Como tirar gasolina do tanque?

Tirar combustível do reservatório do automóvel é complicado para quem não sabe. A medida envolve até alguns riscos, como a ingestão acidental do produto, dependendo do método para retirada, por exemplo.

Mas, então, como tirar gasolina do tanque?

Antes de mais nada, é preciso dizer que os métodos citados aqui não serão úteis em carros mais novos. Esses modelos contam com uma válvula que impede retirar o líquido pela boca do tanque. Isso também serve para evitar vazamentos num acidente, como em capotamentos.

Dito isso, existem basicamente três formas de tirar gasolina do tanque, algo que pode ser comum para quem ajuda outras pessoas na estrada, quando estas ficam sem combustível, ou mesmo para utilizar o combustível para alguma outra finalidade em casa, como completar um segundo veículo ou lavar alguma peça, por exemplo.

Além disso, pode ser uma possibilidade caso o combustível errado seja colocado no tanque, ainda que nesse caso o melhor é levar num mecânico para fazer a drenagem.

Tirar gasolina do tanque envolve alguns riscos, como se molhar com o combustível, que tem cheiro forte e duradouro. Expor-se aos gases tóxicos produzidos pelo produto durante sua exposição é outro perigo. Da mesma forma, a ingestão acidental deste componente químico pode trazer diversos problemas de saúde.

Alguns preferem ainda usar a mangueira de retorno de combustível do tanque ou mesmo a de alimentação, junto ao motor, mas isso envolve desmonte e/ou desconexão de algumas peças, o que não é recomendado para quem não sabe fazer.

Então, estes três métodos são mais práticos nesse caso. Confira!

Veja também: 16 dicas de como economizar combustível

Como tirar gasolina do tanque?

1) Use uma bomba portátil

O método mais seguro e eficiente para tirar gasolina do tanque é utilizar uma bomba de transferência de combustível. Trata-se de um componente plástico e leve, que tem custo muito baixo, variando entre R$ 20,00 e R$ 70,00.


Embora existam algumas automáticas, a manual é mais em conta e de fácil utilização.

O produto é simples, tendo dois tubos, sendo um flexível e outro rígido (geralmente), sendo este último a saída. Assim, basta colocar o flexível dentro do bocal do tanque e apertar uma pequena manopla sanfonada, que criará um vácuo suficiente para drenar a gasolina de dentro do tanque para o recipiente onde será armazenada.

Este último precisa ser um galão com tampa de rosca. Recomenda-se um padrão com certificação ABNT para transporte de combustível, vendido em postos.

Uma vez que se retirou a gasolina até completar o reservatório externo, pare de bombear e retire os tubos dos dois lados, fechando devidamente o galão e o bocal do tanque, a fim de evitar a saída de gases tóxicos. Se a bomba for automática, basta desligá-la.

2) Retirada por pressão

Outro meio para tirar gasolina do tanque é por pressão. Nesse caso, que ainda é recomendado fazer com segurança, utiliza-se duas pequenas mangueiras de plástico para fazer essa tarefa.

Para isso, será necessário também um galão, tambor ou recipiente com tampa.

As duas mangueiras, de preferência transparentes, embora não seja obrigatório, precisam ter tamanhos diferentes. O motivo é que ambas serão inseridas no bocal do tanque, mas apenas uma precisará ficar mais próxima do bocal, onde o ar será soprado para dentro.

Se fosse para transferir a gasolina para dentro, isso seria feito próximo do galão. Então, posicionado perto do bocal, utilize um pano para tapar o restante da entrada de combustível do veículo, a fim de manter uma pressão interna.

Basta então soprar forte na mangueira mais curta, após colocar a mais longa dentro do galão. Pronto, a gasolina sairá na outra ponta, enchendo o recipiente externo.

Tome apenas cuidado em não aspirar os gases da gasolina enquanto assopra.

3) Puxando com a boca

Este é o método mais usado e também o mais perigoso, pois a ingestão de gases tóxicos e combustível, no caso a gasolina, envolve enormes riscos à saúde, podendo ser até fatal, dependendo do caso.

Por conta disso, de três métodos existentes para tirar gasolina, este último não é recomendado.

É perigoso e por isso exige extrema cautela se não tiver outra alternativa, como no caso de ter de fazer o inverso, que é colocar a gasolina para dentro do tanque, algo mais comum por causa de pena seca por falta de gasolina.

Use uma mangueira longa e transparente, enfiando-a dentro do bocal do tanque. Enrole ela na mão em posição elevada para se observar o combustível se aproximando. Aspire com força para sugar a gasolina de dentro do tanque.

Quando este estiver se aproximando da ponta, onde está puxando com a boca, rapidamente coloque no galão e o deixe encher, bastando retirar a outra ponta do bocal para que o processo seja interrompido.

Nunca tire do reservatório externo antes disso, pois a gasolina vai derramar.

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.