Durango SRT Hellcat de 710 cv faz arrancada com Tesla Model Y

arrancada durango model y

O Dodge Durango SRT Hellcat é provavelmente o SUV mais radical que você já viu na vida, pelo menos dentre aqueles que saíram assim de fábrica.

O Tesla Model Y Performance também tem um desempenho mais do que incrível, mas no visual não aparenta ser nem de longe tão forte quanto o Durango SRT Hellcat.

Talvez um ganhe na arrancada, talvez o outro, por isso é que uma arrancada no estilo U-drag é a melhor opção para mostrar qual dos dois é o mais rápido, pois envolve acelerar por 400 metros, frear, e no final do percurso, dar a meia volta e acelerar por mais 400 metros.

O método não analisa somente a pura força de arrancada, mas também capacidade de frenagem, capacidade de fazer uma curva de 180 graus na maior velocidade possível, e depois outra arrancada.

O Dodge Durango SRT Hellcat tem 710 cavalos de potência e custa mais de 90.000 dólares nos EUA, o que é quase 500.000 reais, sem impostos de importação envolvidos.

Só que, apesar de tanta potência, ele pesa nada menos que 2.500 kg. Isso com certeza atrapalha e muito em uma arrancada.

Já o Tesla tem cerca de 450 cavalos de potência, só que a entrega destes números é muito mais rápida, como acontece com todo carro elétrico. E seu peso é de “apenas” 1.980 kg. E seu preço não chega a 90.000 dólares, fica por volta dos 61.000 dólares, uns 300.000 reais, lá nos EUA.

Veja como foi o combate entre os dois no vídeo abaixo:

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



Autor: Eber do Carmo

Fundador do Notícias Automotivas, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no Notícias Automotivas, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.