Etc Longform

Coisas que a gente faz para tentar ganhar um carro Zero Km

sorteio-carro Coisas que a gente faz para tentar ganhar um carro Zero Km

Carro no Brasil é patrimônio, já sabemos. E custa caro, como também já estamos cansados de saber. Por isso mesmo é sonho de muita gente desde a tenra idade. Por que então não arriscar uns trocados ou dar preferência a lojas e produtos que sorteiam carros?



Eu mesmo amo concursos e sorteios. Culturais do tipo bole uma frase; promocionais do tipo responda à pergunta “Qual a cor branca da fachada do Magazine Joaninha?” e concorra a um carro no sorteio.

E nos últimos anos do tipo “Retweet esta promoção 44 mil vezes e ganhe um Nissan Tiida Zero Km” e “visite nossa fanpage no Facebook e participe do game interativo on-line”. No fim, o objetivo é o mesmo: andar de carro novo sem gastar nada ou gastando-se o mínimo possível!

Quem viveu os anos 80 e 90 deve se recordar das famosas promoções de margarina em que se recortava um selo na tampa e mandava-o pelo correio para concorrer a valiosos prêmios. Lembro-me que em casa compramos umas vinte Dorianas para participar de uma promoção que dava um carro de cor e modelo à escolha do ganhador sorteado.

Foi um tal de fazer bolo, fritar ovo na margarina e até passar um filme plástico na embalagem sem tampa para congelar a bendita. Eu escolhi um Santana vermelho…que nunca chegou.

Já por volta de 1993, a Nestlé utilizou o produto Nescafé para divulgar uma promoção semelhante, mas neste caso a escolha teria que ser entre uma Chevrolet D20, um Kadett GSi ou um Monza Classic. Optei pelo último. Até hoje espero. Paciência: a Dona Estatística mais uma vez não funcionou em meu favor.

Outra forma onde muitos tentam ganhar um carro é comprar uma raspadinha ou um título de capitalização do tipo TeleSena, ValeCap ou afins, que também oferecem prêmios em dinheiro, motos e casas mas que usam um belo carro como chamariz – Captiva, Hilux, Nova S10, entre outros, que podem valer igual ou mais que uma casa, atraindo mais a atenção do consumidor do que o imóvel, o que é algo curioso.

No entanto, muitos que compram tais títulos percorrem o caminho inverso: pensam no carro como uma forma de fazer dinheiro para comprar uma casa ou abrir um negócio. Existem ainda aplicações financeiras a partir de R$1.000,00 como o HiperFundo Bradesco que sorteia um carro por semana e uma casa por mês.

Neste caso, se você não ganha nada pelo menos não perde (muito) – em geral esses fundos rendem menos que a caderneta de poupança. No campo dos jogos de azar, eu me recordo dos “Bingões” que eram comuns até os anos 2000. Na quadra de esportes da minha cidade já foram sorteados um Gurgel Carajás e um Fiat Prêmio Zero Km.

Quem não teve sorte aqui foram os carros. Foram ganhos por dois cachaceiros. Ambos os automóveis trabalharam sem parar e sem receber manutenção, envelheceram logo e terminaram seus dias precocemente no ferro-velho. Agora, se você não é sortudo mas é valente ou beijoqueiro, para pessoas como você também foram criados desafios sob medida.

Lembra-se daqueles concursos que dão um carro para quem ficar mais tempo preso dentro dele? Ou premia o casal que ficar mais horas ininterruptas de pé se beijando? Pois é: há todo tipo de promoção maluca elaborada para quem quer deixar de andar a pé ou quer fazer dinheiro!
Todavia existem caminhos mais fáceis.

Grandes editoras, como a Abril, sorteiam anualmente um carro para quem dedica seu tempo para responder a uma pesquisa de hábitos de consumo e estilo de vida. O último carro sorteado foi um VW Jetta TSi. Que lamentavelmente não foi parar na minha garagem.

A Editora Abril, por sinal, através da revista Quatro Rodas, foi além de simplesmente sortear carros: encomendou à Puma e seus designers e mecânicos um modelo único, desenhado exclusivamente para sortear a três sortudos leitores. O carro em questão foi o Puma GT 4R (de 4Rodas), sendo um de cada cor. Isto aconteceu no ano de 1969.

E nos anos 90 a mesma revista resolveu presentear o mérito mais que a sorte. Criou o concurso “O Melhor Motorista do Brasil”, que consiste de uma prova de conhecimentos sobre legistação e sinalização de trânsito e de uma prova prática em uma pista de testes. O último concurso aconteceu no ano passado e premiou com um Citroën C3 AirCross o vencedor – um médico na casa dos sessenta anos de idade.

Agora, se você não é muito de jogos, desafios, concursos culturais e não gosta de responder pesquisas nem recortar ou enviar códigos de barras de biscoitos via correio ou SMS, basta utilizar suas compras rotineiras para aumentar as chances de ganhar um carrão, dando preferência a alguns estabelecimentos e utilizando seu cartão de crédito normalmente, pois Visa, MasterCard e American Express vivem sorteando prêmios em dinheiro, viagens e carros.

É preciso se cadastrar no site da administradora ou no caixa eletrônico do banco conveniado com o cartão. E fique de olho no calendário: nas datas comemorativas como dia dos namorados, dia das mães, dia dos pais, Natal e Ano Novo, o número de promoções em grandes magazines, Shopping Centers e Postos de gasolina aumenta sensivelmente!

Em breve devem começar as promoções do Dia dos Pais. Você presenteia o “velho” com uma camisa e pode ser presenteado com um Mini Cooper, um Veloster, um Kia Sportage e até um Porsche! Nada mau heim!?

E por falar em Porsche, lembro-me de um ganhador que ao ganhar um 911 foi ao Procon. Como assim? O Porsche já vinha emplacado e o ano modelo era do ano anterior, como se fosse hoje um carro 2011/2011. E no conceito dele isso era carro usado, não novo. Mesmo com IPVA quitado ele chiou. Sem comentários, né?

E por falar em IPVA, muitos já devem ter se perguntado: “Se eu ganhar uma Ferrari terei que “morrer” com o IPVA dela? E o Seguro?” Fique frio, pois a legislação de concursos e sorteios reza que o IPVA do ano corrente deve vir quitado. O seguro não, mas já li em alguns regulamentos que alguns possantes já vêm segurados como cortesia.

Uma outra modalidade mais informal, mas que ainda assim deve ser formalizada em órgãos federais é a rifa. Em geral é utilizada para fins beneficentes e para produtos de menor preço como TV, microondas e computador, por exemplo, mas já vi e comprei rifas de automóveis novos e usados em prol de alguma entidade sem fins lucrativos.

E por fim, uma outra alternativa, que não é um jogo mas sim uma forma de venda, são os leilões virtuais com lances de R$ 0,01 em que o cliente pode levar um produto com mais de 99 % de desconto. Os interessados compram créditos e dão lances de um centavo por vez, aumentando assim o preço do produto em R$ 0,01 a cada lance. Após 5 segundos sem outro lance maior ou após um horário limite, o internauta leva o produto. Um Renault Clio foi arrematado desta forma por R$ 13,51. Não é de graça, mas é quase, não acham?

E aí pessoal, algum de vocês já ganhou um carro – ou moto que seja – em rifa, promoção, concurso, sorteio, plano de capitalização, raspadinha, promoção de Shopping etc? Já!? Qual foi a sensação? Gostaria de saber, afinal eu nunca ganhei…

Por falar nisso, o NA está sorteando uma Honda CG 125… quem sabe não é agora que você ganha alguma coisa?

Por Gerson Brusco Gonzalez

  • ruback

    Meu Pai já ganhou um celta do banco nesses "investimentos" que tem sorteios de premios.

    Era azul, veio sem nada, a tabela na epoca era 21, vendemos por 19.

    • AndersonDak

      minha irma ja ganhou um fiat mille vermelho 2 portas sem nada em um sorteio de postos de gasolina. ela vendeu por 21 na tabela era 23 na epoca..

      • VHLC

        Meu pai ganhou uma zafira em 2002, em uma promoção do Banco do Brasil e Seguro Ouroauto, era só preencher os folhetos que ficavam nas agências, quem tinha só conta lá ganhava um corsa e quem tinha além da conta o seguro ganhava uma zafira.
        Veio na nota com o valor de 40 mil, ele usou 5 anos e vendeu por 36.
        Era basica, não tinha rodas de liga leve, farois de neblina e bagageiro.

  • AlexMa

    Carro é patrimônio?
    Que piada engraçada. Só no Brasil que compramos um objeto por 30 mil, usamos por 2 anos e queremos vender por 28 mil (quando não raro o sujeito quer vender por 30 mil – ou até mais).
    Um imóvel é diferente, realmente depois de um tempo de uso pode haver valorização (asfalto na rua, por exemplo), mas também pode acontecer de desvalorizar (maior incidência de crimes na região onde está localizado o imóvel, etc).

    Voltando ao assunto "carro", a verdade é: comprou por 30 mil, saiu da loja ele já valve 25 mil, passa 1 ano valerá 20 e por aí vai. É um bem de consumo que sofre muita desvalorização. NÃO É E NUNCA SERÁ INVESTIMENTO.

    Carro, até prova em contrário, é BEM DE CONSUMO DURÁVEL e como tal sofre depreciação/desvalorização.

    De certa forma o carro compõe o patrimônio, pois está sujeito a registro (Detran, por exemplo) e é necessário declarar ao Imposto de Renda, etc.

    • Filipe_GTS

      Só que tem que ver que o carro é um bem de alto valor. Uma geladeira, se estraga, vc pensa 2x antes de mandar consertar, pois a nova custa pouco.
      Uma pessoa pode ter 2 ou 3 carros de R$ 100.000 cada um, isso é sim um patrimônio. Numa partilha de herança ou dissolução de casamento, por ex., esses carros terão mais atenção que os bens da residência, etc.
      Eu também acho que a valorização excessiva de usados é um erro, mas deve sim ser levado em conta o fator "revenda", até porque o mercado de usados é bem aquecido no Brasil (tendo em vista o alto custo dos novos).
      Bom seria se os novos fossem baratos e os usados ninguém mais quisesse, ou seja, fosse tão fácil pra ter um novo completo que não seria preciso recorrer a um usado pra ter algo de categoria superior a popular 1.0

      • Hoosier 559

        EU nunca defendo cegamente essa história de que novo têm que ser barato e usado não valer nada…

        Imagine a quantidade de carros abandonados ou jogados por aí ocupando espaço e poluindo? Imagine o já caótico trânsito pior do que já está…

        Não acho uma boa idéia vc comprar um carro por 20 mil ou até menos (não acho pouco dinheiro), e depois de algum tempo vc ter que desembolsar mais 20 mil pra comprar outro. Quem ganharia com isso seriam mais uma vez as montadoras, e eu não gostaria de ver meu dinheiro ir embora pro ralo assim…

        Países que sempre valorizaram esse modelo de consumo estão vendo hoje as consequências…

        O que têm de ser barato são os itens de manutenção e segurança, além da mão de obra, isso sim incentivaria todos a terem carros um pouco mais antigos e bem cuidados.

        • Filipe_GTS

          Sobre o último parágrafo, tem que ver que a mão de obra barata é um problema. Tanto nas oficinas independentes quanto concessionárias, o serviço geralmente é ruim. Os mecânicos são virados nuns "zé marreta", e as peças genuínas são caríssimas, o que fortalece a pirataria e peças recondicionadas, que no geral são uma porcaria…

          • Hoosier 559

            Exatamente, mas digo que a mão de obra e custo das peças têm de sofrerem redução de preços, mas não redução de qualidade, pois isso incentivaria as pessoas a cuidarem melhor dos seus carros e a valorizarem mais o seu dinheiro, mas como muita gente mal sabe o que é trocar óleo, fica complicado.

            • thales_sr

              Mão de obra vai ficar cada vez mais cara, e com os carros demandando cada vez mais especialização, não vejo manutenção ficando barata não…

        • JonathanAbud

          Só pra completar seu raciocínio: Os carros de suas faixas de preço deveriam ser mais baratos, mas nem tanto. O que faria maior diferença seria os carros que são oferecidos em suas categorias fossem melhores, mais equipados e alinhados ao mercado externo, tanto em atualização de modelo como de categoria. Traduzindo: Gol hoje por 30k, você mantinha o preço mas em compensação vendia um Polo, Golf atualizado, Punto do lugar do Palio, etc…

          E como você bem disse, peças de reposição mais baratas, além de ajudar a manter o carro, ajudaria a reduzir a pirataria de peças, mas ai tem o porém, como as fabricantes devem pensar: "Se eu vendo um carro cuja manutenção é barata, muita gente conseguiria manter o carro por mais tempo, não havendo a necessidade de comprar outro carro, então minhas vendas depois de um tempo tenderão a cair".

          • Hoosier 559

            Têm sentido sim, antigamente pregava-se que carro bom é aquele que tinha menor manutenção e a mais barata e fácil, hoje parece que isso não é valorizado mais, não sei se o povo tá ficando rico ou os carros não precisam mais de manutenção como antes, mas é cada vez mais comum vermos carros com seus 50 mil Km por aí com a mecânica toda danificada, pois o pessoal mal pega o carro e já vende, adiando a manutenção para o próximo dono e assim por diante… Mas hoje ninguém valoriza muito a durabilidade…

    • CarlosGrossi

      Investimento é uma coisa, patrimonio é outra… Carro é patrimonio sim, alias, qualquer objeto que você tenha é patrimônio seu, não importa o valor.

  • FilipeLafuente

    Nunca ganhei um carro em sorteios, nem nada parecido. Mas em 2009 foi como se tivesse ganhado. Na mesma época em que compramos um Voyage 09/10, estavam sorteando um igualzinho, da mesma cor e tudo. Era um título de capitalização que hoje não existe mais, o Mega Sorte. Então, bem no dia do sorteio fomos retirar o nosso carro na concessionária, com um laço vermelho enorme. E todos pensavam que nós éramos o ganhador. Tínhamos que explicar várias vezes. Até hoje devem nos achar um sortudos. Mas não foi bem assim.

  • Voidbunny

    Ganhar algo é sempre bom, sem contar que, sempre tem algo interativo e que rende boas gargalhadas. hahaha Vamos lá, vou conseguir essa moto!

  • ThiagoLMC

    Já perdi a conta de quantos sorteios participei, infelizmente nunca ganhei nada! :(

    • JonathanAbud

      De todos os sorteios que participei só ganhei esperança… ahuauahau

  • _will

    um dia eu participei de uma promoção do faustão pra ganhar um gol special 2003…até hoje eu não vi o carro na minha garagem,só na dos outros que passavam na tv

  • P_Junior

    Até agora so ganhei 200 reais =/ mais continuo tentando vai que um dia bate a sorte

  • ZEKINHA71

    Conheço uma moça que ganhou um Suzuki Swift no supermercado, ela vendeu e comprou uma casa se deu bem, hj a casa vale uma grana, já o suzuki vale quanto?

  • Filipe_GTS

    Esses dias andaram sorteando um 118i (dos novos) num shopping aqui em SC… conheço a ganhadora inclusive

  • herreralex

    Meu pai ganhou um Niva numa promoção de uma loja de material de construção em meados de 92, eu era pequeno e não me recordo quanto meu pai pegou nele, demos entrada na compra de uma chácara!

    Ai depois de 15 anos, compramos um Niva e vendemos faz uns 3 anos! Carro gostoso, todo duro e com cheiro de gasolina impregnado! hahaha

  • caiobrandao

    No Barra Shopping aqui no RJ perto do meu apartamento eles fazem sorteio de Sportages Bmw X1 etc… só nao sei se épor mês.

  • CanalhaRS

    Se tiver que comprar para concorrer eu nem esquento a cabeça. Só participo se for "de grátis".

  • zeuslinux

    Eu nunca gasto dinheiro com apostas em que o prêmio é um carro mas nesses casos de sorteio de lojas, onde você ganha um cupom a cada XX reais de compras, eu faço sempre questão de participar. De graça até injeção na testa.

    Outro dia teve o sorteio de um Range Rover Evoque no Barra Shopping (Rio) e, apesar de só ter conseguido 1 cupom (400 reais em compras !), coloquei na urna e fiz até uma reza. Infelizmente não ganhei, mas fiquei pensando o que faria se ganhasse, se ficaria com o carro para mim e venderia o antigo ou se faria o contrário… O Evoque é lindo demais !

  • anderson_sp

    Aff, eu não ganho nem Bom Dia, quem dirá um carro.

    Teve aquela promoção do Punto Tjet cheia de maracutaia da Fiat pela internet, sou muito cético referente a isso, mas já conheci uma pessoa que ganhou um Gol 1.0 16v de uma promoção de uma padaria.

  • Absinthe666

    meu vo já ganhou um gol 0km peladão no sorteio que faziam todo ano na festa para os auditores fiscais da receita, eu era bem pequeno e lembro que o carro foi para uma tia minha que dirigia para ele e também lembro que ela usou o carro até bater o motor sem dar um pingo de manutenção ._.

  • A revista Quatro Rodas sorteio até uma Ferrari. Não me lembro o ano, mas foi uma F 355.

  • diogo_rs6
  • sergio_masa

    eu sou leitor contumaz do NA, e tenho um blog que divulga promoções, inclusive várias de ganhar carros, mas eu mesmo nunca ganhei hehehe, o melhor prêmio foi um refrigerador da Bosch (antes de ser vendida pra Mabe), alias divulguei a promoção aqui do NA pra ganhar uma moto e a outra do ipad. Quem quiser tentar a sorte: http://www.promocoesnainternet.com.br/search/labe

  • Cil

    O único sorteio que vai me "dar" um carro é se vários bancos me oferecessem juros zero por 60 meses para comprar meu carro. Eu ia ter que fazer sorteio para escolher de qual deles eu ia tomar o "dinheiro emprestado"… eheheeheheheheheh

    E certamente não seria para comprar as carroças nacionais inseguras.

  • Antonio_Brust

    Se eu ganhasse um carro numa promoção, não importa qual seja, seja um Gol ou um Evoque, eu botaria uma placa de "VENDO" no ato, sem pensar 2x.

    Não dou tanto valor a carro assim. Carro pra mim serve pra me levar de um ponto X a um ponto Y, com comodidade e segurança. Só troco de carro quando realmente não tem condições de manter, geralmente quando o custo de manutenção chega quase ao valor total dele.

    Meu Ecosport 2004 está com 295.000 rodados e vou usar até desmanchar kkkkk

  • Rods

    Sou de uma cidade do interior de MG… Ubá….

    Quando era criança, o cara da minha sala ganhou na promoção da Pepsi o "carro do batman"!!!!!!!!!!!!

    O mitsubishi eclipse….. Nossa! A cidade parou!

    Venderam a casa e construíram uma mansão…. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Não é lorota…. O kra ganhou mesmo….

  • Jason

    Acredito mais em festas de igreja, bingos, coisa mais modesta do que promoções "graúdas", embora já tenha visto ambas premiando pessoas.

    Uma vez, na minha cidade, um bêbado ganhou o bilhete do bingo valendo uma moto, e ganhou a moto. Foi a maior comédia, pq o cara andava com um capacete na cabeça, ms como já era idoso e não tinha como pilotar, acabaram vendendo e colocando pra ele o dinheiro numa poupança.. Acho q ele nem sabe disso, rsrs… Outra vez um vizinho meu ganhou um Renault Clio 0km… Vendeu o palio que ele tinha e tunou o Cliozinho, ficou fino!!

    Mas enfim, não sei se sou dotado de tal sorte. Ainda acho que o melhor modo de se dar um carro é guardando dinheiro e começando com um modelo mais antigo, depois ir evoluindo até chegar a um carro que seja de agrado.

  • ubiratamuniz

    Nos anos 90, uma rádio em SP (Não lembro se a Transamérica ou a Jovem Pan Sat) fez uma "promoção", quem comesse não sei quantas baratas (de laboratório, supostamente "limpas" e isentas de doenças) VIVAS levava um Omega CD pra casa. Essa pra mim ganha de longe o título de bizarrice pra ganhar carro. A promoção foi cancelada por ordem da saúde pública, se não me engano.

    Houve outras promoções esquisitas, tinha uma de dia dos namorados que era do beijo mais longo (essa foi até o final), tinha aquela da grand prix que o cara ganhava uma porsche e um jantar com a scheila carvalho (sei…), dentre mais algumas esquisitas aí.

    ah, sobre a validade dos sorteios, eu conheço uma pessoa que ganhou um Mercedes-Benz em uma promoção de shopping de Brasília. Não vendeu o carro, pois ganhava bem e tinha como manter (na verdade já tinha outra na garagem… kkk)… imagino o tanto que a família deve ter gasto no shopping pra conseguir nota.

    eu sou cagado com sorteio,não ganho nem chuveiro elétrico no bingo da festa junina do condomínio (acho que é praga que me rogaram quando eu era moleque, teve um sorteio do campeonato de futebol do clube, eu era praticamente o único que só ficava no banco de reserva e ganhei um atari novinho – que deu defeito pra caralho kkkkk era melhor eu ter ficado com o atari "velho"), que dirá carro em sorteio. mas vai que eu dou sorte e levo a CG do NA… :-)

  • American_Muscle

    Participo desses sorteios de populares 0km como Clio, Celta e Palio só pra vender depois caso ganhe. Muito melhor ter o dinheiro em mãos para investir melhor do que ter uma carroça feia e pelada.

  • marciomvo

    Eu já ganhei um bolo na rifa do colégio, mesmo assim, teve um engraçadinho que meteu o dedão para comer o glacê. rs.

  • gsilva220

    Não precisa dar o carro de graça, basta cobrar um preço justo.
    No próximo bloco: Minha mãe ganhou esse da Nescafé. Ela escolheu a D20, e vendeu algumas semanas depois. A gente morava em Olinda na época.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend