_Destaque _Featured Avaliações Esportivos Hatches Peugeot

Avaliação: Peugeot 208 GT entrega performance e beleza

peugeot-208-gt-avaliacao-na-3

Era só o que faltava. Sim, o tão aguardado Peugeot 208 GT chegou ao lineup brasileiro em abril e agora passou pela Avaliação NA. O hot hatch da marca francesa mostra as garras do leão, que ruge e entrega o que propõe, performance. Mas, além disso, vem também com um belo pacote visual.
Disponível anteriormente na Europa, o 208 GT vem assumir no Brasil uma posição de destaque no segmento de hatches compactos esportivos. Equipado com o forte motor 1.6 THP Flex de 173 cv e com um câmbio manual justinho, o Peugeot chama a concorrência para a briga.

peugeot-208-gt-avaliacao-na-21

No lançamento, custava R$ 78.990, mais caro que o Renault Sandero RS 2.0, por exemplo, mas com uma proposta muito além do mesmo. Agora, o franco-brasileiro custa a partir de R$ 80.590, alcançando até R$ 82.280 na cor branca.

Além do conjunto propulsor ideal, o Peugeot 208 GT ainda reúne um bom pacote de equipamentos e um visual personalizado próprio, embora a marca tenha deixado sua aparência mais limpa, mas ainda assim os detalhes denotam que este 208 anda muito.

peugeot-208-gt-avaliacao-na-5

Por fora…

Nada de exageros estéticos. A Peugeot decidiu não carregar demais o 208 GT. A sua renovação visual já entrega um bom estilo ao hatch, cuja aparência é mais “premium” que a maioria dos concorrentes.

Para quem gosta de spoilers pronunciados, saias laterais, suspensão bem rebaixada e aerofólio proeminente, esqueça o 208 GT ou então adicione alguns acessórios para deixá-lo mais agressivo. O que indica ser o GT é a cor vermelha na grade frontal, assim como o nome Peugeot.

peugeot-208-gt-avaliacao-na-20

Há também escape duplo cromado, rodas de liga leve aro 17 com desenho esportivo e filetes vermelhos, defletor de ar e retrovisores pretos e lanternas escurecidas com linhas igualmente pretas.

Completando, teto panorâmico, barra prateada no teto, faróis com LEDs diurnos e luzes traseiras em LED. Não confundir GT com o 208 Sport, pois são muito parecidos. O logotipo GT aparece nas portas e tampa traseira para mostrar que este Peugeot não tem somente um mero pacote visual.

peugeot-208-gt-avaliacao-na-38

Por dentro…

No interior, a Peugeot adotou a política de agrade quem vai dentro primeiro. Assim, a personalização polida no exterior foi realçada no habitáculo. A começar pelo belo volante em couro costurado em vermelho com fundo chato, raio cromado, logotipo GT e faixa indicativa de posição do volante.

Como em todo 208, é muito pequeno e lembra um kart. Isso por conta do i-Cockpit, que oferece instrumentação elevada para ser vista acima da direção. O visual também é exclusivo e chama atenção pelo grafismo especial e detalhes em vermelho, além dos mostradores analógicos de combustível e água.

peugeot-208-gt-avaliacao-na-43

O painel tem textura central que lembra propositalmente fibra de carbono, além de detalhes cromados e em preto brilhante. A multimídia é completa e tem GPS, além de Jukebox, serviços conectados da Peugeot, Car Play, MirrorLink, câmera de ré, dados de consumo e performance, além de conexões USB, auxiliar e Bluetooth.

O ar-condicionado dual zone está naturalmente presente. Já a alavanca de câmbio tem pomo metálico e estilizado, enquanto os pedais são esportivos. Os bancos são envolventes e seguram bem o corpo. São revestidos em couro e tecido, tendo tonalidade cinza e vermelha, além de costura dupla de mesma tonalidade. As portas possuem apoios em couro com costura idêntica.

Teto e colunas são pretos e o vidro panorâmico dá um destaque a mais, como sempre, ao 208. As luzes de leitura e interna são em LED. Na traseira, o banco é bipartido com três apoios de cabeça e cintos triplos. O porta-malas tem espaço dentro do esperado: 285 litros.

peugeot-208-gt-avaliacao-na-59

Por ruas e estradas…

Na pista do circuito Virgílio Távora em Fortaleza pudemos experimentar o 208 GT quase em seu limite, mas no dia a dia, a coisa é diferente. Com 166/173 cv a 6.000 rpm (gasolina/etanol) e 24,5 kgfm começando em 1.400 rpm (qualquer combustível), o 208 já andaria muito, mas a Peugeot fez uma preparação para este GT.

Dotado de câmbio curto com seis marchas, não muito justas na alavanca, o esportivo pede para ser acelerado em tempo integral. Há indicação de mudança de marcha, mas não tente acompanhar.

peugeot-208-gt-avaliacao-na-53

O 1.6 THP não aceita bem manter um giro baixo durante a condução. Nas reduzidas para transpor uma lombada ou no trânsito pesado, a primeira tem de estar à mão, pois ele sofre na marcha acima. O giro abaixo de 1.500 rpm denuncia o lag, mas acima disso a coisa melhora, realmente empolgando acima de 3.000 rpm.

É fácil sair rápido e ver que o controle de tração simplesmente parece decorativo, chamando assim a atenção de quem está do lado de fora. Dá para ir muito além de 6.000 rpm e nada de corte. Nesse ponto, o Peugeot 208 GT já deixou muita gente para trás.

peugeot-208-gt-avaliacao-na-49

As retomadas também são condizentes com a performance do carro, que também tem direção bem direta, mas leve em manobras. O câmbio tem um curso um pouco longo, mas as trocas são precisas. A embreagem é um pouco mais dura que a do 1.2, por exemplo, reforçando a impressão real de um esportivo.

Na estrada, pode-se manter uma boa velocidade de cruzeiro de forma confortável, mas a condução com giro alto é a sensação do 208 GT. Nas curvas, o bom ajuste da suspensão confere estabilidade e segurança, sem nenhuma tendência de desgarrar-se. Em piso irregular, sofre um pouco, mas nada além do esperado.

O nível de ruído é bom e o ronco do motor – quando em giro elevado – invade sem cerimônias o ambiente do 208 GT. Por ser um esportivo e com motor turbinado, a sensação é boa. Os freios são mais do que suficientes (discos nas quatro rodas) para parar o esportivo da Peugeot. Na condução urbana, fizemos 8,5 km/litro e na estrada, 10,1 km/litro, ambos com o etanol fornecido pela Peugeot. No geral, agradou.

peugeot-208-gt-avaliacao-na-22

Por você…

Sem o Punto T-Jet, o Peugeot 208 GT tem como concorrentes mais próximos os Fiat 500 Abarth – por congelados R$ 94.000 – e o DS3 – saindo a partir de R$ 92.900 – pois o Renault Sandero RS 2.0 custa praticamente R$ 20.000 a menos. Por não ser tão pequeno e oferecer mais conforto, além de um pacote mais generoso, o francês se torna uma opção mais interessante.

Piloto automático, faróis de neblina com função curva, sensores de chuva e crepuscular, trio elétrico, assistente de partida em rampa, controle de estabilidade, repetidores de direção nos retrovisores, iluminação vermelha da multimídia, banco e coluna de direção ajustáveis e seis airbags são outros itens oferecidos de série.

Para quem procura um hatch compacto com pegada esportiva e sem chamar muita atenção, já que não há um pacote aerodinâmico associado mais agressivo, o Peugeot 208 GT se encaixa bem na escolha, ainda mais em um segmento que perdeu um membro bem conhecido e ganhou uma proposta caseira de baixo custo, essa nova alternativa feita em Porto Real surge em boa hora.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Peugeot 208 GT 1.6 THP:

Motor/transmissão
Número de cilindros – quatro cilindros, turbo, Flex
Cilindrada – 1.598 cm³
Potência – 166/173 cv a 6.000 rpm (gasolina/etanol)
Torque – 24,5 kgfm a partir de 1.400 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão – Manual com seis marchas

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – 7,6 segundos
Velocidade máxima – 222 km/h
Rotação a 110 km/h – 2.500 rpm
Consumo urbano – 8,5 km/litro (etanol)
Consumo rodoviário – 10,1 km/litro (etanol)

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Eixo de torção
Elétrica

Freios
Discos ventilados dianteiros e sólidos traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 17 com pneus 205/45 R17

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 3.975 mm
Largura – 1.702 mm (sem retrovisores)
Altura – 1.472 mm
Entre eixos – 2.541 mm
Peso em ordem de marcha – 1.196 kg
Tanque – 55 litros
Porta-malas – 285 litros
Preço: R$ 80.590

Galeria de fotos do Peugeot 208 GT:





  • fschulz84

    Eu tenho muita curiosidade em cima deste PUG.

    Gostaria de um dia ter a oportunidade de pegar um trecho de estrada cheio de curvas com ele :)

    • Ricardo

      O Fullpower disse que o Sandero RS é muito melhor de curva.

    • Leonel

      Nesse caso, eu penso que o Sandero RS 2.0 é muitoo melhor preparado. O 208 GT é muito mais pelo motor que o conjunto como um todo. O RS é um verdadeiro esportivo.

      • Mr. On The Road 77

        A Renault Sport é uma das melhores preparadoras do mundo…

      • just4think

        Leonel,

        O Sandero RS de fato tem uma preparação excelente, mas precisa ser visto que falta motor e por esse motivo ele vai bem de curvas, é difícil chegar no limite do carro. No ranking do acelerados vemos a discrepância de se comparar os dois modelos.

        208 GT em 1.09.160 – Atrás de fusca TSI e na frente de Mini JCW
        Sandero RS. 1.11.801 – Entre DS3 e Honda NSX

        Preparação pode ser um canhão mesmo, mas o 208 não ganhou esse tempo só por causa do motor.

    • kravmaga

      Eu não gosto de carros pequenos com motores fortes. Carros pequenos não dão a mesma segurança que carros médios e grandes nas curvas por terem pouca largura e centro de gravidade mais alto.

      Sou muito mais o 308 THP, mesmo que ande um pouco menos por causa do peso.

    • gtry

      Esse valor é lancer Mitsubishi certeza

  • Hendel Marques

    Pelo custo-beneficio, acho o Sandero RS muito mais interessante.

    • Gustavo73

      Para quem quer um esportivo sem dúvida. Mas não terá um pacote de equipamentos nem de longe parecido.

    • Leonel

      Eu também. Eu fiquei muito entusiasmado quando lançaram o RS, não comprei o mesmo porque não é o momento (meu momento) de trocar de carro, caso contrário, teria pego o mesmo. Já o vi pessoalmente, além de muito bonito, forte, tem um ótimo ronco rs

      • Fabio Marquez

        Em BH já é possível achar RS por pouco mais de 50k, fico com a mão coçando para pegar um quando acabar a garantia do meu carro atual, mas fico com medo do seguro e até da revenda, pois a desvalorização tem sido severa no caso dele…

        • Leonel

          Fabio, esportivos não são para quem se preocupa com desvalorização, é para quem realmente quer curtir o carro. É um carro que tu poderá curtir por 3 anos (com garantia de fábrica) ou mais ao máximo! Sobre seguro, faça uma cotação com o seu corretor, aí tu sana a dúvida.

  • Mr. On The Road 77

    Seu por R$ 75.000,00. É o preço que estão anunciando aqui no RJ.
    Melhor 206/207/208 que já tivemos no Brasil.

    • Cardoso

      Praticamente o preço de um Golf 1.6 manual, que é maior mas não tem o caracol mágico. (e nem o visual/acabamento esportivo)
      Caro é (como tudo), mas está interessante

      • Gustavo73

        O Golf se acha por 67/69 aqui. Mas são carros para públicos e necessidades diferentes. Espaço e desempenho diferentes.

        • Cardoso

          Não concordo, eu os considero interessantes. Na minha ótica, pensaria em ambos (com câmbio manual), em razão do preço semelhante. Um Golf 1.6 manual com teto ficaria então no mesmo preço.

          Por sinal, eu gostaria de ter tanto um Passat quanto uma Amarok, ambos na mesma faixa de preço.

          • Gustavo73

            Não consigo imaginar alguém que queira um carro com desempenho acima da média, levar em conta um Golf 1.6 com desempenho pacato. Da mesma maneira que alguém que nescessite de mais espaço interno e não pense em desempenho levar o 208 GT. Os preços são similar, mas não vejo o mesmo público olhando para os dois. Eu com um filho ainda me viraria e ficaria extremamente feliz com a pegada do GT, a minha irmã com dois filhos e nenhum apetite por desempenho ficaria muito mais feliz com o Golf.

          • Marcus

            Penso da mesma forma. Comigo não tem essa de nicho não. Quando vou comprar eu foco na faixa de preço e vejo todos que me agradam, independentemente de tipo de carroceria, motor e etc. Não vejo problema algum em gostar de Renegade e de Golf, por exemplo, mesmo sendo propostas bem distintas. Cabendo no bolso e gostando, não há mal algum.

            • Daniel Candido

              Bem falado.

            • Zoran Borut

              Para gostar, tem que estar dentro das expectativas que você procura, como bem disse o Gustavo. Se você for andar por estradas com piso irregular, uma Amarok faz mais sentido que um Passat. Se for andar sempre sozinho na cidade, um Golf pode fazer mais sentido que qualquer deles. Não é porque tem dinheiro para comprar uma RAM que a pessoa vai comprar 2 smart.

            • Ricardo Blume

              Esta é a forma que 90% dos brasileiros compra seu carro. Talvez pelo preço, pela oferta de modelos, sei lá. Nos EUA você compra não pelo preço mas pelo modelo que deseja. Aqui você limpa sua poupança vai na CCS e vê o que consegue comprar ou ao menos dar de entrada. O que mais vemos nas ruas são famílias de três e até quatro pessoas andando de carrinho popular, simplesmente por que não consegue adquirir algo melhor.

      • Diego

        Preço de um 308 THP tbm, que nem preciso comentar das vantagens!

        • Gustavo73

          Tamanho maior e menor desempenho.

          • Diego

            Nem tão menor assim !!
            Diferença de 192 kg.

            308
            De 0 a 100 km/h foram 8,7 segundos e 4,7 segundos na retomada de 60 a 100 km/h.

            208
            De 0 a 100 km/h foram 7,9 segundos e 5,8 s nas retomadas de 60 a 100 km/h.

            Pouca diferença pra ter um carro maior e mais confortável, com cambio AT6 pra quem preferir.

            • Gustavo73

              192 kg são um adulto e dois adolescentes dentro do carro. Sendo mais leve o desempenho dinâmico do 208 será melhor é isso que quem compra um esportivo está atrás. Se fizer as retomadas no manual sem mudar as marchas vai ser assim mesmo mas o at reduz sozinho, duvido que quem dirija o GT manual faça a retomada em sexta ou até quinta marcha, à 60km/h vai puxar uma terceira.

            • GABRIELCSFLORIPA .

              Quase 1 segundo no 0 a 100 é muita coisa e essa diferença só aumenta quanto mais vc acelera.
              Não se deve comparar retomada de automático com manual.

            • Mr. On The Road 77

              Seria o meu caso. kkkk

            • RyanSX

              Nesse caso eu iria de 408 e seu generoso espaço traseiro (bancos e porta malas).

        • Marcus

          Tudo tem vantagens e desvantagens. 308 já tá em final de vida, sem contar que esse facelift foi de gosto muito duvidoso. Já o 208 ainda tem um belo caminho pela frente e um design arrebatador. Sem contar o interior, muuuito superior ao já datado do 308. Já este, por sua vez, tem o AT6… enfim, vai do gosto de cada um.

        • Mr. On The Road 77

          Com R$ 75.000,00 aqui não RJ eu acho que não leva um 308 THP não…

  • EJ

    Como seria interessante se o 208 GTi e o Sandero R.S. emplacassem em vendas. O mercado de usados seria um lugar muito mais feliz. Se ao menos o pessoal comprasse menos SUV pra andar sozinho na cidade, em trechos plenamente asfaltados.

    • Diego

      Se colocarem um motor turbo no Sandero já sobe algumas posições no ranking de vendas. Junto com acabamento melhor e teto solar fica em primeiro.

      • GABRIELCSFLORIPA .

        Mas colocando oq vc citou, o preço ficaria no mínimo igual ao do 208 GT que não está nem perto de ser lider em vendas.

      • Daniel Candido

        Renault poderia fazer um R.S. 190 / 210. Com o motor que estava no Fluence GT :)

      • Gomes

        Verdade, se a Susana Vieira tivesse 50 anos a menos o rosto e o corpo da Giselle Bunchen, ia ficar mais show que a Bruna Marquezine…

  • Cardoso

    Pra quem está afim de levar pra casa um carro manual bem apimentado, é uma boa oportunidade.
    Eu atualmente estou num relacionamento frutífero com os automáticos, mas quem sabe no futuro sinta saudades dos manuais.

  • Rômulo M.

    Só queria entender pq um preço tão alto. Além da perfumaria e do motor a Pug fez alguma preparação especial nesse carro? Pq fazendo uma comparação meio esdrúxula o C4 Lounge, com o mesmo thp e câmbio manual custa 69.900,00, sendo de categoria superior. Ou seja, a perfumaria esportiva deve custar bem mais caro que o motor em si.

    • Cardoso

      São coisas diferentes…
      Por 150/160 mil vc pode comprar uma (também de toque esportivo) BMW 320i ou um (puramente esportivo) Golf GTI, dos mais completos ainda, que só falta dirigir sozinho.
      Pra pegar o motor igual: O golf GTI pode alcançar o preço de um Passat com mesmo motor (165 mil) e ultrapassa o Audi A3 2.0…
      Esse PUG tem 6AB, teto, ar dual, acabamento caprichado, bancos esportivos, deve ter também uma pegada bem diferente de um pacato C4.
      Outro exemplo: vc tem ideia de quanto custa um A 45 AMG 2.0 (carro do tamanho de um Golf)? Mais caro que um Classe E…

      • Diego

        Forçou nesse preço hein, é Golf blindado??? GTI parte de 120 mil.

        • Gustavo73

          Ele está se referindo ao GTI com todos os opcionais é isso mesmo. Na tabela.

        • Cardoso

          Completo custa 162.979
          O Passat parte de 158.190, com exatamente o mesmo motor 2.0
          Se tem desconto eu não sei, mas esses são os preços.
          E vc disse bem: ele “parte” de (…).
          Só que é raro ver um GTI sem xênon… A maioria é completo (ou com alguns opcionais)

    • Marcos Vinicius Bittencourt

      Perfumaria esportiva: 250kg a menos, entre eixos mais curto, cambio com escalonamento reduzido, amortecedores recalibrados, carroceria menor…

    • Gustavo73

      O C4 THP pra começo de conversa não tem um pacote de equipamentos similar. Teria que ser a versão top. Fora que esportivos por natureza custam mais.

      • leomix leo

        Já eu considero o RCZ um esportivo, esse Pug não é mais que um carro compacto com motor sobre alimentado. Apesar de ser o mesmo motor a dinâmica na pista é completamente diferente.

        • Gustavo73

          O RCZ tem um desenho mais esportivo mas não terá o mesmo comportamento dinâmico até pelo at epicilico. Na Europa tem a versão com 200cv e câmbio mecânico igual ao 208 GTi.

    • O preço (infelizmente para o consumidor) é determinado pelo preço que o mercado (ou uma pequena parte dele) aceita pagar pelo produto, não pelo que custa pra produzir em comparação com um sedã maior.

      • Debraido

        Perfeito

      • Rômulo M.

        Infelizmente é assim, mas é assim pq o consumidor cultiva esse pensamento. No que eu quis dizer e não sei se fui bem compreendido é pq “cola” no mercado um modelo compacto, cuja concepção e custo deve ser bem inferior a um modelo médio custa tão mais caro adotando tecnologias já presente na marca. Os itens de perfumaria que me refiro são as diferenças meramente estéticas, pois os itens do conteúdo dessa versão já estão presentes na versão Griffe que custa 20mil a menos, itens de alta performance o vendedor não me indicou nenhum além dos freios a disco sólidos, de resto foram apenas recalibrações nos amortecedores, suspensão, direção, etc.
        PS. Isso pq eu recebo as tabelas de preços de pessoa jurídica, onde o carro saia a 65.900,00 por 83mil reais que era o preço na pessoa física seria impensável pra mim.

      • just4think

        Correto.

        Quando fiz a avaliação do 208 GT comparei N fatores. Como só posso ter um carro e queria ter um esportivo, esse carro me serviu perfeitamente. Sou solteiro, Sandero RS não estava na categoria de carro que procurava, seguro baixo, não chama muita atenção, desempenho satisfatório, opcionais satisfatórios, garantia (Não tenho tempo p dor de cabeça com carro), e outros mimos e….. óbvio, coube no meu bolso, era a faixa de preço do carro que procurava. Poderia pegar um Sedã, um carro maior, mas… eu não queria. A peugeot faz isso pois não tem concorrência.

        Quando levei um senhor amigo meu para dar uma volta, ele achou o carro barato (eu não acho). Isso é muito relativo, eu acho Golf GTI caro, tem gente que não, hehe. Tem cara que paga isso em uma moto.

        Há um detalhe, sempre que coloco o carro em um lugar que posso usar o desempenho dele, me esqueço quanto eu paguei.

        Abs.

        • Eduardo

          Amigo, de q Estado vc é? Aqui no Paraná, pelo menos na minha cidade q é pequena ainda não vi nenhum além do meu e também já rodei por outras cidades e estradas dentro do Estado e toda vez q vejo um já procuro identificar os detalhes característicos do GT mas sempre são os 208 “normais”. O meu atingiu os 3100 km rodados ontem.

          • just4think

            Eduardo,

            Sou de São Paulo mas mesmo por aqui é difícil encontrar. Eu não vi outro além do meu que está com 3200KM. Difícil inclusive encontrar alguém para conversar sobre ele.

            Eu tive alguns problemas para acostumar com o cambio no começo, muitas vezes não consegui engatar a terceira marcha, mas agora já paguei o jeito. Está gostando do seu? Abs!

            • Eduardo

              Hmm seria interessante ver quantos GTs são vendidos mensalmente, deve ser um número baixo.

              Nossa quilometragem tá praticamente idêntica. Como tá em questão de barulhos internos? O meu começou a apresentar uns grilos no painel, logo acima do velocímetro. É só segurar apertado que para, e são raras as vezes q fica fazendo esse barulho, acho q foi a terceira vez ontem, isso com 3 meses com o carro, e começa mas para pouco tempo depois.

              Tbm tive e vez ou outra ainda tenho problemas com o câmbio e embreagem, ao ponto de dar uns “trancos” leves após a troca de marcha. Talvez seja questão de se acostumar com o carro.

              Notei ontem um fio preto preso à parte inferior daquela peça q encaixa o cinto, e achei bem estranho por estar preso com fita isolante, isso no lado do motorista, e o fio vai até pra baixo do banco. Parece gambiarra. Vou ver até onde vai e vejo na concessionaria depois.

              Fora isso tá tudo de bom :D. E o seu uso com ele, ó alegria?

    • Zé Mundico

      São dois públicos diferentes.Quem compraria um C4 Lounge passaria longe de um 208 e vice-versa.
      E o que faz o preço de um carro é a percepção do valor no mercado (ou a necessidade subjetiva desse produto), e não o valor dos materiais utilizados na sua fabricação.

  • Hernan Carlos Granda

    Quando foi testado na Argentina destaco na perfomance , motor, etc mais ha criticas na qualidade de montajen com muitos ruidos internos .

    • Linkera

      Salvo engano, a versão que tem na Argentina é a GTI, legítima, de 2 portas e com a programação de 200cv no THP.

      • Gustavo73

        Sim, imporatada da Europa. Bi um branco Nacrê em Buenos Aires, lindo!

      • Hernan Carlos Granda

        Nao, antes SIM era a Gti e Xy Ágora temos so a gt brasileña

  • Louis

    Belíssimo.
    Resta saber se este também está capado da barra de proteção nas portas.

  • Leonel

    É um belo esportivo, mas já que citaram o Sandero RS, aproveito para falar o que o mesmo custa praticamente R$20 mil à menos e o considero realmente esportivo, pois mexeram em suspensão, molas, aerodinamica e afins…é um baita carro inclusive para trackday. O 208 GT ao menos foi muito bem equipado no motor, o conhecido THP.

    Eu não desembolsaria essa diferença para ir de 208, ficaria no Sandero RS mesmo. Tirando o preço que eu acho muito caro (não deveria ultrapassar os R$75 mil), é uma opção interessante para quem quer abandonar o racional.

    • leomix leo

      Nunca vi um SanderoRs aqui em minha cidade, na Vdd ando bastante em Ssa e tb nunca tive a oportunidade de ver um de perto.

  • Ricardo

    Na teoria deve andar mais que o Golf TSi, será que na prática andará!?

    • Artur

      Que o TSI sim. Que o GTI não.

      • Leonel

        Penso que o GTI é o carro mais rápido e potente (potência e torque) produzido no país. Antes, era o Jetta Highline 2.0 TSI. A VW sabe fazer carro, isso ninguém pode negar rs. Para fechar, seria covardia comparar o Golf GTI com esse 208 GT rs.

    • Leonel

      Eu acho que anda mais que o 1.4 TSI não hein…se andar, acredito que a diferença é mínima. Apesar de 1.6 Turbo, se olhar potência e torque, são praticamente os mesmos e como a PUG não investiu em suspensão esportiva e etc, deve ser igual.

      • Marcos Vinicius Bittencourt

        O 208 é mais forte e mais leve, porque não andaria mais?

        • Leonel

          Por isso eu disse “acho”. THP: 173 cv e 24,5 kgfm; TSI: 140 cavalos e 25,5 Kgfm.
          Claro que tem outras questões envolvidas, como aerodinâmica, peso e etc, mas esse 1.4 TSI é um motor bem forte. Enfim, seria interessante verem ambos “lado a lado”, mas a pegada do Golf TSI não é ser esportivo, o que não seria “justo”.

          • Andersonmv

            Apesar da relação cv/kg ser melhor no pug, o dsg do golf troca muito mais rápido que qualquer manual….

        • Diego

          22 kg mais leve o 208, na pista isso não muda nada !

          • Marcos Vinicius Bittencourt

            O 208GT é mais rapido que o Jetta TSI 211cv na pista… o golf leva muita benga!

          • rafael morozini

            Muda ! 10 kg a menos de um viper time attack é relação ao normal o fez bater o recorde de laguna seca !

        • just4think

          Anda mais sim, já fiz a comparação, o TSI é bem forte, mas não tem o mesmo folego, abri bastante e busquei fácil também. Mas ambos são excelentes, sou fã da Golfera. Abs…

      • Fillipe Youssef Saad

        Na volta rápida do programa acelerados ele andou mais rápido que o jetta 2.0 tsi.

        • kravmaga

          Na mão de um piloto pode até ser porque é um carro sem tanta eletrônica de segurança para evitar abusos, mas para um motorista comum acho difícil explorar todos os limites do 208GT. Estradas também não são pistas de corrida onde um abuso pode acarretar no máximo uma saída de pista.

          O Jetta não é um esportivo, mas apenas um sedã médio confortável com um motor e câmbio caprichados, bem acima da média do segmento. Dá para se divertir com muita segurança e conforto.

          • Fillipe Youssef Saad

            Concordo com o que você dissesobre o Jetta, mas o pug também tem os itens de segurança ativa e passiva que o Jetta tem. De qualquer forma, um carro andar mais rápido na pista não significa que seja melhor que o outro.

      • Ricardo

        Num autódromo boto fé q o Golf anda mais devido ser bem melhor de curvas!

      • Gabriel Oliveira

        até o 308 thp anda mais que o golf 1.4, o 208 espanca com força.

      • Bruno

        Amigo, tenho um DS3, que tem o mesmo motor (165cv) e te falo, o Golf TSI toma e toma feio, não da nem pra brincar com ele.

        O DS3 ORIGINAL saindo parado leva o JETTA TSI 2.0 até 140~160km/h, a partir dai o Jetta tem mais folego e vai abrindo devagar.

        Agora o GTI é outras história, aquele anda, e anda de acordo

        • Leonel

          Oi Bruno. Eu acho que há um certo exagero de sua parte no “toma e toma feio”. Como eu disse, ambos tem torque muito parecido. No caso do DS3, o mesmo é focado em desempenho, é esportivo, longe disso o Golf TSI. Não estou falando que o TSI anda mais que o DS3, mas não acho que leve uma surra.

          Sobre levar o Jetta TSI 2.0, eu duvido e muito rsrs…são mais de 4 kgfm de torque e 50 cv de diferença. Sei que há diferença de peso, mas eu não acredito nisso. Se levar, é por míseros segundos.

          Em relação ao GTI, nem há o que comentar, são 220 cavalos e 35,7 kgfm de torque…é sem dúvidas o carro mais rápido produzido no país.

    • Jurandir Filho

      308 thp já anda junto, 208 gt deve voar

  • Fanjos

    “A Peugeot decidiu não carregar demais o 208 GT”

    Anota essa dica ae Fiat….

  • Fanjos

    A calculadora multiplicadora de valor de seguro chega a tremer!

    • Gustavo73

      Já vi isso acontecer na minha frente.

      • leomix leo

        Kkkkkkk

        • Gustavo73

          É sério. Em 97 estava para comprar um Gol TSi 2.0 na época a minha seguradora era a BB. Fui fazer uma cotação, o carro na época custava 24 mil reais e queriam me cobrar mais de 4 mil de seguro. Afinal um Gol 2.0 com 110 cv na época era esportivo. Enfim durante a argumentação e eu reclamando dos valores outro cliente entrou na conversa. Ele estav segurando um Audi A3 1.8T 150cv ( na época ainda o modelo importado) faixa etária parecida. Mas dele a BB cobraria dois mil e uns quebrados, lembrando que o carro custava o dobro ou algo parecido. A desculpa? O meu era esportivo o dele para a seguradora não. Só comprei o carro pois queria muito e consegui uma seguradora que me extorquiu menos 2100 reais.

    • leomix leo

      Acho que ela fumaça antes de tremer.

    • just4think

      Fanjos,

      Por incrível que pareça eu me assustei positivamente quando fiz a cotação. Cerca de R$2.300 reais. Sou de São Paulo, menos de 30 anos, solteiro.

      Abs.

  • Diego

    Parei de ler em R$ 82.290 !!!!!
    Queria saber o número de vendas desse modelo, não acredito que seja mais que 50.

    • rafael morozini

      Ae então vá no preço da volks e escolha um golf 1.4 highline manual e irá parar em módicos R$ 99.990 !

  • Esse preço mata qualquer possibilidade desse carro deslanchar no mercado brasileiro, pena.
    Se custasse 69 mil venderia igual a água.

    • Mr. On The Road 77

      Na prática, está custando R$ 75.000,00 no RJ. E nunca vi nenhum por aqui.

  • quantas unidades vendeu até hoje? Imagino pouquíssimas, já é difícil ver sandero rs na rua…

    • Mr. On The Road 77

      No Clube Peugeot só apareceram dois donos até agora…

      • Gabriel Oliveira

        Já vi mais no face e 1 desses aqui na minha cidade.

  • GABRIELCSFLORIPA .

    10% de desconto quando faturado em nome de Pessoa Jurídica.

  • mauricio

    ds3 anda mais por causa do overboost, pelo visual e motor sou mais esse 208 que o sandero por ser aspirado

  • Elvis s

    Sei que nem sempre converter as moedas é o melhor princípio para comparar o preço de um carro, mas se entrarem no configurador da Peugeot francesa verá a versão do 208 GT 1.6 THP saindo por 23650 Euros, ou por volta de R$ 87000,00. Com isso em mente, não acho que o caro está caro, a Peugeot é uma empresa internacional que visa lucro no mundo inteiro, nós é que somos pobres. Não creio que a política de preço internacional da marca tem que se adaptar ao Brasil. Prefiro que mantenham o preço e o produto no mesmo nível internacional do que adaptarem o produto para caber no nosso bolso e oferecerem as porcarias exclusivas para o nosso mercado que algumas fazem.

    • rafael morozini

      Lá e a gti por esse valor aquela tem 2 portas e 200 hp

      • Elvis s

        É o Gt mesmo: 208 GT 1.2 Thp 20.650,00; 208 GT 1.6 Thp 23.650,00; 208 GTI 1.6 Thp 25.900,00; 208 GTi By peugeot sport 29.300,00…

        • rafael morozini

          Achei caro … lá e aqui

  • Darlon Anacleto

    Brasileiro ainda é muito imaturo em relação a modelos de carros e suas pretensões. Lá vem o povo comparar o 208 com Golf, com 308, que com o preço de um, leva-se o outro e tal… cada um tem sua proposta, seu nicho, sua clientela. Comparar simplesmente valor X valor não cabe neste caso.

    • Zé Mundico

      De fato, ainda vai aparecer gente dizendo que com esse dinheiro compra uma BMW 2006.

      • leomix leo

        Eu mesmo em 2013, comprei um civic 2012, o pessoal me chamou de burro pq pague 45 mil na época e com esse valor eu poderia ter pego um Onix, lançamento da Chevrolet, completo e ainda sobraria dinheiro. Mais a minha necessidade de um carro mais confortável e seguro prevaleceu, estou muito feliz com o mesmo e foi a melhor escolha que fiz.

    • just4think

      Fiz um comentário há pouco sobre isso…. No mundo de alguns me parece que um comprador ficaria indeciso entre um porsche 911 ou um Golf GTI. Essas comparações não tem sentido.

  • pedro rt

    prefiro mais o sandero RS q o 208 GT

  • The Monster Man

    Por 20 mil a menos seria interessante.

  • Carlos

    Incrível como o tempo passa e as coisas mudam. Um carro desses é um sonho pra mim. Tirei minha habilitação em 1997, convivi com fiesta 1.0 motor endura, palio 1.0 fiasa, gol 1.0 cht, todos pelados. Hoje tenho um hatch medio 1.6 aspirado, e vejo galera malhando e esnobando um 208 com mais de 170cv e torque de 3.0, e cheio das malandragens e mimos no interior. Meus jovens, vcs deveriam ter dirigido nos anos 90 e 2000. No inicio dos anos 2000, eu venderia minha alma e minha mãe por um carrinho de baixo “custo benefício” desses.

  • Romulo’

    O único concorrente direto desse carro mesmo é o DS3.
    O 500 Abarth tem uma proposta muito maior de carro de fim de semana. Não da pra ter como um carro único, aliás até dá, mas não com a mesma comodidade que um hatch para 5 pessoas.

    O Sandero, apesar do bom desempenho, não descola muito em relação à outros bons 2.0 do mercado. Além de ser bem mais simples em todos os aspectos. A Renault sabe disso e por isso vende ele tão abaixo dos concorrentes. É um carro mais barato, sem tanta tecnologia, e que tem um bom acerto de motor e suspensão.

  • Ricardo Blume

    Talvez um semi-novo com 1 ou 1,5 de uso. Só ai você consegue o veículo 10, 12 k a menos do valor de um zero e ainda consegue usar por mais 1,5 ou 2 anos até a garantia se esgotar e você passar o carro adiante. Peugeot são carros excelentes mas com uma depreciação monstra e preço de manutenção de assustar.

    • Romulo’

      Conte sua experiência pra gente sobre a manutenção de assustar.
      Estou no meu segundo e gasto o mesmo de veículos de mesma categoria. É sempre a velha lenga-lenga de sempre.

  • VCD 2.0 16V

    Gostei do novo visual do site. Parabéns equipe da NA.

  • Pedro Cunha

    Francesinho muito, muito interessante.
    Estilo bem adequado á proposta e motorização. “Sexy sem ser vulgar”.
    Perfeito seria mesmo com o número certo de portas: 2. Mas, daí já é pedir demais. Povo bananiense já está agradecido por ter mais um verdadeiro esportivo á disposição no mercado.

  • Schlatter70

    Esse carrinho é maravilhoso. Mas como tenho família, acharia melhor juntar um pouco mais e levar o 2008. A pedida dele podia ser um pouco menor. Por volta dos 70K estaria bem pago.

  • Anderson Moraes

    cara, na moral.. o caro é lindo e tal.. mas, 80k?? NAO

  • Ricardo Blume

    O maior problema deste brinquedo é um só: seu preço. 65 k, talvez 70 estaria muito bem pago. Cliente satisfeito e a Peugeot com grana no bolso.

  • just4think

    Parabéns por não insistirem na comparação entre 208 GT e Sandero RS. Fora o fato de serem compactos com bom desempenho, não há mais nada a se comparar. Não consigo entender essa insistência da imprensa em fazer essa comparação surreal. Não se compara Golf GTI com 208 GT e não se compara 208 GT com Sandero RS, simples assim. Os carros não estão no mesmo nível.

  • fabio

    Considero um baita puxa saquismo ficarem dizendo que o Sandero RS é um VERDADEIRO ESPORTIVO. Os outros esportivos são esportivos de mentira, de fingimento, de faz de conta? rsss. Nunca vi, por exemplo, algo ser da cor branco, e outra ser da cor VERDADEIRO BRANCO, rsss. Existe algum branco que não seja verdadeiro o fato de ser branco? rsss. Se um carro é classificado como esportivo, é porque é VERDADE que ele é esportivo. E se é verdade, já está implícito o fato de ele ser um verdadeiro esportivo. Caso contrário ele não seria nem classificado como esportivo. Quando você compara dois carros esportivos, um deles pode ser mais rápido, melhor nas curvas, o câmbio melhor, suspensão, etc… Mas isso não significa que esse que é melhor, seja então um VERDADEIRO ESPORTIVO, e o outro seja SÓ esportivo. Entendo que falar usando o termo “VERDADEIRO ESPORTIVO” seja apenas uma forma INVENTADA para depreciar os outros carros que TAMBÉM SÃO esportivos, mas que por algum motivo, a pessoa decidiu que quer colocar o Sandero RS num pedestal, e aí inventa esse termo. Só que usar esse termo, do ponto de vista lógico, está errado.

  • Eduardo

    Rapaz, acho q essa foi a avaliação de um carro q mais demorou pra sair (isso é um comentario, não uma crítica).

    Peguei um GT branco igual o da matéria e o sorriso se abre toda vez q piso no pedal, é algo impressionante. Voltei de uma viagem ontem e em um trecho o carro estava com 5 pessoas e o porta malas com uma mala gigantesca e pesada, e eu pisava nas ultrapassagens e ele ia numa boa hahahaha, é demais. No retorno então, com apenas 2 pessoas, nao preciso nem dizer nada…

    Esse ponto é relevante:
    “O 1.6 THP não aceita bem manter um giro baixo durante a condução. Nas reduzidas para transpor uma lombada ou no trânsito pesado, a primeira tem de estar à mão, pois ele sofre na marcha acima”.
    Realmente isso é bem chato, até consigo sair em segunda dosando bem a embreagem em conjunto com o acelerador, mas tem vezes q tem q voltar pra primeira.

    Os freios são excelentes, não dá pra concordar com a primeira avaliação q saiu do carro dizendo q não eram adequados. Freia demais.

    • Bruno

      Amigo, é que voce não conhece esse carro remapeado (chipado), fica absurdamente bom, e esse lag de primeira e segunda marcha some tudo no remap.

      Caso queira, te indicio o melhor remapeador de THP do Brasil.

      Abraços
      obs: Tenho um DS3

      • Eduardo

        Então parceiro, até penso em fazer esse tipo de modificação posteriormente, mas isso beeeeem lá pra frente hahahaah. Sabe dizer quanto fica o remap, pra q eu já possa ter uma noção?
        Fantástico carro o DS3, só tirei da lista pq pra mim as quatro portas seriam mais convenientes já q geralmente carrego mais gente junto.



Send this to friend