Lamborghini Huracan: motor, preço, desempenho, consumo

lamborghini huracan evo rwd spyder 3

Huracan. Outrora um touro de combate espanhol, agora ele retrata outro animal, um superesportivo que ganhou seu espaço, o Lamborghini Huracan.


Assim como outros modelos da marca, também é batizado com um dos ícones das “plazas de toros” da Espanha e assim como aquele que o ostentou no passado, mostra sua força e poder.

O Lamborghini Huracan é uma máquina de alta performance que substituiu o inesquecível Lamborghini Gallardo, sendo assim irmão menor do Lamborghini Aventador.

Oferecido atualmente em seis versões, o Huracan é um bólido de alta performance que concentra sua força no motor V10 5.2 FSI, que entregou de 580 a 640 cavalos.

Atualmente, o Huracan é oferecido nas versões STO, Evo, Evo Spyder, Evo RWD, Evo RWD Spyder e Evo Fluo Capsule.

Lamborghini Huracan – novidades

lamborghini huracan LP 610 4 3

 

Nos EUA ele custa entre US$ 213 mil e US$ 331 mil. No Brasil, o Lamborghini Huracan custa entre R$ 4,1 milhões e R$ 6,5 milhões.

O Huracan Evo é a versão mais limpa e original do superesportivo de Sant´Ágata Bolognese, que tem linhas muito fluidas e aerofólio traseiro retrátil.

Em cada opção do Evo, há uma roda diferente, assim como alguns detalhes estéticos, sendo que as versões Evo, Evo Spyder apresentam o V10 5.2 com 640 cavalos.

Nesse caso, o pequeno da Lamborghini vai de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos no Evo e 3,1 segundos no Evo Spyder, que é o conversível. A máxima dessa versão é de 325 km/h.

Para quem gosta do desafio de domar o carro em saídas de curva, o Huracan Evo RWD e sua versão Spyder tem somente tração traseira, como a sigla sugere.

lamborghini huracan LP 610 4 12

Nesse caso, o 5.2 FSI tem 610 cavalos e permite que o Huracan RWD vá até 100 km/h em 3,3/3,5 segundos, respectivamente. A máxima continua em 325 km/h.

O Evo Fluo Capsule tem cores internas e externas expressivas, contendo o mesmo conjunto de tração nas quatro rodas e 640 cavalos das versões Evo e Evo Spyder.

O desempenho do Fluo Capsule é o mesmo do Evo, garantindo assim excelente performance e exclusividade ao dirigir.

Já o Huracan STO é uma versão anabolizada e extravagante sem relação de estilo com a Evo. Essa versão converte o modelo quase em outro totalmente diferente.

Com capô diferente, tendo saídas de ar em preto brilhante, o STO tem ainda entrada de ar no teto no melhor estilo F-1, bem como barbatana dorsal aerodinâmica.

lamborghini huracan 5

Também dispõe de freios alemães em pintura diferenciada, assim como cores bem contrastantes, mas chama atenção mesmo é pela asa traseira fixa.

Ela tem defletores nas extremidades e um visual muito chamativo. Com enorme difusor de ar, o Huracan STO leva o nome entre as ponteiras circulares de escape.

Com faróis full LED, assim como as lanternas em LED, o Huracan STO tem opção de cores inteiras e até um totalmente preto, além de uma cítrica.

Exceto pela Eclettica – Blu Uranus Matt e a Base Ofer – Nero Noctis, o Lamborghini Huracan STO apresenta grafismos decorativos sob os faróis e nas laterais das portas, onde a sigla “STO” é destacada.

Com para-choques diferentes, dotados de entradas de ar maiores, o Lamborghini Huracan tem ainda interior personalizado levemente em relação aos demais.

lamborghini huracan 4

Por seu pacote aerodinâmico de alta carga de downforce em velocidade, o Huracan STO paga o preço pelo maior arrasto, atingindo 100 km/h após 3,0 segundos e indo até 310 km/h.

Trata-se do menos veloz de todas as versões do Huracan, mesmo tendo 640 cavalos como a maioria das opções, além de tração nas quatro rodas e câmbio de dupla embreagem ISR de sete marchas.

Lançado em 2014, o Lamborghini Huracan é feito somente na Itália, construído com um monocoque de fibra de carbono com quadros de suspensão em alumínio.

Medindo 4,520 m de comprimento, 1,933 m de largura, 1,165 m de altura e 2,620 m de entre-eixos, tendo assim 100 litros no porta-malas e 83 litros no tanque.

Para dar conta do V10 5.2 FSI, o Huracan pesa 1.422 kg com consumo urbano de 4,8 km/l e rodoviário de 6,8 km/l.

lamborghini huracan 1

Com rodas aro 20 polegadas e suspensão de alumínio independente nas quatro rodas, o Lamborghini Huracan tem ainda freios da Brembo com discos perfurados e de carbono-cerâmica.

Por dentro, o Huracan tem um painel bem moderno e com cluster digital, assim como com console digital, enquanto o volante de base chata e os paddle shifts enormes dão o tom da brincadeira.

Tendo bancos esportivos bem envolventes, o Lamborghini Huracan veste o condutor que, ao lado do passageiro, desfrutarão da performance do touro dourado de Bolonha.

Lamborghini Huracan – detalhes

lamborghini huracan 2

O Lamborghini Huracan tem uma frente em cunha com faróis full LED e luzes diurnas duplas num visual bem expressivo. O capô é curto e nariz pronunciado que vem ainda com boca enorme.

Tem ainda entradas de ar nas extremidades e spoiler central, com sensores de estacionamento e o radar de controle de cruzeiro adaptativo.

Com teto curvado e para-brisa longo, bem como área envidraçada bem grande nas laterais, onde as portas possuem quebra-ventos e abertura lateral, ou seja, não são as famosas “Lambo door’s”.

Bem largas, eles sustentam retrovisores grandes e apoiados por bases inclinadas, além de maçanetas embutidas.

Nas laterais, o Lamborghini Huracan tem entradas de ar triangulares na base para refrigeração do motor, assim como acessos para o fluxo de ar na parte superior, integradas ao desenho das vigias.

Junto das vigias traseiras, entradas de ar adicionais para captação de ar de admissão se apresentam no Huracan.

A traseira tem uma vigia integrada ao acabamento central preto com aletas para resfriamento do motor nas laterais e saída de ar central na base da tampa.

Há um pequeno defletor de ar integrado e as lanternas em “L” com LED, tendo ainda grade superior com o nome Lamborghini, além de grelha inferior com duas bocas de escape em alumínio.

Nas laterais e abaixo, fica o difusor de ar proeminente, que domina toda a parte inferior da traseira do Huracan.

As rodas são aro 20 polegadas em alumínio forjado, tendo designs diferenciados de acordo com a versão, sendo calçadas com pneus 245/35 ZR20 na frente e 305/30 ZR20 atrás.

Por dentro, o acabamento do Lamborghini Huracan muda de acordo com a versão, mas basicamente é feito em fibra de carbono com couro natural e plásticos macios.

Também existem detalhes em preto brilhante e alumínio, além de aço escovado. O conjunto é moderno, mesmo após oito anos de lançamento, tendo difusores de ar hexagonais.

O revestimento em couro costurado denota preocupação com a sensação a bordo, mas também inspira a um ambiente acolhedor.

O volante em couro ou Alcantara, por exemplo, não tem marcador 12 horas como seria de se esperar, exceto no Lamborghini Huracan STO, mais focado nas pistas.

Já os paddle shifts são bem grandes e fixos, indicando exatamente que estão prontos para uma pilotagem de track day.

Com base chata, tem comandos multifuncionais e até de modos de condução Strada, Sport e Corsa, além de assistência elétrica.

No console central, os comandos são inspirados pela aeronáutica e traz uma multimídia com navegação, instrumentação auxiliar, mídia, telefonia e câmera traseira.

Além disso, ficam no centro os botões de marcha, assim como o botão de partida, “protegido” por uma plaqueta metálica retrátil.

Os bancos esportivos em concha são feitos de fibra de carbono e vestem muito bem o corpo, garantindo mais prazer ao dirigir ou apreciar, no caso do passageiro.

O painel ainda faz alusão à grade traseira com o nome Lamborghini Huracan e todo o teto, assim como as colunas, são revestidas com material premium.

No Huracan, são apenas 100 litros de bagagem num espaço sob o capô dianteiro, tendo ainda pouquíssimo espaço atrás dos bancos, praticamente apenas para mochilas leves.

Lamborghini Huracan – versões

lamborghini huracan 11

  • Lamborghini Huracan Evo
  • Lamborghini Huracan Evo Spyder
  • Lamborghini Huracan Evo RWD
  • Lamborghini Huracan Evo Spyder RWD
  • Lamborghini Huracan Evo Fluo Capsule
  • Lamborghini Huracan STO

Equipamentos

lamborghini huracan 9

Lamborghini Huracan Evo – Motor V10 5.2 de 640 cavalos, câmbio de dupla embreagem com 7 marchas e tração integral, mais faróis full LED, lanternas em LED, rodas aro 20 de liga leve, acabamento em couro ou Alcantara e controle de cruzeiro.

Modos de condução, freio de estacionamento eletrônico, freios de cerâmica-carbono, direção elétrica, ar-condicionado automático, bancos elétricos, trio elétrico, multimídia, paddle shifts, entre outros.

Lamborghini Huracan Evo Spyder – Itens acima, mais capota rígida retrátil automática.

Lamborghini Huracan Evo RWD – Itens acima, mais motor de 610 cavalos e tração traseira.

Lamborghini Huracan Evo Spyder RWD – Itens acima, mais capota rígida retrátil automática.

Lamborghini Huracan Evo Fluo Capsule – Itens do Evo, mais pintura personalizada e cores exclusivas.

Lamborghini Huracan STO – Itens do Evo, mais pacote aerodinâmico e visual exclusivo.

Preços

lamborghini huracan 3

Qual o preço de uma Lamborghini Huracán?

  • Lamborghini Huracan Evo – R$ 4.100.000
  • Lamborghini Huracan Evo Spyder – R$ 5.100.000
  • Lamborghini Huracan Evo RWD – US$ 208,5 mil*
  • Lamborghini Huracan Evo Spyder RWD – US$ 229,4 mil*
  • Lamborghini Huracan Evo Fluo Capsule – US$ 287,5 mil*
  • Lamborghini Huracan STO – R$ 6.500.000

(*) Preços nos EUA.

Lamborghini Huracan – motor

lamborghini huracan 18

O Lamborghini Huracan tem um motor V10 5.2 FSI do grupo Volkswagen, sendo um projeto da própria marca e com construção em alumínio, com bancadas em 90 graus.

Seu desenvolvimento se deu ainda nos anos 90, sendo oriundo de outros dois motores feitos na época, porém, ele só foi executado após a Audi AG comprar a Automobili Lamborghini em 1998.

Ainda assim, demorou cinco anos até que o 5.2 V10 finalmente ganhasse a linha de produção, dado que a Audi queria usar um projeto da própria marca para o modelo Gallardo.

No entanto, existe uma controvérsia até hoje de que o Lamborghini V10 5.2 FSI é o Audi V10 5.2 FSI. Na época, a imprensa associou os dois como sendo o mesmo motor.

Contudo, a Audi diz que não são e indicou haver um espaçamento entre os cilindros de 90 mm no Lamborghini e 88 mm no Audi.

O mais estranho disso é que a ficha técnica é a mesma para os dois propulsores, sendo que o da Audi normalmente equipa o Audi R8, ainda que tenha servido ao Audi RS6.

Outro ponto é que o bloco do Lamborghini V10 é feito em Györ, Hungria, com o cárter seco, sendo então enviado para montagem final em Sant’ Ágata Bolognese.

Inicialmente, o V10 italiano tinha 5.0 litros e falava-se na época que o bloco derivava do Audi V8 4.2, porém, a alemã disse que o tal espaçamento em seu V10 era o mesmo do V8, diferente do Lamborghini.

Polêmicas à parte, o que se sabe é que o Lamborghini V10 5.0 tinha cabeçotes com quatro válvulas por cilindro, enquanto a Audi usava ainda cinco sobre cada pistão.

Quando a Lamborghini mudou para o 5.2, ambos tiveram a mesma arquitetura, resultando na prática no mesmo motor, inclusive com a injeção direta de combustível, como usada na Audi.

Em tese, a preocupação da Audi era de que a Lamborghini perdesse prestígio ao usar um V10 da marca alemã, desassociando os dois propulsores.

Com o mesmo volume do Audi, o Lamborghini V10 do Huracan LP610-2 tem 5.204 cm³ e potência de 610 cavalos a 8.250 rpm, bem como 56,7 kgfm a 6.500 rpm.

No caso do Huracan STO LP640-4 tem 640 cavalos a 8.000 rpm e 57,6 kgfm a 6.600 rpm. Já o Evo AWD tem a mesma potência, porém, o torque é de 61,0 kgfm a 6.500 rpm.

Com comandos acionados por corrente e 40 válvulas, o V10 5.2 FSI do Huracan tem ainda sistema de refrigeração dupla, bobinas de velas individuais e duas ECU, sendo um master e outro slaver.

Isso por conta da grande rotação atingida pelo enorme V10, que começou sua carreira com apenas 305 cavalos.

Hoje, o V10 trabalha também com uma caixa automatizada de dupla embreagem ISR com sete velocidades, que permite trocas muito rápidas, até mais que se o Huracan fosse manual, por melhor que seja o piloto.

Com dois discos a seco, o dispositivo fica entre o motor e o diferencial traseiro, com deslizamento limitado e bloqueio da relação do diferencial traseiro de forma mecânica, mas gerenciamento eletrônico.

A tração nas quatro rodas usa um dispositivo de acoplamento viscoso da Haldex para transferir a força detrás para frente, dosando a força e permitindo maior equilíbrio dinâmico na condução.

Desempenho e consumo

lamborghini huracan 6

O Lamborghini Huracan Evo vai de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos no Evo e 3,1 segundos no Spyder, enquanto o RWD, que tem 610 cavalos, faz o mesmo em 3,3/3,5 segundos.

No caso do Huracan STO, o grande aerofólio traseiro, assim como a asa dorsal e apêndices bem pronunciados criam enorme arrasto aerodinâmico, reduzindo assim a velocidade e o desempenho.

Nesse caso, o STO faz o mesmo em 3,0 segundos. Já em relação à velocidade final, ele tem o menor número de todas as versões: 310 km/h.

Isso é bem abaixo dos Lamborghini Huracan Evo e Evo Spyder, que alcançam 325 km/h e dos RWD, que chegam a 324 km/h.

O consumo médio é de 4,8 km/l na cidade e 6,8 km/l na estrada.

Lamborghini Huracan – fotos

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.