BMW SUVs

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O BMW X3 é um SUV de grande sucesso da marca alemã. Ele surgiu depois da BMW X5 e já tem nada menos que 15 anos de produção!

Está buscando informações a respeito do BMW X3? Neste artigo falamos bem a fundo de todas as suas gerações e modelos, confira:


BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O BMW X3, que aliás compartilha a plataforma com a Série 3, já está na sua terceira geração.

A primeira abrangeu os anos 2003 a 2011, a segunda foi de 2011 a 2017 e a terceira chegou em 2018. Veja inicialmente como o BMW X3 nasceu:


BMW X3: o nascimento através do xActivity Concept Vehicle 2003

Apresentado ainda sob a forma de conceito, o BMW X3 chegou ao mundo como xActivity Concept Vehicle.

O conceito foi apresentado durante o Salão do Automóvel de Detroit 2003 e adiantava muito do que seria visto no modelo de produção que seria mostrado meses depois.

O BMW X3 conceito tinha basicamente o formato que o SUV teria, mas com um diferencial: por ser um conceito ele não tinha teto fixo e funcionava como um conversível de barras fixas, conceito semelhante ao que encontramos atualmente no Fiat 500C, por exemplo.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Na dianteira já podíamos ver que o conjunto ótico vinha com um recorte irregular próximo das luzes de indicação de seta.

No conceito a grade dupla característica da BMW era de tamanho diminuto, e as entradas de ar tinham desenho mais retilíneo, com os faróis de neblina redondos e posicionados bem abaixo dos faróis principais, como uma característica padrão dos modelos da linha X, como no X5.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Na traseira o conceito tinha apenas a parte de baixo da tampa do porta malas, que abre normalmente para baixo.

As lanternas tinham um recorte irregular com uma faixa branca no meio delas que sinalizava que ali haviam as luzes de indicação de ré e seta.

Já o painel do conceito era extremamente minimalista, mas muito bem-acabado. Adiantava muito do que seria visto na versão de produção do BMW X3.

BMW X3 2003 – 2011

Depois da apresentação do conceito no Salão do Automóvel de Detroit em janeiro de 2003, a marca apresentou o BMW X3 final em setembro do mesmo ano, mas no Salão do Automóvel de Frankfurt na Alemanha.

O novo BMW X3 herdava muito do que já tinha sido visto no conceito de janeiro e agora apresentava um teto fixo.

Também tinha o uso da plataforma do BMW Série 3, aproveitando também várias de suas tecnologias embarcadas e motores.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O novo BMW X3 apostava na versatilidade com o sistema de tração inteligente da marca chamado xDrive, que poderia auxiliar o modelo em situações das mais diversas.

A primeira geração do BMW X3 foi produzida em parceria com a Magna Steyr de Graz na Áustria, e diferentemente do que estamos acostumados, a marca chama sua linha X de Sports Activity Vehicle, ou Veículo de Atividade Esportiva – SAV em inglês, ao invés de SUV.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Por utilizar a mesma plataforma do Série 3, o BMW X3 se aproveitava também de um bom espaço interno com medidas generosas, mesmo que ligeiramente menor que o BMW X5 que utilizava a base do Série 5.

O BMW X3 de primeira geração tinha 2,79 metros de entre eixos e 4,5 metros de comprimento, o que fazia dele um SUV bem espaçoso e confortável para os ocupantes e com bom espaço para as bagagens no porta malas.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O visual do BMW X3 em muito se assemelhava ao do conceito BMW xActivity Concept Vehicle, mas diferentemente dele o teto era fixo e o para choque dianteiro tinha algumas mudanças claras em relação ao conceito.

A dianteira por exemplo tinha os faróis com recorte irregular na altura das luzes de indicação de seta, com um leve ressalto para cima.

Dependendo da versão, o BMW X3 tinha o para choque dianteiro pintado da cor da carroceria, ou pintado de preto fosco, como é o caso do modelo das fotos.

As luzes de neblina ficam em posição elevada como de costume da linha X, e a entrada de ar no para choque tem formato trapezoidal e é dividida em três seções.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Nas laterais, tanto as caixas de roda, quanto a base das portas são em plástico preto que ajudam a reforçar um aspecto aventureiro.

As janelas traseiras depois da coluna C são grandes e mais inclinadas do que as encontradas na X5 por exemplo.

Na traseira do BMW X3, as lanternas são diferentes do que são encontradas na linha X5, e ainda mais diferentes que as usadas no conceito.

Elas possuem um recorte irregular, com uma parte menor na tampa do porta malas que abriga um defletor de luz e a luz de ré, enquanto que a luz de freio e o indicador de seta ficam no para lama em posição vertical.

Diferente do conceito o BMW X3 tem a abertura do porta malas no formato convencional.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O interior trabalha com cores claras contrastando com cores escuras, como é o caso da versão abaixo.

Materiais de boa qualidade são vistos por toda a extensão do painel do BMW X3 original, assim como peças bem encaixadas e sem quaisquer rebarbas soltas ou peças mal encaixadas.

O SUV vinha com três opções de motorização a gasolina e duas a diesel, deixando assim um leque interessante de possibilidades para o consumidor.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Em meados de 2007 o BMW X3 recebe sua primeira atualização de estilo com um leve redesenho dos faróis que agora poderiam ganhar uma mascara cinza, além de novidades no para choques dianteiro que agora ficava mais parecido com o irmão maior, o X5.

Na traseira as lanternas ganham um novo desenho.

Agora a parte que fica no para lama é dividido entre as luzes de indicação de seta e a de freio, enquanto que a parte que fica na tampa do porta malas agora tem novo desenho mais retilíneo se comparado a versão original apresentada em 2003.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O painel do BMW X3 ganha novas texturas e novas opções de cores que permitem uma maior configuração do interior pelo consumidor.

Essa primeira geração do BMW X3 saiu de linha em meados de 2011 quando deu origem à chegada da segunda geração que ficava ligeiramente maior, bem mais equipada e leve em relação a primeira geração de 2003.

BMW X3 2011 – 2017

A segunda geração do BMW X3 foi apresentada durante o Salão do Automóvel de Paris de 2010 e vendido já como modelo 2011.

A produção do segundo BMW X3 saiu da planta da Áustria e agora passava a se concentrar na planta da marca na Carolina do Sul nos Estados Unidos.

A segunda geração ficou ligeiramente maior por contada nova plataforma para modelos da gama X.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Uma das maiores mudanças dessa geração era o fato do BMW X3 poder utilizar uma nova caixa de câmbio de 8 velocidades da alemã ZF.

Anteriormente o BMW X3 contava apenas com a caixa manual e automática de 6 velocidades.

Além da opção de tração nas quatro rodas – xDrive – o modelo passou a ter a partir de 2012 a opção sDrive que trazia a tração apenas no eixo traseiro do modelo.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

As medidas do novo BMW X3 deixavam ele maior e mais espaçoso que o do modelo de primeira geração.

Agora ele tinha 2,81 metros de distância entre eixos, 4,65 metros de comprimento, 1,88 metro de largura e altura de 1,71 metro.

A linha de motores a gasolina era composta agora por duas versões, e duas para os modelos que consumiam diesel.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O design na segunda geração do BMW X3 ficava mais elegante e mais limpo se comparado a primeira geração apresentada em 2003.

Agora os faróis dianteiros tinham um desenho mais retilíneo com as bordas mais arredondadas, os projetores eram redondos e contavam com os famosos “Angels Eyes”.

O para choque dianteiro do BMW X3 ficava mais encorpado e com desenho mais moderno, se assemelhando ainda mais ao X5.

Os faróis de neblina continuavam posicionados logo abaixo dos faróis principais. O porta placas dianteiro agora ficava numa peça plástica preta em formato de trapézio com os cantos mais arredondados.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

As laterais ganhavam um novo vinco que nascia no para lama dianteiro e se estendiam até as lanternas traseiras que estavam maiores e mais envolventes.

E por falar na traseira o BMW X3 agora contava com novas e belas lanternas traseiras que ainda tinham um desenho com recorte irregular, mas contavam com um desenho mais moderno muito próximo do que existia no BMW X5, por exemplo.

A parte da lanterna que ficava no para lama traseiro agora era maior e usava um tom de vermelho que abrigava as luzes de freio e de indicação de seta.

Um friso cromado cortava as lanternas e na parte que ficava no porta malas ficava um espaço para a luz de ré e de neblina.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O painel do BMW X3 ganhava um novo e moderno desenho, com aspecto mais elegante e ao mesmo tempo esportivo.

A ideia de separar a parte superior da inferior do painel com cores diferentes foi mantida nessa segunda geração.

Agora a central multimídia do BMW X3 ficava coberta pela mesma moldura do painel de instrumentos e ficava levemente inclinada para o motorista que tinha também controles disponíveis no volante que exibia um novo desenho.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

A partir de 2014 o BMW X3 ganhava um discreto facelift que se concentrava principalmente na dianteira com novos faróis que agora se conectavam a grade como acontece no BMW Série 3.

O para choque dianteiro também ganhava um novo desenho que ficava mais retilíneo e passava a impressão que o modelo tinha crescido.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Na traseira a maior modificação evidente era a base do para choque que ganhava um novo desenho mais encorpado e as luzes de neblina.

Por dentro o painel do BMW X3 ganha novas opções de cores e novos tons de acabamento interno.

O modelo ficou com esse visual em linha até meados de 2017, quando o modelo trocava novamente de geração e de plataforma e assumindo uma nova identidade visual que até então não era vista na linha X3.

BMW X3 2017 – presente

A terceira geração do BMW X3 foi revelada em junho de 2017 como linha 2018, e apresentou um novo design e uma nova plataforma para o modelo médio da marca Bávara.

O novo BMW X3 agora utiliza a nova plataforma da BMW, a CLAR, que está em outros modelos do grupo como o sedan grande Série 7, no médio Série 5, no novo SUV X7, presente também no novo Série 8 e no roadster Z4.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Por conta dessa nova plataforma o BMW X3 ficou maior, perdeu peso e está mais agressivo do que nunca.

Agora o modelo tem 2,86 metros de distância entre eixos, 4,71 metros de comprimento, 1,89 metros de largura e 1,67 metros de altura.

Na motorização o novo X3 também utiliza duas opções para gasolina e duas para diesel.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O design quebra uma série de paradigmas em relação aos modelos das duas gerações anteriores.

Os faróis ficaram menores e com visual mais agressivo, a grade dupla dianteira ficou ligeiramente maior e se desgrudou dos faróis como eram depois do facelift do modelo em 2014.

Agora o para choque tem visual mais agressivo com uma nova entrada de ar que abriga o porta placas.

E as luzes de neblina que sempre foram redondas dão lugar a novos projetores de LED menores e em formato mais retangular.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

As laterais agora contam com um vinco mais suave que parte do para lama dianteiro, é quebrado pelo volume criado próximo a coluna D e retorna para encontrar com as novas lanternas.

Ainda nas laterais, novas rodas de liga leve dão um ar mais moderno e agressivo ao modelo, assim como a nova janela da coluna D que ganha um desenho mais retilíneo se comparado as gerações anteriores.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Na traseira, a maior mudança fica por conta das novas lanternas em formato que muito se assemelham com as do BMW X5 2018, com luzes de LED e sem o tradicional recorte irregular da tampa do porta malas e no para lama.

A base do para choque também ganha um novo desenho mais agressivo e moderno.

No interior, novas tecnologias de controle por gestos vindos de modelos maiores como o Série 7 e 5, são um dos destaques do painel.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Por falar no painel do novo BMW X3, agora ele conta com um novo desenho, que é mais agressivo e muito mais moderno que das gerações anteriores.

O sistema de multimídia ganha destaque no painel e agora fica saltado acima das saídas de ar condicionado, e atende por comandos de voz ou por gestos.

Atualmente o modelo pode ser encontrado no site da montadora para o mercado norte americano por US$ 41 mil pela versão sDrive 30i e podem chegar até US$ 54.650 na versão M40i.

BMW X4 – um X3 cupê

Depois da atualização do BMW X3 em 2014 na sua segunda geração o modelo recebeu a companhia de um novo modelo para fazer parte da família X, e ser uma versão mais estiloso do modelo assim como o X6 é em relação ao X5.

O modelo se caracteriza também como um SAV e tem um design bem agressivo por conta do seu perfil alto e caimento brusco do teto em direção a traseira.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O BMW X4 é o resultado final do conceito apresentado no Salão do Automóvel de Shangai em 2013.

O X4 compartilha toda a base estrutural e motores com o BMW X3, mas tem algumas pequenas diferenças no visual como o novo para choque que tem desenho mais agressivo e as lanternas que tem desenho mais parecido com o que é visto no X6 por exemplo.

A base do para choque traseiro também tem desenho mais agressivo e conta com duas saídas de escape. O painel segue as mesmas características do X3, com apenas algumas alterações de padronagem e novos tecidos disponíveis.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Um novo X4 com nova carroceria e novo desenho é apresentado ao público em 2018.

O novo modelo tem um novo desenho frontal, mais agressivo que o modelo anterior, com novos faróis que muito se assemelham a nova geração do X3, bem como o desenho da grade dianteira que fica maior e mais robusta que a primeira geração do X4 apresentada em 2014.

As laterais ganham um novo vinco e a terceira janela da coluna D ganha um novo formato, realçando assim o aspecto coupé do modelo.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Na traseira a maior mudança fica por conta das novas lanternas traseiras que se assemelham ao do novo BMW Série 8 e Série 3 lançados recentemente.

Elas tem uma parte em LED em vermelho que lembra muito um “visto” com uma parte em cinza escuro onde ficam as luzes de indicação de seta e de indicação de ré.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O painel também muda drasticamente e fica mais agressivo e muito mais moderno que o modelo apresentado em 2014.

No mercado norte americano o modelo tem preços que começam em US$ 50.450 dólares pela versão xDrive 30i e podem chegar até US$ 60.450 dólares pela versão M40i.

BMW X3 no Brasil

No mercado nacional, o BMW X3 convive conosco desde sua primeira geração quando foi apresentado em 2003.

Por aqui o BMW X3 era mais comum nas versões intermediarias e topo de linha.

Sempre com opção de câmbio automático e tração integral, diferentemente do mercado europeu e norte americano que tinham a possibilidade de ter o modelo com câmbio manual e opções do modelo a diesel.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Atualmente na terceira geração, o modelo é produzido em Araquari em Santa Catarina em duas versões, a xDrive 30i e a M40i.

O BMW X3 nacional é o primeiro a sair daqui com algumas novas tecnologias.

O Driving Assistant Plus, atua em situações de trafego, cruzamentos, mudanças involuntárias de faixa e ainda promove a prevenção de aproximação indevida com o veículo a frente.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O modelo vem bem equipado com faróis em LED de facho adaptativo, sistema multimídia com sistema de áudio da Harman/Kardon com tela de 10,25 polegadas e disco rígido de 20 gigabytes.

A versão BMW X3 M40i vem com um motor 3.0 litros de 360 cavalos de potência e torque de 51 kgfm, associado a uma caixa de câmbio automática de oito velocidades e tração integral.

A mesma planta em Santa Catarina monta outros modelos da BMW, como o Série 3, o X1 e o X4.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

No mercado nacional o BMW X3 2018 pode ser encontrado por valores que começam em 309.950 reais na versão citada acima.

Para o X4 os valores começam em 324.950 reais, mas o modelo ainda não é o novo de 2018 e sim o de 2017.

BMW iX3

Sim, uma versão totalmente elétrica é esperada para os próximos anos na linha BMW X3.

Apresentado ainda como um conceito, o iX3 é basicamente como serão todos os modelos da linha X, só que sem o famoso ronco do motor V6 ou V8.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O modelo se junta a gama de produtos verdes da empresa a “i” que já oferece modelos como o i3, um modelo mais urbano de quatro portas com aspecto bem futurista e o esportivo i8, que mais parece um carro de ficção científica.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

A promessa da marca é que o modelo dê as caras como uma versão de produção em meados de 2021 e tenha ao menos 400 km de autonomia e potência mínima de 273 cavalos.

Lembrando que a BMW vende versões do BMW X3 no mercado nacional que vão de 252 a 360 cavalos, queimando combustíveis fósseis.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

O modelo tem um design mais limpo que a versão normal e conta com um novo desenho para a grade frontal que fica unificada e ganha um novo detalhe interno em azul.

O para choque também fica mais limpo sem a presença de uma entrada de ar grande e funcional.

O que temos no lugar é uma entrada de ar falsa com desenho menor e mais esportivo.

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)

Novas rodas também podem ser vistas nas laterais do modelo e na traseira a base do para choque perdeu as saídas de escape.

Provavelmente a marca leve o modelo ao Salão de São Paulo para avaliar a reação do público com seu SUV elétrico.

Lembrando que a Mercedes-Benz já tem uma versãpronta para vendas do GLC que agora atende pelo nome de EQC 400 4MATIC.

Ficha Técnica

BMW X3 M40i 2018

Motor: gasolina, dianteira, longitudinal, 6 cilindros em linha, 2.998 cm3, 24V, 82 x 94,6 mm, 11:1, 360 cavalos a 5.500 rpm, 51 kgfm a 1.520 rpm

Câmbio: automatizado, 8 marchas, tração 4×4

Suspensão: triângulos duplos sobrepostos (dianteira), multilink (traseira)

Freios:  discos ventilados (dianteira e traseira)

Direção: elétrica

Rodas e pneus: 245/45 R20 (dianteira) e 275/40 R20 (traseira)

Dimensões: comprimento, 471,6 cm; largura, 189,7 cm; altura, 167,6 cm; entre eixos, 286,4 cm; peso, 1.885 kg; tanque, 65 l; porta-malas, 550 l

Desempenho: 0 a 100 km/h em 4,8 s, velocidade máxima, 250 km/h

BMW X3: detalhes, versões, motores, equipamentos (das 3 gerações)
Nota média 5 de 2 votos

Avatar

Kleber Silva

  • Natán Barreto

    Não entendo essa necessidade de ir aumentando o tamanho dos carros. Atualmente o X3 tem praticamente o porte do primeiro X5. Além de descaracterizar os carros, embola a linha da BMW que já embolada com tanto SUV

    • th!nk.t4nk

      É importante nesse caso. Tanto o X3 quanto o X5 antigos eram apertados em várias dimensoes. Já tentou colocar 3 pessoas no banco traseiro de um X3 antigo? Uma desgraça. No novo resolveram isso, está BEM mais arejado. E em termos de dimensoes externas nao sacrifica nada, já que as ruas e vagas tanto na parte mais rica da Europa, quanto nos EUA, são bem largas. Nas cidades chinesas mais modernas também é tranquilo. Problema mesmo seria na Índia e Brasil, que são um aperto geral. Mas esses não são mercados significativos pra BMW, entao nao é pra eles que eles projetam as atualizaçoes.

      • Luis Burro

        Ah ñ concordo,afinal ñ são engenheiros?Como é q ñ conseguem arranjar uma solução pra aproveitar melhor o espaço?

        • th!nk.t4nk

          Pois é. Mas um problema real é o mesmo que acontece com o Série 3 (sedã): eles reforçam exageradamente a carroceria nos BMW pra ganhar em rigidez estrutural, e isso prejudica o espaço interno. Fazem isso porque é uma marca que prioriza comportamento esportivo sobre conforto e espaço. Bom, mas de qualquer forma o X3 nao é tao grande assim. É bem compacto até, considerando tudo. Um SUV médio bem padrão.

    • vicegag

      A Hyundai acha o mesmo que você (principalmente se for para o Brasil), no que se refere a nova geração do HB20.

  • rafael

    Em termos de estilo, sempre gostei da primeira geração, ao contrário de muitos. A segunda eu também acho bonita, apesar de ter ficado mais discreto e suave. Já a terceira, eu achei meio feia. E a versão X4, definitivamente feio, assim como o X6.

  • V12 for life

    3 gerações e a BMW ainda não conseguiu acertar o design desse carro.

  • Phantasma

    Essa primeira geração era muito feia, hoje é um carro lindo

  • th!nk.t4nk

    Esse é um carro que melhorou absurdamente com o tempo, em todos os aspectos (dinâmica, pack tecnológico, espaço interno, conforto geral, ergonomia, etc). Mas creio que no Brasil só irão avaliar o design e nada mais, como sempre.

  • Luis Burro

    Nossa,a da primeira geração era lazarenta,na segunda melhorou muito mas a melhor de todas visualmente é a atual,o msmo vale pro X4 apesar q eu ñ simpatizo muito com a proposta!

  • Hodney Fortuna

    Infelizmente uma SUV BMW mesmo a série 3 no brasil é só mesmo para milionários!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email