Carros elétricos podem ter vendas interrompidas nos EUA; saiba por que

lordstown endurance 3
lordstown endurance 3

A indústria automotiva americana está em alerta amarelo ou Defcon 3 se desejar. O motivo são pronunciamentos que, na visão de analistas, podem gerar milhares de desempregos nos EUA e jogar pelo ralo bilhões de dólares de duas origens.

Donald Trump, ex-presidente dos EUA, anunciou planos para interromper as vendas de carros elétricos se for reeleito. Além disso, também afirmou que seus planos incluem a reversão das políticas climáticas da administração Biden.

Da mesma forma, a redução das metas de emissões de escape e a redução dos créditos fiscais para veículos elétricos estão na pauta da agenda de Trump, se reeleito presidente dos states, segundo o site News 9 Live , citando outras fontes.

Com a declaração divulgada por vários meios da imprensa americana, as montadoras passaram para o modo de alerta, uma vez que pisar no freio dos carros elétricos e híbridos plug-in significará um enorme prejuízo.

Isso sem contar o impacto ao nível global, uma vez que o movimento americano pode acarretar um efeito dominó ou simplesmente isolar a “América” e seus fabricantes.

Uma das maiores preocupações com isso é os enormes investimentos que alguns fabricantes já fizeram e que outros pretendem fazer, como na Hyundai-Kia com US$ 13 bilhões, incluindo a produção de baterias da SK nos EUA, com mais US$ 5 bilhões.

William Clay Ford Jr., presidente executivo da Ford Motor, comentou: “Nosso prazo como empresa, nosso prazo de planejamento, é muito mais longo do que os ciclos eleitorais. Quando somos atacados por políticos, isso se torna muito difícil para nós.”

A reversão de políticas automotivas nos EUA e uma eventual “guerra civil ambiental americana” entre a Califórnia e Washington, colocarão o mercado americano em situação de perigo.

A Lei de Redução da Inflação, do governo atual, já forçou os fabricantes americanos e estrangeiros a produzirem carros elétricos nos EUA, gerando milhares de empregos. Só a Hyundai-Kia planeja 12 mil empregos.

Já a Tesla não se manifestou, mas obviamente o fim do bônus federal de US$ 7.500 seria um duro golpe em suas vendas, ainda que o próprio Musk possa cumprir o que prometeu a acionistas, vendendo seus carros a preço de custo, ganhando em serviços e produtos.

Estados republicanos como Texas e Flórida, por exemplo, já registram alta nas vendas de carros elétricos, atingindo consumidores tradicionalistas, sugerindo o começo de uma mudança no perfil do mercado americano.

 

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!
Categorias EUA

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X