso em relação ao anterior seja em design, seja como qualidade, tanto é que já está marcado um face-lifting para agora em 2013.
    Claro, que aqui na nossa terra tinha que virar nota 8 em custo/benefício……………

  • jogabonito_

    O problema, a meu ver, está no atendimento da Honda. Já fui por duas oportunidades em concessionária (olhar um usado e um novo) e eles lhe atendem com uma soberba fora do comum. Parece que estão fazendo o favor e que todos os vendedores são ricaços e vc. é um pobretão… Sabe aquele ar de "vc. compra se quiser, pois não fará a menor diferença pra gente" Não pretendo pisar lá novamente…

  • CanalhaRS

    O preço dele é 67.600,00 ou 69.900,00???
    Eu adoro o civic, mas ele ainda me passa a sensação que poderia oferecer mais pelo que custa.

  • marciors01

    Este carro é equipado com uma porção de perfumarias mas coisas realmente úteis faltam.
    As duas principais são mais airbags e esp, pelo que custa é imperdoável a falta de esp e seis airbag, já descartaria qualquer uma das versões.
    Segundo, depois que se acostuma com bluetooth fica impossível viver sem, é algo barato e que inexplicávelmente foi capado do carro.
    Saida de ar para os bancos traseiros, é certo que todos já passaram por esta incomodação, no versão o motorista está passando frio e o passageiro do banco de trás reclamando de calor.
    Em um carro que custa 70k no modelo básico são equipamentos que não poderiam faltar, é imperdoável, principalmente no caso dos equipamentos de segurança.
    Outra, na parte onde são avaliados diversos pontos do carro como desempenho, estabilidade, interatividade etc… também é imperdoável a falta do item SEGURANÇA, algo tão importante nos dias de hoje sendo totalmente ignorado pelo notícias automotivas.
    É preciso incluir o quesito segurança e comparar com os carros de mesma faixa de preço que concorram com o modelo testado, hoje se um carro de mais de 60k não possuir seis airbags precisa receber nota baixa, se por 67k não tiver ao menos quatro airbags e esp precisa também receber nota baixa.
    É preciso avaliar a segurança destes carros tendo como base as melhores opções do mercado, carro de 75k sem seis airbags e abs deveria tirar nota dois de dez, nos dias de hoje é inadmissível.

    • Felix_S

      é isso aí. Precisa mesmo de uma mudança de mentalidade dos consumidores. Infelizmente ainda é uma minoria que valoriza a segurança.

    • andreHHX

      Falando em segurança, já viu a capacidade de frenagem do Civic em relação a concorrentes?

      Os donos de Civis vão se esborrachar ao se deparar com os números do teste da 4rodas.

      • Cristiano_RJ

        Pois é, estive vendo os comparativos e em todos eles o Civic sempre esteve atrás dos concorrentes nesse quesito.

    • Cristiano_RJ

      "Este carro é equipado com uma porção de perfumarias mas coisas realmente úteis faltam"

      Cara, você disse tudo. Fico indignado com essa imprensa baba ovo da Honda que fica dizendo que esse novo Civic é "recheado". Recheado com o quê? Só se for com vento porque dentro da faixa de preço de cada versão, ele está sempre aquém dos demais concorrentes. Nessa avaliação então, o cara repete umas quatro ou cinco vezes que o Civic é bem equipado. Desde quando ar digital, air bag duplo, ABS e som é ser bem equipado quando os concorrentes tem ar de duas zonas, múltiplos air bags, ESP e bluetooh? Por causa do computador de bordo com mais fru-fru? E o que isso agrega na prática para quem o dirige? Câmera de ré? Sem aviso sonoro ainda por cima? Não obrigado. Os sensores com representação gráfica que o Jetta e o 408 tem, por exemplo, são muito mais úteis!

  • andreHHX

    A principal característica do carro não foi sequer mencionada na avaliação nem aqui nos comentários também onde muitos só falam de lanterna, frente, traseira. Essa característica se resume ao fato de que o Civic tem vocação mais esportiva em vários detalhes.

    Exemplo: conta-giros centralizado e em destaque, posição de pedais, suspensão mais elaborada e com acerto mais firme, carroceria não tão alta do chão, relação mais direta da direção, assento mais baixo, câmbio borboleta (outras versões), bancos mais firmes e apoio lateral um pouco maior, pecando no motor fraco e relações de marcha longas, e também no acelerador saindo no piso que tinha na versão anterior (sei lá por que mudaram).

    Essas características o tornam completamente diferente de um Corolla ou Fluence, independente de custo-benefício ou qualquer outra coisa.

    • markinmoura

      Realmente tem essas caracteristicas esportivas, que resultam em um provável melhor comportamento dinâmico, mas nao tem motor, nem esp….De que adianta?

  • markinmoura

    Ganhou o título de Painel mais feio do brasil! Parabéns, honda!

    • cazeduardo

      Também não gostei não..

  • marthepunisher

    Eu prezo muito pela muita segurança, meu carro atual tem 6 air bags. Acho que quem tem 70000 reais p gastar com um carro COM APENAS 2 AIR BAGS, que gaste, problema dele, mas no caso de um acidente grave, tomara que lembre do erro cometido ao nao avaliar a falta de vergonha na cara da Honda a respeito da falta segurança passiva de seus carros. Segurança p a Honda é luxo. Vide CRV basico, com 2 a bags tambem e preço la pelos 90000 reais.

    • Cristiano_RJ

      Pois é marthpunisher, eu penso o mesmo. Parece até que os jornalistas brasileiros também não dão importância a itens de segurança. Um carro como o Civic, de mais de R$ 70 mil vir só com air bags duplos e ABS, a mesma configuração de carros populares mais completos, é um absurdo!

      • msouza91

        Meu carro atual também tem 6 air bags, ESP e controle de tração, e paguei menos que um Civic que só vinha com AB2 e ABS em segurança

  • SilasCoul

    Que matéria mais tendenciosa! Comprada?! Ontem comprei um sedan. Fui na honda, toyota e GM. Fiz test drive nos sedan. O corolla e civic estão com preços completamente absurdos. O corolla GLI auto a 79mil! ; civic LXS(o de entrada) auto a 80mil!!! ambos com 2 airbgs e o básico de qualquer popular. O corolla XEI auto a 85 mil!!!!!!!! Fiquei com o cruze LT auto por 71mil com 4 airbags e toda aquela sopa de letrinhas de sugurança. Sei q não terei um pós venda tão bom quanto na Honda e Toyota, mas não posso me permitir a um abuso tão violento como este.

    • jogabonito_

      Acho que lhe passaram o preço errado. Semana passada consultei numa Toyota os Corollas GLi e XEi. Por telefone consegui 67 e 75 respectivamente, com a promessa que no local o gerente baixava mais ainda. Modelos 2013.

      • andreHHX

        Quanto comprei meu Fluence há um ano atrás, o Corolla Gli AT foi negociado, depois de muita conversa, a R$ 69.000,00, mas acabei não ficando com ele.

        Agora, depois de um ano, certamente a Toyota tá sentindo cada vez mais a força dos concorrentes, e com isso tá baixando o preço. Com certeza ainda tem muita gordura pra queimar nesse Corolla Gli pelado aí.

        • MM_

          Existe muita diferença ainda de cidade pra cidade. Não tenho a mínima idéia da cidade dele, mas considerando que paguei 68k no meu Cruze LT automático+ couro, o ano passado, parece que os preços que ele conseguiu foram bem salgados.

  • isaacfederal

    Bom, Na minha casa tem um HONDA CIVIC Si e um HONDA ACCORD V6. Isso me da um certo respaldo para falar sobre a HONDA e tambem sobre o CIVIC.Sem duvida a HONDA faz carros de qualidade e sempre vendeu bem no Brasil. Mas isso não significa que nao de as suas MANCADAS.

    Quando comprei o SI fiquei surpreso ao ver que não tinha computador de bordo, não tinha bancos em couro, levantamento automatico somente no vidro do motorista, fechadura no porta-malas (alem de feio esteticamente, um convite para o ladrão levar o estepe, que por sinal levou). Tudo isso inaceitavel para um carro de 100,000,00

    Perderam a chance de colocar um motor 2.0, ao menos na versao topo de linha. Torque de 17,5 kgfm? Meu punto t-jet 1.4 tem 21

    A Honda teve medo de ousar.O CIVIC ficou parecendo uma mulher velha que fez plastica enquanto todos queriam sim uma nova mulher, bonita, moderna, sensual.

    Resumo: Falta de ousadia, motor que não empolga, painel "torto" que não é elegante, cara de JA TE VI. Pode até vender bem mas se eu fosse a HONDA ja pensava num NEW NEW CIVIC. Que da proxima vez venha algo VERDADEIRAMENTE NOVO

  • cazeduardo

    Ok. O Civic é um bom carro. Isto tudo mundo sabe. Mas peraí ? Eu ainda continuo achando que o grande diferencial do carro é o pós-venda da Honda, pois não tem explicação para o preço absurdo e pelo que oferece. Eu já vi muita gente reclamando que comprou um Renault, Peugeot ou Nissan e quando foi vender na css eles jogaram o preço lá em baixo, já os donos de civic e corolla dizem que conseguiram um bom preço no seu usado e por isso trocaram por um novo.

    Então pessoal, acho que a questão central para esta categoria é o pós-venda que dita a maioria das vendas, pois este nicho gosta de tratamento diferenciado e geralmente se fidelizam à marca. Enquanto Renault, Nissan, Peugeot e Citroen não acordarem para isso, suas vendas continuarão baixas, mesmo com carros do mesmo nível ou até mesmo superiores.

    Concordo que deveríamos estar falando de carros altamente tecnológicos e seguros nesta categoria, pelo preço que cobram, mas não é o que acontece por conta dos consumidores e da concorrência.

  • oleodecart

    Gostei demais do carro,tanto que comprei um EXS,e estou satisfeitíssimo.Só concordo que aqueles arremedos de lanternas na traseira ficou meio sem sentido.Poderiam colocar ali umas luzes de neblina traseiras que ao menos teriam alguma utilidade.De resto,como sempre um carro confiável e excelente.

  • andreHHX

    O item segurança não é avaliado? Por que será?

  • Vadauco

    Interessante notar que a LXS AT tem as posições 1, 2 e D3 no câmbio, enquanto a LXL AT não as têm, contando somente com S do modo sport. Acho que não vale a pena esse LXS AT, se for pra pegar um LXS, o MT é melhor. Só na LXL vale a pena o AT, por causa das trocas manuais nas borboletas atrás do volante. =/

  • JNeto

    Carro Fraquíssimo em Segurança, Design de vovô (na verdade meu avô detestou), e desempenho de digno 1.8, câmbio jurássico e MAL ESCALONADO…. são até carros bem construídos, mas vendidos PELADOS, sem equipamentos-base… ENQUANTO NAO COMPARARMOS OS OPCIONAIS E O CUSTOXBENEFICIO E NAO COLOCARMOS PRESSAO, CONTINUAREMOS SENDO EMPURRADOS COM VERDADEIRAS CARROÇAS e tem muito imbecil aqui dizendo que isso é um carrão…. merecem as carroças arcaicas que te vendem a preço de Accord V6 la fora…e ainda te empurram a idéia que a culpa é exclusivamente dos impostos, não é só imposto não…. ps.: já dirigi e possuí algumas unidades de civic, nunca MAIS!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend