Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

O Toyota Corolla GLi está presente no mercado brasileiro desde 1997. Este modelo hoje figura como a opção mais em conta da linha do sedã médio, mas já chegou a ocupar o posto de segunda versão mais em conta quando o Corolla XLi era a configuração de entrada.


A Toyota já vendeu a versão GLi em quatro gerações do Corolla no Brasil. Hoje ele tem bons equipamentos de conforto e segurança, motor 2.0 flex com injeção direta de combustível, câmbio CVT que simula até 10 marchas e preço inicial na casa dos R$ 124 mil.

Abaixo, você pode conferir tudo sobre as quatro gerações do Toyota Corolla GLi em nosso mercado:

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

Corolla GLi – 1997 a 1998

O primeiro Corolla GLi começou a ser vendido no mercado brasileiro em 1997, ainda como modelo importado. Como você pôde perceber nas datas acima, o sedã médio nesta configuração durou pouco, sendo comercializado por aqui por pouco mais de um ano.

Ele foi comercializado em nosso País até 1998, pois neste ano a Toyota lançou a versão nacional do Corolla produzida em Indaiatuba, no interior de São Paulo. Este modelo chegou ao Brasil em três configurações: XLi, de entrada, XEi, intermediária, e SE-G, a mais completa.

Voltando a falar do primeiro Toyota Corolla na versão GLi, ele se posicionava como a configuração de entrada na linha do sedã e também como o único modelo equipado com um motor 1.6 litro a gasolina.

Este propulsor é dotado de quatro cilindros em linha, duplo comando de válvulas no cabeçote e injeção de combustível multiponto. Ele gerava 106 cavalos de potência e 14,4 kgfm de torque. O modelo podia ser encontrado com transmissão manual de cinco velocidades ou um câmbio automático de quatro marchas.

Entre os equipamentos, oferecia airbag duplo frontal, vidros elétricos nas quatro portas, travas elétricas, direção hidráulica, ar-condicionado manual, retrovisores externos com ajuste elétrico, rodas de liga-leve, banco do motorista e coluna de direção com regulagem de altura, abertura interna da tampa do tanque de combustível e da tampa do porta-malas, desembaçador traseiro, relógio digital no painel, entre outros.

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

O modelo mede 4,29 metros de comprimento, 1,69 m de largura e 1,38 m de altura, com distância entre-eixos de 2,46 m. O porta-malas conta com capacidade para somente 320 litros, medida equivalente a de um hatch compacto vendido atualmente.

Somente para efeito de comparação, o Corolla desta geração é menor que um Toyota Etios Sedan atual. O sedã compacto de entrada da Toyota tem 4,36 metros de comprimento, 1,69 m de largura e 1,51 m de altura, com entre-eixos de 2,55 m e porta-malas para 562 litros de bagagens.

O Corolla GLi vendido de 1997 a 1998 foi a segunda geração do Toyota a chegar ao Brasil e a oitava geração do carro a nível global. Lá fora, foi comercializado a partir de 1995.

Tal geração do sedã foi marcada pelo visual com os característicos faróis arredondados, que causou certa polêmica até em outros mercados. Quando foi nacionalizado, o Toyota Corolla passou por uma reestilização, adotando um visual mais tradicional.

O acabamento interno do carro era adequado para a época e sua categoria, com peças na cor bege claro e bancos e painéis de porta com revestimento em tecido.

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

Corolla GLi – 2009 a 2014

Com um hiato de mais de 10 anos, o segundo Toyota Corolla GLi oferecido no mercado brasileiro estreou na décima geração do carro a nível global e a quarta geração para os consumidores brasileiros.

A versão GLi do Corolla de quarta geração foi anunciada em novembro de 2009, com a missão de acirrar a briga com o Honda Civic pela liderança no segmento de sedãs médios. Porém, ao contrário do que acontece hoje, o então novo Corolla versão GLi não chegou como o modelo de entrada, mas sim como um intermediário entre o Corolla XLi (de entrada) e o Corolla XEi (intermediária).

Esta geração do Corolla GLi 2010 chegou com preço inicial de R$ 65.050, podendo alcançar os R$ 69.020 na configuração com câmbio automático.

De série, o modelo era equipado com ar-condicionado automático e digital, vidros elétricos nas quatro portas, travas elétricas nas portas e porta-malas, retrovisores externos elétricos, computador de bordo, painel de instrumentos Optitron (ajusta a iluminação do painel conforme a luz externa), sistema de som MP3 player, airbag duplo frontal e freios ABS com EBD.

Ele dispõe também de volante multifuncional com comandos do sistema de som e computador de bordo, bancos e laterais de porta revestidos em tecido, banco do motorista com ajuste de altura, descansa-braço no banco traseiro, luz de cortesia nos para-sois, apoio de cabeça para os cinco passageiros e trava automática das portas com o carro em movimento.

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

Em relação ao Corolla XEi, o GLi deixava de oferecer faróis com acendimento automático, piloto automático, airbags laterais, bancos em couro, faróis de neblina e retrovisores externos com piscas e rebatimento elétrico.

O motor usado nesta geração do GLi é o mesmo das demais versões naquela época. O carro saía de fábrica com o 1.8 VVT-i (sistema de comando de válvulas variável inteligente) Flex de 16 válvulas e quatro cilindros, capaz de desenvolver 132 cavalos de potência com gasolina e 136 cv com etanol, a 6.000 rpm, e torque de 17,3 kgfm e 17,5 kgfm, nesta ordem, a 4.200 giros.

Ele trabalha juntamente com uma transmissão manual de cinco velocidades ou automática de quatro marchas.

Esta geração do Toyota Corolla GLi já era bem maior que o primeiro modelo, vendido entre 1997 e 1998. Ele tem 4,54 metros de comprimento, 1,76 m de largura e 1,48 m de altura, com distância entre-eixos de 2,6 m. O porta-malas consegue levar até 470 litros de bagagens.

Quando comparado com a geração anterior (que não teve a versão GLi), este modelo cresceu em todas as dimensões. O espaço para os ocupantes foi otimizado, sobretudo pela ausência do grande túnel central no assoalho traseiro, passando a ser praticamente plano.

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

Facelift para o Corolla GLi em 2011

Quase dois anos após a chegada da quarta geração do Corolla a nível Brasil, a Toyota anunciou a chegada da linha do modelo com visual retocado em março de 2011. O sedã médio ganhou um visual inspirado no do irmão maior Camry e um acabamento interno aprimorado, além de novos equipamentos e melhorias no conjunto mecânico.

A respeito da parte estética, o Toyota Corolla GLi 2012 ganhou faróis mais afilados e com desenho pontiagudo, grade com filetes horizontais e logotipo da Toyota mais destacado, para-choques redesenhados, novas rodas, capô com desenho mais curvilíneo, lanternas traseiras com novo layout interno e tampa do porta-malas com friso ampliado.

Entre os equipamentos, o GLi recebeu recursos como rodas de alumínio de 16 polegadas, retrovisores externos com rebatimento elétrico e banco traseiro bipartido.

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

O motor 1.8 VVT-i Flex recebeu aprimoramentos, com novo comando de válvulas variável também no escape (antes ela era somente na admissão), pistões refrigerados com jatos de óleo, taxa de compressão mais alta (indo de 10:1 para 12:1), velas de irídio e balancins roletados.

Com esses aprimoramentos, o motor ficou mais potente. O Corolla GLi 1.8 Dual VVT-i passou a gerar 139 cv com gasolina e 144 cv com etanol. O torque também foi ampliado, indo para 18 kgfm e 18,6 kgfm, respectivamente.

Além disso, os modelos com câmbio manual receberam uma nova caixa de seis velocidades. O Corolla automático seguiu com o câmbio de quatro marchas.

A respeito dos preços, o Corolla GLi 2012 foi anunciado com preço de R$ 67.070 com câmbio manual e R$ 70.570 com transmissão automática.

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

Corolla GLi – 2014 a 2019

Em março de 2014, a nova geração do Toyota Corolla foi lançada no mercado brasileiro. O modelo estreou em somente três versões de acabamento diferentes: GLi, XEi e Altis, sendo que somente o novo Corolla GLi 2015 tinha motor 1.8 flex e as opções de câmbio manual ou automático, agora do tipo CVT.

Além do visual bem mais moderno que o da geração anterior e a cabine com acabamento mais sofisticado, o então novo Toyota Corolla 2015 teve bons aumentos nas medidas. Passou a ostentar 4,62 metros de comprimento (8 centímetros a mais que o anterior), 1,78 m de largura (8 cm maior) e 1,48 m de altura (0,5 cm mais baixo), enquanto o entre-eixos foi ampliado em expressivos 10 cm, chegando a 2,70 m.

Com essas novas medidas, a Toyota conseguiu um aumento expressivo na área para as pernas dos ocupantes. Cresceu 7,5 cm entre a ponta do banco traseiro e o banco dianteiro.

O modelo de entrada Corolla GLi 2015 seguiu sendo o mais simples da gama. O seu interior estreou com acabamento predominantemente preto, com bancos revestidos em tecido. Por falar na cabine, o modelo adotou materiais de melhor aparência e mais macios ao toque, com a parte superior do painel emborrachada.

Todavia, seguiu sem alguns refinamentos que saltam aos olhos, como detalhes cromados ou em alumínio no painel, consoles e portas.

A lista de equipamentos do carro foi ampliada. O carro recebeu sistema de som com entradas USB e auxiliar, painel de instrumentos com tela central em LCD, cinco airbags (dois frontais, dois laterais e um para os joelhos do motorista), alarme com módulo de subida dos vidros, chave tipo canivete, fixação Isofix para cadeirinhas infantis, entre outros.

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

Oferecia também outros equipamentos já ofertados anteriormente, como direção elétrica progressiva, ar-condicionado manual, computador de bordo com seis funções (consumo médio e instantâneo, autonomia, velocidade média, tempo de percurso e temperatura externa), freios ABS com EBD, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, vidros, travas e retrovisores elétricos, entre outros.

O motor seguiu sendo o mesmo de antes. Sob o capô, o Corolla GLi 2015 esconde o 1.8 Dual VVT-i flex, com 139 cv com gasolina e 144 kgfm com etanol, a 6.000 rpm, e torque de 17,7 kgfm e 18,4 kgfm, nesta ordem, a 4.200 giros.

A novidade, porém, foi a implementação do novo câmbio automático MultiDrive do tipo CVT (continuamente variável), dotado de um software que simula até sete marchas mesmo na posição Drive – diferente de outros câmbios CVT, que proporcionam aquela sensação de “marcha infinita”.

Além desta transmissão, o Corolla de entrada seguiu ofertando a transmissão manual de seis marchas.

Ele chegou com preços de R$ 66.570 para o GLi manual e R$ 69.990 para o GLi CVT.

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

Nova versão GLi Upper para o Corolla em 2015

Em seu segundo ano de marcado, o Toyota Corolla estreou a nova versão GLi Upper 1.8 CVT por R$ 75,6 mil. O carro chegou com uma proposta mais refinada que a do GLi convencional, com acabamento interno mais esmerado, novos detalhes visuais e mais equipamentos.

Entre os diferenciais, o carro ganhou revestimento em couro cinza nos bancos, portas e descansa-braço. Recebeu ainda descansa-braço central com porta-copos. No mais, tinha os mesmos recursos do GLi convencional.

Corolla GLi com kit Black Pack em 2016

No início de 2016, o Corolla 2017 ganhou a opção de um novo pacote de equipamentos. O Corolla GLi Upper Black Pack chegou por R$ 83.720 e, como o próprio nome indica, se diferenciava pela cor preta.

Entre os diferenciais, tinha carroceria pintada na cor preta, além de alguns acessórios como soleiras de porta, frisos laterais, maçanetas cromadas, bandeja de borracha para o porta-malas, sensor de estacionamento traseiro, entre outros.

No mesmo ano, mas em novembro, a Toyota deixou de vender o GLi 1.8 com bancos em tecido, tanto com câmbio manual quanto automático. O modelo de entrada passou a ser o GLi CVT, por R$ 84.900, seguido do Corolla GLi Black Pack, por R$ 87.500.

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

Novo Corolla com visual retocado e novos itens em 2017

Em março de 2017, a quinta geração do Corolla no Brasil recebeu suas primeiras mudanças no visual. O carro adotou um design mais moderno, além de acabamento interno mais esmerado. Nos equipamentos de série, adotou novos recursos de conforto e segurança.

Começando pelo visual, o Toyota Corolla GLi 2017 ganhou novos faróis com formato mais afilado, grade dianteira redesenhada com formato mais estreito, para-choques com desenho mais agressivo, novas rodas de liga-leve, entre outros.

Por dentro, o console central foi redesenhado. O sedã ganhou também novos difusores de ar-condicionado com formato arredondado nas extremidades do painel e painel de instrumentos com novo grafismo.

A principal novidade, porém, foi a introdução de novos equipamentos. O carro recebeu itens como sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um para os joelhos do motorista), controle eletrônico de estabilidade, controle de tração e assistente de partida em rampas.

O Corolla GLi 2017 chegou com preço de R$ 69.690 na versão GLi 1.8 manual, R$ 69.990 na GLi 1.8 CVT e R$ 90.990 na GLi Upper 1.8 CVT. Destas, as duas primeiras eram exclusivas para frotistas e pessoas com deficiência – somente a última era vendida para o consumidor final.

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

Corolla GLi – 2019 até o momento

A sexta geração do Toyota Corolla para os consumidores brasileiros é a mais recente desta lista e é o modelo vendido atualmente por aqui. Lançado em setembro de 2019, o novo sedã médio sofreu boas evoluções frente à geração anterior e agora oferece até a opção de motorização híbrida, mas somente no modelo topo de linha Altis.

O visual do novo Corolla 2020 ficou mais moderno e agressivo que o da geração anterior, mas sem perder a personalidade das outras gerações antigas do carro. Ele segue o mesmo padrão da configuração vendida nos Estados Unidos e na Europa. É marcado pelos faróis compactos e ainda mais afilados, além do para-choque com uma ampla tomada de ar central e contornos em formato de “C”. Há vincos marcantes para todos os lados. A traseira é imponente e tem lanternas que invadem a tampa do porta-malas.

Por dentro, o espaço para os passageiros é o mesmo do anterior, mesmo com o uso da nova plataforma modular TNGA. O acabamento foi aprimorado, bem como o desenho das peças do painel. Todavia, ele segue com uma boa profusão de botões físicos e ainda com o freio de estacionamento por alavanca e sem Auto Hold – modelos como Civic e Jetta já usam freio de estacionamento eletrônico.

As dimensões permaneceram praticamente inalteradas, com 4,63 metros de comprimento, 1,78 m de largura e 1,45 m de altura, com entre-eixos de 2,70 m. O porta-malas comporta 470 litros de bagagens.

Falando do Corolla GLi, ele segue com o mesmo nível de equipamentos da geração antiga. Entretanto, agora tem central multimídia com tela sensível ao toque de oito polegadas, Android Auto e Apple CarPlay e painel de instrumentos com tela TFT colorida de 4,2 polegadas.

Corolla GLi: detalhes, motores e equipamentos das 4 gerações

Não oferece, portanto, vários bons recursos disponíveis nas versões mais caras do carro, como ar-condicionado digital, banco com ajuste elétrico, teto solar elétrico, alerta de mudança de faixa, farol alto automático, assistente de pré-colisão, piloto automático adaptativo, entre outros.

No visual, o carro é marcado pela simplicidade. Não tem itens como faróis de neblina, luzes em LED e as belas rodas das versões XEi e Altis. Conta com um jogo de rodas de liga-leve de 16 polegadas com acabamento na cor prata.

A respeito da motorização, o Corolla GLi 2020 segue com boas mudanças. O Corolla GLi agora tem, pela primeira vez, um motor 2.0 Flex. Usa o novo propulsor 2.0 Dynamic Force de quatro cilindros em linha e 16 válvulas.

Este motor usa comando de válvulas variável inteligente (VVT-iE), que dispõe de um motor elétrico para alterar os tempos de abertura das válvulas de admissão, e injeção direta e indireta de combustível D-4S.

São 169 cavalos de potência com gasolina e 177 cv com etanol, a 6.600 rpm. O torque é de 21,4 kgfm, independente do combustível, a 4.400 rpm. Outra novidade é a transmissão automática Direct Shift do tipo CVT que simula até 10 marchas.

O Corolla GLi 2022 tem um preço bem elevado e é um dos modelos que mais sofrem alterações na tabela em todo o Brasil. Atualmente, ele parte de R$ 123.790. Sua última novidade por aqui, anunciada em fevereiro de 2021 com a chegada da linha 2022, foi a nova central multimídia sem a capa traseira, sendo agora do tipo flutuante.

Fotos

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.