Jersey City: como cidade grande não tem mortes no trânsito?

jersey city

Ela tem a mesma população de Gravataí-RS ou Marabá-PA, por exemplo, mas além disso, está na chamada Megalópole de BosWash, que vai de Boston a Washington, onde 52 milhões de pessoas vivem.

Contudo, Jersey City, vizinha da ilha de Manhattan, não terá um dado que infelizmente impactará os habitantes de todas as cidades citadas, o número de mortes no trânsito em 2022.

Segundo o VisionZero, um programa internacional de prevenção de acidentes de trânsito, Jersey City não terá nenhuma morte no trânsito no ano que se encerrou.

jersey city 1

Mas, como uma cidade de 289 mil habitantes, segundo o último censo americano, não registrou nenhuma fatalidade em 2022?

O levantamento faz uma ressalva, indicando que apenas as vias administradas pela cidade não registraram mortes, mas mesmo assim, isso é muito significativo, afinal, trata-se de uma cidade de quase 300 mil habitantes e numa região densamente povoada.

Uma característica peculiar de Jersey City é que as principais vias que cortam a cidade são estaduais e federais, especialmente por conta do acesso à Nova Iorque e também por estar no limite jurisdicional de estados.

jersey city 2

Para piorar a coisa, a Route 139 (estadual) corta Jersey City e boa parte dos motoristas usam a avenida local Saint Paul (municipal) para fugir o tráfego pesado e acessar o Holland Tunnel em direção à Manhattan.

Isso sem contar que o tráfego também se conecta com a Interestate 78 (federal), o que seria a receita para o caos, mas Jersey City implementou uma série de mudanças no trânsito local para evitar acidentes e, consequentemente, mortes.

Já tendo instalado faixas de pedestres e lombadas, Jersey City só viu resultado positivo com a introdução de rotatórias nos cruzamentos e equipamentos de direcionamento de tráfego, como cones de trânsito, jardineiras, barris, delineadores de plástico, faixas provisórias, entre outros recursos.

jersey city 3

Inicialmente eram provisórias e Jersey City viu o tráfego local aumentar, porém, a velocidade média cair, mas isso resultou em menos acidentes e, por fim, no não registro de mortes na região.

A cidade aplicou novas políticas de trânsito não só na Saint Paul, tais como ciclovias, extensa sinalização e outras ações, fazendo com que as vias administradas pela cidade se tornassem mais seguras para os pedestres. Lição a ser aprendida?

[Fonte: Bloomberg via Jalopnik ]

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X