Sedãs Volkswagen

Avaliação completa do Volkswagen Jetta Highline

avaliacao-volkswagen-jetta-highline-auto-press-2 Avaliação completa do Volkswagen Jetta Highline

A versão topo de linha do Jetta, a Highline, é um daqueles carros que não é o que parece. O desenho é bastante sóbrio e dá a impressão de que se trata de um carro pacato. Se o motorista quiser, o comportamento dinâmico pode até acompanhar essa aparente serenidade.



Mas basta pisar fundo no acelerador que o sedã logo revela uma face diferente. Com um conjunto mecânico moderno, ele é afinado para oferecer um desempenho digno de um esportivo. Ou seja, a casca é a mesma do modelo de entrada – o realmente calmo Comfortline e seus 120 cv. Mas as semelhanças ficam por aí. São duas propostas dentro de um só carro.

Conseguir essa mudança de personalidade não é muito difícil. Basta cravar o pé no acelerador. Afinal, é assim que a Highline mostra os seus principais atributos, resultado da boa mecânica que a fabricante alemã introduziu no carro. Sob o capô está o já consagrado motor turbo 2.0 TFSI.

Neste caso, ele desenvolve 200 cv a 5.100 rpm e volumosos 28,5 kgfm de torque já aos 1.700 giros. Aliado a ele está a transmissão automatizada de dupla embreagem DSG. O conjunto consegue levar o sedã a 100 km/h saindo da imobilidade em 7,3 segundos e a uma velocidade máxima de 238 km/h, segundo a Volkswagen.

avaliacao-volkswagen-jetta-highline-auto-press-1 Avaliação completa do Volkswagen Jetta Highline

Para melhorar a performance nas curvas, a suspensão traseira foi modificada. Sai de cena a do tipo eixo de torção, que está no Comfortline, para uma independente Multilink, mais refinada. Para caracterizá-lo como uma versão topo de linha, o Jetta Highline também precisaria ter uma lista de equipamentos recheada.

Portanto, lá estão airbags frontais, laterais e de cortina, ABS, controle de estabilidade, ar-condicionado dual zone, bancos parcialmente revestidos em couro, rádio com tela sensível ao toque e oito alto-falantes e sensores de estacionamento dianteiros e traseiros.

Entretanto, como muitas vezes acontece com configurações “top”, o visual do carro é o mesmo. É preciso um olhar bem atento para diferenciar o Highline do Comfortline: só mesmo o logotipo com o TSI – Turbo System Injection – na tampa do porta-malas denuncia a identidade. No resto, o Jetta mantém aquele visual conservador que se repete em diversos carros da Volks.

Essa duplicidade dentro da linha Jetta também garantiu um desempenho de mercado mais competitivo. Até a chegada do Chevrolet Cruze, em setembro, ele mantinha a terceira posição do segmento de sedãs médios. Agora, com as boas vendagens do modelo da marca norte-americana – que já superou os 2 mil exemplares mensais –, o Jetta caiu para quarto, com uma média mensal de 1.400 unidades.

avaliacao-volkswagen-jetta-highline-auto-press-3 Avaliação completa do Volkswagen Jetta Highline

Toyota Corolla e Honda Civic se mantém na liderança, enquanto os franceses Renault Fluence, Peugeot 408 e Citroën C4 Pallas rondam os mil carros emplacados por mês. A divisão entre as versões está na maneira como a Volkswagen projetava no lançamento.

A topo de linha é oferecida por R$ 89.250 – exatos R$ 23.495 a mais que a Comfortline – e fica com 25% do share. Entretanto, essa participação já chegou à 50% nos dois primeiros meses de vendas. Em números absolutos, significa que 350 unidades da configuração turbo saem das concessionárias por mês.

Ponto a ponto

Desempenho – O conjunto formado pelo motor 2.0 TFSI e a transmissão DSG de dupla embreagem é admirável. O torque máximo de 28,5 kgfm está disponível em praticamente qualquer situação já que fica em sua totalidade entre 1.700 e 5 mil giros. Isso deixa o sedã extremamente ágil no trânsito. Chegar em velocidades altas também não é uma tarefa complicada. Basta uma pisada no acelerador para o propulsor responder rapidamente e jogar o corpo do motorista contra o banco. As trocas de marchas são outras que jogam a favor do desempenho, graças à grande rapidez. Nota 9.

Estabilidade – A introdução da suspensão independente Multilink na traseira deixa um carro que já tem boa rigidez torcional ainda mais estável. Mesmo em curvas acentuadas, há pouca menção das rodas desgarrarem do asfalto. Em retas, a direção sempre se mostra bastante precisa e são necessárias poucas correções. Nas frenagens, a carroceria também afunda pouco. Nota 9.

Interatividade – Como na maioria dos carros feitos pela Volkswagen atualmente, não há mistério em relação à localização dos comandos do carro. São todos bem intuitivos e simples de serem usados. O volante multifuncional traz os comandos do computador de bordo e do rádio e ainda tem as aletas para as trocas manuais de marcha na parte de trás. O sistema de som com tela sensível ao toque também é um dos destaques. O carro ainda tem os sempre bem-vindos sensores de estacionamento dianteiro e traseiro. Nota 8.

avaliacao-volkswagen-jetta-highline-auto-press-4 Avaliação completa do Volkswagen Jetta Highline

Consumo – O Jetta Highline conseguiu um bom consumo de 10,5 km/l com gasolina em um percurso basicamente urbano. Não há medições do InMetro para o carro. Nota 8.

Conforto – O espaço interno do Jetta é apenas satisfatório. Dentre os sedãs médios, a distância entre-eixos de 2,65 metros é maior apenas que o Toyota Corolla. Ela permite que quatro ocupantes fiquem de maneira confortável, sem grandes apertos. Um quinto adulto, no entanto, gera incômodo generalizado no banco traseiro. Como na maioria dos Volkswagen, a suspensão tem um acerto mais duro, o que significa que algumas pancadas são passadas para a cabine sem cerimônias. Nota 7.

Tecnologia – O destaque é para o conjunto mecânico formado pelo moderno motor com turbocompressor e injeção direta e pela transmissão de dupla embreagem. A plataforma é nova e própria do sedã médio. Para esta versão topo de linha, a lista de equipamentos é bem completa. Inclusive com itens de segurança interessantes, como o controle de estabilidade e seis airbags. Nota 8.

Habitalidade – O vão de abertura das portas é bom e garante acesso satisfatório para o interior do veículo em todas as situações. Por dentro, a sensação também é boa. Na frente há bons espaços para guardar objetos, inclusive com uma gaveta embaixo do banco do motorista. O lado negativo é que atrás falta um pouco de espaço para as pernas. Além disso, os ocupantes ficam um tanto afundados no banco. O porta-malas leva 510 litros, mas tem braços que invadem a área da bagagem. Nota 7.

avaliacao-volkswagen-jetta-highline-auto-press-5 Avaliação completa do Volkswagen Jetta Highline

Acabamento – É o mesmo acabamento que existe na versão de entrada. Isso significa que os materiais são de boa qualidade, inclusive com plásticos emborrachados no painel. Em alguns lugares, no entanto, existem pedaços com plásticos muito rugosos, pouco agradáveis ao tato. O volante e os bancos são forrados de couro. Nota 7.

Design – Praticamente nada denota que esta é a versão topo de linha do Jetta. Portanto, é o mesmo visual da versão mais barata do sedã. Ou seja, um carro com design sóbrio, bem equilibrado, mas sem muita graça. Nota 6.

Custo/benefício – Ao comparar com às versões topo de linha do sedãs médios concorrentes, o Jetta tem ao seu favor o conjunto mecânico moderno e bem voltado para a esportividade. As versões “top” Toyota Corolla Altis e Honda Civic EXS, por exemplo, mantém os mesmos propulsores e só ganham equipamentos em relação às configurações mais baratas de Corolla e Civic. Mesmo assim, quase R$ 90 mil em um sedã médio é um preço bem alto para se pagar. Nota 6.

Total – O Volkswagen Jetta Highline somou 75 pontos em 100 possíveis.

avaliacao-volkswagen-jetta-highline-auto-press-6 Avaliação completa do Volkswagen Jetta Highline

Primeiras impressões – Aparências que enganam

A versão Highline do novo Jetta faz basicamente o que a antiga geração do sedã médio fazia. Atrai quem busca um três volumes com apelo esportivo. A diferença principal fica no conjunto mecânico. O novo carro é um belo exemplo do chamado “downsizing” – redução do tamanho dos motores, com aumento do rendimento.

Enquanto o anterior tinha um motor de cinco cilindros, 2.5 litros e 170 cv, o atual tem quatro cilindros, 2.0 turbo e 200 cv. E o ganho vem logo na primeira arrancada. Basta pisar para que a unidade de força mova o carro com grande competência.

O ótimo torque de 28,5 kgfm está disponível logo aos 1.700 giros e continua lá até às 5 mil rotações. Isso significa que existe força suficiente para deixar o sedã de mais de 1.300 kg com uma agilidade impressionante, tanto no trânsito urbano, quanto nas estradas.

Elogiável também é a transmissão automatizada de dupla embreagem. Ela faz as trocas de maneira muito rápida e explora muito bem a potência do propulsor. Em alguns momentos, é impressionante a velocidade com que o ponteiro do conta-giros cai enquanto a marcha sobe.

avaliacao-volkswagen-jetta-highline-auto-press-7 Avaliação completa do Volkswagen Jetta Highline

Entretanto, mesmo com essa ferocidade que o conjunto mecânico consegue fornecer, é possível manter um comportamento bastante comportado com o Jetta Highline. O carro aceita uma tocada mais amistosa “sem reclamar”, com um comportamento igualmente interessante. As marchas são trocadas em rotações baixas e o consumo consegue ficar na faixa dos 10 km/l. Muito bom, num mercado de carros normalmente beberrões.

Nas curvas, o Jetta também se dá muito bem. A suspensão traseira do tipo Multilink ajuda a manter o carro bem estável e sempre em sua trajetória correta. O modelo quase não faz menção de sair de frente ou de traseira e mantém uma boa sensação de segurança ao volante. Em caso de exageros, o controle eletrônico de estabilidade entra em ação para devolver o carro ao seu rumo correto.

A suspensão mais refinada também oferece mais conforto ao rodar. Mesmo tendo um ajuste rígido – como é comum em carros da Volkswagen –, ela consegue absorver algumas pancadas com competência. Mesmo assim, o aspecto geral é que se trata de um carro duro de se rodar na cidade.

avaliacao-volkswagen-jetta-highline-auto-press-8 Avaliação completa do Volkswagen Jetta Highline

O interior é bem correto. Tem acabamento com peças bem encaixadas, mas peca por não ter nenhuma diferenciação em relação ao modelo de entrada. Ou seja, algumas peças de plástico um tanto hostis ao toque continuam lá. O espaço interno não impressiona, mas também não é uma falha.

É suficiente para quatro pessoas viajarem com bastante conforto a bordo do sedã da Volks. É exatamente essa combinação de um ótimo comportamento dinâmico com um carro de boa qualidade que fizeram o Jetta Highline conseguir uma fatia do mercado, mesmo com preço alto.

Ficha técnica – Volkswagen Jetta Highline

Motor: Gasolina, dianteiro, transversal, 1.984 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro e comando duplo de válvulas no cabeçote. Injeção direta de combustível, acelerador eletrônico e turbocompressor com intercooler.

Transmissão: Câmbio automatizado de dupla embreagem de seis velocidades à frente e uma a ré. Tração dianteira. Oferece controle eletrônico de tração.

Potência máxima: 200 cv a 5.100 rpm.

Aceleração 0-100 km/h: 7,3 segundos.

Velocidade máxima: 238 km/h.

Torque máximo: 28,5 kgfm entre 1.700 rpm e 5 mil giros.

Diâmetro e curso: 82,5 mm x 92,8 mm. Taxa de compressão: 9.8:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson, com molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora. Traseira independente do tipo multilink, com molas helicoidais e barra estabilizadora. Oferece controle eletrônico de estabilidade de série.

Pneus: 225/45 R17.

Freios: A discos ventilados na frente e sólidos atrás. Oferece ABS e EBD.

Carroceria: Sedã em monobloco, com quatro portas e cinco lugares. Com 4,64 metros de comprimento, 1,77 m de largura, 1,47 m de altura e 2,65 m de entre-eixos. Oferece airbags duplos frontais e de cabeça.

Peso: 1.375 kg com 565 kg de carga útil.

Capacidade do porta-malas: 510 litros.

Tanque de combustível: 55 litros.

Produção: Puebla, México.

Lançamento: 2011.

Itens de série: Sistema de som com 8 alto-falantes, ABS, controle de estabilidade e de tração, trio elétrico, airbags frontais, laterais e de cortina, ar-condicionado dual zone, bancos com aquecimento, bancos dianteiros com ajuste de altura, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, direção elétrica, faróis de neblina, rodas de liga leve de 17 polegadas, rádio/CD/MP3/USB/iPod com tela sensível ao toque, sensor de chuva e de estacionamento traseiro e dianteiro e bancos parcialmente revestidos em couro.

Preço: R$ 89.250

Por Auto Press

5.0

  • kiko1974

    Carrão!

    • Alex_JW

      Sem dúvidas, carraço.

      São os motores turbo voltando aos poucos, deixando o preconceito pra trás e virando, quem sabe, tendência.

      Agora, fiquei surpreso com o consumo urbano do Jetta Highline: 10,5 km/l. Para um veículo que não é leve e é potente, palmas pra ele.

      Lamentavelmente não é barato, com 90 mil hoje vc até encontra boas opções no mercado automotivo nacional (Sonata, Fusion, Lancer GT, Corolla Altis, Civic EXS, Malibu…), mas esse instigante Jetta seria uma das opções facilmente pelo conjunto mecânico, pois esteticamente acho ele discreto até demais.

      Obs.: a Peugeot planeja trazer pro ano que vem uma versão apimentada do 408 com o bom motor turbo do 3008, e que se não terá a mesma potência do Jetta, passa a ser uma outra opção (provavelmente mais barata) dentro da linha "motores turbo".

      • kiko1974

        Tive o prazer de conduzir esse motor em um a3 sportback que tive. Que saudades!!!! A tocada do Audi era deliciosa. Acredito que não tenha a mesma tocada no jetta, mas o motor é excelente e o cambio é maravilhoso. Basicamente, como disse o Simoloko, é um audi em pele de VW. O preço poderia ser melhor, mas acho que tem poucos concorrentes a altura na faixa de preço.

        • ZeDirceu

          Concordo… Porem não chega nem perto da beleza que o audia A3…..

      • feu

        consumo espetacular!
        sonho de consumo!

      • Leandro1978

        Também o acho um belo carro. Na minha opinião, talvez seja um dos melhores sedans médios disponíveis. Só acho o preço muito alto, pois acaba entrando na faixa de sedans médios grandes, como Fusion ou Malibu. Pessoalmente, caso fosse optar por modelos nesta faixa de preço, o Jetta seria a minha opção, pelo menos enquanto o novo Malibu não chegar. De qualquer forma, cabe ao consumidor escolher o que melhor se adeque às suas necessidades, certamente são modelos que dificilmente decepcionam.

        • Alex_JW

          Leandro, lembrando que o belo Sonata está hoje na casa de 90k tbm, e ainda tem o Fusion V6 a 92k.

          O Jetta tem um conjunto mecânico primoroso, o Fision me balançaria.

          E vc lembrou bem do Malibu, carraço q já vi lá fora e tá muito bonito.

          • Leandro1978

            Em relação ao Sonata, por mais belo que seja, o histórico de sua montadora e representante me deixa com um pé atrás em relação a ele, fico com a impressão de que me venderiam um carro que talvez não correspondesse á realidade. O Fusion é outro bom modelo, só não optaria por ele, por atualmente preferir um modelo mais ao estilo de dirigibilidade do Jetta, mas claro que posso mudar de opinião, principalmente quando a nova geração ou substituto do Ford chegar. Quanto ao Malibu, este promete muito, se não subirem muito os preços da nova geração, acredito que possa fazer muito sucesso.

    • Tiago_Beneditto

      Sem duvida um belo carro, mas só com o moderno motor Turbo igual a essa versão.

  • VictorHugo

    Eu acho o Jetta bonito! Mas 90 mil nele? Acho que naum

    • BlueGopher

      Com um pouco mais, o cidadão pode levar um Mercedes Classe C para casa.
      Talvez por isso o Mercedes esteja vendendo tão bem ultimamente.
      É caso para se pensar…

      • Alex_JW

        Blue, mas a Classe C parte de 115 mil, se não me engano, portanto mais 25 mil reais que o Jetta.

        Por outro lado o motor da Classe C tem o que?… uns 160 cv´s?

        Concordo que a Mercedona tem mais porte, parece valer o quanto pesa, tem a tradição da Mercedes, mas entre Jetta e Mercedes, levando-se em consideração diferença de preço e potência, eu ficaria mais tendente a pegar o Jetta. O que acha?

        • Tripa-Seca

          25 mil é grana!! Não é um "pouco mais"…

          • BlueGopher

            Para pessoa física, sim.
            Mas não para pessoas jurídicas.
            Veja que grande parte destes carros são adquiridos por empresas.
            Como já comentei, a apresentação de um executivo num carro de luxo é muito importante para a empresa e vale muito bem os R$ 25k a mais.
            Além disso, há também as vantagens contábeis envolvidas, que podem compensar parte deste investimento adicional
            (sim, carro é investimento amortizável numa empresa).

            • Alex_JW

              Sob este enfoque, te dou razão.

              De fato a apresentação, como vc chega, pode ser importante para vc fechar um negócio até.

              Um amigo meu tem um escritório de advocacia e sempre ia visitar os clientes com uns ternos surrados e com seu Peugeotzinho 206, pra lá de baleado.

              Dei um toque nele pra ele comprar ternos novos e, pelo escritório, comprar um carro mais, digamos, executivo. Dito e feito, ele fez isso e notou uma enorme diferença, tanto é que passou até a ser mais procurado!

              Enfim pra PJ eu fico com a sua visão, pra PF como vc mencionou, ficaria com a minha conclusão…abçs…

              • Tripa-Seca

                Isso é profissional autônomo. Se fosse executivo, como você falou, compraria um Mercedes?
                Vá para O Itaim, Vila Olímpia e veja muito executivo chegando de fretado para trabalhar!

            • Fla3D

              Concordo, se a empresa quer se exibir pega logo um merc, se não eu aposto que ela pegaria o jetta basico que tem a mesma cara do top.

            • Leandro1978

              É tal da "primeira impressão é a que fica". Se não me engano, a preço mais próximo do Jetta, há o BMW 318, na faixa dos R$ 100.000, mas com um motor de 136cv e numa geração que sairá de linha brevemente, mas não deixa de ser um BMW.

              • Alex_JW

                Leandro, tem o Volvo S60 T4 tbm com motor turbo e 180 pocotós a 102k!

            • Tripa-Seca

              Apresentação? Muitas vezes em reuniões de executivos, nem se sabe o carro que o cara chegou no prédio..Poderia ter ido de Biz…
              Fora da empresa, gostaria de um caso que alguém se recusou a fazer negócio porque o cara tinha um Jetta, Fusion, em vez de Classe C ou Série 1. Ou pelo menos, achado que o cara seria um fracassado por isso.
              E qual a vantagem contábil de pagar 25 mil reais em um carro inferior de uma marca premium?!?
              E diferenças monetárias pesam tanto para empresas quanto para pessoas físicas. Se não, Fiat e VW não seriam líderes de frotistas.

              • BlueGopher

                Hehehe, você não pertence à diretoria de alguma empresa, não é?
                Quanto aos líderes entre os frotistas, considere que para cada Mercedes BMW ou Jetta da diretoria, temos dezenas de carros Fiat, VW e GM para a frota dos departamentos subordinados a estes diretores.

                • Tripa-Seca

                  Pertenço sim. Sou sócio-proprietário da minha empresa. Uma micro-empresa? Sim. Mas jamais fiz uma reunião com a diretoria de alguma empresa (Com gente que muitas vezes nem falava nosso idioma) que alguém entrasse de carro na sala de reunião. Se cheguei de circular ou de Maybach, isso não contou.
                  O que vejo é geralmente as empresas "casando" as opções de carro dentro de uma montadora, quase sempre VW ou Chevrolet. Assim fica, para frota/diretoria/sócios, respectivamente Gol GiV/Jetta/Passat, e Celta/Astra ou Vectra GT e Ômega. Mercedes geralmente são particulares.

                  • BlueGopher

                    Tripa-Seca, entre eles, a "concorrência automotiva" (ou mesmo, nos níveis muito mais altos, de helicópteros e aviões da empresa) corre solta.
                    Eles sabem exatamente que carro o outro tem, não pelas reuniões formais, mas nos encontros informais ou de negócios que muitas vezes acontecem em clubes, almoços, jantares, festas e casamentos.
                    Também o carro que apanha um visitante no aeroporto ou que o leva para o iate clube no fim de semana é um cartão de visitas importante.
                    Além disso, em uma empresa grande, as marcas do carros designados aos gerentes e diretores depende de seus níveis dentro da empresa (ex: o presidente usa BMW ou Mercedes, o VP pode escolher entre Omega ou outro do mesmo valor, gerente nível 5 Cruze, nível 2 Voyage, e assim por diante).
                    O carro é um importante fringe benefit aos altos níveis, ao lado de planos de saúde diferenciados, cursos no exterior, aposentadoria, ações, 14º ou 15º salário, etc.
                    Abs!

                  • BlueGopher

                    E parabéns pela sua própria empresa.
                    Dá um trabalhão danado, geralmente não dá para andar de Mercedes, mas é sua, o que você faz é para você e sua família.
                    E não tem chefe, concorrência predatória interna etc, etc, etc.

          • lsm300c

            É, mais como a maioria financia o carro a diferença na parcela compensa.

            • Tripa-Seca

              Amigo, isso é a parcela de um Celta de diferença!

        • BlueGopher

          Sinceramente eu prefiro o desempenho do Jetta, mas o status de uma Mercedes balança muita gente, mesmo com esta diferença de preço.
          E isso faz a diferença em carros de representação como estes, em grande parte comprados para executivos de empresas.
          Mês passado ela vendeu incríveis (para uma Mercedes) 1.076 carros, quase a metade das vendas do Jetta.
          Até novembro vendeu 5.559 unidades (3.446 até nov/2010, 61,2% de aumento).
          Parece que os brasileiros estão cheios da grana!

          • O_Corsario

            Falou tudo.
            O embate é bem esse, desempenho versus status. Daí fica difícil comparar pois vai depender do que cada um valoriza mais.

    • josenum

      nessa faixa beira o passat… que digamos, é um carrão tambem, melhor que sonata e afins
      ai vai aquela, pra um mercedes pelado e sem motor pra um passat recheado e com motor bem melhor…

    • Herbet23

      Pra mim só a dianteira… A traseira tá uma c… de pato! A antiga é melhor.

  • Lauolling

    Quando vai sair a Avaliação NA do Jetta Comfortline? Demora tanto o conserto de um carro batido? Deveriam disponibilizar um outro então.

    • fip_mengo

      Já fizeram do Comfortline, logo no lançamento!!!

      • Lauolling

        A Auto Press fez uma avaliação, mas não o NA(a qual eu me refiro).

        • fip_mengo
          • Lauolling

            Meu amigo, acho que você não está me entendendo.
            Essa avaliação aqui, de hoje, e desse link que você passou, é feita pela Auto Press e adquirida pelo NA.
            A avaliação que eu me refiro desde o início é aquela avaliação que o NA recebe o carro da empresa, e o avalia detalhadamente por uma semana ou mais. Só para situá-lo, a última Avaliação NA foi(está sendo) a do C3 Picasso.
            O NA já avaliou o TSI, e também foi oferecido ao NA a versão Comfortline, mas pelo que me lembro o Jetta flex bateu, ou algo assim, por isso a avaliação foi adiada.

            • fip_mengo

              AAAAAAAAAAAA sim!!! Foi mal!!! Entendi, é a avaliação do Eber com vídeos e tdo!!! Foi mal a falta de interpretação!!!

    • Stark

      Simplesmente uma das avaliações mais esperadas a do Comfortline!

  • simoloko

    É aquele negócio: Máquina discreta. Ideal para quem não quer aparecer.

    É basicamente um Audi em pele de VW. Deve andar muito!

    • Walter_ctba

      comparar esse volks com um Audi só pode ser brincadeira.

      Pode ter o motor que for, continua sendo um volks. To fora.

      • Tripa-Seca

        E depois reclamam das pessoas que pagam a mais em um carro por conta da imagem, não é?

        • ZeDirceu

          Não to fora… Mas não podemos comparar as beleza e a qualidade do painel do A3 sportback com o acabamento de GOL que esse Jetta tem… Por favor….

          • Sias

            Se o Gol tivesse o mesmo acabamento do Jetta seria o melhor popular disponível. É melhor ir olhar um para comparar.

            • O_Corsario

              É a síndrome de "avalio acabamento por foto da internet".
              Aliás, o pessoal costuma confundir DESENHO do painel com qualidade dos materiais, peças, encaixes, etc…

              • Stark

                Aliás acho que os que criticaram aqui pra cima sequer notaram o Painel Emborrachado pra falar tanta asneira!!

          • Fla3D

            Sim, o acabamento é muito inferior, faz parte da "pele de VW", mas ainda tem algo de audi por baixo.

            • dougkmt

              O lance do "status" mais uma vez nos rondando! O nível do Jetta já está mais que suficiente para mim!!

          • Lauolling

            Bom, na Geração 3 do Gol, houve o compartilhamento de algumas peças de acabamento do A3 nacional.

          • simoloko

            Cara, vc não entende o que é "pele"? É acabamento, carroceria…as partes mecânicas e a plataforma são as mesmas do Audi A3!!!!!

          • Leandro1978

            Desculpe, mas falar que o Jetta tem acabamento do Gol é não conhecer o carro. A própria matéria cita que o Jetta tem acabamento emborrachado, já viu tal acabamento no Gol? Aliás, se este tivesse acabamento similar ao Jetta, seria o compacto de entrada de melhor acabamento no mercado, como cita o colega Sias.

            • Tripa-Seca

              Pois é…meu carro subiu de nível e nem estava sabendo!!

          • Stark

            Acabamento de Gol?? Comentários assim deveriam ser moderados pra gente não ler tanta baboseira!

          • Roms

            Nunca li tanta besteira em uma única frase. Acabamento de gol. pfff

      • simoloko

        Eu tive uma Audi A4 quando nova, um ótimo automovel.

        Um amigo, na mesma época, tinha um Golf GTI com Tiptronic e o escambal. Não devia nada a nenhuma A3, já que era a mesma plataforma e divide, basicamente, 99% dos componentes mecânicos. Só mudam a lataria, acabamento, itens e o emblema.

        • xps1530

          :D .. sempre tem pessoal nao conhecer carro e falar blablabla………. melhor voces vai conhecer primeiro!

    • kikofar

      Posso te garantir que anda mesmo! Fiz um test drive em um!!! huuuuuuuuuuu…. que beleza!!!

  • shdn2010

    Foi simplesmente eu andar nele, para ter certesa de que eu não o compraria. Acabei comprando um passat.

  • luciano_br

    Ótimo custo/beneficio tanto na versao highline quanto na comfortline… na minha cidade eu encontrei o Jetta Comfortline 2.0 Automátio + Bco de Couro por 68mil.. se for comparar com corolla e cruze que na versao AT chega na média e 75mil.. eh disparado a melhor opçao.. tanto que ta chovendo jetta novo por aqui…

    • Alex_JW

      Luciano, a versão LT do Cruze, automática, aqui no Rio tá saindo na casa dos mesmos 68 mil.

      Nas suas versões de entrada, entre Jetta e Cruze, iria de Cruze, ainda mais se formos confrontar a potência de cada um.

      Mas isso eu, cada um tem suas preferências.

      • Sias

        Aqui também se encontra Cruze por este valor. O Jetta na mesma configuração tá 2mil mais (AT com couro).

      • O Jetta voltou a ter procura maior que a oferta, é o problema do carro vir do México.
        Logo será difícil encontrar o AT por 68 mil.
        Mas concordo contigo, na versão AT o Cruze é melhor opção, já com cambio manual o Jetta se sai melhor.
        Os testadores esperavam mais do Cruze tanto em consumo quanto em desempenho dada a cavalaria e o peso do modelo.
        O Jetta AT é hesitante demais em desempenho, o Cruze apesar de não ser muito animador é mais disposto. Mas as revistas informam que o Ecotec5 é beberrão. Justamente um motor que deveria ser bem economico.

        • MM_

          Como disse abaixo: quando comprei um C4 automático, as "revistas" diziam que o carro fazia média de 5,5 km/l; fiquei com o carro por 2 anos e fiz de média 8,5 km/l.

        • Stark

          Jetta Comfortline tá sendo mais econômico que o ECOTEC6 e alguns outros 16V!
          Só aguardarmos aquela avaliação do Comfortline no NA pro Éber travar o Piloto em 120 km/h e compararmos com as outras avaliações, pois como sempre digo, consumo se compara de um carro pro outro em Rodovia e na mesma velocidade (constante). Mas vamos aguardar!

        • Pedro_Rocha

          Por essas e por outras que o Corolla está no topo e ainda se dá ao luxo de ter somente 4 marchas no modelo AT. Esse câmbio nunca me deixou na mão quando ultrapasso carretas nas BR 101.

    • fuzila

      Motor 2.0 com 116/120 cv da década de 90 e somente 1 ano de garantia? Não obrigado … O meu antigo Monza Classic 1991 tinha isso …

      O Cruze e o Fluence entregam mais (140 cv) pelo mesmo preço ou por menos … Eles tem mais equipamentos de segurança de série …

      • Sias

        Agora são 3 anos de garantia para os importados VW.

    • MM_

      Olha, não sei aonda vc mora, mas paguei R$ 67k no meu Cruze auto+couro.

      Se considerarmos ainda que o Jetta vem com menos equipamentos que o Cruze, além de motor de Santana, o Jetta é só é disparado a melhor opção para a VW.

      • Sias

        Uma coisa que achei que era pra ter no Cruze é a troca de marchas no volante e a possibilidade de trocá-las (pra cima e pra baixo) mesmo estando em Drive (no Jeta é possível). No mais o carro é show. Como está o consumo no teu?

        • MM_

          Até uns 3 anos atrás eu diria exatamente a mesma coisa que vc, mas pelo menos pra mim é um item um tanto quanto inútil. Tenho paddle shift no Acura e acho que usei 2 vezes: no dia que comprei o carro e quando fui mostrar pra um amigo. :)

          Quanto ao consumo, ainda não sei dizer, pq peguei o carro ontem.

          Estão dizendo que o consumo é alto mas nunca tive carros da GM então vou esperar pra ver. De qqr maneira, quando comprei o C4 diziam que o carro fazia 5,5 na gasolina e nos dois anos que fiquei com o carro, fiz média de 8,5 na cidade (de SP), o que pra mim é ótimo, se considerarmos que o transito não anda.

          • Sias

            O paddle shift em si pode ser dispensável, mas a troca de marchas em drive acho útil como em uma ultrapassagem, por exemplo.

            Fiz dois TD no Cruze: um marcava 5,4km/l e o outro 7,6km/l.

            • MM_

              Não sei, pra mim o kick down é uma ação muito mais natural em uma ultrapassagem. Como te disse, tenho paddle shift no outro carro, mas sempre reduzo no pé.

              Carro de test drive não dá pra ter muita noção. Primeiro pq muitos usam alcool. Segundo pq é carro novo, amarrado, que passa por um monte de gente que não sabe dirigir e fica dando volta no quarteirão. rs.

              Daqui 2 ou 3 meses eu começo a ter noção real do consumo. Antes disso não tem muito sentido.

            • simoloko

              O Cruze tem sequencial no console……

              • Sias

                Sim, é no console. Só que quando se está em Drive não dá pra mudar marcha, diferente do Jetta. E particularmente achei bem melhor trocar no volante do que trocar na alavanca.

      • granemann

        Trabalho na css da VW ,o Jetta 2.0 aspirado não é motor do santana,e sim o motor do golf,com uma programação diferente na central,não é um carro que impressiona no desempenho mas não é ruim,mas para quem gosta de desempenho o tsi é um veneno!!
        só que tem que ter grana para a manutenção porém é cara,depois de 3 anos,se estourar a turbina se prepare para desembolsar uns 7,000 pois a turbina não é vendida separa,é vendida com o coletor de admissão..
        é o mesmo motor do passat e da tiguan.

        • MM_

          Motor de Santana é modo de dizer. O Santana tinha um motor 2.0 de 114cv, enquanto o Jetta tem um 2.0 de 120cv, ou seja, é um "motor de Santana". Dirigi um, mesmo que por pouco tempo e na minha opinião realmente não é ruim. É péssimo. Dá pra notar nitidamente que sobre cambio e falta motor.

          O TSI é um ótimo carro – não gosto do visual sem sal – mas a mecânica e o comportamento do carro é exemplar. Quanto a ter grana pra manutenção, imagino que uma pessoa que desembolsa 90.000 em um carro, tenha ao menos esses 8% do valor em reservas para uma emergência. E não vejo isso como exclusividade do Jetta.

        • Stark

          Sabia que calibraram ele! Matei a charada!
          Pois de acordo com toda a net, e com o http://www.carrosnaweb.com.br, o motor do Jetta (2.0 120cv mexicano) obtém 18.3kgfm em 4.000rpm e o Golf os mesmos 18.3 mas em 2.250rpm. Então é o mesmo motor mas com calibrações diferentes para ter mais torque em altas rotações!
          Obrigado pelo Up!

  • arquitetofpn

    Este jetta atual, a despeito do motor e mecânica, pra mim é um retrocesso. O acabamento interno é ridículo para um carro desse valor. No lançamento fiquei (negativamente) impressionado com o acabamento fuleiro das portas, todo em plástico duro e vagabundo, contando com um pedacinho de couro bem sem-vergonha…..

    • RenanLorenci

      Pode falar de design oque quiser, mas de motor e cambio??? esse motor 2.0 turbo ja ganhou varias vezes o premio de melhor motor do mundo, em termos de potencia e economia esse carro faz 13 por litro na estrada! e com o cambio de dupla embreagem faz o 0-100 em torno dos 7 segundos! me diga outro carro que nesse valor anda igual e é economico? nao tem!

      • guto05

        Consegui fazer no meu com podium, poucos litros no tanque, e sem nada fuçado no motor, 6,8 seg cravados, sem esforço. Anda mto. Quem fala mal, nao conhece!!!

  • fip_mengo

    Comparado aos outros sedãns médios Top de linha, 90 mil é bem pago, mas, tem os médios-grandes como Fusion, sonata, aí fika a dúvida!!!

  • cfuruno

    1 ano de garantia? 90 mil reais e 1 ano de garantia???? Qualquer outro concorrente é de 3 anos pra cima.
    Se confia no carro pq não dá garantia de pelo menos 3 anos? E não vem com essa de garantia de cambio/motor que isso não existe! Ou tem ou não tem garantia. OU tudo ou nada.
    E os peões que fazem revisão (?) de Gol 1000 e Fox vão mexer nesse carro?
    Sério? Jesuis…

    • Alex_JW

      cfuruno, a garantia para a linha "premium" da VW, a partir de janeiro, passará pra três anos, conforme noticiou o NA há alguns dias atrás: https://www.noticiasautomotivas.com.br/exclusivo-l

      • Sias

        E eu fui na ccs e confirmei com um vendedor. Ele mostrou o email que foi repassado para a rede informando da alteração na garantia. 3 anos mesmo.

        • MM_

          Imagino o infeliz que comprou carro este mês, por exemplo.

      • O_Corsario

        Aliás, acho que a VWB está atenta à esta questão. Hoje recebi um telefone dela com uma pesquisa, querendo saber como tinha sido atendido durante uma revisão e tal, mas de repente ela solta a pergunta: "que nota o sr. daria para o prazo de garantia do veículo?". Lógico que disparei: ZERO. MAs é engraçado, nunca recebi nenhum contato da VW nem nenhum tipo de interesse, agora me parece que estão sentindo o efeito de ter ignorado o consumidor por tanto tempo.

        • Alex_JW

          Bacana saber disso, o que demonstra clara preocupação da VW com a concorrência.

          Se até o bom Clio oferece 3 anos.

          Quando tinha o Punto EtorQ a Fiat tbm me ligou e, sem exageros, me fez responder a uma pesquisa de mais de 30 perguntas, demorei uns 20 minutos respondendo, mas até gostei, pois foi uma rara oportunidade de fazer chegar à Montadora a minha opinião geral. E não aliviei…

          • O_Corsario

            EU bem queria responder um formulário desses. A VWB liga mais para avaliar as concessionárias, mas nunca ligou para avaliar o próprio que ela faz, o que é, novamente, uma atitude arrogante. Por isso fiquei surpreso com essa pergunta. No fim aproveitei para criticar tbm o fato da VWB não ter um plano de revisão tabelado (eles apenas sugerem valores num canto obscuro do site) e ter serviços tão caros nas concessionárias. Os preços das revisões é, sem dúvida, cada vez mais importante na hora da compra.

            • Alex_JW

              Vivendo e aprendendo. Eu não sabia que a VW não tinha um simples plano de revisões oficial, bizarro.

              Esse, pra mim, é um fator determinante na compra de um carro, pois acho temerário ficar nas mãos da rede autorizada.

              • O_Corsario

                POis é, no site tem até sugestão de valores, algumas seguem à risca, mas outras… A diferença chega a 100% do valor, especialmente com a empurroterapia.

                • Tripa-Seca

                  Bem, então a responsabilidade não é da fabricante, nesse caso, certo? Acredito que possa reclamar com a VW caso algum representante não cumpra o preço tabelado.

                  • O_Corsario

                    Não, pois a VWB "recomenda" um valor, é mais ou menos como o preço de tabela do carro. A fabricante recomenda um valor mas as concessionárias tem autonomia para cobrar mais ou menos.

  • Tripa-Seca

    Decepcionei um pouco com o Fusion: Dois apoios de cabeça atrás, fixos! É uma bobagem, mas encosto fixo me fez descartar Celta e Prisma em uma escolha que tive que fazer.

    • Castle_Bravo

      Também não entendo, será que encostos móveis impactam tanto assim no preço? No Celta é até compreensível, mas no Fusion!? =/

    • tiago_jeremias

      Isso era no Fusion 2.3. O novo vem com 3 apoios de cabeça móveis…

  • vini_B

    Se eu comprasse um Jetta seria esse 2.0 TSi, esse carro é pra qm quer potencia sem se mostrar mt com o visual, vale mais a pena pagar 90 mil nele do q 85 em um Corolla Altis, Civic EXS, Lancer GT, 408 Griffe, Fusion, Sonata, Malibu e etc. Pelo menos vc terá 200cv no cofre.
    Agr eu nunca compraria um Jetta Comfortiline com só 120cv para um carro de quase 1400kg e ainda mais por 67 mil, q nessa faixa já está os completos Civic, Cruze, Fluence, 408 e etc.

  • 7roll3r

    O motor é TSI não TFSI. De acordo com a wikipedia, o TFSI é só turbo e não tem supercharger, como o TSI.

    • ChicoFCarvalho

      Não exatamente. A VW tem um motor 1.4 TSI que possui turbo e supercharger, mas este 2.0 só tem o turbo.

    • Fla3D

      E quem disse que esse aí tem supercharger?

      No começo o TSI era mesmo só para o 1.4 com turbo e compressor, mas depois a VW começou a brincar de colocar o logo TSI em outros modelos como nesse jetta.

    • thales_sr

      As siglas são meio loucas… TFSI significa Turbo Fuel Stratified Injection, para os motores de injeção direta da marca. Não tem a ver com o Supercharger, nesse caso.

    • TopEngine

      TSI é para Biturbo e/ou Supercharger,

      ou seja, tá errado o nome, é Jetta TFSI que é só Turbo

    • mjprio

      Amigo,muita gente escreve besteira no wikipedia. O TSI não é nada mais que o antigo TFSI, mas eles reduziram a sigla. Esse motor é 2.0 Turbo com injeção direta estratificada, que no passat e no A4 agora alcança 211CV. 0 1.4 que Vw lançou na europa é que tinha compressor e turbo

  • PKuster

    Muito boa matéria. Só não concordo com a nota do design: "Ou seja, um carro com design sóbrio, bem equilibrado, mas sem muita graça. Nota 6." Claro, é um item bem subjetivo, mas considero o Jetta muito bonito, consegue unir sobriedade à agressividade, percebe-se o esmêro do conjunto do seu desenho, tudo foi bem pensado – para um carro desse porte, acho-o muito bem desenhado, mesmo ostentando a frente comum aos Volkswagen de hoje, consegue chamar a atenção.

    • Fla3D

      Penso o mesmo, da mesma forma que falou tanto da tecnologia do carro, em especial o motor, e deu só 8… essas notas do autopress são sempre fonte de discussão.

    • thales_sr

      Pois é, na verdade eu acho que design poderia ser deixado de fora na avaliação, pois é algo bastante pessoal.
      Particularmente, prefiro muito mais a sobriedade "sem graça" do Jetta e Passat do que o "modernismo" do Sonata, então minhas notas seriam BEM diferentes nesses aspectos.

  • O_Corsario

    Estas avaliações do AutoPress são sempre patéticas, em especial as notas aleatórias e sem critério.

  • potenza

    Podem falar o que quiser mas eu ainda prefiro em todos os aspectos o jetta antigo (que por sinal era bem mais barato que essa versão), Aliais o Jetta antigo era o único Carro da VW no Brasil q eu compraria.

  • adilson05

    torque de 28,5 kgfm a 1.700 rpm é de tirar um sorriso do motorista numa ultrapassagem e ainda com um ótimo consumo de 10,5, se eu tivesse pagaria os 90 mil dilmas.

  • EBarbosa1

    Eles deveriam ter usado o motor 2.5 na versão de entrada, e deixar esse para a top… Ao menos não teriam que fazer o Jetta Comfortline parecer "pobre".

    • dougkmt

      Exatamente! Comentei isso sobre o Golf VII! (Y)

    • thales_sr

      Seria uma boa, o problema é que o 2.5 entra em outra faixa de tributação, pagaria mais IPI e aí não custaria o preço que custa.

      • guto05

        Concordo com os dois. O modelo de entrada deveria ser 2.5, mas com essa tributaçao em cima do motor o jetta tsi sairia por mais de 100 mil, pq o 2.5 obrigaria sem necessidade subir o preço do mais potente.

  • isaacfederal

    Quem compra a versão topo de linha realmente espera que ela seja diferente visualmente da versão de entrada.

    Um desenho diferente do parachoque dianteiro, ponteira do escapamento difeente e quem sabe um aerofolio incorporado na tampa traseira ja seriam boas mudanças.

    Quem paga mais quer algo mais…

    • Tripa-Seca

      E ele tem algo mais, Aliás, muito mais. Agora, quem quer imagem, tem opções mais baratas: LG 3D Led por 2599…

      • isaacfederal

        Tem gente que parece não compreender bem o que é dito. Vou tentar de novo.

        Lógico que a versão HIGH LINE tem muita mais coisas que a versão CONFORTLINE. Se não fosse assim não custaria bem mais caro.

        Me refiro ao aspecto estético. Nesse caso versões diferentes por dentro são parecidas demais por fora.

        O QUE É PÉSSIMO pra quem comprou algo mais "exclusivo" e não sente isso exteriormente

        • dougkmt

          Tem dois pontos de vista neste caso: lançar o modelo vulgo "esportivo" com apenas alterações visuais e o mesmo conjunto motor + câmbio ou apresentar o modelo esportivo sem alterações que ostentem o visual externo.

          Sinceramente, eu fico com a segunda opção!! (Y)

          • isaacfederal

            Da pra fazer as duas coisas. Motor melhor e visual esportivo. Vou te dar 2 exemplos dos quais posso falar muito bem porque tenho em casa. CIVIC Si e PUNTO T-JET

            São diferentes visualmente e tambem na parte mecanica, Logico que custam mais caros que suas versões normais, mas que busca algo melhor, como eu, nao se importa em pagar mais.

            So não daria para engolir se ambos fossem parecidos com as outras versões

            E, nesse caso, GARANTO, não são nem um pouco….

            Palavra de quem tem….

            • thales_sr

              Um Civic Si preto ou prata passa desapercebido em 90% dos casos. E eu acho isso o máximo… Lobo em pele de cordeiro é o que há!

              • dougkmt

                Thales. Não tenho o Civic SI e só o vi andando na rua algumas vezes. Mas, sinceramente, é muito difícil não reconhecer o SI nos 6000-8000 RPM, coisa que não vejo comumente no Civic "civilizado"!

              • isaacfederal

                Respeito seu ponto de vista mas prefiro LOBO em pele de LOBO. Paguei caro demais no meu Si. Se ele não fosse vermelho e com isso fosse facilmente confundido com um ciivc normal eu teria ficado muito frustrado

              • guto05

                Falou tudo. Para do seu lado um cara num golf 2.0 (geralmente os donos destes, gostam de acelerar quando abre o sinal), so que ele esqueceu de ler depios do 2.0 do seu jetta,a sigla tsi, rsssss. O cara toma um pau tao grande que fica ate sem saber o que aconteceu de errado com seu MOTORZAO 2.0 do golf. rssss. Todo mundo menospreza ate descobrir que debaixo do capo tem 200cv.

            • dougkmt

              Entendi o seu ponto de vista, Isaac! Mas eu reclamo mesmo é de versões pseudo-esportivas que só aumentam o valor do seguro por causa de uns adesivos e adereços externos…

              • isaacfederal

                Concordo com voce. Carro para ser chamado de esportivo deveria ter motor a altura. Aumentar valor do seguro para versões pseudo-esportivas é realmente um absurdo

  • MM_

    O carro deve ser muito bom de andar, mas pra mim o Jetta é igual ao Fluence: sem sal.

    Volto a dizer, são bons carros, mas a falta de criatividade e ousadia, principalmente no acabamento interno é impressionante.

    Alguém avise para a VW que interior sóbrio é bom em carros de luxo. Para carros de Jetta pra baixo, a idéia de sobriedade se transforma em uma coisa totalmente sem graça.

  • Rodrigo

    Noventa não dá.

  • RicRB

    Na versão 2.0 (confortline) enquanto não receber um motor mais adequado, na minha opinião, não é uma boa opção!!!
    Nesta versão, a Highline, muda de figura…rsrsrs pra quem busca uma opção que visa um ótimo desempenho, é uma boa alternativa!!!
    E finalmente a Vw resolveu aumentar a garantia de fábrica ( de 1 para 3 anos) https://www.noticiasautomotivas.com.br/exclusivo-l

  • zemarreta

    Eber, como vc compararia o desempenho dele em relação ao Azera?

    • Leandro1978

      O NA avaliou um Jetta Highline alguns meses atrás, inclusive com uma comparação, feita pelo Eber, entre os dois citados. Inclusive a VW cederia o Comfortline, mas houve algum problema e tal avaliação não pode ser feita.
      https://www.noticiasautomotivas.com.br/avaliacao-n

      Há mais matérias sobre a avaliação do carro, é só fazer uma busca.

  • CanalhaRS

    Sonho de carro. Talvez muitos não concordem comigo, mas até 90 mil ele é imbativel, não tem pra japonês, coreano, americano, marciano, etc…

    • Alex_JW

      O Jetta realmente é uma senhora opção, mas dê uma olhada em alguns carros entre 88 e 100k:

      – Sonata, por 89k,
      – Malibu, por 90k,
      – Fusion V6 Fwd, por 93k,
      – Volvo S60, por 100k,

      Enfim, seria um doce problema escolher entre essas opções…

      • CanalhaRS

        Concordo em partes com você:
        Sonata: onde foi que você encontrou o carro por esse valor?
        Malibu: Já está fora linha, a espera do novo.E como todo o GM é um beberrão.
        Fusion: Muito boa opção.
        Volvo S60: um sonho de carro, mas que eu saiba, custa bem mais que isso. Sem contar a manutenção ferozmente cara da volvo aqui.

        Resumindo, dessas opções, eu ficaria com Jetta ainda, apesar de achar as linhas comportadas e comuns.

        • Alex_JW

          O Sonata eu vi anunciado no caderno de automóveis, do jornal O GLOBO, da última 4ª feira, são aqueles anúncios de CCS´s…. como o novo Azera chegou, a Hyundai abaixou bem o preço do Sonata.

          Sobre o Malibu, vi o novo lá fora e é bem mais interessante que o atual, não sei como e se chegará no Brasil, mas hoje estaria fora da disputa, embora seja um senhor carro.

          O Fusion realmente talvez me tentasse mais que o Jetta Highline.

          O Volvo S60 eu vi o preço na internet, naquele site que compara preços, se não está 100k, está muito próximo disso, e se está a mais, não muito mais. Mas aí já são uns 10 ou 15 mil a mais, aí é ver o tamanho do bolso de cada um.

          Bem, só pra ir trocando idéias… não tenho grana pra comprar nenhum deles mesmo…hehe… só pra brincar de consumidor…rs…

          abçs!

        • Alex_JW

          Canalha, só pra complementar e confirmar o que eu havia dito.

          O Volvo S60 T4 com motor turbo e 180 pocotós e muuuito mais realmente tá saindo a 102k, inclusive tem uma propaganda com o preço e equipamentos na 4 rodas deste mês.

          Abçs

          • CanalhaRS

            Obrigado pela informação amigão!
            Eu adoraria trocar o Jetta pelo Volvo, mas é aquilo que comentei acima. Além disso, 12 mil a mais não é um diferença tão pequena a se desprezar.
            Abração.

            • Alex_JW

              Disponha brother! Como percebi que é fã do Volvão, corri atrás da info, e por tabela ainda agreguei um pouco de info sobre o segmento.

              Abçs

        • guto05

          Assino em baixo. Lembrando que se o negocio for acelerar, o fusion, mesmo o v6, toma benga!!!

      • Leandro1978

        São boas opções, realmente. Porém o Sonata eu descarto pelo histórico de sua montadora. O Malibu é um belo carro, mas a versão atual sairá de linha em breve, sendo a próxima muito mais interessante, inclusive na motorização, pois é especulado um 2.0 turbo. Só levaria em consideração se conseguisse um bom desconto. O Fusion e o Volvo também são opções que não devem ser descartadas. Só adicionando, há o BMW 318, pouco acima dos R$ 100.000, mas com motor mais fraco, 136cv.

    • tiago_jeremias

      Realmente esse Jetta é muito bom de andar, mas acho o Fusion com um visual mais atraente… No conjunto prefiri o Fusion 2.5.

      • thales_sr

        São duas "escolas" diferentes, acho os dois bons, cada um no seu jogo. Porém, acho que o Jetta podia ser um pouco mais barato.

    • Sias

      Marciano é bom….

      Realmente, se o cara está disposto a pagar 90mil em um sedan eu também acho que ele supera os demais, principalmente Corolla e Civic que são muito caros para o que entregam.

      • guto05

        Tive um corolla xei antes do jetta tsi. O corolla é simplesmente fantastico. Ganha em conforto de long, mais macio, etc. Mas na hora de andar, de acelerar…. nao tem pra ninguem. Ate 90 mil eu desafio alguem a me mostrar um carro que acelere mais que o jetta tsi.

  • Filipe_GTS

    Além do preço, motor, rodas, suspensão e emblema TSI, há um filete cromado na dianteira deste que diferencia do Comfortline. Acho que a VW podia ter caprichado mais nos detalhes do TSI, pra ficar mais longe do 2.0 aspirado.

  • Adriano_Silva

    Só não entendo esse retrocesso em estilo da versão antiga para essa nova, o modelo anterior era mais bonito e inovador sem falar que não parecia um Fox, a pessoa paga essa bagatela e escuta a pergunta de um leigo na rua é um Foz sedan? kkkkkkkkkk externamente ele não faz jus ao seu valor.

    • thales_sr

      Pois é, ele tá comprando um carro e não um "fazedor de inveja nos vizinhos"…

    • Leandro1978

      Eu não me preocuparia com isso, primeiro porque o carro deve agradar a mim e não a outros, segundo que uma pessoa que confunde um Jetta com Fox não conhece carro (certamente confundirá Azera com Sonata) e terceiro, prefiro um carro que não chame a atenção.

    • TopEngine

      o carro meio que regrediu no visual e em alguns acabamentos do interior para se DISTANCIAR do Passat, que custava quase a mesma coisa na geração anterior e tirando o motor era o mesmo carro..

  • Fla3D

    Eu acho interessante o fato desse jetta de 200cv ter a mesma cara do modelo básico, vira um sleeper, o que eu gosto. :D

    E eu sempre achava que o TSI era de Turbo Stratified Injection, mas essas siglas da VW mudam a cada lançamento, no começo o TSI era para o 1,4 com turbo e compressor e queria dizer Twincharger Stratified Injection, agora o TSI ta no 2.0 sem compressor também… então vai saber!

    • TopEngine

      TFSi é Turbo Fuel Stratified Injection, não há duvidas.. o resto é criação dessas cabeças..

      FSi é a mesma coisa só que sem o Turbo, e sim, esse bloco 2.0 16v DOHC foi o primeiro sistema a receber o sistema FSi que é Direto e Estratificado.. invenção do grupo VW-Audi.

      ou seja o Jetta é TFSi, e não TSi.. TSi = Twincharger Stratified Injection ( existem dois motores assim, que é o V6 Biturbo e o 1.4 Turbo e Supercharger)

      as revistas manjadoras do Brasil, assim como até a VW do Brasil erram muito nessas siglas que significam muito..

      • Fla3D

        Pois é, mas própria VW avacalhou com as siglas quando colocou o TSI nesse jetta, até na tampa do motor esta ali o TSI. Será que tem haver com o fato da injeção direta não trabalhar em modo estratificado com a nossa mijolina?

        • TopEngine

          cara, pode até ser, mas tá mais pra cagada da VWBR mesmo..

    • mandabala

      Boa, gostei dessa de 'sleeper'.

  • Turbo_Car

    [OFF]
    "Álcool brasileiro terá livre acesso aos EUA a partir de 2012" http://goo.gl/dK9sg
    Eber, para depois do natal, seria interessante que você abordasse esse tema aqui no blog. A exportação do álcool vai influenciar nos preços daqui.
    Um Feliz Natal à equipe NA.

    • O_Corsario

      Ainda vende álcool no posto é? hehehehe
      Sinceramente, usineiro é a pior raça do universo. Primeiro diziam que custava caro pq tinha pouca demanda e não compensava produzir. Agora dizem que custa caro pq tem muita demanda e não dão conta de produzir… O que querem, hoje e sempre, é ganhar em cima do governo.
      Igualzinho a Anfavea… Que coincidência!

    • Alex_JW

      É verdade, tava lendo sobre a queda ao etanol brasileiro nos EUA há pouco no jornal.

      Urge que o nosso (des)governo diminua em muito a mistura do etanol em nossa mijolina, sob pena de alta de preços e, mais a frente a pressão inflacionária…

  • PauloPGomes

    O que eu mais gosto desse carro é o fator "Lobo em Pele de Cordeiro". Aparentemente pacato, mas mecânicamente bravo. Para alguns é uma desvantagem, mas pra mim esportividade não se vende com adereços, faixas, aerofólios, esportividade vem do motor!

    • feu

      concordo.. pra mim o charme do carro é esse!

      • guto05

        Nó, acho a palavra chave, CHARME. É isso aí, o carro é um CHARME!!!

    • O_Corsario

      Também gosto de um carro que não chame atenção mas que faça seu trabalho…

    • Louis

      Também gosto de carros discretos, mas nervosos. No entanto, a VW deveria ter diferenciado um pouco mais da versão manca.
      Nada de aerofólio, spoiler, etc, mas uma entrada de ar ou grade diferenciada faria uma grande diferença. Também faltou lanternas traseiras de Led para um carro desta categoria.

      • fip_mengo

        Assim, poderia jogar um cromadinho a mais ali, um filete de leds diurnos no farol… alguns detalhes!!

    • Fla3D

      Também adoro sleepers!

    • guto05

      O tsi podia ta presente na grade do motor, pra na hora que alguem olhasse no retrovisor a sigla, ja fosse logo dando seta para direita te dando passagem, rssss. Brincadeira, educaçao no transito é tudo. Mas que anda, isso ele anda!!!

  • mandabala

    Esse sim é o verdadeiro herdeiro do antigo Jetta, que é um carro muito refinado e que marcou uma época. Uma pena que no visual externo e interno este não é tão refinado quanto ao anterior, mas é a estratégia da VW com essa identidade visual nova.

  • R0CKERZ

    Apesar do ótimo conjunto mecânico.. acho a identidade em boa parte dos modelos da VW bem cansada (com exceções, vide tiguan *-*). Mas gosto é gosto!

  • du_henrique

    Vou ser bem sincero.
    Fui a uma concessionária Honda ontem aqui em Recife, onde estava no mostruário um Novo Civic na versão top de linha, com teto solar, e tudo que tem direito. Mesmo com as poucas mudanças que o carro teve, gostei do que vi. O interior um pouco simples, assim como já era, o painel lindo, futurista, e agora com um aspecto que passa sensação de ser em 3D. Muito bom o efeito. Tinha uma tela de interatividade de LCD com camera de ré e tudo mais. Bem completo. Pontos negativos ficam por parte do motor e do câmbio que continuam os mesmos. No momento pensei. Compraria sim! De olhos fechados! Mas até que decidi perguntar pelo preço do carro. Tomei um susto quando a vendendora me falou que o carro estava custando 89.900 reais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Que absurdo!!! Ágil lá nas alturas!!!!
    Ou seja… por esse preço, é JETTA Highline na cabeça meus amigos!!! Sem dúvida alguma. A Honda está de brincadeira, e pensa que com preços absurdos e com carros meia boca sem atualização, vai conseguir manter o seu mercado. A honda que se cuide. Já está vendo bem de longe o TOP 10. Daqui a pouco até a JAC motors vai estar ultrapassando ela no Ranking.

    • mho

      Uma pequena correção, só faltou o motor do Civic Si: k20 ou o k24.

    • Alex_JW

      Realmente, com esse motor não tem como ser ágil…

      • xps1530

        A Honda está de brincadeira,,TOYOTA TABEM……OLHAR AS LOUCAS BRASILEIRO so comprar colora civic

    • kikofar

      Por coincidência, também fui à Honda aqui de Brasília ontem buscar meu carro na revisão e fiz o mesmo. Resolvi conferir o tal Novo New Civic top. Gostei do que vi, até vou dizer. Porém, já sabia dos 89 mil… aí… só mesmo com um bom velhinho fantasiado de Coca-cola pra me dar um, porque pagar essa grana toda num carro 1.8 aspirado, tá de sacanagem!!!

  • Akira3214

    Será que o preço do modelo de entrada com cambio automático da para deficientes comprarem, sem perder algo da isenção?

    • Sias

      Parece que não. Tenho um conhecido que é PNE e disseram pra ele que não é dado o desconto para carros importados do México.

  • edsontak

    Bonito, moderno, potente, equipado e, principalmente, CARO…. sem noção, como todo carro médio aqui… por quanto virá o Golf VII, a partir de 70.000 o 1.6???

  • Kleverson_G

    Não gosto nada desse negocio das montadoras unificar o design de seus carros.

  • jersaosp

    sedan médio aqui neh, pq se for analisar o jetta é um sedan pequeno no resto do mundo com o passat sendo o médio e o pantheon sendo o grande… Ai esses 90k ficam ainda mais salgado… Impressionante como aqui os carros dessa categoria conseguem ser mais inflacionado doq já são os das demais categorias…

  • showman2011

    Esse consumo ai 10,5km/litro ta certo?? Quem pode provar isso aqui??
    Agora sobre agressividade no design e diferença do Comfortline o que a VW poderia fazer era trazer a versao GLI q vendem no mexico: http://www.vw.com.mx/es/models/nuevo_jetta_gli/ga

    e voltarem a vender cores fortes pro hightline. CHEGA DE PRETO E PRATA, fim ao PRETO E PRATA!!
    pode até existirem, mais tem q vir azul marinho, verde escuro, bege claro, dourado, azul claro, vermelho, amarelo, etc…
    na europa tem varias cores…

    • kikofar

      Aqui em Brasília tem bastante branco também. Azul marinho e dourado eu já vi, mas a versão 2.0 SANTANATEC.

  • Y07

    O Jetta seria um carro perfeito, se ele mantivesse a traseira do antigo e a dianteira atual… E claro, esse motor, pois o 2.0 8v é menos potente do que o criticado MONZA-TECH da época que ele ainda equipava os Kadetts MPFI ou até mesmo do que o AP do Versailles e do Santana 1992.

    • Herbet23

      Apoiado!

  • Pablo

    Como sempre, sendo um Pálio ou um Jetta TSi ou um Audi A8 a nota sempre fica na casa dos 70 pontos ¬¬'
    O Jetta TSi merece uns 90 pra ser honesto.

    • guto05

      Quando este carro foi testado no programa vrum, a menor nota que ele recebeu foi 8. Se nao me engano, foi uma ou duas. O resto foi 10 e 9. Nunca vi nenhuma avaliaçao neste programa com uma pontuaçao tao alta. O Carro é sinistro mesmo.

  • Gabriel_Nint

    Prefiro um Sonata pelo mesmo preço.

    • guto05

      É. Tem gente que gosta do olho e outros da remela.

  • kikofar

    Na minha opinião humilde de quem fez test drive:
    1) Motor e câmbio: fantásticos. Por eles, compraria na boa.
    2) Acabamento interno: meia-boca. Não vale parte dos 90 mil nem aqui, nem em Marte!!!
    3) Espaço interno: bom. Pra 4 pessoas, ok. Para 5 ou para família com crianças em cadeirinhas… hmmm… sei não!
    4) Por fora: acho ridículo um carro ser "ipsis literis" a uma versão 25 mil reais mais barata. Por 90 mil, merecia-se acessórios e cuidados mais exclusivos.
    5) Por 90 mil, sinceramente, tendo essa grana, aguardo mais uns meses, junto mais 15 conto e pego um Passat. Ali sim tem espaço interno bom, uma estética um mais requintada e diferenciada (apesar dessa maldita identidade global da vw) e o mesmo conjunto propulsor e câmbio. O MELHOR DOS MUNDOS, PORTANTO!!!

  • EricoKutz

    Um ótimo carro com um preço……………… já sabem!!!

  • D7V5

    Não dá não gente. É do andar de baixo, com preço do andar de cima. Não dá não. A VW tinha que tirar o 120 cavalos e colocar um 150 cavalos, e manter, ou melhorar o custo benefício. Chega de mexicanos (nada contra o povo, só os produtos).

  • Guga2010

    Só uma correção, não é turbo system injection……kkk
    É turbocharged stratified injection….de injeção direta e estratificada.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend