Devo usar óleo mais grosso para motor fumando? Ou carros com alta quilometragem?

carro fumando
carro fumando

Todos nós conhecemos os famosos “mexânicos”, que sempre tem uma solução milagrosa para problemas que aparecem no motor do carro.

Uma dessas soluções é usar óleo mais grosso em carros que estão com o motor “fumando”, ou seja, soltando muita fumaça pelo escapamento.

Em carros com alta quilometragem, também recomendam se fazer isso.

Será que é verdade? Vamos ver as respostas:

Óleo mais grosso no motor fumando

O uso de óleo mais grosso em carros com motor fumando pode ser uma solução para lidar com o consumo excessivo de óleo e o desgaste do motor.

Mas isso vai ser uma solução temporária, que pode funcionar em motores mais antigos, nos mais modernos, pode até causar problemas.

Quando o motor envelhece e as folgas aumentam, o óleo pode queimar mais rapidamente e o nível do lubrificante no cárter diminui.

Nesses casos, você pode utilizar um óleo com maior viscosidade, temporariamente. Isso ajuda a compensar o desgaste e reduzir a frequência de completar o óleo no cárter.

Mas é claro que é importante seguir as recomendações do fabricante e utilizar o óleo recomendado para o seu veículo.

fumaca saindo carro
fumaca saindo carro

Óleo mais grosso no motor muito rodado

É possível sim, se usar um óleo mais viscoso em um motor com alta quilometragem.

Mas, ao decidir qual tipo de óleo usar em um carro com alta quilometragem, é importante levar em consideração o estado do veículo.

De acordo com Otávio Campos, coordenador técnico de lubrificantes da Shell Brasil, se o carro tiver um bom histórico de manutenção e não apresentar sinais de desgaste, deve-se seguir as recomendações do manual do proprietário em relação ao tipo de lubrificante a ser usado.

A alta quilometragem por si só não é um indicativo de que seja necessário usar um óleo mais grosso. A escolha do óleo deve ser baseada na especificidade do motor e na viscosidade ideal definida pela fabricante.

Tipos de óleo de motor recomendados para carros com alta quilometragem

Em alguns casos, quando há um desgaste comprovado do motor, pode ser recomendado o uso de óleos mais viscosos.

Esses óleos (geralmente chamados de óleo para alta quilometragem) possuem propriedades que preenchem o espaço entre os componentes do motor, que podem aumentar devido ao desgaste.

Além disso, eles têm um pacote de aditivação diferenciado, garantindo maior resistência à oxidação e maior poder de limpeza.

No entanto, a aplicação desses óleos mais viscosos deve ser feita apenas com base nas recomendações do fabricante e em casos específicos.

oleo saindo motor ilustracao
oleo saindo motor ilustracao

Como identificar problemas no motor que resultam em fumaça excessivo?

Sinais visuais

Observe a cor e a quantidade de fumaça saindo pelo escapamento do veículo.

A fumaça excessivo pode ser azul, preto ou branco, e cada cor pode indicar uma possível causa do problema.

Na cor azul, geralmente está associada à queima de óleo, o fumo preto pode indicar uma mistura rica de combustível, e o fumo branco pode ser um sinal de água ou vapor no sistema de escapamento.

Odor e consumo de óleo

Além da fumaça, preste atenção no odor emitido pelo escapamento.

O cheiro de óleo queimado pode indicar vazamentos ou consumo excessivo de óleo.

Também é importante monitorar o nível de óleo do motor.

Se o nível diminuir rapidamente ou precisar ser completado com frequência, isso pode ser um indicativo de problemas no motor que resultam em fumo excessivo.

Fumaça Causa Possível
Fumaça azul Queima de óleo
Fumaça preto Mistura rica de combustível
Fumaça branco Água ou vapor no escapamento

Ruídos anormais

Além dos sinais visuais, ruídos anormais no motor também podem ser indicativos de problemas que resultam em fumaça excessiva.

Preste atenção a barulhos como batidas, rangidos ou sibilos, que podem estar associados a falhas nas válvulas, anéis de pistão ou outros componentes do motor.

oleo mais grosso
oleo mais grosso

Como evitar problemas no motor e consumo excessivo de óleo?

Para evitar problemas no motor e consumo excessivo de óleo, é fundamental adotar algumas práticas de manutenção adequadas. Siga estas dicas para garantir o bom funcionamento do seu motor:

  • Troque o óleo nos intervalos recomendados pelo fabricante. Não deixe de realizar essa manutenção regularmente, pois o óleo desgastado não oferece a proteção adequada para as peças do motor.
  • Utilize sempre o óleo correto e de boa qualidade. Consulte as recomendações do fabricante e escolha o óleo que atenda às especificações do seu veículo.
  • Verifique regularmente o nível de óleo no cárter e complete-o quando necessário. Um nível baixo de óleo pode causar danos ao motor e aumentar o consumo excessivo.
  • Mantenha o motor dentro das faixas de temperatura adequadas. O superaquecimento ou o funcionamento em baixas temperaturas podem prejudicar o desempenho e a vida útil do motor.
  • Realize a manutenção preventiva conforme as recomendações do fabricante. Isso inclui substituir os filtros de óleo e ar regularmente, limpar e inspecionar os componentes do motor, entre outras ações.

Seguir essas melhores práticas de manutenção ajudará a evitar problemas no motor e o consumo excessivo de óleo.

O que fazer se o motor estiver fumando mesmo usando um óleo mais grosso?

Se mesmo após utilizar um óleo mais grosso o motor continuar fumando, aqui estão algumas etapas que você pode seguir:

1. Verifique o nível de óleo no cárter

Certifique-se de que o nível de óleo no cárter esteja correto. Um nível muito baixo ou muito alto de óleo pode afetar o desempenho do motor e levar a fumaça excessiva.

Se necessário, adicione ou drene o óleo conforme indicado pelo manual do proprietário.

2. Procure por vazamentos de óleo

Verifique se há vazamentos de óleo nas juntas, conexões e vedantes do motor. Vazamentos de óleo podem causar fumaça e contribuir para o consumo excessivo de óleo.

3. Avalie a condição do sistema de combustão

Problemas no sistema de combustão, como velas de ignição sujas ou injetores de combustível obstruídos, podem causar fumo no motor. Verifique esses componentes e faça a limpeza ou a substituição, se necessário.

Lembre-se de que fumaça em excesso, é um sinal de que algo não está funcionando corretamente no motor.

motor velho
motor velho

Entendendo a viscosidade do óleo do motor

A viscosidade é indicada na embalagem do óleo e representa sua resistência ao fluxo. Quanto maior o número indicado, maior é a viscosidade do óleo.

Existem dois tipos principais de óleo de motor em relação à viscosidade: os óleos monoviscosos e os óleos multiviscosos. Os óleos monoviscosos possuem apenas um número indicativo de viscosidade, como “30” ou “10W” (a letra W indica a viscosidade em baixas temperaturas).

Os óleos multiviscosos, por sua vez, são representados por dois números, como “5W20”. O primeiro número antes da letra W indica a viscosidade em temperaturas baixas, enquanto o número depois do W (significa “winter”, ou inverno, em inglês) se refere à viscosidade em temperaturas mais altas.

Tipo de óleo Descrição
Óleo monoviscoso Indicado por apenas um número de viscosidade, como “30” ou “10W”.
Óleo multiviscoso Indicado por dois números de viscosidade, como “5W20”. O primeiro número antes da letra W indica a viscosidade em temperaturas baixas e o número depois do W se refere à viscosidade em temperaturas mais altas.

Perguntas frequentes

Devo usar óleo mais grosso em carros com alta quilometragem?

Isso pode ser feito, mas a escolha do óleo deve ser baseada nas recomendações do manual do proprietário e na especificidade do motor. A alta quilometragem por si só não é um indicativo de que seja necessário usar um óleo mais grosso.

Quando devo usar óleo mais grosso em um motor com alta quilometragem?

A escolha de usar um óleo mais grosso só é necessária quando o motor está queimando óleo em excesso e requer que você complete o óleo constantemente.

Devo usar óleo mais grosso em carro com motor fumando?

O uso de óleo mais grosso pode ser uma solução para lidar com o consumo excessivo de óleo e o desgaste do motor em carros com motor fumando.

Por que o motor fuma?

A fumaça no motor pode ser causada por diversos problemas, como anéis de pistão desgastados, válvulas danificadas, vazamentos de óleo ou problemas no sistema de combustão.

O consumo de óleo é normal em motores mais antigos?

Sim, é comum que motores mais antigos tenham um consumo maior de óleo devido ao desgaste natural das peças e ao aumento das folgas no motor.

Por que utilizar um óleo mais grosso em motores desgastados?

Um óleo mais grosso pode ajudar a preencher as folgas entre as peças do motor, reduzindo o consumo excessivo de óleo e prolongando a vida útil do motor.

O que pode acontecer se utilizar um óleo mais grosso sem recomendação do fabricante?

Utilizar um óleo mais grosso sem recomendação pode comprometer a lubrificação adequada do motor, aumentar o atrito, reduzir o desempenho e até mesmo causar danos ao motor.

O que fazer se o motor estiver fumando mesmo usando um óleo mais grosso?

Se o motor estiver fumando mesmo após utilizar um óleo mais grosso, é importante investigar a causa da fumaça e buscar uma solução adequada. Recomenda-se procurar a avaliação de um mecânico qualificado.

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



Autor: Eber do Carmo

Fundador do Notícias Automotivas, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no Notícias Automotivas, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.