Ford Ranger Plug-In Hybrid surge com 45 km de alcance no modo EV

ranger phev 1

A Ford Ranger Plug-In Hybrid foi apresentada oficialmente no exterior e antecipa do que se poderia esperar de uma picape média híbrida, dando assim a entender como a Toyota Hilux Hybrid deve aparecer logo mais.

Equipada com motor de quatro cilindros 2.3 EcoBoost e um propulsor elétrico, a Ford Ranger Plug-In Hybrid não teve a potência revelada, nem mesmo o torque, mas a marca deu uma dica em relação a este último.

ranger phev 2

A Ford diz que a Ranger PHEV terá o maior torque entre todas as versões, o que sugere superar os 61 kgfm da Ranger V6 3.0 existente no Brasil, mas a potência entra no campo da especulação.

O que se sabe é que o EcoBoost 2.3 tem duas potências, sendo uma de 273 cavalos e outra de 304 cavalos, enquanto o propulsor elétrico pode ser o conjunto de 45 cavalos auxiliar e 102 cavalos na caixa de transmissão, pacote existente no Ford Explorer, por exemplo.

ranger phev 3

O que a Ford quer destacar mesmo é a autonomia no modo elétrico, onde a picape média rodará 45 km de autonomia usando a bateria de lítio recarregável em fonte externa.

Hans Schep, gerente geral, Ford Pro Europa, comenta: “A Ranger Plug-in Hybrid ajudará os clientes a avançar em direção a um futuro eletrificado, com mais confiança e capacidade do que nunca, ao mesmo tempo que manterá a Ranger na vanguarda da inovação e liderança no segmento de picapes médias”.

ranger phev 4

Com produção a partir do fim de 2024 e entregas no começo de 2025, a Ford Ranger Plug-In Hybrid tem bateria de 14,4 kWh e pode ser recarregada em estações públicas ou em casa, tendo tração nas quatro rodas, modos de direção selecionáveis ​​e recursos avançados de segurança e assistência ao motorista.

Tempo de recarga e opções de kW não forma reveladas, assim como o tipo de câmbio e de tração, mas supostamente parece ser equipado com a caixa automática de 10 marchas e sistema AWD e não 4×4. Sabe-se apenas que a capacidade de reboque é de 3.500 kg.

ranger phev 5

Vem? Se chegar, será importada da África do Sul, que concentra a produção mundial de todas as versões, não sendo viável sua fabricação argentina, exceto se os governos de lá e de cá derem bons incentivos fiscais para PHEV. Além disso, no Brasil, o 2.3 da Ford teria de ser elétrico para fazer a coisa fluir…

 

google news2 Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X